Base de dados : LILACS
Pesquisa : C04.588.945.440.715 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 223 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 23 ir para página                         

  1 / 223 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1178137
Autor: Silva, Elisângela de Jesus.
Título: Análise in situ de proteínas diferencialmente expressas em carcinomas epidermoides penianos por espectrometria de massas utilizando Matrix-Assisted Laser Desorption/Ionization (MALDI) / In situ analysis of protein differentially expressed in penile squamous cell carcinoma by Matrix-Assisted Laser Desorption/Ionization (MALDI) mass spectrometry.
Fonte: São Paulo; s.n; 2016. 129 p. ilust, tabelas.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Antônio Prudente para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O carcinoma de pênis (CaPe) corresponde a uma doença maligna mutilante do homem. É mais frequente em regiões economicamente desprivilegiadas, como o Norte/Nordeste do Brasil, onde frequentemente é diagnosticado como doença mais avançada. Assim, novos marcadores diagnósticos, prognósticos e preditivos de tratamentos terapêuticos ainda são necessários. Abordagens proteômicas, incluindo o MALDI Imaging, podem contribuir neste sentido. Esta técnica emergente de espectrometria de massas permite a visualização da distribuição espacial de centenas de dados moleculares diretamente da superfície de uma secção tecidual, adquiridos por razão massa/carga (m/z). Neste contexto, nosso principal propósito foi integrar dados de proteômica clássica (gel 2D e Cromatografia Líquida acoplada à Espectrometria de Massas) e de MALDI Imaging, para obter padrões diferenciais de proteínas associados com amostras de Carcinoma Epidermoide Peniano usual (relacionado ou não ao HPV) e espécimes normais, a fim de buscar possíveis biomarcadores da doença. Um total de 45 amostras de CaPe, congeladas, foram inicialmente genotipadas para a presença do HPV. Destas, 60% foram positivas para variantes virais de alto risco. A proteômica clássica (N=24) evidenciou níveis diferenciais de 35 proteínas entre amostras de CaPe e controles, e 29 entre CaPe HPV positivo versus negativo (P<0,05; ANOVA). Redes de interações demonstraram que estes perfis proteicos interagiam com clusters de proteínas relacionadas com a carcinogênese e progressão tumoral. Entre eles, se destacaram aqueles formados por proteínas antioxidantes e de adesão celular, presentes em níveis elevados em tumores HPV negativos. A partir dos interactomas, quatro alvos proteicos foram selecionados para a análise in situ por imageamento: Calreticulina, 14-3-3 sigma, Serpina B5 e Glutationa-s-transferase. A aquisição de dados do MALDI Imaging foi conduzida após a digestão in situ pela tripsina, usando uma resolução de 200 µm e faixa de 700-3500 m/z para peptídeos (N=31). Os dados de identificação do gel 2D foram então integrados aos do imageamento. A identidade proteica dos filtros foi confirmada, in silico, por meio da presença de peptídeos teóricos co-localizados com o peptídeo experimental alvo nas secções de CaPe. Não houve associação significativa entre os parâmetros clinicopatológicos e as intensidades de sinal dos alvos (P>0,05, U de Mann-Whitney). Análises não supervisionadas, realizadas a partir dos dados do MALDI Imaging, evidenciaram mapas de segmentação que coindiciram com as regiões tumorais e margens adjacentes livres de neoplasia. Entre os principais valores de m/z diferenciadores estava o pico 1413 ± 2,5 Da, abundante nas regiões tumorais, e correlacionado ao peptídeo experimental m/z 1410,86 referente à proteína Calreticulina (CRT), o. Análises estatísticas (PCA e Curva ROC) indicaram este valor de m/z como potencial biomarcador da doença. Por conseguinte, a CRT foi selecionada para a etapa de validação por imunoistoquímica em tecidos parafinados de CaPe (N=158). Níveis elevados de imunoreatividade da CRT foram associados com piores tempo de sobrevida global (Razão de Risco 2,3; IC-1,46-3,96; P<0,001) e câncer específica (Razão de Risco 4,37; IC-1,66-11,51; P=0,002) nos casos de CaPe. A presença de metástase em linfonodos foi considerado um fator prognóstico independente para o risco de morte pelo câncer (Razão de Risco ­ 14,18; CI-3,29-61,12; P <0,001). A imunoreatividade da CRT também foi capaz de predizer a presença de metástase em linfonodos (Chance de Risco: 1,006; IC- 1,0001-1,0012; p=0,044). Estes dados, em conjunto, sugerem que a CRT pode ser um potencial biomarcador prognóstico do CaPe. A estratégia de integração da proteômica clássica com o MALDI Imaging, mostrou-se uma ferramenta útil na busca de novos biomarcadores para o CaPe. Além disto, o trabalho adicionou uma visão analítica à histopatologia clássica, o que deverá inserir as técnicas utilizadas neste projeto em estudos de Anatomia Patológica, tanto em nossa instituição, quanto no contexto global.

Penile cancer (PeCa) corresponds to a mutilating malignant disease in men. It is more frequent in underprivileged socioeconomic regions (e.g., Noth, North-East of Brazil), where it is frequently diagnosed in advanced stages. Thus, new markers are still needed for early diagnosis, prognosis and prediction of therapy. Proteomic approaches, including MALDI Imaging, could assist in this effort. This emerging spatially resolved mass spectrometric technique can obtain topographical distribution of hundreds of molecules directly from the tissue section surface, mensured by mass/charge ratio (m/z). In this context, our mainly propose was to integrate classic proteomic data (2D gel and Liquid Chromatograph coupled with Mass Spectrometry) with MALDI Imaging to obtain diferential patterns of protein associated with Usual Squamous Cell Penile Carcinoma (HPV related or not) and normal specimens, to look for possible biomarkers of the disease. A total of 45 fresh-frozen PeCa samples were initially searched for HPV genotype, 60% of which were positive for high-risk HPV. Classic proteomics (N=24) demonstrated diferential levels of 35 proteins comparing PeCa and control samples, and 29 comparing HPV-positive versus HPV-negative PeCa samples (P<0.05; ANOVA). Protein networks showed that these protein profiles interact with clusters of proteins related with tumorigenesis and tumor progression processes. Among them, antioxidant and cell adhesion proteins play a critical role in HPV negative penile tumors. Based on interactome data, four protein targets were selected for in situ analyses by imaging: Calreticulin, 14-3-3 protein sigma, Serpin B5 and Glutatione-s-transferase. MALDI Imaging data acquisition of peptides was conducted after in situ trypsin digestion using a lateral resolution of 200 µm, covering the range 700- 3500 m/z (N=31). After that, 2D gel based proteomic data was integrated with Imaging data. The filter protein identities were confirmed in silico by the co-localization of theoretical triptic peptides with the experimental peptides in PeCa sections. There was no significant association between the clinical and pathological parameters and the target signal intensities (P>0.05; U de Mann-Whitney). An unsupervised clustering analysis based on MALDI Imaging data reveled segmentation maps that coincide with histological annotation for tumor and adjacent non-neoplasic regions. Among the mainly differentiating m/z values there was 1413 ± 2.5 Da. This peak was especially co-localized with tumoral regions and correlated with Calreticulin (CRT) experimental peptide (m/z 1410,86). Statistical analysis (PCA and ROC Curves) indicated this m/z value as a potencial biomarker of the disease. For this reason, CRT was selected for validation by immunohistochemistry performed on paraffin-embedded PeCa tissues (N=158). As result, CRT hiperexpression in PeCa tissue increased the risk of unfavorable overall survival (Relative Risk ­ 2.3; CI-1.46-3.96; P<0.001) and cancer specific survival (Relative Risk ­ 4.37; CI-1.66-11.51; P=0.002) in these patients. Lymph node metastasis represented an independent prognostic risk factor for death related to cancer in our patients (Relative risk ­ 14.18; CI-3.29-61.12; P <0.001). CRT immunoreactivity was also capable to predict the presence of lymph node metastases (Risk Chance ­ 1,006; CI-1.0001-1.00123; P =0.044). Taken together, our results sugest that CRT may represent a prognostic biomarker of PeCa. The strategy of integrated classic proteomic and MALDI Imaging revealed as usefull tool to search for news biomarkers of the disease. Futhermore, this work added an analytical perspective to the classical histopathology, allowing to include the techniques used in this project in future morphological studies, both in our institution and in the global context.
Descritores: Neoplasias Penianas
Carcinoma de Células Escamosas
Espectrometria de Massas por Ionização e Dessorção a Laser Assistida por Matriz
Limites: Humanos
Responsável: BR30.1 - Biblioteca
BR30.1


  2 / 223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870237
Autor: Andrade, Juliana Bartholo de.
Título: Co-expressão de CD44 e proteínas da família ERM (Ezrina/Moesina) no carcinoma de pênis / Co-expression of CD44 and ERM family proteins (Ezrin/Moesin) in penile carcinoma.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. 113 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Antônio Prudente para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Na história natural do carcinoma de pênis, o envolvimento loco regional é considerado a complicação mais grave e principal causa de morte da doença. Compreender os processos moleculares que possam estar envolvidos nos mecanismos de invasão e disseminação metastática pode levar a um aprimoramento das ferramentas de prognóstico para uma melhor avaliação dos pacientes, evitando-se, assim, a morbidade de cirurgias desnecessárias. Alguns estudos têm enfatizado a influência da adesão celular no desenvolvimento tumoral e metastático, sendo as proteínas do complexo CD44/ERM (Ezrina, Radixina e Moesina) relatadas como envolvidas nestes processos. Objetivos: Analisar a co-expressão de CD44- Ezrina e de CD44-Moesina no carcinoma epidermóide de pênis, correlacionando esta co-expressão aos critérios clínico patológicos. Casuística, Materiais e Métodos: Foram estudados, retrospectivamente 76 pacientes submetidos à cirurgia para carcinoma epidermóide de pênis no AC Camargo Cancer Center. A avaliação das expressões isoladas de CD44, CD44V6, Ezrina e Moesina foi realizada por imunoistoquímica, no equipamento Ventana®, e a imunorreatividade de cada proteína foi categorizada em positiva e negativa. As co-expressões de Ezrina/CD44, Ezrina/CD44V6, Moesina/CD44 e Moesina/CD44V6 foram avaliadas...

The loco regional involvement is considered the most severe complication and main cause of death in the natural history of penile carcinoma. The understanding of molecular processes that may be involved in the invasion mechanism and metastatic dissemination would improve the prognostic tools to a better patient evaluation, avoiding the morbidity of unnecessary surgery. Some studies have emphasized the influence of cellular adhesion in the tumor and metastatic development, being the complex CD44/ERM proteins (Ezrin/Radixin/Moesin), reported as involved in these processes. Objectives: To analyze the co-expression of CD44-Ezrin and CD44-Moesin in penile squamous cell carcinoma, correlating this co-expression to pathological clinical criteria. Samples, Materials and Methods: We retrospectively studied 76 patients undergoing surgery for penile squam...
Descritores: Adesão Celular
ANTIGENOS CDABSENTEEISM
Carcinoma
Neoplasias Penianas
Limites: Humanos
Responsável: BR30.1 - Biblioteca
BR30.1


  3 / 223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-486431
Autor: Santana Sarrhy, Lourdes; Cinta Alejo, Reynel; Yancán Lligua, Jackeline Arancely.
Título: De una fimosis a la amputación total del pene / From phymosis to total amputation of the penis
Fonte: Rev. cuba. cir;46(3), jul.-sept. 2007. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El caso que presentamos es el de un paciente de 53 años que, al no tratarse adecuadamente una fimosis, presentó un carcinoma epidermoide de pene y fue necesario realizar una amputación total de este órgano. Es sabido que en la actualidad ese tipo de enfermedad es prevenible y que su aparición se debe a una higiene genital inadecuada relacionada con la presencia de fimosis o prepucio redundante(AU)

The case of a 53 years-old patient, who did not look for adequate treatment for phymosis and developed epidermoid carcinoma of the penis leading to the total amputation of this organ, was presented in this paper. It is known that this type of disease is preventable at present and that it occurs due to phymosis or redundant foreskin-related poor genital hygiene(AU)
Descritores: Neoplasias Penianas/epidemiologia
Fimose/complicações
Amputação/métodos
-Carcinoma de Células Escamosas/etiologia
Higiene
Limites: Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  4 / 223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-952725
Autor: Souza, Marco Antônio Comper de; Zacchi, Sérgio Riguete; Viana, Katia Cirlene Gomes; Souza, Camila Brandão de; Zandonade, Eliana; Amorim, Maria Helena Costa.
Título: Survival analysis of penile cancer patients treatedat a tertiary oncology hospital / Análise de sobrevida de pacientes com câncer de pênis tratados em um hospital oncológico terciário
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(8):2479-2486, Aug. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract This article aims to estimate the specific survival of patients with penile cancer treated at a state tertiary oncology hospital. The study included 100 cases incidents patients with penile cancer treated at a cancer center, from 2000 to 2011, follow-up to December 31, 2012. The hospital-based cancer registry and medical records were used as data sources. We used the Kaplan-Meier method to estimate survival and the Cox model was used to assess prognostic factors. All had histology for penile cancer as a basis for diagnosis. For location of the 75% tumor were not specified, followed by 18% located in the glans, 04% in the foreskin. The median survival time was 49 months, 89% presented themselves between stages I and II. Patients with rural occupations had a mean survival time of 75.02 months, patients with non-rural occupations 42.14 months; Patients residing in metropolitan area - Espírito Santo had a mean survival time of 26.03 months, other patients 71.42 months; In patients with compromised lymph nodes, the mean survival time was 30.59 months, and in patients with no compromised lymph nodes, the mean survival time was 75.83 months. This study demonstrates reduced survival in non-rural workers who reside in metropolitan area and who present with compromised lymph nodes and metastasis.

Resumo O objetivo deste artigo é estimar a sobrevida específica dos pacientes com câncer de pênis atendidos em um hospital de referência em oncologia. Analisou-se 100 casos incidentes de pacientes com câncer de pênis que receberam tratamento no hospital, no período de 2000 a 2011, seguimento até 31 de dezembro de 2012. Utilizou-se como fonte de informação o banco de dados do Registro Hospitalar de Câncer e o prontuário do paciente. Utilizou-se o método de Kaplan-Meier para estimar a sobrevida e o modelo de Cox para investigar os fatores prognósticos. Todos possuíam histologia para câncer do pênis como base para o diagnóstico da doença. Para localização do tumor 75% não foram especificados, seguido de 18% na glande, 04% no prepúcio. O tempo mediano de sobrevida foi de 49 meses, 89% apresentavam-se entre os estádios I e II. Pacientes com ocupação rural apresentaram sobrevida média de 75,02 meses, ocupação não rural de 42,14 meses. Os procedentes da Grande Vitória - Espírito Santo sobrevida média de 26,03 e demais pacientes de 71,42 meses. Homens com linfonodo positivo possuíram sobrevida média de 30,59 meses e, sem comprometimento, 75,83 meses. A presença de metástase esteve associada a menores taxas de sobrevida. Trabalhadores não rurais, proveniente da Grande Vitória, com presença de linfonodo acometido e metástase apresentaram pior sobrevida.
Descritores: Neoplasias Penianas/terapia
População Rural
População Urbana
-Neoplasias Penianas/patologia
Prognóstico
Modelos de Riscos Proporcionais
Taxa de Sobrevida
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Estudos de Coortes
Seguimentos
Estimativa de Kaplan-Meier
Centros de Atenção Terciária
Metástase Linfática
Pessoa de Meia-Idade
Estadiamento de Neoplasias
Ocupações
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-751057
Autor: Busso, Ariane Fidelis.
Título: Alteração no número de cópias genômicas e expressão gênica em larga escala em carcinomas de pênis / Copy number alterations and gene expression profiling by large-scale analysis in penile carcinomas.
Fonte: São Paulo; s.n; 2013. 201 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Antônio Prudente para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O câncer de pênis (CaPe) é uma neoplasia rara que ocorre em homens preferencialmente a partir da sexta década de vida. Análises utilizando métodos em genética molecular são extremamente limitadas nesses tumores. Esse projeto teve como objetivos identificar alterações no número de cópias genômicas e no padrão de expressão gênica, bem como o perfil integrado dos dados genômicos e transcriptômicos, para determinar biomarcadores relevantes em tumores de pênis. Foram obtidas 48 lesões penianas, sendo 43 carcinomas de células escamosas (CEC) primários, dois carcinomas in situ (CIS), uma hiperplasia (HP), uma metástase e uma recidiva. A genotipagem do HPV foi realizada para 47 amostras utilizando o kit Linear Array HPV Test Genotyping (Roche, CA, USA). A plataforma 4x44K (Agilent Technologies, CA, USA) foi utilizada para análises de alterações no número de cópias genômicas (n=43) e na expressão de transcritos (n=42). A análise dos dados genômicos foi realizada no programa Nexus 6.0 (Biodiscovery, CA, USA) e dos dados de expressão pelo software TMeV 4.5 (http://www.tm4.org). A integração dos dados foi realizada em 37 casos com dados disponíveis para as duas metodologias usando a correlação de Pearson. A análise funcional in silico dos genes alterados foi realizada com o software Ingenuity Pathway Analysis (IPA - Ingenuity® Systems, http://www.ingenuity.com). A confirmação dos dados ocorreu por qPCR e FISH para as alterações genômicas e RT-qPCR para a expressão dos transcritos. A genotipagem para o HPV revelou positividade em 14/42 CaPe avaliados (33,3%), dois CIS, uma HP e uma metástase. As análises de aCGH mostraram um perfil genômico distinto para carcinomas verrucosos em relação aos outros subtipos histológicos de CEC. Entre os tumores, foram encontradas 1.074 alterações no número de cópias (média de 28,3±17,8 CNAs/indivíduo). Os ganhos genômicos mais comuns foram detectados em 3q, 5p, 8q, 9p, 9q, 20p e 21p, enquanto as perdas ocorreram em 3p, 8p, 9p, 21p e Y...

Penile cancer is a rare malignancy that occurs predominantly in men after the sixth decade of life. Molecular genetic data in penile cancer are extremely limited. In this study, it was evaluated copy number alterations and global gene expression by large-scale analysis in penile carcinomas, as well as the integrative profile between genomic and transcriptomic data, in order to uncover the main biomarkers in penile tumors. Forty-eight penile lesions were obtained: 43 squamous cell carcinomas (CEC), two in situ carcinoma (CIS), one hyperplasia (HP), one metastasis and one recurrence. HPV genotyping was performed for 47 samples using Linear Array HPV Test Genotyping kit (Roche, CA, USA). Genomic copy number alterations (n=43) and gene expression analysis (n=42) were assessed by 4x44K platforms (Agilent Technologies, CA, USA). Genomic data were analyzed by Nexus 6.0 (Biodiscovery, CA, USA) and gene expression by using TMeV 4.5 software (http://www.tm4.org). Integrative analysis was carried out for 37 penile tumors with both genomic and transcriptomic available data using Pearson correlation. In silico functional analysis of altered genes was performed by Ingenuity Pathway Analysis software (IPA, Ingenuity® Systems, http://www.ingenuity.com). Data confirmation was performed using qPCR and FISH for copy number alterations, and RT-qPCR for transcript expression results. Fourteen out of 42 penile cancers evaluated (33.3%) were positive for HPV infection, as well as two CIS, one HP and one metastasis. In comparison to other CEC subtypes, aCGH analysis showed differential genomic profile for verrucous carcinomas. Considering tumors, it was found 1.074 copy number alterations (in average, 28.3±17.8 CNA/individual). The most common copy number gains were detected in 3q, 5p, 8q, 9p, 9q, 20p and 21p. Chromosomal losses were found in 3p, 8p, 9p, 21p and Y. Specific alterations on chromosomes 3 and 8 were related to worse outcome and shorter survival. Nineteen differential...
Descritores: Biologia Molecular/métodos
Expressão Gênica
Infecções por Papillomavirus/diagnóstico
Infecções por Papillomavirus/epidemiologia
Neoplasias Penianas/diagnóstico
Neoplasias Penianas/epidemiologia
-Reação em Cadeia da Polimerase
Técnicas de Diagnóstico Molecular
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR30.1 - Biblioteca
BR30.1


  6 / 223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-1001800
Autor: Drumond, Eliane de Freitas; Silva, Jussara de Medeiros; Salles, Paulo Guilherme de Oliveira.
Título: A atual e necessária proteção do trabalhador: câncer e ocupação / The current and mandatory protection of the worker: cancer and occupation
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(5):1973-1973, Mai. 2019.
Idioma: pt.
Descritores: Neoplasias Penianas
-Brasil
Incidência
Ocupações
Limites: Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Comentário
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-667391
Autor: Kagohara, Luciane Tsukamoto.
Título: Avaliação do perfil de hipermetilação dos genes P16INK4a e MGMT em câncer de pênis / Hypermethylation profile evaluation of the genes P16INK4a e MGMT in penile cancer.
Fonte: São Paulo; s.n; 2011. 111 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Antônio Prudente para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O carcinoma de pênis é um tumor pouco frequente. No entanto, em países em desenvolvimento o trata-se uma doença comum e em algumas regiões é o câncer mais frequente em homens. O principal fator clínico para determinação do prognóstico é a presença de metástases linfonodais, que está associada a redução significativa da sobrevida dos pacientes com câncer de pênis. Porém, até o presente momento não foi possível estabelecer marcadores clínicos ou moleculares de prognóstico. No presente estudo, foi avaliada a presença de hipermetilação nos genes CDKN2A e MGMT em amostras de carcinoma epidermóide (CE) de pênis. Além disso, os níveis de expressão das proteínas codificadas por esses genes (p16 e MGMT, respectivamente) foram quantificados e sua associação com o status de metilação do gene avaliada. A frequência de hipermetilação, o padrão de expressão e os dados clínicos e anatomopatológicos foram analisados na tentativa de identificar possíveis marcadores de prognóstico para os pacientes com CE de pênis. A frequência de hipermetilação dos genes CDKN2A e MGMT foi avaliada em 128 amostras incluídas em parafina. Nenhum dos casos apresentou metilação do gene CDKN2A e o gene MGMT apresentou-se metilado em 57,4% dos casos. A análise dos níveis de expressão das proteínas p16 e MGMT, em 351 casos, indicou que em 33,2% e 12,6%, respectivamente, ocorreu redução na expressão proteica. Não houve associação entre a presença de hipermetilação do gene MGMT e a expressão da proteína. Níveis reduzidos de expressão de MGMT foram mais frequentes em pacientes com tumores com espessura maior do que 5 milímetros e em pacientes com linfonodos positivos ao exame clínico. Dentre os fatores clínicos e anatomopatológicos, o estadiamento N clínico, o grau de diferenciação do tumor e a invasão perineural se mostraram variáveis independentes de risco para a ocorrência de metástases linfonodais e para redução da sobrevida. ...
Descritores: Imuno-Histoquímica
GENES PABNORMALITIES, MULTIPLE
Metilação de DNA
Neoplasias Penianas
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR30.1 - Biblioteca
BR30.1


  8 / 223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-667418
Autor: Guimarães, Gustavo Cardoso.
Título: Análise de fatores prognósticos e da expressão imunoistoquimica da involucrina, e das proteínas da placa desmossômica: desmogleina, plakoglobina e desmoplakina através da técnica de "tissue microarray" em pacientes portadores de carcinoma epidermóide do pênis / Analysis of prognostic factors and immunohistochemical expression of involucrin and desmosomal proteins: desmoglein, plakoglobin desmoplakin and by tissue microarray technique in patients with squamous cell carcinoma of the penis.
Fonte: São Paulo; s.n; 2010. 174 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Antônio Prudente para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução: O tratamento para o câncer invasivo do pênis basea-se no tratamento do tumor primário, geralmente com amputação e na linfadenectomia regional, tratamentos que apresentam alto índice de morbidade. A presença de metástase linfonodal constitui o mais importante fator prognóstico identificado e sua avaliação por métodos clínicos e laboratoriais são falhos. Objetivos: O presente estudo visa identificar os fatores prognósticos do tumor primário e a importância das Proteínas da Placa Desmossômicas: Desmogleina, Plakoglobina e Desmoplakina e da Involucrina e a relação destes com as variáveis clínicas, demográficas e anatomopatológicas, bem como sua relação com sobrevida câncer específica e global. População e Métodos: Foram avaliados 288 pacientes portadores de carcinoma espinocelular do pênis submetidos a tratamento do tumor primário e a linfadenectomia radical ou aqueles pacientes com 5 anos de seguimento sem linfadenectomia. Resultados: A imunorreatividade da Involucrina se correlacionou com o Grau de diferenciação tumoral (p <0,001); a presença de infiltração peri-neural (p=0,002) e infiltração de corpos cavernosos (p=0,021) e a presença de coilocitose (p=0,006) e o tipo Histológico (p=0,043). A imunorreatividade da Desmoplakina se correlacionou com Antecedentes Venéreos (p=0,,13) e o Estadiamento Clinico T (p=0,002) e o Tipo Histológico (p=0,070). A imunorreatividade da Desmogleina não se correlacionou apenas a infiltração de corpos cavernosos (p=0,022) e não houve correlação da imunorreatividade da Plakoglobina com as variáveis clínico-demográficas ou anatomopatológicas. ...
Descritores: Neoplasias Penianas
Imuno-Histoquímica
Caderinas de Desmossomos
Metástase Linfática
Prognóstico
Limites: Humanos
Masculino
Responsável: BR30.1 - Biblioteca
BR30.1


  9 / 223 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1130023
Autor: Ribeiro, Daniel Vitorino; Fedrizzi, Edison Natal; Steffens, Sérgio Murillo.
Título: The impact of the HPV vaccine on the world: initial outcomes and challenges / O impacto da vacina contra o HPV no mundo: resultados iniciais e desafios
Fonte: DST j. bras. doenças sex. transm;32:1-7, 2020.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Human papillomavirus (HPV) infection can be considered an epidemic in the world and in Brazil. This infection accounts for virtually all cases of cervical cancer, most malignant anal, vaginal and oropharyngeal tumors, and a large number of cases of cancer of the penis and vulva. The most effective way to prevent this infection is through vaccination. Several countries, including Brazil, have already introduced this vaccine into the public vaccination programs and are observing the real-life results of decreasing HPV-associated diseases. Objective: To evaluate the effectiveness of HPV vaccination in preventing virus-induced diseases in countries that have adopted it for a longer time, in a different scenario from clinical studies. Methods: This is a bibliographic review study in journal databases PubMed, LILACS, SciELO and Scopus, with publications dated from 2000 to 2019. The research was restricted to articles in English and Portuguese and studies conducted in humans. Ten studies that were considered relevant were selected. Furthermore, additional articles found by free search were selected. After this phase, the chosen publications were obtained in full for reassessment of their methodology and results. Results: The HPV vaccine demonstrated its effectiveness in reducing the incidence of HPV infection and/or anogenital warts and/or precancerous lesions in the seven countries analyzed by the study: Australia, Brazil, Denmark, United States of America, New Zealand, Czech Republic and Sweden. The impact was bigger in countries that introduced it earlier, such as Australia, where the vaccine virtually eliminated the incidence of genital warts in women aged under 21 years. Although Brazil implemented the vaccine a few years ago, a preliminary study was conducted in Campos dos Goytacazes, RJ, where the vaccine was implemented in 2010, showing a 55% reduction in the incidence of genital warts for women aged under 21 years old, between 2007 and 2012. Conclusion: The HPV vaccine is highly effective in protecting against HPV infection and disease in the countries where it has been implemented, with better results than those seen in clinical trials

Introdução: A infecção pelo papilomavírus humano (HPV) pode ser considerada uma epidemia no mundo e no Brasil. Essa infecção responde por virtualmente todos os casos de câncer de colo de útero, pela maioria dos tumores malignos anais, vaginais e orofaríngeos e por um grande número dos casos de câncer de pênis e vulva. A forma mais eficaz de prevenção dessa infecção é por meio da vacinação. Vários países, entre eles o Brasil, já introduziram essa vacina na rede pública e começaram a observar os resultados na vida real de diminuição das doenças HPV induzidas. Objetivo: Avaliar a eficácia da vacinação contra o HPV na prevenção de doenças induzidas pelo vírus em países que a adotaram há mais tempo, em um cenário diferente dos estudos clínicos. Métodos: Estudo de revisão bibliográfica em bases de dados de periódicos PubMed, LILACS, SciELO e Scopus, com publicações no período de 2000 a 2019. A pesquisa restringiu-se a artigos de língua inglesa e portuguesa e com estudos realizados em seres humanos. Foram selecionados dez trabalhos considerados relevantes. Além disso, foram escolhidos artigos adicionais pesquisados por busca livre. Após essa fase, as publicações selecionadas foram obtidas na íntegra para reavaliação da metodologia e dos resultados. Resultados: A vacina contra o HPV demonstrou sua eficácia na redução da incidência de infecção pelo HPV e/ou verrugas anogenitais e/ou lesões pré-cancerosas nos sete países analisados pelo estudo: Austrália, Brasil, Dinamarca, Estados Unidos da América, Nova Zelândia, República Tcheca e Suécia. O impacto foi maior em países que introduziram a vacina mais precocemente, como na Austrália, onde ela virtualmente eliminou a incidência de verrugas genitais em mulheres abaixo de 21 anos. Ainda que o Brasil tenha implementado a vacina há poucos anos, um estudo preliminar foi realizado no município de Campos dos Goytacazes (RJ), onde a vacina foi introduzida em 2010, demonstrando redução na incidência de verrugas genitais em 55% para mulheres abaixo de 21 anos de idade, no período entre 2007 e 2012. Conclusão: A vacina contra o HPV é muito eficaz na proteção contra a infecção e as doenças induzidas pelo HPV nos países em que foi implementada, com resultados melhores que os observados nos ensaios clínicos.
Descritores: Neoplasias Penianas
Neoplasias do Colo do Útero
Neoplasias do Colo
-Vacinas
Infecções por Papillomavirus
Neoplasias
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR2499


  10 / 223 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-999649
Autor: Siqueira, Marcelo Fermanian Catunda; Álvares, Matheus Barreto da Silva; Júnior, Rildo Rodrigues Costa; Lemes, Alisséia Guimarães; Oliveira, Pâmela Roberta de; Rocha, Elias Marcelino da.
Título: Conhecimento de homens universitários sobre câncer de pênis e práticas preventivas / Knowledge of university men about penile cancer and preventive practices / Conocimiento de hombres universitarios sobre cáncer de pene y prácticas preventivas
Fonte: J. Health NPEPS;4(1):92-112, jan.-jun. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: descrever o conhecimento de homens universitários sobre câncer de pênis e práticas preventivas. Método: estudo descritivo, exploratório e com abordagem quantitativa, realizado em 2017, na Universidade Federal de Mato Grosso. Utilizou-se amostragem não probabilística, por acessibilidade. Para coleta de dados, utilizou-se questionário estruturado autoaplicável elaborado pelos próprios pesquisadores. Resultados: foram entrevistados 57 indivíduos, com idade média de 24 anos. Destes, 77,19% já ouviram falar sobre o câncer de pênis e somente 28,07% realizam o autoexame respectivo. O principal meio de obtenção de informação em educação e saúde apontada pelos acadêmicos foi a internet (31,82%) e 43,18% dos entrevistados associaram a higiene íntima como forma de prevenção ao carcinoma do pênis. No entanto, o serviço da atenção primária não é a preferência ao buscar atendimento, acessando prioritariamente serviços hospitalares e farmácias. A maioria já ouviu falar sobre o câncer de pênis e sabem que a higiene íntima com água e sabão é a maneira mais eficaz de prevenção. Conclusão: observa-se a necessidade de estabelecer medidas educativas a fim de esclarecer essa população sobre o câncer de pênis como medida de estabelecimento de cultura de cuidado.(AU)

Objective: to describe the knowledge of university men about penile cancer and preventive practices. Method: a descriptive, exploratory study with a quantitative approach, carried out in 2017, at the Federal University of Mato Grosso. Nonprobabilistic sampling was used for accessibility. For data collection, a selfadministered structured questionnaire prepared by the researchers themselves was carried out. Results: 57 subjects were interviewed, with a mean age of 24 years. Of these, 77.19% have already heard about penile cancer and only 28.07% carry out self-examination of the penis. The principal means of obtaining information on education and health pointed out by scholars was the internet (31.82%) and 43.18% of respondents associated personal hygiene as a form of prevention of penile carcinoma. However, the primary care service is not the preference when seeking care, with hospital services and pharmacies being the priority. Most have heard about penis cancer and know that intimate hygiene with soap and water is the most effective way of preventing. Conclusion: it is observed the need to establish educational measures to clarify this population about penile cancer as a measure of establishment of culture of care.(AU)

Objetivo: describir el conocimiento de hombres universitarios sobre cáncer de pene y prácticas preventivas. Método: estudio descriptivo, exploratorio y con abordaje cuantitativo, realizado en 2017, en la Universidad Federal de Mato Grosso. Se utilizó muestreo no probabilístico, por accesibilidad. Para la recolección de datos, se utilizó un cuestionario estructurado autoaplicable elaborado por los propios investigadores. Resultados: fueron entrevistados 57 individuos, con edad media 24 años. De ellos, 77,19% ya oyeron hablar sobre el cáncer de pene y sólo el 28,07% realizan el autoexame del pene. El principal medio de obtención de información en educación y salud apuntada por los académicos fue la internet con 31,82% y el 43,18% de los entrevistados asociaron la higiene íntima con forma de prevención al carcinoma del pene. Sin embargo, el servicio de atención primaria no es la preferencia al buscar atención, accediendo prioritariamente a servicios hospitalarios y farmacias. La mayoría han oído hablar sobre el cáncer de pene y saben que la higiene íntima con agua y jabón es la manera más eficaz de prevención. Conclusion: se observa la necesidad de establecer medidas educativas a fin de esclarecer a esa población sobre el cáncer de pene, como medida de establecimiento de cultura de cuidado.(AU)
Descritores: Neoplasias Penianas/prevenção & controle
Prevenção Primária/educação
Saúde do Homem
-CELL LINE0
Epidemiologia Descritiva
Masculinidade
Limites: Humanos
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 23 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde