Base de dados : LILACS
Pesquisa : C14.907.514 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 361 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 37 ir para página                         

  1 / 361 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1144488
Autor: Vega Candelario, Rodolfo; Vega Jiménez, Junior.
Título: Taponamiento cardíaco como forma de debut del lupus eritematoso sistémico / Cardiac tamponade as a debut form of systemic lupus erythematosus
Fonte: Rev. cuba. med. mil;49(3):e331, jul.-set. 2020. fig.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: El lupus eritematoso sistémico tiene múltiples formas de presentarse. La afectación del pericardio es la manifestación cardíaca más frecuente. El taponamiento cardíaco es muy raro, pero se presenta como un síndrome clínico hemodinámico potencialmente mortal. Objetivo: Mostrar una forma muy rara de presentación del lupus eritematoso sistémico; el taponamiento cardíaco. Caso clínico: Paciente blanca de 47 años con anasarca, disnea, palpitaciones, polipnea, ortopnea, tiraje intercostal, dolor torácico intenso, punzante, toma del estado general, ansiedad, fiebre, artralgia, artritis, lesiones dermatológicas, acrocianosis, ingurgitación yugular e hipotensión marcada. Comentarios: El paciente con taponamiento cardíaco debe ser asumido por un equipo multidisciplinario que defina el diagnóstico preciso y la conducta, sobre todo cuando se trata del debut del lupus eritematoso sistémico, que con los fenómenos autoinmunitarios, afecta a todos los órganos y sistemas(AU)

Introduction: Systemic lupus erythematosus has multiple ways of presentation. Pericardium involvement is the most frequent cardiac manifestation. Cardiac tamponade is very rare, but it presents as a life-threatening clinical hemodynamic syndrome. Objective: To show a very rare form of presentation of systemic lupus erythematosus; cardiac tamponade. Clinical case: 47-year-old white patient with anasarca, dyspnea, palpitations, polypnea, orthopnea, intercostal retraction, throbbing severe chest pain, bad general condition, anxiety, fever, arthralgia, arthritis, dermatological lesions, acrocyanosis, jugular engorgement and severe hypotension. Comments: Cardiac tamponade patient must be assumed by a multidisciplinary team that defines the precise diagnosis and behavior, especially when it comes to the debut of systemic lupus erythematosus, which with its autoimmune phenomena, affects all organs and systems(AU)
Descritores: Tamponamento Cardíaco/diagnóstico por imagem
Edema
Hipotensão
Lúpus Eritematoso Sistêmico/complicações
-Dispneia
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  2 / 361 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-829716
Autor: Dourado, Alexandre Dubeux; Lins Filho, Ruy Leite de Melo; Fernandes, Raphaella Amanda Maria Leite; Gondim, Marcelo Cavalcanti de Sá; Nogueira, Emmanuel Victor Magalhães.
Título: Sufentanil in combination with low-dose hyperbaric bupivacaine in spinal anesthesia for cesarean section: a randomized clinical trial / Associação de sufentanil a dose reduzida de bupivacaína hiperbárica em raquianestesia para cesariana: ensaio clínico randomizado
Fonte: Rev. bras. anestesiol;66(6):622-627, Nov.-Dec. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract A double blind randomized clinical trial of sufentanil as an adjunct in spinal anesthesia for cesarean section and, thereby, be able to reduce the dose of bupivacaine, a local anesthetic, with the same result of an anesthetic block with higher doses but with fewer perioperative side effects, such as hypotension.

Resumo Ensaio clínico randomizado duplamente encoberto sobre o uso do sufentanil como adjuvante em raquianestesia para cesariana e, possibilitando a redução da dose do anestésico local, a bupivacaína, com o mesmo resultado de bloqueio anestésico com doses mais elevadas, mas com menos efeitos colaterais no perioperatório, como hipotensão.
Descritores: Bupivacaína/administração & dosagem
Bupivacaína/efeitos adversos
Cesárea/métodos
Sufentanil/administração & dosagem
Sufentanil/efeitos adversos
Anestésicos Intravenosos/administração & dosagem
Anestésicos Intravenosos/efeitos adversos
Anestesia Obstétrica/métodos
Raquianestesia/métodos
Anestésicos Locais/administração & dosagem
Anestésicos Locais/efeitos adversos
-Complicações Pós-Operatórias/prevenção & controle
Método Duplo-Cego
Hipotensão/prevenção & controle
Complicações Intraoperatórias/prevenção & controle
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 361 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-897760
Autor: Zapata, Carlos Javier Shiraishi.
Título: Hypotension and bradycardia before spinal anesthesia / Hipotensão e bradicardia antes da raquianestesia
Fonte: Rev. bras. anestesiol;67(5):535-537, Sept-Oct. 2017.
Idioma: en.
Resumo: Abstract I report a case of hypotension and bradycardia before spinal anesthesia in a pregnant woman with mild to moderate hypertension treated with nifedipine and methyldopa, scheduled for an elective cesarean delivery. She had the history of neurally-mediated syncopes. Two main factors (increased vagal tone and adverse effects of antihypertensive drugs) could explain the hypotension and bradycardia before spinal anesthesia. Monitoring allowed recognizing the problem and corrected it. Thus, it was avoided a disaster in anesthesia, as hemodynamic changes after spinal anesthesia, they would have joined to previous hypotension and bradycardia, which would have caused even a cardiac arrest.

Resumo Relato de um caso de hipotensão e bradicardia antes da raquianestesia em uma mulher grávida com hipertensão leve a moderada tratada com nifedipina e metildopa, programada para parto cesáreo eletivo. A paciente apresentava história de síncopes neuralmente mediadas. Dois fatores principais (aumento do tônus vagal e efeitos adversos de medicamentos anti-hipertensivos) poderiam explicar a hipotensão e bradicardia antes da raquianestesia. O monitoramento permitiu reconhecer o problema e corrigi-lo. Dessa forma, foi evitado um desastre em anestesia; assim como as alterações hemodinâmicas após a raquianestesia, esses fatores teriam se juntado à hipotensão e bradicardia anterior, o que poderia até ter causado uma parada cardíaca.
Descritores: Complicações Cardiovasculares na Gravidez/diagnóstico
Bradicardia/complicações
Bradicardia/diagnóstico
Cesárea
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos
Hipertensão Induzida pela Gravidez
Hipotensão/complicações
Hipotensão/diagnóstico
Anestesia Obstétrica
Raquianestesia
-Período Pré-Operatório
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 361 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-897810
Autor: Caldas, Wendell Jackson de Macêdo; Barbosa, Maíra Ferreira; Dias, Cremilda Pinheiro.
Título: Bezold-Jarisch reflex in a patient undergoing endoscopic sympathectomy for management of refractory angina pectoris: a case report / Reflexo de Bezold-Jarisch em paciente submetida à simpatectomia endoscópica para tratamento de angina pectoris refratária: relato de caso
Fonte: Rev. bras. anestesiol;68(1):96-99, Jan.-Feb. 2018. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background and objectives Ischemic cardiomyopathy is characterized by imbalance between supply and demand of myocardial oxygen. Endoscopic transthoracic sympathectomy is a therapeutic option indicated in refractory cases. However, the patient's position on the operating table may favor ischemic coronary events triggering the Bezold-Jarisch reflex. Case report A female patient, 47 years old, with refractory ischemic cardiomyopathy, admitted to the operating room for endoscopic transthoracic sympathectomy, developed the Bezold- Jarisch reflex with severe bradycardia and hypotension after placement in semi-sitting position to the procedure. Conclusion Bradyarrhythmia, hypotension, and asystole are complications potentially associated with patient placement in a semi-sitting position, particularly in cases with previous ischemic heart disease.

Resumo Justificativa e objetivos A cardiomiopatia isquêmica caracteriza-se pelo desbalanço entre a oferta e o consumo de oxigênio pelo miocárdio. A simpatectomia transtorácica endoscópica é uma opção terapêutica indicada nos casos refratários. Contudo, a posição do paciente na mesa cirúrgica pode favorecer eventos coronarianos isquêmicos e deflagrar o reflexo de Bezold-Jarisch. Relato de caso Paciente do sexo feminino, 47 anos, portadora de cardiomiopatia isquêmica refratária, admitida na sala de cirurgia para simpatectomia transtorácica endoscópica, deflagrou o reflexo de Bezold-Jarisch e desenvolveu bradicardia e hipotensão graves logo após colocação em posição semissentada para o procedimento. Conclusão Bradiarritmia, hipotensão e assistolia são complicações potencialmente associadas à colocação do paciente em posição semissentada, especialmente nos casos em que há prévio comprometimento isquêmico do coração.
Descritores: Simpatectomia/métodos
Bradicardia/etiologia
Posicionamento do Paciente/efeitos adversos
Hipotensão/etiologia
Complicações Intraoperatórias/etiologia
Angina Pectoris/cirurgia
-Reflexo Anormal
Endoscopia
Taxa Respiratória
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 361 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-897816
Autor: Tobar, Eduardo; Abedrapo, Mario A; Godoy, Jaime A; Llanos, Jose L; Díaz, Mauricio J; Azolas, Rodrigo; Bocic, Gunther R; Escobar, Jaime A; Cornejo, Rodrigo A; Romero, Carlos M.
Título: Impact of hypotension and global hypoperfusion in postoperative delirium: a pilot study in older adults undergoing open colon surgery / Impacto da hipotensão e hipoperfusão global sobre o delírio pós-operatório: um estudo piloto com idosos submetidos à cirurgia aberta do cólon
Fonte: Rev. bras. anestesiol;68(2):135-141, Mar.-Apr. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CONICYT.
Resumo: Abstract Background: Post-operative delirium is a serious complication in patients undergoing major abdominal surgery. It remains unclear whether peri-operative hemodynamic and perfusion variables affect the risk for postoperative delirium. The objective of this pilot study was to evaluate the association between perfusion and hemodynamics peri-operative with the appearance of post-operative delirium. Methods: Prospective cohort study of adults 60 years or older undergoing elective open colon surgery. Multimodal hemodynamic and perfusion variables were monitored, including central venous oxygenation (ScvO2), lactate levels, and non-invasive cerebral oxygenation (rSO2), according to a standard anesthesia protocol. Fisher's exact test or Student's t-test were used to compare patients who developed post-operative delirium with those who did not (p < 0.05). Results: We studied 28 patients, age 73 ± 7 years, 60.7% female. Two patients developed post-operative delirium (7.1%). These two patients had fewer years of education than those without delirium (p = 0.031). None of the peri-operative blood pressure variables were associated with incidence of post-operative delirium. In terms of perfusion parameters, postoperative ScvO2 was lower in the delirium than the non-delirium group, without reaching statistical significance (65 ± 10% vs. 74 ± 5%; p = 0.08), but the delta-ScvO2 (the difference between means post-operative and intra-operative) was associated with post-operative delirium (p = 0.043). Post-operative lactate and rSO2 variables were not associated with delirium. Conclusions: Our pilot study suggests an association between delta ScvO2 and post-operative delirium, and a tendency to lower post-operative ScvO2 in patients who developed delirium. Further studies are necessary to elucidate this association.

Resumo Justificativa: O delírio pós-operatório é uma complicação séria em pacientes submetidos à cirurgia abdominal de grande porte. Ainda não está claro se as variáveis hemodinâmicas e de perfusão no período perioperatório afetam o risco de delírio pós-operatório. O objetivo deste estudo piloto foi avaliar a associação entre perfusão e hemodinâmica no perioperatório com o surgimento de delírio pós-operatório. Métodos: Estudo prospectivo de coorte de adultos com 60 anos ou mais, submetidos à cirurgia eletiva aberta do cólon. As variáveis multimodais de hemodinâmica e perfusão foram monitoradas, inclusive oxigenação venosa central (ScvO2), níveis de lactato e oxigenação cerebral não invasiva (rSO2), de acordo com um protocolo-padrão de anestesia. O teste exato de Fisher ou o teste t de Student foram usados para comparar os pacientes que desenvolveram delírio pós-operatório com aqueles que não desenvolveram p < 0,05. Resultados: Avaliamos 28 pacientes, 73 ± 7 anos, 60,7% do sexo feminino. Dois pacientes desenvolveram delírio pós-operatório (7,1%). Esses dois pacientes tinham menos anos de escolaridade do que aqueles sem delírio pós-operatório (p = 0,031). Nenhuma das variáveis de pressão arterial no perioperatório foi associada à incidência de delírio. Quanto aos parâmetros de perfusão, ScvO2 foi menor no grupo que apresentou delírio pós-operatório do que no grupo que não apresentou delírio, sem atingir significância estatística (65 ± 10% vs. 74 ± 5%; p = 0,08), mas o delta-ScvO2 (a diferença entre as médias no pós-operatório e intraoperatório) foi associado ao delírio (p = 0,043). As variáveis de lactato e rSO2 no pós-operatório não foram associadas ao delírio. Conclusões: Nosso estudo piloto sugere uma associação entre delta-ScvO2 e delírio e uma tendência à diminuição da ScvO2 no pós-operatório de pacientes com delírio. Estudos adicionais são necessários para elucidar essa associação.
Descritores: Complicações Pós-Operatórias/epidemiologia
Doenças do Colo/cirurgia
Delírio/epidemiologia
-Complicações Pós-Operatórias/etiologia
Fluxo Sanguíneo Regional
Procedimentos Cirúrgicos do Sistema Digestório
Projetos Piloto
Estudos Prospectivos
Doenças do Colo
Doenças do Colo/complicações
Delírio/etiologia
Hipotensão/complicações
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 361 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-977396
Autor: Almeida, Carlos; Assunção, José Pedro.
Título: Hypotension associated to a bilateral quadratus lumborum block performed for post-operative analgesia in an open aortic surgery case / Hipotensão associada ao bloqueio bilateral do quadrado lombar realizado para analgesia pós-operatória em caso de cirurgia aórtica aberta
Fonte: Rev. bras. anestesiol;68(6):657-660, Nov.-Dec. 2018. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background and objectives: Bilateral quadratus lumborum block has been described for major abdominal procedures when sepsis is present, because risks associated to epidural are considered elevated. In an open aortic surgery, a single-shot bilateral quadratus lumborum block type 1 may be an alternative to thoracic epidural block for post-operative analgesia in a patient having an increased cumulative risk for thoracic epidural hematoma. Case report: A 56-year-old female patient presenting controlled hypertension, chronic renal disease stage 3b, dyslipidemia and a platelet count of 102,000/µl, and taking aspirin, was scheduled for bilateral aortoiliac endarterectomy. She was submitted to a sole general anesthesia plus, at end of the surgery, a bilateral quadratus lumborum block type 1 for post-operative analgesia with 20 mL of ropivacaine 0.5%, per side, before extubation. Immediately after post anesthesia care unit admission, patient developed moderate hypotension (dopamine infusion was needed during 18 h), concomitantly with a rapid reduction in the pain scores. Low numeric rating scale and opioid consumption were noted, particularly in the first 24 h post-operatively. Conclusions: Quadratus lumborum block was an effective analgesic technique for open aortic surgery in this case, although hypotension associated to bilateral quadratus lumborum block type 1 may occur. Associated sympathetic block probably related to the bilateral paravertebral extension of the block, may contribute for post-operative hypotension associated to reperfusion-ischemia syndrome in a patient that had long-lasting intraoperative aortic cross-clamping. The use of high concentration of local anesthetic to obtain longer duration of action of a single-shot quadratus lumborum block to avoid thoracic epidural or bilateral quadratus lumborum block catheterization should be used judiciously.

Resumo Justificativa e objetivos: O bloqueio bilateral do quadrado lombar foi descrito para procedimentos abdominais de grande porte quando há presença de sepse, uma vez que os riscos associados à peridural são considerados altos. Em uma cirurgia aórtica aberta, um único bloqueio bilateral do quadrado lombar tipo 1 (QL tipo 1) pode ser uma opção ao bloqueio peridural torácico para analgesia pós-operatória em paciente com risco cumulativo aumentado de hematoma epidural torácico. Relato de caso: Paciente feminina de 56 anos, portadora de hipertensão arterial controlada, doença renal crônica (estágio 3 b), dislipidemia, plaquetopenia de 102.000/µl e tomava aspirina, estava programada para endarterectomia aortoilíaca bilateral. A paciente foi submetida à anestesia geral e, no fim da cirurgia, a bloqueio do quadrado lombar tipo 1 bilateralmente para analgesia pós-operatória com 20 mL de ropivacaína a 0,5%, para cada lado, antes da extubação. Imediatamente após a internação na sala de recuperação pós-anestésica, a paciente evoluiu com hipotensão moderada (necessidade de infusão de dopamina durante 18 horas), concomitante à rápida redução dos escores de dor. Escore numérico para dor baixo e consumo de opioides foram observados, especialmente nas primeiras 24 horas de pós-operatório. Conclusões: O bloqueio do quadrado lombar foi uma técnica analgésica eficaz nesse caso de cirurgia aórtica aberta, embora a hipotensão associada ao bloqueio bilateral do quadrado lombar possa ocorrer. O bloqueio simpático associado, causado pelo bloqueio do QL tipo 1, provavelmente relacionado à extensão paravertebral bilateral do bloqueio, pode contribuir para a hipotensão pós-operatória associada à síndrome de isquemia-reperfusão em paciente submetido a pinçamento aórtico intraoperatório de longa duração. Alta concentração de anestésico local para prolongar a ação de uma injeção única no bloqueio do quadrado lombar, com o objetivo de evitar cateterização de ambas as anestesias peridural e do quadrado lombar bilateral, deve ser usada de modo criterioso.
Descritores: Dor Pós-Operatória/prevenção & controle
Complicações Pós-Operatórias/etiologia
Analgesia/métodos
Hipotensão/etiologia
Bloqueio Nervoso/efeitos adversos
-Músculos Abdominais
Pessoa de Meia-Idade
Bloqueio Nervoso/métodos
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 361 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1008247
Autor: Mejía Jurado, Ana Cristina; Mena López, Ana Vanessa.
Título: Uso de bajas dosis de oxitocina para el manejo de contracción uterina en el transoperatorio de pacientes sometidas a cesárea en el centro obstétrico del Hospital Carlos Andrade Marín / Oxytocin low-dosage use for handling uterine contraction in the transoperative of C-section patients of the Carlos Andrade Marin Hospital Obstetric Center
Fonte: Cambios rev. méd;14(25):23-26, jun.2015. tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: la oxitocina es la droga de elección para el manejo de contracción uterina, sin embargo sus efectos adversos son minimizados. Este estudio pretende determinar la frecuencia de efectos adversos de oxitocina a dosis altas con relación a dosis bajas en el centro obstétrico del Hospital Carlos Andrade Marín. Materiales y métodos: es un estudio observacional descriptivo, en el que se estudió a 52 pacientes que fueron sometidas a cesárea iterativa en el período mayo ­ junio de 2012. Resultados: con el uso de dosis altas de oxitocina se presenta efectos adversos como dolor precordial (p menor 0.05), hipotensión (p 0.002), náusea (p 0.002). Con tres unidades de oxitocina el sangrado no se modifcó. Por otro lado, la satisfacción del cirujano es del 88,5%, similar a los valores reportados a nivel internacional. Conclusiones: con el uso de dosis bajas de oxitocina para el manejo de la contracción uterina en cesárea no hubo aumento del sangrado (promedio 463 ml), por lo que se puede considerar una terapéutica segura para la paciente.

Introduction: Oxytocin is the drug of choice for uterine contraction management, but its side effects are minimized. This study pretends to determine the frequency of side effects of high- dose oxytocin compared to low doses in the Obstetric Center of the Carlos Andrade Marin Hospital. Materials and methods: this is a descriptive study where 52 patients were studies and which were subjected to iterative caesarean study during the period may - june 2012. Results: high doses of oxytocin produce side effects such as chest pain (p less than 0.05), hypotension (p 0.002) and nausea (p 0.002). Three units of oxytocin do not modify the bleeding. Furthermore, surgeon satisfaction is 88.5%, similar to values reported worldwide. Conclusions: the use of low dosage of oxytocin for the management of uterine contractions during a cesarean section, showed no increase in bleeding (average of 463 ml), for which this dose may be considered a safe therapeutic dosage for the patient.
Descritores: Contração Uterina
Dor no Peito
Ocitocina
Cesárea
Salas de Parto
Hipotensão
-Taquicardia
Hemodinâmica
Náusea
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: EC162.1


  8 / 361 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1003410
Autor: Becerra, Ángel; Trujillo, Héctor; Valencia, Lucía; Rodríguez-Pérez, Aurelio.
Título: Looking for the reason of hemodynamic instability: a case report of the role of intraoperative ultrasound / Buscando o motivo da instabilidade hemodinâmica: relato de caso sobre o papel do ultrassom intraoperatório
Fonte: Rev. bras. anestesiol;69(2):200-203, Mar.-Apr. 2019. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background and objectives: A prompt and effective management of trauma patient is necessary. The aim of this case report is to highlight the importance of intraoperative echocardiography as a useful tool in patients suffering from refractory hemodynamic instability no otherwise explained. Case report: A 41 year-old woman suffered a car accident. At the emergency department, no abnormalities were found in ECG or chest X-ray. Abdominal ultrasound revealed the presence of abdominal free liquid and the patient was submitted to urgent exploratory laparotomy. Nevertheless, she persisted suffering arterial hypotension and metabolic acidosis. Looking for the reason of her hemodynamic instability, intraoperative transthoracic echocardiography was performed, finding out the presence of pericardial effusion. Once the cardiac surgeon extracted pericardial clots, patient's situation improved clinically and analytically. Conclusion: Every anesthesiologist should be able to use the intraoperative echocardiography as an effective tool in order to establish the appropriate measures to promote the survival of patients suffering severe trauma.

Resumo Justificativa e objetivos: O atendimento rápido e eficaz do paciente de trauma é necessário. O objetivo deste relato de caso foi destacar a importância do ecocardiograma intraoperatório como uma ferramenta útil em pacientes que sofrem de instabilidade hemodinâmica refratária sem explicação aparente. Relato de caso: Uma mulher de 41 anos sofreu um acidente de automóvel. No departamento de emergência, nenhuma anormalidade foi encontrada no ECG ou na radiografia de tórax. Uma ultrassonografia abdominal revelou a presença de líquido livre no abdome, e a paciente foi submetida à laparotomia exploradora de urgência. No entanto, a paciente continuou apresentando hipotensão arterial e acidose metabólica. Na busca pelo motivo de sua instabilidade hemodinâmica, um ecocardiograma transtorácico foi realizado no período intraoperatório e constatou a presenc¸a de derrame pericárdico. Após a remoção dos coágulos pericárdicos pelo cirurgião cardíaco, a condição da paciente melhorou clínica e analiticamente. Conclusão: Todo anestesiologista deve saber utilizar o ecocardiograma intraoperatório como ferramenta eficaz para estabelecer as medidas adequadas para promover a sobrevida de pacientes com traumatismos graves.
Descritores: Derrame Pericárdico/diagnóstico por imagem
Ecocardiografia/métodos
Ultrassonografia/métodos
Hemodinâmica
-Acidose/etiologia
Acidentes de Trânsito
Hipotensão/etiologia
Cuidados Intraoperatórios/métodos
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 361 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1057468
Autor: Almeida, Carlos Rodrigues.
Título: The role of quadratus lumborum block in the hemodynamic management during hepatic resection surgery / O papel do bloqueio do quadrado lombar no manuseio hemodinâmico durante ressecção hepática
Fonte: Rev. bras. anestesiol;69(6):635-637, nov.-Dec. 2019. graf.
Idioma: en.
Descritores: Dor Processual/terapia
Hepatectomia/métodos
Anestésicos Locais/administração & dosagem
Bloqueio Nervoso/métodos
-Dor Pós-Operatória/tratamento farmacológico
Bloqueio Nervoso Autônomo/efeitos adversos
Analgesia Epidural
Pressão Venosa Central/fisiologia
Perda Sanguínea Cirúrgica
Ultrassonografia de Intervenção/métodos
Dor Processual/complicações
Dor Processual/mortalidade
Ropivacaina
Hipotensão/induzido quimicamente
Complicações Intraoperatórias/induzido quimicamente
Anestesia Geral/métodos
Recidiva Local de Neoplasia/etiologia
Bloqueio Nervoso/efeitos adversos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 361 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1047087
Autor: Roessler, Peter.
Título: Los mitos en torno de la relación entre presión sanguínea y flujo / Myths surrounding the relationship between blood pressure and flow
Fonte: Salud(i)ciencia (Impresa) = Salud(i)ciencia (En linea);22(7):631-639, oct.-nov. 2017. graf..
Idioma: es.
Resumo: La hipotensión asociada con la vasodilatación inducida por el uso de agentes anestésicos es muy frecuente, un fenómeno que ha motivado la utilización casi generalizada de vasopresores, con la finalidad de restaurar la presión sanguínea a los niveles registrados antes de la anestesia. En Australia, entre todas las medicaciones que se usan en la anestesia, el costo de los vasopresores es un factor significativo en los costos de los sistemas de salud. La utilización de vasopresores debe basarse en los posibles beneficios y riesgos asociados. Desde hace tiempo se acepta que la presión arterial debe mantenerse con la finalidad de preservar la perfusión. Sin embargo, la evaluación detallada indica que este concepto podría surgir de la interpretación errónea de las leyes básicas de la física, como las leyes de Newton y de Ohm. En este trabajo se propone, en función de los principios de la física, que sólo las fuerzas pueden motivar el aceleramiento de los objetos. Para que la presión sea un conductor del flujo, debería ser una fuerza. Sin embargo, la presión es el resultado de fuerzas que actúan sobre una superficie determinada y, por ende, no representa en sí misma una fuerza y no puede ser un conductor de flujo. El flujo sanguíneo es resultado del equilibrio entre las fuerzas de propulsión y de resistencia; en este contexto se debe reconsiderar el supuesto beneficio de aumentar las fuerzas de resistencia, un fenómeno que, en realidad, motivará una reducción del flujo. En el estudio se cuestiona el uso de vasopresores, como también la relación básica, ampliamente aceptada, entre la presión sanguínea y el flujo sanguíneo.

Hypotension resulting from vasodilatation associated with administration of anaesthetic agents is very common. This has resulted in the almost ubiquitous use of vasopressors with a view to restoring blood pressure to pre-anaesthesia levels. In Australia, of all the medications used in anaesthesia, the cost of vasopressors is a significant factor in contributing to healthcare costs. The rationale for use of vasopressors warrants consideration with regard to their benefits as well as potential harm arising from their use. It has long been accepted that blood pressure needs to be maintained in order to maintain perfusion. However, on close scrutiny such thinking may simply be a misinterpretation of the basic laws of physics with respect to both Newton's laws and Ohm's law. This article develops the physics-based argument that only forces can cause objects to accelerate. For pressure to be a driver of flow it must therefore be a force. However, pressure is the result of forces acting over an area, and consequently is not a force in itself. Therefore, it cannot be a driver of flow. Blood flow is the result of the balance of propulsive and resistive forces, which raises the question as to the benefit of increasing resistive forces, which in fact will reduce flow. The use of vasopressors is challenged in this article as is the basic accepted relationship between blood pressure and blood flow.
Descritores: Perfusão
Fluxo Sanguíneo Regional
Vasoconstritores
Vasodilatação
Pressão Sanguínea
Pressão Arterial
Hipotensão
Anestésicos
-Evolução Clínica
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca



página 1 de 37 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde