Base de dados : LILACS
Pesquisa : C17.800.329.937.122 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 365 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 37 ir para página                         

  1 / 365 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1149829
Autor: Núñez-Garces, Marta; Sánchez-Gayango, Agustín; Romero-Pérez, Cristina.
Título: Alopecia reversible secundaria a metilfenidato OROS / Reversible Alopecia Secondary to OROS Methylphenidate
Fonte: Rev. colomb. psiquiatr;49(3):208-210, jul.-set. 2020.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN Introducción: El TDAH tiene una prevalencia del 1-4% de la población escolar española. Su tratamiento se realiza con derivados anfetamínicos y, recientemente, con fármacos no esti mulantes; los estudios realizados no han encontrado diferencias de eficacia. Caso clínico: Niña de 7 arios llegó derivada desde neurología por retraso en el aprendizaje y trastornos de conducta. Orientada como TDAH, se inició tratamiento con metilfenidato de liberación inmediata y posteriormente con la fórmula OROS; apareció alopecia areata y se retiró el tratamiento. Tras la reintroducción de metilfenidato de liberación modificada 30:70, se consiguió controlar los síntomas sin que apareciera alopecia. Discusión: Hay antecedentes publicados de 2 casos de alopecia areata con metilfenidato OROS, que se resolvieron tras el aumento de dosis del fármaco, aunque no se conoce clara mente el motivo de este suceso. No hay consenso sobre el uso prioritario de la fórmula de liberación inmediata o la fórmula OROS del metilfenidato.

ABSTRACT Introduction: Attention deficit hyperactivity disorder has a prevalence of 1-4% of the Spanish school population. Its treatment consists of giving amphetamine derivatives and, recently, non-stimulant drugs, without finding any differences in efficacy in the studies performed. Clinical case: A 7-year-old girl was referred from neurology due to learning delay and behaviour disorders. Diagnosed as likely ADHD, treatment was started with immediate release methylphenidate, and later with an osmotic release oral system (OROS) methylphenidate. When alopecia areata appeared, this treatment was withdrawn. After the re-introduction of modified release methylphenidate 30:70, symptom control was achieved without the appearance of alopecia. Discussion: There is a published history of two cases of alopecia areata with OROS methylp henidate that resolved after increasing the dose of the drug without clearly knowing the reason for this event. There is no consensus on the priority use of the immediate release formula or the OROS methylphenidate.
Descritores: Alopecia
Metilfenidato
-Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade
Preparações Farmacêuticas
Alopecia em Áreas
Dosagem
Limites: Humanos
Feminino
Criança
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CO78 - Asociación Colombiana de Psiquiatría


  2 / 365 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1255408
Autor: De Assis, Paulo Roberto Gnecco Rodrigues; Dantas, Lidia Vieira.
Título: Tratamento de alopecia androgenética masculina com drug delivery por microagulhamento / Treatment of male androgenetic alopecia with drug delivery by microneedling
Fonte: Fisioter. Bras;19(4):546-554, Sept. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: A alopecia é um problema comum com importante impacto negativo na qualidade de vida de seus portadores. Devido í ausência de uma terapia totalmente eficaz para o tratamento de alopecia, o microagulhamento surge como uma promissora e efetiva alternativa para esta disfunção. O objetivo deste trabalho foi apresentar um protocolo de tratamento eficaz para tratar a alopecia androgenética a curto e médio prazo bem como expor a autopercepção do paciente através de análise subjetiva em relação ao tratamento realizado. Paciente do sexo masculino, com alopécia androgenética foi tratado com 6 sessões de microagulhamento associado í mescla manipulada estéril de ativo. Houve melhora de 75% em relação ao crescimento capilar e coloração dos fios e em relação a espessura dos fios observou-se melhora de 50%. O protocolo apresentado neste trabalho mostrou-se seguro, rápido e eficaz para a terapia de crescimento capilar a curto e médio prazo, pois os resultados se mantiveram por um perí­odo de 5 meses pós o termino do tratamento. (AU)

Alopecia is a common disorder with a significant negative impact on the quality of life of patients. Due to the absence of a totally effective therapy for the treatment of alopecia, microneedle appears as a promising and effective alternative for this dysfunction. The objective of this study was to present an effective treatment to treat androgenetic alopecia in the short and medium term as well as to expose the patient self-perception through subjective analysis in relation to the treatment. A male patient with androgenetic alopecia was treated with 6 microneedle sessions associated with the sterile manipulated blend of active material. We observed an improvement of 75% in relation to hair growth and yarn staining and, in relation to the yarn thickness, a 50% improvement was observed. The protocol presented in this study proved to be safe, fast and effective for capillary growth therapy in the short and medium term because the results were maintained for a period of 5 months after the end of the treatment. (AU)
Descritores: Alopecia
Agulhamento Seco
-Sistemas de Liberação de Medicamentos
Cabelo
Limites: Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1561.1 - Biblioteca Virtual AMMG


  3 / 365 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1095986
Autor: Nascimento, Amanda Sibélle Mendonça; Nobre, Iago Correia; Lima, Maria de Fátima de Souza; Arruda, Eder Ferreira de; Volpáti, Natasha Varjão.
Título: Câncer infantojuvenil: perfil dos pacientes atendidos na unidade de alta complexidade em oncologia (Unacon) em Rio Branco - Acre, Brasil, no ano de 2017 / Child and youth cancer: profile of patients seen at the oncology high complexity unit (Unacon) in Rio Branco - Acre, Brazil, in 2017
Fonte: Arq. ciências saúde UNIPAR;24(1):35-39, jan-abr. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: O câncer infanto-juvenil corresponde a um grupo de várias doenças que têm em comum a proliferação descontrolada de células anormais e que pode ocorrer em qualquer órgão em fase de desenvolvimento. Assim, o objetivo deste estudo foi descrever o perfil clínico e epidemiológico de crianças e adolescentes atendidos na UNACON durante o ano de 2017. Trata-se de um estudo descritivo, de corte transversal, desenvolvido a partir da análise de 20 prontuários de crianças e adolescentes com câncer. Foram coletados dados sobre as características sociodemográficas e clínicas-epidemiológicas dos pacientes. Os dados foram digitados, revisados e analisados no programa estatístico SPSS, na versão 21.0. Foram calculadas as frequências e a média das variáveis de interesse. Observou-se que a maioria dos pacientes tinha de um a três anos (45,0%), era do sexo masculino (60,0%), pardos (70,0%), com renda familiar de até um salário mínimo (60,0%) e metade procedia do interior do estado (50,0%), sendo o tipo de câncer mais diagnosticado a leucemia linfoide aguda (45,0%) e o principal tratamento utilizado a quimioterapia (95,0%), causando principalmente alopecia (100%), algia (100%), náuseas (65,0%), palidez (40,0%) e febre (25,0%) nos pacientes. Foi possível concluir que conhecer o perfil pode contribuir para a tomada de decisões da equipe gestora e profissionais de saúde da unidade no estabelecimento de medidas assistenciais aos pacientes, visando um atendimento mais humanizado, voltado para as necessidades sociodemográficas e levando em consideração as características clínicas-epidemiológicas desse grupo populacional.

Child and youth cancer corresponds to a group of several diseases that have in common the uncontrolled proliferation of abnormal cells and that can occur in any organ during the development phase. Thus, the purpose of this study was to describe the clinical and epidemiological profile of children and adolescents cared at UNACON during 2017. It is a descriptive, cross-sectional study developed from the analysis of 20 records of children and adolescents with cancer. Data on the sociodemographic and clinical-epidemiological characteristics of the patients were collected. The data were entered, reviewed and analyzed using the SPSS statistical program, version 21.0. The frequencies and the average of the variables of interest were calculated. It could be observed that the majority of patients were aged between one and three years (45.0%), male (60.0%), brown (70.0%), with a family income of up to one minimum wage (60.0%) and half (50.0%) came from the interior of the state, with acute lymphoid leukemia (45.0%) being the most frequent diagnosis, and chemotherapy (95.0%) the most frequent treatment used, causing mainly alopecia (100%), pain (100%), nausea (65.0%), pallor (40.0%) and fever (25.0%) in patients. It was possible to conclude that knowing the profile can contribute to the decision-making of the management team and health professionals at the health facility in the establishment of care measures for patients, aiming at a more humanized care, focused on sociodemographic needs and taking into account the clinical-epidemiological characteristics of this population group.
Descritores: Perfil de Saúde
Neoplasias
-Terapêutica
Leucemia/prevenção & controle
Registros Médicos
Diagnóstico
Tratamento Farmacológico
Alopecia/tratamento farmacológico
Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde
Oncologia
Náusea/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  4 / 365 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1247975
Autor: Medeiros, Ana Carolina Tardin Rodrigues de; Queiroz, Marina Vieira Rodrigues de; Machado, Camila Pedruzze; Gomes, Lucas Spelta; Sassine, Ingrid Zon; Sarmenghi, Karina Demoner de Abreu; Miranda, Paulo Bittencourt.
Título: Perfil clínico, histopatológico e tricoscópico da alopecia frontal fibrosante: estudo retrospectivo de casos de um serviço de referência de dermatologia / Clinical, histopathological and trichoscopic of frontal alopecia fibrosing: retrospective study of cases of a service of dermatology reference
Fonte: Diagn. tratamento;26(1):16-20, jan.-mar. 2021.
Idioma: pt.
Resumo: Contexto: Alopecia frontal fibrosante (AFF) é uma alopecia cicatricial que acomete a região frontotemporal, e predomina em mulheres pós-menopausadas. Objetivo: Descrever o perfil clínico, histopatológico e tricoscópico de pacientes com diagnóstico de AFF. Desenho e local: Estudo de coorte retrospectivo observacional que foi desenvolvido no ambulatório de tricologia do departamento de dermatologia do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Vitória, Vitória (ES), Brasil. Métodos: O estudo foi realizado por meio da análise de prontuários e de revisão histopatológica de pacientes com diagnóstico de AFF atendidos entre 1 de março de 2019 a 29 de fevereiro de 2020. Resultados: No período, 17 pacientes do sexo feminino foram diagnosticadas com AFF, 76,5% delas na pós-menopausa. Todas apresentavam alopecia frontotemporal e madarose. À tricoscopia, ausência de pelos velus, aberturas foliculares reduzidas, hiperceratose folicular e eritema perifolicular foram encontrados na maioria dos casos. Todas as biópsias mostraram aspectos microscópicos compatíveis com AFF. O tratamento mais utilizado foi tacrolimo 0,1%. Discussão: A patogênese da AFF ainda não é compreendida. A associação com doenças autoimunes sugere a influência da imunidade no quadro. A tricoscopia é uma ferramenta de fácil acesso e não invasiva que pode auxiliar no diagnóstico. Histopatologicamente a AFF é indistinguível do líquen plano pilar. O tratamento objetiva reduzir a inflamação e retardar a progressão da doença. Conclusões: Embora apresentações clínicas e tricoscópicas tenham sido descritas ao longo dos anos, a patogênese, a histologia e os tratamentos eficazes para AFF ainda são debatidos. O reconhecimento e o tratamento precoce da doença permitiriam a redução da progressão da doença.
Descritores: Estudos Epidemiológicos
Dermoscopia
Alopecia
Doenças do Cabelo
Líquen Plano
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  5 / 365 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1141414
Autor: Loza, Candela Agustina; Medina, Milagros.
Título: Cascos fríos para la prevención de alopecia inducida por quimioterápicos / Cold caps for the prevention of chemotherapy-induced alopecia
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;23(4):e002101, 2020. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Uno de los efectos adversos que generan mayor impacto psicosocial en los pacientes que se someten a quimioterapia es la pérdida de cabello. El uso de los cascos fríos podría representar una alternativa para prevenir la alopecia. Estos dispositivos producen vasoconstricción en los vasos sanguíneos del cuero cabelludo provocando que los quimioterápicos lleguen en menores concentraciones a los folículos pilosos, y por consiguiente, evitando que los citotóxicos alcancen el metabolismo de las células foliculares. Se propone que este proceso permita prevenir la alopecia, aunque existe una preocupación que es la posibilidad de metástasis en cuero cabelludo si la quimioterapia no llega a este tejido. Partiendo de la consulta de una paciente con diagnóstico reciente de cáncer de mama, surge el interrogante si en pacientes en tratamiento con quimioterapia el uso de cascos fríos en comparación con su no utilización, disminuye la caída del cabello y si aumenta el riesgo de metástasis en cuero cabelludo. Luego de realizar una búsqueda, se analizaron los resultados de tres artículos pertinentes. Se concluye que el uso de cascos fríos en pacientes que reciben quimioterapia representaría una opción válida para prevenir la alopecia sin indicios de problemas de seguridad y se realiza una reseña acerca de la disponibilidad de los cascos fríos en Argentina. (AU)

One of the adverse effects that generate greater psychosocial impact in patients undergoing chemotherapy is hair loss. The use of cold caps could represent an alternative to prevent alopecia. These devices produce vasoconstriction in the blood vessels of the scalp, causing chemotherapeutic agents to reach the hair follicles in lower concentrations, and there forepreventing toxins from being metabolized by the follicular cells. Thus, alopecia could be prevented but, there is a concern that is the possibility of metastasis to the scalp if the therapy does not reach this tissue. Based on a consultation of a patient recently diagnosed with breast cancer, the question arises whether in patients undergoing chemotherapy the useof cold caps compared to their non-use reduces hair loss and whether it in creases the risk of metastasis to the scalp. After performing a search, the results of three relevant articles were analyzed. It is concluded that the use of cold helmets in patients receiving chemotherapy would represent a valid option to prevent alopecia without indications of safety problems. Finally, a review is made about the availability of scalp-cooling devices in Argentina.
Descritores: Alopecia/prevenção & controle
Dispositivos de Proteção da Cabeça
Hipotermia Induzida/instrumentação
-Argentina
Couro Cabeludo
Neoplasias da Mama/complicações
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
Alopecia/induzido quimicamente
Revisões Sistemáticas como Assunto
Metástase Neoplásica
Antineoplásicos/efeitos adversos
Antineoplásicos/toxicidade
Antineoplásicos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  6 / 365 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1242631
Autor: Voci, Francisco de.
Título: Alopecia androgenetica (AAG) / Alopecia androgenic.
Fonte: s.l; s.n; Abr. 2003. 3 p. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Alopecia/cirurgia
Alopecia/diagnóstico
Alopecia/fisiopatologia
Alopecia/genética
Alopecia/terapia
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Ensaio Clínico
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação Luiza Keffer
[{"text": "BR191.1", "_a": "01075/f"}]


  7 / 365 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1241327
Autor: Gayoso, Carla Wanderley.
Título: Estudo das unhas: análise comparativa da literatura especializada com exame prático em relação à psoríase, alopécia areata e hanseníase / ?.
Fonte: São Paulo; s.n; 2001. xxxvi,231 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Master.
Resumo: As unhas das mãos e dos pés de 130 doentes portadores de psoríase, alopécia areata e hanseníase foram estudadas meticulosamente. Os doentes foram avaliados no ambulatório do Hospital das Clínicas (HC), da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e na clínica privada, no decorrer de 1998, 1999 e 2000. De um modo geral, a faixa etária mais acometida foi a de 31-60 anos. Faz exceção a alopécia areata, cujos doentes tinham mais freqüentemente 11-30 anos de idade, ou seja, eram adolescentes e adultos jovens. Não se observou hanseníase na infância. No grupo de 0-10 anos, a psoríase foi de disposição periorificial. O sexo feminino foi mais acometido do que o masculino em todas as dermatoses desta amostragem. Na psoríase, o predomínio foi discreto, salvo nos doentes de 0-10 anos, representados somente por homens. Na alopécia areata, esse predomínio foi de 60 porcento, tanto nas faixas etárias mais avançadas como nas crianças. Também os casos mais graves e extensos dessa dermatose se manifestaram no sexo feminino. Os indivíduos de cor negra foram os menos acometidos dessas dermatoses. Os brancos e pardos representaram 90 porcento de nossa amostragem. Retirou-se a importância das unhas no exame clínico, já que alterações nas mesmas foram vistas em metade dos pacientes. As alterações ungueais mais freqüentemente encontradas na psoríase foram: depressões puntiformes (31,92 porcento), onicólise (17,03 porcento) e hiperqueratose subungueal (8,53 porcento). Em relação aos tipos de psoríase, todos os pacientes que tiveram as formas de psoríase ungueal, artropática, eritrodérmica e palmo-plantar apresentaram alterações ungueais. A p.vulgar teve 63,16 porcento dessas alterações. Não foram observadas modificações ungueais na p. invertida. A alteração conhecida como "em gota de óleo", bastante sugestiva de psoríase, esteve presente em 2,22 porcento do estudo. 60 porcento dos doentes com alopécia areata não tinham alterações ungueais. Quando presentes, as mais freqüentes foram: depressões puntiformes (27,27 porcento), leuconíquia puntata (27,27 porcento) e sulcos de Beau (18,19 porcento). Nas formas mais graves dessa doença não foram vistas alterações ungueais. A maioria dos hansênicas (60 porcento) não apresentou alterações ungueais. Foram mais numerosas e variadas na hanseníase virchowiana (54,84 porcento) do que na hanseníase tuberculóide (21,05 porcento.
Descritores: Alopecia/diagnóstico
Hanseníase/diagnóstico
Psoríase/diagnóstico
Unhas/patologia
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação Luiza Keffer
[{"text": "BR191.1", "_a": "WC335.102.30", "_b": "G257e"}]


  8 / 365 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-516512
Autor: Kontos, Jorge.
Título: Tratamiento de la alopecia androgenética / Treatment of androgenetic alopecia
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;11(4):120-122, jul.-ago. 2008. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La alopecia es un motivo de preocupación muy frecuente en hombres y mujeres. Desde hace muchos años se ha intentado encontrar, con escaso éxito, un tratamiento eficaz. Este artículo describe las causas y las formas de detectarlas a través del interrogatorio y el examen físico, para poder emplear con seguridad los mejores tratamientos disponibles para el tratamiento de la alopecia androgenética: minoxidil tópico y finasteride oral.
Descritores: Alopecia/diagnóstico
Alopecia/tratamento farmacológico
Alopecia/terapia
Doenças do Cabelo
Doenças do Cabelo/etiologia
Finasterida/administração & dosagem
Minoxidil/administração & dosagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  9 / 365 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-787364
Autor: Salomão, Rubens Paulo Araújo; Pedroso, José Luiz; Gama, Maria Thereza Drumond; Dutra, Lívia Almeida; Maciel, Ricardo Horta; Godeiro-Junior, Clécio; Chien, Hsin Fen; Teive, Hélio A G; Cardoso, Francisco; Barsottini, Orlando G P.
Título: A diagnostic approach for neurodegeneration with brain iron accumulation: clinical features, genetics and brain imaging / Uma orientação diagnóstica para neurodegeneração com acúmulo cerebral de ferro: aspectos clínicos, genéticos e de neuroimagem
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;74(7):587-596tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Neurodegeneration with brain iron accumulation (NBIA) represents a heterogeneous and complex group of inherited neurodegenerative diseases, characterized by excessive iron accumulation, particularly in the basal ganglia. Common clinical features of NBIA include movement disorders, particularly parkinsonism and dystonia, cognitive dysfunction, pyramidal signs, and retinal abnormalities. The forms of NBIA described to date include pantothenase kinase-associated neurodegeneration (PKAN), phospholipase A2 associated neurodegeneration (PLAN), neuroferritinopathy, aceruloplasminemia, beta-propeller protein-associated neurodegeneration (BPAN), Kufor-Rakeb syndrome, mitochondrial membrane protein-associated neurodegeneration (MPAN), fatty acid hydroxylase-associated neurodegeneration (FAHN), coenzyme A synthase protein-associated neurodegeneration (CoPAN) and Woodhouse-Sakati syndrome. This review is a diagnostic approach for NBIA cases, from clinical features and brain imaging findings to the genetic etiology.

RESUMO A neurodegeneração com acúmulo cerebral de ferro (sigla em inglês NBIA) representa um grupo heterogêneo e complexo de doenças neurodegenerativas hereditárias, caracterizada pelo acúmulo cerebral de ferro, especialmente nos núcleos da base. O quadro clínico das NBIAs em geral inclui distúrbios do movimento, particularmente parkinsonismo e distonia, disfunção cognitiva, sinais piramidais e anormalidades da retina. As formas de NBIA descritas até o momento incluem neurodegeneração associada a pantothenase kinase (PKAN), neurodegeneração associada a phospholipase A2 (PLAN), neuroferritinopatia, aceruloplasminemia, neurodegeneração associada a beta-propeller protein (BPAN), síndrome de Kufor-Rakeb, neurodegeneração associada a mitochondrial membrane protein (MPAN), neurodegeneração associada a “fatty acid hydroxylase” (FAHN), neurodegeneração associada a coenzyme A synthase protein (CoPAN) e síndrome de Woodhouse-Sakati. Esta revisão é uma orientação para o diagnóstico das NBIAs, partindo das características clínicas e achados de neuroimagem, até a etiologia genética.
Descritores: Distrofias Neuroaxonais/genética
Distrofias Neuroaxonais/diagnóstico por imagem
Distúrbios do Metabolismo do Ferro/genética
Distúrbios do Metabolismo do Ferro/diagnóstico por imagem
Neuroimagem/métodos
Mutação
-Arritmias Cardíacas/genética
Arritmias Cardíacas/diagnóstico por imagem
Doenças dos Gânglios da Base/genética
Doenças dos Gânglios da Base/diagnóstico por imagem
Ceruloplasmina/deficiência
Ceruloplasmina/genética
Coenzima A Ligases/genética
Transtornos Heredodegenerativos do Sistema Nervoso/genética
Transtornos Heredodegenerativos do Sistema Nervoso/diagnóstico por imagem
Diabetes Mellitus/genética
Diabetes Mellitus/diagnóstico por imagem
Alopecia/genética
Alopecia/diagnóstico por imagem
Hipogonadismo/genética
Hipogonadismo/diagnóstico por imagem
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 365 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-875701
Autor: Leite, José Otávio Batista; Pereira, Boscolli Barbosa.
Título: Doenças da pele relacionadas à poluição do ar: uma revisão sistemática / Skin diseases related to air pollution: a systematic review
Fonte: J. Health Biol. Sci. (Online);5(2):171-177, abr-jun /2017. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A poluição atmosférica compreende uma mistura complexa de diversos contaminantes particulados (fumaça de cigarro, gases de combustão veicular e compostos orgânicos voláteis, entre outros). Recentemente, algumas investigações revelaram a existência de associação direta entre a poluição atmosférica e as doenças de pele. Objetivos: Investigar e discutir aspectos relevantes no cenário da pesquisa epidemiológica que trata da relação entre a poluição atmosférica e as doenças de pele em humanos. Métodos: Foi realizada uma revisão sistemática da literatura científica nacional e internacional, que avaliou os artigos publicados na última década, que trataram de doenças de pele em humanos relacionadas à poluição atmosférica. Resultados: A presente revisão identificou 288 estudos que abordaram a temática, dos quais 34 atenderam aos critérios de inclusão previamente estabelecidos. Os resultados revelam que a exposição à fumaça de cigarro e às emissões veiculares está altamente associada com o desenvolvimento de várias doenças de pele, sendo o estresse oxidativo, com a participação de citocinas, a principal via inflamatória. Conclusão: Conclui-se que o controle da exposição ambiental é a principal forma de prevenção; e o tratamento das doenças de pele associadas à poluição atmosférica pode ser realizado por meio da utilização de drogas anti-inflamatórias e antioxidantes. (AU)

Introduction: Atmospheric pollution contains a complex mixture of various particulate contaminants (cigarette smoke, vehicular emissions, volatile organic compounds). Recently, several investigations have revealed the existence of a direct association between air pollution and skin diseases. Objectives: To investigate and discuss relevant aspects of the epidemiological research concern the relationship between air pollution and skin diseases in humans. Methods: A systematic review of national and international scientific literature was conducted, evaluating the articles published in the last decade, which tried to investigate skin diseases in humans in relation to air pollution. Results: This review identified 288 studies that addressed the theme of which 34 met the inclusion criteria previously established. Results show that exposure to cigarette smoke and vehicle emissions is highly associated with the development of various skin diseases, and oxidative stress, with the participation of cytokines is the main inflammatory pathway. Conclusion: environmental exposure control is the primary means of prevention and treatment of skin diseases associated to air pollution, something that can be accomplished through the use of anti-inflammatory and anti-oxidants drugs. (AU)
Descritores: Dermatite Atópica
Poluentes Atmosféricos
-Neoplasias Cutâneas
Estresse Oxidativo
Alopecia
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1780.2



página 1 de 37 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde