Base de dados : LILACS
Pesquisa : C14.280.067.558.750 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 15 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 15 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-794470
Autor: Kiuchi, Márcio Galindo; Chen, Shaojie; Silva, Gustavo Ramalho e; Paz, Luis Marcelo Rodrigues; Souto, Gladyston Luiz Lima.
Título: Registro de arritmias em pacientes com marcapassos e doença renal crônica de leve a moderada (RYCKE): resultados de um estudo de coorte observacional / Register of arrhythmias in patients with pacemakers and mild to moderate chronic kidney disease (RYCKE): results from an observational cohort study
Fonte: RELAMPA, Rev. Lat.-Am. Marcapasso Arritm;29(2):49-56, mai.-jun.2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo examinou pacientes submetidos a implante de marcapasso dupla-câmara em decorrência de doença do nó sinusal ou bloqueio atrioventricular de 3o ou 2o graus do tipo 2 na doençarenal crônica em estágios 2, 3 e 4. O estudo teve como objetivo registrar os eventos arrítmicos durante 12 mesesde acompanhamento e comparar a incidência e a gravidade deles nas diferentes fases da doença renal crônica.Método: No total, 305 pacientes foram avaliados a cada 4 meses até 12 meses de acompanhamento. Os eventosarrítmicos foram avaliados em cada visita de acompanhamento. Resultados: Dentro do mesmo grupo de estágio da doença renal crônica não houve diferença entre as causas doença do nó sinusal e bloqueio atrioventricular, a respeito da ocorrência de qualquer arritmia. No entanto, menor incidência de taquicardia atrial/fibrilação atrial foi observada para todas as comparações entre todos os pacientes e os mesmos subgrupos em pacientes no estágio 2 (total: 58%; doença do nó sinusal: 63%; bloqueio atrioventricular: 51%), comparativamente aos estágios 3 (total:87%, P < 0,0001; doença do nó sinusal: 89%, P = 0,0020; bloqueio atrioventricular: 84%, P = 0,0019) e 4 (total: 85%, P < 0,0001; doença do nó sinusal: 81%, P = 0,0409; bloqueio atrioventricular: 90%, P < 0,0001). Em relação à taquicardia ventricular não sustentada/taquicardia ventricular sustentada, foi observada incidência mais elevada para todas as comparações entre todos os pacientes e os mesmos subgrupos em pacientes no estágio 4 (total: 32%; doença do nó sinusal: 16%; bloqueio atrioventricular: 16%), comparativamente aos estágios 3 (total: 11%, P = 0,0007; doença do nó sinusal: 9%, P = 0,0110; bloqueio atrioventricular: 14%, P = 0,0441) e 2 (total: 3%, P < 0,0001; doença do nó sinusal: 3%, P < 0,0001; bloqueio atrioventricular: 4%, P < 0,0001). Conclusão: Nossos resultados sugerem que quanto mais avançado o estágio da doença renal crônica maior a incidência de arritmias malignas...

The present study evaluated patients who had received a dual chamber pacemaker implant due to sinus node disease or 3rd/2nd degree type 2 atrioventricular block in chronic kidney disease stages 2, 3 and 4. The study was aimed at registering arrhythmic events for 12 months of follow-up and comparing their incidence and severity in different stages of chronic kidney disease. Method: Three hundred and five patients were evaluated every 4 months up to 12 months of follow-up. Arrhythmic events were assessed at each follow-up visit. Results: Within the same chronic kidney disease stage group there was no difference between the causes ofsinus node disease and atrioventricular block for the occurrence of any arrhythmia. However, a lower incidence of atrial fibrillation/tachycardia was observed for all comparisons among all patients and the same subgroups in stage 2 patients (total: 58%; sinus node disease: 63%; atrioventricular block: 51%) compared to stages 3 (total: 87%,P < 0.0001; sinus node disease: 89%, P = 0.0020; atrioventricular block: 84%, P = 0.0019) and 4 (total: 85%,P < 0.0001; sinus node disease: 81%, P = 0.0409; atrioventricular block: 90%, P < 0.0001). Regarding nonsustained/ sustained ventricular tachycardia, a higher incidence was observed for all comparisons among all patients and the same subgroups in stage 4 patients (total: 32%; sinus node disease: 16%; atrioventricular block: 16%) compared to stages 3 (total: 11%, P = 0.0007; sinus node disease: 9%, P = 0.0110; atrioventricular block: 14%, P = 0.0441) and 2 (total: 3%, P < 0.0001; sinus node disease: 3%, P < 0.0001; atrioventricular block: 4%,P < 0.0001). Conclusion: Our findings suggest that the more advanced the stage of chronic kidney disease, thegreater the incidence of malignant arrhythmias...
Descritores: Arritmias Cardíacas/complicações
Arritmias Cardíacas/diagnóstico
Insuficiência Renal Crônica/complicações
Nó Sinoatrial/fisiopatologia
Marca-Passo Artificial
Pacientes
-Átrios do Coração/cirurgia
Bloqueio Sinoatrial/fisiopatologia
Estudos de Coortes
Fatores de Risco
Análise Estatística
Resultado do Tratamento
Ventrículos do Coração/cirurgia
Limites: Humanos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  2 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-764942
Autor: Friedmann, Antonio Américo.
Título: Bloqueio sinoatrial: modalidade incomum de bradicardia / Sinoatrial block: unusual form of bradycardia
Fonte: Diagn. tratamento;20(4), dez. 2015. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Bradicardia
Bloqueio Sinoatrial
Limites: Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  3 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-471509
Autor: Friedmann, Antonio Americo; Grindler, Jose; Oliveira, Carlos Alberto Rodriguies; Fonseca, alfredto Jose da.
Título: O paradoxo do bloqueio sinoatrial / The paradox of blocking sinoatrial
Fonte: Diagn. tratamento;12(3):131-133, jul-dez. 2007.
Idioma: pt.
Descritores: Eletrocardiografia
Bloqueio Sinoatrial
Limites: Humanos
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  4 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-364537
Autor: Pimenta, João; Valente, Ney.
Título: Disfunção do nódulo sinusal: do diagnóstico ao implante de marcapasso definitivo' / Sinus nodal dysfunction: from diagnosis to the pacemaker implant
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;13(5):627-642, set.-out. 2003. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Variações da freqüência cardíaca são normais, dependendo de uma situação de momento, como esforço físico, emoções e tudo que provoque alteração do sistema nervoso autônomo. Contudo, quando uma bradicardia sinusal não consegue manter as necessidades fisiológicas do organismo para cada situação, é considerada como anormal, caracterizando disfunção do nódulo sinusal. Do ponto de vista prático, as disfunções sinusais podem englobar as alterações próprias do nódulo sinusal, os bloqueios sinoatriais, a síndrome bradi-taquicardia e a hipersensibilidade do seio carotídeo. As causas mais comuns são os processos degenerativos crônicos, como a esclerose do sistema excitocondutor, doença isquêmica cardíaca aguda ou crônica, disfunções autonômicas, como na doença de Chagas, e diabete. A avaliação diagnóstica pode ser feita por meio do quadro clínico, que se apresenta com astenia, fraqueza, dispnéia, intolerância ao esforço e/ou episódios de claudicação cerebral, como tonturas, pré-síncope e síncope. Como métodos auxiliares, podem ser utilizados eletrocardiografia, convencional ou de longa duração, como a gravação ambulatorial (Holter), testes farmacológicos com atropina, teste ergométrico e estimulação atrial. O tratamento pode ser feito por meio de fármacos, principalmente as disfunções agudas (fase aguda do infarto do miocárdio, intoxicações exógenas), ou utilizando-se a estimulação cardíaca, temporária ou definitiva. Estimulação cardíaca definitiva ideal é a que estimula exclusivamente o átrio, mas nos casos que demonstram anomalia da condução atrioventricular simultânea há necessidade de emprego de dupla câmara. A evolução a longo prazo costuma ser boa e depende da cardiopatia de base ou do modo inadequado de estimulação cardíaca definitiva, com possibilidades de aparecimento de insuficiência cardíaca e fenômenos tromboembólicos.
Descritores: Arritmia Sinusal
-Bradicardia
Estimulação Cardíaca Artificial
Doença de Chagas
Diabetes Mellitus
Eletrocardiografia
Eletrocardiografia Ambulatorial
Teste de Esforço
Isquemia Miocárdica
Marca-Passo Artificial
Bloqueio Sinoatrial
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  5 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-328347
Autor: Carvalho Filho, Eurico Thomaz de.
Título: Arritmias cardíacas no idoso / Cardiac arrythmias in the elderly
Fonte: RBM rev. bras. med;57(4):213:216:220-214-216-220, abr. 2000. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Devido à elevada fraquência com que o aparelho cardiocirculatório é comprometido no indivíduo idoso, as alteraçöes do ritmo cardíaco säo bestante observadas nessa faixa etária. Entre as bradiarritmias temos a doença do nó sinusal, o bloqueio sinoatrial, a hipersensibilidade do seio carotídeo e os bloqueios atrioventriculares. Essas arritmias constituem as principais indicaçöes de implante permanente de marcapasso. As taquiarritmias supraventriculares compreendem a taquuicardia paroxística, o flutter atrial e a fibrilaçäo atrial e podem ser tratadas por drogas, cardioversäo elétrica e, eventualmente, através da eleminaçäo do foco por radiofrequência e cirurgia. As arritmias ventriculares, particularmente a taquicardia ventricular, säo frequêntes em cardiopatas e podem desencandear morte súbita. A terapêutica dessas arritmias se baseia na melhora da disfunçäo hemodinâmica, no emprego de antiarrítmicos, na cardioversäo, no implante de desfibrilador-cardioversor interno e na remoçäo do foco por radiofrequência ou por cirurgia.(au)
Descritores: Envelhecimento
Antiarrítmicos/uso terapêutico
Arritmias Cardíacas
Ablação por Cateter
Desfibriladores Implantáveis
-Arritmia Sinusal
Fibrilação Atrial
Flutter Atrial
Bloqueio Cardíaco
Bloqueio Sinoatrial
Taquicardia
Taquicardia Paroxística
Taquicardia Supraventricular
Limites: Humanos
Idoso
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  6 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-231558
Autor: Asenjo Gonzalez, René; Villalba S., Leonor; Sepúlveda D., Gonzalo.
Título: Enfermedad del nódulo sinusal: una actualización / Sinusal nodule disease: an update
Fonte: Cardiol. clín;13(2):38-47, mayo-ago. 1996. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Síndrome do Nó Sinusal/fisiopatologia
-Bloqueio Cardíaco/fisiopatologia
Bradicardia/fisiopatologia
Eletrocardiografia/métodos
Nó Sinoatrial/fisiologia
Síndrome do Nó Sinusal/epidemiologia
Bloqueio Sinoatrial/fisiopatologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  7 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-165627
Autor: Gizzi, J. C; Sierra-Reyes, C. A; Moreira, D. A. R.
Título: Disfunçäo do nódulo sino-atrial: clínica e terapêutica / Sick sinus syndorme: clinical approach and treatment
Fonte: REBLAMPA Rev. bras. latinoam. marcapasso arritmia;8(3):254-64, set.-dez. 1995. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Disfunçäo do nódulo sino-atrial é a incapacidade apresentada pelo coraçäo em manter uma frequência adequada às necessidades orgânicas, provocando sintomas, devido ao fluxo snaguineo diminuido. Habitualmente, a reduçäo da frequência cardíaca se manifesta no eletrocardiograma (ECG) como: bradicardia sinusal persistente, bloqueio sino-atrial de 2 grau, pausas ou paradas sinusais passageiras, ritmos de escape passivos, juncionais ou idioventriculares, flutter ou fibrilaçäo atrais com resposta ventricul lenta e síndrome bradicardia-taquicardia. Todos estes distúrbios devem surgir sem a utilizaçäo de agentes farmacológicos bradicardizantes. Os principais sintomas referidos säo: síncopes, pré-síncopes, lipotímias, tonturas, palpitaçöes, insuficiência cardíaca congestiva, edema agudo de pulmäo e agravamento de quadros anginosos. a investigaçäo diagnóstica compreende: história clínica, ECG (em repouso, ambulatorial e de esforço), testes da funçäo autonômica, incluindo a massagem do seio carotídeo e avaliaä dos parâmetros eletrofisiológicos do nódulo sino-atrial. A evoluçäo natural desta enfermidade é lenta e episódica: a bradicardia persiste por períodos prolongados de tempo, até a apariçäo dos sintomas. O prognóstico geralmente é benigno; entretanto podem surgir complicaçöes graves, potencialmente letais: fenômenos embólicos säo comuns, quando exite fibrilaçäo atrial paroxística. A síncope do seio carotídeo é causada por reflexo barorreceptor exagerado, ocasionando assistolias prolongadas, após manobra povocativas mínimas sobre a bifurcaçäo da artéria carótida comum; pode ser subdividida em dois tipos: cardioinibitória e vasodepressora. O uso de fármacos com açäo aceleradora da frequência cardíaca, na disfunçäo do nódulo sino-atrial, näo produz resultados satisfatórios e conduz, precocemente, ao aparecimento de efeitos secundários. Nos casos sintomáticos o tratamento ideal é o implante de marcapasso artificial definitivo: de acordo com as circunstâncias, pode-se utilizar gerador unicameral com eletroo etimulador posicionado em átrio ou dispositivo de dupla câmara, com ou sem modulaçöes de frequencia. Na miocardiopatia chagásica crônica, é relativamente comum a presença de disfunçäo do nódulo sino-atrial, sendo acompanhada, na maioria dos casos por lesöes extensas do sistema de conduçäo; apesar de todas as medidas terapêuticas, farmacológicas ou näo, existe progressäo contínua no comprometimento muscular cardíaco, evoluindo, após ...
Descritores: Bradicardia/terapia
Nó Sinoatrial
Marca-Passo Artificial
Bloqueio Sinoatrial/terapia
Síncope
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  8 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-163482
Autor: Trujillo, Maximo; Fernandez, Miguel; Fragachan, Carlos; Milanés, Julio.
Título: Bloqueo sino-atrial durante el tratamiento con amiodarona que ameritó marcapasos temporal / Pacient whith coronary artery disease receiving amiodarone who developd symptomatic synoatrial block and reguired the insertion of a tempory pacemaker
Fonte: Med. crít. venez;10(1):10-4, ene.-abr. 1995. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La amiodarona es una agente antiarrítmico potente altamente efectivo en el tratamiento de las arritmias auriculares y ventriculares. A pesar de su eficacia, la amiodarona tiene unas características farmacocinéticas poco usuales debido a su prolongada vida media de eliminación, su tendencia a acumularse en diversos tejidos y no existe un criterio definido para prescribir una dosis exacta basada en concentraciones plasmáticas. Adicionalmente, numerosos efectos adversos e interacción con otras drogas limita la aplicabilidad clínica de la droga. Nosotros precentamos un caso de un paciente con efermedad isquémica coronaria que recibia amiodarona y digoxina para el control de una fibrilación auricular quien desarrolló un bloqueo sino-atrial sintomático que requirió la inserción de un marcapaso temporal
Descritores: Amiodarona/efeitos adversos
Amiodarona/uso terapêutico
Amiodarona/toxicidade
Arritmias Cardíacas/terapia
Marca-Passo Artificial/estatística & dados numéricos
Bloqueio Sinoatrial/terapia
Limites: Idoso
Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  9 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-127188
Autor: Orta Ferrer, Lorgia; Amilachwari, Miguel; Orta Ferrer, Elsa.
Título: Arritmias infantiles: disociación atrio-ventricular. Bloqueos / Disrhythmias in children: atri-ventricular dissociation heart block
Fonte: Bol. Hosp. Niños J. M. de los Ríos;27(1/2):47-50, ene.-jun. 1991.
Idioma: es.
Resumo: Los autores hacen una revision de las arritmias propias de la infancia, en cuanto a etiología, patogenia, interpretación del ECG, manifestaciones clínicas, bases del tratamiento y prevención
Descritores: Arritmias Cardíacas
Bloqueio Cardíaco/classificação
Bloqueio Sinoatrial/fisiopatologia
-Bloqueio Cardíaco/diagnóstico
Bloqueio Cardíaco/fisiopatologia
Limites: Pré-Escolar
Criança
Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  10 / 15 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-75614
Autor: Pimenta, Joäo.
Título: Disfunçäo do nó sinusal
Fonte: Rev. bras. marcapasso arritmia;1(1):27-31, dez. 1988. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Arritmia Sinusal/etiologia
Infarto do Miocárdio/complicações
Bloqueio Sinoatrial/etiologia
-Eletrocardiografia
Nó Sinoatrial/fisiopatologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde