Base de dados : LILACS
Pesquisa : C14.280.647 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1219 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 122 ir para página                         

  1 / 1219 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: lil-791559
Autor: Vilches Izquierdo, Ernesto; Ochoa Montes, Luis Alberto; González Lugo, Mileidys; Ramos Marrero, Lianne; Tamayo Vicente, Nidia Doris; García Ones, Damary; Díaz Londres, Henrry.
Título: Impacto de la hipertensión arterial esencial y la cardiopatía isquémica en víctimas de muerte cardíaca súbita / Impact of essential blood hypertension and ischemic heart diseases in sudden cardiac death victims
Fonte: Rev. cuba. salud pública;42(3):432-441, jul.-set. 2016. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: Determinar la asociación que existe entre la hipertensión arterial esencial y la cardiopatía isquémica en la muerte cardíaca súbita. Métodos: Estudio observacional analítico de tipo casos y controles no pareados. Se analizaron 600 casos de muertes naturales cardíacas diagnosticados en el hospital Julio Trigo López en el período 2007-2011. Del total, 200 fallecieron por causa cardíaca súbita y 400, por causa cardíaca no súbita; contaron con estudios anatomopatológicos. Resultados: Se demostró tanto en el análisis univariado como multivariado que la hipertensión arterial y la cardiopatía isquémica tienen una fuerza de asociación positiva como factor de riesgo para la muerte cardíaca súbita. Se comprobó que las lesiones ateroscleróticas se presentaron de forma significativa en los fallecidos por muerte cardíaca súbita con estos factores de riesgo, por lo que se estableció con ello una relación de causalidad evidente. Se definió que los estudios con base anatomopatológica cuentan con un margen de seguridad mayor al evaluar una entidad tan polémica como la muerte cardíaca súbita. Conclusiones: La hipertensión arterial y la cardiopatía isquémica constituyen factores de riesgo independientes para la muerte cardíaca súbita, ambos elementos tienen una relación marcada y directa con la presencia de lesiones ateroscleróticas en el árbol vascular coronario como evidencia del papel de la aterosclerosis en la etiopatogenia del fenómeno(AU)

Objective: To determine the relationship between essential blood hypertension and ischemic heart disease in sudden cardiac death. Methods: Non-paired case-control observational analytical study of 600 natural cardiac death cases which were diagnosed at Julio Trigo Lopez hospital in the period of 2007 to 2011. In this group, 200 died from sudden cardiac death and 400 from non-sudden cardiac death; anatomic and pathological studies were performed. Results: The univariate and multivariate analyses proved that blood hypertension and ischemic heart disease were positively associated as risk factors for sudden cardiac death. It was conformed that atherosclerotic lesions were significantly present in sudden cardiac death victims together with these risk factors, so an evident causality relationship was set. It was defined that anatomic.pathological studies exhibited higher level of reliability as to evaluation of a very controversial issue such as sudden cardiac death. Conclusions: Blood hypertension and ischemic heart disease are independent risk factors for sudden cardiac death; both elements have direct marked relation with the presence of atherosclerotic lesions in the coronary vascular tree as evidence of the role of atherosclerosis in the etiopathogeny of the disease(AU)
Descritores: Morte Súbita Cardíaca/etiologia
Isquemia Miocárdica/complicações
Hipertensão Essencial/complicações
-Fatores de Risco
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  2 / 1219 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-486429
Autor: Villar Inclán, Alejandro.
Título: Terapia angiogénica en el tratamiento de la cardiopatía isquémica / Angiogenic therapy in the ischemic cardiopathy treatment
Fonte: Rev. cuba. cir;46(3), jul.-sept. 2007. tab.
Idioma: es.
Resumo: Se realizó un recorrido por la historia del uso de los factores de crecimiento y se analizaron los conceptos de angiogénesis, arteriogénesis y vasculogénesis. Se señalaron los diferentes factores de crecimiento que se conocen y se hizo especial énfasis en los más utilizados (factor de crecimiento endotelial vascular y el factor de crecimiento fibroblástico). Se analizaron las diferentes vías de aplicación de estos, así como la forma de administración (proteica o génica). Realizamos un recuento de los diferentes estudios preclínicos y clínicos con el uso de estos factores de crecimiento para el tratamiento de la cardiopatía isquémica. De los diferentes estudios se recogieron las posibles complicaciones del uso de estos factores, llegamos a conclusiones y planteamos recomendaciones(AU)

The history of the use of growth factors and the concepts of angiogenesis, arteriogenesis and vasculogenesis were presented in this paper. The different growth factors that are known so far were stated, making emphasis on the most used (vascular endothelial and fibroblast growth factors). The various ways of application and of administration proteic or genic) were analyzed. An account of several preclinical and clinical studies using these growth factors for ischemic cardiopathy treatment were made. The various studies contributed information on the possible complications of the use of these factors; conclusions were drawn and recommendations were made(AU)
Descritores: Substâncias de Crescimento/uso terapêutico
Isquemia Miocárdica/terapia
-Fator A de Crescimento do Endotélio Vascular/uso terapêutico
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  3 / 1219 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-792501
Autor: Mansur, Antonio de Padua; Favarato, Desidério.
Título: Trends in Mortality Rate from Cardiovascular Disease in Brazil, 1980-2012 / Tendências da Taxa de Mortalidade por Doenças Cardiovasculares no Brasil, 1980-2012
Fonte: Arq. bras. cardiol;107(1):20-25, July 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Studies have questioned the downward trend in mortality from cardiovascular diseases (CVD) in Brazil in recent years. Objective: to analyze recent trends in mortality from ischemic heart disease (IHD) and stroke in the Brazilian population. Methods: Mortality and population data were obtained from the Brazilian Institute of Geography and Statistics and the Ministry of Health. Risk of death was adjusted by the direct method, using as reference the world population of 2000. We analyzed trends in mortality from CVD, IHD and stroke in women and men in the periods of 1980-2006 and 2007-2012. Results: there was a decrease in CVD mortality and stroke in women and men for both periods (p < 0.001). Annual mortality variations for periods 1980-2006 and 2007-2012 were, respectively: CVD (total): -1.5% and -0.8%; CVD men: -1.4% and -0.6%; CVD women: -1.7% and -1.0%; DIC (men): -1.1% and 0.1%; stroke (men): -1.7% and -1.4%; DIC (women): -1.5% and 0.4%; stroke (women): -2.0% and -1.9%. From 1980 to 2006, there was a decrease in IHD mortality in men and women (p < 0.001), but from 2007 to 2012, changes in IHD mortality were not significant in men [y = 151 + 0.04 (R2 = 0.02; p = 0.779)] and women [y = 88-0.54 (R2 = 0.24; p = 0.320). Conclusion: Trend in mortality from IHD stopped falling in Brazil from 2007 to 2012.

Resumo Fundamento: Estudos questionaram a tendência de queda da mortalidade por doenças cardiovasculares (DCV) no Brasil nos últimos anos. Objetivo: analisar as tendências recentes na mortalidade por doença isquêmica do coração (DIC) e doenças cerebrovasculares (DCbV) na população brasileira. Métodos: dados de mortalidade e população foram obtidos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e Ministério da Saúde. O risco de morte foi ajustado pelo método direto, tendo como referência a população mundial de 2000. Foram analisadas, nos períodos de 1980-2006 e 2007-2012, as tendências da mortalidade em mulheres e homens. Resultados: houve diminuição da mortalidade por DCV e DCbV em mulheres e homens para ambos os períodos (p < 0,001). As variações anuais de mortalidade para os períodos de 1980-2006 e 2007-2012 foram, respectivamente: DCV total: -1,5% e -0,8%; DCV homens: -1,4% e -0,6%; DCV mulheres: -1,7% e -1,0%; DIC homens: -1,1% e 0,1%; DIC mulheres: -1,5% e 0,4%; DCbV homens: -1,7% e -1,4%; DCbV mulheres: -2,0% e -1,9%. De 1980 a 2006, houve diminuição da mortalidade por DIC em homens e mulheres (p < 0,001), mas de 2007-2012, as mudanças na mortalidade por DIC não foram significativas em homens [y = 151 + 0.04 (R2 = 0.02; p = 0,779)] e mulheres [y = 88-0.54 (R2 = 0,24; p = 0,320)]. Conclusão: A tendência da mortalidade por DIC parou de cair no Brasil de 2007 a 2012.
Descritores: Isquemia Miocárdica/mortalidade
Acidente Vascular Cerebral/mortalidade
-Fatores de Tempo
Brasil/epidemiologia
Modelos Lineares
Fatores Sexuais
Taxa de Sobrevida
Fatores de Risco
Causas de Morte
Fatores Etários
Distribuição por Sexo
Distribuição por Idade
Medição de Risco
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1219 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-794557
Autor: Pereira, Francisca Tatiana Moreira; Rocha, Eduardo Arrais; Monteiro, Marcelo de Paula Martins; Lima, Neiberg de Alcantara; Rodrigues Sobrinho, Carlos Roberto Martins; Pires Neto, Roberto da Justa.
Título: Clinical Course After Cardioverter-Defibrillator Implantation: Chagasic Versus Ischemic Patients / Evolução Clínica Pós-Implante de Desfibrilador Cardíaco: Pacientes Chagásicos Versus Isquêmicos
Fonte: Arq. bras. cardiol;107(2):99-100, Aug. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: The outcome of Chagas disease patients after receiving implantable cardioverter defibrillator (ICD) is still controversial. Objective: To compare clinical outcomes after ICD implantation in patients with chronic Chagas cardiomyopathy (CCC) and ischemic heart disease (IHD). Methods: Prospective study of a population of 153 patients receiving ICD (65 with CCC and 88 with IHD). The devices were implanted between 2003 and 2011. Survival rates and event-free survival were compared. Results: The groups were similar regarding sex, functional class and ejection fraction. Ischemic patients were, on average, 10 years older than CCC patients (p < 0.05). Patients with CCC had lower schooling and monthly income than IHD patients (p < 0.05). The number of appropriate therapies was 2.07 higher in CCC patients, who had a greater incidence of appropriate shock (p < 0.05). Annual mortality rate and electrical storm incidence were similar in both groups. There was no sudden death in CCC patients, and only one in IHD patients. Neither survival time (p = 0.720) nor event-free survival (p = 0.143) significantly differed between the groups. Conclusion: CCC doubles the risk of receiving appropriate therapies as compared to IHD, showing the greater complexity of arrhythmias in Chagas patients.

Resumo Fundamento: A evolução do paciente chagásico após implante de cardiodesfibrilador implantável (CDI) é tema ainda controverso. Objetivo: Comparar a evolução clínica pós-implante do CDI em pacientes com cardiopatia chagásica crônica (CCC) e cardiopatia isquêmica (CI). Métodos: Trata-se de um estudo prospectivo histórico de uma população de 153 pacientes portadores de CDI, sendo 65 com CCC e 88 com CI. Os dispositivos foram implantados entre janeiro de 2003 e novembro de 2011, tendo-se comparado a taxa de sobrevida e a sobrevida livre de eventos entre essas populações. Resultados: Os grupos foram similares na predominância do sexo masculino, classe funcional e fração de ejeção. Os pacientes isquêmicos são em média 10 anos mais velhos que os chagásicos (p < 0,05). Os pacientes chagásicos apresentavam escolaridade e renda mensal mais baixa do que os isquêmicos (p < 0,05). Foi demonstrado que o número de terapias apropriadas nos pacientes com CCC é 2,07 vezes maior do que naqueles com CI. A incidência de choque apropriado é maior na CCC (p < 0,05). As taxas de mortalidade anual nos dois grupos foram similares, assim como a incidência de tempestade elétrica. Não houve nenhuma morte súbita nos pacientes com CCC e apenas uma nos pacientes com CI. Não houve diferença estatisticamente significativa no tempo de sobrevida entre os dois grupos (p = 0,720) nem na sobrevida livre de eventos (p = 0,143). Conclusão: A CCC duplica o risco de receber terapias apropriadas em relação à CI, mostrando assim maior complexidade das arritmias nos pacientes chagásicos.
Descritores: Cardiomiopatia Chagásica/terapia
Isquemia Miocárdica/terapia
Desfibriladores Implantáveis/estatística & dados numéricos
-Cardiomiopatia Chagásica/mortalidade
Taxa de Sobrevida
Estudos Prospectivos
Estudos de Coortes
Seguimentos
Resultado do Tratamento
Isquemia Miocárdica/mortalidade
Intervalo Livre de Doença
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1219 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-794558
Autor: Mansur, Antonio de Padua; Favarato, Desidério.
Título: Mortality due to Cardiovascular Diseases in Women and Men in the Five Brazilian Regions, 1980-2012 / Mortalidade por Doenças Cardiovasculares em Mulheres e Homens nas cinco Regiões do Brasil, 1980-2012
Fonte: Arq. bras. cardiol;107(2):137-146, Aug. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Studies have shown different mortalities due to cardiovascular diseases (CVD), ischemic heart disease (IHD) and cerebrovascular diseases (CbVD) in the five Brazilian regions. Socioeconomic conditions of those regions are frequently used to justify differences in mortality due to those diseases. In addition, studies have shown a reduction in the differences between the mortality rates of the five Brazilian regions. Objective: To update CVD mortality data in women and men in the five Brazilian regions. Methods: Mortality and population data were obtained from the Brazilian Institute of Geography and Statistics and Ministry of Health. Risk of death was adjusted by use of the direct method, with the 2000 world standard population as reference. We analyzed trends in mortality due to CVD, IHD and CbVD in women and men aged ≥ 30 years in the five Brazilian regions from 1980 to 2012. Results: Mortality due to: 1) CVD: showed reduction in the Northern, West-Central, Southern and Southeastern regions; increase in the Northeastern region; 2) IHD: reduction in the Southeastern and Southern regions; increase in the Northeastern region; and unchanged in the Northern and West-Central regions; 3) CbVD: reduction in the Southern, Southeastern and West-Central regions; increase in the Northeastern region; and unchanged in Northern region. There was also a convergence in mortality trends due to CVD, IHD, and CbVD in the five regions. Conclusion: The West-Central, Northern and Northeastern regions had the worst trends in CVD mortality as compared to the Southeastern and Southern regions. (Arq Bras Cardiol. 2016; [online].ahead print, PP.0-0).

Resumo Fundamento: Estudos mostraram diferentes mortalidades por doenças cardiovasculares (DCV), doença isquêmica do coração (DIC) e doenças cerebrovasculares (DCbV) nas cinco regiões do Brasil. Particularidades socioeconômicas entre as cinco regiões são frequentemente usadas para justificar diferenças na mortalidade por essas doenças. Estudos também mostraram redução das diferenças entre as taxas de mortalidade das cinco regiões do Brasil. Objetivo: Atualizar os dados de mortalidade por DCV em mulheres e homens nas cinco regiões do país. Métodos: Os dados populacionais e de mortalidade foram obtidos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e do Ministério da Saúde. O risco de morte foi ajustado pelo método da padronização direta, tendo como referência a população mundial em 2000. Foram analisadas as tendências da mortalidade por DCV, DIC e DCbV em mulheres e homens com ≥ 30 anos de idade nas cinco regiões do Brasil no período de 1980-2012. Resultados: Observou-se na mortalidade: 1) por DCV: redução nas regiões Norte, Centro-Oeste, Sul e Sudeste; aumento na região Nordeste; 2) por DIC: redução nas regiões Sudeste e Sul; aumento na região Nordeste; e inalterada nas regiões Norte e Centro-Oeste; 3) por DCbV: redução nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste; aumento na região Nordeste; e inalterada na região Norte. Observou-se também convergência das tendências da mortalidade por DCV, DIC e DCbV nas cinco regiões. Conclusão: As regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste tiveram as maiores taxas de mortalidade por DCV comparadas às regiões Sudeste e Sul. (Arq Bras Cardiol. 2016; [online].ahead print, PP.0-0).
Descritores: Doenças Cardiovasculares/mortalidade
-Fatores Socioeconômicos
Brasil
Modelos Lineares
Transtornos Cerebrovasculares/mortalidade
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Mortalidade/tendências
Isquemia Miocárdica/mortalidade
Distribuição por Sexo
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1219 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-796034
Autor: Gaui, Eduardo Nagib; Klein, Carlos Henrique; Oliveira, Glaucia Maria Moraes de.
Título: Proportional Mortality due to Heart Failure and Ischemic Heart Diseases in the Brazilian Regions from 2004 to 2011 / Mortalidade Proporcional por Insuficiência Cardíaca e Doenças Isquêmicas do Coração nas Regiões do Brasil de 2004 a 2011
Fonte: Arq. bras. cardiol;107(3):230-238, Sept. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Heart failure (HF) and ischemic heart diseases (IHD) are important causes of death in Brazil. Objective: To assess proportional mortality (PM) due to HF and IHD as underlying causes stratified by sex and age groups in the Brazilian geoeconomic regions from 2004 to 2011. Methods: Data from death certificates were obtained in the DATASUS site under the following International Statistical Classification of Diseases and Related Health Problems codes, 10th Revision: 1) from chapter IX: I20 to I24 for acute IHD, I25 for chronic IHD, and I50 for HF; and 2) from chapter XVIII, for ill-defined causes (IDC). Results: Proportional mortality due to HF increased with age in both sexes and all regions, the highest percentages being found among elderly women. Among men, the highest percentages were observed in the West-Central region up to the ninth decade, but, among the eldest individuals, the highest percentages were identified in the Southern region. Among women, the regions did not differ up to the age group of 70-79 years, although the West-Central region took the lead from 50 to 79 years; however, from the age of 80 years on, the Southern region showed the highest PM due to HF. Proportional mortality due to acute IHD in all Brazilian regions and in both sexes increased up to the age group of 60-69 years, from which it decreased. Among men, the Southeastern region had the highest percentages in the age group of 50-59 years, while women had lower PM due to acute IHD than men in all regions. In both sexes, PM due to chronic IHD increased with age in the Southern and Southeastern regions, which did not happen in the others, while the Southern region had the highest rate of all regions for all age groups. Conclusions: Regional differences were more prominent at more advanced ages, especially when deaths due to IDC were excluded.

Resumo Fundamento: Insuficiência cardíaca (IC) e doenças isquêmicas do coração (DIC) são importantes causas de morte no Brasil. Objetivo: Avaliar a mortalidade proporcional (MP) por IC e DIC, como causas básicas, estratificada por sexo e faixa etária nas regiões brasileiras de 2004 a 2011. Métodos: As informações das declarações de óbito foram obtidas no site do DATASUS, codificadas conforme a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde, 10ª Revisão: 1) do Capítulo IX: I20 a I24 para DIC aguda, I25 para DIC crônica, e I50 para IC; e 2) do Capítulo XVIII, para causas mal definidas (CMD). Resultados: A MP por IC aumentou com a idade nos dois sexos e em todas as regiões, as mais altas porcentagens sendo encontradas entre as mulheres mais idosas. Entre os homens, as mais altas porcentagens foram observadas na região Centro-Oeste até a nona década; entre os mais idosos, porém, as mais altas porcentagens foram identificadas na região Sul. Entre as mulheres, as regiões não diferiram até a faixa etária de 70-79 anos, embora a região Centro-Oeste tenha liderado dos 50 aos 79 anos; entretanto, a partir dos 80 anos, a região Sul apresentou a mais alta MP por IC. Em todas as regiões brasileiras e nos dois sexos, a MP por DIC aguda aumentou até a faixa etária de 60-69 anos, a partir da qual diminuiu. Entre os homens, a região Sudeste apresentou as mais altas porcentagens na faixa etária de 50-59 anos, enquanto as mulheres tiveram menor MP por DIC aguda em comparação aos homens em todas as regiões. Nos dois sexos, a MP por DIC crônica aumentou com a idade nas regiões Sul e Sudeste, mas não nas demais, enquanto a região Sul apresentou a mais alta MP entre todas as regiões para todas as faixas etárias. Conclusões: Diferenças regionais foram mais marcantes nas idades mais avançadas, especialmente quando excluídas as mortes por CMD.
Descritores: Isquemia Miocárdica/mortalidade
Insuficiência Cardíaca/mortalidade
-Fatores de Tempo
Brasil/epidemiologia
Fatores Sexuais
Doença Crônica
Fatores de Risco
Causas de Morte
Fatores Etários
Distribuição por Sexo
Distribuição por Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1219 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-796038
Autor: Rebouças, Juliana de Souza; Santos-Magalhães, Nereide Stela; Formiga, Fabio Rocha.
Título: Cardiac Regeneration using Growth Factors: Advances and Challenges / Regeneração Cardíaca com Fatores de Crescimento: Avanços e Desafios
Fonte: Arq. bras. cardiol;107(3):271-275, Sept. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Myocardial infarction is the most significant manifestation of ischemic heart disease and is associated with high morbidity and mortality. Novel strategies targeting at regenerating the injured myocardium have been investigated, including gene therapy, cell therapy, and the use of growth factors. Growth factor therapy has aroused interest in cardiovascular medicine because of the regeneration mechanisms induced by these biomolecules, including angiogenesis, extracellular matrix remodeling, cardiomyocyte proliferation, stem-cell recruitment, and others. Together, these mechanisms promote myocardial repair and improvement of the cardiac function. This review aims to address the strategic role of growth factor therapy in cardiac regeneration, considering its innovative and multifactorial character in myocardial repair after ischemic injury. Different issues will be discussed, with emphasis on the regeneration mechanisms as a potential therapeutic resource mediated by growth factors, and the challenges to make these proteins therapeutically viable in the field of cardiology and regenerative medicine.

Resumo O infarto do miocárdio representa a manifestação mais significativa da cardiopatia isquêmica e está associado a elevada morbimortalidade. Novas estratégias vêm sendo investigadas com o intuito de regenerar o miocárdio lesionado, incluindo a terapia gênica, a terapia celular e a utilização de fatores de crescimento. A terapia com fatores de crescimento despertou interesse em medicina cardiovascular, devido aos mecanismos de regeneração induzidos por essas biomoléculas, incluindo angiogênese, remodelamento da matriz extracelular, proliferação de cardiomiócitos e recrutamento de células-tronco, dentre outros. Em conjunto, tais mecanismos promovem a reparação do miocárdio e a melhora da função cardíaca. Esta revisão pretende abordar o papel estratégico da terapia, com fatores de crescimento, para a regeneração cardíaca, considerando seu caráter inovador e multifatorial sobre o reparo do miocárdio após dano isquêmico. Diferentes questões serão discutidas, destacando-se os mecanismos de regeneração como recurso terapêutico potencial mediado por fatores de crescimento e os desafios para tornar essas proteínas terapeuticamente viáveis no âmbito da cardiologia e da medicina regenerativa.
Descritores: Regeneração/fisiologia
Isquemia Miocárdica/fisiopatologia
Isquemia Miocárdica/terapia
Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular/uso terapêutico
Medicina Regenerativa/métodos
-Neovascularização Fisiológica/fisiologia
Miócitos Cardíacos/fisiologia
Medicina Regenerativa/tendências
Coração/fisiologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 1219 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-827852
Autor: Jeddi, Sajad; Khalifi, Saeedeh; Ghanbari, Mahboubeh; Bageripour, Fatemeh; Ghasemi, Asghar.
Título: Effects of Nitrate Intake on Myocardial Ischemia-Reperfusion Injury in Diabetic Rats / Efeitos do Consumo de Nitrato na Lesão de Isquemia-Reperfusão Miocárdica em Ratos Diabéticos
Fonte: Arq. bras. cardiol;107(4):339-347, Oct. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Coronary artery disease is 2-3 times more common in diabetic individuals. Dietary nitrate/nitrite has beneficial effects in both diabetes and cardiovascular disease. It also has protective effects against myocardial ischemia-reperfusion (IR) injury in healthy animals. However, the effects of nitrate on myocardial IR injury in diabetic rats have not yet been investigated. Objective: We examined the effects of dietary nitrate on myocardial IR injury in streptozotocin-nicotinamide-induced diabetic rats. Method: Rats were divided into four groups (n=7 in each group): control, control+nitrate, diabetes, and diabetes+nitrate. Type 2 diabetes was induced by injection of streptozotocin and nicotinamide. Nitrate (sodium nitrate) was added to drinking water (100 mg/L) for 2 months. The hearts were perfused in a Langendorff apparatus at 2 months and assessed before (baseline) and after myocardial IR for the following parameters: left ventricular developed pressure (LVDP), minimum and maximum rates of pressure change in the left ventricle (±dP/dt), endothelial nitric oxide (NO) synthase (eNOS) and inducible NO synthase (iNOS) mRNA expression, and levels of malondialdehyde (MDA) and NO metabolites (NOx). Results: Recovery of LVDP and ±dP/dt was lower in diabetic rats versus controls, but almost normalized after nitrate intake. Diabetic rats had lower eNOS and higher iNOS expression both at baseline and after IR, and dietary nitrate restored these parameters to normal values after IR. Compared with controls, heart NOx level was lower in diabetic rats at baseline but was higher after IR. Diabetic rats had higher MDA levels both at baseline and after IR, which along with heart NOx levels decreased following nitrate intake. Conclusion: Dietary nitrate in diabetic rats provides cardioprotection against IR injury by regulating eNOS and iNOS expression and inhibiting lipid peroxidation in the heart.

Resumo Fundamentos: A doença arterial coronariana é duas a três vezes mais comum em indivíduos diabéticos. O nitrato/nitrito dietético tem efeitos benéficos tanto para o diabetes quanto para a doença cardiovascular, assim como efeitos protetores contra a lesão de isquemia-reperfusão (IR) miocárdica em animais saudáveis. Porém, os efeitos do nitrato na lesão de IR miocárdica em ratos diabéticos ainda não foram investigados. Objetivos: Foram examinados os efeitos sobre a lesão de IR miocárdica da adição de nitrato à dieta de ratos com diabetes mellitus tipo 2 induzido por estreptozotocina-nicotinamida. Métodos: Os ratos foram divididos em quatro grupos (n = 7 em cada grupo): controle, controle+nitrato, diabetes e diabetes+nitrato. O diabetes foi induzido nos animais por injeção de estreptozotocina e nicotinamida. Nitrato (nitrato de sódio) foi adicionado à água de beber (100 mg/L) por 2 meses. Os corações foram perfundidos em sistema de Langendorff aos 2 meses e avaliados antes (basal) e após IR miocárdica em relação aos seguintes parâmetros: pressão desenvolvida no ventrículo esquerdo (PDVE), taxas máximas de variação positiva e negativa da pressão ventricular esquerda (±dP/dt), expressão do RNAm da óxido nítrico (NO) sintase (NOS) endotelial (eNOS) e da NOS induzível (iNOS), além de níveis de malondialdeído (MDA) e metabólitos do óxido nítrico (NOx). Resultados: A recuperação da PDVE e ±dP/dt foi inferior nos ratos diabéticos versus controles, mas quase normalizou após ingestão de nitrato. Ratos diabéticos apresentaram expressão diminuída de eNOS e aumentada de iNOS tanto no estado basal quanto após IR, e o consumo dietético de nitrato restaurou estes valores para o estado normal após a IR. O nível de NOx cardíaco foi menor nos ratos diabéticos em comparação aos controles no momento basal, mas foi superior após a IR. Ratos diabéticos apresentaram níveis mais elevados de MDA tanto no estado basal quanto após IR que, juntamente com os níveis cardíacos de NOx, reduziram após consumo dietético do nitrato. Conclusões: O consumo dietético de nitrato por ratos diabéticos ofereceu cardioproteção contra a lesão de IR através da regulação da expressão de eNOS e iNOS e inibição da peroxidação lipídica no coração.
Descritores: Cardiotônicos/uso terapêutico
Traumatismo por Reperfusão Miocárdica/prevenção & controle
Isquemia Miocárdica/prevenção & controle
Diabetes Mellitus Tipo 2/complicações
Nitratos/uso terapêutico
-Peroxidação de Lipídeos/fisiologia
Traumatismo por Reperfusão Miocárdica/fisiopatologia
Traumatismo por Reperfusão Miocárdica/metabolismo
Reprodutibilidade dos Testes
Resultado do Tratamento
Isquemia Miocárdica/fisiopatologia
Isquemia Miocárdica/metabolismo
Estreptozocina
Vasos Coronários/fisiopatologia
Vasos Coronários/metabolismo
Diabetes Mellitus Experimental/complicações
Diabetes Mellitus Experimental/fisiopatologia
Diabetes Mellitus Experimental/metabolismo
Diabetes Mellitus Tipo 2/fisiopatologia
Diabetes Mellitus Tipo 2/metabolismo
Hemodinâmica
Malondialdeído/análise
Limites: Animais
Masculino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 1219 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1150716
Autor: Albuquerque, Iana Verena Santana; Brasil, Cristina Aires; Lemos, Amanda Queiroz; Oliveira, Francisco Tiago Oliveira de; Bilitário, Luciana; Dias, Cristiane Maria Carvalho Costa.
Título: Estilo de vida após sete anos do evento coronariano isquêmico: estudo transversal / Lifestyle after seven years of post ischemic coronary event: cross-sectional study
Fonte: Rev. Pesqui. Fisioter;9(1):67-73, Fev. 2019. tab, fig.
Idioma: en; pt.
Resumo: FUNDAMENTOS: O envelhecimento acelerado da população e a não aderência de hábitos de vida saudável implica no aparecimento de comorbidades, levando assim à perda da capacidade funcional, limitando o indivíduo nas atividades laborais e sociais. A magnitude do problema leva a refletir sobre a importância dos programas multidisciplinares, despertando para a mudança de hábitos de vida, principalmente em indivíduos que sofreram um evento isquêmico a longo prazo. OBJETIVO: Comparar o estilo de vida de indivíduos após sete anos do evento coronariano isquêmico. MÉTODO: Trata-se de um estudo de coorte retrospectivo, composto por indivíduos portadores de Síndrome Coronariana Isquêmica. Critérios de inclusão: participantes de um estudo prévio, no período compreendido entre abril de 2006 a janeiro de 2007. Após o consentimento, foi realizada uma breve entrevista por contato telefônico, com as seguintes questões: dados sociodemográficos; comorbidades; estilo de vida; número de internações por problemas cardíacos; presença de dor torácica. As variáveis categóricas apresentadas em termos de frequência absoluta, enquanto os dados numéricos, em termos de média e desvio-padrão (XD ± DP). O teste de McNemar para comparação das variáveis categóricas pareadas e teste qui-quadrado para comparação das variáveis categóricas, p≤ 0,0 5. CAAE: 05874112.9.0000.5544. RESULTADOS: Destacam-se as comorbidades mais prevalentes a Hipertensão Arterial Sistêmica 24 (80%), Dislipidemia 21 (70%), Diabete Mellitus 14 (46,6%). Após sete anos do evento, houve um aumento de hipertensos (p=0,01) em contrapartida redução de tabagistas (p=0,02). CONCLUSÃO: Apesar dos indivíduos terem modificado dois estilos de vida relevantes e significantes como a hipertensão e o tabagismo, a população estudada mantém elevadas taxas de fatores de risco cardiovasculares, necessitando de uma intervenção da equipe multidisciplinar.

BACKGROUND: The population's accelerated aging process and unhealthy lifestyle imply in the appearance of comorbidities, thus leading to the loss of functional capacity, limiting the individual in labor, recreational and social activities. The magnitude of the problem reflects on the importance of multidisciplinary programs, awakening the need to change lifestyle, especially in individuals who have suffered a long-term ischemic event. OBJECTIVE: To compare the lifestyle of individuals after seven years of ischemic coronary event. METHOD: This is a retrospective cohort composed of individuals with Ischemic Coronary Syndrome (ICS). Inclusion criteria: participants from a previous study, in the period from April 2006 to January 2007. After the consent, a brief interview was performed by telephone contact, with the following questions: sociodemographic data; comorbidities; Lifestyle; number of hospitalizations due to cardiac problems; presence of chest pain. The categorical variables presented in terms of absolute frequency, while the numerical data, in terms of mean and standard deviation (XD ± SD). The McNemar test for comparison of the categorical variables paired and chi-square test for comparison of the categorical variables, p≤ 0.05. CAAE: 05874112.9.0000.5544. RESULTS: We highlight the most prevalent comorbidities, Hypertension 24 (80%), Dyslipidemia 21 (70%), Diabetes 14 (46.6%). After seven years event, there was an increase in hypertensive patients (p = 0.01) in contrast smokers reduction (p = 0.02). CONCLUSION: Although the individuals have modified two significant lifestyles such as the relevant, hypertension and smoking, the studied population maintains high rates of cardiovascular risk factors, necessitating an intervention by the multidisciplinary team.
Descritores: Isquemia Miocárdica
-Morbidade
Estilo de Vida
Responsável: BR333.2 - Biblioteca - Campus II


  10 / 1219 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-827873
Autor: Favarato, Desiderio; Gutierrez, Paulo Sampaio.
Título: Case 5/2016 - A 56-Year-old Man Hospitalized for Unstable Angina, who Presented Recurrence of Precordial Pain and Cardiac Arrest with Pulseless Electrical Activity / Caso 5/2016 - Homem de 56 Anos Internado com Angina Instável, que Apresentou Recorrência da Dor Precordial e Parada Cardíaca em Atividade Elétrica Sem Pulso
Fonte: Arq. bras. cardiol;107(5):485-490, Nov. 2016. graf.
Idioma: en.
Descritores: Dor no Peito/etiologia
Doença da Artéria Coronariana/patologia
Isquemia Miocárdica/complicações
Parada Cardíaca/patologia
-Edema Pulmonar/patologia
Recidiva
Isquemia Miocárdica/diagnóstico
Isquemia Miocárdica/patologia
Evolução Fatal
Vasos Coronários/patologia
Vasos Coronários/diagnóstico por imagem
Eletrocardiografia
Teste de Esforço
Angina Instável/etiologia
Angina Instável/patologia
Infarto do Miocárdio/patologia
Limites: Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 122 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde