Base de dados : LILACS
Pesquisa : C10.500.680.610 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 233 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 24 ir para página                         

  1 / 233 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1289784
Autor: Bonelli, Maria Aparecida; Borges, Amanda Aparecida; Souza, Renata Olzon Dionysio de; Castro, Gabriela Van Der Zwaan Broekman; Oliveira, Gabriel Brassi Silvestre de; Dupas, Giselle.
Título: Seeking tirelessly for better health and life conditions for the child with myelomeningocele / Buscando incansavelmente por melhores condições de saúde e vida para o filho com mielomeningocele / Buscando sin cesar mejores condiciones de salud y de vida para el niño con mielomeningocele
Fonte: Rev. latinoam. enferm. (Online);29:e3428, 2021. graf.
Idioma: en.
Resumo: Objective: to understand the experience of families in the care of children with myelomeningocele. Method: a qualitative research study, which adopted Symbolic Interactionism and Grounded Theory as its theoretical and methodological framework, and the semi-structured interview as a data collection instrument. Twenty-eight participants from thirteen families living in a municipality in the inland of São Paulo took part in the study. Results: the family tirelessly seeks better health and life conditions for the child with myelomeningocele; aiming at the child's autonomy, it is mobilized to the necessary treatments, to learn the care, to adapt the routine, as well as to supply for all the child's needs so that it reaches potential development, looking for a less dependent future with inclusion and social ascension. Conclusion: family nursing shows potential support in the face of myelomeningocele, due to its ability to apprehend the family system, evaluate it and enable intervention proposals in the care process. In this study, rehabilitation nursing was also emphasized, since it goes together with the child and the family who experience myelomeningocele.

Objetivo: compreender a experiência de famílias no cuidado de crianças com mielomeningocele. Método: pesquisa qualitativa, que adotou como referencial teórico e metodológico o Interacionismo Simbólico e a Teoria Fundamentada nos Dados, e a entrevista semiestruturada como instrumento de coleta de dados. Vinte e oito participantes de treze famílias residentes em um município do interior paulista integraram o estudo. Resultados: a família busca incansavelmente por melhores condições de saúde e vida para o filho com mielomeningocele; objetivando a autonomia da criança, se mobiliza aos tratamentos necessários, a aprender os cuidados, a adaptar a rotina, assim como suprir por todas as necessidades da criança a fim de que esta alcance desenvolvimento potencial, prospectando um futuro menos dependente com inclusão e ascensão social. Conclusão: a enfermagem familiar mostra-se apoio potencial frente à condição da mielomeningocele, devido à sua capacidade de apreender o sistema familiar, avaliá-lo e possibilitar proposições de intervenção no processo de cuidado. Neste estudo enfatizou-se também a enfermagem de reabilitação, uma vez que esta caminha conjuntamente à criança e à família que experienciam a mielomeningocele.

Objetivo: comprender la experiencia de las familias en el cuidado de niños con mielomeningocele. Método: investigación cualitativa, que adoptó el Interaccionismo Simbólico y la Teoría Fundamentada como marco teórico y metodológico, y la entrevista semiestructurada como instrumento de recolección de datos. Participaron del estudio 28 participantes de trece familias residentes en una ciudad del interior de São Paulo. Resultados: la familia busca sin cesar mejores condiciones de vida y salud para el niño con mielomeningocele; con el objetivo de estimular la autonomía del niño, se realizan los tratamientos necesarios, se aprenden los cuidados, se adecua la rutina y se satisfacen todas las necesidades del niño para que alcance su desarrollo potencial, proyectando un futuro menos dependiente con inclusión y ascensión social. Conclusión: la enfermería familiar muestra un potencial apoyo frente a la condición de mielomeningocele, debido a su capacidad para aprehender el sistema familiar, evaluarlo y posibilitar propuestas de intervención en el proceso de atención. En este estudio también se enfatizó la enfermería de rehabilitación, ya que va de la mano del niño y la familia que padecen mielomeningocele.
Descritores: Família
Cuidado da Criança
Saúde da Família
Doença Crônica
Meningomielocele
Enfermagem Familiar
Teoria Fundamentada
Limites: Humanos
Criança
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  2 / 233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1282913
Autor: Agrimbau Vázquez, J; Burek, C; Campmany, L; de Castro Pérez, F; Di Pinto, D; Gonzaléz, A; López, B; Linares, J M; Naccache, S; Norton, E; Paladino, D; Rabasa, P; Sager, C.
Título: Evaluación del proceso de atención urológica de pacientes pediátricos con mielomeningocele / Evaluation of the urological care process of pediatric patients with myelomeningocele
Fonte: Med. infant;28(1):27-32, Marzo 2021. Tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: El mielomeningocele (MMC) es una de las malformaciones congénitas más severas compatible con la vida. El 90% de los pacientes presenta vejiga neurogénica que debe ser evaluada y tratada precozmente. Objetivos: Describir la evaluación y tratamiento nefrourológico recibido por pacientes con MMC hasta el momento de la primera consulta en el Hospital Garrahan (periodo pre-ingreso). Describir la evaluación realizada y el tratamiento urológico implementado a partir del ingreso al hospital Garrahan (periodo post-ingreso). Evaluar la prevalencia de Enfermedad Renal Crónica (ERC). Población y Métodos: Se realizó un estudio con diseño clínico analítico, retrospectivo, longitudinal sobre pacientes con MMC de 1 mes a 18 años derivados al Hospital Garrahan para atención ambulatoria en los años 2011 y 2012. Resultados: Se incluyeron115 pacientes. Al momento de la derivación al hospital ("pre-ingreso") 7% de los pacientes habían logrado completar evaluación nefrourológica, (ecografía vesicorenal, urodinamia, Cistouretrografía, Centellograma renal y Creatininemia). Tratamiento: 33% vaciaban vejiga por CIL o vesicostomía y 21% recibían Oxibutinina. A partir del ingreso al seguimiento en el Garrahan 83% lograron completar la evaluación, y en función del resultado de la misma se indicó CIL en 87% y Oxibutinina en el 66% de los pacientes. La prevalencia de ERC al ingreso fue de 43%; la mayoría en estadio I. Conclusiones: La mayoría de los pacientes con MMC fueron derivados al hospital de tercer nivel con evaluaciones urológicas incompletas y sin el tratamiento adecuado de la vejiga neurogénica. El inicio del seguimiento interdisciplinario en un hospital de alta complejidad facilitó la realización de las evaluaciones necesarias y la implementación del tratamiento adecuado (AU)

Introduction: Myelomeningocele (MMC) is one of the most severe congenital malformations compatible with life. Of all the patients, 90% presents with a neurogenic bladder requiring early evaluation and treatment. Objectives: To describe the uronephrological evaluation and treatment received by patients with MMC up to the first consultation at Garrahan Hospital (pre-follow-up period). To describe the urological evaluation and treatment implemented from referral to Garrahan Hospital (follow-up period). To evaluate the prevalence of chronic kidney disease (CKD). Population and Methods: A retrospective, longitudinal study with a clinical, analytical design was conducted in patients with MMC between 1 months and 18 years of age referred to Garrahan Hospital for outpatient care in 2011 and 2012. Results: 115 patients were included. At the time of referral to the hospital ("pre-follow-up") 7% of the patients had undergone complete uronephrological evaluation (kidney-bladder ultrasonography, urodynamic studies, cystourethrography, renal scintigraphy, and creatininemia levels). Treatment: 33% emptied their bladder by CIC or vesicostomy and 21% received oxybutynin. From follow-up initiation at Garrahan Hospital, 83% underwent complete evaluation, and based on the results CIC was indicated in 87% and oxybutynin in 66% of the patients. On admission, prevalence of CKD was 43%; with stage I in the majority of the patients. Conclusions: The majority of the patients with MMC were referred to a third-level hospital with incomplete urological studies and without adequate treatment of the neurogenic bladder. Initiation of interdisciplinary follow-up at a tertiary hospital allowed for the necessary studies and implementation of adequate treatment (AU)
Descritores: Equipe de Assistência ao Paciente
Bexiga Urinaria Neurogênica/diagnóstico
Bexiga Urinaria Neurogênica/etiologia
Bexiga Urinaria Neurogênica/terapia
Meningomielocele/complicações
Meningomielocele/diagnóstico
Meningomielocele/epidemiologia
Insuficiência Renal Crônica/terapia
-Testes de Função Renal
Limites: Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: AR305.1 - SID - Servicio de Información y Documentación


  3 / 233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1283128
Autor: Kosmaliski, Daisy Mary Carvalho; Furlanetto, Magda Patrícia.
Título: Recursos fisioterapêuticos nas disfunções miccionais em injúrias espinhais congênitas / Physiotherapeutic resources in voiding dysfunctions in congenital spinal injuries
Fonte: Fisioter. Bras;21(3):322-333, Ago 31, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Malformações congênitas são alterações morfológicas com origem no desenvolvimento embrionário e podem ser devido a causas genéticas, ambientais ou ambas. Em indivíduos que sofrem de injúrias espinhais congênitas, a bexiga neurogênica (BN) é um dos acometimentos com maior impacto na vida diária e o principal objetivo urológico é melhorar o manejo urinário e a continência social, para diminuir altas pressões vesicais e prevenir danos renais. Esta condição reflete diversas repercussões, como a diminuição na qualidade de vida, progressão para procedimentos invasivos, lesão renal e ao óbito. Objetivo: Revisar sistematicamente os estudos publicados nos últimos 10 anos a respeito da atuação da fisioterapia na incontinência urinária (IU) nas injúrias espinhais congênitas. Métodos: Revisão sistemática de literatura realizada através de busca, entre os anos de 2009 a 2019, nas bases de dados eletrônicas PubMed, Bireme e PEDro. Resultados: Não houve grande conformidade em relação às técnicas utilizadas, mas sim em relação aos desfechos analisados, sendo verificado estudos sobre IU na espinha bífida. Conclusão: A fisioterapia mostrou-se benéfica para os casos de IU nas injúrias espinhais congênitas, melhorando os parâmetros urodinâmicos e o desfecho no diário miccional. (AU)

Congenital malformations are morphological changes originating from embryonic development and can be due to genetic, environmental or both. In individuals suffering from congenital spinal injuries, the neurogenic bladder (BN) is one of the disorders with the greatest impact on daily life and the main urological objective is to improve urinary management and social continence, to decrease high bladder pressures and prevent kidney damage. This condition reflects several repercussions, such as a decrease in quality of life, progression to invasive procedures, kidney injury and death. Objective: To systematically review the studies published in the last 10 years regarding the role of physical therapy in urinary incontinence (UI) in congenital spinal injuries. Methods: Systematic literature, between the years 2009 to 2019, in the electronic databases Pubmed, Bireme and PEDro. Results: There was no great conformity in relation to the techniques used, but in relation to the analyzed outcomes, with studies on UI in spina bifida being verified. Conclusion: Physical therapy proved to be beneficial for cases of UI in congenital spinal injuries, improving urodynamic parameters and the outcome in the voiding diary. (AU)
Descritores: Incontinência Urinária
Disrafismo Espinal
Modalidades de Fisioterapia
-Meningomielocele
Meningocele
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1561.1 - Biblioteca Virtual AMMG


  4 / 233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1281194
Autor: Erazo Fonseca, Francia; Ortega, Jorge Eduardo.
Título: Mielomeningocele: actualización para la práctica clínica / Myelomeningocele: update for clinical practice
Fonte: Rev. méd. hondur;89(1, supl):35-38, 2021.
Idioma: es.
Resumo: El mielomeningocele es una de las malformaciones congénitas más frecuentes en Honduras, que se caracteriza por un cierre anormal de la lámina posterior de los cuerpos vertebrales, con la exposición de las estructuras nerviosas. El propósito de esta revisión fue recopilar información que apoye la práctica clínica oportuna en pacientes con mielomeningocele, especialmente en la literatura médica hondureña, reforzada con literatura de otras revistas médicas nacionales e internacionales, en la base de datos PubMed y LILACS, para el periodo 1985- 2018. En conclusión, dar un manejo oportuno proporciona un mejor pronóstico y calidad de vida a los pacientes con defectos del tubo neural...(AU)
Descritores: Meningomielocele/diagnóstico
Defeitos do Tubo Neural/complicações
-Anormalidades Congênitas
Disrafismo Espinal
Limites: Humanos
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: HN1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  5 / 233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Bichara, Cléa Nazaré Carneiro
Texto completo
Id: lil-478293
Autor: Pereira, Edmundo Luís Rodrigues; Bichara, cléa Nazaré Carneiro; Oliveira, Ana Carolina Santos; Costa, Márcio Alexandre Teixeira da.
Título: Epidemiologia de pacientes com malformação de Chiari II internados no hospital Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará / Epidemic Profile of pediatric patients with Chiari II diagnosis treated at Santa Casa de Misericórdia do Pará Hospital
Fonte: Rev. para. med = Rev. Para. Med. (Impr.);21(2):13-17, abr.-jun. 2007. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar a epidemiologia dos pacientes com malfrmações de Chiari tipo II atendidos na FundaçãoSanta Casa de Misericórdia do Pará. Método: coletaram-se dados através de um protocolo próprio para pesquisa, entrevistando-se com os responsáveis dos pacientes e análises dos prontuários. Resultados: a maior porcentagem era de pacientes do sexo feminino, procedentes do interior com presença de fistula liquórica devido ruptura de membranas da mielomeningocele. A maioria das parturientes realizou pré-natal, entretanto, poucas compareceram ao mínimo de consultas necessárias para considerar um pré-natal "completo" (mínimo 6 consultas). Grande parte dos pacientes com mielomeningocele estava associada com hidrocefalia, que necessitou, igualmente, de intervenção cirúrgica para ventriculostomia. Conclusão: estudou-se um perfil das malformações de Chiari tipo II atendidas nessa instituição, enfatizando a necessidade de melhorar os métodos de assistência e diagnóstico pré-natal permitindo intervenções precoces.

Objective: To analyse the epidemdogy and profile of pediatric patients harboring Chiari II malformation treated at Santa Casa de Misericórdia do Pará Hospital. Method: Data were collected from note registers through aproper protocol research, along interviews with responsible persons for the young patients. Results: Most patients belonged to feminine sex, coming, from small cities far away from our reference hospital, with an active CSF fistula due rupture of myelomeningocele. Most mothers accomplished prenatal, however, a minority attended to a minimum desired medical consultations, in order to consider a "complete" prenatal follow-up (at least 6 medical visitations). Most patients with myelomeningocele evolved with hydrocephalus, requiring a ventriculostomy. Conclusion: The study trace a profile of Chiari II malformations at our institution, emphasizing the importance of prenatal to fetus and mother's health, enabling an improvement in our health care, concerning prevention measures, precise diagnosis and precoeious treatment of such malformations.
Descritores: Hidrocefalia
Malformação de Arnold-Chiari/epidemiologia
Meningomielocele
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR3.1 - Biblioteca Central


  6 / 233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-478287
Autor: Aguiar, Maurício Figueiredo Massulo; Bernardes, Júlio Gulilherme Balieiro; Fonseca, Roberto Cepêda; Borba, Cinthya Coelho; Tavares, Ithana da Silva.
Título: Ampliação vesical e derivação urinária externa continente-técnica de mitrofanoff em paciente com mielomeningocele-relato de caso / Bladder augmentation and extern continnt urinary diversion by mitrofanoff technique in a pacient with myelomeningocele-case report
Fonte: Rev. para. med = Rev. Para. Med. (Impr.);21(2):45-50, abr.-jun. 2007. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: relatar um caso em menina de 12 anos, apresentando mielomeningocele com bexiga de baixa complacência e rim único submetida à cirurgia de ampliação vesical e derivação urinária externa continente do tipo Mitrofanoff. Metodologia: relato de caso. Considerações Finais: diferentes abordagens clínicas e cirúrgicas multidisciplinares são aplicadas para o tratamento dessas crianças, visando uma melhor integração no meio social. Os objetivos urológicos do tratamento são: diminuir os riscos de lesão do trato urinário superior, controlar a infecção urinária e promover a continência. Dentre asformas de tratamento cirúrgico empregadas, pode-se utilizar ampliação vesical para bexiga de baixa complacência com derivação externa continente, utilizando, para isso, um conduto cateterizável, que pode ser o apêndice (principio de Mitrofanoff) ou um segmento intestinal reconfigurado.

Objective: Case report 01 a 12-year-old one-kidney girl with myelomeningocele and small bladder capacity in who was perlormed bladder augmentation and extern continent urinary diversion by Mitrolanoff technique. Methodology: Case report. Final COnsiderations: Many clinical and surgical approaches have been used lor the care of those children, to ensure a better integration in social life. The objectives of urological treatment are: to decrease damage of upper urinary tract, to control urinary inlection and to provide continence. Among all surgical techniques, it could be used bladder augmentation and extern continent urinary diversion by Mitrolanoff technique by utilising the appendix as a continent catheterisable conduit. Or reconfigured intestinal segments.
Descritores: Bexiga Urinaria Neurogênica/cirurgia
Incontinência Urinária
Meningomielocele
Urodinâmica
-Derivação Urinária
Limites: Humanos
Feminino
Criança
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR3.1 - Biblioteca Central


  7 / 233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1255389
Autor: Façanha, Dilene Maria de Araújo.
Título: Avaliação da funcionalidade em crianças com mielomeningocele / Assessment of functionality in children with Myelomeningocele.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2015. 106 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A Mielomeningocele é um tipo de malformação congênita da coluna vertebral e da medula espinhal, de causas multifatoriais. Causa limitações ao desenvolvimento da criança e à sua funcionalidade, necessitando de assistência, acompanhamento multiprofissional e intervenções interdisciplinares de reabilitação. A enfermagem atua nesse processo e, assim, diante do exposto, buscou-se avaliar a funcionalidade da criança com Mielomeningocele e verificar se os familiares têm ofertado cuidados de acordo com suas necessidades. Estudo descritivo, transversal, com abordagem quantitativa. Aplicou-se um questionário estruturado que documenta as habilidades funcionais da criança, a assistência dos cuidadores e as modificações do ambiente para as áreas de autocuidado, mobilidade e função social. Participaram do estudo 79 crianças na faixa etária de 3 a 7 anos e 6 meses, com diagnóstico de Mielomeningocele. A pesquisa foi realizada no Centro de Neurorreabilitação SARAH de Fortaleza. Nos resultados obtidos observou-se que nas habilidades funcionais as crianças apresentaram desenvolvimento inferior ao esperado. A oferta de condições favoráveis à promoção de independência da criança no domicílio ou a melhoria das habilidades com diminuição da assistência pode levar a uma maior mobilidade para a melhoria no autocuidado. Na assistência observou-se maior dependência na área de mobilidade, associada à dificuldade nas transferências, locomoção em ambiente externo e escadas. Na área de autocuidado uma maior assistência fornecida foi nos cuidados com a bexiga e o intestino neurogênico, o banho, o uso do banheiro, e o vestuário de membros inferiores. Na função social as dificuldades foram resolução de problemas, segurança e expressão funcional, sendo a área com menor assistência do cuidador e maior independência da criança. As crianças apresentaram-se funcionais no autocuidado para alimentação, higiene oral, cuidados com cabelos, nariz e face, e vestuário de membros superiores. Na mobilidade teve maior independência para transferência e mobilidade em cama, locomoção em ambiente interno, usando, evidentemente, o arrastar ou marcha com apoio. As modificações evidentes foram as da infância e de reabilitação. Diante do exposto, conclui-se que as crianças com Mielomeningocele têm um menor desempenho funcional nas habilidades, mas podem ser estimuladas a desenvolver as suas potencialidades no processo de reabilitação. O cuidador fornece assistência, mesmo nas áreas em que as crianças demonstram independência, mas é necessário diminuir a superproteção e favorecer a estimulação dessas crianças pelos cuidadores. Assim se favorece a promoção da saúde com qualidade de vida para o binômio mãe/filho, aumentando a inserção social e a autonomia desse público na adolescência. A enfermagem de reabilitação tem papel fundamental junto à equipe, focando nos treinos para o autocuidado ou orientação na assistência do cuidador com conhecimento, humanismo e qualidade. Acredita-se que avaliar a funcionalidade de crianças através de instrumento quantificável é de grande valor aos profissionais da neurologia, por nortear o perfil desse público e dos cuidadores, vislumbrando-se o que pode ser potencializado e promovido de independência.(AU)
Descritores: Atividades Cotidianas
Criança
Meningomielocele
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  8 / 233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1223321
Autor: Meller, César; Covini, Delfina; Aiello, Horacio; Izbizky, Gustavo; Portillo Medina, Santiago; Otaño, Lucas.
Título: Actualización del diagnóstico prenatal y cirugía fetal del mielomeningocele / Update on prenatal diagnosis and fetal surgery for myelomeningocele
Fonte: Arch. argent. pediatr;119(3):e215-e228, Junio 2021. tab, ilus.
Idioma: en; es.
Resumo: A partir del estudio seminal Management of Myelomeningocele Study en el año 2011, el cual demostró que la reparación prenatal del defecto del mielomeningocele antes de la semana 26 mejoraba los resultados neurológicos, la cirugía fetal fue incorporada dentro de las opciones de estándar de cuidado. Así, el diagnóstico prenatal del mielomeningocele dentro de la ventana terapéutica se convirtió en un objetivo obligatorio y, por ello, se intensificó la investigación de estrategias de tamizaje, sobre todo, en el primer trimestre. Además, se desarrollaron distintas técnicas de cirugía fetal para mejorar los resultados neurológicos y disminuir los riesgos maternos. El objetivo de la siguiente revisión es actualizar los avances en tamizaje y diagnóstico prenatal en el primer y segundo trimestre, y en cirugía fetal abierta y fetoscópica del mielomeningocel

A seminal study titled Management of Myelomeningocele Study, from 2011, demonstrated that prenatal myelomeningocele defect repaired before 26 weeks of gestation improved neurological outcomes; based on this study, fetal surgery was introduced as a standard of care alternative. Thus, prenatal myelomeningocele diagnosis within the therapeutic window became a mandatory goal; therefore, research efforts on screening strategies were intensified, especially in the first trimester. In addition, different fetal surgery techniques were developed to improve neurological outcomes and reduce maternal risks. The objective of this review is to provide an update on the advances in prenatal screening and diagnosis during the first and second trimesters, and in open and fetoscopic fetal surgery for myelomeningocele
Descritores: Meningomielocele/cirurgia
Feto/cirurgia
-Cuidado Pré-Natal
Diagnóstico Pré-Natal
Disrafismo Espinal
Meningomielocele/diagnóstico por imagem
Terapias Fetais
Fetoscopia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  9 / 233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1134240
Autor: Amaral, Cássia Maria Carvalho Abrantes do; Casarini, Dulce Elena; Andrade, Maria Cristina; Cruz, Marcela Leal da; Macedo, Antônio.
Título: Study of serum and urinary markers of the reninangiotensin-aldosterone system in myelomeningocele patients with renal injury detected by DMSA
Fonte: Int. braz. j. urol;46(5):805-813, Sept.-Oct. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Introduction: The Renin-Angiotensin-Aldosterone System (RAAS) has been suggested as a possible marker of renal injury in chronic diseases. This study proposes to analyze the serum and urinary markers of the RAAS in myelomeningocele patients with renal function abnormalities detected on DMSA. Material and Methods: Seventeen patients followed in our institution that presented with renal injury on DMSA. We review nephrologic and urologic clinical aspects and evaluated ultrassonagraphy, voiding urethrocystography and urodynamics. Urinary and serum samples were collected to evaluate possible correlations of renal lesions with RAAS. Control group urine and serum samples were also sent for analysis. Results: Serum ACE 2 activity means in relation to urodynamic findings were the only values that had a statistically significant difference (p = 0.040). Patients with normal bladder pattern presented higher ACE 2 levels than the high risk group. Statistical analysis showed that the study group (SG) had a significantly higher mean serum ACE than the CG. The means of ACE 2 and urinary ACE of the SG and CG were not statistically different. The ROC curve for serum ACE values had a statistically significant area for case and non-case differentiation, with 100% sensitivity and 53% specificity for values above 60.2 mg/dL. No statistically significant areas were observed in relation to ACE 2 and urinary ACE values between SG and CG. Conclusion: The analysis of serum ACE, ACE 2 and urinary ACE were not significant in patients with myelomeningocele and neurogenic bladder with renal injury previously detected by renal DMSA.
Descritores: Sistema Renina-Angiotensina
Meningomielocele/complicações
Meningomielocele/metabolismo
-Succímero/metabolismo
Rim
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 233 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1251892
Autor: Bonelli, Maria Aparecida; Borges, Amanda Aparecida; Souza, Renata Olzon Dionysio de; Castro, Gabriela Van Der Zwaan Broekman; Oliveira, Gabriel Brassi Silvestre de; Dupas, Giselle.
Título: Seeking tirelessly for better health and life conditions for the child with myelomeningocele / Buscando incansavelmente por melhores condições de saúde e vida para o filho com mielomeningocele / Buscando sin cesar mejores condiciones de salud y de vida para el niño con mielomeningocele
Fonte: Rev. latinoam. enferm. (Online);29:e3428, 2021. graf.
Idioma: en.
Resumo: Objective: to understand the experience of families in the care of children with myelomeningocele. Method: a qualitative research study, which adopted Symbolic Interactionism and Grounded Theory as its theoretical and methodological framework, and the semi-structured interview as a data collection instrument. Twenty-eight participants from thirteen families living in a municipality in the inland of São Paulo took part in the study. Results: the family tirelessly seeks better health and life conditions for the child with myelomeningocele; aiming at the child's autonomy, it is mobilized to the necessary treatments, to learn the care, to adapt the routine, as well as to supply for all the child's needs so that it reaches potential development, looking for a less dependent future with inclusion and social ascension. Conclusion: family nursing shows potential support in the face of myelomeningocele, due to its ability to apprehend the family system, evaluate it and enable intervention proposals in the care process. In this study, rehabilitation nursing was also emphasized, since it goes together with the child and the family who experience myelomeningocele.

Objetivo: compreender a experiência de famílias no cuidado de crianças com mielomeningocele. Método: pesquisa qualitativa, que adotou como referencial teórico e metodológico o Interacionismo Simbólico e a Teoria Fundamentada nos Dados, e a entrevista semiestruturada como instrumento de coleta de dados. Vinte e oito participantes de treze famílias residentes em um município do interior paulista integraram o estudo. Resultados: a família busca incansavelmente por melhores condições de saúde e vida para o filho com mielomeningocele; objetivando a autonomia da criança, se mobiliza aos tratamentos necessários, a aprender os cuidados, a adaptar a rotina, assim como suprir por todas as necessidades da criança a fim de que esta alcance desenvolvimento potencial, prospectando um futuro menos dependente com inclusão e ascensão social. Conclusão: a enfermagem familiar mostra-se apoio potencial frente à condição da mielomeningocele, devido à sua capacidade de apreender o sistema familiar, avaliá-lo e possibilitar proposições de intervenção no processo de cuidado. Neste estudo enfatizou-se também a enfermagem de reabilitação, uma vez que esta caminha conjuntamente à criança e à família que experienciam a mielomeningocele.

Objetivo: comprender la experiencia de las familias en el cuidado de niños con mielomeningocele. Método: investigación cualitativa, que adoptó el Interaccionismo Simbólico y la Teoría Fundamentada como marco teórico y metodológico, y la entrevista semiestructurada como instrumento de recolección de datos. Participaron del estudio 28 participantes de trece familias residentes en una ciudad del interior de São Paulo. Resultados: la familia busca sin cesar mejores condiciones de vida y salud para el niño con mielomeningocele; con el objetivo de estimular la autonomía del niño, se realizan los tratamientos necesarios, se aprenden los cuidados, se adecua la rutina y se satisfacen todas las necesidades del niño para que alcance su desarrollo potencial, proyectando un futuro menos dependiente con inclusión y ascensión social. Conclusión: la enfermería familiar muestra un potencial apoyo frente a la condición de mielomeningocele, debido a su capacidad para aprehender el sistema familiar, evaluarlo y posibilitar propuestas de intervención en el proceso de atención. En este estudio también se enfatizó la enfermería de rehabilitación, ya que va de la mano del niño y la familia que padecen mielomeningocele.
Descritores: Cuidado da Criança
Doença Crônica
Inquéritos e Questionários
Meningomielocele/reabilitação
Meningomielocele/terapia
Relações Familiares
Teoria Fundamentada
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central



página 1 de 24 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde