Base de dados : LILACS
Pesquisa : C14.280.484 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 552 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 56 ir para página                         

  1 / 552 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1289229
Autor: Chambergo-Michilot, Diego; Espinoza-Gutiérrez, Geraldine A; Gómez, Jenny M; Tenorio-Quispe, Anabell M.
Título: Válvula tricúspide displásica (Ebstein-like) / Tricuspid valve dysplasia (Ebstein-like)
Fonte: Rev. colomb. cardiol;27(4):303-306, jul.-ago. 2020. graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen La anomalía de Ebstein es una malformación caracterizada por el desplazamiento apical de las inserciones de las valvas septal y posterior de la válvula tricúspide, así como del anillo funcional tricúspide y por la atrialización del ventrículo derecho. Se han encontrado casos durante cirugías que no han cumplido con estos criterios, y que, por tanto, se han clasificado como "anomalías Ebstein-like". Algunos de ellos han sido descritos anatómicamente como válvulas displásicas. Se presenta el caso de una mujer de 20 años que presentó disnea clase III de la Asociación del Corazón de Nueva York y dolor punzante en el pecho, que se clasificó como una posible anomalía de Ebstein por ecocardiografía; sin embargo, los hallazgos intraoperatorios fueron compatibles con una válvula tricúspide displásica con dilatación del anillo funcional. Este caso destaca la importancia del uso adecuado de la ecocardiografía, así como la necesidad de estudios prospectivos sobre los casos de Ebstein-like.

Abstract The Ebstein anomaly is a malformation characterised by the apical displacement of the insertions of the septal valve and the posterior tricuspid valve, displaced tricuspid functional ring, and atrialisation of the right ventricle. Cases have been found during surgery that have complied with these criteria, and have therefore been classified as "Ebstein-like anomalies". Some of them have been described anatomically as valve dysplasia. The case is presented of a 20 year-old female that presented with dyspnoea Class III of the New York Heart Association, and a stabbing pain in the chest. This was classified as a possible Ebstein anomaly by cardiac ultrasound. However the findings during the surgery were compatible with tricuspid valve dysplasia with dilation of the functional ring. This case highlights the importance of the appropriate use of cardiac ultrasound, as well as the need to carry out prospective studies on Ebstein-like cases.
Descritores: Anomalia de Ebstein
-Valva Tricúspide
Doenças das Valvas Cardíacas
Ventrículos do Coração
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CO369.9 - SCC - Sociedad Colombiana de Cardiologia y Cirugía Cardiovascular


  2 / 552 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1023040
Autor: Simonato, Matheus; Abizaid, Alexandre A. C.
Título: Análise crítica dos estudos que mudaram a prática clínica recente: doença valvar / Critical analysis of studies that have changed recent clinical practice: valvular heart disease
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;29(3):249-254, jul.-set. 2019. tab, graf.
Idioma: en; pt.
Resumo: Nesta breve análise crítica, discutiremos três estudos com potencial de alterar a prática clínica e as principais diretrizes internacionais no que tange à doença valvar. O estudo PARTNER III foi um estudo que randomizou 1000 pacientes de baixo risco cirúrgico entre troca valvar transcateter e cirurgia convencional, com superioridade da técnica transcateter em um desfecho primário combinado de mortalidade de todas as causas, acidente vascular cerebral (AVC) e re-hospitalização em doze meses de seguimento (8,5%vs.15,1%, p = 0,001). Já o estudo Evolut Low Risk randomizou 1468 pacientes entre as duas técnicas, com um desfecho primário de mortalidade ou AVC incapacitante ao final de dois anos de seguimento que atingiu não-inferioridade na comparação Bayesiana (5,3% transcateter vs . 6,7% cirurgia). Finalmente, discutimos também o estudo COAPT, no qual 614 pacientes foram randomizados entre o dispositivo edge-to-edge MitraClip e o tratamento clínico da insuficiência mitral secundária. Nesses pacientes selecionados, a taxa anualizada de hospitalizações por insuficiência cardíaca foi de 35,8% por paciente-ano no grupo MitraClip, comparado com 67,9% no grupo controle (HR 0,53, IC 95% 0,4-0,7).Nas novas diretrizes, pode-se razoavelmente esperar uma indicação I para a troca valvar transcateter em pacientes de baixo risco e uma indicação IIa para a técnica edge-to-edge em pacientes com características semelhantes aos do COAPT. Esses procedimentos devem ser considerados no contexto do Heart Team para que sejam atingidos os melhores resultados

In this short critical review, we will discuss three trials with the potential to alter clinical practice and the main international guidelines regarding valvular heart disease. The PARTNER III trial was a study of 1000 low surgical risk patients randomized between transcatheter aortic valve replacement (TAVR) and conventional surgery, showing the superiority of the transcatheter technique with a combined primary endpoint of all-cause mortality, stroke and rehospitalization over twelve months of follow-up (8.5%vs. 15.1%, p = 0.001). The Evolut Low Risk trial randomized 1468 patients between the two techniques with a primary endpoint of death or incapacitating stroke at the end of two years of follow-up, achieving non-inferiority in a Bayesian comparison (5.3% TAVR vs. 6.7% surgery). Finally, we also will discuss the COAPT study, in which 614 patients were randomized between the edge-to-edge MitraClip device and clinical treatment for secondary mitral regurgitation. Among these selected patients, the annual rate of hospitalizations for heart failure was 35.8% per patient-year in the MitraClip group, compared with 67.9% in the control group (HR 0.53, 95% CI 0.4-0.7). Under the new guidelines, we may reasonably expect a class I indication for transcatheter valvular replacement in low-risk patients and a class IIa indication for the edge-to-edge technique in patients with characteristics similar to those of the COAPT study. These procedures should be considered within the context of the Heart Team so that the best results are achieved
Descritores: Guias como Assunto/normas
Prática Clínica Baseada em Evidências
Doenças das Valvas Cardíacas/terapia
-Valva Aórtica
Estenose da Valva Aórtica
Fatores de Risco
Substituição da Valva Aórtica Transcateter/métodos
Valva Mitral
Insuficiência da Valva Mitral/terapia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  3 / 552 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Avila, Walkíria Samuel
Texto completo
Id: lil-478408
Autor: Sampaio, Roney Orismar; Ávila, Walkíria Samuel; Grinberg, Max.
Título: Valvopatia na mulher - contracepção e gravidez / Valvar cardiopathy in women
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;17(4):317-322, out.-dez. 2007.
Idioma: pt.
Resumo: A doença valvar na mulher tem mudado seu espectro, havendo redução gradativa dos casos reumáticos e aumento das alterações degenerativas. Apesar do avanço nas técnicas diagnósticas e terapêuticas, a doença valvar continua sendo um desafio permanente, sobretudo no ciclo gravídico-puerperal, fonte de descompensação de muitas delas. O planejamento familiar é hoje fundamental no aompanhamento dessas pacientes. A melhoria na educação em saúde representa igualmente uma evolução do papel social e economico da mulher e deve ser um dos pilares do tratamento da mulher cardiopata, particularmente da portadora de cardiopatia.
Descritores: Doenças das Valvas Cardíacas/terapia
-Planejamento Familiar
Prevalência
Prolapso da Valva Mitral/patologia
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  4 / 552 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-559935
Autor: Machado, Lúcia Romero.
Título: Valvopatias / Valvular heart disease
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;19(4):484-490, out.-dez. 2009. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A doença valvar apresenta particularidades relacionadas ao sexo. A identificação dessas diferenças é fundamental para o manejo clínico adequado. Com o declínio da doença reumática nos países desenvolvidos, a doença valvar degenerativa tornou-se a etiologia preponderante. Entretanto, nos países em desenvolvidos, a doença cardíaca reumática com comprometimento valvar é ainda bastante comum. A prevalência de insuficiência mitral resultante de prolapso da valva mitral é semelhante em ambos os sexos, porém aumenta nos homens com mais de 50 anos de idade. A estenose mitral ocorre quase que exclusivamente no sexo feminino, e no países em desenvolvimento é comum o aparecimento dos primeiros sintomas na gestação, ao contrário do que ocorre nos países desenvolvidos, em que a afecção se manifesta na quinta e na sexta década da vida. Nas gestantes muito sintomáticas, portadoras de estenose mitral, a valvotomia mitral percutânea é o tratamento mais indicado, com resultado clínico favorável imediato. A insuficiência aórtica predomina nos homens e os parâmetros ecocardiográficos de gravidade foram direcionados para eles. As mulheres são encaminhadas para cirurgia sobretudo pelos sintomas, pois dificilmente atingem os diâmetros ventriculares recomendados pelas diretrizes do American College of Cardiology/Americam Heart Association (ACC/AHA). Na estenose aórtica...

Valvular heart disease has gender-related peculiarities. The identification of these differences is essential for adequate clinical management. With the decrease of rheumatic disease in developed countries, degenerative valvular disease has become the most prevalent etiology. Nevertheless in developing countries, rheumatic heart disease with valvular commitment is still very common. The prevalence of mitral valve insufficiency as a consequence of mitral valve prolapse is similar in both genders, however it increases in men over 50 years of age. Mitral stenosis occurs almost exclusively in women and in developing countries the onset of symptoms is usually observed during pregnancy, whereas in developed countries it is manifested in the 5th and 6th decades of life. Percutaneous mitral valvulotomy is the most indicated treatment, with immediate favorable clinical results in very symptomatic pregnant women with mitral stenosis. Aortic insufficiency is prevalent in men and the echocardiographic severity parameters were developed for them. Women are referred to surgery especially because of their symptoms since they rarely achieve the ventricular diameters recommended by the guidelines of the American College of Cardiology/American Heart Association (ACC/AHA). There is a differentiated gender-related response to ventricular hypertrophy in aortic stenosis. Women develop more hypertrophy than men. All of these evidences affect the course of women with valvular heart disease.
Descritores: Doenças das Valvas Cardíacas/epidemiologia
Fatores Sexuais
Valva Aórtica/cirurgia
Valva Mitral/cirurgia
-Ecocardiografia/métodos
Ecocardiografia
Estenose da Valva Mitral
Fatores de Risco
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  5 / 552 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-906727
Autor: Oliveira Junior, Gilberto Eder de; Prates, Paulo Roberto Lunardi; Manica, André; Sarmento-Leite, Rogério.
Título: Implante transcateter valvar aórtico (TAVI): onde estamos em 2018 / Transcatheter aortic valve implant (TAVI): where we are in 2018
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;28(1):47-53, jan.-mar. 2018. graf.
Idioma: en; pt.
Resumo: Por cerca de 15 anos, o Implante Transcateter Valvar Aórtico (TAVI) passou por avanços tecnológicos, adquiriu experiência acumulada e tornou-se alternativa à cirurgia convencional. A principal indicação é a estenose aórtica degenerativa do idoso. Evidências atuais foram ampliadas para aqueles de risco intermediário e se tornaram mais robustas nos pacientes de alto risco e inoperáveis. Em situações específicas, como valva aórtica bicúspide, regurgitação aórtica pura, pacientes de baixo risco e bioprótese cirúrgica degenerada, os resultados ainda não são totalmente previsíveis, mas muito promissores. Os tipos de dispositivos atualmente liberados para uso clinico são divididos em: da geração inicial e os da nova geração, assim como em auto expansível, balão expansível e expansível mecanicamente. O sítio de acesso preferencial na atualidade é a via transfemoral. Outras alternativas de acessos também têm se mostrado viáveis e confiáveis. As principais complicações são vasculares, eventos neurológicos, distúrbios de condução e regurgitação paravalvar. Apesar da baixa incidência, a ruptura aórtica e a oclusão coronária são uma fonte de maior interesse, devido ao seu potencial impacto na morbimortalidade. A realização mais recente do procedimento em pacientes mais jovens faz necessária mais atenção à questões referentes à durabilidade e ao risco de trombose. Embora o TAVI ainda possa ser um procedimento complexo, após atingida experiência, existe a tendência de migração para uma abordagem mais simplificada com segurança. A seleção do paciente deve, idealmente, ser feita por uma equipe multidisciplinar e uma completa avaliação por imagem, em que a angitomografia é imprescindível, mandatória

For around fifteen years, Transcatheter Aortic Valve Implant (TAVI) has undergone technological advances, acquired accumulated experience, and become an alternative to conventional surgery. The main indication is degenerative aortic stenosis in the elderly patient. Current evidence has been extended to those with intermediate risk, and has become more robust in high-risk and inoperable patients. In specific situations, such as bicuspid aortic valve, pure aortic regurgitation, low-risk patients, and degenerated surgical bioprosthesis, the results are not totally predictable, but are very promising. The types of device currently released for clinical use are divided into first generation and new generation devices, and into auto-expandable, balloon-expandable, and mechanically-expandable. The preferential access site is currently the transfermoral route. Other access alternatives have also proven viable and reliable. The main complications are vascular, neurological events, conduction disturbances, and paravalvular regurgitation. Despite their low incidence, aortic rupture and coronary occlusion have attracted greater interest due to their potential impact on morbimortality. The more recent use of the procedure in younger patients raises issues related to durability and the risk of thrombosis. Although TAVI is still a complex procedure, after gaining experience, there is a tendency to move towards a more simplified, safer approach. The patient selection should ideally be carried out by a multidisciplinary team, and a complete imaging assessment that includes angiotomography is absolutely essential
Descritores: Valva Aórtica/anormalidades
Implantação de Prótese
Doenças das Valvas Cardíacas
Valva Mitral/anormalidades
-Insuficiência da Valva Aórtica
Estenose da Valva Aórtica
Marca-Passo Artificial
Bioprótese
Ecocardiografia/métodos
Tomografia/métodos
Fatores de Risco
Bloqueio Atrioventricular
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  6 / 552 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-875463
Autor: Pavanello, Ricardo.
Título: Terapia anticoagulante nas valvopatias / Anticoagulant therapy in valvulopathies
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;27(3):228-233, jul.-set. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: As valvopatias, especialmente na presença da fibrilação atrial (FA), aumentam o risco de eventos tromboembólicos que, além de modificar a história natural da doença, têm impacto significativo na sobrevida e na qualidade de vida dos pacientes. Além do envelhecimento da população mundial, com o consequente número crescente de pacientes com fibrilação atrial, há cada vez mais associações de valvopatias com a doença arterial coronariana (DAC). Nesse grupo de pacientes para os quais há indicação emergencial ou eletiva de intervenção coronariana percutânea (ICP) com implante de stents, serão prescritos antiplaquetários e anticoagulantes ao menos nos primeiros meses pós-ICP. A prevenção do tromboembolismo (TE) com anticoagulantes, como a varfarina ou com os anticoagulantes orais diretos (AOD), é recomendada na maioria das diretrizes. O emprego dos escores CHADS2-VASc e HAS-BLED são úteis para a quantificação dos riscos TE e hemorrágicos

Valvulopathies, especially in the presence of atrial fibrillation (AF), increase the risk of thromboembolic events, which in addition to modifying the natural history of the disease; have a significant impact on survival and quality of life of patients. In addition to the aging of the world's population, with a consequent increase in the number of patients with atrial fibrillation, there are increasing cases of associations of valvular diseases with coronary artery disease (CAD). In this group of patients, in whom there is an emergency or elective indication for percutaneous coronary intervention (PCI) with the implantation of stents, antiplatelet and anticoagulant therapies will be prescribed, at least in the first months after PCI. The prevention of thromboembolic events (TE) with anticoagulants, such as warfarin, or with direct oral anticoagulants (DAOCs), is recommended in most of the Guidelines. The use of the CHADS2-VASc and HAS-BLED scores are useful in the quantification of TE and hemorrhagic risks
Descritores: Tromboembolia/terapia
Inibidores dos Fatores de Coagulação Sanguínea
Doenças das Valvas Cardíacas/diagnóstico
Doenças das Valvas Cardíacas/terapia
Anticoagulantes/uso terapêutico
-Fibrilação Atrial/diagnóstico
Fibrilação Atrial/terapia
Varfarina/efeitos adversos
Doença da Artéria Coronariana
Heparina/uso terapêutico
Fatores de Risco
Implante de Prótese de Valva Cardíaca/métodos
Rivaroxabana/administração & dosagem
Rivaroxabana/uso terapêutico
Dabigatrana/uso terapêutico
Hemorragia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  7 / 552 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Tarasoutchi, Flávio
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1009930
Autor: Dias, Santiago Rodrigues; Bueno, Renata Pieratti; Crozatti, Lucas Lonardoni; Fernandes, João Ricardo Cordeiro; Accorsi, Tarso Augusto Duenhas; Rosa, Vitor Emer Egypto; Lopes, Antonio Sérgio de Santis Adrade; Tarasoutchi, Flávio.
Título: Prótese valvar Starr-Edwards - meio século de durabilidade / Starr-Edwards valve prothesis - half a century of durability
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;29(2 (Supl)):201-201, abr.-jun. 2019. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: A prótese de Star-Edwards foi a primeira válvula mecânica a ser implantada no mundo, no ano de 1960. Cerca de 200.000 pacientes foram beneficiados com esse modelo, porém, caiu em desuso por suas frequentes complicações como hemólise, anemia e tromboembolismos, apesar de sua notável durabilidade. Neste artigo apresentamos um caso de paciente com a maior durabilidade com manutenção da funcionalidade da prótese S-E, já relatado na literatura. O paciente fez o seguimento cardiológico corretamente, bem como usou a anticoagulação adequada. Apresentou disfunção de outras valvas, porém a prótese S-E manteve-se estável e funcional. Inclusive, necessitou de cirurgia para troca valvar mitral, mas não da prótese de S-E em posição aórtica. Este relato foi realizado através da história clínica do paciente e do levantamento de dados da literatura sobre próteses valvares e sua durabilidade. Existem relatos de durabilidade de próteses valvares com aproximadamente 30 a 40 anos, mas nenhum relato próximo ou igual a este com 49 anos de durabilidade. A importância dos cuidados pós-operatórios, uso correto dos anticoagulantes e o seguimento clínico para controle das possíveis complicações da prótese, foi mostrada neste artigo através do relato desse caso

In 1960, the Starr-Edwards prosthesis became the first mechanical valve to be implanted, worldwide. Roughly 200,000 patients benefited from this model. However, it has now fallen out of use due to its frequent complications, such as hemolysis, anemia and thromboembolisms, despite its noteworthy durability. In this article, we present a case of a patient with the longest durability with maintenance of functionality of the S-E prosthesis reported in the literature. The patient had correctly followed the cardiological follow-up, including adequate use of anti-coagulant medications. The patient presented dysfunction in other valves, but the S-E prosthesis remained stable and functional. The patient even required mitral valve replacement surgery, but not for the S-E prosthesis in the aortic position. This report was based on patient's clinical history and a survey of the literature data on valve prostheses and their durability. There are reports of prostheses remaining stable for approximately 30 to 40 years, but none that came close to this one, which had lasted for 49 years The importance of postoperative care, the correct use of anti-coagulant medicines, and clinical follow-up to minimize the possible complications of the prosthesis, were shown in this article through this case report
Descritores: Próteses Valvulares Cardíacas
Valvas Cardíacas
-Valva Aórtica
Estenose da Valva Aórtica/cirurgia
Ecocardiografia/métodos
Doenças das Valvas Cardíacas
Anticoagulantes/uso terapêutico
Limites: Humanos
Masculino
Idoso
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  8 / 552 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-538334
Autor: Vieira, Marcelo Luiz Campos; Assef, José Eduardo; Campos Filho, Orlando.
Título: Ecocardiografia nas doenças não-coronárias / Role of echocardiography in noncoronary diseases
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;19(3):321-333, jul.-set. 2009. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A ecocardiografia representa hoje técnica não-invasiva de investigação diagnóstica amplamente empregada na avaliação de pacientes portadores de valvopatias, de cardiomiopatias não relacionadas a doença arterial coronária, assim como de indivíduos apresentando doenças do pericárdio. A ecocardiografia caracteriza-se por ser método de investigação cardíaca anatômica não-invasiva, não-radioativa, apresentando alta reprodutibilidade, fácil acesso, baixo custo e grande correlação com métodos invasivos hemodinâmicos de aferição de pressões cardíacas...
Descritores: Doenças das Valvas Cardíacas/complicações
Ecocardiografia/métodos
Estenose da Valva Mitral
-Cardiomiopatias/sangue
Endocardite/história
Valva Tricúspide/citologia
Limites: Humanos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  9 / 552 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-763794
Autor: Marson, Maurício; Bento, André; Saraiva, José Francisco Kerr.
Título: Anticoagulação na insuficiência cardíaca e valvopatias / Anticoagulation in heart failure and valvulopathies
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;24(3):21-29, jul.-set.2014.
Idioma: pt.
Resumo: A insuficiência cardíaca e as valvopatias são entidades patológicas representativas de expressiva parte do universo das cardiopatia sem nosso meio. No curso de sua evolução, têm como denominador comum o risco de desenvolvimento de eventos tromboembólicos,responsáveis muitas vezes por graves sequelas neurológicas. Os mecanismos descritos por Virchov (hipercoagulabilidade, estase, e alteração da função do endotélio - parede vascular) estão presentes nestes pacientes e explicam a maior incidência desses eventos. Embora a compreensão do risco seja algo claro na literatura atual, menos claro é o real benefício da anticoagulação e ou antiagregação plaquetária para prevenção dos eventos tromboembólicos nessa população. Particularmente na presença de fibrilação atrial, ambas as entidades expõem os pacientes ao risco de fenômenos embólicos. Na eventual presença de próteses valvares, este risco pode ser ainda superior. A opção por uma terapia anticoagulante para a prevenção de um evento trombótico ou embólico deve ser baseada na avaliação particular do risco de um paciente e nos possíveis benefícios que a anticoagulação pode oferecer. Portanto, a prevenção do tromboembolismo deve fazer parte do manejo dos pacientes portadores de insuficiência cardíaca e doença valvar. Nesse artigo, procuramos revisar sumariamente aspectos epidemiológicos e os mecanismos envolvidos na gênese do risco trombótico desses pacientes e buscamos com base em estudos clínicos relevantes, meta-análises, revisões de literatura e diretrizes vigentes, identificar as situações de benefício da terapia antitrombóticanos pacientes com IC e valvopatias.

Heart failure (HF) and cardiac valvular disease are majorrepresentatives of the pathological cardiovascular diseases. In thenatural course of these diseases, they share a major denominator,the risk of thromboembolism, which in turn are responsible forsevere neurological damage. The mechanisms described by Virchov(hypercoagulability, stasis and alteration of the endotheliumfunction - the vascular wall) are present in these patients and explainthe higher incidence of these events. Although the understandingof the risk of thromboembolism is clear in the literature, it is notwell known the real benefit of anticoagulation and/or antiplatelettherapy for the prevention of thromboembolic events in patients atrisk. Particularly, in the presence of atrial fibrillation, both entitiesexpose these individuals to the risk of severe thromboembolism.When valvular prosthesis are present, this risk can be increasedseveral times. The choice of the best regimen of the anticoagulantand antiplatelet therapies to the prevention of thromboembolismshould be based in the individual risk of patients and in the possiblebenefits offered by the anticoagulation. As both heart failure andcardiac valvular diseases share the necessity of anticoagulation,this article reviews the epidemiology and mechanisms involved inthe genesis of thrombotic risk in these patients. Relevant clinicaltrials, meta-analysis, literature reviews and current guidelines arethe foundation to identify the benefits of antithrombotic therapy inthis population.
Descritores: Anticoagulantes
Doenças das Valvas Cardíacas/tratamento farmacológico
Insuficiência Cardíaca/tratamento farmacológico
Tromboembolia/prevenção & controle
-Aspirina/administração & dosagem
Estudo Observacional
Fibrinolíticos/uso terapêutico
Varfarina/administração & dosagem
Limites: Humanos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  10 / 552 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-740489
Autor: Mancuso, Frederico José Neves; Moisés, Valdir Ambrósio.
Título: Importância dos métodos diagnósticos na estratificação da gravidade da estenose aórtica / Importance of diagnostic tests to evaluate the severity of aortic stenosis
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;24(2):48-54, abr.-jun. 2014. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A quantificação da gravidade da estenose aórtica é de fundamental importância na avaliação diagnóstica e prognóstica. É realizada mais frequentemente com os gradientes transvalvares, a velocidade máxima do fluxo através da valva e o cálculo da área valvar aórtica por meio da ecocardiografia Doppler. Outros métodos de imagem, como a tomografia computadorizada e ressonância magnética cardíaca, permitem obter informações complementares à ecocardiografia na avaliação da gravidade da doença. Nos últimos anos, com o melhor entendimento da doença, foram identificadas novas condições hemodinâmicas na estenose aórtica, como as situações de baixo fluxo transvalvar, com ou sem disfunção sistólica ventricular esquerda. Estes aspectos e a possibilidade de implante de prótese valvar por via percutânea trouxeram novas necessidades e desafios na avaliação diagnóstica de pacientes sintomáticos ou assintomáticos com estenose aórtica, os quais têm sido progressivamente superados com auxílio dos métodos de imagem.

The severity of aortic valve stenosis is fundamental for diagnosis and prognosis of the disease. This evaluation is most commonly performed by measuring transvalvar pressure gradients, peak aortic valve velocity and aortic valve area. Other cardiovascular imaging methods such as tomography and cardiac magnetic resonance al/ow additional information for evaluating the severity of the disease. In the last years with the improved knowledge of the disease, new hemodynamic conditions in aortic stenosis were identified, such as transval var low flow with or without left ventricular systolic dysfunction. The possibility of percutaneous prosthetic valve implantation is a challenge for new information in both symptomatic and asymptomatic patients.
Descritores: Diagnóstico por Imagem/métodos
Ecocardiografia Doppler/métodos
Estenose da Valva Aórtica/diagnóstico
Estenose da Valva Aórtica/terapia
Próteses Valvulares Cardíacas
-Dobutamina/administração & dosagem
Doenças das Valvas Cardíacas/etiologia
Doenças das Valvas Cardíacas/terapia
Espectroscopia de Ressonância Magnética/métodos
Função Ventricular
Prognóstico
Teste de Esforço/métodos
Tomografia Computadorizada por Raios X/métodos
Volume Sistólico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt



página 1 de 56 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde