Base de dados : LILACS
Pesquisa : C08.360.940.325 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 145 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 15 ir para página                         

  1 / 145 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-950030
Autor: Cuestas, Giselle; Rodríguez, Verónica; Doormann, Flavia; Bellia Munzón, Patricio; Bellia Munzón, Gastón.
Título: Papilomatosis laríngea: una causa poco frecuente de disfonía en el niño. Serie de casos / Laryngeal papillomatosis: A rare cause of dysphonia in the child. Case series
Fonte: Arch. argent. pediatr;116(3):471-475, jun. 2018. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La papilomatosis laríngea juvenil es una enfermedad infrecuente causada por el virus del papiloma humano, principalmente, los tipos 6 y 11. Es el tumor laríngeo benigno más común en los niños. Debe pensarse, en esta patología, en todo niño con disfonía persistente y progresiva, acompañada o no de estridor y dificultad respiratoria. La laringoscopía flexible con anestesia local permite visualizar las típicas lesiones de características verrugosas. El diagnóstico se confirma mediante la anatomía patológica. El tratamiento existente es paliativo y consiste, principalmente, en la escisión quirúrgica de los papilomas para mantener la vía aérea sin obstrucción y mejorar la calidad de la voz, pero tiene una alta tasa de recidiva. Se presentan 20 pacientes con papilomatosis laríngea juvenil. Se describen las manifestaciones clínicas, el diagnóstico y el tratamiento de esta patología.

Juvenile laryngeal papillomatosis is an uncommon disease caused by human papilloma virus, mainly types 6 and 11. It is the most common benign laryngeal tumor in children. This condition should be suspected in any children with persistent and progressive dysphonia with or without stridor and respiratory distress. Flexible laryngoscopy under local anesthesia allows to visualize the typical wart-like lesions. The diagnosis is confirmed by pathological anatomy. Existing treatment is palliative and consists mainly of the surgical excision of the papillomas to maintain the airway without obstruction and to improve the quality of the voice, but it has a high rate of relapse. We present 20 patients with juvenile laryngeal papillomatosis. We describe the clinical manifestations, the diagnostic methods and the treatment of this pathology.
Descritores: Papiloma/diagnóstico
Neoplasias Laríngeas/diagnóstico
Disfonia/etiologia
Laringoscopia/métodos
-Papiloma/fisiopatologia
Papiloma/terapia
Neoplasias Laríngeas/fisiopatologia
Neoplasias Laríngeas/terapia
Anestésicos Locais/administração & dosagem
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  2 / 145 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-950589
Autor: Medeiros, Jessica da Silva Andrade; Santos, Stephanie Mayra de Moraes; Teixeira, Letícia Caldas; Gama, Ana Cristina Côrtes; Medeiros, Adriane Mesquita de.
Título: Sintomas vocais relatados por professoras com disfonia e fatores associados / Vocal symptoms reported by teachers with dysphonia and associated factors
Fonte: Audiol., Commun. res;21:e1553, 2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: RESUMO Objetivo Verificar o número de sintomas vocais relatados por professoras e a relação com a autopercepção das limitações das atividades diárias associadas à voz, aspectos pessoais, ocupacionais e clínicos. Métodos Trata-se de estudo realizado por meio da análise de dados secundários dos prontuários das professoras atendidas no ambulatório de voz de um hospital de ensino. As informações de interesse foram: idade, número de turnos lecionados, atividades paralelas à docência, uso de ventilador, ruído de conversação, poeira, ruído de obras, ruído externo, hábito de gritar, tabagismo, hidratação, uso de pastilha, prática de atividade física associada à fala, tipo e grau da disfonia, sintomas vocais proprioceptivos e respostas ao Protocolo do Perfil de Participação e Atividades Vocais (PPAV). Foi realizada análise descritiva e inferencial. Resultados Foram coletadas informações de 103 prontuários, nos quais se verificou elevada prevalência de sintomas vocais, sendo os mais frequentes: fadiga após o uso prolongado da voz, garganta seca, pigarro e ardência. Observou-se associação entre o número de sintomas vocais e o hábito de gritar, ruído de conversação e percepção do impacto da disfonia pelas docentes. O número de sintomas vocais autorrelatados foi positivamente correlacionado com todos os parâmetros avaliados pelo PPAV. Conclusão Há elevada frequência de sintomas vocais proprioceptivos entre as professoras. O ruído por conversação e o hábito de gritar estão associados ao número de sintomas vocais, assim como os parâmetros de autopercepção do impacto da disfonia, segundo o PPAV.

ABSTRACT Purpose Check the number of vocal symptoms reported by teachers and the relationship with the self-perception of the limitations of daily activities associated to the voice, personal, occupational and clinical aspects. Methods Refers to a study performed by the analysis of secondary data from medical records of teachers attended at the voice ambulatory of a teaching hospital. The informations of interest were: age, number of taught shifts, parallel activities to teaching, fan use, conversational noise, dust, construction noise, external noise, screaming, smoking habit, hydration, pellet use, physical activity associated with speech, type and degree of dysphonia, proprioceptive vocal symptoms and responses to the Protocol of the Profile of Participation and Vocal Activities (PPVA). It was realized a descriptive and inferential analysis. Results Were collected informations of 103 medical records, where it was found high prevalence of vocal symptoms, with the most frequent: fatigue after prolonged use of the voice, dry throat, throat clearing and burning. It was observed an association between the number of vocal symptoms and the scream habit, conversational noise and perception of the impact of dysphonia by teachers. The number of self-reported vocal symptoms was positively correlated with all parameters evaluated by PPVA. Conclusion There is high frequency of proprioceptive vocal symptoms among the teachers. The noise of conversation and scream habit are associated with the number of vocal symptoms, as well as the parameters of self-perception of the impact of dysphonia contained in the PPVA.
Descritores: Distúrbios da Voz
Saúde do Trabalhador
Disfonia
Serviços de Saúde do Trabalhador
-Qualidade de Vida
Qualidade da Voz
Epidemiologia Descritiva
Distúrbios Somatossensoriais
Promoção da Saúde
Hospitais de Ensino
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 145 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-704898
Autor: Bernik, Vladimir.
Título: Meeting: Pain & Depression / Reunião: Pain & Depressão
Fonte: RBM rev. bras. med;70(3,n.esp), maio-jun. 2013.
Idioma: pt.
Descritores: Disfonia
Faringe
Laringe
Pele
Proteinose Lipoide de Urbach e Wiethe
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  4 / 145 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1019477
Autor: Molini-Avejonas, Daniela Regina; Santos, Thaís Helena Ferreira; Oliveira, Sandra Rodrigues de; Rondon-Melo, Silmara; Cartolano, Fernanda Parsequian.
Título: Caracterização dos sistemas de referência e contrarreferência em um serviço de fonoaudiologia de alta complexidade na cidade de São Paulo / Effectiveness of referral and counter-referral systems in a high-complexity Speech, Language and Hearing healthcare service in the city of São Paulo
Fonte: Audiol., Commun. res;23:e1859, 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Introdução Conhecer o fluxo de referência e contrarreferência de serviços de saúde de alta complexidade é imprescindível para o aperfeiçoamento da assistência fonoaudiológica. Objetivo Analisar o fluxo de pacientes de um serviço de Fonoaudiologia de alta complexidade no Sistema Único de Saúde (SUS). Métodos Estudo descritivo, realizado em serviço de Fonoaudiologia de hospital de alta complexidade. Foram analisados os dados de 373 usuários submetidos à triagem fonoaudiológica (consulta a prontuários). As variáveis analisadas foram: perfil sociodemográfico e fonoaudiológico; origem dos usuários (referência); tempo entre a referência e a realização da triagem; encaminhamentos após a triagem (contrarreferência); tempo entre a conclusão da triagem e o primeiro atendimento fonoaudiológico no serviço de contrarreferência; grau de satisfação com o atendimento fonoaudiológico de contrarreferência. Resultados Predominaram indivíduos com idades entre 0 e 11 anos e 11 meses, do gênero masculino, residentes na cidade de São Paulo, com ensino fundamental incompleto. A hipótese diagnóstica fonoaudiológica de disfonia foi a mais prevalente. A maioria dos usuários foi referenciada pela atenção terciária. A média de tempo de espera para a triagem foi de 56,6 dias (intervalo predominante de 51 a 60 dias). Pouco mais da metade dos sujeitos foi encaminhada para o nível terciário. O tempo de espera pelo atendimento foi maior no nível secundário. A maioria dos usuários referiu como excelente ou bom o grau de satisfação com o atendimento. Conclusão Observou-se alto grau de resolutividade no serviço analisado (atenção terciária) e necessidade de reorganização dos sistemas de referência e contrarreferência na atenção secundária e primária.

ABSTRACT Introduction For optimum quality in Speech, Language and Hearing (SLH) healthcare, it is essential to be aware of the flow of referrals and counter-referrals for high-complexity health services. Purpose To analyze the flow of patients of a high-complexity SLH service in Brazil's Unified Health System (Sistema Único de Saúde - SUS). Methods Descriptive study, made at a Speech, language and hearing (SLH) service of a high complexity hospital. Participants were 373 users who underwent SLH screening (consultation of health records). The variables analyzed were: social-demographic profile; SLH profile; origin of referral of users; time between referral and screening being carried out; referrals after screening (counter-referral); time between conclusion of screening and first SLH consultation in the counter-referred service; and degree of satisfaction with the SLH consultation of the counter-referral. Results The largest group was the age range zero to 11 years 11 months, male, resident in the city of São Paulo, who had not completed primary education. The most prevalent initial diagnosis in SLH terms was dysphonia. The majority of users were referred to tertiary care. The average waiting time for screening was 56.6 days. Just over half the subjects were referred for tertiary care. The waiting time for care was longest at the secondary level. The majority of users stated their degree of satisfaction with the care to be excellent or good. Conclusion A high degree of resolutiveness was observed in the tertiary care service analyzed; and a need was observed in secondary and primary care for reorganization of the systems of referral and counter-referral.
Descritores: Encaminhamento e Consulta
Sistema Único de Saúde
Satisfação do Paciente
Atenção à Saúde
Serviços de Saúde
-Brasil
Triagem
Fonoaudiologia
Disfonia
Pesquisa sobre Serviços de Saúde
Limites: Seres Humanos
Masculino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança


  5 / 145 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1023257
Autor: Costa, Claudiney C; Chagas, José F. S; C. Neto, Pedro; Aquino, José L. B; Camargo, José G. T; Pascoal, Maria B. N; Oliveira, Iára Bittante de.
Título: Reabilitação vocal do laringectomizado. Nova técnica endoscópica para colocação secundária de prótese vocal / Vocal Rehabilitation of Laryngecomized. A new Endoscopic Technique for Secondary Restoration with Vocal Prosthesis
Fonte: Rev. bras. otorrinolaringol;66(6):620-625, Dez. 2000.
Idioma: pt.
Resumo: A primeira laringectomia total data de 1873, descrita, por Billroth, e foi acompanhada pela tentativa de reabilitação vocal com a prótese externa de Gussenbauer5. Nos últimos anos, as formas de reabilitação vocal evoluíram; e a utilização da fístula traqueoesofágica com uma prótese valvulada foi proposta por Blom e Singer em 198012. A colocação da prótese após a laringectomia é denominada secundária; e, apesar das evoluções referentes à prótese vocal, a colocação secundária utilizando anestesia geral e esofagoscópio rígido permanece como proposta por Blom e Singer em 1980, levando a complicações como mediastinite, celulite cervical, fratura de vértebra cervical e perfuração esofágica`'. Material e métodos: Este trabalho foi realizado em cinco pacientes laringectomizados reabilitados com prótese vocal do tipo Blom-Singer Indwelling low pressure, com colocação secundária através de nova técnica cirúrgica por endoscopia digestiva alta e sedação com midazolan, no período de junho a julho de 1999, dispensando desta maneira o uso de anestesia geral e internação. Resultados: Todos os pacientes foram reabilitados com a prótese traqueoesofágica, sem complicações relacionadas com a técnica cirúrgica, Conclusão: As vantagens desta nova técnica em relação à convencional são: 1) dispensa a anestesia geral; 2) não é necessária internação do paciente; 3) material simples e de baixo custo para colocação da prótese; 4) menores riscos de complicações, como: hemorragia digestiva alta; mediastinite; fratura de vértebras cervicais; perfuração esofágica; 5) menor trauma da mucosa da orofaringe e esôfago; 6) visualização direta do posicionamento da prótese no esôfago.

The first total laryngectomy dates of 1873 described by Billroth, and it was accompanied by the attempt of vocal rehabilitation with the Gussenbauer's external prosthesis of . In the last years the forms of vocal rehabilitation developed and the use of the tracheo esophageal fistula with a valvuled prosthesis was proposed by Blom and Singer in 198012. The placement of the prosthesis after laryngectomy is denominated secondary, and in spite of the evolutions regarding the vocal prosthesis the secondary placement using general anesthesia and rigid esophagoscopy stays as proposed by Blom and Singer in 1980, taking the complications as mediastinite, cervical cellulite, fracture of cervical vertebra, and esophageal perforation. Material and Methods: This work was accomplished in five patient submitted to total laryngectomy and rehabilitated with vocal prosthesis Blom-Singer Indwelling low pressure with secondary placement through new surgical technique by digestive endoscopy and mitigation with midazolan, in the period of June to July of 1999, releasing this way the use of general anesthesia and hospitalization. Results: All patients were rehabilitated with tracheoesophageal prosthesis, without complications related with the surgical technique. Conclusion: The advantages of this new technique in relation to the conventional are: l) releases the general anesthesia; 2) it is not necessary patient hospitalization; 3) simple material and low cost for the placement of the prosthesis; 4) smaller risks of complications, as: high digestive hemorrhage; mediastinite; fracture of cervical vertebras; esophageal perforation; 5) smaller trauma of the esophageal mucosa; 6) direct visualization of the positioning of the prosthesis in the esophagus.
Descritores: Disfonia/diagnóstico
Laringectomia/métodos
Laringe Artificial
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 145 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1023099
Autor: Lopes, Milene V; Behalau, Mares; Brasil, Osiris O. C. do; Andrade, Deborah.
Título: A utilização da fonação inspiratória na caracterização das lesões benignas da laringe / The Use of Inspiratory Phonation t Characterize Laringeal Benign Lesions
Fonte: Rev. bras. otorrinolaringol;66(5):512-518, Out. 2000.
Idioma: pt.
Resumo: Fonação inspiratória é a produção da voz na inspiração. Além de ser uma técnica fonoaudológica eficaz, tal manobra já foi empregada no auxílio diagnóstico de tumores do vestíbulo laríngeo. Objetivo: O objetivo do presente trabalho é utilizar a fonação inspiratória no diagnóstico clínico das lesões benignas das pregas vocais e verificar sua contribuição na identificação e caracterização das mesmas. Material e método: Foram submetidos ao exame 31 indivíduos com lesão de massa e disfonia. Após a emissão habitual das vogais durante o exame laríngeo, os pacientes foram solicitados a realizar a fonação inspiratória. Os dados das imagens gravadas nas duas formas de fonação, inspiratória e expiratória, foram comparados e analisados de acordo com diversos parâmetros. Resultados: Como resultados, pudemos observar que a fonação inspiratória contribuiu para o diagnóstico em 90,32% dos casos, auxiliando a definir melhor a lesão laríngea, particularmente na identificação de cistos nas pregas vocais, permitindo a localização nas camadas da lâmina própria. De modo geral, quanto mais superficial for a lesão, maior será a expansão da camada superficial da lâmina própria e melhor a visualização do ligamento vocal. Por outro lado, quanto mais profunda a lesão, menor ou ausente será a expansão observada na camada superficial da lâmina própria e menor a visualização do ligamento vocal. Conclusão: Desta forma, a utilização da fonação inspiratória contribuiu para o diagnóstico e caracterização das lesões da cobertura das pregas vocais, possibilitando precisar a localização da lesão e demonstrando que a integridade da mucosa é fundamental para a visualização do ligamento vocal.

Inspiratory phonation is the voice produced during inspiration. Besides being a powerful therapeutic technique, this strategy was already used to help in the identification of laryngeal vestibule tumors. Aim: The goal of the present study is to verify the contribution of inspiratory phonation for clinical diagnosis of laryngeal benign mass lesions. Material and method: Thirty-one participated at this study, - with mass lesions and vocal complaints. Patients were asked to do both normal expiratory sustained phonation followed by an inspiratory one. Both images were taped and selected parameters were thus analyzed. Results: The main results indicated that inspiratory phonation have contributed to diagnosis in 90,32% of the cases. Inspiratory phonation has helped to define the mass lesion, particularly when vocal cysts were considered, leading to define the location of the lesion on the lamina propria. The more superficial the lesion, the larger mucosal expansion obtained, the better the vocal ligament visualization. The deeper the lesion, the smaller mucosal expansion and sometimes no vocal ligament visualization at all. Conclusion: Therefore, inspiratory phonation for diagnostic purposes contributes to characterize vocal fold cover mass lesions, enhancing the ability to localize the lesion and to establish the integrity of the mucosa through the vocal ligament visualization.
Descritores: Laringe/fisiologia
Laringe/lesões
Laringe/diagnóstico por imagem
-Disfonia/diagnóstico
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 145 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1023090
Autor: Eckley, Claudia A; Duprat, André C; Carvalho, Maria F. P; Liquidato, Branca; Moreira, André F; Costa, Henrique O.
Título: Paralisia laríngea na infância / Vocal Fold Paralysis in Children
Fonte: Rev. bras. otorrinolaringol;66(5):500-504, Out. 2000.
Idioma: pt.
Resumo: A paralisia laríngea na infância apresenta-se de forma bastante distinta da forma como ela se apresenta nos adultos, devido às menores dimensões laríngeas e as etiologias mais relacionadas a malformações congênitas ou traumatismos de parto ou peri-natais. É a segunda causa mais freqüente de estridor no lactente, sendo imperativo um diagnóstico adequado e precoce, para garantir a patência da via aérea e evitar aspiração. Objetivo: Relatar a experiência do serviço no diagnóstico e tratamento deste problema, que constitui um desafio ao laringologista, e discutir as dificuldades comparando-as àquelas descritas na literatura mundial. Material e método: No período de julho de 1994 a fevereiro de 2000, foram diagnosticadas e acompanhadas 17 crianças (sete meninos e 10 meninas, com média de idade de 8,4 anos) com paralisia das pregas vocais em nosso Serviço. O diagnóstico foi feito pela história clínica e o exame nasofibrolaringoscópico. Resultados: Oito pacientes apresentavam paralisia unilateral; e nove, bilateral. A principal causa foi relacionada à correção cirúrgica de malformação cardíaca (40%), seguida de alterações congênitas ou adquiridas do sistema nervoso central (SNC) (30%). Na maioria, as crianças foram tratadas conservadoramente, sendo que três dos quatro casos submetidos à cirurgia laríngea somente foram assim tratados após no mínimo um ano de evolução. Quatro casos apresentaram regressão espontânea parcial ou total da paralisia após 15 meses de seguimento em média. O tempo médio de seguimento foi de 3,1 anos. Discussão e conclusões: As fibras ópticas flexíveis viabilizaram o diagnóstico não invasivo das paralisias laríngeas na infância e possibilitaram seu acompanhamento. Sempre que possível, evitamos intervenção cirúrgica nas crianças antes de seis meses a um ano de evolução, devido à chance de regressão espontânea.

Vocal fold (VF) paralysis in childhood presents in a distinctly from that of adults mostly because of the smaller size of the infantile larynx, but also because the causes are frequently related to congenital abnormalities or birth traumas. It is the second most common cause of stridor in childhood, thus it must be diagnosed and treated early and adequately to secure the airway and feeding. Objectives: Report the authors' experience in the diagnosis and treatment of children with uni or bilateral vocal fold paralysis comparing the difficulties encoutered to those reported in literature. Material and methods: Seventeen children (seven boys and 10 girls) were diagnosed and treated for VF paralysis from July,1994 to February, 2000. Diagnosis was made based on history and fibreoptic examination of the larynx and upper airways. Results: Eight patients presented unilateral VF paralysis and nine had bilateral paralysis. Paralysis was mostly secondary to surgical correction of congenital heart deformities (40%) followed closely by congenital or acquired central nervous system abnormalities (30%). The majority of children were treated conservatively. Three of the four patients who eventually were submitted to laryngeal surgery were only operated after a 1-year follow-up period. Four cases resolved spontaneously after a mean 15-month follow-up period. The average follow-up period was 3,1 years. Discussion and conclusions: Flexible endoscopy has made possible a non-invasive diagnosis and follow-up of laryngeal VF paralysis in children. Whenever possible conservative or reversible treatment should be augmented in order to allow spontaneous recovery of the vocal fold paralysis.
Descritores: Paralisia das Pregas Vocais/diagnóstico
Paralisia das Pregas Vocais/fisiopatologia
-Disfonia/diagnóstico
Laringe/fisiologia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 145 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Weckx, Luc L. M
Texto completo
Id: biblio-1022940
Autor: Freitas, Marcos R; Pela, Sandra; Gonçalves, Maria L. R; Fujita, Reginaldo R; Pontes, Paulo A. L; Weckx, Luc L. M.
Título: Disfonia Crônica na infância e Adolecência: Estudo Retrospectivo / Chronic Voice Disorders in Children and Teenagers: A retrospective Study
Fonte: Rev. bras. otorrinolaringol;66(5):480-484, Out. 2000.
Idioma: pt.
Resumo: Disfonia é um distúrbio da comunicação humana, no qual a voz não consegue cumprir seu papel básico de transmissão da mensagem verbal e emocional do indivíduo. Não é um sintoma incomum em crianças, com a maior parte dos estudos epidemiológicos referindo uma prevalência entre 6 e 9% de disfonia e problemas articulatórios na população geral infantil. Objetivo: Este estudo tem por objetivo discutir as principais causas de disfonia entre crianças e adolescentes atendidos em um ambulatório especializado de hospital terciário. Material e método: Foram avaliados, de forma retrospectiva, 49 pacientes (32 meninos e 17 meninas) com queixa de alteração de voz, atendidos no ambulatório da Disciplina de Otorrinolaringologia Pediátrica da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP/ EPM). Resultados: A idade variou de 3 a 16 anos, com um predomínio na faixa etária de 4 a 11 arcos. As lesões mais freqüentes foram os nódulos vocais (44,89%) e as alterações estruturais mínimas de laringe (36,73%). Alterações estruturais mínimas (AEM) estiveram relacionadas predominantemente a uma qualidade vocal do tipo áspero - soprosa; enquanto que nódulos vocais, a uma voz do tipo rouco - soprosa. Conclusões: Nódulos vocais são as lesões mais freqüentemente diagnosticadas entre crianças e adolescentes com queixa de disfonia, predominando em meninos menores de 12 anos de idade, e em meninas a partir dessa idade.

Dysphonia is a human communication disturb in which the voice fail in carry out its basic role of transmission of the verbal and emotional message of a person. It's not an uncommon symptom in children. The prevalence of dysphonia and articulatory problems in general population of children related in most of epidemic studies, ranges from 6 to 9%. Objective: The purpose of the present study is to discuss the main causes of dysphonia in children and teenagers seen in an outpatient department of a tertiary hospital. Material and method: Forty nine patients (32 boys and 17 girls) attended at division of pediatric otorhinolaryngology of Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP/ EPM), with complaint of voice disorder, were evaluated retrospectively. Results: The age range from 3 to 16 years old, with predominance between 4 and 11 years old. The most frequent lesions were vocal nodules (44,89%) and minimal structural alterations (36,73%). Minimal structural alterations were related mainly to harsh breathy vocal quality while vocal nodules to hoarse breathy. Conclusions: Vocal nodules are the lesions more frequently diagnosed between children and teenagers with complain of dysphonia, prevailing in boys under 12 years old, and girls from this age.
Descritores: Disfonia/complicações
Disfonia/diagnóstico
Disfonia/patologia
-Criança
Laringe/fisiologia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 145 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-676838
Autor: Urzúa B, Rodrigo; Rahal E, Maritza.
Título: Hiperostosis esquelética idiopática difusa (DISH), respecto de dos casos / Diffuse idiopathic skeletal hiperostosis, respect of two cases
Fonte: Rev. otorrinolaringol. cir. cabeza cuello;72(3):267-272, dic. 2012. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La hiperostosis esquelética idiopática difusa (DISH) o enfermedad de Forestier es una patología que presenta como principal manifestación la osificación del ligamento longitudinal anterior (LLA) y la formación de puentes óseos intervertebrales. Las repercusiones otorrinolaringológicas con poca frecuencia son descritas, siendo la disfagia, la disfonía y la disnea los síntomas más comunes. Presentamos dos casos clínicos de DISH en pacientes de sexo masculino de setenta y cuatro años y otro de setenta y un años respectivamente, con disfagia de varias semanas de evolución asociado a disfonía y disnea en un caso. Realizamos la discusión de ambos casos y de las manifestaciones otorrinolaringológicas de esta patología.

Diffuse idiopathic skeletal hiperostosis (DISH) or Forester's disease is a pathology characterized by the ossification of the anterior longitudinal ligament (ALL) and the formation of intervertebral osseous bridges. The otolaryngology repercussions are rarely described, dysphagia, hoarseness and dyspnea being the most common symptoms. We present a clinical case of two patients with DISH in a 74 year-old male patient and another of 71 year-old respectively, suffering from several weeks of dysphagia associated with dysphonia and dyspnea in one case. We are going to discuss both cases together with the otolaryngological manifestations of this pathology.
Descritores: Transtornos de Deglutição/etiologia
Hiperostose Esquelética Difusa Idiopática/complicações
Dispneia/etiologia
Disfonia/etiologia
-Hiperostose Esquelética Difusa Idiopática/cirurgia
Hiperostose Esquelética Difusa Idiopática/diagnóstico por imagem
Limites: Seres Humanos
Masculino
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CL30.1 - Biblioteca


  10 / 145 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-679047
Autor: Osorio M, Jaime; Faraggi A, Marcelo; Cardemil M, Felipe.
Título: Linfoma no Hodgkin laríngeo: reporte de un caso / Laryngeal non Hodgkin lymphoma: case report
Fonte: Rev. otorrinolaringol. cir. cabeza cuello;73(1):73-78, abr. 2013. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Los linfomas de la laringe son infrecuentes, correspondiendo a menos del 1% de las neoplasias de esta ubicación. La detección temprana puede permitir una mejor atención y eventualmente un mejor pronóstico. Se presenta un caso de linfoma no Hodgkin supraglótico derecho, correspondiente a una paciente de sexo femenino de 68 años, que consulta por disfonía progresiva de varios meses de evolución que se intensifica durante el último mes. La nasofibroscopía mostró una lesión tumoral que comprometía el repliegue aritenoepiglótico derecho, con mucosa sana. La tomografía axial computarizada objetivó un tumor de hemilaringe derecha de aspecto sólido que se extendía desde la base de la epiglotis hasta la glotis. La resonancia magnética informó un proceso expansivo que comprometía la región supraglótica derecha, de aspecto benigno, sin infiltración. Se extirpó un tumor submucoso en su totalidad por tirotomía media. En el examen histopatológico se observaron elementos compatibles con linfoma no Hodgkin difuso, lo que fue confirmado por técnica de inmunohistoquímica. Se trató con esquema CHOP de quimioterapia. No ha habido recidiva tumoral al 3° año de seguimiento. Los linfomas no Hodgkin de laringe son poco frecuentes. Se describen las características y manejo de este tipo de tumores.

Lymphomas of the larynx are rare, accounting for less than 1%% of neoplasms in this location. Early detection can allow better care, and possibly a better prognosis. We present a case of a right supraglottic Non-Hodgkin Lymphoma, corresponding to a female patient of 68 years who consulted for hoarseness of several months that progressed during the last month. Fibroscopic evaluation showed a tumor involving the right aryepiglottic fold, without mucosal lesion. Computed tomography showed a solid tumor of the right hemilarynx, that extends from base of epiglottis to glottis. Magnetic resonance showed tumor expansion process that involves the right epiglottic region, of benign appearence, without infiltration. We perform a complete removal of the submucosal tumor externally by a medial laryngeal thyroidotomy. Histopathological examination showed elements compatible with diffuse Non-Hodgkin Lymphoma, which was confirmed by immunohistochemestry. CHOP chemotherapy was indicated. Currently, patient followed up for 3 years, with no signs of tumor recurrence. Non-Hodgkin Lymphomas of the larynx are rare. We describe the characteristics and management of these tumors.
Descritores: Linfoma não Hodgkin/cirurgia
Linfoma não Hodgkin/diagnóstico
Neoplasias Laríngeas/cirurgia
Neoplasias Laríngeas/diagnóstico
-Linfoma não Hodgkin/tratamento farmacológico
Imuno-Histoquímica
Imagem por Ressonância Magnética
Tomografia Computadorizada por Raios X
Neoplasias Laríngeas/tratamento farmacológico
Disfonia/etiologia
Limites: Seres Humanos
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CL30.1 - Biblioteca



página 1 de 15 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde