Base de dados : LILACS
Pesquisa : C18.452.584.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 714 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 72 ir para página                         

  1 / 714 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cherchiglia, Mariângela Leal
Acúrcio, Francisco de Assis
Texto completo
Id: lil-702592 LILACS-Express
Autor: Duarte, Juliana Giannetti; Guerra Júnior, Augusto Afonso; Cherchiglia, Mariângela Leal; Andrade, Eli Iola Gurgel; Acurcio, Francisco de Assis.
Título: Perfil e gastos dos pacientes dislipidêmicos usuários do componente especializado da assistência farmacêutica do Sistema Único de Saúde / Profile and costs of dyslipidemic patients treated by the pharmaceutical specialized care by the Brazilian Unified Health Care System
Fonte: Physis (Rio J.);23(4):1215-1227, 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: As dislipidemias são um importante problema de saúde pública, e as terapias medicamentosas para seu controle são consideradas de alto custo, em razão de seu uso contínuo. Este artigo descreve os gastos e o perfil demográfico e epidemiológico dos pacientes atendidos pelo Componente Especializado da Assistência Farmacêutica do Sistema Único de Saúde, no período de 2003 a 2006, bem como identifica as características relacionadas ao gasto individual médio mensal com medicamentos. Foram incluídos 67.142 indivíduos na coorte histórica, e os resultados das análises descritivas e multivariada indicaram alta frequência de hipercolesterolemia pura em mulheres adultas e idosas residentes na região Sudeste, predominância de utilização de Sinvastatina e Atorvastatina e gasto médio mensal individual de aproximadamente R$88,00. Observou-se que o aumento da idade levou a um menor gasto, pacientes do sexo masculino tenderam a gastar mais e a Atorvastatina foi a que mais impactou no gasto. O perfil epidemiológico mostra-se coerente com a literatura, e o gasto individual foi elevado.

Lipid disorders are a major public health problem and drug therapies to control them have high cost, due to the continued use. This paper describes the costs and demographic and epidemiological profiles of the patients treated by the Pharmaceutical Specialized Care of the Brazilian Unified Health Care System, from 2003 to 2006, and identifies the characteristics related to the individual average monthly expenses on drugs. We included in the historical cohort 67,142 individuals, and the results of descriptive and multivariate analyses indicated a high frequency of pure hypercholesterolemia in adult women and elderly residents in the Southeast, of higher use of simvastatin and atorvastatin and individual average monthly expenditure of approximately R$ 88,00. It was observed that increasing age led to lower spending; male patients were more likely to have higher expenditure; and atorvastatin was the drug that most increased expenditures. The epidemiological profile was consistent with the literature and individual spending was high.
Descritores: Assistência Farmacêutica
Sistema Único de Saúde
Perfil de Saúde
Preparações Farmacêuticas/economia
Custos de Medicamentos
Dislipidemias/tratamento farmacológico
-Brasil
Estudos Transversais
Estudos de Coortes
Dados Demográficos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  2 / 714 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1038567
Autor: Francisco, Priscila Maria Stolses Bergamo; Assumpção, Daniela de; Malta, Deborah Carvalho.
Título: Co-occurrence of Smoking and Unhealthy Diet in the Brazilian Adult Population / Coocorrência de Tabagismo e Alimentação não Saudável na População Adulta Brasileira
Fonte: Arq. bras. cardiol;113(4):699-709, Oct. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Smoking and an inadequate diet are behavioral risk factors that contribute to the majority of deaths and disabilities caused by noncommunicable diseases. Objectives: To estimate the prevalence of the co-occurrence of smoking and inadequate diet and identify associated factors in adults. Methods: A cross-sectional population-based study was conducted with a sample of 28,950 Brazilian adults (18 to 59 years old). Data were obtained from Sistema de Vigilância por Inquérito Telefônico (Vigitel [Brazilian Health Surveillance Telephone Survey]) in 2014. Independent associations were investigated using Poisson hierarchical regression analysis with 5% significance level. Results: The prevalence of the co-occurrence of smoking and unhealthy eating was 8.6% (95% CI: 7.9-9.3) and was higher among individuals residing in the southern region of the country than in those living in the central western region (PR = 1.50; 95% CI: 1.18-1.89), those with no private health insurance (PR = 1.14; 95% CI: 1.03-1.25), those who drank alcohol abusively (binge drinkers) (PR = 3.22; 95% CI: 2.70-3.85) and those who self-rated their health as fair (PR = 1.65; 95% CI: 1.36-1.99) or poor/very poor (PR = 1.70; 95% CI: 1.18-2.44). The prevalence of both factors was lower among individuals residing in the northeastern region of the country, women, individuals with brown skin color, those with a spouse, the more educated ones and those with overweight or obesity. Conclusion: The more vulnerable segments to the co-occurrence of the risk factors studied were men residing in the southern region of the country, individuals with a lower socioeconomic status and those who reported binge drinking. Interventions addressing multiple behavioral risk factors adapted to specific contexts could have a greater impact on the Brazilian population.

Resumo Fundamentos: O tabagismo e a alimentação inadequada integram os fatores comportamentais de risco responsáveis pela maioria das mortes e das incapacidades causadas por doenças crônicas não transmissíveis. Objetivos: Estimar a prevalência e identificar os fatores associados à coocorrência de tabagismo e alimentação inadequada em adultos. Métodos: Estudo transversal de base populacional com 28.950 adultos (18-59 anos), cujas informações foram obtidas pelo Sistema de Vigilância por Inquérito Telefônico (Vigitel), em 2014. As associações independentes foram verificadas por meio de regressão hierárquica de Poisson, com nível de significância de 5%. Resultados: A prevalência de coocorrência de tabagismo e alimentação não saudável foi de 8,6% (IC95%: 7,9-9,3), mostrando-se mais elevada entre os que residiam na região Sul (RP = 1,50; IC95%: 1,18-1,89) comparados aos do Centro-Oeste, nos que não possuíam plano privado de saúde (RP = 1,14; IC95%: 1,03-1,25), nos que ingeriam bebidas alcoólicas de forma abusiva (RP = 3,22; IC95%: 2,70-3,85) e nos que autoavaliaram a saúde como regular (RP = 1,65; IC95%: 1,36-1,99) ou ruim/muito ruim (RP = 1,70; IC95%: 1,18-2,44). Apresentaram menor prevalência de ambos os fatores os que viviam na região Nordeste, as mulheres, os de cor da pele parda, aqueles que tinham cônjuge, os mais escolarizados e os que estavam com sobrepeso ou obesidade. Conclusão: Os segmentos mais vulneráveis à coocorrência dos fatores de risco estudados foram os homens, os residentes na região Sul do país, aqueles com menor nível socioeconômico, os que referiram consumo abusivo de álcool, entre outros. Intervenções sobre múltiplos comportamentos de risco, adaptadas às realidades diversas, podem ter maior impacto na população brasileira.
Descritores: Fumar/epidemiologia
Dieta/estatística & dados numéricos
Comportamentos de Risco à Saúde
-Fatores Socioeconômicos
Fatores de Tempo
Brasil/epidemiologia
Inquéritos sobre Dietas
Prevalência
Estudos Transversais
Análise de Regressão
Fatores de Risco
Diabetes Mellitus/epidemiologia
Dislipidemias/epidemiologia
Hipertensão/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 714 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055036
Autor: Muniz, Lidiane B; Alves-Santos, Aline M; Camargo, Fabricio; Martins, Danieli Brolo; Celes, Mara Rubia N; Naves, Maria Margareth V.
Título: High-Lard and High-Cholesterol Diet, but not High-Lard Diet, Leads to Metabolic Disorders in a Modified Dyslipidemia Model / Dieta Rica em Banha e Colesterol, mas não Dieta Rica em Banha, Leva a Distúrbios Metabólicos em um Modelo Modificado de Dislipidemia
Fonte: Arq. bras. cardiol;113(5):896-902, Nov. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: In view of the increased global prevalence of cardiovascular and hepatic diseases, the diet lipid content and its relationship with the accumulation of fat in hepatocytes have been investigated as key factors in preventing these diseases. Objective: To evaluate the metabolic effects of a high-lard diet supplemented or not with cholesterol on a modified dyslipidemia model. Methods: We divided 24 adult male Wistar rats into three groups: standard diet (STD - 4% lipids), high-lard diet (HLD - 21% lard), and high-lard and high-cholesterol diet (HL/HCD - 20% lard, 1% cholesterol, 0.1% cholic acid). After six weeks of treatment, blood and liver were collected for biochemical (serum lipid profile and liver enzymes) and morphological analyses. Statistical analysis included one-way analysis of variance (ANOVA), followed by Tukey test for mean comparisons, and a 5% probability was considered statistically significant. Results: Animals fed HL/HCD showed increased total cholesterol, triacylglycerol, LDL-c, non-HDL-c, alanine aminotransferase (ALT), and aspartate aminotransferase (AST) serum levels compared to those fed STD. In addition, the HL/HCD animals presented higher relative liver weight, with moderate macrovesicular hepatic steatosis and inflammatory infiltrate. Conclusion: A high-fat diet with lard (20%) and cholesterol (1%) triggered dyslipidemia with severe liver damage in rats in a shorter experimental time than the previously reported models. The high-lard diet without supplementation of cholesterol led to body weight gain, but not to dyslipidemia.

Resumo Fundamento: Tendo em vista o aumento da prevalência global de doenças cardiovasculares e hepáticas, o conteúdo lipídico da dieta e sua relação com o acúmulo de gordura nos hepatócitos têm sido investigados como fatores-chave na prevenção dessas doenças. Objetivo: Avaliar os efeitos metabólicos de uma dieta rica em banha suplementada com colesterol ou não, em um modelo modificado de dislipidemia. Métodos: Foram divididos 24 ratos Wistar machos adultos em três grupos: dieta padrão (DP - 4% de lipídios), dieta rica em banha (DRB - 21% de banha) e dieta rica em banha e colesterol (DRB/RC - 20% de banha, 1% de colesterol e 0,1% de ácido cólico). Após seis semanas de tratamento, o sangue e o fígado foram coletados para análises bioquímicas (perfil lipídico sérico e enzimas hepáticas) e morfológicas. A análise estatística incluiu análise de variância unidirecional (ANOVA), seguida do teste de Tukey para comparações de médias. Uma probabilidade de 5% foi considerada estatisticamente significativa. Resultados: Animais alimentados com DRB/RC apresentaram um aumento nos níveis séricos de colesterol total, triacilglicerol, LDL-c, não-HDL-c, alanina aminotransferase (ALT) e aspartato aminotransferase (AST) em comparação com aqueles alimentados com DP. Além disso, os animais tratados com DRB/RC apresentaram um peso relativo do fígado maior, com esteatose hepática macrovesicular moderada e infiltrado inflamatório. Conclusão: Uma dieta rica em gordura com banha (20%) e colesterol (1%) desencadeou dislipidemia com danos graves ao fígado em ratos em um tempo experimental menor do que os modelos previamente relatados. A dieta rica em banha sem suplementação de colesterol levou ao ganho de peso corporal, mas não à dislipidemia.
Descritores: Dislipidemias/induzido quimicamente
Dieta Hiperlipídica/efeitos adversos
Doenças Metabólicas/etiologia
-Tamanho do Órgão
Aspartato Aminotransferases/sangue
Triglicerídeos/sangue
Peso Corporal
Gorduras na Dieta/efeitos adversos
Colesterol/efeitos adversos
Colesterol/sangue
Ratos Wistar
Alanina Transaminase/sangue
Modelos Animais de Doenças
Dislipidemias/metabolismo
Dislipidemias/sangue
Fígado Gorduroso/patologia
Inflamação
HDL-Colesterol/sangue
LDL-Colesterol/sangue
Fígado/metabolismo
Fígado/patologia
Doenças Metabólicas/metabolismo
Doenças Metabólicas/sangue
Limites: Animais
Masculino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 714 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055047
Autor: Romeiro, Fernando Gomes; Santos, Lívia Alves Amaral.
Título: A New Rodent Model of Non-Alcoholic Steatohepatitis and Metabolic Syndrome / Um Novo Modelo Animal Murino de Esteatohepatite Não-Alcoólica e Síndrome Metabólica
Fonte: Arq. bras. cardiol;113(5):903-904, Nov. 2019.
Idioma: en.
Descritores: Síndrome Metabólica
Dislipidemias
Hepatopatia Gordurosa não Alcoólica
-Roedores
Gorduras na Dieta
Colesterol
Dieta
Limites: Animais
Tipo de Publ: Comentário
Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 714 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055088
Autor: Gomes, Érica Ivana Lázaro; Zago, Vanessa Helena de Souza; Faria, Eliana Cotta de.
Título: Evaluation of Lipid Profiles of Children and Youth from Basic Health Units in Campinas, SP, Brazil: A Cross-Sectional Laboratory Study / Avaliação de Perfis Lipídicos Infanto-Juvenis Solicitados nas Unidades Básicas de Saúde em Campinas/SP, Brasil: Um Estudo Laboratorial Transversal
Fonte: Arq. bras. cardiol;114(1):47-56, Jan. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: Abstract Background: Among dyslipidemias, hypercholesterolemia is considered the main risk factor for cardiovascular diseases in adults. In childhood and adolescence, elevated total cholesterol (TC) and low-density lipoprotein cholesterol (LDL-C) are positively associated with atherosclerosis markers, however, systematic screening for dyslipidemias in these groups is a controversial topic. Objective: To characterize the frequencies, types and severity of dyslipidemias in children and adolescents attended at the Basic Health Units managed by SUS in Campinas/SP. Methods: After an agreement with the Municipal Health Department of Campinas, consecutive results of serum lipid profiles (n = 312,650) of individuals of both sexes (n = 62,530) aged between 1 day old and 19 years were obtained, from 2008 to 2015. Age groups and dyslipidemias were classified according to recommendations in the literature. The statistical significance level adopted was the probability value (p) of 0.05 or less. Results: The observed frequencies of increased TC, triglycerides (TG), LDL-C and non-HDL-C (NHDL-C) were 33%, 40%, 29% and 13% respectively, and of reduced high-density lipoprotein cholesterol (HDL-C) the frequency was 39%. The frequencies, in general, were greater in females and in the southwest and south regions of the city, whose populations are more vulnerable from the socioeconomic point of view; on the other hand, in children and adolescents, the frequencies of TG and HDL-C prevailed, respectively. Conclusions: The high frequency and regionalization of dyslipidemias in children and adolescents indicate the need for specific actions in the handling and treatment of such diseases by the public health system of Campinas.

Resumo Fundamento: Dentre as dislipidemias, a hipercolesterolemia é considerada o principal fator de risco para doenças cardiovasculares em adultos. Na infância e adolescência, a elevação de colesterol total (CT) e colesterol da lipoproteína de baixa densidade (LDL-C) associam-se positivamente a marcadores de aterosclerose, entretanto, a triagem sistemática para dislipidemias nestes grupos é um tema controverso. Objetivos: Caracterizar as frequências, tipos e gravidade de dislipidemias em crianças e adolescentes atendidos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) mantidas pelo SUS em Campinas/SP. Métodos: A partir do convênio com a Secretaria Municipal de Saúde de Campinas foram obtidos resultados consecutivos de perfis lipídicos séricos (n = 312.650) de indivíduos de ambos os sexos (n = 62.530), com idade entre 1 dia e 19 anos, entre 2008 e 2015. Grupos etários e dislipidemias foram classificados conforme recomendações da literatura. O nível de significância estatístico considerado significativo foi de p < 0,05. Resultados: As frequências observadas de CT, triglicérides (TG), LDL-C e não HDL-C (NHDL-C) aumentados foram, respectivamente 33%, 40%, 29% e 13% e de redução do colesterol da lipoproteína de alta densidade (HDL-C) 39%, no total, sendo maiores no sexo feminino e nas regiões sudoeste e sul da cidade, mais vulneráveis do ponto de vista socioeconômico; já em infantes a de TG, e nos adolescentes a de HDL-C prevaleceram. Conclusões: A alta frequência e a regionalização das dislipidemias em crianças e adolescentes apontam para a necessidade de ações específicas no manuseio e tratamento destas no âmbito do sistema público de saúde em Campinas.
Descritores: Lipídeos/sangue
-Índice de Gravidade de Doença
Brasil/epidemiologia
Estudos Transversais
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Distribuição por Idade
Dislipidemias/diagnóstico
Dislipidemias/sangue
Mapeamento Geográfico
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 714 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055101
Autor: Mangili, Leonardo.
Título: High Prevalence of Dyslipidemia in Children and Adolescents: Opportunity for Prevention / Alta Prevalência de Dislipidemias em Crianças e Adolescentes: Oportunidade para Prevenção
Fonte: Arq. bras. cardiol;114(1):57-58, Jan. 2020.
Idioma: en.
Descritores: Dislipidemias
-Brasil
Prevalência
Estudos Transversais
Lipídeos
Limites: Humanos
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Comentário
Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 714 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-881324
Autor: Simon, Eduardo; Tavares Silva, Tatiana; Barbosa, José Silvio O; Rodrigues, Ricardo Donato; Teixeira, Rosimere de Jesus.
Título: Fatores de risco cardiovascular - Perfil clínico e epidemiológico dos participantes do projeto Atividade Física na Vila / Cardiovascular Risk Factors - Clinical and Epidemiologic profiles in the subjects of the "Atividade Física na Vila" Project
Fonte: Rev. bras. med. fam. comunidade;2(8):288-297, nov. 2007. tab.
Idioma: pt.
Projeto: Hospital Universitário Pedro Ernesto. Projeto Atividade Física na Vila.
Resumo: As doenças cardiovasculares aterotrombóticas representam uma das principais causas de morte no mundo. A aterosclerose é uma patologia de origem multifatorial com grande dependência genética e familiar, que apresenta elevada suscetibilidade de agravamento, segundo o estilo de vida. Nosso objetivo foi descrever as prevalências dos fatores de risco cardiovascular (RCV) e da Síndrome Metabólica (SM), além de estimar o RCV nos participantes do projeto Atividade Física na Vila. Mediante estudo de corte seccional, 48 pacientes entre 23 e 74 anos (41 mulheres e 7 homens), foram avaliados quanto à presença de sedentarismo, tabagismo, história familiar de diabetes mellitus tipo 2 (DM2) ou doença arterial coronariana, obesidade, obesidade abdominal, hipertensão arterial (HA), DM2, glicemia de jejum alterada (GjA), dislipidemia e SM. As prevalências dos fatores de risco foram comparadas com os dados disponíveis para a população geral. A SM foi definida pelos critérios da NCEP. O RCV foi estimado pelo Escore de Framingham (EF) e comparado entre os participantes com e sem SM. Dos pacientes, 67% tinham mais de 50 anos e 46%, mais de 55. Houve alta prevalência dos fatores de RCV comparando-se aos dados populacionais, destacando-se sedentarismo (52% x 56%; NS), obesidade (homens 14% x 9%; NS; mulheres 39% x 13%; p<0,05), HA (56% x 32%; p<0,05) e hipercolesterolemia (63% x 40%; p<0,05). As prevalências de DM, GjA, obesidade abdominal e SM foram de 10%, 21%, 60% e 27%, respectivamente. O EF foi de 5,2 ± 5,5, sendo significativamente maior nos pacientes com SM (9,5 ± 3,1x 3,5 ± 5,4; p<0,05). Esses dados evidenciam a alta prevalência dos fatores de risco e sugerem sua ação sinérgica no aumento do RCV global representado pelo EF e a necessidade das mudanças no estilo de vida desses pacientes.

The group of atherothrombotic cardiovascular diseases represents one of the leading causes of death around the world. Atherosclerosis is a condition of multifactorial origin, with great genetic and familiar dependence, besides being characterized by an elevated aggravation trend related to lifestyle. Our objective was to describe the prevalence of cardiovascular risk (CVR) factors and Metabolic Syndrome (MS), as well as to estimate the cardiovascular risk in the subjects of the "Atividade Física na Vila" Project. By means of a cross sectional study, 48 patients aged between 23 and 74 (41 women and 7 men) were screened for the presence of sedentary lifestyle, smoking, family antecedents of Diabetes mellitus type 22 (DM) or Coronary artery disease, obesity, abdominal obesity, High Blood Pressure (HBP), DM2, Impaired Fasting Glucose (IFG), Lipid abnormalities, and MS. This prevalence was compared to the available general population data. The MS definition was that of the NCEP. The CVR was estimated using the Framingham Score (FS), and compared among the groups with and without MS. 67% of the patients were 50 or older and 46% were 55 or older. There was a high prevalence of CVR factors compared to the population data, specially in the case of sedentary lifestyle (52% x 56%, NS), obesity (men 14% x 9%, NS; women 39% x 13%, P<0.05), HBP (56% x 32%, P<0.05), high total cholesterol (63% x 40%, P<0.05). The prevalence of DM2, IFG, abdominal obesity and MS was 10%, 21%, 60% and 27%, respectively. The mean FS was 5,2 ± 5,5, significantly higher in the patients with MS (9,5 ± 3,1 x 3,5 ± 5,4 p<0.05). These data indicate the high prevalence of CVR factors, and suggest its synergy in elevating the global CVR represented by the FS, as well as strongly support the need for changes in the lifestyle of these patients.
Descritores: Perfil de Saúde
Doenças Cardiovasculares
Fatores de Risco
Atividade Motora
-Diabetes Mellitus
Dislipidemias
Comportamento Sedentário
Obesidade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  8 / 714 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1147764
Autor: Santiago, Éder; Costa, Rochelle Rocha; Delevatti, Rodrigo Sudatti; Bracht, Cláudia Gomes; Preissler, Artur Avelino Birk; Silveira, Gustavo; Fracalossi, Danielle Girolometto; Silveira Júnior, Eli; Rocha, Vitória de Mello Bones da; Barroso, Bruna Machado; Reichert, Thaís; Kruel, Luiz Fernando Martins.
Título: Continuous and interval aerobic sessions: effects on triglyceride concentrations / Sessões aeróbicas intervaladas e contínuas: efeitos sobre as concentrações de triglicerídeos
Fonte: Rev. bras. ativ. fís. saúde;25:1-8, set. 2020. tab, fig.
Idioma: en.
Resumo: The regular practice of physical exercise, primarily aerobic, has been recommended as a component of the non-pharmacological treatment for dyslipidemias. However, there is a lack of studies in the literature comparing the acute effects of different aerobic exercise models (continuous and interval) on triglycerides concentrations.The purpose of the present study was to analyze the magnitude of change on triglycerides concentrations after a single session of interval and continuous exercise in persons with dyslipidemia. This study was a randomized crossover clinical trial. Fifteen volunteers performed two different aerobic sessions, a continuous and an interval session. The intensity of the continuous session was maintained between 85-90% of the heart rate at anaerobic threshold (HRAT). The interval session consisted of 9 sets of 4 minutes at 85-90%HRAT followed by one minute below 85%HRAT. Triglycerides concentrations were assessed before, immediately after and at the end of 30 minutes after all sessions. Both sessions models resulted in alterations in triglycerides concentrations immediately after exercise (p = 0.005), without difference between them (p = 0.446). Continuous session increased triglycerides concentrations by 34.9% from pre-exercise to immediately post-exercise and the interval session, by 7.9%. Thirty minutes after exercise, triglyceride concentrations showed no significant difference in relation to the pre-exercise and immediately after exercise moments in both session models. Therefore,it is concluded that aerobic exercise promotes responses in triglycerides concentrations of dyslipidemic patients, independently of the exercise method, either continuous or interval

A prática regular de exercício físico, principalmente aeróbico, tem sido recomendado como componente de tratamento não farmacológico contra as dislipidemias. No entanto, a literatura carece de estudos comparando os efeitos agudos de diferentes modelos de exercício aeróbico (contínuo e intervalado) sobre as concentrações de triglicerídeos. O objetivo do presente estudo foi analisar a magnitude de mudança sobre as concentrações de triglicerídeos após uma sessão de exercício intervalado e contínuo em pessoas com dislipidemia. Além disto, este estudo se caracteriza por ser um ensaio clínico randomizado cruzado. Nele, quinze voluntários realizaram duas sessões aeróbicas diferentes, uma sessão contínua e outra intervalada. A intensidade da sessão contínua se manteve entre 85-90% da frequência cardíaca referente ao limiar anaeróbico (HRAT). A sessão intervalada consistiu de 9 séries de quatro minutos entre 85-90% da HRAT seguidas de um minuto abaixo de 85% da HRAT. As concentrações de triglicerídeos eram verificadas antes, imediatamente após e passados 30 minutos do término de todas as sessões. Ambos os modelos de sessões resultaram em alterações das concentrações de triglicerídeos imediatamente após exercício (p = 0,005), sem diferença entre elas (p = 0,446). A sessão contínua aumentou as concentrações de triglicerídeos em 43,9% do pré-exercício para imediatamente após o exercício e a sessão intervalada aumentou em 7,93% no mesmo período. Trinta minutos após o exercício, as concentrações de triglicerídeos não apresentaram diferença significativa em relação aos momentos pré-exercício e imediatamente após o exercício em ambos os modelos de sessão. Assim, conclui-se que o exercício aeróbico promove alterações nas concentrações de triglicerídeos de pacientes dislipidêmicos, independentemente do método de exercício, se contínuo ou intervalado
Descritores: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Dislipidemias
Tutoria
Lipídeos
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  9 / 714 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1131211
Autor: Ballavenuto, Julia Maria Avelino; Oliveira, Jéssica D´Ório Dantas de; Alves, Renato Jorge.
Título: Glicogenose Tipo I (Doença de Von Gierke): Relato de Dois Casos com Grave Dislipidemia / Glycogen Storage Disease Type I (Von Gierke disease): Report of Two Cases with Severe Dyslipidemia
Fonte: Arq. bras. cardiol;114(4,supl.1):23-26, abr. 2020. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Doença de Depósito de Glicogênio Tipo I/complicações
Doença de Depósito de Glicogênio Tipo I/diagnóstico por imagem
Dislipidemias
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 714 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Mendlowicz, Mauro Vitor
Mesquita, Evandro Tinoco
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-910643
Autor: Guerra, Thaís de Rezende Bessa; Venâncio, Isabella Cristina Diniz; Pinheiro, Daniel Mählmann de Moura; Mendlowicz, Mauro Vitor; Cavalcanti, Ana Carla Dantas; Mesquita, Evandro Tinoco.
Título: Métodos de rastreamento da depressão em pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca / Methods of screening for depression in outpatients with heart failure
Fonte: Int. j. cardiovasc. sci. (Impr.);31(4):414-421, jul.-ago. 2018. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: A depressão é uma condição clínica sindrômica subdiagnosticada em pacientes com insuficiência cardíaca. Uma variedade de instrumentos é atualmente aplicada no rastreamento da depressão. Determinar a prevalência da depressão e a concordância entre os métodos de rastreamento para depressão em pacientes com insuficiência cardíaca. Estudo transversal realizado entre março de 2015 e janeiro de 2017 com 76 pacientes ambulatoriais acompanhados em uma clínica especializada de insuficiência cardíaca. A depressão foi rastreada pela Escala de Avaliação de Depressão de Hamilton (HAM-D), pelo Inventário de Depressão de Beck-II (BDI-II) e pelo Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9). A concordância entre os três instrumentos foi analisada pelo coeficiente kappa de Fleiss (kF), coeficiente alfa de Krippendorff (Ck) e coeficiente alfa de Cronbach. Foram calculadas a acurácia, sensibilidade, especificidade e as taxas de resultados falso-positivos e falso-negativos dos instrumentos HAM-D e PHQ-9, considerando o instrumento BDI-II como padrão-ouro no diagnóstico da depressão. As prevalências de depressão foram de 72,4% (n = 55) pela escala HAM-D, 67,1% (n = 51) pela escala BDI-II e 40,8% (n = 31) pelo PHQ-9. A prevalência de depressão pelos três instrumentos simultaneamente foi de 28,9% (n = 22) e a concordância diagnóstica entre os três instrumentos (sobre a presença ou ausência de depressão) foi de 47,4% (n = 36). A análise revelou uma concordância superficial (kF = Ck = 0,27) e consistência moderada (↓C = 0,602, significativamente não nulo, p = 0,000). As variáveis sociodemográficas e clínicas não constituíram fatores de riscos para a depressão na amostra avaliada. Os métodos de rastreamento analisados apresentaram concordância e foram úteis na detecção da depressão entre pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca

Depression is a syndromic clinical condition underdiagnosed in patients with heart failure. Several instruments are currently applied to screen for depression. To determine the prevalence of depression and the agreement among screening methods for depression in patients with heart failure. Cross-sectional study conducted between March 2015 and January 2017 including 76 outpatients following up at a clinic specialized in heart failure. Depression was screened with the Hamilton Depression Rating Scale (HAM-D), Beck Depression Inventory-II (BDI-II), and Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9). The agreement among the three instruments was analyzed with Fleiss' kappa coefficient (kF), Krippendorff's alpha coefficient (Ck) and Cronbach's alpha coefficient. The accuracy, sensitivity, and specificity, as well as false-positive and false-negative results of the HAM-D and PHQ-9 were calculated considering the BDI-II as the gold-standard instrument in the diagnosis of depression. The prevalence rates of depression were 72.4% (n = 55) with the HAM-D, 67.1% (n = 51) with the BDI-II, and 40.8% (n = 31) with the PHQ-9 scales. The prevalence of depression simultaneously identified by all three instruments was 28.9% (n = 22) and the diagnostic agreement (presence or absence of depression) was 47.4% (n = 36). The analysis revealed a superficial agreement (kF = Ck = 0.27) and moderate consistency ((↓C = 0.602, significantly not null, p = 0.000). Sociodemographic and clinical variables were not risk factors for depression in the evaluated sample. The screening methods analyzed showed agreement and were useful in detecting depression among outpatients with heart failure
Descritores: Prevalência
Depressão/diagnóstico
Depressão/epidemiologia
Questionário de Saúde do Paciente
Insuficiência Cardíaca
-Pacientes Ambulatoriais
Registros Médicos
Estudos Transversais
Análise Estatística
Estatística como Assunto/métodos
Sensibilidade e Especificidade
Diabetes Mellitus
Dislipidemias
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt



página 1 de 72 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde