Base de dados : LILACS
Pesquisa : C11.204 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 238 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 24 ir para página                         

  1 / 238 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-968974
Autor: Cruz, Giovanna Karinny Pereira; Ferreira Júnior, Marcos Antonio; Azevedo, Isabelle Campos de; Vitor, Allyne Fortes; Santos, Viviane Euzébia Pereira.
Título: Epidemiological situation of patients on the waiting list for corneal transplantation - sectional study / Situação epidemiológica de pacientes em fila de espera para o transplante de córnea ­ estudo transversal
Fonte: Biosci. j. (Online);34(6):1751-1757, nov./dec. 2018. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Describing the epidemiological characterization of patients awaiting cornea transplant (on the waiting list) of a reference service in the state of Rio Grande do Norte. A cross-sectional quantitative study conducted between January and April 2015 with patients on the waiting list (n = 62) registered by the Center for Notification, Collection and Distribution of Organs. Data were analyzed using the Statistical Package for the Social Sciences, version 20.0. Inferential analysis was carried out between the variable 'corneal disorder' and other variables of interest. Mean age of the patients was 49.68 years, and 54.84% were females. Keratoconus was the main initial condition found. The type of corneal disorder had a statistically significant association with the variables of gender and age. Thekeratoconus was the main indicator for cornea transplant. Factors such as age and gender may be related to the onset corneal endothelium disorders. We suggest that further studies be carried out in order to better evaluate the established association between the types of corneal disorders and the variables of gender and age, considering these may represent important epidemiological indicators for early detection of clinical manifestations and complications affecting the cornea in patients who are waiting for the corneal transplant. (AU)
Descritores: Transplante de Córnea
Doenças da Córnea
Ceratocone
-Perfil de Saúde
Fatores Epidemiológicos
Estudos Transversais
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  2 / 238 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-494370
Autor: Poncetta, Mónica Patricia.
Título: Protección ocular / Ocular Protection
Fonte: Med. infant;12(2):130-132, jun. 2005. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Córnea/anatomia & histologia
Córnea/patologia
Doenças da Córnea/prevenção & controle
Enfermagem Pediátrica
Saúde Ocular
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  3 / 238 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-782805
Autor: Queiroz, Ana Gabriela; Barbosa, Martina Maria Oiticica; Santos, Myrna Serapião; Barreiro, Telma Pereira; Gomes, José Álvaro Pereira.
Título: Assessment of surgical outcomes of limbal transplantation using simple limbal epithelial transplantation technique in patients with total unilateral limbal deficiency / Avaliação dos resultados cirúrgicos do transplante de limbo utilizando a técnica SLET (simple limbal epithelial transplantation), em pacientes com deficiência límbica total unilateral
Fonte: Arq. bras. oftalmol;79(2):116-118, Mar.-Apr. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT This study aimed to evaluate the effectiveness of the novel simple limbal epithelial transplantation (SLET) technique, which reduces the risk of iatrogenic limbal stem cell deficiency in the donor eye. Four patients with total unilateral limbal stem cell deficiency received a limbal graft, measuring 4 mm × 2 mm, from the contralateral healthy eye in a single surgical procedure. The graft was divided into 10-20 pieces and distributed on the corneal surface. At 6-month follow-up, a completely avascular corneal epithelial surface was obtained in two patients, and there was improvement in visual acuity in one patient. The limbal grafts did not adhere to the cornea in one patient. No serious complications related to the surgery were observed in this study.

RESUMO Este trabalho tem como objetivo avaliar a eficácia de uma nova técnica cirúrgica denominada SLET (simple limbal epithelial transplantation), um procedimento promissor que reduz os riscos de indução de deficiência límbica iatrogênica no olho doador. Quatro pacientes com deficiência límbica total unilateral, secundária a queimadura química, receberam um enxerto de células límbicas, medindo 4 mm x 2 mm, do olho contralateral sadio, em apenas um tempo cirúrgico. Este foi divido em 10 a 20 fragmentos e distribuído sobre a superfície da córnea. Após 6 meses de cirurgia, superfície corneana totalmente epitelizada e avascular foi obtida em dois pacientes. Houve melhora da acuidade visual em um paciente. Não houve aderência dos enxertos de limbo na córnea em um paciente. Nenhum paciente apresentou efeitos colaterais graves decorrentes do procedimento cirúrgico.
Descritores: Queimaduras Oculares/cirurgia
Limbo da Córnea/citologia
Epitélio Anterior/transplante
Doenças da Córnea/cirurgia
Transplante de Células-Tronco/métodos
-Período Pós-Operatório
Transplante Autólogo/métodos
Acuidade Visual
Resultado do Tratamento
Epitélio Anterior/citologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 238 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-782812
Autor: Torricelli, Andre Augusto Miranda; Parede, Taís Renata Ribeiro; Netto, Marcelo Vieira; Crestana, Francisco Penteado; Bechara, Samir Jacob.
Título: Intraocular straylight before and after low myopic photorefractive keratectomy with and without mitomycin C / Dispersão de luz intraocular antes e depois da ceratectomia fotorrefrativa para baixa miopia com e sem mitomicina C
Fonte: Arq. bras. oftalmol;79(2):88-91, Mar.-Apr. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose: To evaluate ocular straylight before and after photorefractive keratectomy (PRK) for low myopia with and without topical mitomycin (MMC) treatment. Methods: Patients who underwent PRK for low myopia were enrolled into the study. PRK without MMC was performed in 21 eyes (12 patients), whereas PRK with topical 0.02% MMC was performed in 25 eyes (14 patients). Both groups were treated using the NIDEK EC5000 excimer laser. Measurements were performed using the C-Quant straylight meter preoperatively and at two and four months postoperatively. Results: The mean patient age was 30 ± 4 years, and the mean spherical equivalent refractive error was -2.2 ± 0.75 D. The mean preoperative intraocular straylight values were 1.07 ± 0.10 in the PRK without MMC group and 1.07 ± 0.11 log(s) in the PRK with topical MMC group. At two months after surgery, there was a decrease in mean intraocular straylight values in both groups. However, a significant difference was only reached in the PRK with MMC group [0.98 ± 0.09 log(s), p=0.002] compared with preoperative values, which was likely due to a greater scatter of measurements in the PRK without MMC group [1.03 ± 0.13 log(s), p=0.082]. At four months postoperatively, ocular straylight values were not significantly different compared with those at baseline in either the PRK without MMC group [1.02 ± 0.14 log(s), p=0.26] or in the PRK with topical MMC group [1.02 ± 0.11 log(s), p=0.13]. Conclusion: PRK for low myopia decreases ocular straylight, and MMC application further reduces straylight in the early postoperative period. However, ocular straylight values do not significantly differ at four months after surgery compared with those at baseline.

RESUMO Objetivo: Avaliar a dispersão de luz intraocular antes e depois da ceratectomia fotorrefrativa (PRK) para baixa miopia com e sem a aplicação tópica de mitomicina C. Métodos: Pacientes submetidos à PRK para baixa miopia foram selecionados para o estudo. PRK sem MMC foi realizado em 21 olhos (12 pacientes) e PRK com MMC tópica a 0,02% foi realizado em 25 olhos (25 pacientes). Ambos os grupos foram tratados com o excimer laser da Nidek EC5000. Avaliações foram realizadas usando o medidor de dispersão de luz C-Quant no pré-operatório e com 2 e 4 meses de pós-operatório. Resultados: A média de idade dos pacientes foi 30 ± 4 anos e a média do equivalente esférico foi -2,2 ± 0,75 D. As médias da dispersão de luz intraocular no pré-operatório foram 1,07 ± 0,10 no grupo PRK sem MMC e 1,07 ± 0,11 log(s) no grupo PRK com MMC tópica. Após 2 meses da cirurgia houve uma diminuição na média da dispersão de luz intraocular em ambos os grupos. Entretanto uma diferença estatisticamente significante, comparado com os valores pré-operatórios, foi observada apenas no grupo PRK com MMC (0,98 ± 0,09 log(s), p=0,002), provavelmente devido as medidas com maior espalhamento de luz no grupo sem MMC (1,03 ± 0,13 log(s), p=0,082). Após 4 meses de pós-operatório, os valores de dispersão de luz não apresentavam diferença estatisticamente significantes quando comparados com os valores iniciais, tanto no grupo sem MMC (1,02 ± 0,14 log(s), p=0,26) quanto no grupo com MMC tópica (1,02 ± 0,11 log(s), p=0,13). Conclusão: PRK para baixa miopia diminui a dispersão de luz ocular e a aplicação de MMC contribui para uma ainda menor dispersão de luz no período pós-operatório inicial. Entretanto, quatro meses após a cirurgia a dispersão de luz intraocular não é significantemente diferente das medidas pré-operatórias.
Descritores: Mitomicina/administração & dosagem
Reagentes para Ligações Cruzadas/administração & dosagem
Lasers de Excimer/uso terapêutico
Aberrações de Frente de Onda da Córnea/fisiopatologia
Luz
Miopia/cirurgia
-Período Pós-Operatório
Espalhamento de Radiação
Ceratectomia Fotorrefrativa/efeitos adversos
Doenças da Córnea/prevenção & controle
Administração Oftálmica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 238 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-787342
Autor: Rocha, Eduardo Melani; Paula, Jayter Silva de.
Título: The fever of pain: ocular chronic pain, light at the end of the tunnel / A febre da dor: dor ocular crônica, uma luz no fim do túnel
Fonte: Arq. bras. oftalmol;79(3):V-VI
Idioma: en.
Descritores: Doenças da Córnea/fisiopatologia
Dor Ocular/fisiopatologia
Dor Crônica/fisiopatologia
-Gânglio Trigeminal/fisiopatologia
Córnea/fisiopatologia
Córnea/inervação
Neuralgia/fisiopatologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 238 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-794571
Autor: Vasconcelos, Stefânia Barbosa Diniz de; Guerra, Fernanda Machado; Morato, Gisele Macioca; Neves, Nathália Teles das; Tzelikis, Patrick Frensel.
Título: Acquired anterior staphyloma after corneal ulcer associated with the use of crack / Estafiloma anterior adquirido após úlcera de córnea associado a uso de crack
Fonte: Arq. bras. oftalmol;79(4):268-269, July-Aug. 2016. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT We describe an unusual case of acquired anterior staphyloma in a patient addicted to crack cocaine. At the beginning of his crack cocaine abuse, he noticed redness and irritation of his eyes. Over the next 4 months, the patient also noticed the onset of decreasing visual acuity in his right eye (OD). Initially, his visual acuity was light perception in OD, and slit-lamp examination revealed a corneal infiltrate with a peripheral perforation and an iris prolapse. The patient was hospitalized to ensure compliance with the prescribed treatment and was advised to undergo therapeutic keratoplasty; however, the patient left the hospital against medical advice and was lost to follow-up for the next 6 months. He returned with complaints of photophobia and the inability to close his right eyelids. At this time, his cornea had developed an anterior staphyloma and required a sclerokeratoplasty. Following surgery, the patient was again lost to follow-up.

RESUMO Descrevemos um raro caso de estafiloma anterior adquirido em um paciente viciado em crack. No início do uso do crack, paciente observou hiperemia e irritação nos seus olhos. Durante os próximos 4 meses, evoluiu com piora progressiva da visão em seu olho direito (OD). Inicialmente, sua visão no OD era de percepção luminosa e ao exame de biomicroscopia observava-se um importante infiltrado corneano com uma perfuração periférica e hérnia de íris. O paciente foi hospitalizado para garantir seu correto tratamento e indicado ceratoplastia terapêutica; no entanto, o paciente abandou o hospital e ficou 6 meses sem acompanhamento. Após esse período, paciente retornou queixando-se de importante fotofobia e inabilidade em ocluir o OD. Neste momento, sua córnea havia desenvolvido um importante estafiloma anterior e necessitou de uma escleroceratoplastia no OD. Após a cirurgia, mais uma vez o paciente abandonou o tratamento e perdeu o seguimento pós-operatório.
Descritores: Úlcera da Córnea/complicações
Úlcera da Córnea/induzido quimicamente
Doenças da Córnea/induzido quimicamente
-Acuidade Visual
Úlcera da Córnea/cirurgia
Transplante de Córnea/métodos
Resultado do Tratamento
Escleroplastia/métodos
Cocaína Crack/efeitos adversos
Doenças da Córnea/cirurgia
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 238 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-838789
Autor: Viani, Gustavo Arruda; Fendi, Ligia Issa de.
Título: Adjuvant treatment or primary topical monotherapy for ocular surface squamous neoplasia: a systematic review / Tratamento adjuvante ou monoterapia tópica primária para a neoplasia de células escamosas de superfície ocular: uma revisão sistemática
Fonte: Arq. bras. oftalmol;80(2):131-136, Mar.-Apr. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT In this systematic review, we evaluated studies involving adjuvant and primary topical treatment for ocular surface squamous neoplasia (OSSN). The findings were: (i) adjuvant 5-fluorouracil (5-FU) reduces the risk of relapse after surgical excision with mild side effects [level Ib, grade of recommendation (GR) A]. (ii) Primary topical mitomycin (MMC) produces a high rate of complete response, low recurrence rate, and mild side effects (level Ib, GR A). (iii) Primary chemotherapy versus adjuvant chemotherapy produce similar rates of recurrence, with no significant difference (level IIb, GR B). (iv) Adjuvant 5-FU versus MMC showed no significant differences, with mild side effects in both groups and a better toxicity profile for MMC (level III, GR C). (v) Primary topical 5-FU versus MMC versus interferon (IFN) showed similar rates of tumor recurrence, mild side effects for all drugs, and more severe side effects in the 5-FU arm, followed successively by MMC and IFN (level III, GR C).

RESUMO Revisão sistemática envolvendo estudos sobre o tratamento adjuvante e tratamento tópico primário para a neoplasia escamosa da superfície ocular. Os resultados foram: (i) 5-fluorouracil adjuvante reduziu o risco de recidiva após a excisão cirúrgica com efeitos colaterais leves (nível Ib, Grau de recomendação (GR) A). (ii) Mitomicina tópica primária produziu uma alta taxa de resposta completa, baixa taxa de recorrência e efeitos colaterais leves (nível Ib, GR A). (iii) Quimioterapia primária versus adjuvante produz taxas semelhantes de recorrência (nível IIb, GR B). (iv) 5- 5-FU versus mitomicina adjuvante não mostrou diferenças significativas nas taxas de recorrencia, com efeitos coalterais leves em ambos os grupos e melhor perfil de toxicidade para mitomicina (nível III, GR C). (v) 5- 5-FU tópico primário versus mitomicina ou interferon (INF) apresentam taxa similar de recorrência, com efeito colateral leve, mas com maior incidencia no braço 5- 5-FU, seguido pela Mitomicina e IFN (nível III, GR C).
Descritores: Carcinoma de Células Escamosas/tratamento farmacológico
Mitomicina/uso terapêutico
Doenças da Córnea/tratamento farmacológico
Neoplasias Oculares/tratamento farmacológico
Fluoruracila/uso terapêutico
-Recidiva
Proteínas Recombinantes/uso terapêutico
Administração Tópica
Quimioterapia Adjuvante/métodos
Neoplasias da Túnica Conjuntiva/tratamento farmacológico
Neoplasias da Túnica Conjuntiva/terapia
Doenças da Córnea/terapia
Neoplasias Oculares/terapia
Interferon alfa-2
Antineoplásicos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 238 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888104
Autor: Ozdemir, Evin Singar; Burcu, Ayse; Akkaya, Zuleyha Yalnız; Ornek, Firdevs.
Título: The reasons for evisceration after penetrating keratoplasty between 1995 and 2015 / As causas de evisceração após ceratoplastia penetrante entre 1995 e 2015
Fonte: Arq. bras. oftalmol;80(3):168-171, May-June 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose: The purpose of this study was to determine the indications and frequency of evisceration after penetrating keratoplasty (PK). Methods: The medical records of all patients who underwent evisceration after PK between January 1, 1995 and December 31, 2015 at Ankara Training and Research Hospital were reviewed. Patient demographics and the surgical indications for PK, diagnosis for evisceration, frequency of evisceration, and the length of time between PK and evisceration were recorded. Results: The frequency of evisceration was 0.95% (16 of 1684), and the mean age of the patients who underwent evisceration was 56.31 ± 14.82 years. The most common indication for PK that resulted in evisceration was keratoconus (37.5%), and the most common underlying cause leading to evisceration was endophthalmitis (56.25%). The interval between PK and evisceration ranged from 9 to 78 months. Conclusions: Although keratoplasty is one of the most successful types of surgery among tissue transplantations, our findings show that it is associated with a possible risk of evisceration.

RESUMO Objetivo: O objetivo deste estudo foi determinar as indicações e a frequência de evisceração ocular após cirurgia de ceratoplastia penetrante ou transplante de córnea (PK). Métodos: Foram analisados os registros médicos de todos os pacientes submetidos à evisceração após PK entre 1º de janeiro de 1995 e 31 de dezembro de 2015 no Hospital de Treinamento e Pesquisa de Ankara. Foram registradas a demografia do paciente e as indicações cirúrgicas de PK, diagnóstico de evisceração, frequência de evisceração, tempo entre PK e evisceração. Resultados: A frequência de evisceração foi de 0,95% (16 de 1684) e a média de idade foi de 56,31 ± 14,82 anos. A indicação mais comum para PK que terminou na evis ceração foi o ceratocone (37,5%) e a causa subjacente à evisceração foi a endoftalmite (56,25%). O intervalo entre PK e evisceração variou de 9 a 78 meses. Conclusão: Embora a ceratoplastia seja uma das cirurgias mais bem sucedidas entre os transplantes de tecidos, pode-se deduzir do estudo que não é tão inócua, pois pode evoluir para a evisceração ocular.
Descritores: Complicações Pós-Operatórias/etiologia
Complicações Pós-Operatórias/epidemiologia
Ceratoplastia Penetrante/efeitos adversos
Evisceração do Olho/estatística & dados numéricos
-Reoperação
Fatores de Tempo
Turquia/epidemiologia
Registros Médicos
Endoftalmite/cirurgia
Endoftalmite/etiologia
Endoftalmite/epidemiologia
Incidência
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Resultado do Tratamento
Doenças da Córnea/cirurgia
Doenças da Córnea/etiologia
Doenças da Córnea/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 238 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888112
Autor: Calvo-Maroto, Ana M; Pérez-Cambrodí, Rafael J; Esteve-Taboada, José J; García-Lázaro, Santiago; Cerviño, Aleja ndro.
Título: Corneal backscatter in insulin-dependent and non-insulin-dependent diabetes mellitus patients: a pilot study / Retroespalhamento luminoso das córneas de pacientes com diabete melito dependente e não dependente de insulina: estudo piloto
Fonte: Arq. bras. oftalmol;80(3):148-153, May-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose: To compare central corneal backscatter obtained from Scheimpflug images between patients with insulin-dependent and non-insulin-dependent diabetes mellitus (IDDM and NIDDM, respectively) and healthy controls. Methods: Seven patients with IDDM (7 eyes), eleven patients with NIDDM (11 eyes), and sixteen healthy subjects (16 eyes) were included in this pilot study. Scheimpflug imaging system (Pentacam, Oculus Inc., Germany) was used to obtain optical sections of the cornea. Seven meridians were analyzed for each eye, oriented from 70° to 110°. Optical density values for the central 3-mm and 5-mm zones of the cornea were obtained by image analysis using external software. Results: Corneal backscatter was significantly higher in the diabetic patients than in the controls for the central 3-mm (p=0.016) and 5-mm (p=0.014) zones. No significant differences in corneal backscatter were found between the IDDM and NIDDM groups for either zone (both p>0.05). In the NIDDM group, significant correlations were observed for both central zones between corneal backscatter and age (3 mm: r=0.604, p=0.025; 5 mm: r=0.614, p=0.022) and central corneal thickness (3 mm: r=0.641, p=0.017; 5 mm: r=0.671, p=0.012); this was not found in the IDDM group (p>0.05). The presence of diabetes showed a significant effect on central corneal backscatter (Kruskal-Wallis test, p<0.001). Conclusions: Diabetic patients showed higher values of corneal light backscatter than healthy subjects. Corneal optical density analysis may be a useful tool for monitoring and assessing the ocular changes caused by diabetes.

RESUMO Objetivo: Determinar os valores de retroespalhamento luminoso central da córnea em pacientes diabéticos dependentes (IDDM) e não dependentes (NIDDM) de insulina, comparados com controles saudáveis, a partir de imagens de Scheimpflug. Métodos: Foram incluídos neste estudo piloto sete pacientes com IDDM (7 olhos), onze pacientes com NIDDM (11 olhos) e dezesseis indivíduos saudáveis (16 olhos). O sistema de Scheimpflug (Pentacam, Oculus Inc. Germany) foi utilizado para obter secções ópticas da córnea. Foram analisados sete meridianos para cada olho, orientados de 70º a 110º. A análise de imagem por meio de software externo permitiu a obtenção de valores da densidade óptica para os 3 e 5 mm centrais da córnea. Resultados: O retroespalhamento luminoso corneano foi significativamente maior em pacientes diabéticos para os 3 mm centrais (p=0,016) e para os 5 mm centrais (p=0,014) em relação ao grupo controle. Não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos IDDM e NIDDM para cada zona analisada (p>0,05 em ambos os casos). No grupo NIDDM, observaram-se correlações significativas para as zonas centrais de 3 mm e 5 mm, entre retroespalhamento luminoso corneano e idade (r=0,604 p=0,025 e r=0,614 p=0,022, respectivamente) e espessura central corneana (r=0,641 p=0,017; r=0,671 p=0,012, respectivamente), o que não foi encontrado no grupo IDDM (p>0,05). O teste de Kruskall-Wallis indicou que a presença de diabete tem um efeito significativo sobre a retroespalhamento central da córnea (p<0,001). Conclusões: Pacientes diabéticos apresentaram valores mais elevados de retroespalhamento luminoso corneano do que indivíduos saudáveis. A análise da densidade óptica corneana pode ser uma ferramenta útil para monitorar e avaliar as alterações oculares causadas pela diabete.
Descritores: Doenças da Córnea/fisiopatologia
Doenças da Córnea/diagnóstico por imagem
Diabetes Mellitus Tipo 1/fisiopatologia
Diabetes Mellitus Tipo 2/fisiopatologia
-Valores de Referência
Acuidade Visual/fisiologia
Estudos de Casos e Controles
Projetos Piloto
Reprodutibilidade dos Testes
Fatores Etários
Estatísticas não Paramétricas
Córnea/fisiopatologia
Doenças da Córnea/etiologia
Diabetes Mellitus Tipo 1/complicações
Diabetes Mellitus Tipo 2/complicações
Técnicas de Diagnóstico Oftalmológico
Paquimetria Corneana
Segmento Anterior do Olho/fisiopatologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 238 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888129
Autor: Goktas, Seniz Engur; Katircioglu, Yasemin; Celik, Tuba; Ornek, Firdevs.
Título: Surgical amniotic membrane transplantation after conjunctival and limbal tumor excision / Transplante de membrane amniótica após excisão de tumor limbar e conjuntival
Fonte: Arq. bras. oftalmol;80(4):242-246, July-Aug. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose: To evaluate the clinical results of patients treated by amniotic membrane transplantation (AMT) following excision of conjunctival and limbal tumors. Methods: A total of 14 eyes of 14 patients who underwent AMT after total lesion-free tumor excision and perilesional cryotherapy were evaluated. Results: The excised tumors comprised 7 conjunctival intraepithelial neoplasia, 5 conjunctival nevus, 1 primary acquired melanosis, and 1 squamous cell carcinoma. Limbus was involved in 10 cases, whereas cornea was involved in 6 cases. The average measurement of the tumor base was 14.8 mm (range 6-20 mm, SD 16 mm). The mean follow-up time period was 17.5 months (range 6 -60 months, SD 20 months). Complete healing occurred in eight eyes, but limbal cell deficiency developed in two eyes. Four cases had recurrence and were treated with the same surgical and medical procedures; during follow-up after recurrence, superficial peripheral vascularization and corneal scar were noted to have developed. Conclusions: AMT was effective for reconstruction of tissue defect after excision and cryotherapy of limbal and conjunctival tumors. In most of these cases, complete healing was achieved with a smooth, stable, and translucent surface.

RESUMO Objetivo: Avaliar os resultados clínicos de pacientes tratados com transplante de membrana amniótica (TMA) após a excisão de tumores conjuntival e limbar. Métodos: Foram avaliados 14 olhos de 14 pacientes submetidos a transplante de membrana amniótica após excisão total de tumor e crioterapia perilesional. Resultados: Os tumores que foram excisados podem ser classificados como neoplasia intraepitelial conjuntival em 7, nevus conjuntival em 5, melanose adquirida primária e carcinoma espinocelular em 1 caso cada. O limbo foi envolvido em 10 casos e a córnea foi envolvida em 6 casos. A medida média da base do tumor foi de 14,8 mm (6-20, DP 16). O tempo médio de seguimento foi de 17,5 meses (6-60, DP 20). A cicatrização completa ocorreu em 8 olhos e deficiência de células limbares ocorreu em 2 olhos. A recorrência foi diagnosticada em 4 casos e tratada com o mesmo procedimento cirúrgico e médico e, após essa recorrência, a vascularização periférica superficial e a cicatriz corneana desenvolveram-se em 4 casos durante o seguimento. Conclusões: O transplante de membrana amniótica é um método eficaz para a reconstrução do defeito do tecido após a excisão de tumores limbares e conjuntivais com a combinação de crioterapia. Na maioria destes casos, a cicatrização completa pode ser conseguida com uma superfície lisa, estável e transparente.
Descritores: Crioterapia
Túnica Conjuntiva/transplante
Neoplasias da Túnica Conjuntiva/cirurgia
Doenças da Córnea/cirurgia
-Seguimentos
Resultado do Tratamento
Limbo da Córnea/patologia
Neoplasias da Túnica Conjuntiva/patologia
Doenças da Córnea/patologia
Autoenxertos
Âmnio/transplante
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 24 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde