Base de dados : LILACS
Pesquisa : C10.500.300.099 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 2 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-973855
Autor: Castro, Álvaro Buno Botentuit Serra de; Coronado, Bruno Nobre Lins; Costa, Ráysa Hellen Assunção; Chalita, Maria Regina; Cella, Wener Passarinho; Avila, Marcos Pereira de.
Título: Morphological and functional findings in Alström syndrome: a study of two families / Achados morfológicos e funcionais na síndrome de Alström: um estudo de duas famílias
Fonte: Arq. bras. oftalmol;81(6):524-528, Nov.-Dec. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Alström syndrome is a rare disorder characterized by mutations to the ALMS1 gene and clinical findings of childhood obesity, diabetes mellitus, dilated cardiomyopathy, sensorineural hearing loss, and progressive cone-rod dystrophy, which may result in blindness. Ocular manifestations occur in the first decade of life with nystagmus, blepharospasm, and photophobia leading to progressive and severe reductions in visual acuity. This study describes the retinal structure and functional aspects of four patients (8 eyes) from two different families as determined by optical coherence tomography (OCT), fundus autofluorescence, and full-field electroretinography. There was a correlation between morphological and functional findings, evidenced by typical funduscopic changes of retinal dystrophy in spectral domain-OCT and electrophysiological analyses. Foveal characteristics include a single layer of undifferentiated photoreceptors with retinal disorganization mainly from external segments, in agreement with previous reports in the literature. Fundus autofluorescence showed areas of hyperautofluorescence interspersed by hypoautofluorescence dots suggesting, respectively, involvement and atrophy of retinal pigmented epithelial cells in the macular zone. Electroretinographic analyses showed early dysfunction of the cones followed by rapid rod deterioration.

RESUMO A síndrome de Alström é uma doença rara caracterizada por mutações no gene AMLS 1 e achados clínicos de obesidade infantil, diabetes mellitus, cardiomiopatia dilatada, surdez neurossensorial e distrofia de cones e bastonetes progressiva, que podem resultar em cegueira. Manifestações oftalmológicas ocorrem na primeira década de vida com nistagmo, blefaroespasmo e fotofobia, levando a reduções progressivas e graves na acuidade visual. Este estudo descreve a estrutura da retina e os aspectos funcionais de quatro pacientes (oito olhos) de duas famílias dis tintas, conforme determinado por tomografia de coerência óptica, autoflourescência de fundo de olho e eletrorretinograma de campo total. Houve correlação entre os achados morfológicos e funcionais evidenciados por alterações fundoscópicas típicas da distrofia retiniana no domínio espectral-OCT e análises eletrofisiológicas. As características foveais incluem uma única camada de fotorreceptores indiferenciados com desorganização retiniana principalmente nos segmentos externos, de acordo com relatos prévios da literatura. A autofluorescência de fundo mostrou áreas de hiperautofluorescência, sugerindo, respectivamente, envolvimento e atrofia das células do epitélio pigmentar da retina na região macular. Análises eletrorretinográficas mostram disfunção precoce de cones, seguida de rápida deteriorização da haste.
Descritores: Doenças Retinianas/diagnóstico por imagem
Síndrome de Alstrom/diagnóstico por imagem
-Doenças Retinianas/fisiopatologia
Acuidade Visual
Saúde da Família
Tomografia de Coerência Óptica
Eletrorretinografia
Síndrome de Alstrom/fisiopatologia
Imagem Óptica
Distrofia de Cones/diagnóstico por imagem
Limites: Humanos
Masculino
Adolescente
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 2 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-709510
Autor: Bahmad Jr., Fayez; Costa, Carolina Sousa Alves; Teixeira, Marina Santos; Barros Filho, Jairo de; Viana, Lucas Moura; Marshall, Jan.
Título: Familial Alström syndrome: a rare cause of bilateral progressive hearing loss / Familial Alström syndrome: a rare cause of bilateral progressive hearing loss
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);80(2):99-104, Mar-Apr/2014. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A Síndrome de Alstrom é uma doença muito rara, causada pela mutação no gene Obesidade infantil; ALMS1, que apresenta uma degeneração progressiva das funções sensoriais, resultando em de-Diabetes mellitus tipo 2; ficiências visuais e auditivas, além de distúrbios metabólicos como obesidade na infância, hipe-Retinite pigmentosa rinsulinemia e diabetes tipo II. Objetivo: Apresentar o perfil audiométrico de dois irmãos da mesma família afetados pela Síndrome de Alström. Método: Estudo prospectivo, analítico descritivo, os pacientes afetados foram submetidos a um questionário previamente testado, audiometria tonal e vocal seriadas, análise de emissões otoacústicas, e de respostas de potencial evocado auditivo de tronco encefálico, além de análise genético-molecular para comprovação diagnóstica. Resultados: Ambos os pacientes apresentaram perda auditiva bilateral com o início na infância e progressão lenta para perda auditiva neurosensorial severa no primeiro caso e, profunda, no segundo. As emissões otoacústicas estavam ausentes, e o potencial evocado auditivo de tronco encefálico estava normal em ambos os pacientes, bilateralmente. Conclusão: A Síndrome de Alström apresenta início precoce de perda auditiva neurossensorial, antes da adolescência, 10 a 20 anos para desenvolver perda auditiva severa a profunda. A lesão auditiva é essencialmente coclear, de acordo com os resultados dos testes de emissões otoacústicas e de potenciais evocados auditivos de tronco encefálico. .

Introduction: Alström Syndrome is a rare disease caused by mutations in ALMS1 gene. It is characterized by a progressive degeneration of sensory functions, resulting in visual and audiological impairment, as well as metabolic disturbances such as childhood obesity, hyperinsulinemia, and diabetes mellitus type 2. Objective: To report and discuss the genetic and audiological findings in two siblings with Alström syndrome. Methods: This was a prospective, analytical and descriptive study, using questionnaires, serial audiograms, otoacoustic emissions, and auditory brainstem response analysis, as well as molecular genetic analysis. Results: Both patients presented childhood-onset bilateral sensorineural hearing loss, which progressed to moderate impairment in the first case and severe hearing loss in the second. Otoacoustic emissions were absent, and auditory brainstem responses were bilaterally normal in both cases. Conclusion: In the present patients, Alström Syndrome began with a neurosensory hearing loss in early childhood that progressed to a profound loss in ten to twenty years. The auditory lesions were cochlear in origen according to the otoacoustic emissions and auditory brainstem responses. .
Descritores: Síndrome de Alstrom/complicações
Potenciais Evocados Auditivos do Tronco Encefálico/fisiologia
Perda Auditiva Bilateral/etiologia
Perda Auditiva Neurossensorial/etiologia
Emissões Otoacústicas Espontâneas/fisiologia
-Testes de Impedância Acústica
Audiometria de Tons Puros
Síndrome de Alstrom/genética
Síndrome de Alstrom/fisiopatologia
Perda Auditiva Bilateral/fisiopatologia
Perda Auditiva Neurossensorial/fisiopatologia
Linhagem
Estudos Prospectivos
Limites: Adulto
Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde