Base de dados : LILACS
Pesquisa : C22.180 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 122 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 13 ir para página                         

  1 / 122 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-974285
Autor: Pereira, Joylson de Jesus; Baumworcel, Natasha; Fioretti, Júlia Monassa; Domingues, Cinthya Fonseca; Moraes, Laís Fernandes de; Marinho, Robson dos Santos Souza; Vieira, Maria Clara Rodrigues; Pinto, Ana Maria Viana; de Castro, Tatiana Xavier.
Título: Molecular characterization of feline calicivirus variants from multicat household and public animal shelter in Rio de Janeiro, Brazil
Fonte: Braz. j. microbiol;49(4):777-784, Oct.-Dec. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPERJ.
Resumo: ABSTRACT The aim of this study was to perform the molecular characterization of conserved and variable regions of feline calicivirus capsid genome in order to investigate the molecular diversity of variants in Brazilian cat population. Twenty-six conjunctival samples from cats living in five public short-term animal shelters and three multicat life-long households were analyzed. Fifteen cats had conjunctivitis, three had oral ulceration, eight had respiratory signs (cough, sneeze and nasal discharge) and nine were asymptomatic. Feline calicivirus were isolated in CRFK cells and characterized by reverse transcription PCR target to both conserved and variable regions of open reading frame 2. The amplicons obtained were sequenced. A phylogenetic analysis along with most of the prototypes available in GenBank database and an amino acid analysis were performed. Phylogenetic analysis based on both conserved and variable region revealed two clusters with an aLTR value of 1.00 and 0.98 respectively and the variants from this study belong to feline calicivirus genogroup I. No association between geographical distribution and/or clinical signs and clustering in phylogenetic tree was observed. The variants circulating in public short-term animal shelter demonstrated a high variability because of the relatively rapid turnover of carrier cats constantly introduced of multiple viruses into this location over time.
Descritores: Doenças do Gato/virologia
Calicivirus Felino/isolamento & purificação
Calicivirus Felino/genética
Infecções por Caliciviridae/veterinária
Animais de Estimação/virologia
-Filogenia
Brasil
Fases de Leitura Aberta
Genoma Viral
Calicivirus Felino/classificação
Infecções por Caliciviridae/virologia
Proteínas do Capsídeo/genética
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 122 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-884651
Autor: García Duarte, Jesús Manuel; Wattiez Acosta, Víctor Raúl; Fornerón Viera, Patricia María Laura; Aldama Caballero, Arnaldo; Gorostiaga Matiauda, Graciela Asunción; Rivelli de Oddone, Victoria Beatriz; Pereira Brunell, José Guillermo.
Título: Esporotricosis trasmitida por gato doméstico. Reporte de un caso familiar / Sporotrichosis transmitted by domestic cat. A family case report
Fonte: Rev. Nac. (Itauguá);9(2):67-76, 2017.
Idioma: en.
Resumo: La esporotricosis es una micosis subcutánea causada por especies del grupo Sporothrix schenckii complex. Relativamente frecuente en Paraguay, en algunos casos puede considerarse como una zoonosis. Se presenta un caso familiar de esporotricosis, un padre y su hijo que consultaron en el Servicio de Dermatología del Hospital Nacional, por lesiones en piel relacionadas al contacto con un gato doméstico enfermo, que presentaba lesiones en el rostro. Clínicamente correspondía a la forma linfangítica el primer caso y a placa fija en el segundo. El diagnóstico se confirmó con el cultivo micológico. Recibieron yoduro de potasio con muy buena respuesta luego de 5 meses de tratamiento. La importancia de esta comunicación es advertir que el gato doméstico al padecer y contagiar la esporotricosis, es importante en la epidemiología de la enfermedad, situación observada en otras regiones.

Sporotrichosis is a subcutaneous mycosis caused by species of the group Sporothrix schenckii complex. Relatively frequent in Paraguay, in some cases it can be considered as a zoonosis. We present a family case of sporotrichosis, a father and his son who consulted in the Dermatology Service of the National Hospital, for skin lesions related to contact with a sick domestic cat, which presented lesions on the face. Clinically, the first case and a fixed plate corresponded to the lymphangitic form in the second. The diagnosis was confirmed with mycological culture. They received potassium iodide with a very good response after 5 months of treatment. The importance of this communication is to warn that the domestic cat suffering from and spreading sporotrichosis is important in the epidemiology of the disease, a situation observed in other regions.
Descritores: Esporotricose/transmissão
Esporotricose/veterinária
Doenças do Gato/transmissão
-Esporotricose/diagnóstico
Doenças do Gato/diagnóstico
Limites: Seres Humanos
Animais
Masculino
Criança
Meia-Idade
Gatos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 122 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-894908
Autor: Boechat, Jéssica Sepulveda; Oliveira, Manoel Marques Evangelista; Almeida-Paes, Rodrigo; Gremião, Isabella Dib Ferreira; Machado, Ana Caroline de Sá; Oliveira, Raquel de Vasconcelos Carvalhaes; Figueiredo, Anna Barreto Fernandes; Rabello, Vanessa Brito de Souza; Silva, Karoline Benevides de Lima; Zancopé-Oliveira, Rosely Maria; Schubach, Tânia Maria Pacheco; Pereira, Sandro Antonio.
Título: Feline sporotrichosis: associations between clinical-epidemiological profiles and phenotypic-genotypic characteristics of the etiological agents in the Rio de Janeiro epizootic area
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;113(3):185-196, Mar. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPERJ; . CNPq.
Resumo: BACKGROUND Sporotrichosis is caused by species of the genus Sporothrix. From 1998 to 2015, 4,703 cats were diagnosed at the Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Rio de Janeiro, Brazil. Even after the description of the Sporothrix species, the characterisation of feline isolates is not performed routinely. OBJECTIVES To characterise the clinical isolates from cats at the species level and correlate them with the clinical and epidemiological characteristics of the cats. METHODS Forty seven Sporothrix spp. isolates from cats assisted at Fiocruz from 2010 to 2011 were included. Medical records were consulted to obtain the clinical and epidemiological data. The isolates were identified through their morphological and physiological characteristics. T3B polymerase chain reaction (PCR) fingerprinting was used for molecular identification of the species. FINDINGS In phenotypic tests, 34 isolates were characterised as S. brasiliensis, one as S. schenckii and 12 as Sporothrix spp. PCR identified all isolates as S. brasiliensis. MAIN CONCLUSIONS S. brasiliensis is the only etiological agent of feline sporotrichosis in Rio de Janeiro to date. None association was found between the isolates and the clinical and epidemiological data. In addition, we strongly recommend the use of molecular techniques for the identification of isolates of Sporothrix spp.
Descritores: Sporothrix/classificação
Doenças do Gato/microbiologia
Doenças do Gato/epidemiologia
-Sporothrix/genética
Brasil/epidemiologia
Impressões Digitais de DNA
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 122 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011304
Autor: Albernaz, V. G. P; Tasqueti, U. I; Meyer, F; Miara, L. C; Fabris, I. A; Quitzan, J. G.
Título: Type II retrocaval ureter causing hydronephrosis in a cat: case report / Ureter retrocava tipo II causando hidronefrose em um gato: relato de caso
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(3):828-832, May-June 2019. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Retrocaval ureter (RU) is an abnormal embryonic development of the caudal vena cava (CVC) that leads the ureter to be entrapped dorsal to the CVC. In most cases there is no clinical impact; however, it can cause hydronephrosis. We report a rare case of type II symptomatic retrocaval ureter in a feline treated with nephroureterectomy. A 4-year-old, intact male, mixed breed cat was submitted to abdominal ultrasound and severe right hydronephrosis was diagnosed, with no signs of obstruction. We performed an exploratory celiotomy, in which a displacement of the right ureter dorsal to the CVC was observed. The animal was treated with ureteronephrectomy and recovered well. No intraluminal cause was found, and a urethral catheter could be easily inserted across the ureter length. The real clinical relevance of the RU is unknown, since it is a common find in post-mortem examination without kidney impact and, when significant, is often associated to other causes of ureteral obstructions, such as calculi and strictures. Additionally, in humans, type II RU seldom develops obstruction and hydronephrosis. In our case, due to absence of other causes of obstruction, probably mechanical compression of the CVC against the psoas muscle caused the hydronephrosis.(AU)

O ureter retrocava (UR) é originado por uma falha na formação embriológica da veia cava caudal (VCC), que leva ao aprisionamento do ureter dorsal à VCC. Na maioria dos casos, não há impacto clínico; entretanto, essa anomalia pode causar hidronefrose. Relata-se um raro caso de UR tipo II sintomático em um felino, tratado com nefroureterectomia. O referido animal, sem raça definida, macho intacto de quatro anos de idade, foi submetido à ultrassonografia abdominal, que revelou acentuada hidronefrose direita, sem sinais de obstrução. Realizou-se celiotomia exploratória, na qual foi possível observar o ureter direito dorsal à VCC. O animal foi tratado com nefroureterectomia e se recuperou satisfatoriamente. Nenhuma causa intraluminal foi encontrada e um cateter uretral pôde ser facilmente inserido por todo o comprimento do ureter. A real relevância clínica do UR é desconhecida, visto que é um achado comum em exames post mortem, sem impacto aos rins e, quando significante, frequentemente está associado a outras causas de obstrução ureteral, como cálculos e estenoses. Adicionalmente, em humanos, o UR tipo II raramente desenvolve obstrução e hidronefrose. Neste caso, devido à ausência de outros motivos de obstrução, acredita-se que a compressão mecânica da VCC contra o músculo psoas foi a causa da hidronefrose.(AU)
Descritores: Doenças do Gato/congênito
Ureter Retrocava/veterinária
Hidronefrose/veterinária
-Nefrectomia/veterinária
Limites: Animais
Gatos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 122 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011252
Autor: Valle, S. F; Farias, C. S; Duda, N. C. B; Machado, G; Costa, F. A.
Título: Correlação entre as contagens de reticulócitos manual e automática em amostras de felinos anêmicos / Correlation between manual and automatized values of reticulocyte count in anemic feline samples
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(2):577-583, mar.-abr. 2019. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo do presente estudo foi correlacionar os valores de reticulócitos pontilhados e agregados obtidos por metodologia manual com a metodologia automática de contagem de reticulócitos totais em amostras de sangue de gatos anêmicos, analisados em um contador hematológico com citometria de fluxo. Para isso, 40 amostras de sangue de pacientes felinos anêmicos, independentemente de idade e sexo, foram utilizadas para a determinação das contagens absolutas de reticulócitos totais pela metodologia automatizada por citometria de fluxo fluorescente e pela técnica manual com corante supravital, em duplicata. Na contagem manual, houve a discriminação entre reticulócitos pontilhados e agregados. Para a correlação entre os métodos, foi realizada a análise de regressão de Passing-Bablok. A média do hematócrito dos gatos foi de 15,25%, tendo a maioria dos gatos (32,5%) apresentado anemia moderada (hematócrito = 17,81%). Como resultados, a análise de regressão demonstrou que a correlação entre a contagem absoluta total automática foi superior à contagem manual de reticulócitos agregados (rho= 0,71; P<0,001) do que a contagem absoluta de reticulócitos pontilhados (rho= 0,68; P<0,001). Os resultados apresentados sugerem que a contagem de reticulócitos total absoluta realizada pelo analisador hematológico ProCyte Dx em gatos anêmicos se refere à contagem absoluta de reticulócitos. Dessa maneira, recomenda-se que os valores possam ser utilizados para a avaliação imediata da condição hematológica de gatos anêmicos.(AU)

The aim of this study was to correlate the punctate and aggregated reticulocytes values obtained by manual methodology and the automatic reticulocyte count in 40 blood samples from anemic cats. Total reticulocyte absolute counts were determined by automated fluorescence flow cytometry and manual methods in 40 blood samples obtained from anemic cats. The manual count was obtained by supravital stain in duplicate to each sample and the reticulocyte morphology were discriminated between punctate and aggregates reticulocytes. Passing-Bablok regression analysis was utilized to compare the methods. Most samples were from anemic cat (15,25%) and the hematocrit mean was 17,81%. Regression analysis showed that the correlation between the absolute total automatic counts is higher with aggregated reticulocytes (rho= 0,71; P< 0,001) than with absolute punctate reticulocytes counts (rho= 0, 68, P< 0.001). Results suggest that the ProCyte Dx reticulocytes count in anemic cats is correlated with aggregate reticulocyte count. Thus, the greater amount of RNA and organelles in aggregate reticulocytes generates a cellular complexity and, therefore, greater impregnation of the dye in an automatic count. Thus, the values obtained by the hematologic instrument can be used for the immediate evaluation of the hematological condition in anemic cats.(AU)
Descritores: Doenças do Gato/sangue
Anemia/veterinária
-Leucemia Felina/sangue
Contagem de Reticulócitos/veterinária
Citometria de Fluxo/veterinária
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 122 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011248
Autor: Camprigher, V. M; Matos, A. M. R. N; Ferreira, F. P; Batina, P. N; Costa, S. C; Navarro, I. T; Zanutto, M. S.
Título: Ocorrência de anticorpos anti-Leishmania spp. em felinos em área endêmica do estado de São Paulo / Occurrence of anti-Leishmania spp antibodies in felines in an endemic area of the State of São Paulo
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(2):439-446, mar.-abr. 2019. tab, mapas.
Idioma: pt.
Resumo: A leishmaniose visceral (LV) é uma zoonose de grande impacto em saúde pública. A infecção nos gatos tem sido relatada nos países onde a doença é endêmica. Seu papel como reservatório não está satisfatoriamente elucidado, embora a transmissão do parasito de um felino infectado para vetor tenha sido reportada por xenodiagnóstico. O objetivo do trabalho foi avaliar a presença de anticorpos anti-Leishmania spp. em animais da espécie felina em área endêmica para LV (Bauru-SP), por meio dos testes sorológicos de reação de imunofluorescência indireta (RIFI) e ensaio imunoenzimático (ELISA), e associá-los às variáveis: gênero, idade, raça e forma de criação. Foram testados soros de 276 felinos, dos quais 82 foram reagentes pelo método ELISA (29,71%), 17 pelo RIFI (6,15%) e 10 em ambos os testes (3,6%). Houve associação estatística significativa para a variável forma de criação, em que 100% dos animais errantes foram soropositivos a pelo menos um dos testes (P<0,005). Tal associação não foi encontrada para as demais variáveis analisadas (P>0,05). Não houve concordância entre o resultado dos testes, pois o método ELISA é mais sensível que o método RIFI.(AU)

Visceral leishmaniasis (VL) is a zoonosis with a great impact on public health. Infection in cats has been reported in countries where the disease is endemic. Its role as reservoir is not satisfactorily elucidated, although transmission of the parasite from an infected feline to vector has been reported by xenodiagnosis. The objective of this study was to evaluate the presence of anti-Leishmania spp antibodies in feline animals in an area endemic to LV (Bauru-SP), using the serological tests of Indirect Immunofluorescence Reaction (IFR) and ELISA and variables: gender, age, race and form of creation. Samples of 276 felines were tested, of which 82 were ELISA reagents (29,71%), 17 by IFR (6,15%) and 10 in both tests (3,6%). There was a significant statistical association for the variable form of breeding, where 100% of the wandering animals were seropositive to at least one of the tests (P <0,005). Such association was not found for the other variables analyzed (P >0,05). There was no concordance between the results of the tests, since the ELISA method is more sensitive than the RIFI method.(AU)
Descritores: Doenças do Gato/diagnóstico
Doenças Endêmicas/veterinária
Leishmaniose Visceral/diagnóstico
Leishmaniose Visceral/veterinária
Leishmaniose Visceral/epidemiologia
-Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/veterinária
Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo/veterinária
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 122 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Tanuri, A
Texto completo
Id: biblio-1011258
Autor: Medeiros, S. O; Silva, B. J. A; Carneiro, A. L; Ferreira Júnior, O. C; Tanuri, A.
Título: Avaliação de dois testes sorológicos comerciais para diagnóstico das infecções pelo FIV e pelo FeLV / Evaluation of two point-of-care tests to diagnosis of FIV and FeLV infections
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(2):447-454, mar.-abr. 2019. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: FIV e FeLV são retrovírus associados principalmente com neoplasias. Dois testes rápidos são disponibilizados no Brasil para o diagnóstico dessas infecções: um kit de imunocromatografia de fluxo bidirecional (SNAP® Combo IDEXX) e um kit de imunocromatografia de fluxo lateral unidirecional (ALERE/BIONOTE Anigen Rapid). O objetivo deste estudo foi comparar o teste SNAP® com o teste ALERE. Amostras de sangue de 178 gatos foram testadas utilizando-se ambos os kits. A reação em cadeia de polimerase em tempo real (qPCR) foi empregada como método confirmatório para todos os resultados. O teste SNAP® apresentou sensibilidade e especificidade de 100% para FIV; a sensibilidade e a especificidade do teste ALERE foram de 96,15% e 98,68%, respectivamente. A sensibilidade e a especificidade para o FeLV foram de 93,02% e 96,30% para o teste SNAP® e de 90,70% e 97,78% para o teste ALERE. Ainda em relação ao FeLV, três amostras com resultado positivo na qPCR obtiveram resultado falso-negativo em ambos os testes. Não houve diferença estatisticamente significante entre os métodos. Considerando a qPCR como padrão-ouro, o teste SNAP® apresentou maior sensibilidade e especificidade para o FIV, e o teste ALERE apresentou maior especificidade para o FeLV. Os resultados mostraram uma boa correlação entre os testes.(AU)

FIV and FeLV are Retrovirus associated mainly with feline neoplasms. Two point-of-care tests are commercially available in Brazil for diagnosis of these infections: a bidirectional flow immunochromatography kit (IDEXX SNAP ® Combo) and a lateral unidirectional flow immunochromatography kit (ALERE/BIONOTE Anigen Rapid). The aim of this study was to compare SNAP ® and ALERE tests. Blood samples obtained from 178 cats were evaluated using both tests. Quantitative real-time polymerase chain reaction (qPCR) was used as confirmatory test for all samples. The sensitivity and specificity of SNAP ® test was 100% for FIV, and for ALERE test was 96.15% and 98.68%, respectively. The sensitivity and specificity for FeLV was 93.02% and 96.30% for SNAP ® test and 90.70% and 97.78% for ALERE test. Three samples with a qPCR positive result for FeLV obtained a false negative result in both SNAP ® and ALERE tests. There was no statistically significant difference between the two methods. Considering qPCR as gold standard method, the SNAP® test showed higher sensitivity and specificity for FIV, and the ALERE test presented higher specificity for FeLV. The results showed good agreement among the tests.(AU)
Descritores: Infecções Tumorais por Vírus/diagnóstico
Infecções Tumorais por Vírus/veterinária
Testes Sorológicos/veterinária
Doenças do Gato/diagnóstico
Infecções por Lentivirus/diagnóstico
Leucemia Felina/diagnóstico
Infecções por Retroviridae/diagnóstico
Infecções por Retroviridae/veterinária
-Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
Cromatografia de Afinidade/veterinária
Gammaretrovirus
Vírus da Imunodeficiência Felina
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 122 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1016379
Autor: Leite, Angélica Ramalho de Araújo; Pessoa, Danielle Aluska do Nascimento; Carneiro, Rosileide dos Santos; Silva, Layze Cilmara Alves da; Matos, Rodrigo Antonio Torres; Henrique, Fernanda Vieira.
Título: Nocardiose cutânea em felino: relato de caso* / Feline cutaneous nocardiosis: case report
Fonte: Rev. bras. ciênc. vet;21(4):226-230, out.-dez.2014. il..
Idioma: pt.
Resumo: A nocardiose cutânea é uma condição supurativa a piogranulomatosa, que ocorre após penetração do agente em ferimentos na pele que foram expostas a água ou ao solo contaminado. A doença se manifesta com formação de abscessos localizados, com fístulas e úlceras necróticas que drenam uma secreção serossanguinolenta, atingindo membros ou abdômen. É rara em gatos, e nestes, a maior parte se deve a infecção por Nocardia asteroides. Este relato objetivou descrever o diagnóstico clínico e laboratorial de um felino doméstico com diagnóstico microbiológico de Nocardia asteroides, descrevendo o tratamento preconizado com base no antibiograma. Uma gata castrada, sem raça definida (SRD), com cinco anos de idade, desenvolveu lesão cutânea em forma de tratos fistulosos drenando secreção piossanguinolenta sob a região frontal da face, membros torácicos e abscesso em membro pélvico, além de inapetência, emagrecimento e apatia. Havia sido tratada anteriormente de forma empírica para infecção bacteriana com enrofloxacina, seguida de cefalexina após identificação bacteriana de Staphylococcus spp. Realizou-se coleta do exsudato para fins de cultura e antibiograma. O diagnóstico foi de nocardiose e o agente identificado como Nocardia asteroides e os micro-organismos foram sensíveis apenas a amicacina, neomicina e canamicina. Foi instituído tratamento com amicacina (10 mg/kg, a cada 12 horas), passando após sete dias a ser administrado a cada 24 horas devido a cilindrúria constatada através de urinálise. A remissão dos sinais ocorreu com 20 dias de uso contínuo do antibiótico, o qual foi mantido por mais três semanas sem outras complicações com resolução da cilindrúria.

The cutaneous nocardiosis is a suppurative to pyogranulomatous condition that occurs after penetration of the agent on wounds in the skin that were exposed to contaminated water or soil. The disease is manifested with formation of localized abscess, with necrotic fistula and ulcers that draining a serosanguineous secretion, reaching limbs or abdomen. It is rare in cats, and in these, the most are due to infection by Nocardia asteroides. This report aimed to describe the clinical and laboratory diagnosis of a domestic feline with microbiological diagnosis of Nocardia asteroides, describing the recommended treatment based on antibiogram. A spayed female cat, mongrel, with five years of age, developed cutaneous lesions in the form of fistulous tracts draining piosanguinolenta secretion on the frontal region of the face, forelimb and abscess in hind limb, and loss of appetite, weight loss and apathy. It had previously been treated empirically for bacterial infections with enrofloxacin, followed by cephalexin after bacterial identification of Staphylococcus spp. Held collection of exudate for culture and antibiogram. It was diagnosed nocardiosis and the identified agent as Nocardia asteroides and microrganisms were sensitive only to amikacin, kanamycin and neomycin. Treatment with amikacin (10 mg / kg every 12 hours) was introduced, and seven days after being administered once every 24 hours due to cilindruria detected by urinalysis. The remission of the signs occurred 20 days of continuous use of the antibiotics, which was maintained for three weeks without further complications with resolution of the cilindruria.
Descritores: Amicacina
Doenças do Gato
Testes de Sensibilidade Microbiana
Gatos
Nocardia asteroides
Nocardiose
Limites: Gatos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR409.1 - Biblioteca


  9 / 122 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-965440
Autor: Lima, Isabelle de Oliveira; Souza, Thamires Barreto Silva; Cardoso, Ianne Roberta dos Santos; Oliveira, Maria Gláucia Carlos de; Lima, Amara Gyane Alves de; Nunes, Talyta Lins; Paula, Valéria Veras de.
Título: Utilização de alfaxalona associado com meperidina e midazolam em gato obstruído / Use of alphaxalone associated with meperidine and midazolam in an obstructed cat
Fonte: Rev. bras. ciênc. vet;24(3):132-137, jul- set. 2017. il..
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se com esse trabalho avaliar o uso do anestésico alfaxalona associado à meperidina e midazolam para o procedimento de desobstrução uretral em um gato com doença do trato urinário inferior felino (DTUIF), analisando as qualidades de indução e recuperação, assim como as alterações fisiológicas. Um felino macho, quatro anos de idade, 3.1 Kg, castrado, foi atendido no setor de emergência do Hospital Veterinário da Universidade Federal Rural do Semi-árido com histórico de estrangúria, abdome distendido e vesícula urinária repleta, sendo diagnosticado com DTUIF obstrutiva. Para o procedimento de desobstrução uretral a MPA foi instituída com meperidina 3mg/Kg por via intramuscular (IM), dez minutos após, procedeu-se a indução anestésica: 0,4mg/ Kg de midazolam seguido de 2mg/Kg de alfaxalona, ambos diluídos em água de injeção, dispostos separadamente em seringas individuais, e administrados pela via intravenosa (IV). A alfaxalona foi administrado lentamente, contabilizando 1 minuto para total fornecimento. Foram avaliadas a frequência cardíaca (FC), frequência respiratória (f), temperatura retal (TR), pressão arterial sistólica (PAS), média (PAM), diastólica (PAD) e hemogasometria venosa, antes, durante e após o procedimento anestésico. A alfaxalona em associação com o midazolam produziu perda rápida da consciência, do reflexo de deglutição e intenso relaxamento muscular, bem como boa qualidade de indução e recuperação. O protocolo utilizado produziu mínimas anormalidades clinico patológicas, sem alterações importantes nos parâmetros cardíacos e respiratórios durante todo o procedimento, com manutenção da pressão arterial. Portanto, o anestésico alfaxalona foi considerado seguro para o procedimento de desobstrução uretral em gato macho com DTUIF.
Descritores: Doenças do Gato
Anestesia Intravenosa
-Diagnóstico
Limites: Gatos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR409.1 - Biblioteca


  10 / 122 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Matera, Julia Maria
Texto completo
Id: biblio-895348
Autor: Zardo, Karen Maciel; Damiani, Lucas Petri; Matera, Julia Maria; Fonseca-Pinto, Ana Carolina B. C.
Título: Feline injection site sarcoma: computed-tomographic density and assessment of tumor dimensions by different methods / Sarcoma de aplicação felino: avaliação da densidade tomográfica e das dimensões tumorais por diferentes métodos
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;37(10):1113-1118, out. 2017. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Feline injection site sarcoma is a malignant neoplasm with digitiform projections into muscular planes that are ill recognized during physical examination and may compromise tumor margin demarcation. This study compared tumoral size of 32 cats measured by different methods, and evaluated the CT density of 10 tumoral tissues (Hounsfield unit) based on histograms. Tumor axes were measured by physical examination and CT images. Larger craniocaudal axis measurements were obtained following multiplanar reconstruction of pre- and post-contrast CT images (p=0.049 and p=0.041 respectively); dorsoventral axis measurements taken from post-contrast CT images were also larger (p=0.010). Tumor volume estimates increased following contrast-enhancement. Histograms tended to produce two peaks: one in the fat and another in the soft tissue attenuation range. Multiplanar reconstructed post-contrast CT images provided clearer definition of tumor margins and more judicious determination of tumor size. A tendency of common FISS attenuation profile could be described.(AU)

O sarcoma de aplicação felino (SAF) é uma neoplasia maligna que geralmente apresenta projeções digitiformes para planos musculares adjacentes, dificilmente reconhecidos ao exame físico, o que pode comprometer a real identificação das suas margens. Este estudo comparou as dimensões tumorais de 32 SAFs mensurados por diferentes métodos (exame físico e por imagens de tomografia computadorizada) e avaliou a densidade tomográfica em unidades Hounsfield de 10 dessas neoplasias, com base em histogramas. As medidas no eixo craniocaudal foram maiores quando obtidas após reconstrução multiplanar de imagens tomográficas, tanto na fases pré como após administração de meio de contraste (p=0,049 e p=0,041, respectivamente). As medições tomográficas no eixo dorsoventral obtidas na fase pós-contraste também foram maiores, quando comparadas com as imagens pré-contraste (p=0,010). Estimativas do volume tumoral foram maiores após a fase contrastada. Os histogramas das densidades tumorais tenderam a produzir dois picos: o primeiro no intervalo de valores de densidade gordura e o segundo no intervalo correspondente a tecidos moles. As imagens tomográficas pós-contraste com reconstrução multiplanar demarcaram com mais clareza as margens do tumor e definiram de forma mais criteriosa o seu tamanho. Uma tendência de perfil de atenuação comum para o SAF pôde ser descrita com esse estudo.(AU)
Descritores: Sarcoma/veterinária
Sarcoma/diagnóstico por imagem
Doenças do Gato/diagnóstico por imagem
Gatos
Reação no Local da Injeção/veterinária
-Contagem de Células
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 13 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde