Base de dados : LILACS
Pesquisa : C13.351.500.163 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 753 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 76 ir para página                         

  1 / 753 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Moreira, Martha Cristina Nunes
Texto completo
Id: biblio-890440
Autor: São Bento, Paulo Alexandre de Souza; Moreira, Martha Cristina Nunes.
Título: A experiência de adoecimento de mulheres com endometriose: narrativas sobre violência institucional / The experience of illness of women with endometriosis: narratives about institutional violence
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(9):3023-3032, Set. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O artigo evoca a centralidade ocupada pela categoria relacional de gênero, para iluminar as narrativas de vida de mulheres com uma doença crônica - a endometriose. O objetivo é discutir o significado da experiência de adoecimento de mulheres com endometriose na interface com a violência institucional. À luz do referencial de Bertaux, no método Narrativas de Vida, 20 foram as participantes desta pesquisa convidadas a partir de dois espaços virtuais de discussão e encontros sobre o viver com endometriose. As entrevistas foram realizadas pessoalmente no circuito RJ, SP e MG. A abordagem teórica foi abalizada por autores que tratam da experiência do adoecimento crônico enquanto fenômeno sociocultural, leituras metafóricas do problema e críticas à violência institucional. Os resultados identificam situações de violência de gênero/institucional perpetradas nos diversos espaços de atenção às mulheres. Expressam-se a partir da banalização dos discursos das mulheres; das tensões estabelecidas entre usuárias e médicos, onde o suposto saber leigo funciona como ultraje ao saber biomédico oficial e, precipuamente, na dificuldade de acesso aos serviços, levando as mulheres a uma peregrinação por cuidados e a se submeterem a formas de assistência não necessariamente baseadas em boas práticas.

Abstract This paper conjures up the centrality of the relational category of gender to shed a light on women's life narratives with a chronic disease named endometriosis. It aims to discuss the meaning of the illness experience of women with endometriosis in the interface with institutional violence. Based on Bertaux reference, in the Narratives of Life method, twenty women participated in this research. They were invited from two virtual spaces of discussion and gatherings about living with endometriosis. Interviews were conducted in person in the States of Rio de Janeiro, São Paulo and Minas Gerais circuit. Authors sustained the theoretical approach and addressed the experience of chronic illness as a sociocultural phenomenon, metaphorical readings of the problem and criticism of institutional violence. The results identify situations of gender/institutional violence perpetrated in various women care settings. They are expressed through the trivialization of women's discourses; user-physician tensions, where the supposed lay knowledge appears as an insult to official biomedical knowledge and, mainly, the difficult access to services, leading women to a care pilgrimage and to submit themselves to care types not necessarily based on best practices.
Descritores: Relações Profissional-Paciente
Violência/estatística & dados numéricos
Endometriose/terapia
Instalações de Saúde/estatística & dados numéricos
-Brasil
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Doença Crônica
Entrevistas como Assunto
Assistência à Saúde/normas
Narração
Endometriose/psicologia
Violência de Gênero/estatística & dados numéricos
Instalações de Saúde/normas
Acesso aos Serviços de Saúde
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 753 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-965667
Autor: Pavalecini, Michel; Fasolin, Felipe Bilhar; Zanin, Eduardo Madalosso; Gasperin, Bruno Della Mea; Freitas Neto, Flavio Maciel de; Possamai, Leonardo Milanesi; Webster, Ronaldo Scholze; Ely, Pedro Bins.
Título: Errata de: Simastia pós-mamoplastia de aumento com implantes de silicone: tratamento com suturas de adesão / Erratum to: Symmastia after augmentation mammoplasty with silicone implants: treatment with quilting sutures
Fonte: Rev. bras. cir. plást;33(3), jul.-set. 2018.
Idioma: en; pt.
Descritores: Umbigo/cirurgia
Umbigo/lesões
Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos/métodos
Endometriose/diagnóstico
Endometriose/fisiopatologia
Endometriose/diagnóstico por imagem
Tipo de Publ: Errata
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  3 / 753 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-756200
Autor: Custódio Silva, Maria Paula; Trovó de Marqui, Alessandra Bernadete.
Título: Qualidade de vida em pacientes com endometriose: um estudo de revisão / Quality of life in patients with endometriosis: a review study / Calidad de vida de pacientes con endometriosis: un estudio de revisión
Fonte: Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) = Braz. j. health promot;27(3), set. 14. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a qualidade de vida (QV) em pacientes com endometriose. Métodos: Realizou-se uma revisão bibliográfica na base de dados PubMed buscando artigos publicados nos últimos 10 anos utilizando os descritores quality of life and endometriosis e os seguintes filtros: artigos com abstract disponível, em humanos do sexo feminino, idioma inglês/ português e cujos termos constavam no título/abstract. A busca resultou em 147 artigos, dos quais, de acordo com os critérios de inclusão, restaram 12 para leitura. Resultados: Todos os artigos evidenciaram que as mulheres com endometriose apresentaram uma redução na QV, e cinco estudos associaram nível socioeconômico, intensidade da dor e hábitos saudáveis como fatores que influenciam a QV. No entanto, nenhum estudo propôs estratégias para a melhora da QV. A presente revisão evidencia os benefícios da abordagem fisioterapêutica, psicológica e da prática de atividade física em elevar a QV, como uma maneira de minimizar os sintomas da endometriose, em especial, a dor e os sintomas psicológicos. A avaliação da QV em endometriose poderia ser utilizada como um indicador prognóstico da melhora clínica. Conclusão: Mulheres com endometriose apresentam significativa redução em sua qualidade de vida, influenciada pelos aspectos físicos e psicológicos, entre outros.

Objective: This study aims to assess the quality of life (QoL) in patients with endometriosis. Methods: We conducted a literature review searching for articles published in the last 10 years in the PubMed database, using the descriptors ?quality of life? and ?endometriosis? and the following filters: in human female, articles with abstract available, English/Portuguese language, and containing the terms in the title/abstract. The search retrieved 147 articles, of which 12 remained for reading, according to the inclusion criteria. Results: All the articles pointed out that women with endometriosis showed a reduction in QoL, and five studies have linked socioeconomic status, severity of pain and healthy habits as factors that influence QoL. However, neither of the studies suggests strategies for the improvement of QoL. This review shows the benefits of the physiotherapeutic and psychological approach, and physical activity practice in raising QoL as a way to minimize the symptoms of endometriosis, especially pain and psychological symptoms. The assessment of QoL in endometriosis could be used as a prognostic indicator of clinical improvement. Conclusion: Women with endometriosis exhibit a significant reduction in their QoL, influenced by physical and psychological aspects, among others.

Objetivo: Evaluar la calidad de vida (CV) de pacientes com endometriosis. Métodos: Se realizó una revisión bibliográfica em la base de datos PubMed con búsqueda de artículos publicados en los últimos 10 años utilizándose de los descriptores quality of life and endometriosis y los siguientes filtros: artículos com abstract disponible, en humanos del sexo femenino, idioma inglés/portugués y cuyos términos estaban en el título/abstract. La búsqueda resultó en 147 artículos, de los cuales, según los critérios de inclusión, restaron 12 para la lectura. Resultados: Todos los artículos evidenciaron que las mujeres con endometriosis presentaron reducción en la CV, y cinco estudios asociaron el nível socioeconómico, la intensidad del dolor y hábitos saludables como factores que influyen en la CV. Sin embargo, ningún estudio há propuesto estrategias para mejorar la CV. Esta revisión evidencia los beneficios del abordaje fisioterapéutico, psicológico y de La práctica de actividad física en mejorar la CV, como una manera de minimizar los síntomas de la endometriosis, en especial, El dolor y los síntomas psicológicos. La evaluación de la CV em endometriosis podría ser utilizada como un indicador pronóstico de la mejora clínica. Conclusión: Mujeres con endometriosis presentan reducción significativa de la calidad de vida debido, entre otros aspectos, a los físicos y psicológicos.
Descritores: Qualidade de Vida
Doença Crônica
Endometriose
Promoção da Saúde
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  4 / 753 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1056945
Autor: Brilhante, Aline Veras Morais; Oliveira, Luiz Adriano Freitas; Lourinho, Lidia Andrade; Manso, Almudena Garcia.
Título: Narrativas autobiográficas de mulheres com endometriose: que fenômenos permeiam os atrasos no diagnóstico? / Autobiographic narratives of women with endometriosis: which phenomena permeate the delays in diagnosis?
Fonte: Physis (Rio J.);29(3):e290307, 2019. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo objetiva compreender a rede de significados construídos intersubjetivamente que caracterizam o fenômeno da endometriose na vida das mulheres acometidas, equilibrando perspectivas micro e macrossociais. Trata-se de uma pesquisa qualitativa ancorada na técnica de narrativa autobiográfica do sociólogo Fritz Schütze, que explorou a experiência de 29 mulheres com endometriose. A análise foi realizada de acordo com o método reconstrutivo proposto por Schütze. Para além da estrutura esquemática baseada nos dados indexados, emergiam duas teorias: negligência estrutural legitimada por questões de gênero e barreiras e atalhos na rede de assistência. As narrativas revelam a institucionalização de questões de gênero nos serviços de saúde como reflexo de relações embutidas na estrutura social. Negligência, psiquiatrização do sofrimento feminino, centralidade das ações na função reprodutiva e medicalização precoce do corpo feminino foram fenômenos sociais identificados nas narrativas. Esses aspectos estruturais, legitimados pela violência cultural, relacionam-se de forma simbiótica a lapsos na rede de assistência. O enfrentamento a esse fenômeno demanda mais do que a reorganização das linhas de cuidado segundo o paradigma da integralidade, embora esta emerja como uma possiblidade. É crucial a compreensão das microestruturas relacionadas ao gênero que fundamentam os arranjos sociais e a organização assistencial, produzindo violências institucionais e múltiplos sofrimentos.

Abstract This article aims to understand the network of intersubjectively constructed meanings that characterize the phenomenon of endometriosis in the lives of affected women, balancing micro and macrosocial perspectives. This is a qualitative research based on the autobiographical narrative technique of sociologist Fritz Schütze, who explored the experience of 29 women with endometriosis. The analysis was performed according to the reconstructive method proposed by Schütze. Beyond the schematic structure based on indexed data, two theories emerged: structural neglect legitimized by gender issues and barriers and shortcuts in the care network. The narratives reveal the institutionalization of gender issues in health services as a reflection of relationships embedded in the social structure. Neglect, psychiatrization of female suffering, centrality of actions in reproductive function and early medicalization of the female body were social phenomena identified in the narratives. These structural aspects, legitimized by cultural violence, are symbiotically related to lapses in the care network. Coping with this phenomenon demands more than the reorganization of care lines according to the integrality paradigm, although it emerges as a possibility. Understanding the gender-related microstructures that underlie social arrangements and care organization, producing institutional violence and multiple sufferings, is crucial.
Descritores: Mulheres
Serviços de Saúde da Mulher
Endometriose/diagnóstico
Gênero e Saúde
Vulnerabilidade em Saúde
Diagnóstico Tardio
-Atenção Primária à Saúde
Estresse Psicológico
Doença Crônica
Entrevistas como Assunto
Saúde da Mulher
Fatores Culturais
Pesquisa Qualitativa
Narrativa Pessoal
Integralidade em Saúde
Violência de Gênero/etnologia
Barreiras ao Acesso aos Cuidados de Saúde
Relações Interpessoais
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  5 / 753 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-589365
Autor: Pérez Herrera, Ángela María; Zapata Jaramillo, Edgar Armando; Roldán Zapata, Luis Felipe; Vélez Hoyos, Alejandro.
Título: Biopsia aspiración con aguja fina (BACAF) en el diagnóstico de endometriosis / Fine-needle aspiration biopsy (FNAB) for the diagnosis of endometriosis
Fonte: Med. U.P.B = Med. UPB;28(2):142-146, jul.-dic. 2009. Ilus.
Idioma: es.
Resumo: La Biopsia por Aspiración con Aguja Fina (BACAF) es el método de elección en el diagnóstico de nódulos tiroideos, mamarios, ganglios linfáticos y glándulas salivares. En piel y tejidos blandos ha sido utilizada con poca frecuencia. Presentamos dos casos de endometriosis extrapélvica, localizada en tejidos blandos y pared abdominal. Se trata de dos mujeres con nódulos dolorosos en la pared abdominal y sobre cicatriz de cirugía ginecológica. El diagnóstico se confirmó en una de las pacientes con biopsia excisional, otra recibió tratamiento médico.

Fine-Needle Aspiration Biopsy is the method of choice for the diagnosis of thyroid, breast, lymph and salivary glands nodules; nevertheless, it's use has been poor regarding sking and soft tissues evaluation. In the following paper, the authors present two cases of extrapelvic endometriosis, located on soft tissues and abdominal wall, in two women with tender nodes on abdominal wall and over a gyneacologic surgery scar. Diagnosis was confirmed on one of the patients via excisional biopsy; the other one underwent medical management.
Descritores: Endometriose
-Tecidos
Diagnóstico
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CO101.1 - BCdeS - Biblioteca Ciencias de la Salud


  6 / 753 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1025630
Autor: Palla, Viktoria Varvara.
Título: Endometriosis ureteral / Ureteral endometriosis
Fonte: Salud(i)ciencia (Impresa) = Salud(i)ciencia (En linea);23(5):464-466, jun. 2019.
Idioma: en; es.
Descritores: Endometriose
Doenças Urogenitais Femininas
Doenças dos Genitais Femininos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  7 / 753 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1130021
Autor: Oliveira,, Geilson Gomes de; Eleutério, Renata Mírian Nunes.
Título: HPV infection and endometriosis: a systematic review and meta-analysis / Infecção por HPV e endometriose: uma revisão sistemática e meta-análise
Fonte: DST j. bras. doenças sex. transm;32:1-5, 2020.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Recent research has focused on the role of persistent ascending bacterial infections and Sexually Transmitted Infections (STI) as an associated factor of endometriosis. Indeed, some studies investigated the possible role of HPV in endometriosis, but this topic remains inconclusive. Objective: The present study aims to meta-analyze research that assessed the presence of HPV infection in patients with endometriosis. Methods: MEDLINE, Embase, Scopus, LILACS, Cochrane Library, and OpenGrey were searched until February 10th, 2020. Search terms included "endometriosis" and "HPV" without language restrictions. Pooled relative risks and 95% confidence interval (95%CI) were calculated, and heterogeneity was assessed with I-squared (I2 ). Results: The meta-analysis with low heterogeneity found a twice as much relative risk in women exposed to HPV in relation to the unexposed control. Conclusion: The results indicate that HPV could be a risk factor for the development of endometriosis

Introdução: Pesquisas recentes enfocaram o papel das infecções bacterianas ascendentes persistentes e das infecções sexualmente transmissíveis (IST) como um fator associado à endometriose. De fato, alguns estudos investigaram o possível papel do HPV na endometriose, embora o tópico permaneça inconclusivo. Objetivo: O presente estudo tem como objetivo meta-analisar pesquisas que avaliaram a presença de infecção por HPV em pacientes com endometriose. Métodos: Foram realizadas buscas nas bases MEDLINE, Embase, Scopus, LILACS, Biblioteca Cochrane e OpenGrey até 10 de fevereiro de 2020. Os termos de pesquisa incluíram "endometriose" e "HPV" sem restrição de idioma. Riscos relativos agrupados e intervalo de confiança de 95% (IC 95%) foram calculados, e a heterogeneidade foi avaliada com I-quadrado (I2 ). Resultados: A meta-análise com baixa heterogeneidade encontrou um risco relativo duas vezes maior em mulheres expostas ao HPV em relação ao controle não exposto. Conclusão: Os resultados indicam que o HPV pode ser um fator de risco para o desenvolvimento de endometriose.
Descritores: Papillomaviridae
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Endometriose
-Infecções Bacterianas
Mulheres
Infecções por Papillomavirus
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR2499


  8 / 753 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-837027
Autor: Leal, A; Alfaro, F; Uribe, JM.
Título: Epigenética de la endometriosis y su perspectiva terapéutica en el marco de un sistema integral de atención de la infertilidad: revisión y propuesta de investigación / Epigenetics of endometriosis and its therapeutic perspective in the framework of an integral system for infertility care: A review and research proposal / Epigenética da endometriose e sua perspectiva terapêutica no marco de um sistema integral de atenção da infertilidade: revisão e proposta de investigação
Fonte: Med. U.P.B = Med. UPB;34(1):61-69, ene.-jun. 2015.
Idioma: es.
Resumo: La endometriosis consiste en la presencia ectópica de glándulas endometriales y células estromales fuera de la cavidad uterina (principalmente en ovarios y superficies de órganos internos de la cavidad pélvica). Es uno de los desórdenes ginecológicos benignos más comunes en las mujeres que están en edad reproductiva. Hay diversas teorías para explicar la endometriosis. La más aceptada es la denominada "menstruación retrógrada". Las mujeres con endometriosis presentan dolor en la región pélvica-abdominal, dismenorrea, dispareunia, mucho sangrado en la menstruación, dolor pélvico no-menstrual, dolor al ovular, disquecia, disuria, fatiga crónica y sub-fertilidad. Diversos estudios han relacionado la endometriosis con aparición de cáncer ovárico, con un desarrollo de carcinomas en 5% - 10% de los casos de mujeres con endometriomas ováricos. El desarrollo efectivo de estrategias terapéuticas para el control de la endometriosis depende de una correcta identificación de los patrones epigenéticos y de genes candidatos, que serían el blanco en los tratamientos.

Endometriosis consists in the ectopic presence of endometrial glands and stromal cells outside the uterine cavity (mainly in ovaries and on the surface of internal organs of the pelvic cavity). It is one of the most common benign gynecological disorders in reproductive-age women. There are various theories to explain endometriosis. The most widely accepted theory is known as "retrograde menstruation". Common endometriosis symptoms include pelvic or abdominal pain, dysmenorrhea, dyspareunia, heavy menstrual bleeding, non-menstrual pelvic pain, ovulation pain, dyschezia, dysuria, chornic fatigue syndrome, and fertility problems. Various studies have associated endometriosis with the onset of ovarian cancer, with carcinoma development in 5 to 10% of women with ovarian endometriomas. The successful development of therapeutic strategies to control endometriosis depends on a correct identification of the epigenetic patterns and gene candidates to be targeted by treatment.

A endometriose consiste na presencia ectópica de glândulas endometriais e células estromais fora da cavidade uterina (principalmente em ovários e superfícies de órgãos internos da cavidade pélvica). É um dos desordens ginecológicos benignos mais comuns nas mulheres que estão em idade reprodutiva. Há diversas teorias para explicar a endometriose. A mais aceitada é a denominada "menstruação retrógrada". As mulheres com endometriose apresentam dor na região pélvica-abdominal, dismenorreia, dispareunia, muito sangrado na menstruação, dor pélvico não-menstrual, dor ao ovular, disquesia, disúria, fatiga crónica e subfertilidade. Diversos estudos hão relacionado a endometriose com aparição de câncer ovárico, com um desenvolvimento de carcinomas em 5% - 10% dos casos de mulheres com endometriomas ováricos. O desenvolvimento efetivo de estratégias terapêuticas para o controle da endometriose depende de uma correta identificação dos padrões epigenéticos e de genes candidatos, que seriam o alvo nos tratamentos.
Descritores: Genética
-Fenótipo
Terapêutica
Células Estromais
Endometriose
Genótipo
Infertilidade
Menstruação
Distúrbios Menstruais
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CO101 - Facultad de Medicina


  9 / 753 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1117010
Autor: Casas, María Agustina.
Título: Manejo quirúrgico de la endometriosis colorrectal: monografía destacada del curso de la SACP 2019 / Surgical Management of Colorectal Endometriosis: featured monograph from the 2019 SACP Course
Fonte: Rev. argent. coloproctología;31(2):54-63, jun. 2020. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La endometriosis es una de las patologías ginecológicas benignas más frecuente, ocurre en un 7-10% de las mujeres en edad reproductiva y es causal de dolores crónicos e infertilidad. Se trata de una población joven y sana por lo demás. La sospecha diagnóstica de esta entidad debe ser alta y su manejo multidisciplinario.La endometriosis colorrectal representa una variable altamente incapacitante y es aquí donde se plantea la necesidad de un tratamiento más agresivo para su resolución. Frente a esto nos preguntamos, ¿qué rol tiene la cirugía?, ¿cuáles serían sus ventajas y desventajas?, ¿por qué deberíamos elegirla como método terapéutico?.La presente monografía fue inspirada en todas las pacientes que nos plantearon esta controversia. Que motivaron interconsultas, ateneos, búsqueda de bibliografía. Que generaron discusiones, dudas e incertidumbres y nos hicieron salir del rol de cirujanos al que estamos habituados y nos enseñaron a acompañar, cuando no pudimos curar
Descritores: Procedimentos Cirúrgicos do Sistema Digestório/métodos
Endometriose/cirurgia
Enteropatias/cirurgia
-Equipe de Assistência ao Paciente
Diagnóstico por Imagem
Resultado do Tratamento
Laparoscopia/métodos
Dietoterapia
Endometriose/diagnóstico
Endometriose/tratamento farmacológico
Antagonistas de Hormônios/uso terapêutico
Enteropatias/diagnóstico
Enteropatias/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  10 / 753 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1122031
Autor: Oliveira, Geilson Gomes de; Júnior, José Eleutério; Eleutério, Renata Mírian Nunes.
Título: HPV infection and endometriosis: a systematic review and meta-analysis / Infecção por HPV e endometriose: uma revisão sistemática e metanálise
Fonte: DST j. bras. doenças sex. transm;31(4):138-142, 31-12-2019.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Recent research has focused on the role of persistent ascending bacterial infections and sexually transmitted infections (STI) as a factor associated to endometriosis. Indeed, some studies investigated the possible role of HPV in endometriosis, but this topic remains inconclusive. Objective:The present study aims to meta-analyze research that assessed the presence of HPV infection in patients with endometriosis. Methods: MEDLINE, Embase, Scopus, LILACS, Cochrane Library, and OpenGrey were searched until February 10th, 2020. Search terms included "endometriosis" and "HPV" without language restrictions. The combined relative risks and 95% confidence interval (95%CI) were calculated, and heterogeneity was assessed with I-square (I2 ). Results: Meta-analysis with low heterogeneity found a relative risk of twice as much in women exposed to HPV in relation to the unexposed control. Conclusion: Results indicate that HPV could be a risk factor for developing endometriosis.

Introdução: A pesquisa recente enfocou o papel de infecções por bactéria ascendente persistente e infecções sexualmente transmissíveis (IST) como um dos fatores associados à endometriose. Na verdade, alguns estudos investigaram o possível papel do HPV na endometriose, mas esse tópico permanece inconclusivo. Objetivo: O presente estudo tem como objetivo fazer uma metanálise de pesquisas que avaliaram a presença de infecção por HPV em pacientes com endometriose. Métodos: As bases de dados MEDLINE, Embase, Scopus, LILACS, Biblioteca Cochrane e OpenGrey foram pesquisadas até 10 de fevereiro de 2020. Os termos de pesquisa incluíram "endometriose" e "HPV" sem restrições de idioma. Os riscos relativos combinados e intervalo de confiança de 95% (IC95%) foram calculados, e a heterogeneidade foi avaliada usando o I-quadrado (I2 ). Resultados: A metanálise com baixa heterogeneidade encontrou um risco relativo duas vezes maior em mulheres expostas ao HPV em relação ao controle não exposto. Conclusão: Os resultados indicam que o HPV pode ser um fator de risco para o desenvolvimento de endometriose.
Descritores: Papillomaviridae
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Endometriose
-Infecções Bacterianas
Infecções por Papillomavirus
Infecções
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR2499



página 1 de 76 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde