Base de dados : LILACS
Pesquisa : C05.116.099.742 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 39 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 39 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-709630
Autor: Joaquim, Andrei Fernandes; Ghizoni, Enrico; Almeida, João Paulo; Anderle, Diogo Valli; Tedeschi, Helder.
Título: Basilar invagination secondary to hypoplasia of the clivus - Is there indication for craniocervical fixation? / Invaginação basilar secundária à hipoplasia do clivo - Há indicação para fixação crânio-cervical? / Invaginación basilar secundaria a la hipoplasia del clivus - ¿Hay indicación para la fijación cráneo-cervical?
Fonte: Coluna/Columna;13(1):69-70, Jan-Mar/2014. graf.
Idioma: en.
Resumo: The posterior fossa decompression is a form of treatment suggested for patients with basilar invagination (BI) secondary to hypoplasia symptomatic of the clivus and atlantoaxial alignment preserved. Based on the fact that the worsening of cranial-cervical kyphosis (decrease of clivus-canal angle to less than 150o) can result in anterior brainstem compression, we propose that some patients may benefit from the cranio-cervical fixation. We present a case report of a patient with BI secondary to clivus hypoplasia who underwent cranio-cervical fixation in extension, with a reduction in clivus-canal angle and improvement of symptoms without posterior fossa decompression.

A descompressão da fossa posterior é uma das formas de tratamento sugeridas para pacientes com invaginação basilar (IB) secundária a hipoplasia sintomática de clivo e alinhamento atlanto-axial preservado. Baseado no fato de que a piora da cifose crânio-cervical (diminuição do ângulo clivo-canal para menos do que 150o) pode resultar em compressão anterior do tronco cerebral, propomos que alguns pacientes podem se beneficiar da fixação crânio-cervical. Apresentamos um caso de paciente com IB secundária a hipoplasia de clivo submetido à fixação crânio-cervical em extensão, com diminuição do seu ângulo clivo-canal e melhora dos sintomas, sem descompressão da fossa posterior.

La descompresión de la fosa posterior es una forma de tratamiento sugerido para los pacientes con invaginación basilar (IB) secundaria a hipoplasia sintomática del clivus con alineación atlantoaxial preservada. Con base en el hecho de que el empeoramiento de la cifosis cráneo-cervical (reducción del ángulo clivus-canal para menos de 150o) puede resultar en la compresión del tronco cerebral anterior, se propone que algunos pacientes pueden beneficiarse de la fijación craneocervical. Presentamos un paciente con IB secundaria a la hipoplasia del clivus sometido a fijación cráneo-cervical en extensión, con reducción del ángulo clivus-canal y mejora de los síntomas sin descompresión de la fosa posterior.
Descritores: Dispositivos de Fixação Ortopédica
-Platibasia
Fossa Craniana Posterior
Cifose
Limites: Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  2 / 39 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-723929
Autor: Netto, Dante Simionato; Nascimento, Sergio Ricardo Rios; Ruiz, Cristiane Regina.
Título: Metric analysis of basal sphenoid angle in adult human skulls / Análise métrica do ângulo basiesfenoidal em crânios de humanos adultos
Fonte: Einstein (Säo Paulo);12(3):314-317, Jul-Sep/2014. graf.
Idioma: en.
Resumo: Objective To analyze the variations in the angle basal sphenoid skulls of adult humans and their relationship to sex, age, ethnicity and cranial index. Methods The angles were measured in 160 skulls belonging to the Museum of the Universidade Federal de São Paulo Department of Morphology. We use two flexible rules and a goniometer, having as reference points for the first rule the posterior end of the ethmoidal crest and dorsum of the sella turcica, and for the second rule the anterior margin of the foramen magnum and clivus, measuring the angle at the intersection of two. Results The average angle was 115.41°, with no statistical correlation between the value of the angle and sex or age. A statistical correlation was noted between the value of the angle and ethnicity, and between the angle and the horizontal cranial index. Conclusions The distribution of the angle basal sphenoid was the same in sex, and there was correlation between the angle and ethnicity, being the proportion of non-white individuals with an angle >125° significantly higher than that of whites with an angle >125°. There was correlation between the angle and the cranial index, because skulls with higher cranial index tend to have higher basiesfenoidal angle too. .

Objetivo Analisar as variações do ângulo basiesfenoidal em crânios de humanos adultos e sua relação com sexo, idade, etnia e índice crânico horizontal. Métodos Os ângulos foram medidos em 160 crânios pertencentes ao Museu do Departamento de Morfologia da Universidade Federal de São Paulo. Utilizamos duas réguas milimetradas flexíveis e um goniômetro, tendo como pontos de referência para a primeira régua a extremidade posterior da crista etmoidal e o dorso da sela turca, e, para a segunda régua, a margem anterior do forame magno e o clivo, medindo o ângulo na intersecção das duas. Resultados A média dos ângulos foi de 115,41°, não havendo correlação estatística entre o valor do ângulo e o sexo ou a idade. Houve correlação estatística entre o valor do ângulo e a etnia, e entre o ângulo e o índice crânico horizontal. Conclusão A distribuição do ângulo basiesfenoidal foi a mesma entre os sexos, havendo correlação entre o ângulo e a etnia, e sendo a proporção de indivíduos não brancos com ângulo >125° significativamente maior que a de indivíduos brancos com ângulo >125°. Houve correlação entre o ângulo e o índice crânico horizontal, pois crânios com maior índice crânico horizontal tenderam a um ângulo basiesfenoidal maior. .
Descritores: Cefalometria/métodos
Osso Esfenoide/anatomia & histologia
-Fatores Etários
Platibasia/patologia
Valores de Referência
Fatores Sexuais
Estatísticas não Paramétricas
Limites: Adolescente
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 39 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-722135
Autor: Joaquim, Andrei F; Fernandes, Yvens Barbosa; Mathias, Roger N; Batista, Ulysses C; Ghizoni, Enrico; Tedeschi, Helder; Patel, Alpesh A.
Título: Incidence of basilar invagination in patients with tonsillar herniation ? a case control craniometrical study / Incidência da invaginação basilar com heriação tonsilar ? estudo da craniometria do tipo caso-controle
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;72(9):706-711, 09/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: A retrospective case-control study based on craniometrical evaluation was performed to evaluate the incidence of basilar invagination (BI). Patients with symptomatic tonsillar herniation treated surgically had craniometrical parameters evaluated based on CT scan reconstructions before surgery. BI was diagnosed when the tip of the odontoid trespassed the Chamberlain’s line in three different thresholds found in the literature: 2, 5 or 6.6 mm. In the surgical group (SU), the mean distance of the tip of the odontoid process above the Chamberlain’s line was 12 mm versus 1.2 mm in the control (CO) group (p<0.0001). The number of patients with BI according to the threshold used (2, 5 or 6.6 mm) in the SU group was respectively 19 (95%), 16 (80%) and 15 (75%) and in the CO group it was 15 (37%), 4 (10%) and 2 (5%).

Realizamos estudo retrospectivo tipo caso-controle baseado na avaliação craniométrica para avaliar a incidência da Invaginação Basilar (IB). Pacientes com herniação tonsilar sintomática tratada cirurgicamente foram avaliados quanto a parâmetros craniométricos obtidos em reconstrução de TC antes da cirurgia. IB foi diagnosticada quando a ponta do odontóide passava acima da linha de Chamberlain em 2, 5 ou 6,6 mm. No grupo cirúrgico (CI), a distância média da ponta do odontóide acima da linha de Chamberlain foi de 12 mm versus 1,2 mm no grupo controle (CO) (p<0.0001). O número de pacientes com IB conforme o critério diagnóstico usado (2, 5 ou 6,6 mm) foi de 19 (95%), 16 (80%) e 15 (75%) no grupo CI, respectivamente, contra 15 (37%), 4 (10%) e 2 (5%) no grupo CO. Pacientes com herniação tonsilar tinham maior incidência de IB comparados ao grupo controle.
Descritores: Cefalometria/métodos
Encefalocele/patologia
Platibasia/patologia
-Estudos de Casos e Controles
Encefalocele/cirurgia
Osso Occipital/anormalidades
Osso Occipital/patologia
Processo Odontoide/patologia
Valores de Referência
Estudos Retrospectivos
Base do Crânio/patologia
Tomografia Computadorizada por Raios X
Limites: Adolescente
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 39 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-687259
Autor: Silva, Jose Alberto Goncalves da; Santos Jr., Adailton Arcanjo dos; Costa, Maria do Desterro Leiros da; Almeida, Everardo Bandeira de.
Título: Suboccipital craniectomy with opening of the fourth ventricle and duraplasty: study of 192 cases of craniovertebral malformations / Descompressao da fossa posterior sem tonsilectomia em 192 casos de impressao basilar, malformacao de Chiari e/ou siringomielia
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;71(9A):609-614, set. 2013. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The prime objective in the surgical treatment of basilar impression (BI), Chiari malformation (CM), and/or syringomyelia (SM) is based on restoration of the normal cerebrospinal fluid (CSF) dynamics at the craniovertebral junction and creation of a large artificial cisterna magna, avoiding the caudal migration of the hindbrain. It is observed that a large craniectomy might facilitate an upward migration of the posterior fossa structures. There are many surgical techniques to decompress the posterior fossa; however, a gold standard approach remains unclear. The authors present the results of 192 cases of BI, CM, and SM treated between 1975 and 2008 and whose surgical treatment was characterized by a large craniectomy without tonsillectomy with the patient in the sitting position, large opening of the fourth ventricle, and duraplasty.

O principal objetivo no tratamento cirúrgico da impressão basilar, malformação de Chiari e/ou siringomielia fundamenta-se na restauração da dinâmica do líquido cefalorraqueano ao nível da transição craniovertebral e criação de cisterna magna ampla. Isto é fator importante para evitar a migração caudal das estruturas da fossa posterior. A craniectomia ampla facilita a migração cranial dessas estruturas. Existem várias técnicas cirúrgicas para descomprimir a fossa posterior, mas não há evidência sobre qual a melhor.. Os autores apresentam os resultados de 192 casos de impressão basilar, malformação de Chiari e siringomielia, operados entre 1975 e 2008, nos quais o tratamento cirúrgico se baseou em ampla craniectomia com o paciente em posição sentada, sem tonsilectomia, abertura ampla do quarto ventrículo e enxerto dural.
Descritores: Malformação de Arnold-Chiari/cirurgia
Craniotomia/métodos
Quarto Ventrículo/cirurgia
Platibasia/cirurgia
Siringomielia/cirurgia
-Dura-Máter/cirurgia
Estudos Retrospectivos
Resultado do Tratamento
Limites: Adolescente
Adulto
Idoso
Criança
Pré-Escolar
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 39 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-677812
Autor: Silva, José Alberto Gonçalves da; Santos Júnior, Adailton Arcanjo dos; Rodrigues, José Demir.
Título: Impacted cisterna magna without syringomyelia associated or not with basilar impression and/or Chiari malformation / Cisterna magna impactada sem siringomielia associada ou não à impressão basilar e/ou malformação de Chiari
Fonte: Arq. bras. neurocir;32(1), mar. 2013. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objective: The objective of this paper is to analyze the surgical treatment of impacted cisterna magna without syringomyelia (SM) associated or not with basilar impression (BI) and/or Chiari malformation (CM). Method: The authors present, in this work, the results of five cases with impacted cisterna magna without SM which were associated with BI in four cases, tonsillar herniation in three patients when they were in the sitting position and in the other two cases there was not herniation in the sitting position. Results: The surgical treatment was characterized by a large craniectomy with the patient in the sitting position, tonsillectomy, large opening of the fourth ventricle and duraplasty with creation of a large artificial cisterna magna. An upward migration of the posterior fossa structures was detected by postoperative magnetic resonance imaging (MRI). Conclusion: The surgical treatment of impacted cisterna magna without SM remains unclear, however, a large craniectomy associated with tonsillectomy and creation of a large cisterna magna showed good results and a tendency of upward migration of the posterior fossa structures...

Objetivo: O objetivo deste trabalho é analisar o tratamento cirúrgico da cisterna magna impactada sem siringomielia, associada ou não com impressão basilar e malformação de Chiari. Método: Os autores apresentam os resultados de cinco casos de cisterna magna impactada associada com impressão basilar em quatro casos, com herniação tonsilar em três casos na posição sentada e em dois outros não havia herniação tonsilar na posição sentada. Resultados: O tratamento cirúrgico foi caracterizado por ampla craniectomia suboccipital com o paciente em posição sentada, tonsilectomia, abertura ampla do quarto ventrículo e enxerto dural com consequente criação de ampla cisterna magna artificial. Uma significante migração cranial das estruturas da fossa posterior foi detectada pelo emprego pós-operatório da ressonância nuclear magnética. Conclusão: O tratamento cirúrgico da cisterna magna impactada sem siringomielia permanece incerto, entretanto uma craniectomia ampla associada à tonsilectomia e criação de uma cisterna magna ampla mostrou bons resultados e tendência à migração cranial das estruturas da fossa posterior...
Descritores: Malformação de Arnold-Chiari
Cisterna Magna/cirurgia
Craniectomia Descompressiva
Platibasia
-Tonsilectomia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN


  6 / 39 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-604225
Autor: Silva, José Alberto Gonçalves da; Santos Júnior, Adailton Arcanjo dos; Melo, Luiz Ricardo Santiago; Araújo, Antônio Fernandes de; Regueira, Giseuda Pessoa.
Título: Posterior fossa decompression with tonsillectomy in 104 cases of basilar impression, Chiari malformation and/or syringomyelia / Descompressão da fossa posterior com tonsilectomia em 104 casos de impressão basilar, malformação de Chiari e/ou siringomielia
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;69(5):817-823, Oct. 2011. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: The prime objective in the surgical treatment of basilar impression (BI), Chiari malformation (CM) and/or syringomyelia (SM) is based on the restoration of the normal cerebrospinal fluid (CSF) dynamics at the craniovertebral junction through the creation of a large artificial cisterna magna. A small suboccipital craniectomy has been emphasized to avoid caudal migration of the hindbrain structures into the vertebral canal. Nevertheless, the results showed downward migration of the hindbrain related to that type of craniectomy. The authors present, otherwise, the results of 104 cases of BI, CM and/or SM, whose surgical treatment was characterized by a large craniectomy with the patient in the sitting position, tonsillectomy, large opening of the fourth ventricle and duraplasty with creation of a large artificial cisterna magna. A significant upward migration of the posterior fossa structures was detected by postoperative magnetic resonance imaging.

O principal objetivo no tratamento cirúrgico da impressão basilar, malformação de Chiari e/ou siringomielia fundamenta-se na restauração dinâmica do líquido cefalorraqueano ao nível da transição craniovertebral e criação de ampla cisterna magna. Uma craniectomia suboccipital de pequenas dimensões foi proposta para evitar a migração caudal de estruturas rombencefálicas no canal vertebral. Entretanto, os resultados evidenciaram migração caudal do rombencéfalo. Os autores apresentam, por outro lado, os resultados de 104 casos de malformação de Chiari e/ou siringomielia, nos quais o tratamento cirúrgico se baseou em ampla craniectomia com o paciente em posição sentada, tonsilectomia, abertura ampla do quarto ventrículo e enxerto dural com consequente criação de ampla cisterna magna. Uma significante migração cranial das estruturas da fossa posterior foi detectada pelo emprego pós-operatório da ressonância magnética.
Descritores: Malformação de Arnold-Chiari/cirurgia
Descompressão Cirúrgica/métodos
Platibasia/cirurgia
Siringomielia/cirurgia
Tonsilectomia/métodos
-Craniotomia
Seguimentos
Imagem por Ressonância Magnética
Estudos Retrospectivos
Resultado do Tratamento
Limites: Adolescente
Adulto
Idoso
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 39 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-562814
Autor: Silva, José Alberto Gonçalves da; Melo, Luiz Ricardo Santiago; Araújo, Antônio Fernandes de; Santos Júnior, Adailton Arcanjo dos.
Título: Cerebellum, brainstem and spinal cord adhesions following basilar impression and Chiari malformation surgery / Aderências cerebelo-bulbo-medulares observadas após tratamento cirúrgico de impressão basilar e malformação de chiari
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;68(5):807-809, Oct. 2010. ilus.
Idioma: en.
Descritores: Malformação de Arnold-Chiari/cirurgia
Tronco Encefálico/patologia
Doenças Cerebelares/etiologia
Platibasia/cirurgia
Doenças da Medula Espinal/etiologia
-Atrofia
Doenças Cerebelares/diagnóstico
Imagem por Ressonância Magnética
Doenças da Medula Espinal/diagnóstico
Tomografia Computadorizada por Raios X
Aderências Teciduais/diagnóstico
Aderências Teciduais/etiologia
Limites: Feminino
Humanos
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 39 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Taricco, Mário Augusto
Texto completo
Id: lil-484122
Autor: Taricco, Mário Augusto; Melo, Luiz Ricardo Santiago.
Título: Retrospective study of patients with Chiari: malformation submitted to surgical treatment / Estudo retrospectivo de pacientes com malformação de Chiari tratados cirurgicamente
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;66(2a):184-188, jun. 2008. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: The Chiari malformation (CM) is characterized by variable herniation of one or both cerebellar tonsils, associated or not with displacement of the hindbrain structures into the vertebral canal. This is a retrospective study of 29 patients with CM submitted to surgical procedure between 1990 and 2003. There were 14 females and 15 males whose ages ranged from 16 to 65 years. There were seven patients with isolated CM, 12 associated with syringomyelia (SM), three associated with basilar impression (BI) and seven associated with SM and BI. The surgery was based on posterior fossa decompression. In seven patients a catheter was introduced from the subarachnoid space into the III ventricle and five were submitted to tonsillectomy. Twenty-one patients improved, one worsened, one remained unchanged, four missed follow up and two died. We conclude that the best results with CM surgery are obtained by an effective posterior fossa decompression. Those CM cases associated with other abnormalities, such as SM and BI, probably need complementary techniques which will be the theme for new prospective studies.

A malformação de Chiari (MC) é o deslocamento variável de uma ou ambas as tonsilas cerebelares para o canal vertebral. Este trabalho é um estudo retrospectivo de pacientes com MC tratados com cirurgia de 1990 até 2003. Foram analisados 29 prontuários, sendo 15 pacientes do sexo masculino e 14 do feminino, com idade variando entre 16 a 65 anos. Destes, sete só apresentavam MC, 12 tinham MC associada com siringomielia (SM), três associada com impressão basilar (IB) e sete associada com SM e IB. Foi realizada descompressão da fossa posterior e plástica da dura-máter em todos. Em sete pacientes, foi acrescida a colocação de catéter do espaço subaracnóideo para o interior do IV ventrículo e em cinco a tonsilectomia. Ocorreu melhora dos sintomas em 21 pacientes, um permaneceu inalterado, houve piora em um caso, quatro não tiveram seguimento e dois faleceram. Conclui-se que a boa evolução da MC está relacionada com a descompressão efetiva da fossa posterior. Os casos de MC associadas a outras malformações, como IB e SM, talvez necessitem variações técnicas, as quais serão temas de novos estudos prospectivos.
Descritores: Malformação de Arnold-Chiari/cirurgia
Platibasia/cirurgia
Siringomielia/cirurgia
-Malformação de Arnold-Chiari/complicações
Craniotomia
Descompressão Cirúrgica
Platibasia/complicações
Estudos Retrospectivos
Siringomielia/complicações
Tonsilectomia
Resultado do Tratamento
Limites: Adolescente
Adulto
Idoso
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 39 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-484095
Autor: Castañeda Díaz, César; Portillo Vallenas, Roberto; Vera Raggio, José Juan; Deza Bringas, Luis.
Título: Impresión basilar asociada a malformación de Arnold-Chiari en el adulto / Basilar impression associated to a malformation of Arnold-Chiari in the adult
Fonte: Rev. neuropsiquiatr;66(4):296-301, dic. 2003. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La malformación de Arnold-chiari (MACh) es una condición en la cual el cerebelo protruye hacia el canal espinal, puede estar asociada a otras anomalías tales como mielomeningocele, sisingomielia y espina bífida, los síntomas generalmente se inician durante la infancia, o más tardíamente, y se caracterizan por cefalea y signos de disfunción cerebelosa y de otras estructuras de fosa posterior. Presentamos una paciente adulta con esta patología, en la que las manifestaciones más destacadas son cefalea, signos cerebelosos y disfunción del bulbo raquídeo, asociados a fenómenos de impresión basilar. Revisamos las manifestaciones clínicas, diagnóstico, evolución y manejo de esta entidad.
Descritores: Malformação de Arnold-Chiari
Platibasia
Limites: Humanos
Adulto
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  10 / 39 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-477764
Autor: Landeiro, José Alberto; Boechat, Sávio; Christoph, Daniel de Holanda; Gonçalves, Mariângela Barbi; Castro, Igor de; Lapenta, Mario Alberto; Ribeiro, Carlos Henrique.
Título: Transoral approach to the craniovertebral junction
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;65(4b):1166-1171, dez. 2007. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: The transoral approach provides a safe exposure to lesions in the midline and the ventral side of the craniovertebral junction. The advantages of the transoral approach are 1) the impinging bony pathology and granulation tissue are accessible only via the ventral route; 2) the head is placed in the extended position, thus decreasing the angulation of the brainstem during the surgery; and 3) surgery is done through the avascular median pharyngeal raphe and clivus. We analyzed the clinical effects of odontoidectomy after treating 38 patients with basilar invagination. The anterior transoral operation to treat irreducible ventral compression in patients with basilar invagination was performed in 38 patients. The patientsÆ ages ranged from 34 to 67 years. Fourteen patients had associated Chiari malformation and eight had previously undergone posterior decompressive surgery. The main indication for surgery was significant neurological deterioration. Symptoms and signs included neck pain, myelopathy, lower cranial nerve dysfunction, nystagmus and gait disturbance. Extended exposure was performed in 24 patients. The surgery was beneficial to the majority of patients. There was one death within 10 days of surgery, due to pulmonary embolism. Postoperative complications included two cases of pneumonia, three cases of oronasal fistula with regurgitation and one cerebrospinal fluid leak. In patients with marked ventral compression, the transoral approach provides direct access to the anterior face of the craniovertebral junction and effective means for odontoidectomy.

O acesso transoral é uma via direta e segura às lesões situadas na linha média e na face anterior da junção craniocervical. As vantagens do acesso transoral são as seguintes:1) a compressão óssea e o tecido de granulação localizam-se anteriormente e são accessíveis pela via anterior; 2) a cabeça do paciente é colocada em extensão, diminuindo a angulação do tronco cerebral durante a cirurgia; e 3) a cirurgia é feita através de um plano avascular na linha média faríngea e clivo. Analisamos os resultados obtidos após odontoidectomia por via transoral em 38 pacientes portadores de invaginação basilar. Trinta e oito pacientes com compressão ventral da junção craniocervical foram submetidos a odontoidectomia por via transoral. A idade dos pacientes variou de 34 a 67 anos. Quatorze pacientes apresentavam associação com malformação de Chiari tipo I e 8 já haviam sido submetidos à cirurgia descompressiva por via posterior. A maioria dos pacientes apresentou nucalgia, mielopatia, déficits dos nervos cranianos baixos, nistagmo, e distúrbio da marcha. Em 24 pacientes foi necessário ampliar o acesso transoral através de miotomia do palato mole, ou osteotomia do palato duro ou maxilotomia. A cirurgia proporcionou melhora dos sintomas na maioria dos pacientes. Um paciente faleceu no pós-operatório imediato por causa de embolia pulmonar. Dois pacientes tiveram pneumonia, três apresentaram fístula oronasal com regurgitação, e um teve fístula liquórica. Em pacientes com compressão ventral irredutível da junção craniocervical, a via transoral proporcionou uma abordagem direta e ampla ao processo odontoide.
Descritores: Descompressão Cirúrgica/métodos
Boca
Processo Odontoide/cirurgia
Platibasia/cirurgia
-Malformação de Arnold-Chiari/complicações
Imagem por Ressonância Magnética
Platibasia/complicações
Tomografia Computadorizada por Raios X
Resultado do Tratamento
Limites: Adulto
Idoso
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde