Base de dados : LILACS
Pesquisa : C10.597.622.669 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 218 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 22 ir para página                         

  1 / 218 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-669088
Autor: Moreno-Fergusson, María Elisa; Amaya Rey, María Consuelo del Pilar.
Título: Cuerpo y corporalidad en la paraplejia: significado de los cambios / Body and embodiment in paraplegia: meaning of the changes / Corpo e corporalidade na paraplegia: significado das mudanças
Fonte: Av. enferm;30(1):82-94, ene.-jun. 2012. ilus, graf, tab.
Idioma: es.
Resumo: Las lesiones de la médula espinal constituyen una experiencia devastadora para las personas, debido a las secuelas súbitas y permanentes que ocasionan a nivel motor, sensitivo y autónomo. Objetivo: describir los significados que tienen para las personas con paraplejia, secundaria a una lesión traumática de la médula espinal, los cambios en el cuerpo y la corporalidad. Método: el artículo es una parte de un estudio cualitativo de teoría fundamentada, guiado por los lineamientos de Corbin y Strauss (2008). La información se recolectó a través de 22 entrevistas de profundidad, con participantes vinculados a una institución hospitalaria mediante la estrategia de bola de nieve. Las entrevistas fueron grabadas y transcritas en su totalidad, y el proceso de recolección y análisis de los datos fue paralelo. Resultados: el estudio describe nueve categorías que reflejan el impacto de los cambios en el cuerpo y en la corporalidad en las personas con paraplejia. El análisis de los datos muestra que, con el tiempo, las personas adquieren consciencia de las secuelas, aprenden a reconocer los nuevos patrones de expresión de su cuerpo, desarrollan nuevas habilidades. Se amoldan al uso de equipos y aditamentos y descubren una nueva normalidad, cuando asimilan los cambios en el ser y se aceptan a sí mismas con la discapacidad. Los resultados guían a los profesionales de la salud en general y a los de enfermería en particular, para el cuidado encaminado a reconocer el nuevo cuerpo y reconstruir una nueva corporalidad.

Spinal cord injuries are a devastating experience for people due to sudden and permanent sequels caused in terms of movility, sensitivity and independence. Purpose: describe the meaning of changes in the body and embodiment for paraplegic persons. Method: the paper is part of a qualitative study of grounded theory, oriented by the guidelines of Corbin e Strauss (2008). Information was gathered through 22 in-depth interviews, with participants linked to a hospital institution through the snowball strategy. Interviews were recorded and typed in full, and the process of gathering and analyzing data was performed in parallel. Results: the study describes nine categories that reflect the impact of changes in the body and corporality of paraplegic persons. The analysis of data shows that, with the passing of time, people are more aware of the sequels, they learn to recognize new patterns of corporal expression, develop new skills, adapt themselves to the use of equipment and fittings and discover a new kind of normality when they embrace the changes and accept their physical handicap. The results guide health-care professionals, in general, and nurses, in particular, towards a practice of care aimed at recognizing the new body and reconstructing a new corporality.

As lesões da medula espinal são uma experiência devastadora para as pessoas, por causa das sequelas súbitas e permanentes que causam ao nível motor, sensitivo e autônomo. Objetivo: descrever o significado que as mudanças no corpo e na corporalidade tem para pessoas paraplégicas. Método: o trabalho faz parte de um estudo qualitativo de teoria fundamentada, orientado pelas orientações de Corbin e Strauss (2008). A informação foi compilada através de 22 entrevistas em profundidade, com participantes vinculados a uma instituição hospitalar mediante a estratégia da bola de neve. As entrevistas foram gravadas e transcritas totalmente, e o processo de compilação e análise de dados foi paralelo. Resultados: o estudo descreve nove categorias que refletem o impacto das mudanças no corpo e na corporalidade nas pessoas paraplégicas. A análise dos dados demonstra que, com o passo do tempo, as pessoas são mais cientes das seque-las, apreendem a reconhecer os novos padrões de expressão do corpo, desenvolvem novas habilidades, adaptam-se ao uso de equipamentos e acessórios e descobrem uma nova normalidade quando assimilam os câmbios e aceitam sua deficiência física. Os resultados orientam os professionais da saúde em geral e da enfermagem em particular para um cuidado voltado ao reconhecimento do novo corpo e à reconstrução duma nova corporalidade.
Descritores: Paraplegia/reabilitação
Imagem Corporal
-Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Responsável: CO171.1 - ACOFAEN - Asociación Colombiana de Facultades de Enfermeria


  2 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-90752
Autor: Angulo Pinto, P; Falcone León, F; Angulo Zambrano, A.
Título: Cirugía rehabilitadora en la mano espástica / Surgical Rehabilition of the spastic hand
Fonte: Acad. Peru. Cir;1(1):19-23, dic. 1989. tab.
Idioma: es.
Resumo: Se describe la actitud característica que distingue a la mano espástica con la muñeca en flexión palmar y cubital, con aducción del pulgar y empuñamiento de dedos, lo mismo que la posición en pronación del antebrazo y semiflexión del codo, todo lo cual determina, generalment, severa alteración estética y limitación funcional. Se hace referncia a la casuística de operados por el Servicio de Ortopedia III del Hogra Clínica San Juan de Dios en el período entre 1969 y 1988 por encefalopatía infantil, forma espástica, con compromiso del miembro superior, mencionado los diferentes tipos de técnicas y operaciones practicadas en el tiempo. Finalmente, tomando en cuenta las apreciaciones obtenidas en el examen de detalle de los apcientes y de sus limitaciones, se plantean esquemas diversos de tratamiento dentro de los cuales destaca la importancia que tiene la cirugía precoz y la secuencia de las operaciones que debe realiarse en uno o más actos operatorios, lo mismo que la sistemática administración de tratamiento físico o de rehabilitación funcional, que debe aplicarse en los períodos pre y posoperatorio. Asi mismo se incide en el uso generalmente transitorio y según los casos, de las férulas de control postural, para asegurar una mejor evolución y resultado final.
Descritores: Mãos
Espasticidade Muscular/reabilitação
Paralisia Cerebral/complicações
Paraplegia/complicações
-Cirurgia Geral
Limites: Humanos
Criança
Adolescente
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  3 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-56927
Autor: Trelles, Luis; Altamirano, Juan; Castro, Conrado; Johnson, Richard; Larrauri, Luis; Aliaga, Orlando; Velasco, Rosa.
Título: La paraparesia espástica tropical: a propósito de un caso / The tropical spastic paraparesis: apropos of a case
Fonte: Rev. neuropsiquiatr;50(3):147-53, set. 1987.
Idioma: es.
Resumo: Se describe el caso de una paciente con una paraparesia espástica tropical, causada por el vírus HTLV-1. Se trata de una señorita de 26 años de edad que ha presentado dos cuadros diferentes: uno en relación con una cisticercosis cerebral, que comenzó en 1975 y el otro que es motivo de este trabajo. En 1979, comenzó a presentar una paraparesia pura de evolución muy lenta. Recientemente se ha podido demostrar, en la sangre y en el LCR, la presencia del virus humano T linfotropo tipo I. A propósito de la paciente se describe la enfermedad, los hallazgos paraclínicos más importantes. Los autores desean llamar la atención sobre esta patología que puede ser frecuente en nuestro medio
Descritores: Paraplegia/etiologia
Deltaretrovirus/patogenicidade
Paralisia/etiologia
-Paraplegia/diagnóstico
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Paralisia/diagnóstico
Limites: Adulto
Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  4 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-713376
Autor: Casavilca, Sandro; Perry, Arie; Orrego, Enrique; Ojeda, Luis; Heredia, Adela; Barrionuevo, Carlos; Zaharia, Mayer.
Título: Oligodendroglioma anaplásico primario de la médula espinal / Primary anaplastic oligodendroglioma of the spinal cord
Fonte: Rev. Soc. Peru. Med. Interna;26(3):136-140, jul.-sept. 2013. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El oligodendroglioma de la médula espinal es una neoplasia extremadamente rara y solo se han reportado 52 casos en la literatura. Se reporta el caso de un paciente varón de 52 años, con paraplejia y un tumor en la medula espinal a nivel de C7 a T4. El diagnóstico final fue oligodendroglioma anaplásico con deleción del cromosoma 1p.

Spinal cord oligodendroglioma is an extremely unusual glial neoplasm and only 52 cases have been reported at this time. We report the case of a 52 year-old man with paraplegia and an intramedullary tumor of the spinal cord at levels C7 to T4. The final diagnosis was anaplastic oligodendroglioma with an isolated chromosome 1p deletion.
Descritores: Glioma
Medula Espinal
Oligodendroglioma
Paraplegia
Limites: Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  5 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-566932
Autor: Silva, Gelson Aguiar da.
Título: Independência funcional de pessoas portadoras de paraplegia em programa de reabilitação: resultados e fatores associados / Functional independence of people with paraplegia in a rehabilitation program: results and factors associated.
Fonte: Fortaleza-Ce; s.n; 2006. 90 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A lesão medular pode trazer limitações ao indivíduo, mas um programa de reabilitação que avalie o ganho funcional permite o acompanhamento, ao longo do decurso de reabilitação. O objetivo desta pesquisa foi avaliar os resultados obtidos com a aplicação da Medida de Independência Funcional (MIF) em pessoas portadoras de paraplegia em programa de reabilitação; associando tais achados com as variáveis: idade, sexo, tempo, nível e etiologia da lesão, classificação da lesão segundo o critério da ASIA (American Spinal Injury Association), tempo de hospitalização, escolaridade e complicações (úlcera de pressão, ossificação heterotópica, espasticidade e dor neuropática). Para isso foi realizado um estudo quantitativo transversal, de natureza retrospectiva, de caráter descritivo, com análise de 228 prontuários e da pontuação obtida mediante a Escala MIF. As análises foram feitas sob testes específicos com auxílio do software SPSS (Statistical Package for the Social Science), versão 13 para Windows. Os resultados mostraram que, dentre as variáveis estudadas, há uma relação direta entre a idade, o tempo de lesão, nível motor, tempo de internação e a internação com acompanhante e o ganho de independência (p< 0,05). Também há uma relação inversa entre a classificação da lesão (AIS A, B, C, D ou E) e o ganho funcional (p< 0,05). A avaliação funcional em pessoas portadoras de lesão medular, por meio da Escala de Medida de Independência Funcional, permite o acompanhamento do ganho funcional em pessoas submetidas a um programa de reabilitação.
Descritores: Atividades Cotidianas
Enfermagem
Ferimentos e Lesões
Paraplegia
Traumatismos da Medula Espinal
Traumatismos da Medula Espinal/enfermagem
Limites: Humanos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde
BR6.1; 617.03, S58i


  6 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-566918
Autor: Cavalcante, Karenine Maria Holanda.
Título: Cuidado de enfermagem à pessoa com paraplegia fundamentado no modelo Roper-Logan-Tierney / Nursing care to people with paraplegia model based on the Roper-Logan-Tierney.
Fonte: Fortaleza-Ce; s.n; 2007. 216 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O Traumatismo Raquimedular (TRM) é uma das principais causas de seqüelas graves em paciente politraumatizado. Após qualquer tipo de lesão raquimedular, a pessoa precisa enfrentar um processo de reabilitação detalhado para que possa readquirir a capacidade de realizar suas atividades de vida, e viver de maneira independente. Este estudo teve como objetivo analisar a eficácia do cuidado de enfermagem fundamentado no Modelo de Enfermagem Roper-Logan-Tierney prestado a pessoas com lesão medular, bem como, conhecer a contribuição da utilização de um modelo teórico para o cuidado direcionado a pessoas com lesão medular no domicílio. Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa do tipo pesquisa de campo convergente-assistencial. Participaram do estudo três pessoas (duas mulheres e um homem) com lesão raquimedular do tipo paraplegia, que estão incluídos no cadastro feito com os participantes das pesquisas realizadas pelo Núcleo de Pesquisa e Extensão em Enfermagem Neurológica. O processo de investigar-cuidar se deu por meio de 10 visitas domiciliares (por sujeito), sendo os encontros fundamentados no Modelo de Enfermagem Roper-Logan-Tierney, utilizando o instrumento proposto pelas autoras, por meio do qual se abordou e identificou o desempenho das atividades de vida, destacando os problemas reais e potenciais, para ser traçado o plano de cuidados e serem realizadas as intervenções necessárias, mantendo a constante avaliação das respostas dos sujeitos. Para a obtenção das informações foram utilizadas a observação participante, a entrevista informal e a entrevista estruturada. No desenvolvimento dos processos assistenciais foram utilizados diagnósticos de enfermagem, NANDA, resultados de enfermagem, NOC, e intervenções de enfermagem, NIC. Após detalhada síntese dos dados, foi dado significado a alguns achados provenientes do desempenho das atividades de vida pelos portadores de paraplegia, buscando contextualizá-los para uma ampliação para...
Descritores: Modelos de Enfermagem
Neurologia
Paraplegia
Processo de Enfermagem
Traumatismos da Medula Espinal
-Traumatismos da Medula Espinal/enfermagem
Limites: Humanos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde
BR6.1; 610.7368, C364c


  7 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Silva, Maria da Luz
Id: lil-302088
Autor: Silva, Maria da Luz.
Título: Adaptação do paraplégico a um novo estilo de vida: uma abordagem psicossocial / The survey aims to identify the psychosocial factors which interfere with the adaptation of paraplegics to a new style of life.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; jan. 1986. 123 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O presente estudo, do tipo exploratório ou survey, objetiva identificar os fatores psicossociais que interferem na adaptação do paraplégico à nova condição de vida. A amostra envolveu 43 indivíduos acometidos de paraplegia, sendo 2 por causas traumáticas e 21 por virose, - poliomielite -, procedentes de instituições destinadas a pessoas deficientes físicas (Clubes, Sociedades e Associações) da Cidade do Rio de Janeiro. O instrumento é um formulário para entrevista, delineado para investigar os aspectos relativos à percepção quanto ao que significa a incapacidade para si proprio e para as pessoas que fazem parte do seu grupo social, sua percepção e respeito do corpo, adaptação pessoal, profissional e sexual e sua percepção a respeito da equipe de saúde...
Descritores: Paraplegia
Transtornos de Adaptação/terapia
-Paraplegia
Pessoas com Deficiência
Condições de Trabalho
Condições Sociais
Condições Sociais
Limites: Humanos
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação
BR442.1; T140, EEAN, 2ex


  8 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-295986
Autor: Santos, Leila Conceiçäo Rosa dos.
Título: Re dimensionando limitaçöes e possibilidades: a trajetória da pessoa com lesäo medular traumática / Redefining limits and possibilities: the path followed by those with SCI.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 2000. 144 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O estudo foi realizado com pessoas do sexo masculino e que viveram a experiência de sofrer um trauma que acarretou a lesäo da medula espinal. Teve como objetivos: - compreender os significados que a pessoa atribui a sua experiência de ser lesado medular; - compreender a maneira como a dimensäo atribuída ao significado de ser lesado medular se manifesta nas açöes da pessoa; - desenvolver um modelo teórico representativo da experiência da pessoa que sofreu uma lesäo traumática na medula espinal. Utilizou-se como referencial teórico o Interacionismo Simbólico e como referencial metodológico, a Teoria Fundamentada nos Dados. A estratégia para a obtençäo dos dados foi a entrevista. Dos resultados emergiram dois fenômenos -Sobrevivendo ao Acidente e Vivendo uma Nova Realidade. Destes, identificou-se a categoria central - RE dimensionando limitaçöes e possibilidades. A compreensäo da experiência da pessoa que adquire uma lesäo da medula espinal, possibilitou reconhecer como as vivências, que ocorrem após a constataçäo da deficiência física, säo percebidas por esses indivíduos, e como re dimensionam os significados que väo atribuindo às situaçöes diferentes que passam a vivenciar. O modelo teórico mostra que a experiência de ter se tornado um paraplégico ou um tetraplégico, é permeada pela vivência de limitaçöes, e dependências, sentimentos e reaçöes que väo sendo dimensionados e redimensionados à medida que vai re elaborando significados e valores, e desenvolvendo açöes que lhe apontam possibilidades, as quais toma posse mediante as escolhas que faz para dar continuidade ou sentido à vida preservada, porém modificada
Descritores: Paraplegia/psicologia
Quadriplegia/psicologia
Traumatismos da Medula Espinal
Enfermagem em Reabilitação
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
Br41.1; T1845


  9 / 218 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-214388
Autor: Biazin, Damares Thomazinho.
Título: Locus de controle e desempenho no autocateterismo: estudo em paciente paraplégico / Locus of control and the success in performing the self-catheterization.
Fonte: Ribeiräo Preto; s.n; 1987. 194 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeiräo Preto para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O presente trabalho trata de uma pesquisa metodológica com pacientes paraplégicos, onde se analisam suas atitudes quanto ao autocateterismo, o inter-relacionamento com locus de controle e tem, como referencial teórico, a Teoria de Autocuidado de Dorothea E. Orem, cuja premissa básica é a crença de que o homem tem habilidades inatas para cuidar de si mesmo. Após rastreamento bibliográfico brasileiro, foi identificada a inexistência de um instrumento, em nosso meio, que medisse tais atitudes, por isso se decidiu pelo desenvolvimento de um instrumento específico para nossa cultura. Foi, entäo, desenvolvido e validado um Instrumento de Medida de Locus de Controle à Saúde (IMLCS), baseado nas escalas "Multidimensional Health Locus of Control (MHLC)" de Wallston et alii (75). Para a validaçäo do IMLCS, foram realizadas as validaçöes aparente e de conteúdo e concorrente. Para a validade concorrente, foi utilizado o método estatístico de correlaçäo produto-momento de Pearson, cujos resultados mostram que o instrumento desenvolvido está validado para a populaçäo brasileira. O instrumento de Medida de Locus de Controle à Saúde (IMLCS), validado, foi aplicado em pacientes paraplégicos, sob regime de autocateterismo intermitente, näo estéril. As respostas fornecidas por estes indivíduos foram analisadas através de estatística descritiva e nos remetem à conclusäo de que existe um inter-relacionamento entre locus de controle interno e sucesso no desempenho do autocateterismo e que a análise do locus de controle pode ser preditiva quanto a este comportamento. Partindo dos resultados, conclusöes e limitaçöes deste estudo, säo feitas algumas recomendaçöes com o intuito de contribuir para o desenvolvimento da prática, da pesquisa e da educaçäo em enfermagem.
Descritores: Paraplegia
Autocuidado
Cateterismo Urinário
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/T-WJ141*BILO


  10 / 218 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-213422
Autor: Souza, Maria Izabel Taliberti Pereira de.
Título: Ulcera de decúbito: história natural e informaçöes de paraplégicos / Decubitus ulcer: natural history and informations of paraplegics.
Fonte: Ribeiräo Preto; s.n; 1988. 108 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeiräo Preto para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O presente trabalho trata de um estudo de revisäo bibliográfica da História Natural da Ucera de Decúbito, acrescida do tratamento e prevençäo, bem como o levantamento de informaçöes de pessoas paraplégicas que vivenciaram esta lesäo. Para isso, foi feito um levantamento bibliográfico sobre o assunto, a partir de 1970 e, através da aplicaçäo de um questionário, procurou-se levantar os problemas e dificuldades sentidas pelo indivíduo paraplégico em relaçäo à úlcera de decúbito, no que se refere à caracterizaçäo e origem da lesäo, tratamento usado e repercussäo na vida diária do indivíduo. Pudemos verificar que, apesar de serem inúmeros os estudos sobre a prevençäo e tratamento da úlcera de decúbito, há muito ainda que se estudar à respeito desta patologia, principalmente no que se refere à pessoa de risco e seus problemas. Uma lesäo que pode ter até 3 anos de duraçäo, trazendo a sensaçäo constante de medo, dor, prurido, queimaçäo, ardor, mau cheiro, limitando as atividades de movimentaçäo e locomoçäo, trazendo sofrimento a seu portador e provocando medo, pena e repugnância às outras pessoas, como verificamos pelas informaçöes dos paraplégicos entrevistados, merece maior atençäo da equipe de saúde.
Descritores: Cuidados de Enfermagem
Lesão por Pressão/prevenção & controle
-Paraplegia/complicações
Lesão por Pressão/cirurgia
Lesão por Pressão/etiologia
Lesão por Pressão/psicologia
Lesão por Pressão/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/T-WY154.5*SOUL



página 1 de 22 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde