Base de dados : LILACS
Pesquisa : C11.187.781 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 215 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 22 ir para página                         

  1 / 215 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1153171
Autor: Chowdhury, Zachariah; Nongrum, Benjamin; Rajbongshi, Chandana.
Título: Synchronous eyelid oncocytoma and conjunctival intraepithelial neoplasia
Fonte: Autops. Case Rep;11:e2020235, 2021. graf.
Idioma: en.
Resumo: Oncocytoma of the eyelid is a rare neoplasm. Oncocytoma associated with an ocular surface squamous neoplasm, namely conjunctival intraepithelial neoplasia, is very hard to find in the literature. Herein we report a case of a 53-year-old male who presented with a swelling in the right lower lid over the last 6 years, along with a growth in the conjunctiva of the same eye for the last 2 years and encroaching upon the cornea for the last 4 months. Excision biopsy of the lower lid mass showed histopathological features consistent with oncocytoma. The conjunctival tissue revealed conjunctival intraepithelial neoplasia 3 (severe dysplasia). This case documents a rare synchronous dual ocular neoplasia, a very unlikely coexistence of oncocytoma with conjunctival intraepithelial neoplasia.
Descritores: Papiloma/patologia
Pterígio
Carcinoma in Situ
Adenoma Oxífilo/complicações
Neoplasias Palpebrais/complicações
Limites: Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR26.7 - Serviço de Biblioteca e Documentação Científica


  2 / 215 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Martins, Maria Cristina
Texto completo
Id: lil-730380
Autor: Barros, Jeison de Nadai; Lowen, Marcia Serva; Moraes-Filho, Milton Nunes de; Martins, Maria Cristina.
Título: Use of impression cytology for the detection of unsuspected ocular surface squamous neoplasia cells in pterygia / Uso da citologia de impressão para a detecção de células de neoplasia escamosa da superfície ocular insuspeita em pterígios
Fonte: Arq. bras. oftalmol;77(5):305-309, Sep-Oct/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Purpose: To evaluate the agreement between the methodologies of impression cytology (IC) and histopathology regarding epithelial lesions clinically diagnosed as pterygium and also regarding the detection of unsuspected and associated ocular surface squamous neoplasia (OSSN). Methods: Thirty-two Brazilian patients were included and IC was performed on all pterygia before excision. Histopathogical examination was considered the gold standard and was performed by two experienced ocular pathologists in which consensus existed regarding pterygia diagnosis. IC accuracy was assessed by sensitivity and specificity with a 95% confidence interval. Results: From the 32 primary lesions studied, histopathological examination confirmed the diagnosis of pterygium without atypical cells in 19 cases (60%) and showed unsuspected and associated OSSN cells in 13 cases (40%). IC demonstrated one false-negative and one false-positive result for atypia. Statistical analysis showed an estimated sensitivity of 92%, specificity of 94%, positive predictive value of 92%, and negative predictive value of 94%. Conclusion: IC demonstrated high agreement with histopathological analysis in the detection of atypical epithelial cells in unsuspected OSSN in Brazilian pterygia patients. .

Objetivo: Avaliar a concordância entre a citologia de impressão (CI) e os achados histopatológicos de lesões epiteliais clinicamente diagnosticadas como pterígio, no que tange a detecção de células de neoplasia escamosa da superfície ocular (NESO) insuspeita associada. Métodos: Trinta e dois pacientes brasileiros foram incluídos e a CI foi obtida de todos os pterígios antes da excisão. O exame histopatológico foi realizado por dois patologistas oculares experientes em consenso de opinião e considerado o padrão-ouro para o diagnóstico. A acurácia da CI foi avaliada pela sensibilidade e especificidade com intervalo de confiança de 95% Resultados: Das 32 lesões estudadas, o exame histopatológico confirmou o diagnóstico de pterígio sem atipia em 19 casos (60%) e mostrou células de NESO insuspeita associada em 13 espécimes (40%). A CI demonstrou um resultado falso-positivo e um falso-negativo para atipia. A análise estatística mostrou uma sensibilidade estimada de 92%, especificidade de 94%, valor preditivo positivo de 92% e valor preditivo negativo de 94%. Conclusão: A CI apresentou alta concordância com o estudo histopatológico na detecção de células epiteliais atípicas de NESO insuspeita em pterígios do Brasil. .
Descritores: Pterígio
Limbo da Córnea
Túnica Conjuntiva
Córnea
Neoplasias Oculares
-Técnicas Citológicas
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 215 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-730381
Autor: Celebi, Ali Riza Cenk; Ozbey, Caner; Mirza, Galip Ertugrul.
Título: The role of mast cells in vascularized recurrent pterygium / O papel dos mastócitos no pterígio recidivado vascularizado
Fonte: Arq. bras. oftalmol;77(5):285-287, Sep-Oct/2014. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To determine and compare the mast cell count in primary and recurrent vascularized pterygium, and in normal bulbar conjunctiva. Methods: The study included 22 patients with primary pterygium (PP group) and 28 patients with vascularized recurrent pterygium (VRP group) that underwent excision via the limbal conjunctival autograft technique. Normal conjunctiva samples were collected from the superotemporal bulbar conjunctival region, just temporal to the site from which the autograft conjunctival tissue was harvested. The total number of mast cells in the pterygium (primary and recurrent) and control tissue samples was calculated microscopically using 1% toluidine blue stain under 400× magnification. Results: The mean mast cell count in primary and vascularized recurrent pterygium tissue was 7.45 ± 2.06 mm–2 and 16.11 ± 4.33 mm–2, respectively, and the difference was significant (independent samples t-test, P<0.001). The mean mast cell count in pterygium tissue was significantly higher than that in normal conjunctiva tissue in both groups (Student's t-test, P<0.001). Conclusion: An increase in the number of mast cells might play a role in the pathogenesis of recurrent pterygium. Determination of a mast cell count cut-off value could be of diagnostic significance for recurrent pterygium. .

Objetivo: Determinar e comparar o número de mastócitos em pterígio primário e recidivado vascularizado, assim como em conjuntiva bulbar normal. Métodos: O estudo incluiu 22 pacientes com pterígio primário (grupo PP) e 28 pacientes com pterígio recidivado vascularizado (grupo VRP), submetidos à exérese por meio da técnica de transplante de conjuntiva autólogo de limbo. Amostras de conjuntivas normais foram coletadas da região bulbar superotemporal, próximas do local a partir do qual o tecido autólogo de conjuntiva foi colhido. O número total de mastócitos em amostras de tecido dos pterígios (primários e recidivados) assim como dos controles foi calculado microscopicamente utilizando azul de toluidina a 1% sob magnificação de 400×. Resultados: O número de mastócitos médio no tecido pterígio primário e recidivado vascularizado foi de 7,45 ± 2,06 mm-2 e 16,11 ± 4,33 mm-2, respectivamente, e a diferença foi significativa (amostras independentes t-test, P<0,001). A contagem média de mastócitos no tecido pterígio foi significativamente mais elevada do que no tecido conjuntivo normal em ambos os grupos (teste t de Student, P<0,001). Conclusão: Um aumento no número de mastócitos pode desempenhar um papel na patogênese do pterígio recidivado. A determinação de um valor de corte na contagem de mastócitos pode ser importante para o diagnóstico de pterígio recidivado. .
Descritores: Toluidinas
Pterígio/diagnóstico
Túnica Conjuntiva
Mastócitos
-Recidiva
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 215 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1131582
Autor: Kilic, Racit; Kurt, Ali.
Título: Decreased mean platelet volume and increased platelet to lymphocyte ratio in patients with pterygium / Diminuição do volume médio de plaquetas e aumento da relação plaquetas/linfócitos em pacientes com pterígio
Fonte: Arq. bras. oftalmol;83(3):263-264, May-June 2020. tab.
Idioma: en.
Descritores: Plaquetas
Pterígio
Linfócitos
Biomarcadores
Túnica Conjuntiva
Volume Plaquetário Médio
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 215 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1131587
Autor: Martins, Thiago Gonçalves dos Santos; Martins, Thomaz Gonçalves dos Santos.
Título: Mechanisms and biomarker candidates in pterygium development / Mecanismos e candidatos a biomarcadores no desenvolvimento do pterígio
Fonte: Arq. bras. oftalmol;83(3):262-262, May-June 2020.
Idioma: en.
Descritores: Pterígio
Doenças da Córnea
-Biomarcadores
Túnica Conjuntiva
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 215 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1131616
Autor: Lomelí-Linares, Daniel; García-Salgado, Lissete; Riancho-Sánchez, Gabriela; Lopez-Star, Ellery; Lansingh, Van C; Corredor-Casas, Sonia.
Título: Frequency of conjunctival epithelial dysplasia in patients with pterygium / Incidência de displasia do epitélio conjuntival em pacientes com diagnóstico de pterígio
Fonte: Arq. bras. oftalmol;83(4):323-328, July-Aug. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose: To determine the frequency of ocular squamous surface neoplasia associated with pterygium in an ophthalmology reference center in Central Mexico. Methods: We reviewed histopathological reports and slides of all patients who underwent pterygium surgery from 2014 to 2016 at the Instituto Mexicano de Oftalmologia in Queretaro (Mexico). Results: We studied 177 biopsy samples; 66% were from women, and the median age was 52 years. We found ocular squamous surface neoplasias in 11.29% (n=20) of the samples. One biopsy sample revealed a poorly differentiated keratinizing and infiltrating carcinoma. Conclusions: The prevalence of ocular squamous surface neoplasia in our region appears to be high. Countrywide studies are necessary to determine the true prevalence of ocular squamous surface neoplasia in Mexico and to examine related risk factors.

RESUMO Objetivo: Determinar a frequência de neoplasia escamosa da superfície ocular associada ao pterígio com apresentação clínica, em um centro de referência em Oftalmologia da região central do México. Métodos: Revisamos os laudos histopatológicos e as lâminas de biópsia de todos os pacientes que foram submetidos à cirurgia de pterígio de 2014 a 2016 no Instituto Mexicano de Oftalmologia, na cidade de Querétaro. Resultados: Estudamos 177 amostras de biópsia; 66% eram de pacientes do sexo feminino, sendo a mediana da idade de 52 anos. Encontramos neoplasia escamosa da superfície ocular em 11,29% (n=20). Uma amostra de biópsia mostrou um carcinoma queratinizante infiltrativo pouco diferenciado. Conclusões: A prevalência da neoplasia escamosa da superfície ocular nessa região parece ser maior do que a indicada por outras pesquisas. Mais estudos de âmbito nacional são necessários para determinar a verdadeira prevalência da neoplasia escamosa da superfície ocular no México e examinar os fatores de risco relacionados.
Descritores: Pterígio
Carcinoma de Células Escamosas
Carcinoma de Células Escamosas/epidemiologia
Túnica Conjuntiva
Neoplasias da Túnica Conjuntiva
Neoplasias da Túnica Conjuntiva/epidemiologia
-Pterígio/etiologia
Pterígio/epidemiologia
México/epidemiologia
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 215 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1252337
Autor: Gallegos Murillo, Mónica del Rocío.
Título: Cambios refractivos y de agudeza visual en pacientes pre y post quirúrgicos de Pterigión / Refractive and visual acuity changes in pre- and post-surgical patients with Pterygium / Mudanças refrativos e de acuidade visual em pacientes pré e pós cirúrgicos de Pterigión
Fonte: Vive (El Alto);3(9):187-197, dic. 2020. ilus, tab..
Idioma: es.
Resumo: El tratamiento quirúrgico del pterigión es uno de los procedimientos más realizados en la consulta oftalmológica, aunque con frecuencia conlleva molestias y cambios en la agudeza visual. OBJETIVO: evidenciar si existen cambios en cuanto a agudeza visual y su ametropía, en pacientes diagnosticados con pterigión intervenidos quirúrgicamente, en la ciudad de Quito. METODO: se trata de un estudio observacional longitudinal que incluyó 161 pacientes. Se comparó agudeza visual y ametropía antes y 15 días después de la intervención quirúrgica. RESULTADOS: la mayor parte de los pacientes fue de género femenino (n = 118, 73%) tuvo entre 30 y 59 años (n = 127, 79%), presentó pterigión grado III (n = 113, 70%) y fue intervenido del ojo derecho (n = 89, 55%). La agudeza visual de los pacientes mejoró ligeramente. El número de pacientes con agudeza visual 20/20 aumentó de 68 (42%) a 72 (45%). Se observó además una disminución en el número de pacientes con agudeza visual 20/350, 20/200, 20/100, 20/80, 20/60 y 20/50. No hubo cambios en el número de pacientes amétropes que se mantuvo en 69 (43%). Tanto el número de personas con astigmatismo miópico compuesto, como con astigmatismo mixto eje contra la regla disminuyeron de 11 (7%) a 8 (5%) y de 24 (15%) a 16 (10%), respectivamente. CONCLUSIÓN: tanto la agudeza visual como la ametropía de pacientes con pterigión mejoran ligeramente después de recibir tratamiento quirúrgico.

The surgical treatment of the pterygium is one of the most performed procedures in the ophthalmologic consultation, although it often involves discomfort and changes in visual acuity. OBJECTIVE: to show if there are changes in visual acuity and its ametropia, in patients diagnosed with surgically intervened pterygium, in the city of Quito. METHOD: This is a longitudinal observational study that included 161 patients. Visual acuity and ametropia were compared before and 15 days after surgery. RESULTS: most of the patients were female (n = 118, 73%), were between 30 and 59 years old (n = 127, 79%), presented grade III pterygium (n = 113, 70%) and was operated on the right eye (n = 89, 55%). The visual acuity of the patients improved slightly. The number of patients with visual acuity 20/20 increased from 68 (42%) to 72 (45%). There was also a decrease in the number of patients with visual acuity 20/350, 20/200, 20/100, 20/80, 20/60 and 20/50. There were no changes in the number of ametropic patients that remained in 69 (43%). Both the number of people with compound myopic astigmatism, and with mixed astigmatism axis against the rule decreased from 11 (7%) to 8 (5%) and from 24 (15%) to 16 (10%), respectively. CONCLUSION: both visual acuity and ametropia of patients with pterygium improve slightly after receiving surgical treatment.

O tratamento cirúrgico do pterigion é um dos procedimentos mais realizados na consulta oftalmológica, embora frequentemente implique transtornos e mudanças na acuidade visual. OBJETIVO: evidenciar se existem mudanças quanto à acuidade visual e sua ametropia, em pacientes diagnosticados com pterigion, operados cirurgicamente, na cidade de Quito. MÉTODO: é um estudo longitudinal observacional que incluiu 161 pacientes. Foi comparada acuidade visual e ametropia antes e 15 dias depois da intervenção cirúrgica. RESULTADOS: a maior parte dos pacientes foi de gênero feminino (n = 118, 73%) teve entre 30 e 59 anos (n = 127, 79%), apresentou pterigião grau III (n = 113, 70%) e foi operado do olho direito (n = 89, 55%). A acuidade visual dos pacientes melhorou ligeiramente. O número de pacientes com acuidade visual 20/20 aumentou de 68 (42%) para 72 (45%). Observou-se também uma diminuição no número de pacientes com acuidade visual 20/350, 20/200, 20/100, 20/80, 20/60 e 20/50. Não houve mudanças no número de pacientes amétropes que se manteve em 69 (43%). Tanto o número de pessoas com astigmatismo miópico composto, como com astigmatismo misto eixo contra a regra diminuíram de 11 (7%) para 8 (5%) e de 24 (15%) para 16 (10%), respectivamente. CONCLUSÃO: tanto a acuidade visual quanto a ametropia de pacientes com pterigião melhoram ligeiramente depois de receber tratamento cirúrgico.
Descritores: Astigmatismo
Pterígio
Acuidade Visual
Olho
-Pacientes
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BO138.1 - Biblioteca Central


  8 / 215 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1153119
Autor: Viveiros, Magda Massae Hata; Fachinelli, Rodolfo de Lima; Lucas, Larissa; Schellini, Silvana Artioli.
Título: Postoperative intralesional 5-fluorouracil therapy for early recurrence management of pterygium / 5-fluorouracil intralesional no pós-operatório para tratamento precoce da recorrência de pterígio
Fonte: Arq. bras. oftalmol;84(2):191-192, Mar,-Apr. 2021.
Idioma: en.
Descritores: Pterígio/tratamento farmacológico
Fluoruracila/uso terapêutico
-Ferimentos e Lesões
Acidentes por Quedas
Medicina Preventiva/métodos
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 215 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1248966
Autor: Bilak, Semsettin; Çevik, Muhammer Özgür; Erdogdu, Ibrahim Halil; Bagis, Haydar.
Título: Expression of Vitamin D Receptor and Vitamin D Receptor Gene Polymorphisms (BsmI, FokI, and TaqI) in Patients with Pterygium / Expressão do gene do receptor da vitamina D e de seus polimorfismos (BsmI, FokI e TaqI) em pacientes com pterígio
Fonte: Arq. bras. oftalmol;84(3):241-248, May-June 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Scientific Research Projects Unit of Adıyaman University.
Resumo: ABSTRACT Purpose: This study aimed to determine the role of vitamin D receptor in the pathogenesis of pterygium. The vitamin D receptor eexpression levels in pterygium tissue, blood vitamin D levels, and frequency of selected vitamin D receptor gene polymorphisms (BsmI, FokI, and TaqI) were compared between patients with pterygium and healthy participants. Methods: The study included patients with pterygiumeee (n=50) and healthy volunteers (n=50). The serum vitamin D levels were measured for both groups. Immunohistochemical staining for vitamin D receptor ewas performed on sections obtained from the pterygium and adjacent healthy conjunctival tissues of the same individuals. The genomic existence of vitamin D receptor epolymorphisms (BsmI, FokI, and TaqI) were analyzed in DNA obtained from venous blood of participants using polymerase chain reaction and restriction fragment length polymorphism methods. Results: There was no difference found between the serum vitamin D levels of patients with pterygium and healthy controls. However, tissue expression of vitamin D receptor was higher in the pterygium endothelial cells of micro-vessels (p=0.002), subepithelial stromal (p=0.04), and intravascular inflammatory cells (p=0.0001), in comparison with the adjacent healthy conjunctival tissue. Moreover, while the BBtt haplotype was 2-fold higher, the bbTt haplotype was 2.5-fold lower, and the BbTT haplotype was 2.25-fold lower in the control group than in the pterygium group (p<0.001). Conclusions: Vitamin D serum levels did not differ between the healthy and pterygium groups. Vitamin D receptor expression was increased in the pterygium tissue versus the adjacent healthy tissue. However, vitamin D receptor polymorphism analysis in patients with pterygium did not reveal any significant difference in BsmI, FokI, or TaqI polymorphisms in comparison with the healthy volunteers.(AU)

RESUMO Objetivo: Determinar o papel do receptor da vitamina D na patogênese do pterígio. Os níveis de expressão do receptor da vitamina D no tecido do pterígio, os níveis sanguíneos de vitamina D e a frequência de alguns polimorfismos do gene do receptor da vitamina D (BsmI, FokI e TaqI) foram comparados entre pacientes com pterígio e participantes saudáveis. Métodos: Foram incluídos pacientes com pterígio (n=50) e voluntários saudáveis (n=50). Os níveis séricos de vitamina D foram medidos em ambos os grupos. Foi feita uma coloração imuno-histoquímica para o receptor da vitamina D em cortes obtidos do pterígio e dos tecidos conjuntivais saudáveis adjacentes dos mesmos indivíduos. A existência de polimorfismos do receptor da vitamina D (BsmI, FokI e TaqI) no genoma foi analisada em DNA obtido do sangue venoso dos participantes, usando métodos de Polymerase chain reaction (PCR) e RFLP. Resultados: Não foi observada nenhuma diferença entre os níveis séricos de vitamina D dos pacientes com pterígio e os dos controles saudáveis. Entretanto, a expressão tissular do receptor da vitamina D foi maior nas células endoteliais dos microvasos do pterígio (p=0,002), nas células estromais sub-epiteliais (p=0,04) e nas células inflamatórias intravasculares (p=0,0001), quando comparada à expressão no tecido conjuntival saudável adjacente. Além disso, embora o haplótipo BBtt tenha sido duas vezes mais frequente, o haplótipo bbTt foi 2,5 vezes menos frequente e o haplótipo BbTT foi 2,25 vezes menos frequente no grupo de controle do que no grupo com pterígio (p<0,001). Conclusões: Os níveis séricos de vitamina D não apresentaram diferenças entre o grupo de pessoas saudáveis e o com pterígio. A expressão do receptor da vitamina D mostrou-se maior no grupo com pterígio do que no tecido saudável adjacente. Entretanto, a análise dos polimorfismos do receptor da vitamina D nos pacientes com pterígio não revelou qualquer diferença significativa nos polimorfismos BsmI, FokI ou TaqI em comparação com os voluntários saudáveis.(AU)
Descritores: Polimorfismo Genético/efeitos dos fármacos
Vitamina D/uso terapêutico
Pterígio/fisiopatologia
Imuno-Histoquímica/instrumentação
-Estudos Transversais/instrumentação
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 215 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1251324
Autor: Almodin, Juliana; Engel, Ederson; Santos, Janderson Figueira dos; Almodin, Flavia; Minguetti-Câmara, Vania Cibele; Almodin, Edna; Mendes, Marcio; Cvintal, Tadeu; Susanna Junior, Remo.
Título: Estudo comparativo da inibição da proliferação de fibroblastos in vitro na conjuntiva utilizando mitomicina C e ciclofosfamida / Comparative study of inhibition of fibroblasts proliferation in vitro in the conjunctiva using mitomycin and ciclophosphamide
Fonte: Rev. bras. oftalmol;80(1):8-11, jan.-fev. 2021. graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: Avaliar a inibição da proliferação de fibroblastos in vitro das conjuntivas obtidas através de exérese de pterígios de pacientes utilizando mitomicina C (MMC) e ciclofosfamida (CF). Métodos: Os pterígios foram retirados de 7 pacientes e submetidos a cultivo celular. Após o cultivo, 3 fragmentos de dimensões iguais deste material foram colhidos de áreas adjacentes do pterígio removido de cada paciente. Eles foram randomicamente selecionados de tal forma que: um fragmento de cada paciente foi exposto: ao meio de cultura (grupo controle), a MMC e a CF por igual período de tempo nas concentrações de 0,4 mg/ml e 10 mg/ml respectivamente. Após este período realizou-se a contagem celular de fibroblastos destes 3 grupos. Cada grupo continha 7 fragmentos. Resultados: Com a utilização da MMC tivemos uma taxa de 95% da inibição da proliferação dos fibroblastos, enquanto com a CF 100%. Conclusões: Ambas as drogas apresentaram elevada taxa da inibição da proliferação de fibroblastos, porém a CF apresentou inibição maior que a MMC.

Abstract Objective: To evaluate the inhibition of fibroblast proliferation in vitro of conjunctiva obtained by excision of pterygium from patients using mitomycin (MMC) and cyclophosphamide (CF). Methods: Pterygiums were removed from 7 patients and subjected to cell culture. After cell cultivation, 3 fragments of equal dimensions of these tissues were collected from adjacent areas of each patient removed pterygium. They were randomly selected in such a way that one fragment of each patient was exposed to: the culture medium (group control), to MMC and to CF for an equal period of time at concentrations of 0,4 mg/dl and 10 mg/dl respectively. After this period, the fibroblast cell count of these groups were performed. Each group had seven fragments. Results: With the use of MMC we had a 95% rate of inhibition of fibroblast proliferation, while with CF 100%. Conclusion: Both drugs showed a high rate of inhibition of fibroblast proliferation, but CF showed greater inhibition than MMC.
Descritores: Cicatrização
Pterígio/cirurgia
Mitomicina/efeitos adversos
Ciclofosfamida/efeitos adversos
Proliferação de Células/fisiologia
Antimitóticos/efeitos adversos
Fibroblastos/fisiologia
-Técnicas In Vitro
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central



página 1 de 22 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde