Base de dados : LILACS
Pesquisa : C17.800.174.255 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 172 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 18 ir para página                         

  1 / 172 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-988417
Autor: Miranda, Casandra Isadora González.
Título: Dermatitis de Contacto y su Manejo Homeopático / Contact Dermatitis and Your Homeopathic Management
Fonte: Homeopatia Méx;86(711):30-35, nov.- dic. 2017. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La dermatitis de contacto es una erupción cutánea rojiza que produce picazón y aparece por contacto directo con una sustancia o por una reacción alérgica a ésta. La erupción no es contagiosa ni pone en peligro la vida, pero puede ser muy molesta. Para tratar satisfactoriamente la dermatitis de contacto es necesario identificar y evitar la causa de la reacción. Hay medicamentos homeopáticos, como Calendula, Sulphur y Arsenicum album que respondieron satisfactoriamente en el tratamiento de esta afección. (AU)

Contact dermatitis is a reddish skin rash that is itchy and appears by direct contact with a substance or by an allergic reaction to it. The rash is not contagious or life threatening, but it can be very annoying. To successfully treat contact dermatitis it is necessary to identify and avoid the cause of the reaction. There are homeopathic medicines, such as Calendula, Sulphur and Arsenicum album that responded satisfactorily in the treatment of this condition. (AU)
Descritores: Sulphur/uso terapêutico
Dermatite de Contato
Homeopatia
Hipersensibilidade
-Calendula officinalis (Homeopatia)
Limites: Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR926.1 - Biblioteca Artur de Almeida Rezende Filho


  2 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-973618
Autor: Piazza, Christiane Donato; Cestari, Silmara C P.
Título: Contact dermatitis from Do-It-Yourself slime
Fonte: An. bras. dermatol;93(6):944-944, Nov.-Dec. 2018. graf.
Idioma: en.
Descritores: Jogos e Brinquedos
Boratos/efeitos adversos
Dermatite de Contato/diagnóstico
Dermatite de Contato/etiologia
Limites: Seres Humanos
Feminino
Criança
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1049386
Autor: Margato, Danielle Patrícia Borges; Olivato, Gustavo Benfatti; Lisboa, João Roberto Fernandes; Wilke, Pedro Po Oi Brant; da Silva, Carolina Nunhez; Junior, Vidal Haddad.
Título: Dermatites de contato causadas por aroeiras (Anacardiaceae) no estado de São Paulo, Brasil / Contact dermatitis caused by mastic (Anacardiaceae) in the state of São Paulo, Brazil
Fonte: Diagn. tratamento;24(4):[153-157], out - dez. 2019. fig, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Contexto e objetivos: Aroeira é o nome popular de árvores da família Anacardiaceae, que inclui plantas sensibilizantes como a poison ivy norte-americana (Toxicodendron radicans), o cajueiro (Anacardium occidentale) e a mangueira (Mangifera indica). Este estudo procura caracterizar o conhecimento sobre as aroeiras e a frequência de manifestações clínicas em camponeses. Desenho e local: Foi realizado estudo retrospectivo e prospectivo com pacientes e acompanhantes residentes em ampla área rural de cerrado no Centro-Oeste paulista. Métodos: A frequência e a relação causal entre a exposição a aroeiras, comuns na região, e a dermatite eczematosa típica foi pesquisada. Para a avaliação, foi utilizado um questionário específico. Resultados: Todos os 39 entrevistados conheciam aroeiras (100%) e 17 deles (43,58%) relataram ter se aproximado ou descansado sob essas árvores. Mais da metade deles (56,41% ou 22 indivíduos) relataram dermatites que relacionaram às arvores. Os demais entrevistados não desenvolveram reações, mas conheciam pessoas que o fizeram (43,59%). Três pacientes, ou 7,69% da amostra, apresentavam lesões de padrão eczematoso, creditando-as ao contato com aroeiras-bravas (Lithraea molleoides). Discussão: Devido à alta frequência com que essas árvores são encontradas no campo (cerrado brasileiro) e aos dados obtidos, percebemos também uma alta frequência de sensibilização nas áreas rurais. Conclusões: É imperativo que as campanhas de orientação e alerta sejam desenvolvidas para aumentar a conscientização sobre riscos potenciais, de modo que o contato com essas árvores seja evitado, evitando condições alérgicas que podem ser tão extensas quanto graves.
Descritores: Saúde Pública
Estudos Retrospectivos
Anacardiaceae
Dermatite de Contato
Toxicidade
Hipersensibilidade
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  4 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-623947
Autor: Freitas, J. C. B. R; Presgrave, O. A. F; Fingola, F. F; Menezes, M. A. C; Vasconcellos, M. C; Schall, V. T; Paumgartten, F. J. R.
Título: Toxicological study of the molluscicidal latex of Euphorbia splendens: irritant action on skin and eye
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;86(supl.2):87-88, 1991. tab.
Idioma: en.
Conferência: Apresentado em: Brazilian-Sino Symposium on Chemistry and Pharmacology of Natural Products, Rio de Janeiro, Dec. 10-14, 1989.
Resumo: Aqueous solutions of the molluscicidal latex of Euphorbia splendens are irritant to the rabbit eye in concentrations higher than 0.35% and to the rabbit skin in concentrations higher than 0.5%. Although this irritant potential does not proclude its use as a molluscicide, special precautions are recommended for hanbdling and application of the product and the hazard of skin tumor-promoting potencial should be carefully investigated before its use for schistosomiasis vector control.
Descritores: Conjuntivite/induzido quimicamente
Dermatite de Contato/etnologia
Edema/induzido quimicamente
Eritema/induzido quimicamente
-Látex/toxicidade
Moluscocidas/toxicidade
Limites: Animais
Coelhos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-915131
Autor: Neira, Laura Fernanda; Mantilla, Julio Cesar; Stashenko, Elena; Escobar, Patricia.
Título: Toxicidad, genotoxicidad y actividad anti-Leishmania de aceites esenciales obtenidos de cuatro (4) quimiotipos del género Lippia / Toxicity, genotoxicity and anti-Leishmania activity of essential oils obtained of four chemotypes of Lippia genus
Fonte: Bol. latinoam. Caribe plantas med. aromát;17(1):68-83, ene. 2018. ilus, tab.
Idioma: es.
Projeto: Patrimonio Autónomo Fondo Nacional de Financiamiento para la Ciencia la Tecnología y la Innovación Francisco José de Caldas; . Universidad Industrial de Santander. RC-0572; RC-687-2014.
Resumo: Los aceites esenciales (AEs), pertenecientes al género Lippia, son candidatos interesantes de formulaciones tópicas en el tratamiento de la leishmaniasis cutánea (LC). El objetivo de este trabajo fue determinar el perfil toxicológico y la actividad anti-Leishmania de AEs obtenidos de plantas colombianas del género Lippia. Ratones BALB/c fueron tratados tópica u oralmente con AEs obtenidos de L. alba quimiotipo citral (AE1) y de L. origanoides quimiotipos timol (AE2), carvacrol (AE3) y felandreno (AE4). El efecto del tratamiento en la irritación de la piel, la toxicidad aguda oral, la genotoxicidad (prueba cometa y micronúcleos), los cambios en la función hepática y renal, la inducción de reacción de hipersensibilidad de contacto y en la actividad contra L. (V) panamensis y L. (V.) braziliensis fueron determinados. Todos los AEs presentaron un perfil toxicológico similar a los parámetros normales, exceptuando los aceites AE2 y AE3 los cuales fueron irritantes y presentaron algunos signos de toxicidad aguda oral al ser utilizados en altas concentraciones (concentraciones bajas no fueron tóxicas). El AE2 mostró actividad antiparasitaria en las formas parasitarias evaluadas. Concentraciones bajas de los AEs podrían utilizarse de forma segura como componentes de formulaciones farmacológicas en LC.

Essential oils (EOs) belonging to the genus Lippia are interesting candidates in pharmaceutical systems for cutaneous leishmaniasis (CL). The aim of this work was to determine both toxicological and antileishmanial activities of EOs obtained from different species of Lippia, a widely distributed Colombian plants. BALB/c mice were treated topically or orally with EOs obtained from L. alba citral chemotype (EO1) and L. origanoides thymol (EO2), carvacrol (EO3) and phellandrene (EO4) chemotypes. The skin irritation, oral acute toxicity, genotoxicity (comet assay and micronucleus test), liver and renal adverse effects, All the EOs showed a toxicological profile similar to the normal parameters, except for oils EO2 and EO3 which were irritant and showed some signs of acute oral toxicity at high concentrations (low concentration were safe). The EO2 showed antiparasitic activity. Low concentrations of the EO could be used safely as components of pharmacological formulations in CL.
Descritores: Óleos Voláteis/farmacologia
Leishmaniose Cutânea/tratamento farmacológico
Lippia/química
Leishmania/efeitos dos fármacos
Antiprotozoários/farmacologia
-Óleos Voláteis/efeitos adversos
Colômbia
Ensaio Cometa
Dermatite de Contato/etiologia
Genotoxicidade
Camundongos Endogâmicos BALB C
Antiprotozoários/efeitos adversos
Limites: Animais
Feminino
Camundongos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  6 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-759526
Autor: Watanabe, Alexandra Sayuri.
Título: Conhecendo outros usos do inibidor de calcineurina / Knowing the other uses for calcineurin inhibitor
Fonte: RBM rev. bras. med;72(n.esp.g1), mar. 2015.
Idioma: pt.
Descritores: Lúpus Vulgar
Dermatite Atópica
Dermatite de Contato
Dermatite Seborreica
Líquen Plano
Psoríase
Rosácea
Vitiligo
Limites: Criança
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-594870
Autor: Franzon, Paula Guiomar Ubirajara; Gon, Airton dos Santos.
Título: Dermatite de contato por tatuagens temporárias de henna / Contact dermatitis after temporary henna tattoos
Fonte: RBM rev. bras. med;68(supl.2), jun. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: A henna é um corante natural, bastante utilizado em tatuagens temporárias, que raramente causa reações alérgicas. Porém, a adição de compostos químicos, como a parafenilenodiamina, pode desencadear reações adversas locais, como dermatite alérgica de contato, hipopigmentação ou hiperpigmentação. A população deve ser orientada quanto aos riscos a curto e a longo prazo desta prática.
Descritores: Dermatite de Contato/complicações
Dermatite de Contato/etiologia
Tatuagem/efeitos adversos
Tatuagem
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  8 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-895417
Autor: Oliveira, Carlos Alberto; Silva, Antonio Ozemir Fialho; Cerqueira, Valíria D; Scofield, Alessandra; Almeida, Milton Begeres; Riet-Correa, Franklin; Felippe-Bauer, Maria L; Riet-Correa, Gabriela.
Título: Allergic dermatitis caused by Culicoides in Texel sheep in the state of Pará, Brazil / Dermatite alérgica causada por Culicoides em ovinos Texel no estado do Pará
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;37(4):301-306, Apr. 2017. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Allergic dermatitis was studied at a farm located in the municipality of Castanhal in the state of Pará, Brazil, from December 2009 to December 2012. Clinical and epidemiological data were obtained during monthly visits to the farm. Skin biopsies were performed for histopathological examinations, and insects were captured with Centers for Disease Control and Prevention (CDC) traps and live-bait entomological vacuum devices. The property housed a herd of both genders, with 45 Santa Inês sheep of different ages and 72 Texel adults. Of the 72 Texel sheep, 56 were affected. Of these, 24 exhibited alopecia, erythema, edema, and crust in the ears, on top of the head, and less often, around the eyes. In addition to the lesions described above, 14 animals exhibited hyperpigmentation of the ears and/or around the eyes and crust in the nose. Another 18 animals exhibited chronic lesions characterized by deformed and thickened ears, alopecia with hyperpigmentation, and in most cases, secondary bacterial infections with abscesses and/or myiasis. Some of these animals had lost part of their ears. Histologically, the lesions were characterized as orthokeratotic hyperkeratosis, acanthosis, vacuolization, and necrosis of epidermal cells. An inflammatory infiltrate was present in the dermis, which was composed mainly of eosinophils and macrophages, some lymphocytes and mast cells, and few neutrophils, in addition to edema and collagen deposition. The Santa Inês sheep were not affected. Among the captured insects, 294 specimens of Culicoides (Hoffmania) plaumanni Spinelli, 57 specimens of C. (Hoffmania) insignis Lutz, and 27 specimens of other Culicoides species were identified. We conclude that C. plaumanni, C. insignis, and possibly other Culicoides species are involved in the etiology of allergic dermatitis in Texel sheep in the state of Pará. Santa Inês sheep in the same region and under the same conditions were not affected, which suggests lower susceptibility of these animals.(AU)

A doença foi estudada em uma propriedade localizada no município de Castanhal, Pará, no período de dezembro de 2009 a dezembro de 2012. A propriedade possuía um plantel de 117 ovinos, 45 da raça Santa Inês e 72 Texel. Dos 72 ovinos da raça Texel, 56 estavam afetados. Os principais sinais clínicos observados foram alopecia, eritema, edema, hiperpigmentação e crostas nas orelhas, parte superior da cabeça e ao redor dos olhos. Em alguns animais as orelhas estavam deformadas, espessadas e com abscessos e/ou miíase. Histologicamente, as lesões caracterizavam-se por hiperqueratose ortoqueratótica, acantose, vacuolização e necrose das células da epiderme. Na derme havia infiltrado inflamatório composto principalmente por eosinófilos e macrófagos, edema e deposição de colágeno. Entre os insetos capturados foram identificados 294 exemplares de Culicoides (Hoffmania) plaumanni Spinelli, 57 de Culicoides (Hoffmania) insignis Lutz e 27 exemplares pertencentes a outras espécies de Culicoides. Conclui-se que C. plaumanni, C. insignis e, possivelmente, outras espécies de Culicoides estejam envolvidos na etiologia da dermatite alérgica nos ovinos da raça Texel no estado do Pará. Ovinos da raça Santa Inês que se encontravam na mesma área e nas mesmas condições não foram afetados, sugerindo menor susceptibilidade.(AU)
Descritores: Ovinos
Ceratopogonidae
Dermatite de Contato/veterinária
Suscetibilidade a Doenças/veterinária
-Estações do Ano
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-775895
Autor: Kaddourah, Samar Mohamed El Harati; Costa, Fernando Augusto Alves da; Fábrega, Julianna Ferreira; Rabello, Larissa Vazquez de Araújo.
Título: Relação entre a ocorrência de dermatite de contato irritativa e o uso dos equipamentos de proteção individual / Relationship between the occurrence of irritant contact dermatitis and the use of personal protective equipment
Fonte: Rev. bras. med. trab;13(2), abr.-jun. 2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Contexto: Estudos epidemiológicos em Dermatite Ocupacional e uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) no Brasil são raros porque não há notificação obrigatória dessa doença. Estima-se que existam casos de subdiagnóstico, pois muitos trabalhadores não procuram o serviço de saúde temendo a perda do emprego e, além disso, o mau uso de EPIs decorrente de dermatite pode expor o trabalhador à fatores agressores presentes em sua atividade profissional. Objetivos: Verificar a relação entre a ocorrência da dermatite de contato irritativa e o uso dos EPIs, identificando fatores de risco e medidas adotadas. Métodos: Foram selecionados 100 trabalhadores, no período de julho a dezembro de 2013, que utilizam diariamente EPIs para suas atividades profissionais e que foram encaminhados ao ambulatório da empresa INMETRA. Todos foram convidados a preencher um questionário sobre lesões de pele e EPIs. Resultados: De acordo com os dados obtidos, nota-se que a incidência de dermatites é 27%, a doença atinge principalmente mulheres (p<0,001), acomete principalmente mãos (96,3%) e não se correlaciona ao compartilhamento de EPIs entre colegas, mas sim ao uso prolongado na jornada de trabalho (p<0,002) e uso por mais de 1 dia (p<0,044). Conclusões: Este estudo nos fez refletir sobre a importância da propagação do conhecimento sobre a dermatite de contato irritativa (DCI) junto aos trabalhadores, quanto a orientação correta sobre o diagnóstico e medidas a serem tomadas para o tratamento e ainda a avaliação de um EPI adequado para as pessoas acometidas pela doença.

Context: Epidemiological studies in Occupational Dermatitis and use of Personal Protective Equipment (PPE) in Brazil are rare because there is no mandatory reporting of this disease. There are some cases of underdiagnosis because many workers do not seek health services fearing to lose their jobs and, moreover, the misuse of PPE due to dermatitis may expose the employee to the aggressive factors present in their professional activity is estimated. Objectives: To investigate the relationship between the occurrence of irritant contact dermatitis and use of PPE, identifying all the risk factors and measures adopted. Methods: There were selected 100 workers in the period from July to December 2013 using PPE for their daily professional activities, that were referred to the outpatient clinic of the company INMETRA. All of them were asked to complete a questionnaire about skin lesions and PPE. Results: According to the data obtained, we noted that the incidence of dermatitis is 27%, mainly affects women (p<0.001), mainly affects the hands (96.3%) and does not correlate to the IPE sharing between colleagues, but the prolonged use of working hours (p<0.002) and the use for more than 1 day (p<0.044). Conclusions: This study made us reflect on the importance of spreading knowledge about the DCI with the workers, as the correct guidance on the diagnosis and measures to be taken for treatment and further evaluation of PPE suitable for people affected by disease.
Descritores: Equipamentos de Proteção
Saúde do Trabalhador
Dermatite Irritante
Dermatite Ocupacional
Dermatite de Contato/prevenção & controle
-Fatores de Risco
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 172 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-869703
Autor: Amaro B., Patricio; Alberdi S., Mirentxu; Amaro S., Felipe; Ahumada B., Macarena.
Título: Dermatosis por neblina ácida: a propósito de un caso / Dermatosis be caused by exposure to acid mist: a case report
Fonte: Rev. chil. dermatol;31(4):379-382, 2015. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Las dermatosis laborales son patologías frecuentes en la práctica clínica y producen un problema importante en la salud de los pacientes, siendo la dermatitis de contacto ocupacional la más frecuente. A continuación presentamos el caso clínico de un trabajador de la minería expuesto en su ambiente laboral a un aerosol ácido, llamado neblina ácida, presentando una hipopigmentación post inflamatoria secundaria a la exposición a éste. Tanto el proceso diagnóstico, como la prevención de las dermatitis de contacto laboral, debe ser un proceso riguroso, ya que su pronóstico es variable, incluso cuando se logre evitar la exposición al agente causal.

Work-related dermatoses are frequent pathologies in the clinical practice and produce a major health- problem, being the occupational contact dermatitis the most frequent disease. We study the case of a mining worker exposed in his work enviroment to an acid aerosol, called acid mist, presenting a post inflammatory hypopigmentation after the exposure to this acid. The diagnosis process, as well as the prevention of occupational contact dermatitis must be rigorous, since their prognosis is variable, despite of avoiding the exposure to the causative agent.
Descritores: Poluentes Ocupacionais do Ar/efeitos adversos
Dermatite de Contato/complicações
Hipopigmentação/diagnóstico
Hipopigmentação/etiologia
Hipopigmentação/patologia
-Exposição Ocupacional/efeitos adversos
Hipopigmentação
Hidroquinonas/uso terapêutico
Limites: Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central



página 1 de 18 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde