Base de dados : LILACS
Pesquisa : C07.465.634 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 258 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 26 ir para página                         

  1 / 258 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Uruguai
Texto completo SciELO Uruguai
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1025100
Autor: Castro Rodríguez, Yuri; Cósar-Quiroz, José; Julcamoro-Grados, Elizabeth.
Título: Manifestaciones orales de la incontinencia pigmentaria (Síndrome de BlochSulzberger) / Oral manifestations of pigmentary incontinence (BlochSulzberger syndrome)
Fonte: Odontoestomatol;21(34):57-64, Jul-Dic. 2019. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Paciente de sexo femenino de 13 años de edad que acudió al servicio de Odontopediatría del Instituto de Salud Oral del Hospital Central de la Fuerza Aérea de Perú en el mes de setiembre del año 2018 debido a una renovación en la prótesis parcial provisional que utilizaba desde hace cinco meses. Al examen clínico extraoral se evidenció lesiones cicatrizales en la piel de la región nasal; durante la evaluación intraoral se evidenció la pérdida de múltiples dientes, rebordes edéntulos amplios y delgados, alteraciones en la morfología dentaria, así como discordancia de la erupción dentaria con la edad de la paciente. Al examen radiográfico se evidenció alteración y retardo en la erupción dentaria, impactación de un diente en la mandíbula, falta de desarrollo radicular y persistencia de dientes temporales. El diagnóstico médico definitivo fue el Síndrome de Bloch ­ Sulzberger también denominado como "incontinencia pigmentaria". Este síndrome se caracteriza por presentar una variedad de manifestaciones orales como: agenesia dentaria, alteración en la morfología dentaria, dientes retenidos y/o impactados así como alteración y retraso en la erupción dentaria. A nivel sistémico este síndrome presenta lesiones que afectan a la piel, pelo, visión, sistema nervioso central, entre otros.

A 13-year-old female patient went to the pediatric dentistry service of the Oral Health Institute of the Central Air Force Hospital of Peru in September of 2018. She sought care to have her temporary partial prosthesis renewed. The extraoral clinical examination showed scar lesions on the skin of the nasal region; the intraoral evaluation showed the loss of multiple teeth, wide and thin edentulous ridges, alterations in dental morphology, as well as the inconsistency of the dental eruption with the patient's age. The radiographic examination showed alteration and delay in dental eruption, impaction of a tooth in the jaw, lack of root development and persistence of temporary teeth. The definitive medical diagnosis was BlochSulzberger Syndrome, also referred to as "pigmentary incontinence". This syndrome is characterized by presenting a variety of oral manifestations such as dental agenesis, alteration in dental morphology, retained and/or impacted teeth as well as alteration anddelay in dental eruption. At a systemic level, this syndrome has lesions that affect the skin, hair, vision, central nervous system, among others.

Paciente do sexo feminino, 13 anos, que compareceu ao Serviço de Odontopediatria do Instituto de Saúde Bucal do Hospital Central da Força Aérea do Peru, em setembro de 2018, devido à renovação da prótese parcial provisória utilizada por ela. por cinco meses. O exame clínico extraoral mostrou lesões cicatriciais na pele da região nasal; Durante a avaliação intraoral, a perda de múltiplos dentes, cristas edêntulas, extensas e finas, alterações na morfologia dentária, bem como a incongruência da erupção dentária com a idade do paciente foi evidente. O exame radiográfico mostrou alteração e atraso na erupção dentária, impactação de um dente na mandíbula, falta de desenvolvimento radicular e persistência de dentes temporários. O diagnóstico médico definitivo foi a síndrome de Bloch - Sulzberger, também conhecida como "incontinência pigmentar". A síndrome é caracterizada por apresentar uma variedade de manifestações bucais, como: agenesia dentária, alteração na morfologia dentária, retenção e / ou impacto dos dentes, bem como alteração e atraso na erupção dentária. Em nível sistêmico, essa síndrome apresenta lesões que afetam a pele, o cabelo, a visão, o sistema nervoso central, entre outros.
Descritores: Incontinência Pigmentar
-Manifestações Bucais
Erupção Dentária
Anodontia
Limites: Seres Humanos
Feminino
Adolescente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: UY20.1 - Departamento de Documentación y Biblioteca


  2 / 258 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1052190
Autor: Quintanilha, Renata de Moura Cruz; Pereira, Mara Regina Rocha; Oliveira, Silvia Paula de; Ragon, Cláudia de S. Thiago; Agostini, Michelle; Silva Júnior, Arley; Salgado, Diamantino Ribeiro; Torres, Sandra R.
Título: Oral health status of patients in intensive care unit: a cross-sectional study
Fonte: Rev. Cient. CRO-RJ (Online);4(3):25-31, 2019.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Patients in intensive care unit (ICU) may present oral alterations asa result of patients' systemic conditions, the use of medications, intubation orpoor oral hygiene. Oral alterations should be detected and treated because theymay aggravate patients' condition. The objective of this study was to evaluate thetypes and frequencies of clinically detected oral alterations in inpatients of an ICU.Methods: This is a cross-sectional study in which an oral evaluation of patientshospitalized in an ICU of a public hospital was performed. Demographic, socialand clinical characteristics were collected from medical records. Oral examswere performed by two trained dentists, with reliability checked by intra-classcorrelation coefficient, while patients were lying in the hospital bed, using a frontalheadlamp, tongue depressor and sterile gauze. All data were recorded in studyprotocol forms and transferred to a data base for analysis. Results: Thirty-sevenpatients, with similar distribution between genders, withmedian age of 62 yearswere evaluated. The most frequent causes for hospitalization were postoperativecare (51.35%) and respiratory problems (29.72%). About 90% of the inpatientspresented some type of oral alterations during the hospitalization period. Themost common clinical alterations were dry lips (86.5%); coated tongue (61.1%);paleness of the oral mucosa (54.1%); oral foci of infection (37.8%) and candidiasis(13.5%). Conclusion: The majority of inpatients of the ICU presented some type oforal alteration, and the most frequent were dry lips and coated tongue. Dataobserved in this study reinforce the need of the dental team support during theperiod of hospitalization.

Introdução: Pacientes em unidade de terapia intensiva (UTI) podem apresentaralterações orais como resultado das condições sistêmicas dos pacientes, uso demedicamentos, intubação ou falta de higiene bucal. Alterações orais devem serdetectadas e tratadas, pois podem agravar a condição do paciente. O objetivodeste estudo foi avaliar os tipos e frequências de alterações orais clinicamentedetectadas em pacientes internados em uma UTI. Métodos: Estudo transversalem que foi realizada avaliação oral de pacientes internados em uma UTI de umhospital público. Características demográficas, sociais e clínicas foram coletadasdos prontuários médicos. Os exames orais foram realizados por dois dentistastreinados, com confiabilidade verificada pelo coeficiente de correlação intra-classe, enquanto os pacientes estavam deitados na cama do hospital, utilizandofrontal, abaixador de língua e gaze estéril. Todos os dados foram registrados emformulários de protocolo do estudo e transferidos para uma base de dados paraanálise. Resultados: Foram avaliados 37 pacientes, com distribuição semelhanteentre os sexos, com mediana de idade de 62 anos. As causas mais frequentes deinternação foram cuidados pós-operatórios (51,35%) e problemas respiratórios(29,72%). Cerca de 90% dos pacientes internados apresentaram algum tipo dealteração bucal durante o período de internação. As alterações clínicas maiscomuns foram lábios secos (86,5%); língua (61,1%); palidez da mucosa oral (54,1%);focos orais de infecção (37,8%) e candidíase (13,5%). Conclusão: A maioria dospacientes internados em UTI apresentou algum tipo de alteração oral, sendo osmais frequentes lábios secos e língua. Os dados observados neste estudo reforçama necessidade do apoio da equipe odontológica durante o período de internação.
Descritores: Manifestações Bucais
-Saliva
Úlceras Orais
Unidades de Terapia Intensiva
Mucosa Bucal
Responsável: BR1356.1 - Biblioteca Prof Antonio F Ribeiro da Silva Filho


  3 / 258 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1051153
Autor: Dogenski, Letícia Copatti; Trentin, Micheline Sandini; Linden, Maria Salete Sandini; Pedro, Rejane Eliete Luz; De Carli, João Paulo.
Título: Alterações estomatológicas mais frequentes e seu processo diagnóstico ­ revisão de literatura / Most frequent stomatological changes and their diagnostic process ­ literature review
Fonte: Rev. Salusvita (Online);38(2):423-441, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: os estudos epidemiológicos exercem um importante papel na Saúde Pública, indicando a prevalência e a incidência das lesões do complexo bucomaxilofacial, e revelando fatores associados, como perfil socioeconômico, fatores genéticos e ambientais, e permitindo o direcionamento de ações de promoção e de prevenção de saúde. Objetivo: o objetivo do presente trabalho é realizar uma revisão de literatura acerca dos aspectos mais importantes para o estabelecimento do diagnóstico das alterações estomatológicas. Revisão de literatura: um dos principais obstáculos dos profissionais da saúde diante de um caso de lesão bucal é o estabelecimento de um diagnóstico preciso, devido à grande quantidade de diagnósticos diferenciais que tais condições podem apresentar. É viável, através do auxílio dos estudos de prevalência, reduzir o número de diagnósticos diferenciais, identificando a frequência das lesões para cada região, ao considerar também variáveis, como faixa etária, etnia e gênero. Considerações finais: conhecer a prevalência das lesões e saber identificar as variáveis associadas a cada uma é de suma importância para o estudante de odontologia e mesmo para o profissional, uma vez que este conhecimento contribuirá para o melhor manuseio e proservação de seu paciente.

Introduction: epidemiological studies performs an important role in Public Health, indicating the prevalence and incidence of injuries of the bucomaxillofacial complex, and revealing associated factors such as socioeconomic profile, genetic and environmental factors, and allowing the promotion of prevention and Cheers. Objective: the aim of the present study is to carry out a literature review about the most important aspects for establishing the diagnosis of stomatologic alterations. Literature review: one of the main obstacles faced by health professionals in the case of oral lesions is the establishment of an accurate diagnosis, due to the large number of differential diagnoses that such conditions may be present. It is feasible, through the aid of prevalence studies, to reduce the number of differential diagnoses, identifying the frequency of lesions for each region, as well as variables such as age, ethnicity and gender. Final considerations: knowing the prevalence of lesions and knowing how to identify the variables associated with each one is of paramount importance for the student of dentistry and even for the professional, since this knowledge will contribute to the better handling and proservation of his patient.
Descritores: Epidemiologia
-Manifestações Bucais
Ferimentos e Lesões
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR36.1 - Biblioteca


  4 / 258 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1050645
Autor: Sánchez Berardo, Marianela; Pardo, Marilina Sofía; Jaime Decara, Denis Alejandra; Andorno, Karen Ruth.
Título: El rol del odontólogo en el diagnóstico del secundarismo sifilítico / The role of the dentist in diagnosing secondary syphilis
Fonte: Rev. Soc. Odontol. La Plata;29(57):7-9, dic. 2019. ilus.
Idioma: es.
Resumo: En la actualidad, la sífilis es una de las patologías infecciosas más frecuentes y diagnosticarla suele ser un gran desafío debido al polimorfismo de su presentación. Es una enfermedad crónica y sistémica, que atraviesa diferentes etapas; el secundarismo sifilítico representa el estadio más florido del proceso, siendo el resultado de la multiplicación y diseminación hematógena y linfática del Treponema pallidum (Tp). Su rápido reconocimiento y correcto tratamiento constituyen una de las principales herramientas para evitar la diseminación. Se describirá un reporte de casos que evidencian las manifestaciones orales de dicha enfermedad, que contribuirán en el diagnóstico oportuno de la misma (AU)

Nowadays, Syphilis is one of the most common infectious diseases. Its diagnosis poses a real challenge to clinicians because of its multiple and different presentations. Syphilis is a chronic and systemic disease that presents different stages. The second stage, usually known as Secondary syphilis is the most florid one due to the reproduction and dissemination of the Treponema pallidum through blood and lymphatic vessels. An accurate and prompt diagnosis and treatment are critical. Two case reports will be described. Both of them show how multiple and different its oral manifestations are, and how they contributed to achieve an early diagnosis (AU)
Descritores: Manifestações Bucais
Treponema pallidum
Sífilis/diagnóstico
-Argentina
Doença Crônica
Assistência Odontológica para Doentes Crônicos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR29.1 - Biblioteca


  5 / 258 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Costa, Iris do Céu Clara
Texto completo
Id: biblio-1047292
Autor: Chimbinha, Ítalo Gustavo Martins; Jácome, Anielle do Nascimento; Silva, Gabriel Gomes da; Barreto, Mayara Janyara do Rego; Costa, Iris do Céu Clara.
Título: Transtornos alimentares e manifestações orais em adolescentes / Eating disorders and oral manifestations in adolescents / Trastornos alimenticios y manifestaciones orales en adolescentes
Fonte: Rev. Ciênc. Plur;5(3):1-20, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução:Os transtornos alimentares são distúrbios psiquiátricos debilitantes, caracterizados por desordem persistente nos hábitos alimentares ou nos comportamentos docontrole de massa corporal.Objetivo:Avaliar, dentre adolescentes de três escolas públicas de ensino médio em Natal-RN, a prevalência dos transtornos alimentares e descrevermanifestações odontológicas relacionadas.Metodologia:Estudo realizado em duas fases, utilizando-seum questionário autoaplicável,Body Shape Questionnaire-BSQpara selecionara amostra. Os selecionados foram submetidos a uma avaliação partindoda história médica pregressa e exame clinico odontológico, paradiagnosticar as manifestações orais presentes. Resultados:Fase 1: Dos 231 alunos que responderam o questionário, 9 foram selecionados. No exame clínico observou-seque 22,2% dos avaliados apresentavam perda inicial da textura da superfície dentária na face palatina do segundo sextante, em 77,7% constatou-se hipertrofia da glândula parótida, 66,6% obtiveram escore 2 no Registro Periodontal Simplificado (PSR) e 11,1% dos examinadostinhaqueilite angular. Na fase 2: Dos 264 estudantes que responderam ao BSQ, 29estavamabaixo dopeso,164jovens apresentavam peso ideal, 24 peso muito abaixo do normal, enquanto a situação de sobrepeso foi observada em 47 estudantes. Quanto aoquestionário 25 (9%)apresentaram algum grau de distúrbio de distorção de imagem corporal, dentre os quais 80% do sexo feminino e 20% do sexo masculino. Conclusões:Foram encontradosepisódios de regurgitação associados a má nutrição e incorreta higienização da cavidade oral que favoreceuo aparecimento de alterações bucais.As principais manifestações encontradas foram: erosão dentária (22,2%), hipertrofia das glândulas salivares parótidas (77,7%), escore 2 no Registro Periodontal Simplificado-PSR (66,6%) e queilite angular (11,1%).É fundamental instrumentalizar ocirurgião-dentista a reconhecer tais manifestações,atrabalhar comabordagem multidisciplinar visando a melhoria da qualidade de vida do jovem, tratando assequelas e ajudando-o a superar suas necessidades.A maiorlimitação do estudo foi o encaminhamento desses jovens para tratamento (AU).

Introduction: Eating disorders are debilitating psychiatric disorders characterized by persistent disorder in eating habits or body mass control behaviors. Objective: To evaluate, among adolescents from three public high schools in Natal-RN, the prevalence of eating disorders and describe related dental manifestations.Methodology: Two-phasestudy using a self-administered Body Shape Questionnaire-BSQ to select the sample. Those selected were submitted to an evaluation based on previous medical history and dental examination to diagnose the oral manifestations present. Results: Phase 1: Of the 231 students who answered the questionnaire, 9 were selected. In the clinical examination it was observed that 22.2% of the subjects had initial loss of tooth surface texture on the palate of the second sextant, 77.7% had parotid gland hypertrophy, 66.6%had score 2 in the Registry. Periodontal Disease (PSR) and 11.1% of those examined had angular cheilitis. In phase 2: Of the 264 students who responded to the BSQ, 29 were underweight, 164 young people were underweight, 24 underweight, while overweight was observed in 47 students. Regarding the questionnaire 25 (9%) presented some degree of body image distortion disorder, among which 80% were female and 20% were male. Conclusions: Regurgitation episodes associated with poor nutrition and poor oral cavity hygiene were found, favoring the appearance of oral alterations. The main manifestations found were: dental erosion (22.2%), parotid salivary gland hypertrophy (77.7%), Simplified Periodontal Record (PSR) score 2 (66.6%) and angular cheilitis (11.1%). . It is essential to instruct the dentist to recognize such manifestations, to work with a multidisciplinary approach aimed at improving the quality of life of young people, treating the sequelae and helping them to overcome their needs. The major limitation of the study was the referral of these young people for treatment (AU).

Introducción:los trastornos alimentarios son trastornos psiquiátricos debilitantes caracterizados por un trastorno persistente en los hábitos alimentarios o en los comportamientos de control de la masa corporal. Objetivo:evaluar, entre los adolescentes de tres escuelas secundarias públicas de Natal-RN, la prevalencia de los trastornos alimentarios y describir las manifestaciones dentales relacionadas. Metodología:Estudio de dos fases utilizando un cuestionario de forma corporal autoadministrado-BSQ para seleccionar la muestra. Los seleccionados fueron sometidos a una evaluación basada en el historial médico previo y el examen dental para diagnosticar las manifestaciones orales presentes. Resultados: Fase 1: De los 231 estudiantes que respondieron el cuestionario, se seleccionaron 9. En el examen clínico se observó que el 22.2% de los sujetos tenían una pérdida inicial de la textura de la superficie dental en el paladar del segundo sextante, el 77.7% tenía hipertrofia de la glándula parótida, el 66.6% tenía una puntuación de 2 en el Registro. La enfermedad periodontal (PSR) y el 11,1% de los examinados tenían queilitis angular. En la fase 2: de los 264 estudiantes que respondieron al BSQ, 29 tenían bajo peso, 164 jóvenes tenían bajo peso, 24 tenían bajo peso, mientras que se observó sobrepeso en 47 estudiantes. En cuanto al cuestionario 25 (9%) presentó algún grado de trastorno de distorsión de la imagen corporal, entre los cuales el 80% eran mujeres y el 20% hombres. Conclusiones:se encontraron episodios de regurgitación asociados con una nutricióndeficiente y una mala higiene de la cavidad oral, lo que favorece la aparición de alteraciones orales. Las principales manifestaciones encontradas fueron: erosión dental (22.2%), hipertrofia de la glándula salival parótida (77.7%), puntaje 2 del registro periodontal simplificado (PSR) (66.6%) y queilitis angular (11.1%). . Es esencial instruir al dentista para que reconozca tales manifestaciones, para trabajar con un enfoque multidisciplinario dirigido a mejorar la calidad de vida de los jóvenes, tratar las secuelas y ayudarlos a superar sus necesidades. La principal limitación del estudio fue la derivación de estos jóvenes para recibir tratamiento (AU).
Descritores: Manifestações Bucais
Saúde Bucal
Adolescente
Transtorno da Compulsão Alimentar
-Erosão Dentária/diagnóstico
Brasil
Epidemiologia Descritiva
Ensino Fundamental e Médio
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  6 / 258 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1047354
Autor: Mendes, Mariana Sarmet Amiderle; Jales, Sumatra Melo da Costa Pereira; Carvalho, Ricardo Tavares de; Algranti, Bruna Mezan; Anagusko, Sergio Seiki; Andrade, Ana Carolina Porro de.
Título: Cuidados bucais em paciente com fibrose pulmonar idiopática sob cuidados paliativos. Relato de caso / Oral care in idiopathic pulmonary fibrosis patient in palliative care. Case report
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;29(4 (Supl)):441-445, out.-dez. 2019. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A Fibrose Pulmonar Idiopática (FPI) é uma doença crônica do interstício pulmonar que se manifesta por fibrose progressiva com alta prevalência de insuficiência respiratória. Como toda doença crônica e progressiva, a FPI necessita de acompanhamento por uma equipe multiprofissional de Cuidados Paliativos (CP) a fim de proporcionar um cuidado integral, considerando todas as queixas e necessidades do paciente. Em uma enfermaria de CP de um hospital terciário, um paciente do sexo masculino, 77 anos, foi admitido por FPI avançada para controle de sintomas e cuidados de fim de vida. Durante a oroscopia realizada pela equipe, recebeu diagnóstico de candidíase oral, onde foi solicitada avaliação do cirurgião-dentista. Na avaliação odontológica, queixou-se de língua ressecada e perda do paladar. Paciente acamado, dispneico em repouso, em uso contínuo de máscara de venturi e lábios ressecados, com presença de placas brancas ressecadas (resíduos alimentares) em palato duro e mole, mucosa jugal e gengival, língua ressecada com saburra e hipossalivação. Foi realizada a higiene oral, prescrição de substituto salivar e hidratante labial. O procedimento foi longo e intermitente devido à dificuldade do paciente de se manter sem o suporte de oxigênio. Após o procedimento, o paciente relatou melhora de 90% dos sintomas bucais. Conclusão: O caso apresentou as alterações bucais e os cuidados odontológicos em um paciente com FPI e também evidenciou a importância da avaliação especializada realizada pelo cirurgião-dentista inserido em uma equipe multiprofissional em CP, que, além do diagnóstico diferencial, proporcionou alívio dos sintomas bucais e conforto ao paciente em sua fase final de vida

Idiopathic Pulmonary Fibrosis (IPF) is a chronic interstitial lung disease manifested by progressive fibrosis with a high prevalence of respiratory failure. As all chronic and progressive diseases, IPF needs follow-up by a multidisciplinary Palliative Care (PC) team in order to provide comprehensive care considering all patient's complaints and needs. In a PC inpatient unit of a tertiary hospital, a 77-year-old male patient was admitted because of advanced IPF for symptom control and end-of-life care. During the oroscopy done by the team, he was diagnosed with oral candidiasis, where evaluation by the dentist was requested. In the dental evaluation, he complained of dry tongue and taste loss. Bedridden patient, dyspnea at rest, in continuous use of venturi mask and dry lips, dry white plaques (food residues) in hard and soft palate, jugal and gingival mucosa, dry tongue with oral coating and hyposalivation. Oral hygiene was performed, salivary substitute and lip moisturizer were prescribed. The procedure was long and intermittent due to the difficulty of the patient with staying without oxygen support. After the procedure, the patient reported 90% improvement in oral symptoms. Conclusion: The case showed the oral disorders and dental care in a patient with IPF and highlighted the importance of specialized evaluation performed by the dentist inserted in a multidisciplinary PC team which, besides the differential diagnosis, provided symptom relief of the mouth and comfort to the patient in his end of life
Descritores: Manifestações Bucais
Cuidados Paliativos
Fibrose Pulmonar Idiopática
-Higiene Bucal
Equipe de Assistência ao Paciente
Insuficiência Respiratória
Candidíase Bucal
Doença Crônica
Odontólogos
Diagnóstico Diferencial
Diagnóstico Bucal
Pneumopatias
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  7 / 258 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1024981
Autor: Antunes, Rosana Saint'Clair Correia Aires.
Título: Alterações Bucais em receptores de transplante renal / Oral manifestations in renal transplant recipients.
Fonte: São Paulo; s.n; 20180000. 95 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O transplante renal (TX) é considerado atualmente o tratamento de primeira escolha para DRC (doença renal crônica) terminal, pois proporciona maior sobrevida e boa qualidade de vida ao paciente (Gondim et al., 2009). Segundo dados do Ministério da Saúde, o Brasil possui um dos maiores programas públicos de transplantes de órgãos e tecidos do mundo e é o segundo país com maior número absoluto de transplantes, atrás apenas dos Estados Unidos (Brasil, 2017). O objetivo desse estudo transversal observacional foi conhecer as alterações e lesões orofaciais de receptores de transplante renal, transplantados em um centro de transplante renal na cidade de São Paulo, e analisá-las em função da doença de base que levou ao transplante, tipo de transplante, tempo decorrido do transplante e esquema imunossupressor usado. Além disso, identificamos a incidência de queixas e complicações bucais e odontogênicas após o transplante renal e o impacto da realização de preparo odontológico prévio ao transplante renal na ocorrência dessas complicações. Examinamos 317 adultos receptores de transplante renal, que compuseram o grupo de estudo (GE) e 100 indivíduos não transplantados renais, acompanhantes dos transplantados renais que constituíram o grupo controle (GC). O mesmo pesquisador coletou dados demográficos, história médica e história odontológica e realizou o exame físico. O índice CPOD, o índice ICP e a presença de lesões bucais de tecido mole também foram coletados. A idade média dos participantes do GE foi de 45,6 anos de idade, 165 (52,1%) eram do sexo feminino e a maioria (272/317;85,8%) havia sido transplantada há mais de 6 meses, com rins majoritariamente recebidos de doadores falecidos (241/317;76,0%). O esquema imunossupressor mais utilizado foi aquele que incluía tacrolimus, micofenolato de sódio e prednisona (150/317;47,3%). O grupo de estudo exibiu mais lesões de tecido mole que o grupo controle (20,8% X 9%), sendo a candidíase eritematosa a lesão mais frequente (21/317), seguida das úlceras (8/317), candidíase pseudomembranosa (7/317), herpes simples recorrente (5/317), queilite angular (4/317) e hiperplasia gengival medicamentosa (2/317). Queixas e complicações bucais após o transplante foram relatadas por 34 sujeitos do grupo de estudo sendo as mais frequentes o relato de "aftas", relatada por 18 deles. Onze participantes do grupo de estudo relataram complicações odontogênicas sendo 5 casos de gengivite, 3 de pericoronarite, 2 casos de odontalgia e 1 de sensibilidade dentinária. Dentre os 317, 54 participantes realizaram preparo odontológico prévio ao transplante renal e não houve associação entre a realização desse preparo e o relato de ocorrência de queixas e complicações bucais após o transplante. Nossos resultados permitiram nos concluir que alterações mais comuns no grupo de estudo foram a xerostomia, aumento bilateral de parótida e candidíase. As ulcerações de mucosa em receptores de transplante renal estiveram associadas ao uso do everolimus. Ao passo que lesão de cárie, mobilidade dentária e retração gengival foram associados a maior tempo decorrido do transplante. A realização de preparo odontológico pré transplante não influenciou na ocorrência de complicações bucais e odontológicas após o transplante e nem na internação por complicação bucal.
Descritores: Manifestações Bucais
Transplante de Rim
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  8 / 258 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1021868
Autor: Portela, Maristela Barbosa; Cerqueira, Daniella Ferraz; Paiva, Renato Vieira de; Santos, Adrielle Mangabeira; Vargas, Tamiris Ramos; Castro, Gloria Fernanda.
Título: Candida spp. In Linear gingival erythema lesions in HIV-Infected children: report of six cases
Fonte: Rev. Cient. CRO-RJ (Online);3(2):42-46, May-Aug. 2018.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Linear gingival erythema (LGE), formally referred to as HIV-gingivitis, is the most common form of HIV-associated periodontal disease in HIV-infected individuals These lesions have been recently evaluated as a possible form of erythematous oral candidosis, mainly caused by Candida albicans. Other species such as C. tropicalis, C. stellatoidea, C. krusei, C. parapsilosis, C. glabrata and C. Dubliniensis, have also been identified in some HIV-infected subjects. Objective: This case report reveals the presence of typical LGE lesions in six HIV-infected children, and also investigates the etiologic agent through microbiological exams and correlates this oral manifestation with the patients' systemic conditions. Case report: Microbiological analyses showed growth for Candida spp in all patients; all of whom had severe immunosuppression. However, the regression of lesions was noted after antifungal medication. Conclusion: The presence of LGE in pediatric patients with AIDS may be a predictive marker in the progression of AIDS or it may be the first clinical manifestation of HIV infection in children. Hence it is important for dentists to be aware of such lesions.

Introdução: O eritema gengival linear (LGE), normalmente referido como gengivite do HIV, é a forma mais comum de doença periodontal presente em indivíduos infectados pelo HIV. Recentemente, estas lesões foram consideradas como uma possível forma de candidíase oral eritematosa causada por Candida. Albicans . Outras espécies, como C. tropicalis, C. stellatoidea,C. krusei, C. parapsilosis, C. glabrata e C. Dubliniensis também foram identificadas em indivíduos infectados pelo HIV associadas ao LGE. Objetivo: O presente artigo mostra a presença de lesões típicas de LGE em seis crianças infectadas pelo HIV e também investigou o agente etiológico das lesões orais através de exames microbiológicos, correlacionando o LGE com as condições sistêmicas dos pacientes. Case report: Análises microbiológicas mostraram crescimento positivo para Candida spp em todos os pacientes, os quais possuiam imunossupressão grave. Adicionalmente, a regressão total das lesões foi observada após medicação tópica antifúngica. Conclusão: A presença de LGE em pacientes pediátricos com AIDS pode ser um marcador preditivo da progressão.
Descritores: Periodontia
-Manifestações Bucais
Doenças Periodontais
Candida albicans
Criança
HIV
Responsável: BR1356.1 - Biblioteca Prof Antonio F Ribeiro da Silva Filho


  9 / 258 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Souza, Ivete Pomarico Ribeiro de
Texto completo
Id: biblio-1021240
Autor: Oliveira, Livia Roberta Piedade de; Martins, Carla; Fernandes, Liana Bastos Freitas; Souza, Ivete Pomarico Ribeiro de.
Título: Oral health and dental care related to diabetes status in young children
Fonte: Rev. Cient. CRO-RJ (Online);3(1):48-53, Jan.-Apr. 2018.
Idioma: en.
Resumo: Objective: This study compares the oral health, dietary and oral hygiene habits and dental care experience of children with type 1 diabetes (DG) to healthy ones (HG) under six years old. Methods: The children were chosen matched by gender and age in each group. Diabetes status from G was determined using HbA1c criteria levels: <8.5% (69 mmol/mol) was considered controlled and >8.5% uncontrolled. Guardians were asked about oral hygiene, dietary habits and dental care experience. Oral examination was performed in order to assess dental caries (dmft), plaque and calculus indexes, as well as oral manifestations in soft tissues. Data were described and analyzed by SPSS 20.0 software through Chi-square and T-tests. Results: A total of 68 children were enrolled in this study. Children with diabetes differed from healthy ones in relation to geographic tongue, breath acetone and xerostomia (p<0.05). Only 23% (n=7) of DG were considered as presenting uncontrolled diabetes status. Statistical differences between controlled and uncontrolled diabetic status were observed among children, such as age at diagnosis, disease duration, sugar consumption, dental visits, type of experience during dental appointment, presence of geographic tongue, dental caries, reported breath acetone and xerostomia (p<0.05). Toothache was the main reason that DG children had been to a dentist before. Conclusion: Oral health and dietary habits of children with diabetes differed from healthy ones. Most children with diabetes had never been to a dentist before. Oral manifestation and oral habits diverged from children uncontrolled and controlled diabetes.

Objetivo: Este estudo compara a saúde bucal, os hábitos alimentares e higiene bucal e a experiência odontológica de crianças com diabetes tipo 1 (DG) e saudáveis (HG) com menos de seis anos de idade. Métodos: As crianças foram escolhidas pareadas por sexo e idade em cada grupo. O status de diabetes da DG foi determinado usando os níveis de HbA1c: <8,5% (69 mmol/mol) foi considerado controlado e >8,5% não controlado. Os responsáveis foram questionados sobre higiene bucal, hábitos alimentares e experiência em atendimento odontológico. O exame bucal foi realizado para avaliar índice de cárie (ceod), placa e cálculo, bem como manifestações orais em tecidos moles. Os dados foram descritos e analisados pelo software SPSS 20.0 por meio dos testes Qui-quadrado. Resultados: No total, 68 crianças foram incluídas neste estudo. Crianças com diabete diferiram das saudáveis em relação à língua geográfica, hálito cetônico e xerostomia (p<0,05). Apenas 23 % (n=7) dos GD foram considerados como apresentando estado de diabetes descontrolados. Diferenças estatísticas entre o estado diabético controlado e não controlado foram observadas em crianças, como idade no diagnóstico, duração da doença, consumo de açúcar, visitas ao dentista, tipo de experiencia durante a consulta, presença de língua geográfica, cárie dentária, pneumonia relatada e xerostomia (p<0,05). Odontalgia foi a principal razão da ida ao dentista para as crianças DG. Conclusão: A saúde bucal e os hábitos alimentares das crianças com diabetes diferiram dos saudáveis. A maioria das crianças com diabetes nunca haviam ido ao dentista antes. Manifestação bucal e hábitos bucais divergem entre crianças com diabetes descontrolados e controlados.
Descritores: Saúde Bucal
-Higiene Bucal
Manifestações Bucais
Criança
Cárie Dentária
Diabetes Mellitus Tipo 1
Comportamento Alimentar
Responsável: BR1356.1 - Biblioteca Prof Antonio F Ribeiro da Silva Filho


  10 / 258 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1009763
Autor: Falcão, Ana Carolina de Souza Leitão Arruda; Santos, Juliana Marques dos; Nascimento, Kamilla Lima Lopes; Santos, Diego Belmiro do Nascimento; Costa, Paula Vitoria de Andrade.
Título: Síndrome de Down: abordagem odontopediátrica na fase oral / Down's Syndrome: odontopediatric approach in the oral period
Fonte: Rev. odontol. Univ. Cid. São Paulo (Online);31(1):57-67, jan.2019. il..
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo tem como finalidade realizar uma revisão de literatura para identificar aspectos fisiológicos associados à Síndrome de Down, as implicações na cavidade bucal e sistêmicas em pacientes na fase oral, bem como as repercussões no tratamento odontológico. As bases de dados utilizadas foram: Lilacs, Bireme e Scielo na busca de artigos relacionados à Síndrome de Down no período de janeiro de 1999 até 2016. Após o estudo concluiu-se que a inclusão do cirurgião-dentista na terapia de uma criança com Síndrome de Down é fundamental e se iniciada na fase oral pode intervir de maneira precoce acompanhando o crescimento e desenvolvimento ósseo e dentário, além de ainda orientar os responsáveis sobre hábitos e doenças bucais.

The purpose of this article is to conduct a literature review to identify physiological aspects associated with Down syndrome (SD), oral and systemic implications in oral patients; as well as the repercussions on dental treatment. The databases used were: Lilacs, Bireme and Scielo in the search of articles related to ED in the period from January 1999 to 2016. After the study it was concluded that inclusion of the Dentist (CD) in the therapy of a child with DS is fundamental and if initiated in the oral phase can intervene in an early manner accompanying bone and dental growth and development, as well as guiding those responsible for oral habits and diseases
Descritores: Manifestações Bucais
Odontopediatria
Síndrome de Down
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica



página 1 de 26 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde