Base de dados : LILACS
Pesquisa : C10.228.140.140.254 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 958 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 96 ir para página                         

  1 / 958 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-916058
Autor: Reitz, Geison Sebastião; Chirolli, Milena Julia; Gantzel, Letícia Carolina; Lunardelli, Beatriz Schmidt; Pereira, Suzana Matheus; Roesler, Helio.
Título: Efeitos da prática do suporte de peso corporal em crianças com paralisia cerebral: uma série de casos / Effects of the practice of the body weight support in children with cerebral paralysis: a series of cases
Fonte: Rev. Pesqui. Fisioter;8(3):397-403, ago., 2018. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Introdução: A paralisia cerebral (PC) é a causa mais comum de incapacidade motora na infância. Essa lesão cerebral pode resultar em comprometimentos neuromotores variados que, geralmente, estão associados à gravidade da sequela e a idade da criança. Objetivo: Avaliar a influência do Suporte de Peso Corporal (SPC) sobre a função motora e flexibilidade de crianças com paralisia cerebral. Método: Participaram do estudo sete crianças que não apresentavam o padrão de marcha, GMFCS nível IV e V, onde foi realizada a identificação do desempenho da função motora grossa por meio da Gross Motor Function Measure (GMFM), da flexibilidade por meio do teste Flexiteste,e do número de passos e distância percorrida antes e após um ano de tratamento com SPC em esteira ergométrica. Tendo assistência de dois terapeutas que auxiliavam em pontos chaves de joelho e tornozelo simulando o padrão de marcha da criança. As sessões foram realizadas uma vez por semana, durante 30 minutos. Resultado: O GMFM apresentou aumento das pontuações obtidas antes e após o tratamento, onde os itens deitar e rolar teve aumento de 14,09%, sentar teve aumento de 10,43%, engatinhar e ajoelhar teve, aumento de 7,27%, e por fim, o item em pé teve aumento de 8,10%. A variável flexibilidade apresentou diferença antes e após o tratamento, obtendo como flexibilidade inicial pequena e final médio negativa, com aumento de 7,85 pontos. Já o número de passos teve aumento de 175 passos e a distância percorrida de 132 metros Conclusão: The proposed SPC therapy in children with cerebral palsy proved to be efficient and could enhance motor performance, flexibility, number of steps and distance traveled. [AU]

Introduction: Cerebral palsy (CP) is the most common cause of motor disability in childhood. This brain injury can result in varied neuromotor compromises that are usually associated with the severity of the sequela and the child's age. Objective: To evaluate the influence of the Body Weight Support (SPC) on the motor function and flexibility of children with cerebral palsy. Methods: Seven children who did not present gait pattern, GMFCS level IV and V, participated in the study, where the identification of the gross motor function performance was performed through the Gross Motor Function Measure (GMFM), flexibility using the Flexitest test , and the number of steps and distance traveled before and after one year of SPC treadmill treatment. With assistance from two therapists assisting in key knee and ankle points simulating the child's gait pattern. The sessions were held once a week for 30 minutes. Results: The GMFM showed an increase of the scores obtained before and after the treatment, where the items of throwing and rolling had an increase of 14.09%, sitting had an increase of 10.43%, crawling and kneeling had an increase of 7.27% and finally, the standing item increased by 8.10%. The flexibility variable showed difference before and after treatment, obtaining as initial small flexibility and medium negative end, with increase of 7.85 points. However, the number of steps increased by 175 steps and the distance covered by 132 meters. Conclusion: The proposed physiotherapeutic treatment (SPC) presented to these patients with cerebral palsy was efficient and could increase motor performance, flexibility, number of steps and distance traveled. [AU]
Descritores: Paralisia Cerebral/reabilitação
Modalidades de Fisioterapia
Locomoção
-Peso Corporal
Teste de Esforço
Movimento
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 958 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Motta, Maria da Graça Corso da
Texto completo
Id: biblio-1135785
Autor: Freitag, Vera Lucia; Milbrath, Viviane Marten; Motta, Maria da Graça Corso da.
Título: Tornar-se mãe de uma criança com paralisia cerebral: sentimentos vivenciados / Conviértete en madre de un niño con parálisis cerebral: sentimientos experimentados / Becoming the mother of a child with cerebral palsy: feelings experienced
Fonte: Psicol. Estud. (Online);25:e41608, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: compreender a vivência da mulher ao tornar-se mãe de uma criança com necessidades especiais decorrentes da paralisia cerebral. Metodologia: estudo qualitativo, fenomenológico/hermenêutico, realizado em um município ao norte do Rio Grande do Sul/Brasil, com dez mães/cuidadoras de crianças/adolescentes com paralisia cerebral, entre abril a junho/2015. Para a coleta de informações utilizou-se a entrevista fenomenológica. A interpretação compreendeu abordagem hermenêutica. Resultados: a mãe, ao receber o diagnóstico de paralisia cerebral, ocorre uma reorganização do seu modo de ser-no-mundo para se adaptar à nova situação existencial. E, a partir desse momento, inicia um viver em função do cuidado do filho. Conclusões: o estudo traz a possibilidade de reflexão para os profissionais de saúde a fim de compreender todo o processo vivenciado pela mãe, auxiliando-a nesta nova situação existencial, compreendendo-a nas fases que compõem o processo de adaptação à condição de mãe de uma criança com paralisia cerebral.

RESUMEN Objetivo: comprender la vivencia de la mujer al convertirse en madre de un niño con necesidades especiales derivadas de la parálisis cerebral. Metodología: estudio cualitativo, fenomenológico hermenéutico, realizado en un municipio al norte del estado Rio Grande do Sul, Brasil, con diez madres cuidadoras de niños adolescentes con parálisis cerebral, entre los meses de abril a junio del 2015. Para la recolección de informaciones se utilizó la entrevista fenomenológica. La interpretación comprendió el enfoque hermenéutico. Resultados: la madre al recibir el diagnóstico de parálisis cerebral pasa por una reorganización de su habitual modo de ser en el mundo para adaptarse a la nueva situación existencial. A partir de ese momento, pasa a vivir en función del cuidado del hijo. Conclusiones: este estudio da la posibilidad de reflexión para profesionales de la salud a fin de comprender todo el proceso vivido por la madre, ayudándola en esta nueva situación existencial, comprendida en cada una de las fases que componen el proceso de adaptación a la vida en condición de madre de un niño con parálisis cerebral.

ABSTRACT Objective: to understand the woman's experience of becoming a mother of a child with special needs from cerebral palsy. Methodology: this was a qualitative, phenomenological hermeneutic study carried out in a municipality in the north of the State of Rio Grande do Sul, Brazil, with ten mothers who were caring for children/adolescent with cerebral palsy between April and June 2015. Phenomenological interviews were used to collect information. The interpretation included the hermeneutic approach. Results: the mother upon receiving the diagnosis of cerebral palsy goes through a reorganization of her habitual way of being-in-the-world to adapt herself to the new existential situation. From that moment on, she started to live according to the child's care. Conclusions: This study provides the possibility of reflection for health professionals in order to understand the whole process experienced by the mother, helping her in this new existential situation, understanding her in the phases that make up the process of adaptation to the condition of being the mother of a child with cerebral palsy.
Descritores: Paralisia Cerebral/psicologia
Crianças com Deficiência/psicologia
Relações Mãe-Filho/psicologia
-Choque/psicologia
Luto
Cuidadores/psicologia
Diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  3 / 958 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1037915
Autor: Dezoti, Ana Paula.
Título: Influência da rede social de apoio às famílias na promoção do desenvolvimento da criança com paralisia cerebral / Influence of social network of support to families in promoting the development of the child with cerebral palsy.
Fonte: Curitiba; s.n; 20131206. 93 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Paraná para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa, e teve por objetivo descrever os elementos das redes sociais de apoio das famílias de crianças com Paralisia Cerebral e explicitar como as redes sociais de apoio possibilitam a promoção do desenvolvimento e do cuidado da criança com Paralisia Cerebral. A pesquisa foi realizada no Projeto Órtese e Prótese (POP), o qual se trata de um Projeto de Extensão Permanente, coordenado pelo Departamento de Enfermagem (Denf), da Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO), no município de Guarapuava, sede da 5ª Regional de Saúde do Estado do Paraná. Os participantes da pesquisa foram dezenove membros das famílias de crianças com paralisia cerebral, que estão cadastrados e em atendimento no POP e atenderam aos critérios de inclusão: ser morador do município de Guarapuava - PR; ser familiar de crianças, de 0 a 12 anos, com paralisia cerebral, cadastradas e, em atendimento contínuo no POP, devido à paralisia cerebral. A coleta de dados ocorreu no período de novembro de 2012 a janeiro de 2013, por meio de entrevista e grupo focal. As falas dos sujeitos foram analisadas utilizando-se a técnica de análise categorial temática. A partir dos resultados, apresentou-se a caracterização das famílias das crianças com PC, seguida pelas categorias temáticas, nominadas Mapa Mínimo de Relações das Famílias de Crianças com Paralisia Cerebral, na qual foi descrito os elementos da rede; Apoio Familiar em que desponta uma rede social de apoio adensada nos membros da família; Apoio Social nas Relações Comunitárias: uma busca constante, que ressalta a procura destas famílias por instituições para reabilitação e tratamento dos seus filhos. Utilizou-se o MMR para representar a formatação da rede social de apoio destas famílias e neste verificou-se que o apoio concentra-se nas relações familiares e comunitárias, com ausência nas relações de amizade. Esta figura do MMR expressa à organização da rede social de apoio que reflete a vivência da família com a condição crônica da criança com paralisia cerebral. A organização da rede social de apoio reflete a vivência da família da criança com paralisia cerebral. Para atender essas necessidades é importante que os profissionais de saúde identifiquem a rede social de apoio destas famílias e compreendam como estas a utilizam. Para tanto, os profissionais de saúde podem valer-se do MMR como ferramenta a ser utilizada na atenção básica da saúde para compreender a forma de organização do apoio destas, bem como estimular a família a fortalecer sua rede social de apoio.

This is a descriptive study with a qualitative approach, and aimed to describe the elements of social support networks of families of children with Cerebral Palsy and explain how social support networks enable the promotion of the development and care of children with paralysis brain. The survey was conducted in Prosthetics and Orthotics Project (POP), which it is a Permanent Extension Project, coordinated by the Department of Nursing (Denf), Universidade Estadual do Centro - Oeste (UNICENTRO), in Guarapuava, thirst 5th Regional Health of the State of Paraná. Survey participants family members of children with cerebral palsy, who are registered and in attendance at POP were nineteen and met the inclusion criteria: be a resident of Guarapuava - PR, be familiar to children, 0-12 years brain, Indexed, and ongoing support in POP, paralysis due to cerebral palsy. Data collection occurred from November 2012 to January 2013, through interviews and focus groups. The statements of the subjects were analyzed using the technique of thematic categorical analysis. From the results presented the characterization of families of children with CP followed by thematic categories, nominated Map Minimum Relations of Families of Children with Cerebral Palsy, which was described in the network elements; Family Support in which one emerges social support network in densely family members; social Support in Community Relations: a constant search, underscoring the demand for these families by institutions for rehabilitation and treatment of their children. MMR was used to represent the formatting of the social support network for these families and this was found to support focuses on family and community relations, with no relations of friendship. This figure of MMR expressed the organization's social support network that reflects the experience of the family with the chronic condition of children with cerebral palsy. The organization of social support network reflects the experience of families of children with cerebral palsy. To meet these requirements it is important that health professionals identify the social support network of these families and understand how they use it. To this end, health professionals can avail themselves of the MMR as a tool to be used in basic health care to understand organizational support these, as well as encourage the family to strengthen their social support network.
Descritores: Família
Criança
Apoio Social
Desenvolvimento Infantil
Paralisia Cerebral
-Política Pública
Perfil de Saúde
Paralisia Cerebral/enfermagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico
BR501.1; 618.92836, D532


  4 / 958 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-342066
Autor: Pubillones Valdivia, Edelys; Marín Hernández, Tairí; Rodríguez Quesada, Liuba; Olivera Rios, Nirian; Santana Curbelo, Judemmys; Víctores Barzaga, Arlys.
Título: Atención Integral de enfermería a niños con afecciones neurológicas crónicas / Comprehensive nursing care to children with chronic neurological diseases
Fonte: Rev. cuba. enferm;18(3):154-9, sept.-dic. 2002. ilus, tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: La Clínica de Neurología Infantil del CIREN se encarga del estudio, tratamiento y rehabilitación de enfermedades neurológicas crónicas en niños. Sus objetivos son mostrar la experiencia acumulada en la atención de enfermería en niños con estas enfermedades; definir las acciones más efectivas según enfermedad y características del paciente, y para este fin se realiza un estudio retrospectivo en 140 pacientes ingresados entre enero 1996 y noviembre 1998. Se observa un predominio de la parálisis cerebral tipo displejia espástica. La labor de enfermería se encamina a evitar deformidades osteoarticulares y aumentar validismo, entre otras. Se aprecian pacientes con epilepsias y retardos mentales. En ellos, la labor se centra en educar a los padres en su manejo y enfrentar las implicaciones sociales que esta enfermedad ocasiona. La atención de enfermería reviste especial importancia, pues es el enfermo quien permanece en forma continua al lado del paciente, por lo que se convierte en la persona que mejor conoce sus características y limitaciones y por lo tanto, puede trabajar en hacer más placentera su vida(AU)

The Pediatric Neurological Clinics of CIREN is in charge of the study, treatment and rehabilitation of chronic neurological diseases in children. Its objectives are to show its experience in the nursing care to children suffering from these disease and set up most effective actions according to the disease and the characteristics of the patient. For this purpose, a retrospective study of 140 patients admitted to the clinics from January 1996 to November 1998 was made. There was a predominance of spastic-type cerebral palsy. Nursing labor is aimed at avoiding osteo-articular deformities and increase fitness, among other things. Patients with epilepsy and mental retardation were observed. The work of nurses is focused at educating the parents of these children in their management and in facing the social implications of this disease. Nursing care is particularly important since the nurse is the one who permanently stay on the patient's side so she/he is the one that better knows the characteristics and limitations of a patient and can work for making his/her life more comfortable(AU)
Descritores: Paralisia Cerebral/reabilitação
Assistência Integral à Saúde/métodos
Doenças do Sistema Nervoso/reabilitação
Cuidados de Enfermagem/métodos
-Estudos Retrospectivos
Limites: Humanos
Criança
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  5 / 958 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Marcon, Sônia Silva
Texto completo
Id: biblio-1129804
Autor: Demitto, Marcela de Oliveira; Furlan, Mara Cristina Ribeiro; Mai, Lilian Denise; Marcon, Sonia Silva.
Título: Percepção do cuidador domiciliar de pessoas com paralisia cerebral sobre barreiras arquitetônicas e acessibilidade / Perception of the home caretaker of individual with cerebral palsy about architectural barriers and accessibility
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;9(4):651-659, 2010-07-02.
Idioma: pt.
Resumo: The daily routine of the home caretaker of an individual with cerebral palsy (CP) it involves conditions interrelated to the architectural barriers and accessibility in the urban space. The present study aimed at to analyze the home caretaker's perception about architectural barriers and accessibility of the individuals with CP, in the municipal district of Maringá - PR. This is a study of qualitative character carried out in March 2010. Home caretakers of students with CP, residents in Maringá/PR and enrolled in the School of Special Education "Albert Sabin", were interviewed. From the perceptions of 79 caretakers, three categories emerged: The architectural barriers hinder the integration in the society: accessibility means the integration of the individual with deficiency in the society, in the sense of mobilization and shifting, access to the health services and manner of being treated by the others; Collective space: the theme represents life in a collective space and dependence of improvement in the accessibility, comparing intermunicipal relationships, downtown/districts, house/street, and co-responsibilities in the urban architecture, public or private; The caretaker's adaptation: adaptation either, physical, emotional or social. Nursing should be engaged in the fight for inclusion measures of the home caretakers and of the individuals with CP in the society, which is still a target of disregards and prejudices, as inherent condition to the right of health for all.

O cotidiano do cuidador domiciliar do indivíduo com paralisia cerebral (PC) envolve diretamente condições relativas às barreiras arquitetônicas e acessibilidade no espaço urbano. O presente estudo, que objetivou identificar a percepção do cuidador domiciliar de pessoas com PC sobre barreiras arquitetônicas e acessibilidade, é de caráter qualitativo e foi realizado em Maringá, PR, com 79 cuidadores de crianças ou adolescentes com PC matriculados em uma escola de Educação Especial. Para o tratamento dos dados utilizou-se análise de conteúdo, modalidade temática, evidenciando-se as seguintes categorias: As barreiras arquitetônicas dificultam a integração na sociedade; Convivendo em um espaço coletivo: a inserção de pessoas com PC na sociedade é de responsabilidade de todos; Desvelando adaptações durante o processo de cuidar. A sociedade em geral e os gestores devem lançar um olhar atento sobre os cuidadores domiciliares e os indivíduos com PC, no intuito de proporcionar a ambas categorias de pessoas melhores condições de acesso no espaço urbano e de integração social. A enfermagem, por sua vez, como profissão do cuidado, deve engajar-se na luta por medidas de inclusão desse binômio na sociedade, ainda alvo de descaso e preconceito, como condição inerente ao direito à saúde de todos.
Descritores: Percepção
Acessibilidade Arquitetônica
Paralisia Cerebral/psicologia
Cuidadores/psicologia
-Preconceito
Adaptação
Locomoção
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  6 / 958 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Andreolio, Cinara
Piva, Jefferson Pedro
Texto completo
Id: biblio-888897
Autor: Okumura, Lucas Miyake; Andreolio, Cinara; Giorgio, Carla Di; Carvalho, Paulo Roberto Antonacci; Piva, Jefferson Pedro.
Título: Meropenem-induced low valproate levels in a cerebral palsy child
Fonte: Braz. j. infect. dis;21(4):491-491, July-Aug. 2017.
Idioma: en.
Descritores: Tienamicinas/farmacologia
Ácido Valproico/sangue
Antibacterianos/farmacologia
Anticonvulsivantes/sangue
-Convulsões/tratamento farmacológico
Paralisia Cerebral/complicações
Paralisia Cerebral/tratamento farmacológico
Tienamicinas/uso terapêutico
Ácido Valproico/uso terapêutico
Interações Medicamentosas
Quimioterapia Combinada
Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica/tratamento farmacológico
Meropeném
Antibacterianos/uso terapêutico
Anticonvulsivantes/uso terapêutico
Limites: Humanos
Masculino
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 958 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-447116
Autor: Cersósimo, Ricardo O.
Título: Hemiparesia congénita y epilepsia: Estudio de 133 casos / Congenital hemiparesis and epilepsy. A study of 133 cases
Fonte: Med. infant;12(3):164-174, sept. 2005. tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: presentamos una serie de 133 pacientes con diagnóstico de hemiparesia congénita en los que evaluamos la etiología, características clínicas, la ocurrencia de epilepsia y sus características electroclínicas y evolutivas. Material y métodos: Revisamos las historias clínicas de 133 pacientes con hemiparesia congénita en el período comprendido entre febrero de 1989 y marzo de 2003. la edad media actual era de 4 años (rango: 1 a 25 años) y el tiempo promedio de seguimiento de 10 años (rango: 2 a 23 años). Las etiologías fueron divididas en prenatales, perinatales e indeterminadas. Investigamos la edad de comienzo, la semiología de las crisis epilépticas y los tipos de epilepsias y síndromes epilépticos. los hallazgos electroencefalográficos, neurorradiológicos: tomografía axial computarizada (TAC) y/o resonancia magnética nuclear (RMN) fueron revisados en todos los casos. Resultados:Las etiologías fueron prenatales en 96 casos, perinatales en 34, e indeterminadas en 3. Los hallazgos neurorradiológicos mostraron malformaciones del desarrollo cortical (MDC) en 76 casos; y lesiones no displásicas tales como: cortico subcorticales en 20 casos, lesiones corticales en 20 y lesiones centrales o periventriculares en 14. La epilepsia se diagnosticó en 106 de los 133 pacientes (80 por ciento), con una mediana para la edad de inicio de las crisis epilépticas fue de 2 años. Las crisis epilépticas fueron: focales motoras con o sin generalizacion secundaria en 83 casos, espasmos epilépticos en 10, crisis focales complejas en 7 pacientes, y crisis motoras aparentementa generalizadas en 7 casos. Las crisis epilépticas fueron refractarias a drogas antiepilépticas (DAEs) en 36 por ciento de los casos. Conclusión: En esta serie de 133 pacientes con hemiparesia las etiologías más frecuentes fueron las prenatales. La polimicrogiría (PMG) unilateral fue la causa más común. La epilepsia fue diagnosticada en el 80 por ciento de los casos y las crisis focales motoras con o sin g...
Descritores: Epilepsia
Paresia/congênito
Paresia/diagnóstico
Paresia/etiologia
Paralisia Cerebral
Limites: Pré-Escolar
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  8 / 958 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1140790
Autor: Herrera Sterren, Natalia; Berra, Silvina.
Título: Adaptación transcultural de un cuestionario de calidad de vida relacionada con la salud en paralisis cerebral / Cross-cultural adaptation of a questionnaire on health-related quality of life in cerebral palsy
Fonte: Rev. argent. salud publica;12:1-9, 2020.
Idioma: es.
Resumo: INTRODUCCIÓN: los indicadores de calidad de vida relacionada con la salud (CVRS) son importantes en la valoración de personas con discapacidad porque incorporan su propia perspectiva. El CP QOL (Cerebral Palsy Quality of Life) es un cuestionario australiano que mide CVRS en niños, niñas y adolescentes con parálisis cerebral por autoadministración o por informador indirecto. El objetivo del presente estudio fue obtener una versión del CP QOL-PCQ (Primary Caregiver Questionnaire) adecuada culturalmente a la población argentina, que fuera práctica y semánticamente equivalente a la versión original. MÉTODOS: se realizó una adaptación transcultural incluyendo traducción y retrotraducción por lingüistas profesionales, control de equivalencia por expertos y autores, y pruebas de comprensión mediante entrevistas cognitivas a una muestra de cuidadores. La adecuación, equivalencia y comprensión fueron comprobadas en los discursos de expertos y las respuestas de entrevistas. RESULTADOS: se tradujeron 95 ítems, y 19 se modificaron durante las etapas de revisión y consenso con expertos y autores. En las entrevistas cognitivas se detectó dificultad de comprensión y equivalencia cultural y se modificaron 6 ítems. DISCUSIÓN: se dispone de versiones del CP QOLPCQ adecuadas culturalmente a la población infantil y adolescente argentina, con pruebas de su comprensión en población diana. Sus propiedades métricas y conformación definitiva serán evaluadas próximamente
Descritores: Qualidade de Vida
Paralisia Cerebral
Criança
Inquéritos e Questionários
Adolescente
Responsável: AR650.1 - Biblioteca


  9 / 958 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Motta, Maria da Graça Corso da
Texto completo
Id: lil-661140
Autor: Milbrath, Viviane Marten; Siqueira, Hedi Crecencia Heckler de; Motta, Maria da Graça Corso da; Amestoy, Simone Coelho.
Título: Família da criança com paralisia cerebral: percepção sobre as orientações da equipe de saúde / The family of children with cerebral palsy: perception about health team orientations / Familia del niño con parálisis cerebral: percepción sobre de las orientaciones del equipo de salud
Fonte: Texto & contexto enferm;21(4):921-928, out.-dez. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: O tornar-se família de uma criança com paralisia cerebral é um processo complexo. Exige da equipe de saúde, preparo profissional, além dos aspectos éticos e estéticos do processo de cuidar dessa família. Sob este prisma, objetivou-se conhecer como a família de crianças com paralisia cerebral percebe a transmissão das orientações da equipe de saúde para o cuidado à criança com a paralisia cerebral. O estudo foi fundamentado com base na perspectiva de Heidegger e Gadamer. Consiste em um estudo qualitativo, exploratório-descritivo, realizado na cidade do Rio Grande-RS, tendo como participantes seis famílias, totalizando nove sujeitos. Utilizou-se entrevistas semiestruturadas para a coleta das informações, as quais foram analisadas segundo Análise Temática. Na interpretação das informações foram encontradas incongruências entre as orientações proferidas pela equipe de saúde e as demandas apresentadas pelas famílias para prestar o cuidado à criança com necessidades especiais. Constatou-se a relevância de uma equipe de saúde instrumentalizada para o cuidado integral, focado nas necessidades dessas crianças e suas famílias.

Becoming the family of a child with cerebral palsy is a complex process, demanding professional preparation from the health team, besides the ethical and esthetical aspects of these families' care process. In this context, the aim was to get to know how families of children with cerebral palsy perceive the health team's information transmission for care delivery to children with cerebral palsy. The study was based on the perspective of Heidegger and Gadamer. A qualitative, exploratory and descriptive study was developed in Rio Grande-RS, Brazil, involving six families, with a total of nine subjects. Semi-structured interviews were used to collect data, later analyzed according to Thematic Analysis. When interpreting the information, incongruities were found between the health team's orientations and the families' demands for appropriate care delivery to children with special needs. It is relevant for health teams to be well equipped for holistic care delivery, focusing on the needs of these children and their families.

Tornarse familia de un niño con parálisis cerebral es un proceso complejo, exige del equipo de salud preparo profesional, aspectos éticos y estéticos del proceso de cuidar de esa familia. Desde este punto, se objetiva conocer cómo la familia de niños con parálisis cerebral percibe la transmisión de las orientaciones del equipo de salud para el cuidado con estos. El estudio se basó en la perspectiva de Heidegger y Gadamer. Se trata de un estudio cualitativo, exploratorio-descriptivo, realizado en la ciudad de Rio Grande-RS, Brasil, participaron seis familias, total de nueve sujetos, se utilizó entrevistas semiestructuradas para la colecta de informaciones, analizadas segundo el Análisis Temático. En la interpretación de informaciones fueron encontradas incongruencias entre las orientaciones dadas por el equipo de salud y las demandas presentadas por las familias al prestar cuidado a los niños con necesidades especiales. Se constata la relevancia de un equipo de salud instrumentalizado para el cuidado integral, focalizando en las necesidades de esos niños y sus familias.
Descritores: Família
Paralisia Cerebral
Enfermagem
Crianças com Deficiência
Empatia
Limites: Humanos
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  10 / 958 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1118661
Autor: Peres, Livia Willemann,; Leite, Ana Carolina Andrade Biaggi,; Alvarenga, Willyane de Andrade,; Ghazaoui, Mona Moamad Al,; Rahall, Tamara Mohamad,; Nascimento, Lucila Castanheira,.
Título: Estratégias lúdicas na reabilitação motora de crianças com paralisia cerebral: revisão integrativa / Play therapy strategies in motor rehabilitation of children with cerebral palsy: an integrative review
Fonte: Rev. eletrônica enferm;20:1-19, 2018.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivou-se identificar e analisar as estratégias lúdicas utilizadas na reabilitação de desordens motoras em crianças com paralisia cerebral. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, conduzida por dois revisores independentes, nas bases de dados LILACS, EMBASE, Web of Science, CINAHL e PubMed. As buscas abrangeram o período de 2006 a 2017 e os idiomas português, inglês e espanhol. A estratégia de busca contemplou várias palavras-chaves, utilizando-se a abordagem PICO. Foram incluídos 20 artigos e os resultados mostraram-se satisfatórios na utilização de estratégias lúdicas, com foco na motricidade fina, motricidade grossa, equilíbrio e marcha das crianças com paralisia cerebral. Os videogames e os jogos de computador foram as estratégias mais utilizadas. Conclui-se que a incorporação do lúdico no tratamento de crianças com paralisia cerebral, desde que utilizado de maneira adequada, é importante para subsidiar a melhora das habilidades motoras e favorecer a relação terapeuta/paciente, tornando o tratamento mais dinâmico e eficaz.

The objective of this study was to identify and analyze play therapy strategies used in the rehabilitation of motor disorders in children with cerebral palsy. This is an integrative review of the literature, conducted by two independent reviewers, in the following databases: LILACS, Embase, Web of Science, CINAHL and PubMed databases. The searches covered the period from 2006 to 2017 and the Portuguese, English and Spanish languages. The search strategy included several keywords, using the PICO approach. Twenty articles were included that achieved satisfactory results for the use of ludic strategies, focusing on the fine motor skills, gross motor skills, balance and gait of children with cerebral palsy. Video games and computer games were the most commonly used strategies. It is concluded that the incorporation of ludic activities in the treatment of children with cerebral palsy, when properly used, is important in fostering the improvement of motor skills and favoring the therapist/patient relationship, making treatment more dynamic and effective.
Descritores: Jogos e Brinquedos
Paralisia Cerebral/reabilitação
-Ludoterapia
Ludoterapia/métodos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN



página 1 de 96 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde