Base de dados : LILACS
Pesquisa : C10.228.140.199.444.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 4 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-770586
Autor: Ramalho, Joana; Castillo, Mauricio.
Título: Dementia resulting from traumatic brain injury / Demência resultante de traumatismo crânio-encefálico
Fonte: Dement. neuropsychol;9(4):356-368, Oct.-Dec. 2015. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Traumatic brain injury (TBI) represents a significant public health problem in modern societies. It is primarily a consequence of traffic-related accidents and falls. Other recently recognized causes include sports injuries and indirect forces such as shock waves from battlefield explosions. TBI is an important cause of death and lifelong disability and represents the most well-established environmental risk factor for dementia. With the growing recognition that even mild head injury can lead to neurocognitive deficits, imaging of brain injury has assumed greater importance. However, there is no single imaging modality capable of characterizing TBI. Current advances, particularly in MR imaging, enable visualization and quantification of structural and functional brain changes not hitherto possible. In this review, we summarize data linking TBI with dementia, emphasizing the imaging techniques currently available in clinical practice along with some advances in medical knowledge.

RESUMO O traumatismo cranioencefálico (TCE) representa um importante problema de saúde pública nas sociedades modernas. As suas principais causas são: os acidentes de trânsito e as quedas. O traumatismo leve e repetido relacionado com os esportes de contato ou o traumatismo relacionado com as ondas de choque provenientes de explosões em cenário de guerra são hoje reconhecidas como importantes causas de TCE. A mortalidade e morbilidade associada ao TCE é considerável. TCE representa o fator de risco ambiental melhor reconhecido para o desenvolvimento de demência. Com o reconhecimento recente de que até o TCE leve pode determinar déficts cognitivos, os estudos de imagem adquiriram grande importância neste contexto. Contudo, não está definido qual o melhor estudo de imagem para caracterizar o TCE. Avanços tecnológicos, como a ressonância magnética, permitem atualmente identificar e quantificar alterações intra-parenquimatosas estruturais e funcionais, não detectáveis nos estudos convencionais. Neste artigo os autores resumem os estudos que relacionam TCE e demência, dando particular ênfase às técnicas de imagem atualmente disponíveis na prática clínica, bem como alguns avanços nos métodos de imagem ainda limitados ao plano da investigação.
Descritores: Espectroscopia de Ressonância Magnética
Demência
Síndrome Pós-Concussão
Lesões Encefálicas Traumáticas
Encefalopatia Traumática Crônica
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  2 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-891022
Autor: Nitrini, Ricardo.
Título: Soccer (Football Association) and chronic traumatic encephalopathy: A short review and recommendation / Futebol (futebol de associação) e encefalopatia traumática crônica: uma breve revisão e recomendação
Fonte: Dement. neuropsychol;11(3):218-220, July-Sept. 2017.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Chronic traumatic encephalopathy (CTE) was initially described in boxers, but in recent years it has been reported in other settings, particularly in contact sports and military personnel. Soccer (football association) had previously been (and still is) considered relatively safe when compared to other sports, such as American football. However, a few cases of professional soccer players with CTE have been reported in the last few years. It is still unknown how frequent this condition is in soccer players, and the role played by heading the ball remains elusive. Other traumas to the head, face and neck caused by contact with another player's head, arm or other body parts are among the most frequent in soccer. In spite of the lack of more in-depth knowledge, there is reasonable evidence for recommending severe punishment (red card and suspension for several matches) for players causing avoidable trauma to another player's head.

RESUMO Encefalopatia traumática crônica (ETC) foi inicialmente descrita em boxeadores, mas nos últimos anos tem sido relatada em outras situações, particularmente nos esportes de contato e no pessoal militar. O futebol ou futebol de associação foi (e ainda é) considerado relativamente mais seguro quando comparado a outros esportes, como o futebol americano. No entanto, alguns casos de jogadores de futebol profissional com CTE foram relatados nos últimos anos. Ainda não se sabe a frequência dessa condição nos jogadores de futebol bem como qual o papel desempenhado por cabecear a bola. Outros traumas de crânio e pescoço causados pelo contato com o crânio, braço ou outras partes do corpo de outros jogadores estão entre os mais frequentes no futebol. Apesar da falta de um conhecimento mais aprofundado, há razoável evidência para recomendar punição severa (cartão vermelho e suspensão por várias partidas) para jogadores que causarem trauma evitável na cabeça de outro jogador.
Descritores: Futebol
Encefalopatia Traumática Crônica
Traumatismos Craniocerebrais
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  3 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-891060
Autor: Caixeta, Leonardo; Dangoni Filho, Iron; Sousa, Rafael Dias de; Soares, Pedro Paulo Dias; Mendonça, Andreia Costa Rabelo.
Título: Extending the range of differential diagnosis of chronic traumatic encephalopathy of the boxer: Insights from a case report / Ampliando a gama de diagnósticos diferencias da encefalopatia traumática crônica do pugilista: um relato de caso ilustrativo
Fonte: Dement. neuropsychol;12(1):92-96, Jan.-Mar. 2018. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Sports activities associated with repetitive cranial trauma have become a fad and are popular in gyms and even among children. It is important to consistently characterize the consequences of such sports activities in order to better advise society on the real risks to the central nervous system. We present the case of a former boxer reporting cognitive and behavioral symptoms that began six years after his retirement as a boxer, evolving progressively with parkinsonian and cerebellar features suggestive of probable chronic traumatic encephalopathy (CTE). Using our case as a paradigm, we extended the range of differential diagnosis of CTE, including corticobasal degeneration, multiple system atrophy, vitamin B12 deficiency, neurosyphilis, frontotemporal dementia and Alzheimer's disease.

RESUMO As atividades esportivas associadas ao trauma craniano repetitivo tornaram-se uma moda e são populares nas academias e entre as crianças. É importante fazer uma caracterização consistente das consequências de tais atividades esportivas, a fim de aconselhar melhor uma sociedade sobre os riscos reais para o sistema nervoso central. Apresentamos um antigo boxeador relatando sintomas cognitivos e comportamentais que começaram seis anos após sua aposentadoria como boxeador e evoluiu progressivamente com características parkinsonianas e cerebelares sugestivas de provável encefalopatia traumática crônica (ETC). Usando nosso caso como paradigma, ampliamos a gama de diagnóstico diferencial de ETC, incluindo degeneração corticobasal, atrofia de múltiplos sistemas, deficiência de vitamina B12, neurossífilis, demência frontotemporal e doença de Alzheimer.
Descritores: Encefalopatias
Degenerações Espinocerebelares
Atrofia de Múltiplos Sistemas
Demência
Diagnóstico Diferencial
Encefalopatia Traumática Crônica
Lobo Frontal
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  4 / 4 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-869781
Autor: Arellano A, Ana; Ramos S, Maria consuelo; Jaña B, Esteban; Velozo D, Tomás; Muñoz G, Rodolfo; Orellana C, Félix; Varela H, Ariel; Herrera A, Patricio; Martínez T, Claudio; Torres A, Reinaldo; Lamus A, Luis.
Título: Encefalopatía traumática crónica, definición, diagnóstico y prevención: revisión de la literatura / Chronic traumatic encephalopathy, definition, diagnosis and prevention: review of literature
Fonte: Rev. chil. neurocir;43(1):69-73, July 2017.
Idioma: es.
Resumo: La encefalopatía traumática crónica (ETC) es una enfermedad neurodegenerativa que se produce como consecuencia traumatismos cerebrales repetitivos; concusiones, que son un síndrome clínico que se caracteriza por una alteración de la función cerebral. Una concusión, bajo su estricta definición, no debiese causar cambios estructurales en el cerebro por lo que no sería visible a través de imágenes, sí existen cambios a nivel microscópicos, bioquímicos y biomecánicos. La mayoría de los pacientes tienen completa resolución de sus síntomas dentro de 10 días (90 por ciento), pero existe un pequeño porcentaje que persiste con estos, pudiendo presentarse como un síndrome postconcusional, síndrome de segundo impacto o una encefalopatía traumática crónica. La ETC se caracteriza por la acumulación de prot-tau hiperfosforilada en neuronas y astrocitos. Estas se van a presentar en forma de ovillos o hilos neurofibrilares. En etapas iniciales las encontraremos de forma focalizada en la corteza frontal y en las formas más severas su distribución será más generalizada, distribuyéndose en la mayoría de las regiones del cerebro. Su diagnóstico se realiza a través de histopatología, por lo que hasta el momento sólo se ha logrado post-mortem. Se está trabajando en nuevas tecnologías asociadas a biomarcadores y PET para lograr una diagnostico premortem. El mayor énfasis en el manejo de esta taupatía es la prevención y adecuado manejo de las concusiones.

Chronic Traumatic Encephalopathy (CTE) is a neurodegenerative disease which is produced as a consequence of repeated brain trauma: concussions, which are a clinical syndrome characterized by an alteration in brain functions. A concussion, understrict definition, should not cause structural changes to the brain. Therefore, it would not be possible to see through images if there were changes at a microscopic, biochemical level. Most patients see their symptoms completely resolved within 10 days (90 percent), but there is a small percentage which persists, and these might cause a post-concussional syndrome, second impact syndrome of chronic traumatic encephalopathy. CTE is characterized by the accumulation of hyper-phosphorylated Tau protein in neurons and astrocytes. These appear in the form of neurofibrillary tangles. During the initial stages they are focalized in the frontal cortex and, in more severe cases, their distribution is more generalized, spreading through the majority of the regions in the brain. It is diagnosis is done through histopathology. Thus, it has only been possible to do post mortem. New technologies associated with bio-markers and PET are being worked on to achieve a pre-mortem diagnosis. The greatest emphasis in the handling of this tauopathy lies in the prevention and the adequate handling of concussions.
Descritores: Concussão Encefálica/complicações
Encefalopatia Traumática Crônica/diagnóstico
Encefalopatia Traumática Crônica/etiologia
Encefalopatia Traumática Crônica/prevenção & controle
Proteínas tau
Tauopatias
-Dano Encefálico Crônico
Cadáver
Dano Encefálico Crônico/complicações
Doenças Neurodegenerativas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL2.1 - Biblioteca de Medicina



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde