Base de dados : LILACS
Pesquisa : C06.552.380 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 529 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 53 ir para página                         

  1 / 529 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-848848
Autor: Pimenta, Guiomar Rocha Pimentel; Jesus, Larissa Oliveira de; Almeida, Cristiano dos Santos; Souza, Fernanda de Oliveira; Barbosa, Nailza dos Santos.
Título: Ações de promoção e prevenção à saúde do trabalhador sob risco de exposição e transmissão de hepatites virais / Health Promotion and prevention for workers at risk of viral hepatitis exposure and transmission
Fonte: Rev. APS;20(1):140-144, 20/02/2017.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho teve como objetivo relatar uma experiência vivenciada, a partir de uma ação de extensão universitária com trabalhadores da atenção primária e manicures sob o risco de exposição e transmissão de hepatites virais. Percebeu-se a necessidade de sensibilizá-los e conscientizá-los sobre os riscos ocupacionais aos quais estão expostos, pela não utilização dos equipamentos de proteção individual, bem como a falta de cuidados gerais e locais a serem tomados, após a exposição a material biológico, o que tem gerado riscos eminentes à saúde desses profissionais e de sua clientela. Para elaboração do projeto de intervenção: "Mãos de fada, saúde de ferro" foram considerados os perfis produtivos da população adscrita na área de abrangência de uma USF e a atividade foi desenvolvida tendo em vista os seguintes momentos: acolhimento dos trabalhadores e abertura do evento; mesa redonda sobre as hepatites virais B e C e as principais normas de biossegurança; ergonomia e ginástica laboral aplicada às profissões representadas; realização de testagem sorológica para doenças infecciosas; atualização vacinal, quando necessária; além da avaliação nutricional e odontológica. As ações de prevenção e promoção desenvolvidas alcançaram os diferentes grupos ocupacionais, expostos ao mesmo risco de adoecer enquanto na atividade laboral.

This work aims to report on an experience from a university extension action with primary care workers and manicurists at risk of viral hepatitis exposure and transmission. There is a clear need to raise their awareness and concern about the occupational hazards to which they are exposed from the failure to use personal protective equipment, and the lack of general and specific care to be taken after exposure to biological materials, which has been generating imminent health risks for these professionals and their clientele. To design the intervention project: "Fairy hands, iron health", the production profiles of the registered population in the coverage area of a Family Health Unit were considered, and the activity was developed based on the segments: reception of the workers and opening of the event; roundtable on viral hepatitis B and C, and the main standards of biosecurity; ergonomics and physical activities applied to the professions represented; conducting serological testing for infectious diseases; vaccination updates, when necessary, as well as nutritional and dental evaluation. The prevention and promotion activities developed here pertained to the different occupational groups exposed to the same risk of becoming ill while going about their work activities.
Descritores: Promoção da Saúde
Hepatite
-Pessoal de Saúde
Transmissão de Doença Infecciosa
Centros de Embelezamento e Estética
Hepatite/prevenção & controle
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  2 / 529 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-875157
Autor: Segundo, Flávio Laranjeira Ferra; Davoglio, Rosane Silvia; Souza, Luise Maria; Canário, Djulian Diego Ribeiro do Carmo; Nascimento, Ananda Ariane Januário do; Coelho, Glória Maria Pinto.
Título: FATORES ASSOCIADOS ÀS INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS EM USUÁRIOS DE CENTRO DE TESTAGEM E ACONSELHAMENTO DA BAHIA / FACTORS ASSOCIATED WITH SEXUALLY TRANSMITTED INFECTIONS IN USERS OF A TESTING AND COUNSELING CENTER IN BAHIA / FACTORES ASOCIADOS CON INFECCIONES DE TRANSMISIÓN SEXUAL EN UN CENTRO DE PRUEBAS Y CONSEJERÍA DE BAHIA
Fonte: Rev. baiana saúde pública;40 (2016)(3), Nov. 08-2017.
Idioma: pt.
Resumo: As Infecções Sexualmente Transmissíveis constituem importante determinante da carga de doenças na população, principalmente em países subdesenvolvidos e em desenvolvimento. O objetivo deste estudo foi investigar a prevalência e fatores associados a Infecções Sexualmente Transmissíveis em usuários de um Centro de Testagem e Aconselhamento da Bahia. Estudo analítico observacional transversal com 880 participantes, desenvolvido em 2011. Os dados foram coletados dos Formulários de Entrada do Sistema de Informações do Centro de Testagem e Aconselhamento, folha de descrição de atendimentos do usuário e prontuário clínico. Foram realizadas análises univariada e multivariada por Regressão de Poisson. Os resultados mostraram uma prevalência de Infecções Sexualmente Transmissíveis de 11,1%. O HIV foi o agravo mais prevalente (4,2%), seguido da sífilis (4%) e hepatites B (2,1%) e C (2,1%). O uso consistente de preservativo foi baixo, com parceiros fixos (9,5%) e não fixos (16,2%). Na análise ajustada, associaram-se estatisticamente ao desfecho: idade acima de 35 anos, escolaridade entre 8 e 11 anos, origem da clientela de serviços/profissionais de saúde e indicação de amigos/usuários, e preferência por relações homossexuais. Concluiu-se que foi elevada a prevalência de Infecções Sexualmente Transmissíveis em usuários do Centro de Testagem e Aconselhamento estudado, e associaram-se às variáveis sociodemográficas e comportamentais.

Sexually Transmitted Infections are an important determinant of the disease burden in the population, especially in underdeveloped and developing countries. The objective of this study was to investigate the prevalence and associated factors with Sexually Transmitted Infections (STI) among users of a STD Center for Counseling and Testing in Bahia. This is a cross sectional study with 880 participants, developed in 2011. Data were collected from healthcare and clinical records forms. Univariate and multivariate analyses were performed by Poisson Regression. The results showed that the prevalence of Sexually Transmitted Infections corresponded to 11.1%. HIV is the most prevalent injury (4.2%), followed by syphilis (4%) and hepatitis B (2.1%) and C (2.1%). Consistent condom use was low, both with steady partners (9.5%) and non-fixed (16.2%). In the adjusted analysis they were statistically associated with the outcome: age above 35 years, schooling from 8 to 11 years, the origin of the customer from healthcare service/ providers and the indication of friends / users, and preference for homosexual relations. In conclusion, the prevalence of Sexually Transmitted Infections to users of the Testing and Counseling Center studied was high, and they were associated with sociodemographic and behavioral variables..

Las infecciones de transmisión sexual son un importante determinante de la carga de enfermedad en la población, especialmente en los países subdesarrollados y en desarrollo. Investigar la prevalencia y los factores asociados con enfermedades de transmisión sexual entre los usuarios de un Centro de Asesoramiento y Pruebas de infecciones de transmissión sexual del estado de Bahía. Estudio analítico de corte transversal con 880 participantes, desarrollado en 2011. Se recogieron datos de formularios del servicio de salud y registro de salud. Se realizó el análisis univariado y multivariado, por Regresión de Poisson. Los resultados mostraron prevalencia de ITS de 11,1%. La infección más frecuente fue VIH (4,2%), seguido de la sífilis (4%), hepatitis B (2,1%) y hepatitis C (2,1%). El uso sistemático de preservativos fue bajo, con parejas estables (9,5%) y no estables (16,2%). En el análisis ajustado se asociaron estadísticamente con infecciones de transmissión sexual: edad superior a 35 años, escolaridad entre 8 y 11 años, origen de la clientela de servicios/ profesionales de salud e indicación de amigos / usuarios, y preferencia por relaciones homosexuales. Se concluyó que la prevalencia de Enfermedades de Transmisión Sexual en los usuarios del Centro de Exámenes y Asesoramiento estudiados fue alta y se asociaron con variables sociodemograficas y comportamentales.
Descritores: População
Sífilis
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Prevalência
HIV
Hepatite
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  3 / 529 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1068761
Autor: Kudo, Arlinda Yukie; Abreu, Esperança Santos; Alfredo, Maria Luiza.
Título: Hepatite / Hepatitis
Fonte: In: Souza, Marcia de. Assistência de enfermagem em infectologia. Säo Paulo, Atheneu, 2000. p.179-87, tab.
Idioma: pt.
Descritores: Diagnóstico de Enfermagem
Doenças Transmissíveis
Enfermagem
Hepatite
Infectologia
-Hepatite A
Hepatite B
Hepatite C
Limites: Humanos
Responsável: BR31.1 - SIDC - Serviço de Informação e Documentação Científica
BR31.1; WY153, So89a, 2000


  4 / 529 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1067138
Autor: Vigani, Aline Gonzalez.
Título: Hepatites Virais: passado, presente e futuro / Viral Hepatitis: past, present and future
Fonte: Rev. panam. infectol;16(1):46-56, 2014. tab, map, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A disseminação das hepatites virais é consequência de amplas e marcantes mudanças que ocorreram nas últimas três décadas do século XX, especialmente na sociedade ocidental. A emergência das hepatites virais resultou em significativa redução da qualidade de vida e sobrevida entre aqueles que contraíram a infecção. O impac¬to das hepatites virais varia de acordo com os diferentes níveis de desenvolvimento socioeconômico das populações e de fatores emer¬gentes na sua transmissão. Por fim, importantes avanços científicos e sociais foram otbtidos, mas ainda insuficientes para o controle dessas infecções. A epidemiologia das hepatites virais no Século XXI reflete tanto o impacto positivo de medidas de prevenção como o impacto negativo de padrões de transmissão históricos e emergen¬tes. As hepatites virais são doenças de dois mundos: um, no qual as novas infecções restringem-se a padrões emergentes de transmissão e o tratamento é acessível; outro, no qual tanto padrões históricos como emergentes de transmissão possibilitam novas infecções e o tratamento é pouco acessível

The spread of viral hepatitis is the result of extensive and remarkable social changes that occurred in the last three decades of the twentieth century, especially in Western society. The emergence of viral hepatitis resulted in a significant reduction in quality of life and survival among those who contracted the infection. The impact of viral hepatitis varies with the different levels of socioeconomic development of populations and emerging factors in its transmission. Finally, important scientific and social advances have been achieved, but still insufficient to control these infections. The epidemiology of viral hepatitis in the XXI century reflects both the positive impact of preventive measures and the negative impact of historical and transmission emerging patterns. Viral hepatitis is a disease of two worlds, one where new infections are restricted to emerging patterns of transmission and treatment is available, another where both historical patterns and emerging new infections allow transmission and access to treatment is restricted
Descritores: Hepatite/epidemiologia
Hepatite/história
Transmissão de Doença Infecciosa
Responsável: BR31.1 - SIDC - Serviço de Informação e Documentação Científica


  5 / 529 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1054512
Autor: Lobo, Lorena Cavalcante; Costa, Phâmela Ferreira; Abreu, Gabriela Moraes de; Oliveira, Nathália França de; Medeiros, Marcílio Sandro de; Sachett, Jacqueline de Almeida Gonçalves; Gonçalves, Isabela Cristina de Miranda.
Título: Characterization of the rapid test for HIV/AIDS, syphilis and viral hepatitis in pregnant women / Retrato do teste rápido para HIV/AIDS, sífilis e hepatites virais em gestantes
Fonte: Mundo saúde (Impr.) = Mundo saude (Impr);43(2):[281-305], abr., 2019. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: The epidemiological and social importance of the vertical transmission mechanism for public health is indisputable,and as a strategy to guarantee the integrality of care, rapid testing has been decentralized to basic care. Therefore, thisstudy aimed to identify the sociodemographic and behavioral characteristics of the pregnant women tested for HIV/AIDS,syphilis, hepatitis B and C in Manaus, in the year 2014. It was carried out from secondary data in health units registeredand qualified to perform rapid testing. A total of 2,186 female patient records were identified, of which 86.3% werepregnant and 13.7% were not pregnant. Of the 38 units registered and considered suitable, it was found that in 13(34.2%) the exam was not being collected. Regarding the sociodemographic characteristics, it was identified that 43.1%of pregnant women were between 21 and 40 years of age, 53.6% said they were married and/or in a stable union, and 1/3had between 8 and 11 years of education, 47.6% were brown. Regarding the behavioral aspects, 52.9% of the pregnantwomen became aware of the rapid test offered during prenatal consultations, 67.9% declared a sexual preference for men,and an inconsistent condom use with partnerships was predominantly mentioned. Of the 1,886 pregnant women whoperformed the rapid test, 12 (0.6%) had a positive result for syphilis; 18 (1.0%) for HIV/AIDS; 2 (0.1%) for hepatitis B and5 (0.3%) for hepatitis C. Thus, the rapid test offered at the time of the reception in the health unit should be highlighted as a strategy to reach a larger share of the assisted clientele

A importância epidemiológica e social do mecanismo de transmissão vertical para a saúde pública é indiscutível, e comoestratégia para garantir a integralidade do cuidado, a testagem rápida foi descentralizada para a atenção básica. Assim sendo,esta pesquisa objetivou identificar as características sociodemográficas e comportamentais das gestantes testadas para HIV/AIDS, sífilis, hepatite B e C em Manaus, no ano de 2014, sendo realizada a partir de dados secundários nas unidades desaúde cadastradas e habilitadas para realizar a testagem rápida. Foram identificadas 2.186 Fichas de Atendimento demulheres, sendo 86,3% gestantes e 13,7% não gestantes e, das 38 unidades cadastradas e consideradas aptas, constatou-seque em 13 (34,2%) o exame não estava sendo coletado. Com relação às características sociodemográficas, identificou-seque 43,1% das gestantes apresentavam faixa etária entre 21 e 40 anos, 53,6% afirmaram estar casadas e/ou em uniãoestável e 1/3 apresentavam de 8 a 11 anos de estudo, sendo 47,6% da cor parda. Já nos aspectos comportamentais,52,9% das gestantes tomaram conhecimento sobre a oferta do teste rápido durante as consultas de pré-natal, 67,9%declararam preferência sexual por homens, e, predominantemente, foi mencionado o uso inconstante do preservativo comas parcerias fixas e eventuais. Das 1.886 gestantes que realizaram o teste rápido, 12 (0,6%) obtiveram resultado positivopara sífilis; 18 (1,0%) para HIV/AIDS; 2 (0,1%) para hepatite B e 5 (0,3%) para hepatite C. Dessa forma, destaca-se comoestratégia que o teste rápido seja ofertado ainda no momento do acolhimento na unidade de saúde, alcançando, assim,uma parcela maior da clientela assistida
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Cuidado Pré-Natal
Gestantes
Transmissão Vertical de Doença Infecciosa
-HIV
Hepatite
Saúde Pública
Sífilis
Limites: Feminino
Humanos
Gravidez
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)


  6 / 529 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046155
Autor: Ferreira, Caroline de Oliveira; Davoglio, Rosane Silvia; Vianna, Acássio dos Santos Amorim; Silva, Artur Alves da; Rezende, Raisa Evaly Alves de; Davoglio, Tárcia Rita.
Título: Vulnerabilidade a infecções sexualmente transmissíveis em idosos usuários de um centro de testagem e aconselhamento / Vulnerability to sexually transmissible infections in elderly users of a trial and counseling center
Fonte: Arq. ciências saúde UNIPAR;23(3):[171-180], set-dez. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: O processo de envelhecimento populacional e o aumento do número de casos de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) em idosos evidenciam a necessidade de ações voltadas para a terceira idade. Trata-se um estudo analítico observacional transversal, exploratório, com o objetivo de investigar situações de vulnerabilidade relacionadas à IST em idosos usuários de um Centro de Testagem e Aconselhamento para DTS/Aids de um município de médio porte do estado da Bahia, Brasil, no período de 2006 a 2012. Foram utilizados dados secundários de 233 usuários, com 60 anos ou mais, coletados dos Formulários de Entrada do Sistema de Informação do Centro de Testagem e Aconselhamento, prontuários clínicos e folha de descrição do atendimento. Houve predomínio de usuários do sexo masculino (60,94%), faixa etária de 60 a 70 anos (75,97%), cor parda (26,61%), casados (61,80%), aposentados (57,08%) e com escolaridade de 4 a 7 anos de estudo (35,19%). A maioria relatou a relação sexual como tipo de exposição (76,39%), preferência heterossexual (92,27%) e parceria fixa (72,96%). A frequência de uso do preservativo foi baixa com o parceiro não fixo (32,73%) e com o parceiro fixo (5,58%). A prevalência de IST foi 25,32%, com maior percentual entre os homens. A IST mais prevalente foi a hepatite C (10,73%), seguida da hepatite B (8,58%), sífilis (7,73%) e HIV (3,43). A faixa etária menor que 70 anos mostrou associação estatisticamente significativa com a presença de IST. Os resultados evidenciaram práticas sexuais inseguras e elevada vulnerabilidade dos idosos às IST, havendo necessidade de ações preventivas direcionadas a esse grupo populacional, considerando suas necessidades e especificidades.

The population aging process and the increase in the number of cases of Sexually Transmitted Infections (STI) in the elderly shows the need of actions aimed at that population. This is an exploratory, observational, cross-sectional study to investigate vulnerability situations related to Sexually Transmitted Infections in elderly users of an STD/AIDS Counseling Center of a medium-sized city in the state of Bahia, Brazil, from 2006 to 2012. The study used secondary data from 233 users aged 60 or older, collected from the Counseling Center Information System Admission Forms, clinical records and service description sheet. There was a predominance of male users (60.94%), 60 to 70 years old (75.97%), brown (26.61%), married (61.80%), retired (57,8%) and with 4 to 7 years of schooling (35,19%). Most reported sexual intercourse as the exposure type (76.39%), heterosexual preference (92.27%) and stable partnership (72.96%). The frequency of condom use was low with non-stable partners (32.73%) and with stable partners (5.58%). The prevalence of STI was 25.32%, with greater percentage among men. The most prevalent STI was hepatitis C (10.73%), followed by hepatitis B (8.58%), syphilis (7.73%) and HIV (3.43). The age group younger than 70 years showed a statistically significant association with the presence of STI. The results evidenced unsafe sexual practices and high vulnerability of the elderly to STIs, requiring preventive actions aimed at that population group, considering their needs and specificities.
Descritores: Idoso
Sífilis/prevenção & controle
Doenças Sexualmente Transmissíveis/classificação
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/prevenção & controle
Hepatite/prevenção & controle
-Envelhecimento
Limites: Humanos
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  7 / 529 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-244094
Autor: Gill Petta, Nèstor Osvaldo.
Título: Avances en hepatologìa: hepatitis virales.
Fonte: s.l; s.n; 1994. 24 p.
Idioma: es.
Descritores: Hepatite/diagnóstico
Hepatite/enfermagem
Hepatite/imunologia
Hepatite A/diagnóstico
Hepatite A/enfermagem
Hepatite A/imunologia
Hepatite B/diagnóstico
Hepatite B/enfermagem
Hepatite B/imunologia
-Hepatite/mortalidade
Hepatite/parasitologia
Hepatite A/parasitologia
Hepatite B/mortalidade
Hepatite B/parasitologia
Responsável: PY2.1 - Centro de Documentación
616.3623 G41a


  8 / 529 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-884849
Autor: Real, Raúl; Rojas, Gustavo; Correa, Daiana; Barrios, Maria de los Ángeles; Aldama, Fabian; Pinchi, Laura; Irala, Gustavo; Cordero, Fabiola; Rodríguez, Soledad; Alfonso, Lorena; Mendoza, Adrian; Vera, Lizi; Agüero, Oscar; Fleitas, Elias.
Título: Manifestaciones sistémicas del dengue / Systemic manifestations of dengue
Fonte: Rev. Nac. (Itauguá);5(2):8-16, dic. 2013.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: el dengue es una infección que puede afectar múltiples órganos.Objetivo: determinar la afectación multisistémica por dengue. Metodología: estudio observacional, descriptivo, prospectivo realizado en sujetos adultos con dengue grave con signos de alarma internados en el Hospital Nacional entre diciembre 2012 y mayo 2013. La infección debía estar confirmada con antígeno NS1 y/o serología IgM (+). Resultados: se encontró 10,1% de hepatitis, 85,6% de transaminitis, 48% con relación CPKmb/CPK total >5%, 22,5% de alteraciones electrocardiográficas, 70,4% con proteinuria de 24 hs elevada y 9,3% con proteinuria en rango nefrótico. Conclusiones: la afectación multisistémica es frecuente, generalmente pasa desapercibida y en general es autolimitada aunque se requieren más estudios para evaluar la evolución a largo plazo en estos casos.

Introduction: dengue is an infection that could affect multiple organs. Objective: to determine the multisystem involvement of dengue. Methodology: observational, descriptive, prospective study conducted in adult subjects with severe and warning signs of dengue admitted to the National Hospital between December 2012 and May 2013. Infection should be confirmed with NS1 antigen and / or IgM serology (+). Results: we found 10.1% of hepatitis, 85.6% of transaminitis the relation CPKmb / total CPK > 5% in 48%, electrocardiographic alterations in 22.5%, elevated proteinuria in 70.4% and nephrotic proteinuria in 9.3%. Conclusions: multisystemic involvement is frecuent, usually asymptomatic and generally self-limited although more studies are needed to evaluate the long-term outcome in these cases.
Descritores: Dengue/complicações
Dengue/epidemiologia
-Paraguai/epidemiologia
Proteinúria/etiologia
Estudos Transversais
Estudos Prospectivos
Síndrome de Vazamento Capilar/sangue
Dengue/diagnóstico
Diabetes Mellitus/etiologia
Transaminases/metabolismo
Hepatite/etiologia
Hipertensão/etiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 529 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1018442
Autor: Coronel Quiñonez, Lilian Andrea; Escobar Vázquez, Smilce Elizabeth; Maldonado Gómez, Laura Rocío.
Título: Cobertura de inmunización con antitetánica y antihepatitis B en estudiantes del primer y cuarto curso del Instituto Dr. Andrés Barbero de la Carrera de Enfermería del año 2001.
Fonte: Asunción; s.n; 2001. 62 p. tab, graf. (PY).
Idioma: es; en.
Tese: Apresentada a Escuela de Enfermería.UNA para obtenção do grau de Licenciado.
Símbolo: PY.
Resumo: Estudio descriptivo con un universo de 128 estudiantes y una muestra de 86, para analizar la inmunización con antitetánica y antihepatitis en las estudiantes del primero y cuarto curso del Instituto Dr. Andrés Barbero-Carrera de Enfermería. Determina el porcentaje de alumnos inmunizados y las causas de la no inmunización
Descritores: Hepatite
Hepatite A
Hepatite B
Toxoide Tetânico/administração & dosagem
Toxoide Tetânico/imunologia
Tétano/imunologia
Tétano/patologia
Vacinas contra Hepatite B
Vírus de Hepatite
-Cobertura Vacinal
Imunização
Programas de Imunização
Responsável: PY1.3 - Biblioteca
14.47. 14.47; OR, OR


  10 / 529 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1017654
Autor: Rovira, C Picaguá, E Ferreira, L Giménez, V Carpinelli, MM Granado, E.
Título: Prevalencia de marcadores serológicos de hepatitis virales en unapoblación seleccionada. Experiencia de un servicio universitario.Años 2000-2007 / Prevalence of serologic markers for viral hepatitis in a selected
Fonte: Mem. Inst. Invest. Cienc. Salud (Impr.);5(1):20-26, jun.2009. graf.
Idioma: es.
Resumo: En la actualidad se describen varios agentes virales causantes de hepatitis, entre losmás comunes están VHB, VHA, VHC, VHD, VHE, cada uno de ellos con diferentes modosde transmisión, tiempo de incubación y patrones clínicos. El objetivo de este estudio fuedeterminar la prevalencia de marcadores virales de hepatitis en una población consospecha clínica de hepatitis durante el periodo 2000 a 2007. En este estudioobservacional descriptivo de corte transverso, fueron estudiados 756 pacientes de 1 a 88años de edad, con una edad promedio de 36±17 años, que concurrieron al Departamentode Inmunología del IICS del 2000 al 2007, a quienes se solicitó, en ocasiones, el dosajede dos o más marcadores virales. Todas las determinaciones serológicas fueron realizadaspor el método de ELISA (Human–Alemania, Adaltis–Italia). El 4,5 % (28/617) tenianHBsAg (+), el 23,4% (11/47) anticuerpos antiBHs (+), el 17,3% (9/52) Ac antiHBcore(+), 37,9% (52/137) Ac anti-VHA de tipo IgM(+) y el 6,6%(11/166) anti-VHC.Coinfección de VHB y VHA en 1 individuo y de VHC y VHA en 1 individuo.El marcadorviral más solicitado fue el de HBsAg, los datos obtenidos indican una endemicidadintermedia. En esta población estudiada se destaca la elevada prevalencia de anticuerposIgM contra el virus de la hepatitis A, (característicos de la etapa aguda), lo cual coincidecon que nuestro país pertenece a una zona de alta endemicidad para esta infección viral.Se desea hacer notar la necesidad de monitorear las hepatitis virales, sobre todo aquellasinmunoprevenibles, de modo a evitar el desarrollo de enfermedades crónicas que afectenla calidad de vida del individuo
Descritores: Antivirais
Hepatite
-Biomarcadores
Responsável: PY3.1 - Biblioteca



página 1 de 53 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde