Base de dados : LILACS
Pesquisa : C10.597.350.600 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 85 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 9 ir para página                      

  1 / 85 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-843384
Autor: Amorim, Marco Aurélio Soares; Govêia, Catia Sousa; Magalhães, Edno; Ladeira, Luís Cláudio Araújo; Moreira, Larissa Govêia; Miranda, Denismar Borges de.
Título: Effect of dexmedetomidine in children undergoing general anesthesia with sevoflurane: a meta-analysis / Efeito da dexmedetomidina em crianças submetidas à anestesia geral com sevoflurano
Fonte: Rev. bras. anestesiol;67(2):193-198, Mar.-Apr. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background and objectives: Sevoflurane is often used in pediatric anesthesia and is associated with high incidence of psychomotor agitation. In such cases, dexmedetomidine (DEX) has been used, but its benefit and implications remain uncertain. We assessed the effects of DEX on agitation in children undergoing general anesthesia with sevoflurane. Method: Meta-analysis of randomized clinical and double-blind studies, with children undergoing elective procedures under general anesthesia with sevoflurane, using DEX or placebo. We sought articles in English in PubMed database using the following terms: Dexmedetomidine, sevoflurane (Methyl Ethers/sevoflurante), and agitation (Psychomotor Agitation). Duplicate articles with children who received premedication and used active control were excluded. It was adopted random effects model with DerSimonian-Laird testing and odds ratio (OR) calculation for dichotomous variables, and standardized mean difference for continuous variables, with their respective 95% confidence interval (CI). Results: Of 146 studies identified, 10 were selected totaling 558 patients (282 in DEX group and 276 controls). The use of DEX was considered a protective factor for psychomotor agitation (OR = 0.17; 95% CI 0.13-0.23; p < 0.0001) and nausea and vomiting in PACU (OR = 0.49; 95% CI 0.35-0.68; p < 0.0001). Wake-up time and PACU discharge time were higher in the dexmedetomidine group. There was no difference between groups for extubation time and duration of anesthesia. Conclusion: Dexmedetomidine reduces psychomotor agitation during wake-up time of children undergoing general anesthesia with sevoflurane.

Resumo Justificativa e objetivos: Sevoflurano é frequentemente usado em anestesia pediátrica e está associado à alta incidência de agitação psicomotora ao despertar. Nesses casos a dexmedetomidina (dex) tem sido usada, porém permanecem incertos seus benefícios e suas implicações. Foram avaliados os efeitos da dex sobre a agitação no despertar de crianças submetidas à anestesia geral com sevoflurano. Método: Metanálise de ensaios clínicos randomizados e duplamente encobertos, com crianças submetidas a procedimentos eletivos sob anestesia geral com sevoflurano, que usaram dex ou placebo. Buscaram-se artigos em língua inglesa na base de dados Pubmed com termos como Dexmedetomidine, sevoflurane (Methyl Ethers/sevoflurane) e agitation (Psychomotor Agitation). Artigos duplicados, com crianças que receberam medicação pré-anestésica e que usaram controle ativo foram excluídos. Adotou-se modelo de efeitos aleatórios com testes de DerSimonian-Laird e cálculo de odds ratio (OR) para variáveis dicotômicas e diferença de média padronizada para variáveis contínuas, com seus respectivos intervalos de confiança de 95% (IC). Resultados: Dos 146 estudos identificados, 10 foram selecionados, com 558 pacientes (282 no grupo dex e 276 controles). O uso da dex foi considerado fator de proteção para agitação psicomotora (OR = 0,17; 95% IC 0,13-0,23; p < 0,0001) e para náuseas e vômitos na SRPA (OR = 0,49; 95% IC 0,35-0,68; p < 0,0001). Tempo para despertar e para alta da SRPA foram maiores no grupo dexmedetomidina. Não houve diferença entre os grupos para tempo de extubação e duração da anestesia. Conclusão: A dexmedetomidina reduz a agitação psicomotora no despertar de crianças submetidas à anestesia geral com sevoflurano.
Descritores: Agitação Psicomotora/prevenção & controle
Dexmedetomidina/administração & dosagem
Éteres Metílicos/efeitos adversos
-Agitação Psicomotora/etiologia
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
Anestésicos Inalatórios/administração & dosagem
Anestésicos Inalatórios/efeitos adversos
Náusea e Vômito Pós-Operatórios/prevenção & controle
Dexmedetomidina/farmacologia
Sevoflurano
Hipnóticos e Sedativos/administração & dosagem
Hipnóticos e Sedativos/farmacologia
Anestesia Geral/efeitos adversos
Anestesia Geral/métodos
Éteres Metílicos/administração & dosagem
Limites: Humanos
Criança
Tipo de Publ: Revisão
Metanálise
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 85 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-897741
Autor: Namigar, Turgut; Serap, Karacalar; Esra, Akdaş Tekin; Özgül, Odacılar; Can, Öztürk Ali; Aysel, Ak; Achmet, Ali.
Título: The correlation among the Ramsay sedation scale, Richmond agitation sedation scale and Riker sedation agitation scale during midazolam-remifentanil sedation / Correlação entre a escala de sedação de Ramsay, escala de sedação-agitação de Richmond e escala de sedação-agitação de Riker durante sedação com midazolam-remifentanil
Fonte: Rev. bras. anestesiol;67(4):347-354, July-aug. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background and objectives: Sedative and analgesic treatment administered to critically ill patients need to be regularly assessed to ensure that previously stated goals are well achieved as the risk of complications of oversedation is minimized. We revised and prospectively tested the Ramsay Sedation scale (RSS) for interrater reliability and compared it with the Sedation-Agitation Scale (SAS) and the Richmond Agitation Sedation Scale (RASS) to test construct validity during midazolam-remifentanil sedation. Methods: A convenience sample of ICU patients was simultaneously and independently examined by pairs of trained evaluators by using the revised SAS, RSS, and RASS. Ninety-two ICU patients were examined a total of 276 times by evaluator pairs. Results: The mean patient age was 61.32 ± 18.68 years, 45,7% were female (n = 42), 54.3% male (n = 50). Their APACHE values varied between 3 and 39 with an average of 13.27 ± 7.86 and 75% of the cases were under mechanical ventilation. When classified by using RSS (2.70 ± 1.28), 10.9% were anxious or agitated (RSS1), 68.5% were calm (RSS 2-3), and 20.6% were sedated (RSS 4-6). When classified by using RASS (-0.64 ± 1.58), 20.7% were anxious or agitated (RASS+1 to +4), 63.0% were calm (RASS 0 to -2), and 16.3% were sedated (RASS -3 to -5). When classified by using SAS (2.63 ± 1.00), 12% were anxious or agitated (SAS 5-7), 57.6% were calm (SAS 4), and 30.4% were sedated (SAS 1-3). RSS was correlated with the SAS (r = -0.656, p < 0.001) and RASS was correlated with the SAS (r = 0.565, p < 0.001). RSS was highly correlated with the RASS (r = -0.664, p < 0.001). Conclusions: Ramsay is both reliable and valid (high correlation with the RASS and SAS scales) in assessing agitation and sedation in adult ICU patients.

Resumo Justificativa e objetivos: O tratamento de pacientes em estado crítico com sedativos e analgésicos deve ser regularmente avaliado para garantir que as metas pré-definidas sejam atingidas, bem como minimizar o risco de complicações resultantes de sedação em excesso. Conduzimos uma revisão e testamos prospectivamente a Escala de Sedação de Ramsay (Ramsay Sedation Scale [RSS]) para a confiabilidade interavaliador e a comparamos com a Escala de Sedação e Agitação de Riker (Riker Sedation-Agitation Scale [RRSAS]) e a Escala de Sedação e Agitação de Richmond (Richmond Agitation Sedation Scale [RASS]) para testar a validade de construto durante a sedação com midazolam-remifentanil. Métodos: Uma amostra de conveniência de pacientes de UTI foi simultânea e independentemente examinada por pares de avaliadores treinados com o uso das escalas revisadas RRSAS, RSS e RASS. Foram examinados 92 pacientes de UTI por pares de avaliadores em 276 momentos. Resultados: A média dos pacientes foi de 61,32 ± 18,68 anos; 45,7% eram do sexo feminino (n = 42) e 54,3% do masculino (n = 50). Seus escores APACHE variaram entre 3-39, com média de 13,27 ± 7,86, e 75% dos casos receberam ventilação mecânica. Quando RSS foi usada para a classificação (2,70 ± 1,28), 10,9% dos pacientes estavam ansiosos ou agitados (RSS1), 68,5% estavam calmos (RSS 2 a 3) e 20,6% estavam sedados (RSS 4 a 6). Quando RASS foi usada para a classificação (-0,64 ± 1,58), 20,7% dos pacientes estavam ansiosos ou agitados (RASS +1 a +4), 63,0% estavam calmos (RASS 0 a -2) e 16,3% estavam sedados (RASS -3 a -5). Quando RSAS foi usada para a classificação (2,63 ± 1,00), 12% dos pacientes estavam ansiosos ou agitados (RSAS 5 a 7), 57,6% estavam calmos (RSAS 4) e 30,4% estavam sedados (RSAS 1 a 3). Houve correlação de RSS com RSAS (r = -0,656, p < 0,001) e de RASS com RSAS (r = 0,565, p < 0,001). Houve forte correlação de RSS com RASS (r = -0,664, p < 0,001). Conclusões: A RSS é confiável e válida (forte correlação com RASS e RSAS) para avaliar a sedação e agitação em pacientes adultos internados em UTI.
Descritores: Agitação Psicomotora/diagnóstico
Midazolam/efeitos adversos
Acatisia Induzida por Medicamentos/diagnóstico
Sedação Profunda
Remifentanil/efeitos adversos
Analgésicos Opioides/efeitos adversos
Hipnóticos e Sedativos/efeitos adversos
-Índice de Gravidade de Doença
Variações Dependentes do Observador
Estudos Prospectivos
Correlação de Dados
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 85 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-977408
Autor: Abdel-Rahman, Khaled Abdel-Baky; Abd-Elshafy, Sayed Kaoud; Sayed, Jehan A.
Título: Effect of two different doses of dexmedetomidine on the incidence of emergence agitation after strabismus surgery: a randomized clinical trial / Efeito de duas doses diferentes de dexmedetomidina na incidência de agitação ao despertar após cirurgia para correção de estrabismo: um ensaio clínico randômico
Fonte: Rev. bras. anestesiol;68(6):571-576, Nov.-Dec. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background and objective: Emergence agitation is a postoperative negative behavior that affects mainly children. We studied the effect of two different doses of dexmedetomidine on the incidence and degree of EA in children undergoing strabismus surgery. Methods: 90 patients were allocated into three equal groups; patients received 0.5 µg.kg−1 of dexmedetomidine in high Dex group, 0.25 µg.kg−1 of dexmedetomidine in low Dex group, or normal saline in the placebo group. All drugs were received with the closure of the conjunctiva before the end of the surgery. Pediatric Anesthesia Emergence Delirium (PAED) scale was used to evaluate the agitation, and Face, Legs, Activity, Cry, Consolability (FLACC) scale was used for pain assessment. Adverse effects of dexmedetomidine and recovery times were recorded. Results: The incidence of agitation was significantly lower in high Dex group compared to other groups and it was significantly lower in low Dex group compared to placebo group. The median (range) of FLACC score was significantly lower in both Dex groups compared to placebo group. Recovery times; time from removal of laryngeal mask to eye opening and time stay in post anesthesia care unit was significantly longer in high Dex group compared to other groups. No significant bradycardia or hypotension was recorded. Recovery time was significantly longer in high Dex group compared to the other two groups. Conclusion: Dexmedetomidine (0.5 µg.kg−1) before emergence from general anesthesia resulted in a reduction in the incidence of emergence agitation compared to a dexmedetomidine (0.25 µg.kg−1) but on the expense of recovery times without adverse effects.

Resumo Justificativa e objetivo: A agitação ao despertar é um comportamento pós-operatório negativo que afeta principalmente as crianças. Avaliamos o efeito de duas doses diferentes de dexmedetomidina na incidência e no grau de agitação ao despertar em crianças submetidas à correção de estrabismo. Métodos: Noventa pacientes foram alocados em três grupos iguais: receberam 0,5 µg.kg−1 de dexmedetomidina (grupo Dex-alta), 0,25 µg.kg−1 de dexmedetomidina (grupo Dex-baixa) ou solução salina normal (grupo placebo). Todos os medicamentos foram administrados com o fechamento da conjuntiva antes do fim da cirurgia. A escala pediátrica de delírio ao despertar da anestesia (PAED - Pediatric Anesthesia Emergence Delirium) foi usada para avaliar a agitação e a escala dos padrões de face, pernas, atividade, choro e consolabilidade (FLACC - Face, Legs, Activity, Cry, Consolability) para avaliar a dor. Os efeitos adversos de dexmedetomidina e os tempos de recuperação foram registrados. Resultados: A incidência de agitação foi significativamente menor no grupo Dex-alta em comparação com os outros grupos, foi significativamente menor no grupo Dex-baixa em comparação com o grupo placebo. A mediana (variação) do escore FLACC foi significativamente menor em ambos os grupos Dex em comparação com o grupo placebo. O tempo de recuperação, o tempo transcorrido desde a remoção da máscara laríngea até a abertura dos olhos e o tempo de permanência na sala de recuperação pós-anestesia foram significativamente maiores no grupo Dex-alta em comparação com os outros grupos. Não houve registro de bradicardia ou hipotensão significativa. O tempo de recuperação foi significativamente maior no grupo Dex-alta em comparação com os outros dois grupos. Conclusão: Dexmedetomidina (0,5 µg.kg−1) antes do despertar da anestesia geral resultou em uma redução da incidência de agitação ao despertar em comparação com dexmedetomidina (0,25 µg.kg−1), mas em detrimento dos tempos de recuperação sem efeitos adversos.
Descritores: Complicações Pós-Operatórias/prevenção & controle
Complicações Pós-Operatórias/epidemiologia
Agitação Psicomotora/prevenção & controle
Agitação Psicomotora/epidemiologia
Dexmedetomidina/administração & dosagem
Hipnóticos e Sedativos/administração & dosagem
-Estrabismo/cirurgia
Método Duplo-Cego
Incidência
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 85 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1114684
Autor: Henao Castaño, Ángela María; Pinzón Casas, Edwar Yamit.
Título: Assessment of delirium in children admitted into the Intensive Care Unit: psCAM-ICU Tool
Fonte: Av. enferm;38(2):140-148, May-Aug. 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Delirium has been identified as a risk factor for the mortality of critically ill patients, generating great social and economic impacts, since patients require more days of mechanical ventilation and a prolonged hospital stay in the intensive care unit (ICU), thus increasing medical costs. Objective: To describe the prevalence and characteristics of delirium episodes in a sample of 6-month to 5-year-old children who are critically ill. Methods: Cohort study at a Pediatric Intensive Care Unit (PICU) in Bogotá (Colombia). Participants were assessed by the Preschool Confusion Assessment Method for the ICU (psCAM-lCU) within the first twenty-four hours of hospitalization. Results: One quarter of the participants (25.8%) presented some type of delirium. Among them, two sub-types of delirium were observed: 62.5% of the cases were hypoactive and 37.5% hyperactive. Moreover, from them, six were male (75%) and 2 female (25%). Primary diagnosis was respiratory tract infection in 62.55% of the patients, while respiratory failure was diagnosed in the remaining 37.5%. Conclusions: The implementation of delirium monitoring tools in critically ill children provides a better understanding of the clinical manifestation of this phenomenon and associated risk factors in order to contribute to the design of efficient intervention strategies.

Resumen Introducción: el delirium se ha identificado como un factor de riesgo para la mortalidad de pacientes en estado crítico, lo que genera un mayor impacto social y económico, teniendo en cuenta que los pacientes requieren más días de ventilación mecánica y una estancia hospitalaria prolongada en la unidad de cuidados intensivos (UCI), lo que incrementa los costos médicos de su estadía. Objetivo: describir la prevalencia y las características de los episodios de delirium en una muestra de niños de seis meses a cinco años en estado crítico. Métodos: estudio de cohorte en una Unidad de Cuidados Intensivos Pediátricos (UCIP) en Bogotá (Colombia). Los participantes fueron evaluados por el método de evaluación de confusión preescolar para la UCI (psCAM-UCI) dentro de las 24 horas iniciales del período de hospitalización. Resultados: una cuarta parte de los participantes (25,8 %) presentó algún tipo de delirium. Entre ellos, se observaron dos subtipos de delirium: el 62,5 % de los casos era hipoactivo y el 37,5 % hiperactivo. Además, el 75% (6) de los participantes delirantes eran hombres y el 25 % (2) mujeres. En 62,5 % de los pacientes el diagnóstico primario fue infección de las vías respiratorias, mientras que la insuficiencia respiratoria fue diagnosticada en el 37,5 % restante. Conclusiones: la implementación de herramientas de monitoreo del delirium con niños en estado crítico proporciona una mejor comprensión de la presentación clínica de este fenómeno y los factores de riesgo asociados, con lo cual es posible contribuir al diseño de estrategias de intervención eficientes.

Resumo Introdução: o delirium foi identificado como um fator de risco para a mortalidade de pacientes graves, o que gera maior impacto social e econômico, visto que os pacientes necessitam de mais dias de ventilação mecânica e internação prolongada na unidade de terapia intensiva (UTI), o que aumenta os custos médicos para a sua estadia. Objetivo: descrever a prevalência e as características dos episódios de delirium em uma amostra de crianças de 6 meses a 5 anos, gravemente doentes. Métodos: estudo de coorte em uma Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP) em Bogotá (Colômbia). Os participantes foram avaliados pelo método de avaliação de confusão pré-escolar para a UTI (psCAM-UTl) dentro das primeiras 24 horas do período de internação. Resultados: um quarto dos participantes (25,8%) apresentou algum tipo de delirium. Entre eles, dois subtipos de delirium foram observados: 62,5% dos casos eram hipoativos e 37,5% hiperativos. Além disso, 75% (6) dos participantes delirantes eram do sexo masculino e 25% (2) feminino. Em 62,5 % dos pacientes, o diagnóstico primário foi infecção das vias respiratórias, enquanto a insuficiência respiratória foi diagnosticada em 37,5 % restante. Conclusões: a implementação de instrumentos de monitorização do delirium com crianças gravemente doentes permite uma melhor compreensão da apresentação clínica do fenômeno e dos fatores de risco associados, de forma a contribuir para o desenho de estratégias de intervenção eficazes.
Descritores: Pediatria
Agitação Psicomotora
Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica
Pré-Escolar
Cuidados Críticos
Delírio
-Respiração Artificial
Criança
Enfermagem
Colômbia
Unidades de Terapia Intensiva
Limites: Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: CO136.1 - Biblioteca


  5 / 85 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-757368
Autor: Morosán Allo, Yanina J; Rosmarin, Melanie; Urrutia, Agustina; Faingold, Maria Cristina; Musso, Carla; Brenta, Gabriela.
Título: Myxedema madness complicating postoperative follow-up of thyroid cancer
Fonte: Arch. endocrinol. metab. (Online);59(4):359-364, Aug. 2015. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Although hypothyroidism is associated with an increased prevalence of psychiatric manifestations, myxedema madness is rarely observed. We report the case of a 62-year-old woman with no prior history of psychiatric disorders, who presented to the emergency department with psychomotor agitation 6 weeks after total thyroidectomy for papillary thyroid cancer. Serum thyroid stimulating hormone (TSH) on admission was 62.9 mIU/L and free T4 was < 0.35 ng/dL, indicating severe hypothyroidism. After ruling out other possible causes, the diagnosis of myxedema madness was considered; hence, antipsychotic drug treatment and intravenous levothyroxine were prescribed. Behavioral symptoms returned to normal within 4 days of presentation, while levels of thyroid hormones attained normal values 1 week after admission. Recombinant TSH (Thyrogen®) was used successfully to prevent new episodes of mania due to thyroid hormone withdrawal in further controls for her thyroid cancer. This case illustrates that myxedema madness can occur in the setting of acute hypothyroidism, completely reverting with levothyroxine and antipsychotic treatment. Recombinant TSH may be a useful tool to prevent myxedema madness or any severe manifestation of levothyroxine withdrawal for the follow-up of thyroid cancer.
Descritores: Agitação Psicomotora/etiologia
Tiroxina/uso terapêutico
Neoplasias da Glândula Tireoide/cirurgia
Mixedema/complicações
-Período Pós-Operatório
Agitação Psicomotora/tratamento farmacológico
Antipsicóticos/uso terapêutico
Neoplasias da Glândula Tireoide/complicações
Mixedema/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 85 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-960821
Autor: Souza, Thieli Lemos de; Azzolin, Karina de Oliveira; Fernandes, Vivian Rodrigues.
Título: Cuidados multiprofissionais para pacientes em delirium em terapia intensiva: revisão integrativa / Cuidados multiprofesionales para pacientes en delirium en la terapia intensiva: revisión integrativa / Multiprofessional care for delirium patients in intensive care: integrative review
Fonte: Rev. gaúch. enferm;39:e20170157, 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Descrever os cuidados multiprofissionais para manejo de pacientes críticos em delirium na UTI a partir das evidências encontradas na literatura. MÉTODOS Trata-se de uma revisão integrativa realizada no período de 1º de fevereiro a 30 de junho de 2016 através de busca nas bases de dados PubMed, Scopus, Web of Science e CINAHL com os descritores delirium, critical care e intensive care units que finalizou com 17 estudos originais. RESULTADOS Foram encontrados um bundle e uma diretriz, duas revisões sistemáticas, evidência 1a e quatro ensaios clínicos, evidência 1b e 2b, os demais estudos de coorte e observacionais. Os cuidados multiprofissionais foram apresentados para melhor entendimento em diagnóstico de delirium, pausa de sedação, mobilização precoce, diretrizes para dor, agitação e delirium, agitação psicomotora, orientação cognitiva, promoção do sono, ambiente e participação da família. CONCLUSÃO Os cuidados para delirium são abrangentes e pouco específicos, determinando seu aspecto multifatorial.

Resumen OBJETIVO Se objetivó describir los cuidados multiprofesionales para manejo de pacientes críticos en delirium en la UTI a partir de las evidencias encontradas en la literatura. MÉTODOS Se trata de una revisión integradora realizada en el período del 1 de febrero al 30 de junio de 2016 a través de búsqueda en PubMed, Scopus, Web of Science, and CINAHL con descriptores delirium, critical care e intensive care units que finalizó 17 estudios originales. RESULTADOS Fueron encontrados un bundle, una directriz, dos revisiones sistemáticos, evidencia 1a, cuatro ensayos clínicos, evidencia 1b y 2b, los demás estudios de cohorte y observacionales. Los cuidados multiprofesionales fueron presentados para mejor entenderse el diagnóstico de delirium, pausa de sedación, movilización temprana, directrices para dolor, agitación, y delirium, agitación psicomotora, orientación cognitiva, promoción de sueño, ambiente y participación de la familia. CONCLUSIÓN Los cuidados para delirium son más amplio y poco específicos, determinando su aspecto multifactorial.

Abstract OBJECTIVE To describe the multiprofessional care for the management of critical patients in delirium in the ICU from the evidences found in the literature. METHODS This integrative review was carried out in the period from February 1 to June 30, 2016 through searches on PubMed, Scopus, Web of Science, and CINAHL, with the following descriptors: delirium, critical care e intensive care units, which brought up 17 original papers. RESULTS A bundle and a guideline, two systematic reviews, evidence 1a and four clinical trials, evidence 1b and 2b, cohort and observational studies were found. The multiprofessional care was presented to better understand the diagnosis of delirium, sedation pause, early mobilization, pain, agitation and delirium guidelines, psychomotor agitation, cognitive orientation, sleep promotion, environment and family participation. CONCLUSION The care for delirium is wide and not specific, which determines its multifactorial aspect.
Descritores: Equipe de Assistência ao Paciente
Cuidados Críticos/métodos
Delírio/terapia
-Orientação
Agitação Psicomotora
Agitação Psicomotora/tratamento farmacológico
Agitação Psicomotora/terapia
Auxiliares Sensoriais
Sono
Antipsicóticos/uso terapêutico
Cuidadores
Guias de Prática Clínica como Assunto
Terapia Combinada
Delírio/enfermagem
Delírio/tratamento farmacológico
Delírio/reabilitação
Pacotes de Assistência ao Paciente
Hipnóticos e Sedativos/uso terapêutico
Unidades de Terapia Intensiva
Musicoterapia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 85 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1012808
Autor: Fortunato, Ivan; Schwartz, Gisele Maria.
Título: Cinema, psicologia positiva e a resiliência do corpo: superar para a felicidade / Cinema, psicología positiva y la resiliencia del cuerpo: superar para la felicidad / Movies, positive psychology and body resilience: overcoming for happiness
Fonte: Psicol. Estud. (Online);24:e42384, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Este artigo trata de uma investigação centrada na relação humana com o cinema, do ponto de vista da Psicologia Positiva, cujo propósito é a promoção de valores e bem-estar. Essa busca emerge da seguinte inquietação: poderia o cinema potencializar o enfrentamento para superação de contundentes adversidades contingenciais à vida humana? Especificamente, o propósito do artigo é discutir como o cinema pode potencializar a resiliência do corpo. Dessa forma, explora-se o sentido da resiliência quando o próprio corpo aparenta limitar alguém a realizar tarefas corriqueiras. Para tanto, os filmes Meu pé esquerdo (1989) e A teoria de tudo (2014), que retratam, respectivamente, as histórias de Christy Brown e Stephen Hawking são utilizados como exemplos de que a limitação do corpo não é suficiente para limitação da felicidade. Ao final, espera-se que os elementos identificados, nas narrativas cinematográficas, ajudem a fortalecer o cinema como uma tecnologia fundante para o desenvolvimento humano, especialmente pela ótica da psicologia positiva.

RESUMEN Este artículo trata de una investigación centrada en la relación humana con el cine desde el punto de vista de la Psicología Positiva, cuyo propósito es la promoción de valores y bienestar. Esta búsqueda surge de la siguiente inquietud: ¿podría el cine potenciar el enfrentamiento para superar las contundentes adversidades contingentes a la vida humana? En concreto, el propósito del artículo es discutir cómo el cine puede potenciar la resiliencia del cuerpo. De esta forma, se explora el sentido de la resiliencia cuando el propio cuerpo aparenta limitar a alguien a realizar tareas corrientes. Para tanto, las películas Meu pé esquerdo (1989) y A teoria de tudo (2014), que retratan, respectivamente, las historias de Christy Brown y Stephen Hawking se utilizan como ejemplos claros de que la limitación del cuerpo no es suficiente para limitar la felicidad. Al final, se espera que los elementos identificados en las narrativas cinematográficas seleccionadas, ayuden a fortalecer el cine como una tecnología fundadora para el desarrollo humano, especialmente por la óptica de la Psicología Positiva.

ABSTRACT This paper deals with an investigation centered on the human relationship with the movies, from a Positive Psychology point of view, which focuses on the promotion of values and well-being. This search emerges from the following question: could movies potentiate the confrontation to overcome strong contingent adversities to human life? Specifically, the purpose of the paper is to discuss how movies can enhance the body resilience. Therefore, the sense of resilience is explored when the body itself seems to limit someone to perform ordinary tasks. For that, the movies Meu pé esquerdo (1989) and A teoria de tudo (2014), which portray, respectively, the stories of Christy Brown and Stephen Hawking are both used as clear examples that the limitation of the body is not enough to limit the happiness. In the end, the elements identified in the selected narratives are expected to help strengthen movies as foundational technology for human development, especially from the perspective of Positive Psychology.
Descritores: Adaptação Psicológica
Filmes Cinematográficos
-Agitação Psicomotora/psicologia
Resiliência Psicológica
Psicologia Positiva
Felicidade
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  8 / 85 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1059184
Autor: Cheniaux, Elie; Silva, Rafael de Assis da; Santana, Cristina M. T; Nardi, Antonio Egidio; Filgueiras, Alberto.
Título: Mood versus energy/activity symptoms in bipolar disorder: which cluster of Hamilton Depression Rating Scale better distinguishes between mania, depression, and euthymia? / Sintomas de humor versus sintomas de energia/atividade no transtorno bipolar: qual grupo da Escala de Depressão de Hamilton distingue melhor entre mania, depressão e eutimia?
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);41(4):401-408, Oct.-Dez. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction Although bipolar disorder (BD) is traditionally included among mood disorders, some authors believe that changes in energy and motor activity, rather than mood changes, represent the true cardinal symptoms in mania and depression. The aim of the current study was to identify which cluster of the Hamilton Depression Rating Scale (HAM-D) better distinguishes between mania, depression and euthymia. Method A group of 106 patients with BD were followed for 13 years and repeatedly assessed with the HAM-D as well as with other clinical scales. To perform a comparison, HAM-D items were classified according to clinical criteria into three clusters: energy/activity symptoms, mood symptoms, and other symptoms. Item response theory (IRT) analyses were performed to provide a test information curve for those three clusters. We measured the prevalence of one cluster of symptoms over the other two throughout the latent trait. Results Considering HAM-D items individually, the IRT analysis revealed that there was a mixture of mood and energy/activity symptoms among the most discriminative items, both in depression and in euthymia. However, in mania, only energy/activity symptoms - i.e., general somatic symptoms and retardation - were among the most informative items. Considering the classification of items, both in depression as in mania, the energy/activity cluster was more informative than the mood cluster according to the IRT analysis. Conclusion Our data reinforce the view of hyperactivity and motor retardation as cardinal changes of mania and depression, respectively.

Resumo Introdução Embora o transtorno bipolar (TB) seja tradicionalmente incluído entre os transtornos do humor, alguns autores acreditam que as alterações na energia e na atividade motora, em vez das alterações no humor, representam os verdadeiros sintomas cardinais na mania e na depressão. O objetivo do presente estudo foi identificar qual grupo da Escala de Depressão de Hamilton (HAM-D) distingue melhor entre mania, depressão e eutimia. Método Um grupo de 106 pacientes com TB foram acompanhados por 13 anos e avaliados repetidamente com a HAM-D e com outras escalas clínicas. Para realizar uma comparação, os itens da HAM-D foram classificados de acordo com critérios clínicos em três grupos: sintomas de energia/atividade, sintomas de humor e outros sintomas. Foram realizadas análises da teoria da resposta ao item (TRI) para fornecer uma curva de informações de teste para esses três grupos. Medimos a prevalência de um grupo de sintomas em comparação aos outros dois através do traço latente. Resultados Considerando os itens da HAM-D individualmente, a análise da TRI revelou que havia uma mistura de sintomas de humor e de energia/atividade entre os itens mais discriminativos, tanto na depressão quanto na eutimia. No entanto, na mania, apenas os sintomas de energia/atividade - ou seja, sintomas somáticos gerais e retardo - estavam entre os itens mais informativos. Considerando a classificação dos itens, tanto na depressão quanto na mania, o grupo energia/atividade foi mais informativo que o grupo humor, de acordo com a análise da TRI. Conclusão Nossos dados reforçam a visão da hiperatividade e do retardo motor como as alterações cardinais de mania e depressão, respectivamente.
Descritores: Escalas de Graduação Psiquiátrica
Agitação Psicomotora/diagnóstico
Transtorno Bipolar/diagnóstico
Afeto
Depressão/diagnóstico
-Agitação Psicomotora/psicologia
Transtorno Bipolar/psicologia
Depressão/psicologia
Entrevista Psicológica
Pessoa de Meia-Idade
Atividade Motora
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 85 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-723477
Autor: Stucchi-Portocarrero, Santiago; Cruzado, Lizardo; Fernández-Ygreda, Regina; Bernuy-Mayta, Martín; Vargas-Murga, Horacio; Alvarado-Sánchez, Franz; Rondón-de la Jara, José Luis; Núñez-Moscoso, Patricia.
Título: Guía de práctica clínica para el tratamiento de la agitación psicomotora y la conducta agresiva / Clinical practice guidelines for the treatment of psychomotor agitation and aggressive behavior
Fonte: Rev. neuropsiquiatr;77(1):19-30, ene.-mar. 2014. tab, ilus.
Idioma: es.
Resumo: Se presenta la Guía de práctica clínica para el tratamiento de la agitación psicomotora y la conducta agresiva del Departamento de Emergencia del Instituto Nacional de Salud Mental ôHonorio Delgado û Hideyo Noguchiõ Lima, Perú, aprobada mediante la Resolución Directoral Nº 071-2013-DG/INSMõHD-HNõ.

We present the Clinical practice guidelines for the treatment of psychomotor agitation and aggressive behavior from the Emergency Department, Instituto Nacional de Salud Mental ôHonorio Delgado û Hideyo Noguchiõ Lima, Peru, approved by Resolución Directoral Nº 071-2013-DG/INSMõHD-HNõ.
Descritores: Agitação Psicomotora/terapia
Comportamento
Guias de Prática Clínica como Assunto
Violência
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  10 / 85 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-357164
Autor: Vásquez Gómez, Freddy.
Título: El uso de midazolam en el control de pacientes agitados en la emergencia psiquiátrica / The use of midasolam in the control of patients acutely upset in the psychiatric emergency
Fonte: Rev. neuropsiquiatr;66(3):249-254, sept. 2003. tab.
Idioma: es.
Resumo: Los agentes usados para pacientes agudamente agitados en la Sala de Emergencia Psiquiátrica, tales como el haloperidol o el diazepan E.V. presentan desventajas, por los efectos extrapiramidales y el riesgo de paro cardiorespiratorio respectivamente. Se utiliza, entonces, un fármaco descrito como de buena absorción, seguro y de acción rápida como es el midazolam. Este estudio compara la efectividad del midazolam y el haloperidol en pacientes agitados con diagnósticos de psicosis agudas, afectivas o esquizofrénicas atendidas en la Emergencia del INSM HD HN. Se asignó de manera randomizada 15 pacientes para cada grupo, con edades fluctuantes entre 18 y 83 años. Se les administró midazolam 15mg o haloperidol 5mg VIM, Se aplicó la escala de Agresión observable (OAS). Después de un período de 30 y 60 minutos los paciente fueron evaluados con los ítems de la escala. El midazolam resultó significativamente más efectivo que el haloperidol en el control de la agitación motora para la muestra descrita. Estos resultados indican que el midazolam puede resultar un fármaco muy útil en la tranquilización rápida, y que es aconsejable realizar estudos con poblaciones más numerosas y con diseños doble-ciego.
Descritores: Midazolam
Agitação Psicomotora
Método Duplo-Cego
Serviços de Emergência Psiquiátrica
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Feminino
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca



página 1 de 9 ir para página                      
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde