Base de dados : LILACS
Pesquisa : C09.218.458.341.900 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 77 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 8 ir para página                    

  1 / 77 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-785829
Autor: Barreto, Monique Antunes de Souza Chelminski; Ledesma, Aleluia Lima Losno; Oliveira, Carlos Augusto Costa Pires de; Bahmad Jr, Fayez.
Título: Intratympanic corticosteroid for sudden hearing loss: does it really work? / Corticosteroide intratimpânico para perda súbita da audição: isso realmente funciona?
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);82(3):353-364tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT INTRODUCTION: Sudden deafness is characterized by an abrupt hearing loss of at least 30 dB in three sequential frequencies in the standard pure tone audiogram over three days or less. Treatment is based on its etiology, and oral corticosteroids are widely used. Intratympanic corticosteroids are included as primary or secondary treatment when there is no improvement with the use of oral corticosteroids. OBJECTIVE: To determine the effectiveness of therapy with intratympanic steroids in sudden deafness. METHODS: A systematic review was performed of publications on the topic in the databases of PubMed/MEDLINE, with the keywords: sudden deafness, sudden hearing loss, and corticosteroids. RESULTS: Thirty scientific studies were analyzed. As to the objectives of the study analyzed, 76.7% sought to evaluate the use of intratympanic therapy salvage after failure to conventional treatment, and intratympanic therapy was used as the primary treatment 23.3% of the studies. CONCLUSION: Intratympanic corticosteroid therapy is prescribed primarily when there is failure of conventional therapy and when it is limited to use systemic corticosteroids, such as the diabetic patient.

Resumo Introdução: A surdez súbita é caracterizada por uma perda abrupta da audição de pelo menos 30 dB em três frequências sequenciadas no audiograma tonal de rotina ao longo de três dias, oumenos. O tratamento é fundamentado em sua etiologia e corticosteroides orais são amplamenteutilizados. A terapia com corticosteroide intratimpânico foi incluída como tratamento primárioou secundário nos casos em que não houve melhora com o uso de corticosteroides orais. Objetivo: Determinar a eficácia da terapia intratimpânica com esteroides em casos de surdez súbita. Método: Foi realizada uma revisão sistemática das publicações sobre o tópico no banco dedados Pubmed/Medline, com as palavras-chave: surdez súbita, perda súbita da audição e corticosteroides. Resultados: Foram analisados 30 estudos científicos. Com relação aos objetivos dos estudos analisados, 76,7% procuravam avaliar o uso da terapia intratimpânica em seguida ao insucesso com o tratamento convencional; a terapia intratimpânica foi empregada como tratamento primário em 23,3% dos estudos. Conclusão: A terapia com corticosteroide intratimpânico é prescrita primariamente nos casos de insucesso com a terapia convencional e quando há limitação para o uso de corticosteroides sistêmicos, como ocorre com o paciente diabético.
Descritores: Dexametasona/administração & dosagem
Metilprednisolona/administração & dosagem
Corticosteroides/administração & dosagem
Perda Auditiva Súbita/tratamento farmacológico
-Membrana Timpânica
Administração Oral
Resultado do Tratamento
Perda Auditiva Súbita/complicações
Injeção Intratimpânica
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889284
Autor: Taşdöven, Gülin Ergun; Derin, Alper Tunga; Yaprak, Neslihan; Özçağlar, Hasan Ümit.
Título: The place of hyperbaric oxygen therapy and ozone therapy in sudden hearing loss / O papel da oxigenoterapia hiperbárica e da ozonioterapia na surdez súbita
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);83(4):457-463, July-Aug. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: It is difficult to evaluate the effect of drugs clinically used for idiopathic sudden sensorineural hearing loss, mainly because its underlying mechanism remains unknown. Objective: This study assessed the efficacy of hyperbaric oxygen therapy or ozone therapy in the treatment of idiopathic sudden sensorineural hearing loss, when either therapy was included with steroid treatment. Methods: A retrospective analysis examined 106 patients with idiopathic sudden sensorineural hearing loss seen between January 2010 and June 2012. Those with an identified etiology were excluded. The patients were divided into three treatment groups: oral steroid only (n = 65), oral steroid + hyperbaric oxygen (n = 26), and oral steroid + ozone (n = 17). Treatment success was assessed using Siegel criteria and mean gains using pre- and post-treatment audiograms. Results: The highest response rate to treatment was observed in the oral steroid + ozone therapy group (82.4%), followed by the oral steroid + hyperbaric oxygen (61.5%), and oral steroid groups (50.8%). There were no significant differences in the response to treatment between the oral steroid and oral steroid + hyperbaric oxygen groups (p < 0.355). The oral steroid + ozone group showed a significantly higher response rate to treatment than the oral steroid group (p = 0.019). There were no significant differences between the oral steroid + hyperbaric oxygen and oral steroid + ozone groups (p = 0.146). Conclusion: The efficiency of steroid treatment in patients with severe hearing loss was low. It was statistically ascertained that adding hyperbaric oxygen or ozone therapy to the treatment contributed significantly to treatment success.

Resumo Introdução: É difícil avaliar o efeito dos fármacos clinicamente usados na surdez súbita idiopática, principalmente porque o seu mecanismo subjacente se mantém desconhecido. Objetivo: Avaliar a eficácia da oxigenoterapia hiperbárica ou ozonioterapia no tratamento de surdez súbita, quando uma ou outra terapia é incluída no tratamento com esteroides. Método: Uma análise retrospectiva examinou 106 pacientes com surdez súbita atendidos entre janeiro de 2010 e junho de 2012. Aqueles com uma etiologia identificada foram excluídos. Os pacientes foram divididos em três grupos de tratamento: apenas esteroide oral (n = 65), esteroide por via oral + oxigenoterapia hiperbárica (n = 26) e esteroides por via oral + ozônio (n = 17). O sucesso do tratamento foi avaliado com critérios de Siegel e os ganhos médios com audiogramas pré e pós-tratamento. Resultados: A taxa de resposta mais elevada para o tratamento foi observada no grupo de esteroide + ozonioterapia (82,4%), seguida por grupos de esteroide oral + oxigenoterapia hiperbárica (61,5%) e esteroide oral (50,8%). Não houve diferenças significantes na resposta ao tratamento entre os grupos de esteroide oral e esteroides + oxigenoterapia hiperbárica (p < 0,355). O grupo de esteroide oral + ozônio apresentou uma taxa de resposta significantemente mais elevada ao tratamento do que o grupo de esteroide oral (p = 0,019). Não houve diferenças significantes entre os grupos de esteroide oral + oxigenoterapia hiperbárica e esteroide oral + ozônio (p = 0,146). Conclusão: A eficiência do tratamento com esteroides em pacientes com perda auditiva grave foi baixa. Verificou-se estatisticamente que a adição de oxigenoterapia hiperbárica ou ozonioterapia ao tratamento contribuiu significantemente para o sucesso do tratamento.
Descritores: Ozônio/administração & dosagem
Esteroides/administração & dosagem
Perda Auditiva Súbita/terapia
Oxigenação Hiperbárica/métodos
-Audiometria
Índice de Gravidade de Doença
Estudos Retrospectivos
Resultado do Tratamento
Terapia Combinada
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889331
Autor: Ergözen, Serkan.
Título: The place of hyperbaric oxygen therapy and ozone therapy in sudden hearing loss / O papel da oxigenoterapia hiperbárica e da ozonioterapia na perda súbita de audição
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);83(6):732-732, Nov.-Dec. 2017.
Idioma: en.
Descritores: Ozônio
Oxigenação Hiperbárica
-Audiometria
Perda Auditiva Súbita
Perda Auditiva Neurossensorial
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055504
Autor: Yu, Gun Hee; Choi, Yong-Jun; Jung, Hahn Jin; Lim, Yun-Sung; Park, Seok-Won; Cho, Chang Gun; Park, Joo Hyun.
Título: A comparison of single-dose and multiple divided daily-dose oral steroids for sudden sensorineural hearing loss / Comparação entre dose única e múltiplas doses diárias de corticoides para perda auditiva neurossensorial súbita
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);85(6):733-738, Nov.-Dec. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Glucocorticoids are considered the first-line therapy for sudden sensorineural hearing loss. But there is currently no consensus on administering them as a single dose versus multiple divided daily doses. Objective: We aim to evaluate the treatment outcome of sudden sensorineural hearing loss between a single-dose and multiple divided daily doses of steroid treatment. Methods: A total of 94 patients who were diagnosed and treated for sudden sensorineural hearing loss and followed up for more than three months were reviewed retrospectively. Patients were divided into single-dose and multiple divided-dose groups, based on their medication regimens. Hearing thresholds were repeatedly measured: on the initial visit and 1 week, 1 month, and 3 months after the initial treatment. Treatment outcomes were analyzed by comparing hearing recovery rates and post-treatment audiometric changes. Results: The hearing threshold was significantly reduced at three months post-treatment in both groups. The hearing recovery rate of the single-dose group was significantly higher than that of the multiple divided-dose groups. Audiometric changes showed no statistical difference either in pure tone threshold or speech discrimination. Conclusion: When oral steroids are indicated for sudden sensorineural hearing loss, both a single dose and multiple divided doses can be effective for treatment and have comparable results. However, the single-dose regimen seems to be more efficacious than the divided-dose regimen.

Resumo Introdução: Os glicocorticoides são considerados terapia de primeira linha para perda auditiva neurossensorial súbita. Contudo, atualmente não há consenso em como para administrá-los, se em dose única ou múltiplas doses diárias. Objetivo: Nosso objetivo é avaliar o resultado do tratamento da perda auditiva neurossensorial súbita com uma dose única ou várias doses diárias de tratamento com esteróides. Método: Um total de 94 pacientes que foram diagnosticados e tratados para perda auditiva neurossensorial súbita e acompanhados por mais de três meses pós-tratamento foram avalia-dos retrospectivamente. Os pacientes foram divididos em grupos de dose única diária e dose diária dividida em múltiplas tomadas, baseado em seu regime medicamentoso. Os limiares auditivos foram medidos repetidamente: na visita inicial e em 1 semana, 1 mês e 3 meses após o tratamento inicial. Os resultados do tratamento foram analisados comparando-se as taxas de recuperação da audição e as alterações audiométricas pós-tratamento. Resultados: O limiar auditivo foi significativamente reduzido aos três meses pós-tratamento em ambos os grupos. A taxa de recuperação auditiva no grupo de dose única foi significativamente maior do que no grupo de dose diária dividida em múltiplas tomadas. As alterações audiométricas não mostraram diferença estatística, tanto no limiar de tom puro quanto na discriminação da fala. Conclusão: Quando esteroides orais são indicados para perda auditiva neurossensorial súbita, tanto uma dose única quanto múltiplas doses podem ser eficazes para o tratamento e têm resultados comparáveis. No entanto, o regime de dose única diária parece ser mais eficaz do que o regime de dose diária dividida em múltiplas tomadas.
Descritores: Perda Auditiva Súbita/tratamento farmacológico
Glucocorticoides/administração & dosagem
Perda Auditiva Neurossensorial/tratamento farmacológico
-Audiometria de Tons Puros
Esteroides/administração & dosagem
Metilprednisolona/administração & dosagem
Prednisolona/administração & dosagem
Administração Oral
Estudos Retrospectivos
Resultado do Tratamento
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1132566
Autor: Öçal, Ramazan; Akın Öçal, Fatma Ceyda; Güllüev, Mustafa; Alataş, Necat.
Título: Is the C-reactive protein/albumin ratio a prognostic and predictive factor in sudden hearing loss? / A relação proteína C-reativa/albumina é um fator prognóstico e preditivo na surdez súbita?
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);86(2):180-184, March-Apr. 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Sudden hearing loss is a significant otologic emergency. Previous studies have revealed a coexistence of sudden hearing loss with chronic inflammation. The predictive importance of C-reactive protein/albumin values as a prognostic factor has been shown in various inflammatory and tumoral conditions. Objectives: The aim of this study was to determine whether the C-reactive protein/albumin ratio in sudden hearing loss can be used for prognostic purposes and whether there is a relationship between the neutrophil/lymphocyte ratio and the C-reactive protein/albumin ratio. Methods: A retrospective examination was made of 40 patients diagnosed with idiopathic sudden hearing loss and a control group of 45 healthy subjects. The pure tone averages of all the patients were determined on first presentation and repeated at 3 months after the treatment. The patients were separated into 2 groups according to the response to treatment. The neutrophil/lynphocyte ratio and the C-reactive protein/albumin ratios were calculated from the laboratory tests. Results: The patients included 16 females and 24 males with a mean age of 44.1 ± 14.2 years and the control group was composed of 23 females and 22 males with a mean age of 42.2 ± 13.8 years. The mean C-reactive protein/albumin ratio was 0.95 ± 0.47 in the patient group and 0.74 ± 0.13 in the control group. The difference was statistically significant (p = 0.009). The mean C-reactive protein/albumin ratio was 0.79 ± 0.12 in the response to treatment group and 1.27 ± 0.72 in the non-response group, with no significant difference determined between the groups (p = 0.418). The mean neutrophil/lymphocyte ratio was 3.52 ± 3.00 in the response to treatment group and 4.90 ± 4.60 in the non-response group, with no statistically significant difference determined between the groups (p = 0.261). Conclusion: C-reactive/albumin ratio was significantly higher in patients with sudden hearing loss than in the control group. Although C-reactive protein/albumin ratio was found to be lower in sudden hearing loss patients who responded to treatment compared to those who did not, the difference between two groups was not statistically significant.

Resumo Introdução: A perda auditiva neurossensorial súbita ou surdez súbita é uma emergência otológica significativa. Estudos anteriores revelaram uma coexistência dessa condição com inflamação crônica. A importância preditiva dos valores da relação proteína C-reativa/albumina como fator prognóstico tem sido demonstrada em várias condições inflamatórias e tumorais. Objetivos: O objetivo deste estudo foi determinar se a relação proteína C-reativa/albumina na perda auditiva neurossensorial súbita pode ser usada para fins prognósticos e se existe uma associação entre as relações neutrófilo/linfócito e proteína C-reativa/albumina. Método: Foram avaliados retrospectivamente 40 pacientes com diagnóstico de perda auditiva neurossensorial súbita idiopática e um grupo controle de 45 indivíduos saudáveis. As médias de tons puros de todos os pacientes foram determinadas na primeira consulta e repetidas 3 meses após o tratamento. Os pacientes foram separados em 2 grupos de acordo com a resposta ao tratamento. As relações neutrófilo/linfócito e proteína C-reativa/albumina foram calculadas a partir de testes laboratoriais. Resultados: Os pacientes incluíam 16 mulheres e 24 homens, com média de 44,1 ± 14,2 anos, e o grupo controle por 23 mulheres e 22 homens, com média de 42,2 ± 13,8 anos. A média da relação proteína C-reativa/albumina foi de 0,95 ± 0,47 no grupo de pacientes e de 0,74 ± 0,13 no grupo controle e a diferença foi estatisticamente significante (p = 0,009). A média da relação proteína C-reativa/albumina foi de 0,79 ± 0,12 do grupo com resposta ao tratamento e de 1,27 ± 0,72 no grupo sem resposta, sem diferença significante entre os grupos (p = 0,418). A média da relação neutrófilo/linfócito foi de 3,52 ± 3,00 no grupo com resposta ao tratamento e de 4,90 ± 4,60 no grupo sem resposta, sem diferença estatisticamente significativa entre os grupos (p = 0,261). Conclusão: A relação proteína C-reativa/albumina foi significantemente maior nos pacientes com perda auditiva neurossensorial súbita do que no grupo controle. No entanto, embora a relação proteína C-reativa/albumina tenha sido menor nos pacientes com perda auditiva neurossensorial súbita que responderam ao tratamento em comparação a aqueles que não apresentaram resposta, a diferença entre os dois grupos não foi estatisticamente significante.
Descritores: Proteína C-Reativa/análise
Metilprednisolona/uso terapêutico
Perda Auditiva Súbita/tratamento farmacológico
Perda Auditiva Súbita/sangue
Perda Auditiva Neurossensorial/tratamento farmacológico
Perda Auditiva Neurossensorial/sangue
-Prognóstico
Albumina Sérica/análise
Biomarcadores/sangue
Estudos de Casos e Controles
Valor Preditivo dos Testes
Estudos Retrospectivos
Resultado do Tratamento
Contagem de Linfócitos
Neutrófilos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1132580
Autor: Maia, Nathalia de Paula Doyle; Lopes, Karen de Carvalho; Ganança, Fernando Freitas.
Título: Vestibular evoked myogenic potentials in the prognosis of sudden hearing loss - a systematic review / O potencial evocado miogênico vestibular no prognóstico da surdez súbita - uma revisão sistemática
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);86(2):247-254, March-Apr. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Sudden hearing loss is an otorhinolaryngological emergency that often leads to severe damage to the auditory and vestibular function. The vestibular evoked myogenic potential is a test that allows a noninvasive evaluation of the otolithic system function and vestibulospinal and vestibulo-ocular pathways. Objective: To evaluate the importance of vestibular evoked myogenic potential in determining the prognosis of patients with sudden hearing loss. Methods: A search for articles published up to December 2018 was performed in the PubMed, Cochrane, VHL and LILACS databases using MeSH descriptors. Retrospective and prospective articles were included containing cervical or ocular vestibular evoked myogenic potential in sudden hearing loss patients and information on associated vertigo and/or dizziness. Results: Sixteen of 62 initially selected articles met the inclusion criteria and were analyzed. Regarding the methodology of the evaluated studies, 8 studies were prospective, six were retrospective, one contained part of the data from a retrospective analysis and another part from a prospective analysis, and one study was cross-sectional. A total of 872 patients were evaluated (50.22% males and 49.77% females) with a mean age of 51.26 years. Four hundred and twenty-six patients (50.35%) had vertigo and/or dizziness associated with sudden hearing loss. The cervical vestibular evoked myogenic potential was performed in all studies, but only seven assessed the ocular vestibular evoked myogenic potential. The cervical vestibular evoked myogenic potential showed alterations in 38.65% of 846 evaluated ears, whereas ocular vestibular evoked myogenic potential showed alterations in 47.88% of 368 evaluated ears. The hearing recovery rate was analyzed by 8 articles, with 63.4% of 410 evaluated ears showing hearing recovery. Conclusions: The studies suggest that the assessment of the vestibular system using vestibular evoked myogenic potential seems to be important in the prognosis of sudden hearing loss. For better follow-up of patients with sudden hearing loss, the emphasis should not be limited to the cochlea, but also include the diagnosis and treatment of vestibular abnormalities, regardless of the presence of vertigo.

Resumo Introdução: A surdez súbita é uma emergência otorrinolaringológica que frequentemente cursa com graves danos à função auditiva e vestibular. O potencial evocado miogênico vestibular é um exame que permite a avaliação não invasiva da função do sistema otolítico e das vias vestíbulo-espinhal e vestíbulo-ocular. Objetivo: Avaliar a importância do potencial evocado miogênico vestibular na determinação do prognóstico dos pacientes com surdez súbita. Método: Uma busca de trabalhos publicados até dezembro de 2018 foi realizada nos bancos de dados PubMed, Cochrane, BVS e Lilacs com descritores cadastrados no MeSH. Foram incluídos artigos retrospectivos e prospectivos que contivessem o potencial evocado miogênico vestibular cervical ou ocular em pacientes com surdez súbita e informações sobre vertigem e/ou tontura associados. Resultados: Dezesseis de 62 artigos selecionados inicialmente preencheram os critérios de inclusão e foram analisados. Quanto à metodologia dos trabalhos avaliados, 8 estudos foram prospectivos, seis retrospectivos, um continha parte dos dados oriunda de uma análise retrospectiva e outra parte de uma análise prospectiva e um estudo foi transversal. Foram avaliados 872 pacientes (50,22% do gênero masculino e 49,77% feminino) com média de 51,26 anos. Do total de pacientes, 426 (50,35%) apresentavam vertigem e/ou tontura associada à surdez súbita. O potencial evocado miogênico vestibular cervical foi realizado em todos os estudos, porém o potencial evocado miogênico vestibular ocular em apenas sete. O potencial evocado miogênico vestibular cervical apresentou alteração em 38,65% de 846 orelhas avaliadas, enquanto o potencial evocado miogênico vestibular ocular estava alterado em 47,88% das 368 orelhas avaliadas. A taxa de recuperação auditiva foi analisada por 8 artigos, 63,4% de 410 orelhas avaliadas apresentavam recuperação auditiva. Conclusões: Os estudos demonstram que a avaliação do sistema vestibular com o uso do potencial evocado miogênico vestibular parece ter importância no prognóstico da surdez súbita. Para melhor acompanhamento do paciente com surdez súbita a ênfase não deve se restringir à cóclea, mas também no diagnóstico e tratamento de alterações vestibulares, independentemente da presença de vertigem.
Descritores: Perda Auditiva Súbita/fisiopatologia
Potenciais Evocados Miogênicos Vestibulares/fisiologia
-Prognóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-910099
Autor: Assunção, Ben-Hur Santiago; Marques, Carolina Ferreira.
Título: Surdez súbita em paciente em uso de tadalafil: um relato de caso clínico / Sudden deafness in a patient with tadalafil use: a clinical case report
Fonte: Rev. Ciênc. Méd. Biol. (Impr.) = J. med. biol. sci;17(1):121-127, jul.17,2018. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: a Surdez Súbita (SS) é uma emergência médica de baixa prevalência, porém com potencial de perda auditiva irreversível para o paciente. Possui diversos e ainda incertos mecanismos etiopatológicos. Recentemente a literatura vem trazendo a associação da SS com a classe dos inibidores da fosdodiesterase-5 (IPDE-5), a qual inclui medicamentos para tratamento de impotência sexual. Objetivo: relatar caso clínico de paciente idoso que apresentou SS após fazer uso de medicamento da classe dos IPDE-5, pesquisando na literatura qual a provável fisiopatologia. Metodologia: trata-se de estudo qualitativo, descritivo do tipo relato de caso clínico, realizado através da coleta de dados do prontuário médico, que foram comparados com literatura especializada. Resultado: paciente masculino, 72 anos, engenheiro, procurou atendimento referindo hipoacusia e plenitude aural à direita notados subitamente há três dias. Relata ter feito uso de Tadalafil 5mg, anteriormente aos sintomas. Anamnese e exame físico direcionaram para hipótese diagnóstica de SS, de modo que exames complementares foram solicitados. À audiometria evidenciou-se perda auditiva sensorioneural moderada a severa em orelha direita. Após tratamento com prednisolona oral e mesilato de codergocrina, paciente apresentou melhora, com audiometria evidenciando perda sensorioneural leve em orelha direita. Conclusão: a relação entre SS e o uso de IPDE-5 está cada vez mais evidente de acordo com a literatura. É provável que possa haver ativação de vias de estresse celular, contribuindo para patologia
Descritores: Perda Auditiva Súbita/induzido quimicamente
Inibidores da Fosfodiesterase 5/efeitos adversos
Tadalafila/efeitos adversos
Limites: Humanos
Masculino
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1826.9 - Universidade Federal da Bahia


  8 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-975577
Autor: Khater, Ahmed; El-Anwar, Mohammad Waheed; Nofal, Ahmad Abdel-Fattah; Elbahrawy, Atef Taha.
Título: Sudden Sensorineural Hearing Loss: Comparative Study of Different Treatment Modalities
Fonte: Int. arch. otorhinolaryngol. (Impr.);22(3):245-249, July-Sept. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction Idiopathic sudden sensorineural hearing loss (ISSNHL) is hearing loss of at least 30 dB in at least 3 contiguous frequencies within at least 72 hours. There are many different theories to explain it, and many differentmodalities are used for its management, such as: systemic steroids (SSs), intratympanic steroid injection (ITSI), hyperbaric oxygen therapy (HOT), antiviral drugs, and vasodilators or vasoactive substances. Objectives This study aims to evaluate the efficacy of the combination of the most common treatmentmodalities of ISSNHL and to compare the results if HOTwas not one of the treatment modalities administered. Methods The study was conducted with 22 ISSNHL patients with ages ranging from 34 to 58 years. The patients were divided into 2 groups; group A included 11 patients managed by SSs, ITSI, antiviral therapy, and HOT simultaneously, and group B included 11 patients exposed to the aforementioned modalities, with the exception of HOT. Results After one month, all of the patients in group A showed total improvement in hearing in all frequencies, with pure tone average (PTA) of 18.1 ± 2.2, while in group B, 5/11 (45.5%) patients showed total improvement, and 6 /11 (54.5%) patients showed partial improvement, with a total mean PTA of 28.1 ± 8.7. Conclusion The early administration of HOT in combination with other clinically approved modalities (SSs, ITSI, antiviral therapy) provides better results than the administration of the same modalities, with the exception of HOT, in the treatment of ISSNHL.
Descritores: Antivirais/uso terapêutico
Perda Auditiva Súbita/terapia
Injeção Intratimpânica
Glucocorticoides/uso terapêutico
Oxigenação Hiperbárica
-Audiometria de Tons Puros
Aciclovir/uso terapêutico
Metilprednisolona/administração & dosagem
Metilprednisolona/uso terapêutico
Prednisolona/uso terapêutico
Estudos Prospectivos
Resultado do Tratamento
Terapia Combinada
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação


  9 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1023305
Autor: Ramos, Cécil C.
Título: Surdez súbita como sintoma. Inicial em tumor de ângulo pontocerebelar / Sudden Deafness like Initial Symptom in Cerebelopontine Angle Tumour
Fonte: Rev. bras. otorrinolaringol;66(6):692-695, Dez. 2000.
Idioma: pt.
Resumo: O autor faz uma revisão da literatura sobre surdez súbita e suas principais etiologias. Apresenta um caso clínico no qual este sintoma foi a queixa inicial de um paciente portador de tumor no ângulo pontocerebelar.

The author make a literature revision about sudden deafness and per prime etiology. Show a clinical case when this symptom was the initial complaint of a patient with cerebelopontine angle tumour.
Descritores: Neoplasias da Orelha/diagnóstico
Ângulo Cerebelopontino/patologia
Perda Auditiva Súbita/diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 77 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002178
Autor: Psillas, George; Rizou, Aikaterini; Rachovitsas, Dimitrios; Tsiropoulos, Gabriel; Constantinidis, Jiannis.
Título: Hearing Outcome of Low-tone Compared to High-tone Sudden Sensorineural Hearing Loss
Fonte: Int. arch. otorhinolaryngol. (Impr.);23(1):65-69, Jan.-Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction Low-tone sudden sensorineural hearing loss (SSHL) is a well-recognized disease, in which the hearing loss is restricted to low frequencies. In contrast to lowtone SSHL, high-tone SSHL is characterized by high-frequency (4,000, 8,000 Hz) hearing loss and preservation of low-, middle-frequency hearing. Objective The objective of this study is to compare the hearing recovery and longterm outcome of low-tone SSHL with those of patients affected by high-tone SSHL in a follow-up of ~ 3 years. Methods The low-tone SSHL and high-tone SSHL groups included 27 and 20 patients, respectively; the patients of both groups were treated with intravenous steroids. Predictive factors (gender, affected side, delay of treatment, follow-up time) were also examined. Results Overall, complete hearing recovery was observed in 77.7% of the patients in the low-tone SSHL group and in 15% of the patients in the high-tone SSHL group. In the high-tone SSHL group, a higher proportion of patients reported tinnitus compared with the low-tone SSHL group (13 cases [65%] versus 3 cases [11%]); however, recurrences were more common in the low-tone SSHL (22%, 6 patients) compared with the hightone SSHL (2 cases [10%]) group. No predictive factor was found to statistically impact on hearing outcome. Conclusion After initial therapy, the low-tone SSHL patients have more favorable hearing outcome than high-tone SSHL patients. However, recurrences occurred more frequently in the low-tone SSHL group, while the high-tone SSHL group was more often accompanied by residual symptoms, such as tinnitus. (AU)
Descritores: Perda Auditiva de Alta Frequência/reabilitação
Perda Auditiva Neurossensorial/reabilitação
-Prognóstico
Limiar Auditivo
Esteroides/administração & dosagem
Fatores Epidemiológicos
Estudos Retrospectivos
Seguimentos
Perda Auditiva Súbita
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação



página 1 de 8 ir para página                    
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde