Base de dados : LILACS
Pesquisa : C10.597.606.150.500.300 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 266 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 27 ir para página                         

  1 / 266 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1180752
Autor: Soares, Cibele Siebra; Guerra, Amanda; Roy, Arnaud; Hazin, Izabel; Azoni, Cíntia Salgado.
Título: Developmental dyslexia and executive functions: evidence on main evaluation methods / Dislexia do desenvolvimento e funções executivas: evidências sobre os principais métodos de avaliação / Dislexia del desarrollo y funciones ejecutivas: evidencias sobre los principales métodos de evaluación
Fonte: Estud. psicol. (Natal);25(1):1-9, Jan.-Mar. 2020. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: In recent years, a growing number of studies have been associating Developmental dyslexia (DD) with alterations in executive functions (EF). However, the literature still hasn't reached a consensus on this subject. This study objective was to carry out a systematic literature review of the most explored functions and neuropsychological instruments for the assessment of EF on children and teenagers with DD, between the years of 2007 and 2017. Seventy-one different instruments for the assessment of EF in individuals with DD were mapped. The most used tests were the Digit Span Task, the Stroop Test and the Tower of London. The most studied EF was working memory. It was concluded that the recent interest in this research field, the wide variety of instruments employed and of EF models adopted hamper the establishment of a consensus on the influence of the diverse aspects of EF on DD.

Nos últimos anos, crescente número de estudos tem associado à Dislexia do Desenvolvimento (DD) a alterações em funções executivas (FE). No entanto, a literatura ainda não apresenta consenso quanto a esta questão. Este estudo teve como objetivo realizar revisão sistemática da literatura, investigando os instrumentos e as funções neuropsicológicas mais exploradas para avaliar as FE em crianças e adolescentes com DD, entre os anos de 2007 e 2017. Foram mapeados 71 instrumentos para avaliar FE em indivíduos com DD. Os testes mais utilizados foram o Digit Span Task, o Stroop Test e o Tower of London. A FE mais estudada foi a memória de trabalho. Conclui-se que o recente interesse neste campo de pesquisa, a grande variedade de instrumentos empregados e de modelos de FE adotados dificulta o estabelecimento de um consenso sobre a influência dos diversos aspectos das FE na DD.

En los últimos años, un creciente número de estudios asocian la dislexia del desarrollo (DD) a alteraciones en las funciones ejecutivas (FE). Sin embargo, la literatura aún no ha llegado a un consenso sobre este tema. El objetivo de este estudio fue realizar una revisión sistemática de la literatura de las funciones más exploradas y los instrumentos neuropsicológicos más utilizados para la evaluación de las FE en niños y adolescentes con DD, entre los años de 2007 y 2017. Fueron mapeados 71 instrumentos diferentes para la evaluación de EF en individuos con DD. Las pruebas más utilizadas fueron la Tarea de Digit Span, la Prueba de Stroop y la Torre de Londres. La FE más estudiada fue la memoria de trabajo. Se concluyó que el reciente interés en este campo de investigación, la gran variedad de instrumentos empleados y de modelos de FE adoptados dificultan el establecimiento de un consenso sobre la influencia de los diversos aspectos de las EF en la DD.
Descritores: Criança
Adolescente
Dislexia/psicologia
Função Executiva
Testes Neuropsicológicos
-Cognição
Métodos
Limites: Humanos
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede


  2 / 266 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1154218
Autor: MEDINA, Giovanna Beatriz Kalva; GUIMARÃES, Sandra Regina Kirchner.
Título: Reading in developmental dyslexia: the role of phonemic awareness and executive functions / Leitura na dislexia do desenvolvimento: o papel da consciência fonêmica e das funções executivas
Fonte: Estud. Psicol. (Campinas, Online);38:e180178, 2021. tab.
Idioma: en.
Resumo: This study investigated the correlations and the possible deficits in reading, phonemic awareness, and executive functions among students with developmental dyslexia. A total of 28 students participated in the study, between 9 and 11 years old, 14 with developmental dyslexia and 14 without reading difficulties. Specific instruments were used to assess reading, phonemic awareness, and executive functions. The Spearman test indicated moderate and very significant correlations between performance in tasks of phonemic awareness and reading (recognition and comprehension) and tasks that assessed cognitive functioning involving the following executive functions: cognitive flexibility, working memory, inhibitory control, and orthographic verbal fluency. No correlation was found between the reading and phonemic awareness assessments and the results of the planning done with the Tower of London instrument. The results allowed the researchers to hypothesize that an intervention planned for the development of phonemic awareness and executive functions may have an effect in improving the reading performance of dyslexics.

Este estudo investigou as correlações e os possíveis déficits em leitura, consciência fonêmica e funções executivas entre estudantes com dislexia do desenvolvimento. Participaram do estudo 28 estudantes, com idade entre 9 e 11 anos, sendo 14 com dislexia do desenvolvimento e 14 sem dificuldade de leitura. Foram utilizados instrumentos específicos para avaliação da leitura, consciência fonêmica e funções executivas. O teste Spearman indicou correlações moderadas e muito significativas entre o desempenho nas tarefas de consciência fonêmica e leitura (reconhecimento e compreensão) e as tarefas que avaliaram o funcionamento cognitivo envolvendo as seguintes funções executivas: flexibilidade cognitiva, memória de trabalho, controle inibitório e fluência verbal ortográfica. Não foi encontrada correlação entre as avaliações de leitura e consciência fonêmica e planejamento com o instrumento Torre de Londres. Os resultados possibilitam hipotetizar que uma intervenção para o desenvolvimento da consciência fonêmica e das funções executivas pode melhorar o desempenho em leitura dos disléxicos.
Descritores: Leitura
Consciência
Dislexia
Responsável: BR27.1 - Biblioteca do Campus II


  3 / 266 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Ciasca, Sylvia Maria
Texto completo
Id: biblio-1055223
Autor: Roama-Alves, Rauni Jandé; Pellisson, Sofia; Nakano, Tatiana de Cassia; Salgado-Azoni, Cintia Alves; Dias, Tatiane Lebre; Ciasca, Sylvia Maria.
Título: Test for identification of signs of dyslexia: effects of developmental variables / Teste para identificação de sinais de dislexia: efeitos de variáveis desenvolvimentais / Prueba de identificación de señales de dislexia: efectos de variables de desarrollo
Fonte: Aval. psicol;18(3):219-228, jul.-set. 2019. tab, il.
Idioma: en.
Resumo: This study aimed to verify the effects of developmental variables as age, school grade and gender in the performance of the Test for Identification of Signs of Dyslexia (TISD). In particular from the analysis of the first two, it was also sought to verify validity evidence based on external variables. Participants were 515 children, randomly selected, ages between six and 13 years old (Mean = 8.46; SD = 1.52), and 52% of males. Through the Univariate Analysis of Variance, only effects of age and school grade were found. It was observed that TISD was able to differentiate groups of six, seven, and eight years old and the school grade of the 1st to 4th grade of elementary school. From these results, it was possible to add positive validity evidence to the instrument, in order to motivate the conduction of other research studies of its psychometric qualities. (AU)

Este estudo objetivou verificar efeitos das variáveis desenvolvimentais de idade, ano escolar e gênero no desempenho do Teste para Identificação de Sinais de Dislexia (TISD). Especificamente, a partir da análise das duas primeiras, buscou-se também averiguar evidências de validade desse instrumento baseadas em variáveis externas. Participaram 515 crianças, selecionadas aleatoriamente, com idades entre seis e 13 anos (M = 8,46; DP = 1,52) e 52% pertencentes ao gênero masculino. Por meio da análise univariada da variância, foram encontrados somente efeitos das variáveis idade e ano escolar. Observou-se que o TISD foi capaz de diferenciar grupos de seis, sete e oito anos e também os anos escolares do primeiro ao quarto ano. A partir desses resultados, foi possível adicionar evidências positivas de validade para o instrumento, de modo a motivar a condução de outros estudos de investigação de suas qualidades psicométricas. (AU)

Este estudio objetivó comprobar los efectos de las variables del desarrollo de edad, año escolar y género en la ejecución del "Prueba de Identificación de Señales de Dislexia" (TISD). Específicamente a partir del análisis de las dos primeras, se buscó también verificar evidencias de validez de dicho instrumento basadas en variables externas. Participaron 515 niños, seleccionados al azar, con edades comprendidas entre seis y 13 años (M = 8.46; DS = 1.52) y 52% de hombres. Por medio del Análisis Univariado de Varianza, sólo se encontraron efectos de las variables edad y año escolar. Se observó que el TISD fue capaz de diferenciar grupos de seis, siete y ocho años y también los años escolares del primer hasta el cuarto año. A partir de estos resultados, fue posible añadir evidencias positivas de validez para el instrumento, con la finalidad de motivar la conducción de otros estudios de investigación de sus cualidades psicométricas. (AU)
Descritores: Dislexia/psicologia
-Reprodutibilidade dos Testes
Deficiências da Aprendizagem/psicologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: BR1249.1 - Coordenadoria do Sistema de Bibliotecas


  4 / 266 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Ciasca, Sylvia Maria
Texto completo
Id: biblio-1056983
Autor: Pestun, Magda Solange Vanzo; Roama-Alves, Rauni Jandé; Ciasca, Sylvia Maria.
Título: Neuropsychological and educational profile of children with dyscalculia and dyslexia: a comparative study / Perfil neuropsicológico e escolar de crianças com discalculia e dislexia: estudo comparativo / Perfil neuropsicológico y educativo de los niños con discalculia y dislexia: estudio comparativo
Fonte: Psico USF;24(4):645-659, out.-dez. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: This paper aims to compare the neuropsychological and educational profiles of Brazilian children with dyscalculia (n = 8), dyslexia (n = 13) and without learning disabilities (n = 12). The neuropsychological profile was composed of: (a) intelligence - assessed by the Wechsler Intelligence Scale for Children (WISC-III); (b) attention - WISC-III Coding and Symbol Search subtests; (c) executive functions - Digit Span (backward order) and WISC-III Arithmetic subtests, Pseudoword Repetition Test for Brazilian Children, Stroop Test and Wisconsin Card Sorting Test; (d) memory - WISC-III Digit Span subtest (forward order) and Rey Complex Figures. The educational profile was composed of reading, writing and mathematics, assessed by the Academic Performance Test and the Arithmetic Test. It was found that the groups with dyscalculia and dyslexia did not differentiate in any of the neuropsychological abilities, only in the reading and writing abilities. Neuropsychological variables that could explain these results were discussed. (AU)

Objetivou-se comparar os perfis neuropsicológico e escolar de crianças brasileiras com discalculia (n = 8), dislexia (n = 13) e sem dificuldades escolares (n = 12). O perfil neuropsicológico foi composto por: (a) inteligência: avaliada pela Escala de Inteligência Wechsler para Crianças (WISC-III); (b) atenção: subtestes Códigos e Procurar Símbolos da WISC-III; (c) funções executivas: subtestes Dígitos (ordem inversa) e Aritmética da WISC-III, Teste de Repetição de Pseudopalavras para Crianças Brasileiras, Teste de Stroop e Teste Wisconsin de Classificação de Cartas; (d) memória: subteste Dígitos (ordem direta) da WISC-III e Figuras Complexas de Rey. O perfil escolar foi composto por leitura, escrita e matemática, avaliado pelo Teste de Desempenho Escolar e pela Prova de Aritmética. Verificou-se que os grupos com discalculia e com dislexia não se diferenciaram em nenhuma das habilidades neuropsicológicas, somente nas habilidades escolares de leitura e escrita. Variáveis neuropsicológicas que pudessem explicar esses desempenhos intergrupos foram discutidas. (AU)

El objetivo de este trabajo fue comparar los perfiles neuropsicológicos y escolares de niños brasileños con Discalculia (n = 8), Dislexia (n = 13) y niños sin dificultades escolares (n = 12). El perfil neuropsicológico fue compuesto por: (a) inteligencia: evaluada por Escala de Inteligencia Wechsler para Niños (WISC-III); (b) atención: subtests Códigos y Búsqueda de Símbolos de la WISC-III; (c) funciones ejecutivas: subtests Dígitos (orden inverso) y Aritmética de la WISC-III, Test de Repetición de Pseudopalabras para Niños Brasileños, Test de Stroop y Test Wisconsin de Clasificación de Cartas; (d) memoria: subtest Dígitos (orden directo) de la WISC-III y Figuras Complejas de Rey. El perfil escolar fue compuesto por lectura, escritura y matemática, evaluado por el Test de Desempeño Escolar y por la Prueba de Aritmética. Se verificó que los grupos con Discalculia y con Dislexia no se diferenciaron en ninguna de las habilidades neuropsicológicas, sólo en las habilidades escolares de lectura y escritura. Fueron discutidas variables neuropsicológicas que pueden explicar esos desempeños intergrupales. (AU)
Descritores: Escalas de Wechsler
Dislexia/psicologia
Teste de Stroop
Discalculia/psicologia
Teste de Classificação de Cartas de Wisconsin
Deficiências da Aprendizagem/psicologia
-Inquéritos e Questionários
Anamnese
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1249.1 - Coordenadoria do Sistema de Bibliotecas


  5 / 266 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-728684
Autor: Oliveira, Ecila P; Neri, Marina L; Capelatto, Lívia L; Guimarães, Catarina A; Guerreiro, Marilisa M.
Título: Rolandic epilepsy and dyslexia / Epilepsia rolândica e dislexia
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;72(11):826-831, 11/2014. tab.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; . Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: Objective Although benign epilepsy with centrotemporal spikes (BECTS) is an idiopathic, age-related epilepsy syndrome with favorable outcome, recent studies have shown impairment in specific neuropsychological tests. The objective of this study was to analyze the comorbidity between dyslexia and BECTS. Method Thirty-one patients with clinical and electroencephalographic diagnosis of BECTS (group A) and 31 paired children (group B) underwent a language and neuropsychological assessment performed with several standardized protocols. Our findings were categorized as: a) dyslexia; b) other difficulties; c) without difficulties. Our results were compared and statistically analyzed. Results Our data showed that dyslexia occurred in 19.4% and other difficulties in 74.2% of our patients. This was highly significant when compared with the control group (p<0.001). Phonological awareness, writing, reading, arithmetic, and memory tests showed a statistically significant difference when comparing both groups. Conclusion Our findings show significant evidence of the occurrence of dyslexia in patients with BECTS. .

Objetivo Apesar da epilepsia benigna da infância com espículas centrotemporais (EBICT) ser uma síndrome epiléptica considerada idiopática, idade-relacionada e de evolução favorável, estudos recentes têm mostrado que essas crianças apresentam prejuízo em testes neuropsicológicos específicos. O objetivo desse estudo foi analisar a comorbidade entre EBICT e dislexia. Método Trinta e um pacientes com diagnóstico clínico e eletrencefalográfico de EBICT (grupo A) e 31 crianças pareadas (grupo B) foram submetidos à avaliação neuropsicológica e de linguagem com vários protocolos estandardizados. Nossos achados foram categorizados em: a) dislexia; b) outras dificuldades; c) sem dificuldades. Nossos resultados foram comparados e analisados estatisticamente. Resultados Os dados mostraram que dislexia ocorreu em 19,4% e outras dificuldades em 74,2% dos nossos pacientes. Esses números foram altamente significativos quando comparados com o grupo controle (p<0,001). Consciência fonológica, leitura, escrita, aritmética e testes de memória mostraram diferença estatisticamente significante quando foram comparados os dois grupos. Conclusão Nossos dados mostraram que há evidência da ocorrência de dislexia em pacientes com EBICT. .
Descritores: Epilepsia Rolândica/fisiopatologia
Dislexia/fisiopatologia
-Conscientização/fisiologia
Redação
Estudos de Casos e Controles
Comorbidade
Estatísticas não Paramétricas
Eletroencefalografia
Testes de Linguagem
Transtornos da Memória/fisiopatologia
Testes Neuropsicológicos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 266 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001343
Autor: Miyasaka, Jordan Da Silva; Vieira, Raphael V Gonzaga; Novalo-Goto, Elaine Shizue; Montagna, Erik; Wajnsztejn, Rubens.
Título: Irlen syndrome: systematic review and level of evidence analysis / Síndrome de Irlen: revisão sistemática e análise do nível de evidência
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;77(3):194-207, Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: Scotopic sensitivity syndrome, later called Meares-Irlen syndrome or simply Irlen syndrome (IS) has been described as symptoms of poor reading ability due to poor color matching and distorted graphic images. Individuals with this syndrome are considered slow, ineffective readers with low comprehension and visual fatigue. It is still uncertain whether the disease pathophysiology is an independent entity or part of the dyslexia spectrum. Nevertheless, treatments with lenses and colored filters have been proposed to alleviate the effect of the luminous contrast and improve patients' reading performance. However, no evidence of treatment effectiveness has been achieved. Objective: The aim of the present study was to obtain evidence about IS etiology, diagnosis and intervention efficacy. Methods: A systematic review was performed covering the available studies on IS, assessing the available data according to their level of evidence, focusing on diagnostic tools, proposed interventions and related outcomes. Results: The data showed high heterogeneity among studies, and lack of evidence on the existence of IS and treatment effectiveness. Conclusion: The syndrome as described, as well as its treatments, require further strong evidence.

RESUMO Background: A síndrome da sensibilidade escotópica, posteriormente denominada síndrome de Meares-Irlen ou simplesmente síndrome de Irlen (SI), foi descrita como indivíduos com sintomas de baixa capacidade de leitura devido à combinação de cores e distorções nas imagens. Indivíduos com essa síndrome podem apresentar leitura lenta e ineficaz, com baixo nível de compreensão e fadiga visual. A fisiopatologia da doença ainda é incerta como uma entidade independente ou como parte do espectro da dislexia. No entanto, tratamentos com lentes e filtros coloridos foram propostos com o objetivo de aliviar o efeito do contraste luminoso e melhorar o desempenho de leitura dos pacientes. Outrossim, nenhuma evidência de eficácia do tratamento foi alcançada. Objetivos: Obter evidências sobre a etiologia, eficácia diagnóstica e intervenção da SI. Métodos: Foi realizada uma revisão sistemática, cobrindo os estudos disponíveis sobre a SI, avaliando os dados disponíveis de acordo com seu nível de evidência, com foco em ferramentas de diagnóstico, intervenções propostas e desfechos relacionados. Resultados: Os dados mostram alta heterogeneidade, falta de evidência sobre a existência da SI e eficácia do tratamento. Conclusões: A síndrome descrita e seus tratamentos exigem evidências mais robustas.
Descritores: Transtornos da Visão/diagnóstico
Transtornos da Visão/terapia
-Síndrome
Transtornos da Visão/etiologia
Transtornos da Visão/fisiopatologia
Lentes de Contato
Dislexia/fisiopatologia
Visão Noturna
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 266 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001353
Autor: Barbosa, Thais; Rodrigues, Camila Cruz; Mello, Claudia Berlim de; Silva, Mariana Cristina de Souza e; Bueno, Orlando Francisco Amodeo.
Título: Executive functions in children with dyslexia / Funções executivas em crianças com dislexia
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;77(4):254-259, Apr. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT This study aimed to verify whether children with dyslexia have difficulties in executive functions (shifting, working memory, inhibition). Methods: A sample of 47 children (ages 8-13 years) participated in the study: 24 who were dyslexic and 23 controls with typical development. A battery of neuropsychological tests was used. Results: Results revealed executive function difficulties among the dyslexic children when compared with controls, encompassing selective attention modulation processes, shifting, and inhibitory control. These difficulties appeared to be affected by phonological working memory deficits, typically associated with dyslexia. Conclusion: Our findings support the consensus among scholars regarding the central involvement of phonological skill dysfunctions in dyslexia.

RESUMO O objetivo deste estudo foi verificar se crianças com dislexia têm dificuldades nas habilidades de funções executivas (shifting, memória operacional e inibição). Métodos: Uma amostra de 47 crianças (idades entre 8 e 13 anos) participaram do estudo: 24 crianças disléxicas e 23 crianças com desenvolvimento típico. Uma bateria de avaliação neuropsicológica foi usada. Results: Os resultados revelaram dificuldades nas funções executivas nas crianças disléxicas quando comparadas com as controle, envolvendo processos de modulação de atenção seletiva, shifting e controle inibitório. Essas dificuldades parecem ser afetadas pelos déficits na memória operacional fonológica, tipicamente associada à dislexia. Conclusion: Assim, nossos achados suportam o consenso de que a disfunção central da dislexia está nas habilidades fonológicas.
Descritores: Dislexia/fisiopatologia
Função Executiva/fisiologia
-Valores de Referência
Atenção/fisiologia
Fonética
Estudos de Casos e Controles
Avaliação da Deficiência
Memória de Curto Prazo/fisiologia
Testes Neuropsicológicos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 266 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1126670
Autor: Barba Tellez, María Nela; Suárez Monzón, Noemí; Jomarrón Moreira, Licet; Navas Bonilla, Carmen del Rosario.
Título: Tendencias actuales de la investigación en dislexia y necesidad de formación docente / Current trends in dyslexia research and the need for teacher training
Fonte: Rev. cuba. med. mil;48(supl.1):e400, 2019.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: La dislexia como necesidad educativa requiere una atención especializada. Cuando esta no se logra por parte del docente y de los que ejercen una influencia formativa en los niños, puede traer consecuencias educativas y emocionales. Objetivo: Describir las tendencias actuales del abordaje de la dislexia, según los estudios actuales relacionados con el tema. Métodos: Se realizó una revisión bibliográfica, de 68 fuentes documentales, en Google académico, Academic Search Complete, Lilacs y Scielo; se usaron como palabras clave: dislexia, dificultad de aprendizaje, bases neurológicas, y consecuencias emocionales y educativas de la dislexia; en español e inglés; con énfasis en publicaciones de los últimos cinco años. La selección incluyó artículos de revistas científicas, informes de investigación y libros, aunque se citaron en el texto 31 fuentes. El análisis de los contenidos identificados se realizó desde una perspectiva de reflexión, con el empleo de métodos analítico-sintético, histórico-lógico y dialéctico. Conclusiones: Las investigaciones sobre dislexia se han concentrado más en las redes neuronales y sus implicaciones para las funciones cognitivas; la influencia de la conciencia fonológica en la competencia lectora; y la posibilidad de que la activación del hemisferio derecho sea pertinente en el caso de la dislexia. Se pudo comprobar, además, que no abundan los estudios referidos a sus consecuencias educativas y emocionales, sus implicaciones en el aprendizaje, y menos aún, a la formación docente para atender esta necesidad desde una concepción integradora de lo educativo, emocional y neurocognitivo(AU)

Introduction: Dyslexia as an educational need requires specialized attention. When this is not achieved by the teacher and those who exert a formative influence on children, it can bring educational and emotional consequences. Objective: To describe the current trends in the approach to dyslexia, according to current studies related to the topic. Methods: A literature review of 68 documentary sources was carried out in Google scholar, Academic Search Complete, Lilacs and Scielo; using as key words: dyslexia, learning difficulty, neurological basis, and emotional and educational consequences of dyslexia; in Spanish and English; with emphasis on publications of the last five years. The selection included articles from scientific journals, research reports and books, although 31 sources were cited in the text. The analysis of the identified contents was made from a perspective of reflection, using analytical-synthetic, historical-logical and dialectical methods. Conclusions: Dyslexia research has focused more on neural networks and their implications for cognitive functions; the influence of phonological awareness on reading competence; and the possibility that activation of the right hemisphere is relevant in the case of dyslexia. It was also found that there are not many studies related to their educational and emotional consequences, their implications for learning, and even less, to teacher training to meet this need from an integrative conception of education, emotional and neurocognitive(AU)
Descritores: Competência Mental
Cognição
Dislexia
Docentes
Capacitação de Professores
Aprendizagem
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  9 / 266 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Moreira, Martha Cristina Nunes
Texto completo
Id: biblio-1056934
Autor: Lamego, Denyse Telles da Cunha; Moreira, Martha Cristina Nunes.
Título: O diagnóstico como "passaporte" para reconhecimento e significação das experiências na dislexia / Diagnosis as a "passport" for recognition and significance of experiences in dyslexia
Fonte: Physis (Rio J.);29(3):e290311, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Analisamos as implicações do diagnóstico de dislexia na produção de sentidos sobre as experiências relacionadas a esta condição, a partir da ótica de diferentes atores sociais em campos de interações diversos. Utilizamos o método de narrativas em diálogo com os conceitos de "normalidade" e "patologia", "ideologia" e "cultura" e com o campo teórico-conceitual da "Sociologia do Diagnóstico". Realizamos 19 entrevistas-narrativas com atores sociais diferentemente posicionados na estrutura social, recrutados a partir da rede social Facebook, no grupo "Dislexia e Pais". Discutiu-se o contexto sócio-histórico de construção social da categoria diagnóstica "dislexia"; a peregrinação por diagnóstico, barreiras e conflitos encontrados nos sistemas de saúde e educação; a importância do diagnóstico biomédico para a significação da experiência de adoecimento pela dislexia; o papel e as funções do diagnóstico de dislexia para a busca de reposicionamentos e reordenamentos da vida cotidiana, para a construção de marcas identitárias, assim como para o reconhecimento e acesso a direitos em espaços públicos. O diagnóstico de dislexia foi interpretado como um personagem principal que apresenta funções positivas e negativas na vida cotidiana de pessoas vivendo com essa condição.

Abstract We analyze the implications of the diagnosis of dyslexia in the production of meanings about the experiences related to this condition, from the perspective of different social actors in different fields of interactions. We used the narratives method in dialogue with the concepts of "normality" and "pathology", "ideology" and "culture" and with the theoretical-conceptual field of "Sociology of Diagnosis". We conducted 19 narrative interviews with social actors differently positioned in the social structure, recruited from the social network Facebook, in the group "Dyslexia and Parents". We discussed the socio-historical context of social construction of the diagnostic category "dyslexia"; the pilgrimage by diagnosis, the barriers and conflicts found in the health and education systems; the importance of the biomedical diagnosis for the significance of the experience of illness by dyslexia; the role and functions of the diagnosis of dyslexia for the construction of identity marks, as well as for the search for repositioning and reordering of the daily life and for the recognition and access to rights in public spaces. The diagnosis of dyslexia was interpreted as a main character that presents positive and negative functions in the daily life of people living with this condition.
Descritores: Processo Saúde-Doença
Dislexia/diagnóstico
Narrativa Pessoal
Fatores Sociológicos
Acontecimentos que Mudam a Vida
-Doença Crônica
Entrevistas como Assunto
Fatores Culturais
Pesquisa Qualitativa
Dislexia/etnologia
Dislexia/terapia
Estigma Social
Barreiras ao Acesso aos Cuidados de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  10 / 266 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1132583
Autor: Akbari, Mehdi; Panahi, Rasool; Valadbeigi, Ayub; Hamadi Nahrani, Morteza.
Título: Speech-in-noise perception ability can be related to auditory efferent pathway function: a comparative study in reading impaired and normal reading children / Capacidade de percepção da fala no ruído pode estar relacionada à função da via auditiva eferente: estudo comparativo de crianças com dificuldade de leitura e com leitura normal
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);86(2):209-216, March-Apr. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Deficient auditory processing can cause problems with speech perception and affect the development and evolution of reading skills. The efferent auditory pathway has an important role in normal auditory system functions like speech-in-noise perception, but there is still no general agreement on this. Objective: To study the performance of the efferent auditory system in a group of children with reading impairment in comparison with normal reading and evaluation of its relationship with speech-in-noise perception. Methods: A total of 53 children between the ages of 8-12 years were selected for the study of which 27 were with reading impairment and 26 were normal reading children. Transient evoked otoacoustic emissions suppression and auditory recognition of words-in-noise test were performed for all the children. Results: The average amplitude of transient evoked otoacoustic emissions suppression showed a significant difference between the two groups in the right (p = 0.004) and in the left ear (p = 0.028). Assessment of the relationship between transient evoked otoacoustic emissions suppression and monaural auditory recognition of words-in-noise scores showed a significant moderate negative relationship only in the right ear (p = 0.034, r = −0.41) of the normal reading children. Binaural auditory recognition of words-in-noise scores were significantly correlated with the amplitude of transient evoked otoacoustic emissions suppression in the right ear (p < 0.001, r = −0.75) and in the left ear (p < 0.001, r = −0.64) of normal reading children. In the reading impaired group, ?a weaker correlation was observed between binaural auditory recognition of words-in-noise scores and transient evoked otoacoustic emissions suppression in the right (p = 0.003, r = −0.55) and in the left ear (p = 0.012, r = −0.47). Conclusions: Transient evoked otoacoustic emissions suppression pattern in the reading impaired group was different compared with normal reading children, and this difference could be related to efferent system performance. Words-in-noise scores in children with impaired reading were lower than in normal reading children. In addition, a relationship was found between transient evoked otoacoustic emissions suppression and words-in-noise scores in both normal and impaired reading children.

Resumo Introdução: O processamento auditivo deficiente pode causar problemas na percepção da fala e afetar o desenvolvimento e a evolução das habilidades de leitura. A via auditiva eferente tem um papel importante nas funções do sistema auditivo normal, como a percepção da fala no ruído, mas ainda não há um consenso sobre isso. Objetivo: Estudar o desempenho do sistema auditivo eferente em um grupo de crianças com dificuldade de leitura em comparação às com leitura normal e avaliação de sua relação com a percepção da fala no ruído. Método: Foram selecionadas para o estudo 53 crianças entre oito e 12 anos, das quais 27 tinham dificuldade de leitura e 26 apresentavam leitura normal. A avaliação por emissões otoacústicas evocadas transientes e o teste auditory recognition of words-in-noise foram feitos em todas as crianças. Resultados: A amplitude média da supressão das emissões otoacústicas evocadas transientes mostrou diferença significante entre os dois grupos na orelha direita (p = 0,004) e esquerda (p = 0,028). A avaliação da relação entre a supressão das emissões otoacústicas evocadas transientes e os escores monoaurais do teste auditory recognition of words-in-noise mostrou uma relação negativa moderadamente significante apenas na orelha direita (p = 0,034, r = -0,41) das crianças com leitura normal. Os escores binaurais do auditory recognition of words-in-noise foram significantemente correlacionados com a amplitude de supressão das emissões otoacústicas evocadas transientes na orelha direita (p < 0,001, r = -0,75) e na orelha esquerda (p < 0,001, r = -0,64) das crianças com leitura normal. No grupo com dificuldade de leitura, uma correlação mais fraca foi observada entre os escores binaurais do auditory recognition of words-in-noise e supressão das emissões otoacústicas evocadas transientes, na orelha direita (p = 0,003, r = -0,55) e na esquerda (p = 0,012, r = -0,47). Conclusões: O padrão de supressão das emissões otoacústicas evocadas transientes no grupo com dificuldade de leitura foi diferente em comparação com as crianças com leitura normal e essa diferença pode estar relacionada ao desempenho do sistema eferente. Os escores de palavras no ruído em crianças com dificuldade de leitura foram menores do que nas crianças com leitura normal. Além disso, foi encontrada uma relação entre a supressão das emissões otoacústicas evocadas transientes e os escores de palavras no ruído tanto em crianças com leitura normal quanto nas com dificuldade de leitura.
Descritores: Vias Auditivas/fisiologia
Percepção da Fala/fisiologia
Potenciais Evocados Auditivos do Tronco Encefálico/fisiologia
Emissões Otoacústicas Espontâneas/fisiologia
Dislexia/fisiopatologia
Vias Eferentes/fisiologia
-Estimulação Acústica
Estudos de Casos e Controles
Ruído
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 27 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde