Base de dados : LILACS
Pesquisa : C06.267 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 45 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 45 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-1058290
Autor: Muñoz P, Nelson; Díaz G, Fatme; Durán F, Roberto; Mansilla E, Juan.
Título: Fístula ventrículo-colónica como complicación tardía de catéter ventrículo peritoneal / Ventriculo-colonic fistula as late complication of peritoneal ventricular catheter
Fonte: Rev. cir. (Impr.);71(5):383-384, oct. 2019. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Fístula do Sistema Digestório/cirurgia
Fístula do Sistema Digestório/diagnóstico por imagem
Derivação Ventriculoperitoneal/efeitos adversos
-Tomografia Computadorizada por Raios X
Colonoscopia
Derivação Ventriculoperitoneal/métodos
Colo/lesões
Procedimentos Cirúrgicos Minimamente Invasivos
Antibacterianos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CL61.1 - Biblioteca Central Campus Sur


  2 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-782919
Autor: Wercka, Janaina; Cagol, Patricia Paola; Melo, André Luiz Parizi; Locks, Giovani de Figueiredo; Franzon, Orli; Kruel, Nicolau Fernandes.
Título: Epidemiology and outcome of patients with postoperative abdominal fistula / Perfil epidemiológico, incidência e desfecho dos pacientes com fístula abdominal pós-operatória
Fonte: Rev. Col. Bras. Cir;43(2):117-123, Mar.-Apr. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: to present the epidemiological profile, incidence and outcome of patients who developing postoperative abdominal fistula. Methods: This observational, cross-sectional, prospective study evaluated patients undergoing abdominal surgery. We studied the epidemiological profile, the incidence of postoperative fistulas and their characteristics, the outcome of this complication and the predictors of mortality. Results: The sample consisted of 1,148 patients. The incidence of fistula was 5.5%. There was predominance of biliary fistula (26%), followed by colonic fistulas (22%) and stomach (15%). The average time to onset of fistula was 6.3 days. For closure, the average was 25.6 days. The mortality rate of patients with fistula was 25.4%. Predictors of mortality in patients who developed fistula were age over 60 years, presence of comorbidities, fistula closure time more than 19 days, no spontaneous closure of the fistula, malnutrition, sepsis and need for admission to the Intensive Care Unit Conclusion: abdominal postoperative fistulas are still relatively frequent and associated with significant morbidity and mortality.

RESUMO Objetivo: apresentar o perfil epidemiológico, incidência e desfecho em pacientes que evoluíram com fístula abdominal pós-operatória. Métodos: trata-se de um estudo prospectivo transversal observacional que avaliou pacientes submetidos à cirurgia abdominal. Foram estudados o perfil epidemiológico, a incidência das fístulas pós-operatórias e suas características, desfecho desta complicaçãoe fatores preditivos de mortalidade. Resultados: a amostra constou de 1148 pacientes. A incidência de fístula foi 5,5%. Houve predominância de fístulas biliares (26%), seguidas de fístulas colônicas (22%) e gástricas (15%). O tempo médio para o surgimento da fístula foi 6,3 dias. Para o fechamento, a média foi 25,6 dias. A taxa de mortalidade dos pacientes com fístula foi 25,4%. Os fatores preditivos de mortalidade nos casos que desenvolveram fístula foram idade maior do que 60 anos, presença de comorbidades, tempo de fechamento da fístula superior a 19 dias, não fechamento espontâneo da fístula, desnutrição, sepse e necessidade de admissão em Unidade de Terapia Intensiva. Conclusão: as fístulas pós-operatórias abdominais ainda são relativamente frequentes e associadas à morbidade e mortalidade significativas.
Descritores: Complicações Pós-Operatórias/cirurgia
Complicações Pós-Operatórias/epidemiologia
Fístula do Sistema Digestório/cirurgia
Fístula do Sistema Digestório/epidemiologia
-Incidência
Estudos Transversais
Estudos Prospectivos
Resultado do Tratamento
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-954587
Autor: Corrêa, Romualdo da Silva; Salviano, Fellipe Alexandre Macena; Melo, Luís Felipe Revorêdo Antunes de; Dantas Junior, José Manoel; Brandão, Igor Rafael Guedes Pereira; Pinheiro, Thiago Barros.
Título: Enterovesical fistula caused by ileal primary adenocarcinoma / Fístula enterovesical causada por adenocarcinoma ileal primário
Fonte: J. coloproctol. (Rio J., Impr.);38(2):154-157, Apr.-June 2018.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Introduction: Small bowel neoplasms are rare entities, with only 3.2% of gastrointestinal tumors localized in this segment. Adenocarcinoma is the second most common histologic type among small bowel neoplasms. The disease's symptoms are non-specific, with abdominal pain being the most common. Among the complications, fistulas are a far rare condition. Case report: We present the case of an 86-year-old woman, hypertensive, diabetic, and former smoker, with lower abdominal pain, hematuria, fecaluria and fever associated with weight loss. Upon physical examination presented pale mucous membranes. Magnetic resonance imaging of the abdomen showed parietal thickening in the distal ileum segment with an anterior wall bladder fistula. Absence of metastases. Subjected to transurethral endoscopic biopsy of the bladder lesion, which anatomopathological study was compatible with invasive mucinous adenocarcinoma. An enterectomy was performed with primary enteroanastomosis, associated with partial cystectomy by videolaparoscopy. Anatomopathological study of the surgical specimens concluded mucinous adenocarcinoma with signet ring cells located in the small bowel and bladder. Immunohistochemical exam has identified findings compatible with mucinous adenocarcinoma of origin in the small bowel. The patient evolved well, being discharged, and returned to postoperative follow-up without signs of relapse of the disease. Conclusion: The relative inaccessibility of the small bowel and the malignant neoplasms' non-specific symptoms make an early diagnosis difficult. Discovery of the disease, often only at an advanced stage, results in complications and less effective therapy. The laparoscopic approach might be advantageous and effective in the treatment of advanced small bowel cancer with invasion of adjacent structures.

RESUMO Introdução: As neoplasias do intestino delgado são entidades raras com apenas 3,2% dos tumores gastrointestinais localizando-se neste segmento. O adenocarcinoma é o segundo tipo histológico mais comum entre as neoplasias do intestino delgado. Os sintomas da doença são inespecíficos, sendo a dor abdominal o mais comum, dificultando o diagnóstico precoce. Dentre as complicações, as fistulas são de ocorrência ainda mais rara. Relato de caso: Mulher de 86 anos, hipertensa, diabética e ex-tabagista. Quadro de dor em abdome inferior, hematúria, fecalúria, febre eventual e perda ponderal. Ao exame físico pele e mucosas hipocoradas. Ressonância Magnética de abdome evidenciou espessamento parietal em segmento do íleo distal com fístula para a parede vesical anterior. Ausência de metástases. Submetida à biopsia endoscópica transuretral da lesão vesical, cujo estudo anatomopatológico evidenciou adenocarcinoma mucinoso invasivo. Realizada enterectomia com enteroanastomose primária, associada à cistectomia parcial por videolaparoscopia. Estudo anatomopatológico das peças cirúrgicas concluiu adenocarcinoma mucinoso com células em anel de sinete localizado em intestino delgado e bexiga. A Imunohistoquímica identificou achados compatíveis com adenocarcinoma mucinoso de origem em intestino delgado. A paciente evoluiu bem no pós-operatório, recebendo alta e retornando para seguimento pós-operatório sem sinais de recidiva da doença. Conclusão: A relativa inacessibilidade do intestino delgado e os sintomas inespecíficos das neoplasias malignas deste sítio dificulta o diagnóstico precoce. O reconhecimento da doença, muitas vezes somente em estágio avançado, resulta em complicações e sequelas com terapêutica menos eficaz. A abordagem laparoscópica pode ser vantajosa no tratamento do câncer avançado do intestino delgado com invasão de estruturas adjacentes.
Descritores: Fístula do Sistema Digestório
Adenocarcinoma Mucinoso/cirurgia
Adenocarcinoma Mucinoso/diagnóstico
-Laparoscopia
Neoplasias Intestinais
Intestino Delgado/patologia
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR545.3 - Biblioteca ICBS


  4 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1162
Autor: Spener, Roberta França; Sá, Victor Hugo Lara Cardoso de; Spada Neto, Ercole; Claro, Fábio Del; Pereira Filho, Gerson Vilhena.
Título: Uso do retalho microcirúrgico anterolateral da coxa na correção de fístula esôfago-cutânea / Use of the microsurgical anterolateral thigh flap to correct esophagocutaneous fistula
Fonte: Rev. bras. cir. plást;30(3):473-476, 2015. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: O retalho anterolateral da coxa (RALC) vem se tornando uma ferramenta importante na reconstrução microcirúrgica de defeitos cutâneos e subcutâneos. Tendo em vista que o RALC pode se estender por até 35 cm, ele pode ser utilizado tanto na reconstrução esofágica como em defeitos cutâneos cervicais. RELATO DO CASO: Paciente C.S.M., sexo feminino, 57 anos, apresentando um carcinoma espinocelular de laringe foi submetida à radioterapia e tratamento cirúrgico de laringectomia total seguido de reconstrução por fechamento primário. Porém, a paciente evoluiu com uma complicação pósoperatória devido à formação de uma fístula esôfago-cutânea cervical, sendo necessária a realização de 4 procedimentos cirúrgicos para fechamento definitivo da fístula. O último procedimento consistiu na realização de retalho microcirúrgico da região anterolateral da coxa para correção da fístula esôfago-cutânea, objeto desse relato. CONCLUSÕES: O retalho microcirúrgico anterolateral da coxa possui extensa aplicação em diversos campos, baseada nas seguintes características: vascularização confiável, pedículo vascular longo e largo de no mínimo 8 cm, região do retalho extensa e de fácil delimitação, possibilidade de diminuir a espessura primária do retalho em 3 a 5 mm sem risco de comprometer sua vascularização, possibilidade de abordagem dupla simultânea devido à distância entre sítio doador e receptor, possibilidade de fechamento primário sem a necessidade de enxerto de pele. O relato do caso apresentado neste estudo justifica-se com o intuito de ressaltar a possibilidade da utilização microcirúrgica do RALC em sanduíche na correção de fístula esôfago-cutânea de alto débito.

INTRODUCTION: The anterolateral thigh (ALT) flap has become an important tool in the microsurgical reconstruction of cutaneous and subcutaneous defects. Since the ALT flap can be up to 35 cm long, it can be used in both, esophageal reconstruction and cervical skin defects. CASE REPORT: Patient C. S. M., a 57-year-old woman, presented with squamous cell carcinoma of the larynx and underwent radiotherapy and a total laryngectomy followed by reconstruction by primary closure. However, she developed a postoperative complication due to the formation of a cervical esophagocutaneous fistula that required four surgical procedures to ensure permanent closure. The latter procedure consisted of the creation of a microsurgical ALT flap to correct the esophagocutaneous fistula, the subject of this report. CONCLUSIONS: The microsurgical ALT flap has extensive applications in various fields based on the following characteristics: reliable vascularization, long and broad vascular pedicle (at least 8 cm long), an extensive and easily delimited flap region, the possibility of reducing the primary flap thickness to 3-5 mm without compromising its vascularization, the possibility of a simultaneously dual approach because of the distance between the donor and recipient site, and the possibility of primary closure without the need for skin grafting. The case report presented in this study emphasizes the possibility of the use of a microsurgical ALT sandwich flap to correct a high output esophagocutaneous fistula.
Descritores: Relatos de Casos
Carcinoma de Células Escamosas
Fístula do Sistema Digestório
Fístula Traqueoesofágica
Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos
Retalhos de Tecido Biológico
Quadril
Microcirurgia
-Carcinoma de Células Escamosas/cirurgia
Carcinoma de Células Escamosas/radioterapia
Carcinoma de Células Escamosas/terapia
Fístula do Sistema Digestório/cirurgia
Fístula do Sistema Digestório/complicações
Fístula do Sistema Digestório/terapia
Fístula Traqueoesofágica/cirurgia
Fístula Traqueoesofágica/complicações
Fístula Traqueoesofágica/terapia
Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos/métodos
Retalhos de Tecido Biológico/cirurgia
Quadril/cirurgia
Microcirurgia/métodos
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
História do Século XXI
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  5 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-150674
Autor: Santos, Vera Lúcia Conceiçäo de Gouveia.
Título: Cuidados com a pele em fístulas digestivas / Skin care in digestive fistula
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;27(1):87-93, abr. 1993.
Idioma: pt.
Resumo: A autora discorre inicialmente sobre os aspectos históricos, conceituais e etimológicos de fístulas digestivas, enfatizando como uma das prioridades terapêuticas preconizadas, a proteçäo da pele e controle do débito fistular. A partir daí, visualizando o campo de atuaçäo do enfermeiro e, especificamente, do estomaterapeuta, passa a relatar o processo de assistência especializada enquanto avaliaçäo, medidas adotadas e recursos atualmente diponíveis.
Descritores: Pele
Fístula do Sistema Digestório
Cuidados de Enfermagem
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  6 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-351284
Autor: Camejo Pérez, José A; Pérez Parrado, Jorge; Trujillo Sánchez, Fernándo.
Título: Hemorragia gastrointestinal por comunicación aortoentérica. Presentación de un caso / Gastrointestinal bleeding for aortoenteric communication. A case presentation
Fonte: Mediciego;9(1):95-97, ene.-jun. 2003.
Idioma: es.
Resumo: Se presenta un caso de un hombre de 73 años de edad con antecedentes de Hipertensión arterial tratado irregularmente e ingresa con dolor abdominal persistente presentando fístula Aortoentérica fatal con apertura a estómago. Esta es una causa poco descrita de Fístula Aortoentérica Primaria (FAEP) pues generalmente se abre a duodeno. Se revisa brevemente el tema y los reportes de la literatura actual.
Descritores: Hemorragia Gastrointestinal
Fístula do Sistema Digestório
Limites: Humanos
Masculino
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CU421.1 - Biblioteca


  7 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1007207
Autor: Collia Avila, Karina; Graziano, Alfredo; Gutierrez, Alejandro; Lumi, Carlos Miguel.
Título: Capítulo 4. Enfermedad de Crohn de intestino delgado / Chapter 4. Small bowel Crohn's disease
Fonte: Rev. argent. coloproctología;28(1):15-25, Sept. 2017. ilus, tab.
Idioma: es.
Conferência: Apresentado em: Congreso Argentino de Coloproctología, 42, Ciudad Autónoma de Buenos Aires, Sept. 2017.
Descritores: Procedimentos Cirúrgicos do Sistema Digestório/métodos
Doença de Crohn/cirurgia
Doença de Crohn/epidemiologia
Intestino Delgado/cirurgia
Intestino Delgado/patologia
-Complicações Pós-Operatórias
Recidiva
Fístula do Sistema Digestório/cirurgia
Abscesso Abdominal
Obstrução Intestinal/cirurgia
Limites: Humanos
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  8 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-485170
Autor: Cesaretti, Isabel Umbelina Ribeiro(org); Paula, Maria Angela Boccara de(org); Paula, Pedro Roberto de(org).
Título: Estomaterapia: temas básicos em estomias / Stomatherapy: basic themes in stomas.
Fonte: Taubaté; Cabral Editora e Livraria Universitária; 2006. 297 p. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Fístula do Sistema Digestório/diagnóstico
Fístula do Sistema Digestório/terapia
-Fístula do Sistema Digestório/etiologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/3901.00; BR75.1; 616.33, E87. 3201


  9 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-981562
Autor: Bautista, Camila; Albán, Jorge.
Título: Fístula aorto-duodenal secundaria, una rara oportunidad para realizar un procedimiento de Whipple / Secondary aorto-duodenal fistula, a rare opportunity to perform a Whipple procedure
Fonte: Metro cienc;26(1):21-26, jun. 2018.
Idioma: es.
Resumo: La fístula aortoentérica (FAE) es la solución de continuidad entre la arteria aorta y una porción del sistema digestivo; su incidencia va del 0.04 al 0.07% y su mortalidad alcanza hasta 79%, lo que la convierte en un verdadero reto a la hora de establecer su manejo por la efectividad con la cual se debe efectuar su manejo. Existen diversas manifestaciones de la enfermedad que pueden distraer su diagnóstico, sin embargo es común el dolor abdominal y el sangrado digestivo acompañado o no de signos de inestabilidad hemodinámica. Actualmente, no existe un consenso para el manejo de las FAE; sin embargo, los pilares fundamentales son: control de la infección, reparación vascular y reconstrucción entérica; para esto es indispensable un equipo multidisciplinario de gran experiencia. Se presenta el caso de una paciente de 76 años con varias comorbilidades, portadora de bypass aorto-bi-femoral por enfermedad aterosclerótica de la aorta. Acudió por dolor abdominal, sangrado digestivo alto e inestabilidad hemodinámica. Luego de la valoración inicial fue diagnosticada de FAE y sepsis. Tomando en cuenta las recomendaciones mundiales, se realizó un procedimiento en 2 tiempos que incluían: a) reparo vascular: bypass extra-anatómico, exéresis de prótesis y cierre del muñón aórtico y, b) reparo entérico (por la magnitud anatómica de la lesión intestinal y luego de haber descartado la factibilidad de una rafia o derivación intestinal): como último recurso un procedimiento de Whipple

Aortoenteric fistulas are defined as a communication between the aorta and a portion of the digestive system. This pathology has a 0.04-0.07% incidence with a mortality rate of up to 79% making it's management a true challenge. Clinical manifestations vary thus common symptoms include abdominal pain and digestive bleeding and may or may not include signs of hemodynamic instability. Until now there is no consensus regarding the management of FAE hence the pillars of treatment include: infection control, vascular reparation and enteric reconstruction. A multidisciplinary team is imperative. We are presenting the case of a 76-year-old female with various comorbidities and a history of an aortic bifemoral bypass reconstruction due to aortic sclerosis disease; that presented with abdominal pain, upper digestive bleeding and hemodynamic instability. She was diagnosed with a FAE and sepsis. Taking into consideration international recommendations she was treated with a single procedure in two times. For the vascular correction: an extra-anatomical bypass; removal of previous prosthetic aortic implant and closure of the aortic stump. Due to the magnitude of the intestinal damage simple closure and intestinal derivation were discarded as options for enteric repair and a Whipple procedure was used as a last resource.
Descritores: Doenças da Aorta
Derivação Gástrica
Fístula do Sistema Digestório
Fístula Intestinal
-Dor Abdominal
Sepse
Hemorragia Gastrointestinal
Limites: Humanos
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: EC110.1 - Biblioteca


  10 / 45 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-846800
Autor: Campelo, Mara Regina de Oliveira; Chaves, Jennyfer Paulla Galdino; Menegola, Vinícius Matos.
Título: Íleo biliar: um relato de caso / Gallstone ileus: a case report
Fonte: Rev. AMRIGS;59(1):35-38, jan.-mar. 2015. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O presente trabalho relata o caso de uma paciente feminina, de 75 anos, que internou por um quadro de dor em hipocôndrio direito, vômitos e distensão abdominal com 5 dias de evolução. Secundariamente, apresentou rebaixamento do sensório, acidose metabólica, oligoanúria e hipotensão, necessitando de cuidados em unidade de terapia intensiva, com intubação orotraqueal (IOT), vasopressor e hemodiálise. A tomografia de abdome evidenciou presença de aerobilia e um cálculo misto na topografia do segmento ileal do intestino (AU)

This paper reports the case of a 75 y.o. female patient who was admitted for a painful condition in the right hypochondrium, vomiting and abdominal distension with 5 days of evolution. Secondly she presented sensorial loss, metabolic acidosis, oliguria and hypotension, requiring care in intensive care unit, with tracheal intubation (TI), vasopressor and hemodialysis. Abdominal CT scan revealed the presence of aerobilia and a mixed gallstone in the topography of the ileal segment of the intestine (AU)
Descritores: Cálculos Biliares/cirurgia
-Fístula do Sistema Digestório/cirurgia
Doenças da Vesícula Biliar/cirurgia
Obstrução Intestinal/cirurgia
Limites: Humanos
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde