Base de dados : LILACS
Pesquisa : C17.800.859.475.560 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 217 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 22 ir para página                         

  1 / 217 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1045631
Autor: Kucukkolbasi, H; Kucukkolbasi, S; Ayyildiz, HF; Dursun, R; Kara, H.
Título: Evaluation of hbeta;D-1 and hbeta; D-2 levels in saliva of patients with oral mucosal diseases / Evaluación de los niveles de hbeta; D-1 y hbeta;D-2 en la Saliva de pacientes con enfermedades de la mucosa oral
Fonte: West Indian med. j;62(3):230-238, Mar. 2013. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: OBJECTIVE: This study aimed to determine a possible correlation between oral mucosal disease and salivary concentrations of the antimicrobial peptides human beta-defensin-1 (hβD-1) and human betadefensin- 2 (hβD-2). METHOD: The present work focussed on the establishment of a reversed phase-high performance liquid chromatography (RP-HPLC) procedure to quantify human beta-defensins (hβD-1 and hβD-2) in saliva samples of patients with oral diseases such as lichen planus (n = 10), Behçet (n = 10) and recurrent apthous stomatitis (n = 10). RESULTS: Linear calibration range for hβD-1 and hβD-2 defensins was 1.67−200 µg mL-1 and 3.13− 100 µg mL-1 with R2 values of 0.9998 and 0.996, correspondingly. The concentration of beta-defensins in saliva was determined by comparing the peak areas of eluted hβD-1 and hβD-2 with that of their standards. The variation of the amount of beta-defensins was evaluated by comparisons of the results obtained from the patients with oral mucosal diseases before and after treatments and the control subjects. The limit of detection (LOD) and limit of quantification (LOQ) were found to be 1.62 µg mL- 1 and 5.39 µg mL-1 for hβD-1 and 0.94 µg mL-1 and 3.13 µg mL-1 for hβD-2, respectively. CONCLUSION: The salivary beta-defensin concentration was significantly higher in patients with oral mucosal diseases than in healthy volunteers; furthermore, in patients with oral mucosal diseases, the concentration was significantly higher before treatment than after treatment.

OBJETIVO: Este estudio tuvo por objeto determinar una posible correlación entre la enfermedad de la mucosa oral y las concentraciones salivales de la beta-defensina humana 1 (hβD-1) y la beta-defensina humana 2 (hβD-2) de los péptidos antimicrobianos. MÉTODO: El presente trabajo estuvo encaminado al establecimiento de un procedimiento de cromatografía líquida de alta eficacia de fase reversa (RP-HPLC) para cuantificar las beta-defensinas humanas (hβD-1 y hβD-2) en muestras de saliva de pacientes con enfermedades orales como el liquen plano (n = 10), Behçet (n = 10), y la estomatitis aftosa recurrente (n = 10). RESULTADOS: El rango de calibración lineal de las defensinas hβD-1 y hβD-2 fue 1.67-200 µg mL-1 y 3.13-100 µg mL-1 con valores R2 de 0.9998 y 996, respectivamente. La concentración de beta-defensinas en la saliva se determinó utilizando el área de sus estándares. La variación de la cantidad de beta defensinas fue evaluada por comparaciones de los resultados obtenidos de los pacientes con enfermedades de la mucosa oral, antes y después de los tratamientos y los sujetos de control. Se halló que el límite de detección (LDD) y el límite de cuantificación (LDC) fueron 1.62 µg mL-1 y 5.39 µg mL- 1 para hβD-1 y 0.94 µg mL-1 y 3.13 µg mL-1 hβD-2, respectivamente. CONCLUSIÓN: La concentración de beta-defensina salival fue significativamente mayor en los pacientes con enfermedades de la mucosa oral que en los voluntarios sanos. Además, en pacientes con enfermedades de la mucosa oral, la concentración fue significativamente mayor antes del tratamiento que después del tratamiento.
Descritores: Saliva/química
Estomatite Aftosa/metabolismo
Síndrome de Behçet/metabolismo
beta-Defensinas/metabolismo
Líquen Plano/metabolismo
-Estomatite Aftosa/terapia
Biomarcadores/metabolismo
Estudos de Casos e Controles
Síndrome de Behçet/terapia
Cromatografia Líquida de Alta Pressão
Líquen Plano/terapia
Mucosa Bucal
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 217 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-785740
Autor: Oguz, Ural; Takci, Zennure; Oguz, Isil Deniz; Resorlu, Berkan; Balta, Ilknur; Unsal, Ali.
Título: Are patients with lichen planus really prone to urolithiasis? Lichen planus and urolithiasis
Fonte: Int. braz. j. urol;42(3):571-577tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Purpose to investigate whether patients with lichen planus (LP) are really prone to urolithiasis or not. Patients and Methods We performed a prospective analysis of 40 patients diagnosed with lichen planus (LP) (group I), and 40 volunteers did not have LP before (group II). Participants were all checked for urolithiasis by radiological investigations. Blood samples were analyzed for biochemistry parameters including calcium and uric acid. 24-h urine samples were analyzed to investigate oxalate, citrate calcium, uric acid, magnesium, sodium and creatinine. Results Men/women ratio and mean age were similar between group I and II (p>0.05). A presence or history of urolithiasis was detected in 8 (20%) and 2 (%5) patients in group I and II, respectively (p<0.05). Hypocitraturia was the most common anomaly with 35% (n:14) in group I. The rate of hypocitraturia in group II was 12.5% (n:5) and the difference was statistically significantly different (p=0.036). In group I, hyperuricosuria and hyperoxaluria followed with rates of 27.5% (n:11) and 25% (n:10), respectively. The rate of hyperuricosuria and hyperoxaluria were both 5% (n:2) in group II and the differences were significant (p<0.05). Hyperuricemia was another important finding in the patients with LP. It was detected in 13 (32.5%) patients in group I and in 1 (2.5%) participant in group II (p=0.001). Conclusion According to our results, metabolic disorders of urolithiasis were highly detected in the patients with LP. However, similar to the etiology of LP, the exact reasons for these metabolic abnormalities in LP remain a mystery.
Descritores: Urolitíase/etiologia
Líquen Plano/complicações
-Oxalatos/urina
Valores de Referência
Sódio/urina
Ácido Úrico/urina
Ácido Úrico/sangue
Estudos de Casos e Controles
Cálcio/sangue
Estudos Prospectivos
Fatores de Risco
Urinálise
Citrato de Cálcio/urina
Creatinina/urina
Urolitíase/urina
Líquen Plano/urina
Magnésio/urina
Doenças Metabólicas/complicações
Doenças Metabólicas/urina
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 217 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1247975
Autor: Medeiros, Ana Carolina Tardin Rodrigues de; Queiroz, Marina Vieira Rodrigues de; Machado, Camila Pedruzze; Gomes, Lucas Spelta; Sassine, Ingrid Zon; Sarmenghi, Karina Demoner de Abreu; Miranda, Paulo Bittencourt.
Título: Perfil clínico, histopatológico e tricoscópico da alopecia frontal fibrosante: estudo retrospectivo de casos de um serviço de referência de dermatologia / Clinical, histopathological and trichoscopic of frontal alopecia fibrosing: retrospective study of cases of a service of dermatology reference
Fonte: Diagn. tratamento;26(1):16-20, jan.-mar. 2021.
Idioma: pt.
Resumo: Contexto: Alopecia frontal fibrosante (AFF) é uma alopecia cicatricial que acomete a região frontotemporal, e predomina em mulheres pós-menopausadas. Objetivo: Descrever o perfil clínico, histopatológico e tricoscópico de pacientes com diagnóstico de AFF. Desenho e local: Estudo de coorte retrospectivo observacional que foi desenvolvido no ambulatório de tricologia do departamento de dermatologia do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Vitória, Vitória (ES), Brasil. Métodos: O estudo foi realizado por meio da análise de prontuários e de revisão histopatológica de pacientes com diagnóstico de AFF atendidos entre 1 de março de 2019 a 29 de fevereiro de 2020. Resultados: No período, 17 pacientes do sexo feminino foram diagnosticadas com AFF, 76,5% delas na pós-menopausa. Todas apresentavam alopecia frontotemporal e madarose. À tricoscopia, ausência de pelos velus, aberturas foliculares reduzidas, hiperceratose folicular e eritema perifolicular foram encontrados na maioria dos casos. Todas as biópsias mostraram aspectos microscópicos compatíveis com AFF. O tratamento mais utilizado foi tacrolimo 0,1%. Discussão: A patogênese da AFF ainda não é compreendida. A associação com doenças autoimunes sugere a influência da imunidade no quadro. A tricoscopia é uma ferramenta de fácil acesso e não invasiva que pode auxiliar no diagnóstico. Histopatologicamente a AFF é indistinguível do líquen plano pilar. O tratamento objetiva reduzir a inflamação e retardar a progressão da doença. Conclusões: Embora apresentações clínicas e tricoscópicas tenham sido descritas ao longo dos anos, a patogênese, a histologia e os tratamentos eficazes para AFF ainda são debatidos. O reconhecimento e o tratamento precoce da doença permitiriam a redução da progressão da doença.
Descritores: Estudos Epidemiológicos
Dermoscopia
Alopecia
Doenças do Cabelo
Líquen Plano
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  4 / 217 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1239157
Autor: Achenbach, Ricardo; Jorge, Mariana; Schroh, Roberto G; Liturri, Maria; Corbella, M. Cristina.
Título: Anetodermia secundaria a una lepra tuberculoide polar / ?.
Fonte: s.l; s.n; 2002. 4 p. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Acne Vulgar/complicações
Anticorpos Antifosfolipídeos
Dermatopatias
Elastina/metabolismo
Gelatinases
Granuloma Anular/complicações
Hanseníase Tuberculoide/complicações
Hanseníase Virchowiana/complicações
Hanseníase/complicações
Líquen Plano/complicações
Lúpus Eritematoso Sistêmico/complicações
Mordeduras e Picadas de Insetos/complicações
Nevo Pigmentado/complicações
Prurigo/complicações
Sarcoidose/complicações
Sífilis/complicações
Síndrome Antifosfolipídica/complicações
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/complicações
Tecido Elástico/patologia
Tuberculose/complicações
Urticaria Pigmentosa/complicações
Varicela/complicações
Xantomatose/complicações
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação Luiza Keffer
[{"text": "BR191.1", "_a": "08739/s"}]


  5 / 217 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-896451
Autor: Carbonari, Augusto Pinke Cruz; Imada, Regina Rie; Nakamura, Romeu; Araki, Osvaldo; Cristina, Kelly; Balancin, Marcelo Luiz; Ibrahim, Roberto El.
Título: Esophageal lichen planus: An unusual cause of dysphagia in the elderly / Líquen plano esofágico: uma causa incomum de disfagia em idosos
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);64(3):214-216, Mar. 2018. graf.
Idioma: en.
Resumo: Summary An 82-year-old man sought our service with dysphagia and was referred for upper endoscopy with biopsies, which evidenced multiple ulcers of the esophagus and oropharinx. Histopathology confirmed the unusual diagnosis of esophageal lichen planus. The correct clinical suspicion of this disease can facilitate the diagnosis and guide specific treatment, which can drastically change the natural course of the disease.

Resumo Paciente do sexo masculino, de 82 anos, com disfagia, foi encaminhado para realização de endoscopia digestiva alta com biópsias, na qual foram evidenciadas múltiplas úlceras de esôfago e orofaringe. O estudo histopatológico confirmou o diagnóstico raro de líquen plano esofágico. A correta suspeita clínica dessa doença pode facilitar o diagnóstico e direcionar para um tratamento específico, o que pode drasticamente alterar o curso natural dessa comorbidade.
Descritores: Transtornos de Deglutição/etiologia
Transtornos de Deglutição/diagnóstico por imagem
Doenças do Esôfago/complicações
Líquen Plano/complicações
-Biópsia
Linfócitos T/patologia
Esofagoscopia
Células Epiteliais/patologia
Doenças do Esôfago/patologia
Doenças do Esôfago/diagnóstico por imagem
Líquen Plano/patologia
Líquen Plano/diagnóstico por imagem
Limites: Humanos
Masculino
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 217 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-838760
Autor: Dikci, Seyhan; Genç, Oğuzhan; Yılmaz, Turgut; Fırat, Penpe Gül.
Título: Bilateral retinal vasculitis in a patient with lichen planus / Vasculite retiniana bilateral em um paciente com líquen plano
Fonte: Arq. bras. oftalmol;79(6):402-403, Nov.-Dec. 2016. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Lichen planus (LP) is an autoimmune, inflammatory disease of unknown etiology that commonly affects the skin and mucous membranes. Retinal vasculitis is a group of vision-threatening disorders, in which autoimmunity is thought to play a role in pathogenesis. We present the case of a patient who was diagnosed with retinal vasculitis and who was followed up for mucosal LP. LP has not been reported as a cause of retinal vasculitis in the literature. We believe that the retinal vasculitis in this case was related to LP because cellular immunity plays a role in the pathogenesis of both entities.

RESUMO Líquen plano (LP) é uma doença auto-imune, inflamatória de etiologia desconhecida que normalmente afeta a pele e membranas mucosas. Vasculite retiniana engloba um grupo de doenças que ameaçam a visão em que a autoimunidade parece desempenhar um papel na sua patogênese. Apresentamos um caso que foi diagnosticado com vasculite da retina e que tinha sido acompanhado com LP de mucosa. LP não consta entre as causas de vasculite retiniana na literatura. Acreditamos que a vasculite da retina no nosso caso, foi relacionado com o LP considerando que a imunidade celular desempenha um papel na patogênese de ambas as entidades.
Descritores: Vasculite Retiniana/diagnóstico
Líquen Plano/diagnóstico
-Doenças Autoimunes/complicações
Angiofluoresceinografia
Vasculite Retiniana/etiologia
Vasculite Retiniana/patologia
Líquen Plano/complicações
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 217 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001314
Autor: Ventura-Abreu, Nestor; Fernández-Aceñero, Maria Jesus; Narváez-Palazón, Carlos; Romo-López, Angel.
Título: Brimonidine-induced unilateral ocular lichen planus: a case report / Líquen plano ocular unilateral induzido por brimonidina: relato de caso
Fonte: Arq. bras. oftalmol;82(3):236-238, May-June 2019. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT This report was written to describe a case of unilateral brimonidine-induced conjunctival lichen planus. Because the ophthalmic examination indicated chronic conjunctivitis or drug-induced pseudopemphigoid, the patient underwent thorough ophthalmic and systemic examinations, as well as conjunctival biopsy and direct immunofluorescence studies. A 71-year-old woman with unilateral left eye findings of chronic conjunctivitis was referred to our Ophthalmology Department. The patient reported that chronic conjunctivitis began shortly after she initiated use of topical brimonidine. Ophthalmic examination revealed foreshortening of the inferior fornix and symblepharon. Conjunctival biopsy revealed submucous lymphocytes and shaggy distribution of fibrinogen on direct immunofluorescence; this was suggestive of ocular lichen planus. No other systemic lesions were found that were consistent with the presentation of lichen planus. A good response was observed to topical cyclosporine treatment. To our knowledge, this may be the first report of unilateral ocular lichen planus without systemic findings. The correlation with the initiation of topical brimonidine suggests that this might be the first case of biopsy-confirmed brimonidine-induced ocular lichen planus.

RESUMO Este relato é para descrever um caso de líquen plano conjuntival unilateral induzido por brimonidina. Como o exame oftalmológico indicava conjuntivite crônica ou pseudopenfigóide induzido por medicamento, o paciente foi submetido a exames oftalmológicos e sistémicos completos, além de biópsia conjuntival e estudos de imunofluorescência direta. Uma mulher de 71 anos de idade com achados unilaterais do olho esquerdo de conjuntivite crônica foi encaminhada ao nosso departamento de Oftalmologia. A paciente relatou que a conjuntivite crônica começou logo após o início do uso da brimonidina tópica. O exame oftalmológico revelou encurtamento do fórnice inferior e do symblepharon. A biópsia conjuntival revelou linfócitos submucosos e distribuição felpuda de fibrinogênio na imunofluorescência direta; isso era sugestivo de líquen plano ocular. Não foram encontradas outras lesões sistêmicas compatíveis com a apresentação do líquen plano. Uma boa resposta foi observada no tratamento tópico com ciclosporina. Pelo nosso conhecimento, este pode ser o primeiro relato de líquen plano ocular unilateral sem achados sistêmicos. A correlação com o início da brimonidina tópica sugere que este pode ser o primeiro caso de líquen plano ocular induzido por brimonidina confirmado por biópsia.
Descritores: Doenças da Túnica Conjuntiva/induzido quimicamente
Tartarato de Brimonidina/efeitos adversos
Líquen Plano/induzido quimicamente
Anti-Hipertensivos/efeitos adversos
-Biópsia
Ciclosporina/uso terapêutico
Túnica Conjuntiva/patologia
Doenças da Túnica Conjuntiva/patologia
Doenças da Túnica Conjuntiva/tratamento farmacológico
Imunossupressores/uso terapêutico
Líquen Plano/patologia
Líquen Plano/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 217 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-587370
Autor: Junco, María; Escalaya, Glenda; Vicuña, Claudia; Sandoval, Betty; Espinoza, Hilda; Romero, Michael.
Título: Liquen plano pilaris lineal pigmentado de la cara en una mujer / Linear lichen planus pilaris pigmentosus of the face in a woman
Fonte: Folia dermatol. peru;21(1):40-44, ene.-abr. 2010. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El liquen plano pilaris lineal de la cara (LPPL) es una rara variante de liquen plano pilaris, caracterizado por presentar pápulas foliculares asintomáticas en una configuración lineal. Hay pocos casos reportados en hombres adultos y menos aún en mujeres. El liquen plano pigmentoso (LPP) es también una forma diferente del liquen plano clásico, con un curso clínico prolongado, se manifiesta con máculas marrones oscuras. Describimos un caso muy raro de liquen plano pilaris pigmentado con una distribución lineal en áreas del mentón y cuello en una paciente mujer.

Linear lichen planopilaris (LPPL) of the face is a rare variant of lichen planus pilaris, characterized by asymptomatic follicular papules in a linear configuration. There are few reported cases in adult men and even less in woman. Lichen planus pigmentosum is also a different presentation of classic lichen planus with a prolonged clinical course and dark brown macules. We describe a very rare case of LPPL pigmentosus with a linear distribution on the neck and chin in a female patient.
Descritores: Dermatoses Faciais
Líquen Plano
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  9 / 217 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-568208
Autor: Ramos, César; Bravo, Francisco.
Título: Liquen estriado / Lichen striatus
Fonte: Folia dermatol. peru;20(3):121-124, sept.-dic. 2009. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Líquen Plano
Líquen Plano/diagnóstico
Líquen Plano/etiologia
Líquen Plano/patologia
Líquen Plano/terapia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  10 / 217 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-537455
Autor: Ruiz, Alberto.
Título: Haga su diagnóstico / Make your diagnosis
Fonte: Folia dermatol. peru;19(1):32-34, ene.-abr. 2008. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Diagnóstico Diferencial
Líquen Plano
Limites: Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca



página 1 de 22 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde