Base de dados : LILACS
Pesquisa : C10.292.175 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Taricco, Mário Augusto
Teixeira, Manoel Jacobsen
Texto completo
Id: lil-721678
Autor: Brock, Roger Schmidt; Barroso, Marcelo Viana da Silva; Neville, Iuri Santana; Gomes, Marcos Queiroz Teles; Cardoso, Alberto Capel; Taricco, Mario Augusto; Teixeira, Manoel Jacobsen.
Título: XI cranial nerve cervical schwannoma - case report / Schwannoma do nervo acessório cervical- relato de caso
Fonte: Arq. bras. neurocir;33(2), jun. 2014. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Cisternal spinal accessory schwannoma are still a rare condition without neurofibromatosis with only 32 cases reported so far. We describe a cisternal accessory schwannoma presented in a 36-year-old woman with posterior cervical pain and cervical mieolopaty, defined by grade IV tetraparesia. A suboccipital craniectomy with C1 posterior arch resection was performed. During microsurgical dissection together with electrophysiological monitoring and nerve stimulation tumor was identified as having the spinal accessory root as its origins. Carefully intraneural dissection was then performed with complete lesion removal, histopatological examination confirmed the hypothesis of schwannoma. The patient was free from pain and improved her neurological status with no accessory nerve palsy. Complete surgical resection is indicated for such lesions and can be achieved with good outcome.

O schwannoma do ramo espinhal do nervo acessório em sua porção cisternal, quando não associado à neurofibromatose, é uma condição rara, com apenas 32 relatos de caso na literatura. O diagnóstico diferencial da lesão deve ser atentado, principalmente no que diz respeito à preservação da função motora do nervo acessório. Este é um relato de caso de uma paciente do sexo feminino de 36 anos com queixa de cervicalgia associada à mielopatia cervical compressiva secundária à lesão expansiva intradural, extramedular, estendendo-se do forame magno até a porção superior da lâmina de C2. A paciente foi submetida a uma craniectomia de fossa posterior e ressecção do arco posterior de C1. Durante exploração cirúrgica, auxiliada por monitoração eletrofisiológica e estimulação neural, foi identificado que a lesão tinha origem no ramo espinhal do nervo acessório direito. Foi então ressecada de forma completa com preservação dos fascículos íntegros do nervo de origem. O exame anatomopatológico confirmou a hipótese de schwannoma. A paciente evoluiu sem dor e com melhora do quadro neurológico, sendo preservada a função do nervo acessório. O schwannoma do ramo espinhal do nervo acessório é uma condição rara. A ressecção cirúrgica total é o tratamento de escolha para esses pacientes e pode ser alcançada sem lesões neurológicas significativas secundárias ao ato cirúrgico.
Descritores: Doenças do Nervo Acessório
Microcirurgia
Neurilemoma
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Alvarenga, Regina Maria Papais
Id: lil-545129
Autor: Vargas, André Ferrão; Megali, Raquel; Alvarenga, Regina Maria Papais; Correa, José Fernando Guedes.
Título: Anatomia cirúrgica do nervo acessório espinhal: comoevitar lesões em procedimentos cirúrgicos no trígonocervical posterior / Surgical anatomy of the spinal accessory nerve: how to avoid injuries to the posterior cervical triangle during surgical procedures
Fonte: Rev. bras. cir. plást;24(4):400-413, out.-dez. 2009. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A síndrome resultante da lesão iatrogênica do nervo acessório espinhal (NAE) secaracteriza por dor, paralisia e escápula alada, estando relacionada a morbidade considerável. Opresente estudo investiga o grau de variação na ramificação e no curso do NAE no trígono cervicalposterior (TCP). Método: A região cervical de oito cadáveres foi dissecada bilateralmente paraexpor o NAE. A ramificação e as variações no curso do NAE no TCP foram registradas. Medidasrelacionadas a estruturas anatômicas do Músculo Esternocleidomastóideo (MEC) e do MúsculoTrapézio (MTZ) foram analisadas. Resultados: As 16 dissecções demonstraram padrão de ramificaçãodo NAE como: nenhum ramo em 25%, um ramo em 37,5% e dois ramos em 37,5%dos casos. Considerável variação foi observada na anatomia regional do NAE no TCP. Medidasrevelaram que o NAE tem relação relativamente constante com o nervo auricular magno (NAM)e esta é uma importante referência anatômica para identificação do NAE no TCP. Conclusões:O NAM é uma referência anatômica útil para a identificação do NAE no TCP. Essa abordagemsugere uma possibilidade para diminuição de lesão iatrogênica do NAE, frequentemente relacionadaà manipulação cervical de estruturas anatômicas adjacentes sem exposição direta do nervo.

Background: The resulting syndrome from iatrogenic injury to the spinal accessory nerve (SAN)is characterized by pain, paralysis and winging of the scapula are often the source of considerablemorbidity. This study analyses the degree of ramification and variations of the SAN at the posteriortriangle (PT). Method: The necks of 8 adult cadavers were dissected bilaterally to expose the SAN.The ramifications and variations of the SAN at the PT were recorded. Measurements related toanatomical landmarks of the Sternocleidomastoid Muscle (SM) and the Trapezius Muscle (TM)were analyzed. Results: The sixteen dissections performed showed the ramification pattern ofthe SAN as: no ramus in 25%, one ramus in 37.5% and 2 ramus in 37.5% of cases. Considerablevariation was seen in regional anatomy of the SAN at the PT. Measurements revealed that the SANhas a relatively constant relationship with the great auricular nerve (GAN) and this is a importantlandmark for the identification of the SAN at the PT. Conclusions: The GAN is a useful landmarkfor identification of the SAN at the PT. This approach suggests a possibility to decrease theincidence of iatrogenic injury of the SAN, that is frequently related to dissection of surroundinganatomical structures and reduced direct exposure of the nerve.
Descritores: Doenças do Nervo Acessório
Dissecação
Fórnice/anatomia & histologia
Nervo Acessório/anatomia & histologia
Nervos Espinhais/anatomia & histologia
Plexo Cervical/anatomia & histologia
Ferimentos e Lesões
-Anatomia Regional
Cadáver
Métodos
Procedimentos Cirúrgicos Operatórios
Resultado do Tratamento
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-269620
Autor: Alonso, José L; Oliveria, Francisco Morato de; Reis, Roger G.
Título: Neuropatias do nervo acessório espinhal secundárias a cirurgias cervicais: estudo clínico e eletrofisiológico de sete casos / Extracranial spinal accessory nerve palsy following neck surgery: a clinical and electrophysiological study of seven cases
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;58(3A):704-12, set. 2000. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Lesoes do nervo espinhal sao incomuns e na maioria das vezes iatrogênicas. Sao mais usualmente encontradas após procedimentos cirúrgicos no triângulo cervical posterior, principalmente biópsias de linfonodos. Apresentamos sete casos de neuropatia do nervo espinhal secundária a cirurgias, estudados mediante eletromiografia (EMG) quantitativa e exames eletrofisiológicos complementares. Em todos os pacientes estava afetado o feixe superior do trapézio, com ombro caído ou limitaçao para elevaçao do braço. Dor e queixas sensitivas estavam presentes em quase todos os pacientes e muito provavelmente decorriam de lesao associada dos ramos cutâneos do plexo cervical. O padrao de lesao correpondeu àquele da axonotmese, mas alguns pacientes exibiam sinais de compressao por tecido cicatricial. Salientamos a necessidade de exploraçao cirúrgica e reparo do nervo nos casos com recuperaçao lenta
Descritores: Doenças do Nervo Acessório/etiologia
Complicações Pós-Operatórias
-Doenças do Nervo Acessório/fisiopatologia
Eletromiografia
Eletrofisiologia
Neoplasias de Cabeça e Pescoço/cirurgia
Lipoma/cirurgia
Excisão de Linfonodo/efeitos adversos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde