Base de dados : LILACS
Pesquisa : C14.240.400.090 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 228 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 23 ir para página                         

  1 / 228 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Mesquita, Evandro Tinoco
Texto completo
Id: lil-478393
Autor: Silva, Marcos Pereira; Werneck, Lobosco; Nicolay, Nathália Baptista; Mesquita, Evandro Tinoco.
Título: Uma rara patologia com uma rara associação / A rare pathology with a rare association
Fonte: Rev. SOCERJ;20(6):450-453, nov.-dez.2007. ilus, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Relata-se o caso de uma paciente de 24 anos, assintomática, com história de correção cirúrgica de defeito do septo interventricular há 22 anos. Apresentava também, por ocasião da cirurgia, discreta coarctação de aorta. A análise ecocardiográfica evidenciou ocupação por massa trabeculada na região apical em ambos os ventrículos com possível presença de fluxo intertrabecular ao Doppler, e coarctação da aorta de moderada a severa. As imagens obtidas pela ressonância magnética cardíaca (RMC) confirmaram a suspeita ecocardiográfica de não-comparação miocárdica biventricular associada à coarctação de aorta. O estudo...
Descritores: Comunicação Interventricular/terapia
-Coartação Aórtica
Ecocardiografia
Eletrocardiografia
Miocárdio/patologia
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  2 / 228 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1116242 LILACS-Express
Autor: Villena-Prado, Jhonattan J; Castillo-Roque, Dayana Y.
Título: Coartación de aorta: causa de hipertensión arterial poco reconocida en el primer nivel de atención / Coarctation of the aorta: cause of low-recognized high blood pressure at the first level of care
Fonte: Rev. Soc. Peru. Med. Interna;33(1):44-46, ene.-mar. 2020. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La coartación de aorta es una causa poco frecuente de hipertensión arterial secundaria, asimismo representa aproximadamente el 5-10% de las cardiopatías congénitas. El presente reporte relata el caso de una mujer de 42 años, con hipertensión arterial refractaria, quien recibió un diagnóstico y manejo inadecuado en el primer nivel de atención. Finalmente, se le diagnosticó una coartación de aorta. Se resalta la importancia de una anamnesis detallada y el examen clínico en la práctica médica rutinaria y una buena anamnesis como herramienta principal de todo acto médico, así como la derivación oportuna a la especialidad correspondiente para su manejo. (AU)

Aorta coarctation is a rare cause of secondary high blood pressure, and also accounts for approximately 5-10% of congenital heart disease. This report relates the case of a 42-year-old woman, with a history of refractory high blood pressure, who received an inadequate diagnosis and management at the first level of care. Eventually, she was diagnosed with a coarctation of the aorta. It highlights the importance of detailed anamnesis and clinical examination in routine medical practice and good anamnesis as the main tool of any medical act, as well as the timely referral to the corresponding specialty for its management. (AU)
Descritores: Coartação Aórtica
Atenção Primária à Saúde
Hipertensão
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE245


  3 / 228 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-512857
Autor: Rosental, C. F; Di Santo, M; García Delucis, P; Laura, J. P; Capelli, H.
Título: Disección aórtica en un paciente con coartación. Una complicación infrecuente en la edad pediátrica / Aortic dissection in a patient with coarctation. An uncommon complication in children
Fonte: Med. infant;10(3):173-176, sept. 2003. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Aneurisma Dissecante/diagnóstico
Aorta
Coartação Aórtica/cirurgia
Coartação Aórtica/diagnóstico
Derrame Pericárdico/diagnóstico
Limites: Adolescente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  4 / 228 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1083724
Autor: Jesus, Carlos Alberto.
Título: Estudo da integridade arterial em pacientes com coarctação da aorta, antes e após aortoplastia com implante de stent / Study of arterial integrity in patients with coarctation of the aorta before and after angioplasty and stenting.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. 110 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia/Universidade de São Paulo para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A expectativa de vida após correção cirúrgica da coarctação da aorta (CoAo) permanece menor que a da população geral, sendo que a maioria das mortes tardias se deve a complicações cardiovasculares, tais como: recoarctação, hipertensão arterial sistêmica (HAS), doença coronária, insuficiência cardíaca, acidente vascular cerebral (AVC) e morte súbita. Já se demonstrou que pacientes com CoAo têm estrutura e função arterial anormais, o que pode persistir mesmo após correção cirúrgica e ser responsável pela morbi-mortalidade tardias. Há pouca informação na literatura em relação ao possível remodelamento arterial após aortoplastia. O objetivo primário desse estudo foi avaliar os efeitos imediatos e após 1 ano da aortoplastia com implante de stent na reatividade e rigidez arteriais, e na espessura do complexo médiointimal (EMI). O objetivo secundário foi correlacionar os achados evolutivos da reatividade, rigidez e espessura médiointimal arteriais entre si. Vinte e um pacientes com idade mediana de 15 anos (8-39 anos) foram estudados antes da aortoplastia e após a intervenção (1 dia, 6 meses e 1 ano). A dilatação fluxo-mediada (DFM), a dilatação induzida por nitrato na artéria braquial esquerda, a velocidade da onda de pulso (VOP) carotídea, e a EMI carotídea e na artéria subclávia direita foram estudadas por meio do ultrassom...
Descritores: Coartação Aórtica
Endotélio
Stents
Responsável: BR79.1 - CIC - Centro de Informação Cardiovascular Mendonça de Barros
BR79.1; TWG220, J4996e


  5 / 228 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1098375
Autor: Bolaños Martínez, Isabel; Mora Membreño, Karla; Bolaños Umaña, Stephanie; Bujan Murillo, Sebastián.
Título: Coartación de aorta / Coarctation of the Aorta
Fonte: Med. leg. Costa Rica;37(1):87-92, ene.-mar. 2020.
Idioma: es.
Resumo: Resumen La coartación de aorta es una cardiopatía congénita con altas tasas de morbilidad y mortalidad, que usualmente es subdiagnosticada a pesar de la disponibilidad de herramientas diagnósticas. El grado de severidad de las manifestaciones clínicas de la coartación de aorta va a depender del grado de obstrucción, así como de la presencia de defectos cardiacos y lesiones extracardíacas asociados. En la población pediátrica la modalidad terapéutica mayormente utilizada es la reparación quirúrgica; mientras que la angioplastia con balón y la colocación de una endoprótesis son menos utilizadas en esta población, ya que asocian mayor riesgo de reestenosis con la consecuente reintervención, estas técnicas son principalmente utilizadas en pacientes mayores. A pesar del éxito en la reparación de la coartación de aorta, los pacientes deben continuar un seguimiento estrecho a largo plazo, que incluye mediciones de la presión arterial de manera periódica, así como estudios por imagen de la estructura cardíaca, debido a la aparición tardía de complicaciones cardiovasculares asociadas.

Abstract Coarctation of the aorta is a congenital heart disease with high rates of morbidity and mortality, which is usually underdiagnosed despite the availability of diagnostic tests. The degree of severity of the clinical manifestations of coarctation of the aorta will depend on the level of obstruction, as well as the presence of cardiac defects and associated extracardiac lesions. In the pediatric population the most used therapeutic modality is surgical correction; while balloon angioplasty and stent placement are less used in this population, since they are associated with a greater risk of restenosis with the subsequent reintervention; these techniques are mostly used in older patients. Despite the success in the repair of coarctation of the aorta, patients should continue a close long-term follow-up, which includes periodic blood pressure measurements, as well as imaging studies that assess the cardiac structure, due to the late onset of associated cardiovascular complications.
Descritores: Coartação Aórtica/diagnóstico
Cardiopatias Congênitas/complicações
-Hipertensão/complicações
Responsável: CR1.1 - BINASSS - Biblioteca Nacional de Salud y Seguridad Social


  6 / 228 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-265474
Autor: Fontes, Valmir F; Esteves, César Augusto.
Título: Tratamento com cateter-baläo nas cardiopatias congênitas / Catheter-balloom treatment in congenital cardiopathy
Fonte: In: Timerman, Ari; Machado César, Luiz Antonio; Ferreira, Joäo Fernando Monteiro; Bertolami, Marcelo Chiara. Manual de Cardiologia: SOCESP. Säo Paulo, Atheneu, 2000. p.521-7, ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Estenose da Valva Pulmonar/cirurgia
Cateterismo
Cateterismo
Comunicação Interatrial/cirurgia
Cardiopatias Congênitas/cirurgia
Coartação Aórtica/cirurgia
-Próteses e Implantes
Cirurgia Torácica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt
BR44.1; WG200, T583m


  7 / 228 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-355278
Autor: Dinkhuysen, Jarbas Jakson; Almeida, Tarcisio Luiz Valle de; Pinto, Ibraim Masciarelli Francisco; Souza, Luiz Carlos Bento de.
Título: Tratamento cirúrgico da coarctação de aorta pela aortoplastia trapezoidal / Surgical treatment of coarctation of the aorta using trapezoidal aortoplasty
Fonte: Arq. bras. cardiol;82(1):9-26, jan. 2004. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: OBJETIVO: A aortoplastia trapezoidal é uma variante técnica da anastomose término-terminal que, amparada em elementos da geometria, objetiva aumentar o diâmetro da aorta ao nível da sutura reduzida e, consequentemente, a manutenção de gradientes pressóricos residuais ou recorrentes indesejáveis a curto e a longo prazo. MÉTODOS: Após a ressecção da área coarctada e tecido ductal, são confeccionados em cada coto aórtico 3 trapezóides que, ao serem confrontados, criam linha de sutura com aspecto sinusoidal (zigue-zague). Foram operados por esta técnica 33 pacientes, a maioria homens, com idades variando de 3 meses a 36 anos (m 9,5 ± 9,7). RESULTADOS: Não ocorreu mortalidade imediata ou tardia e o tempo de evolução a longo prazo foi de 1,1 a 7,6 anos (m 3,6 ± 3,4). A maioria dos pacientes ficou assintomática com níveis normais de pressão arterial, possibilitando a descontinuação da terapêutica antihipertensiva (p<0,0001). Constatou-se importante redução dos gradientes pressóricos observados ao ecodopplercardiograma e ao cateterismo cardíaco (p<0,001). A análise das imagens das aortografias mostrou boa continuidade anatômica na região da anastomose e o estudo morfométrico da aorta revelou efeitos benéficos do método traduzidos pelo aumento do calibre da aorta no segmento distal do arco, istmo e porção descendente. CONCLUSÃO: A aortoplastia trapezoidal mostrou resultados clínicos satisfatórios que autorizam sua aplicação em todos os casos de anastomose término-terminal indicados.
Descritores: Coartação Aórtica
-Anastomose Cirúrgica
Estudos Retrospectivos
Resultado do Tratamento
Limites: Adolescente
Adulto
Criança
Pré-Escolar
Feminino
Humanos
Lactente
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 228 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-786998
Autor: Chamié, Francisco; Chamié, Daniel; Simões, Luiz Carlos do Nascimento; Silva, Renata Mattos.
Título: Uso de stents recobertos no tratamento da coarctação da aorta / Use of covered stents in the treatment of aortic coarctation
Fonte: Rev. bras. cardiol. invasiva;23(2):139-144, abr.-jun. 2015. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A ampla variedade morfológica das coarctações da aorta (CoA) e algumas complicações derivadasdo implante de stents convencionais tornam desejáveis a utilizaçào de stents recobertos (SR). Descrevemos aexperiência com o uso de SR para tratar CoA em crianças e adultos. Métodos: Foram revisados, retrospectivamente, os registros dos pacientes nos quais foram utilizados os SR. Os procedimentos foram realizados segundo a técnica consagrada. Foram estudados casos em que os SRforam utilizados como primeiro tratamento e também aqueles realizados em complicações derivadas doprocedimento inicial. Resultados: Entre 2007 e 2014, foram utilizados SR em 14 pacientes, sendo 9 (64,3%) do sexo masculino. A média de idades foi 19,5 ± 10,5 anos, e a média dos pesos, 61,7 ± 25,5 kg. Valva aórtica bicúspide estavapresente em 74% dos casos, e dois apresentaram persistência do canal arterial. Coarctações subatréticasforam encontradas em cinco pacientes. Onze pacientes apresentaram hipertensão arterial sistêmica, e73% normalizaram as cifras tensionais após a dilatação com stents. O implante foi possível em todos os casos. Foram realizados implantes primários em dez (71,4%) pacientes portadores de coarctações nativas e em quatro como segundo dispositivo, para corrigir problemas derivados de procedimentos anteriores. O tempo médio de seguimento foi de 51,7 ± 29,8 meses. Três complicações menores estiveram relacionadas aos procedimentos, e não houve registro de óbito. Conclusões: O uso de SR foi seguro e eficaz na nossa pequena série de casos. Mais estudos, enfocando a evolução de longo prazo e a possibilidade de redilatação dos SR, são necessários para corroborar seu uso em crianças.

Background: The wide morphological variety of coarctation of the aorta (CoA) and some complications resulting from the implantation of conventional stents has made the utilization of covered stents (CS) desirable. We describe our experience with the use of CS to treat CoA in children and adults. Methods: The records of patients that received CS were retrospectively reviewed. The procedures were performed according to the established technique. Use of CS as primary treatment were assessed, as well as those deployed due to complications resulting from the initial procedure. Results: Between 2007 and 2014, CS were used in 14 patients, 9 (64.3%) of whom were males. The meanage was 19.5 ± 10.5 years, and the mean weight 61.7 ± 25.5 kg. Bicuspid aortic valve was present in 74% ofcases, and two patients had patent ductus arteriosus. Subatretic aortic coarctations were found in five patients. Eleven patients had systemic arterial hypertension, and 73% had normalized blood pressure levelsafter stent dilation. Implantation was possible in all cases. Primary implants were performed in ten (71.4%)patients with native coarctation and in four patients as a second device to correct problems originating from previous procedures. The mean time of follow-up was 51.7 ± 29.8 months. Three minor complicationswere related to procedures, and there were no deaths. Conclusions: The use of CS was safe and effective in this small case series. Further studies focusing on the long-term evolution and the possibility of CS redilation are needed to support its use in children.
Descritores: Adulto
Coartação Aórtica/terapia
Criança
Stents
-Cardiopatias Congênitas/fisiopatologia
Cateterismo Cardíaco/métodos
Cefazolina/administração & dosagem
Doenças das Valvas Cardíacas/terapia
Heparina/administração & dosagem
Próteses e Implantes
Valva Aórtica/cirurgia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adulto Jovem
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  9 / 228 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-527903
Autor: Costa, Rodrigo Nieckel da; Andrade, Ismália Schmidt; Reyes, Roberto O'Connor; Grisoni, Alexandra Sedek; Fontes, Valmir Fernandes; Pedra, Carlos Augusto Cardoso.
Título: Arco aórtico direito com divertículo de Kommerell / Right aortic arch with kommerell's diverticulum
Fonte: Rev. bras. cardiol. invasiva;17(2):279-280, abr.-jun. 2009. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Artéria Subclávia
Coartação Aórtica/complicações
Coartação Aórtica/diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Criança
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  10 / 228 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-788855
Autor: Arrieta, Raul.
Título: Tratamento intervencionista das cardiopatias congênitas: estado da arte / Interventionist treatment of congenital heart defects: state of the art
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;25(3):141-146, jul.-set. 2015. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Os avanços na tecnologia nas últimas décadas em relação ao tratamento intervencionista das cardiopatias congênitas têm permitindo excelentes resultados, em termos de morbimortalidade, a curto e longo prazo para este grupo especial de pacientes.Este artigo descreve os principais tratamentos disponíveis realizados com cateterismo intervencionista neste grupo de pacientes.

Technological advances in recent decades, in relation to interventionist treatment of congenital heart defects, have enabled excellent short- and long-term results for this group of patients, in terms of morbidity and mortality. This article describes the main treatmentsavailable involving interventionist catheterization in this group of patients.
Descritores: Cardiopatias Congênitas/diagnóstico
Cardiopatias Congênitas/terapia
Cateterismo/métodos
Indicadores de Morbimortalidade
Stents
-Canal Arterial/cirurgia
Coartação Aórtica/diagnóstico
Coartação Aórtica/terapia
Comunicação Interatrial/diagnóstico
Comunicação Interatrial/terapia
Ecocardiografia Transesofagiana/métodos
Estenose da Valva Pulmonar/diagnóstico
Estenose da Valva Pulmonar/terapia
Próteses e Implantes
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt



página 1 de 23 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde