Base de dados : LILACS
Pesquisa : C10.597.606.881.350 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 53 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 53 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1001196
Autor: Barra Cabello, Lisseth.
Título: Desafío diagnóstico e importancia del abordaje clínico del trastorno del desarrollo de la coordinación / Diagnostic challenge and importance of the clinical approach of the Developmental Coordination Disorder
Fonte: Arch. argent. pediatr;117(3):199-204, jun. 2019.
Idioma: en; es.
Resumo: El trastorno del desarrollo de la coordinación es un trastorno del neurodesarrollo frecuente, pero poco conocido por profesionales de la salud. En consecuencia, los niños no suelen ser diagnosticados y es infrecuente que reciban algún abordaje terapéutico. Se presenta una síntesis actualizada del tema, que aporta recomendaciones para el diagnóstico y el abordaje, desde la perspectiva del profesional clínico, y considera una mirada de salud pública. Se incluyen brevemente las teorías que explican las dificultades motrices presentes; a continuación, se describen las características clínicas y las razones que dificultan el diagnóstico. Se enfatizan algunas de las recomendaciones existentes y se señalan las herramientas que podrían utilizarse para la evaluación. Finalmente, se determinan los abordajes terapéuticos para estos niños considerando que el trastorno afecta no solo el desempeño motor del menor, sino también su rendimiento académico, social, emocional e incluso su salud física.

The developmental coordination disorder is a common neurodevelopmental condition about which health professionals know very little. Consequently, children often go undiagnosed and are rarely treated. An updated synthesis of the topic is presented to provide recommendations for the diagnosis and treatment from the perspective of the clinician and from a public health approach. Theories explaining motor difficulties present in this disorder are briefly included. Clinical features and reasons rendering the diagnosis difficult are described as follows. Some of the existing recommendations are underscored and tools that could be used for the evaluation are described. Finally, treatment approaches for these children are determined considering that the disorder affects not only the child's motor performance, but also his or her academic, social and emotional performance and even his or her physical health.
Descritores: Apraxias
Terapêutica
Criança
Transtornos das Habilidades Motoras
Diagnóstico
Limites: Humanos
Criança
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  2 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-795283
Autor: Mantovani-Nagaoka, Joana; Ortiz, Karin Zazo.
Título: The influence of age, gender and education on the performance of healthy individuals on a battery for assessing limb apraxia / A influência da idade, do sexo e da escolaridade no desempenho de indivíduos normais em uma bateria para avaliação de praxia de membros
Fonte: Dement. neuropsychol;10(3):232-236, July-Sept. 2016. tab.
Idioma: en.
Projeto: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; . CNPQ.
Resumo: ABSTRACT Introduction: Apraxia is defined as a disorder of learned skilled movements, in the absence of elementary motor or sensory deficits and general cognitive impairment, such as inattention to commands, object-recognition deficits or poor oral comprehension. Limb apraxia has long been a challenge for clinical assessment and understanding and covers a wide spectrum of disorders, all involving motor cognition and the inability to perform previously learned actions. Demographic variables such as gender, age, and education can influence the performance of individuals on different neuropsychological tests. Objective: The present study aimed to evaluate the performance of healthy subjects on a limb apraxia battery and to determine the influence of gender, age, and education on the praxis skills assessed. Methods: Forty-four subjects underwent a limb apraxia battery, which was composed of numerous subtests for assessing both the semantic aspects of gestural production as well as motor performance itself. The tasks encompassed lexical-semantic aspects related to gestural production and motor activity in response to verbal commands and imitation. Results: We observed no gender effects on any of the subtests. Only the subtest involving visual recognition of transitive gestures showed a correlation between performance and age. However, we observed that education level influenced subject performance for all sub tests involving motor actions, and for most of these, moderate correlations were observed between education level and performance of the praxis tasks. Conclusion: We conclude that the education level of participants can have an important influence on the outcome of limb apraxia tests.

RESUMO Introdução: A apraxia é definida como sendo um distúrbio na realização de gestos ou atos motores aprendidos. Há poucos estudos sobre a avaliação da praxia de membros incluindo o controle de variáveis sócio-demográficas. Objetivo: O presente estudo teve por objetivo avaliar o desempenho de indivíduos saudáveis em uma bateria de praxia de membros, analisando-se a influência das variáveis sexo, idade e escolaridade nas habilidades práxicas avaliadas. Métodos: Quarenta e quatro indivíduos foram submetidos à aplicação de uma bateria de praxia de membros, composta de subtestes que avaliaram tanto aspectos semânticos relacionados à produção gestual, quanto a produção motora propriamente dita. Resultados: Não houve influência do sexo em nenhum dos subtestes. Apenas o subteste que envolvia o reconhecimento visual da correta realização de gestos transitivos, mostrou-se sensível à variação da idade. Já a escolaridade influenciou o desempenho dos participantes em todos os testes que envolviam a realização de atos motores, sendo que para a maior parte deles foram encontradas correlações moderadas entre a escolaridade e o desempenho nas tarefas práxicas. Conclusão: Variáveis sócio demográficas, principalmente a escolaridade, podem interferir no desempenho de indivíduos em testes que avaliam a praxia de membros e devem ser consideradas na avaliação clínica.
Descritores: Apraxias
Apraxia Ideomotora
Escolaridade
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  3 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-542655
Autor: Ortiz, Karin Zazo(coord); Martins, Fernanda Chapchap(org).
Título: The relationship between the severity of apraxia of speech and working memory / Relação entre gravidade da apraxia de fala e memória operacional
Fonte: Dement. neuropsychol;4(1), mar. 2010.
Idioma: pt.
Resumo: Based on previously observed relationships between working memory (WM) and speech, the current study investigated the relationship between degree of oral apraxia (AOS) and WM capacity. Methods: This study involved assessment and classification of degree of apraxia of speech in 22 apraxic participants and evaluation of WM capacity using digit span and word-list repetition tests. Both tests were able to assess the phonoarticulatory loop, while the Rey Auditory Verbal Learning Test investigated the phonoarticulatory loop and the episodic buffer. Results: Independently from the degree of apraxia of speech, all of participants presented compromise in WM. Conclusions: The data presented might suggest that individuals with AOS typically have WM impairment, but it is still not clear if the severity of AOS is related to WM capacity. Future studies could verify the relationship between the severity of apraxia and the severity of WM deficits.

Considerando-se que estudos anteriores observaram correlações entre a memória operacional e a apraxia de fala, o objetivo do presente estudo foi o de verificar se há correlação entre a gravidade da apraxia de fala e a alteração da memória operacional. Métodos: Foram avaliados 22 pacientes apráxicos. Todos os participantes foram submetidos à avaliação da apraxia de fala. Para investigar a memória operacional, foram aplicados o teste de span de dígitos na ordem direta e inversa, um teste de repetição de palavras longas e curtas e o Rey Auditory Verbal Learning Test, que investiga, além da alça articulatória, o buffer episódico. Resultados: Independentemente do grau da apraxia de fala, todos os participantes tiveram comprometimento da memória operacional. No entanto, não foi observada correlação entre o grau da apraxia de fala e a presença de comprometimento da memória operacional. Conclusões: Os dados sugerem que indivíduos com apraxia de fala apresentam um déficit na memória operacional. No entanto, novos estudos devem investigar a correlação entre diferentes gravidades de apraxia de fala e diferentes graus de comprometimento da memória operacional.
Descritores: Apraxias
Transtornos da Articulação
Memória
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  4 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-542654
Autor: Cera, Maysa Luchesi(org); Ortiz, Karin Zazo(coord).
Título: Phonological analysis of substitution errors of speakers with apraxia of speech / Análise fonológica dos erros de substituição de falantes com apraxia de fala
Fonte: Dement. neuropsychol;4(1), mar. 2010.
Idioma: pt.
Resumo: The literature on apraxia of speech describes the types and characteristics of phonological errors in this disorder. In general, phonemes affected by errors are described, but the distinctive features involved have not yet been investigated. Objective: To analyze the features involved in substitution errors produced by Brazilian-Portuguese speakers with apraxia of speech. Methods: 20 adults with apraxia of speech were assessed. Phonological analysis of the distinctive features involved in substitution type errors was carried out using the protocol for the evaluation of verbal and non-verbal apraxia. Results: The most affected features were: voiced, continuant, high, anterior, coronal, posterior. Moreover, the mean of the substitutions of marked to markedness features was statistically greater than the markedness to marked features. Conclusions: This study contributes toward a better characterization of the phonological errors found in apraxia of speech, thereby helping to diagnose communication disorders and the selection criteria of phonemes for rehabilitation in these patients.

A literatura sobre a apraxia de fala descreve os tipos e as características fonológicas dos erros neste distúrbio. Em geral, são descritos os fonemas acometidos pelos erros, porém os traços distintivos envolvidos ainda não foram estudados. Objetivo: Analisar os traços fonológicos envolvidos nas substituições cometidas por apráxicos falantes do português, falado no Brasil. Métodos: Participaram do estudo 20 adultos com apraxia de fala. Foi realizada análise fonológica dos traços distintivos envolvidos nos erros do tipo substituição cometidos na aplicação do protocolo de avaliação da apraxia verbal e não-verbal. Resultados: Os traços mais acometidos foram, respectivamente: sonoro, contínuo, alto, anterior, coronal, posterior. Além disso, as médias das substituições do traço marcado para o não marcado foram estatisticamente maiores do que do traço não marcado para o marcado. Conclusões: Este estudo contribui para uma melhor caracterização dos erros fonológicos da apraxia de fala, auxilia no diagnóstico dos distúrbios da comunicação, bem como nos critérios de seleção dos fonemas para a reabilitação destes quadros.
Descritores: Apraxias
Transtornos da Articulação
Reabilitação dos Transtornos da Fala e da Linguagem
Diagnóstico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  5 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-743733
Autor: Ward, Mirela; Cecato, Juliana F; Aprahamian, Ivan; Martinelli, José Eduardo.
Título: Assessment for apraxia in Mild Cognitive Impairment and Alzheimer's disease / Avaliação da apraxia no comprometimento cognitivo leve e doença de Alzheimer
Fonte: Dement. neuropsychol;9(1), mar. 2015.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT: OBJECTIVE: To evaluate apraxia in healthy elderly and in patients diagnosed with Alzheimer's disease (AD) and Mild cognitive impairment (MCI). METHODS: We evaluated 136 subjects with an average age of 75.74 years (minimum 60 years old, maximum 92 years old) and average schooling of 9 years (minimum of 7 and a maximum of 12 years), using the Mini-Mental State examination (MMSE), Cambridge Cognitive Examination (CAMCOG) and the Clock Drawing Test. For the analysis of the presence of apraxia, eight subitems from the CAMCOG were selected: the drawings of the pentagon, spiral, house, clock; and the tasks of putting a piece of paper in an envelope; the correct one hand waiving "Goodbye" movements; paper cutting using scissors; and brushing teeth. RESULTS: Elder controls had an average score of 11.51, compared to MCI (11.13), and AD patients, whose average apraxia test scores were the lowest (10.23). Apraxia scores proved able to differentiate the three groups studied (p=0.001). In addition, a negative correlation was observed between apraxia and MMSE scores. CONCLUSION: We conclude that testing for the presence of apraxia is important in the evaluation of patients with cognitive impairments and may help to differentiate elderly controls, MCI and AD.

RESUMO: OBJETIVO: Avaliar apraxia em idosos saudáveis, com diagnóstico de doença de Alzheimer (DA) e Comprometimento Cognitivo Leve (CCL). MÉTODOS: Foram avaliados 136 indivíduos com uma idade média de 75,74 anos (mínimo de 60 anos de idade, máximo 92 anos) e escolaridade média de 9 anos (mínimo de 7 e máximo de 12 anos), por meio do Mini-exame do Estado Mental (MEEM), Cambridge Cognitive Examination (CAMCOG) e o teste do relógio. Para analisar a presença de apraxia, foram selecionados oito subitens do CAMCOG: os desenhos do Pentágono, da espiral, da casa, do relógio, e também a tarefa de colocar um pedaço de papel em um envelope e os movimentos corretos com uma mão para dar "adeus", cortar papel com uma tesoura e escovar os dentes. RESULTADOS: Idosos saudáveis sem alterações cognitivas apresentaram média de 11,51, em comparação com CCL (11,13), e DA o qual apresentou pior média no teste de apraxia (10.23). O subteste de apraxia diferenciou os três grupos diagnósticos (p=0,001). Observou-se uma correlação negativa entre os escores de apraxia e os do MEEM. CONCLUSÃO: Conclui-se que a investigação da presença de apraxia é importante na avaliação cognitiva de pacientes com comprometimento cognitivo e pode ser útil em diferenciar controles idosos, indivíduos com CCL e com DA.
Descritores: Apraxias
Idoso
Diagnóstico
Doença de Alzheimer
Disfunção Cognitiva
Testes Neuropsicológicos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  6 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-891048
Autor: Beber, Bárbara Costa; Berbert, Monalise Costa Batista; Grawer, Ruth Siqueira; Cardoso, Maria Cristina de Almeida Freitas.
Título: Rate and rhythm control strategies for apraxia of speech in nonfluent primary progressive aphasia / Estratégias de controle de ritmo e taxa de fala para a apraxia de fala na afasia progressiva primária não-fluente
Fonte: Dement. neuropsychol;12(1):80-84, Jan.-Mar. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The nonfluent/agrammatic variant of primary progressive aphasia is characterized by apraxia of speech and agrammatism. Apraxia of speech limits patients' communication due to slow speaking rate, sound substitutions, articulatory groping, false starts and restarts, segmentation of syllables, and increased difficulty with increasing utterance length. Speech and language therapy is known to benefit individuals with apraxia of speech due to stroke, but little is known about its effects in primary progressive aphasia. This is a case report of a 72-year-old, illiterate housewife, who was diagnosed with nonfluent primary progressive aphasia and received speech and language therapy for apraxia of speech. Rate and rhythm control strategies for apraxia of speech were trained to improve initiation of speech. We discuss the importance of these strategies to alleviate apraxia of speech in this condition and the future perspectives in the area.

RESUMO A variante não-fluente/agramática da afasia progressiva primária caracteriza-se por apraxia de fala e agramatismo. A apraxia de fala limita a comunicação devido a redução no fluxo de fala, substituição de sons, tentativas articulatórias, falsos inícios de fala e reinícios, segmentação de sílabas, e aumento da dificuldade conforme o aumento do enunciado. A terapia fonoaudiológica é benéfica em casos de apraxia de fala decorrentes de acidente vascular cerebral, porém pouco se sabe sobre seus efeitos na afasia progressiva primária. Este artigo é um relato de caso de uma mulher de 72 anos, analfabeta e trabalhadora do lar, que foi diagnosticada com afasia progressiva não-fluente e recebeu terapia fonoaudiológica para apraxia de fala. Estratégias de controle do ritmo e da taxa de fala foram utilizadas a fim de melhorar a iniciação da fala. A importância de estratégias para minimizar a apraxia de fala e as perspectivas futuras na área são discutidas neste artigo.
Descritores: Apraxias
Reabilitação
Afasia Primária Progressiva
Fonoaudiologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  7 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-952982
Autor: Cera, Maysa Luchesi; Ortiz, Karin Zazo.
Título: Phonological analysis of substitution errors of patients with apraxia of speech / Análise fonológica dos erros de substituição de pacientes com apraxia de fala
Fonte: Dement. neuropsychol;4(1):58-62, mar. 2010.
Idioma: en.
Resumo: Abstract The literature on apraxia of speech describes the types and characteristics of phonological errors in this disorder. In general, phonemes affected by errors are described, but the distinctive features involved have not yet been investigated. Objective: To analyze the features involved in substitution errors produced by Brazilian-Portuguese speakers with apraxia of speech. Methods: 20 adults with apraxia of speech were assessed. Phonological analysis of the distinctive features involved in substitution type errors was carried out using the protocol for the evaluation of verbal and non-verbal apraxia. Results: The most affected features were: voiced, continuant, high, anterior, coronal, posterior. Moreover, the mean of the substitutions of marked to markedness features was statistically greater than the markedness to marked features. Conclusions: This study contributes toward a better characterization of the phonological errors found in apraxia of speech, thereby helping to diagnose communication disorders and the selection criteria of phonemes for rehabilitation in these patients.

Resumo A literatura sobre a apraxia de fala descreve os tipos e as características fonológicas dos erros neste distúrbio. Em geral, são descritos os fonemas acometidos pelos erros, porém os traços distintivos envolvidos ainda não foram estudados. Objetivo: Analisar os traços fonológicos envolvidos nas substituições cometidas por apráxicos falantes do português, falado no Brasil. Métodos: Participaram do estudo 20 adultos com apraxia de fala. Foi realizada análise fonológica dos traços distintivos envolvidos nos erros do tipo substituição cometidos na aplicação do protocolo de avaliação da apraxia verbal e não-verbal. Resultados: Os traços mais acometidos foram, respectivamente: sonoro, contínuo, alto, anterior, coronal, posterior. Além disso, as médias das substituiç Texto completo dis ões do traço marcado para o não marcado foram estatisticamente maiores do que do traço não marcado para o marcado. Conclusões: Este estudo contribui para uma melhor caracterização dos erros fonológicos da apraxia de fala, auxilia no diagnóstico dos distúrbios da comunicação, bem como nos critérios de seleção dos fonemas para a reabilitação destes quadros.
Descritores: Apraxias
Transtornos da Articulação
Diagnóstico
Articulações
Terapia da Linguagem
Doenças do Sistema Nervoso
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  8 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-994947
Autor: Navarro, Paloma Rocha; Silva, Priscila Mara Ventura Amorim; Bordin, Sonia Maria Sellin.
Título: Apraxia de fala na infância: para além das questões fonéticas e fonológicas / Speech apraxia in childhood: beyond phonetic and phonological issues / Apraxia de habla en la infancia: mas allá de las cuestiones fonéticas y fonológicas
Fonte: Distúrb. comun;30(3):475-489, set. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo propõe a análise e a discussão, com base na Neurolinguística Discursiva, dos aspectos neurofisiológicos, psíquicos, cognitivos, linguísticos e sociais pertinentes ao processo de aquisição de linguagem de crianças ouvintes com "Apraxia de Fala". A partir da revisão bibliográfica da área, recobrindo avaliação e tratamento fonoaudiológico tradicionalmente destinados àquelas crianças, ampliamos, com base em uma abordagem discursiva de língua e linguagem, nossas reflexões sobre a criança com apraxia. Observamos, assim, que, para além das alterações fonoarticulatórias, estão envolvidas na criança questões importantes, pertinentes e referentes ao seu período de balbucio, à conformação neurofuncional da memória dos gestos articulatórios e aos processos constitutivos do diálogo enquanto matriz de significação.

This article proposes the analysis and discussion, based on the Discursive Neurolinguistics (ND), of the neurophysiological, psychic, cognitive, linguistic and social aspects pertinent to the process of language acquisition of hearing children with "Speech Apraxia". Based on the bibliographical review of the area, covering the evaluation and speech therapy traditionally intended for those children, we expanded, based on a discursive approach of language, our reflections on the child with apraxia. Thus, in addition to the phonoarticulatory alterations, the child is involved in important issues related to his or her babbling period, the neurofunctional conformation of the articulatory gestures memory and the constitutive processes of dialogue as a matrix of signification.

En este artículo se propone el análisis y la discusión, bajo la base de la Neurolinguística Discursiva, de los aspectos neurofisiológicos, psíquicos, cognitivos, lingüísticos y sociales pertinentes al proceso de adquisición del lenguaje de niños oyentes con "Apraxia delHabla". A partir de la revisión bibliográfica del áreasobre evaluación y tratamiento fonoaudiológico tradicionalmente destinados a aquellos niños, ampliamos, con base en un abordaje discursivo de la lengua y del lenguaje, nuestras reflexiones sobre el niño con apraxia. Observamos que, mas allá de las alteraciones fonoarticulatorias, están involucradas en el niño cuestiones importantes, pertinentes y referentes a su período de balbuceo, a la conformación neurofuncional de la memoria de los gestos articulatorios ya los procesos constitutivos del diálogo como matriz de significación.
Descritores: Apraxias
Língua
Criança
Fonoaudiologia
Idioma
Limites: Humanos
Criança
Responsável: BR195.3 - Biblioteca Nadir Gouvêa Kfouri


  9 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-999896
Autor: Merizalde, Karen.
Título: Deterioro de las praxias en pacientes con enfermedad de Alzheimer y demencia vascular / Deterioration of the praxies in patients with disease Alzheimer's and vascular dementia
Fonte: VozAndes;26(1):57-59, 2015.
Idioma: es.
Resumo: Las apraxias (difcultad o imposibilidad de ejecutar actos motores proposicionales aprendidos) son uno de los dominios cognitivos inicialmente alterados en las demencias [1], a pesar de esto, son escasas las publicaciones sobre el tema. Según Liepmann, existe una sola forma de ejecutar movimientos cualifcados, que se afecta en tres diferentes niveles: apraxia ideomotora (incapacidad para poner en práctica un acto motor), apraxia ideatoria (alteración del plan ideacional del acto), apraxia melocinética (afectación en la destreza del movimiento); esta última es actualmente discutida [2]. Estos trastornos pueden ser fácilmente valorados con el test AST (Apraxia Screen of Tulia) [3]. Posteriormente, Kleist describió a la apraxia construccional como una alteración del manejo del espacio evidente en la ejecución de dibujos [4], que puede valorarse con el test FCR (Figura Compleja de Rey). Las apraxias de tipo ideatoria, ideomotora y construccional han sido ampliamente estudiadas y tienen su correspondiente correlato anatómico. La fnalidad de este estudio fue establecer la diferencia en el patrón de deterioro de estos tres tipos de apraxias en los dos tipos de demencia más comunes: la Enfermedad de Alzheimer (EA) y la Demencia Vascular (DV)

The apraxias (difficulty or inability to execute motor acts learned propositions) are one of the cognitive domains initially altered in dementia [1], despite this, they are few publications on the subject. According to Liepmann, there is a single way of executing qualified movements, which is affected at three different levels: ideomotor apraxia (inability to put into practice a motor act), ideological apraxia (alteration of the ideational plan of the act), peachkinetic apraxia (involvement in dexterity of movement); the latter is currently discussed [two]. These disorders can be easily evaluated with the test AST (Apraxia Screen of Tulia) [3]. Subsequently, Kleist described the Constructional apraxia as an alteration of space management evident in the execution of drawings [4], which can be assessed with the FCR test (Complex Figure of King). The apraxias of the ideatory type, ideomotor and construction have been widely studied and they have their corresponding anatomical correlate. The end of this study was to establish the difference in the deterioration pattern of these three types of apraxia in the two types of dementia more Common: Alzheimer's Disease (AD) and Vascular Dementia (DV)
Descritores: Apraxias
Demência Vascular
Doença de Alzheimer
-Idoso
Disfunção Cognitiva
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Carta
Responsável: EC147.1 - Biblioteca


  10 / 53 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-770511
Autor: Gubiani, Marileda Barichello; Pagliarin, Karina Carlesso; Keske-Soares, Marcia.
Título: Instrumentos para avaliação de apraxia de fala infantil / Tools for the assessment of childhood apraxia of speech
Fonte: CoDAS;27(6):610-615, nov.-dez. 2015. graf.
Idioma: en.
Resumo: RESUMO Objetivo: Revisar sistematicamente na literatura os principais instrumentos utilizados para avaliação da apraxia de fala infantil. Estratégia de pesquisa: Realizou-se busca nas bases Scopus, PubMed e Embase Critérios de seleção: Foram selecionados estudos empíricos que utilizaram instrumentos de avaliação da apraxia de fala infantil. Análise dos dados: A seleção dos artigos foi realizada por dois pesquisadores independentes. Resultados: Foram encontrados 695 resumos. Após a leitura dos resumos, foram selecionados 12 artigos completos. Foi possível identificar cinco instrumentos: Verbal Motor Production Assessment for Children, Dynamic Evaluation of Motor Speech Skill , The Orofacial Praxis Test , Kaufman Speech Praxis Test for children e o Madison Speech Assessment Protocol . São poucos os instrumentos utilizados para identificação da apraxia de fala infantil e a maioria destina-se à avaliação da realização de praxias e/ou movimentos orofaciais, sequências de movimentos orofaciais, articulação de fonemas simples, fonemas complexos e sílabas, fala espontânea, além da adequação da prosódia. Conclusões: Percebe-se que existem instrumentos que se propõem a avaliar e diagnosticar a apraxia de fala infantil. No entanto, ainda são escassos os estudos sobre esse tema em nível nacional, bem como protocolos padronizados e validados para a população brasileira que avaliem e ajudem em um diagnóstico preciso.

ABSTRACT Purpose: This study systematically reviews the literature on the main tools used to evaluate childhood apraxia of speech (CAS). Research strategy: The search strategy includes Scopus, PubMed, and Embase databases. Selection criteria: Empirical studies that used tools for assessing CAS were selected. Data analysis: Articles were selected by two independent researchers. Results: The search retrieved 695 articles, out of which 12 were included in the study. Five tools were identified: Verbal Motor Production Assessment for Children, Dynamic Evaluation of Motor Speech Skill, The Orofacial Praxis Test, Kaufman Speech Praxis Test for Children, and Madison Speech Assessment Protocol. There are few instruments available for CAS assessment and most of them are intended to assess praxis and/or orofacial movements, sequences of orofacial movements, articulation of syllables and phonemes, spontaneous speech, and prosody. Conclusion: There are some tests for assessment and diagnosis of CAS. However, few studies on this topic have been conducted at the national level, as well as protocols to assess and assist in an accurate diagnosis.
Descritores: Apraxias/diagnóstico
Testes Neuropsicológicos/normas
Psicometria/normas
Distúrbios da Fala/diagnóstico
-Apraxias/fisiopatologia
Destreza Motora/fisiologia
Psicometria/métodos
Reprodutibilidade dos Testes
Distúrbios da Fala/fisiopatologia
Limites: Criança
Pré-Escolar
Feminino
Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde