Base de dados : LILACS
Pesquisa : C23.550.291.890 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 206 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 21 ir para página                         

  1 / 206 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Baptista, Ida Maria Foschiani Dias
Texto completo
Id: biblio-1283689
Autor: Baptista, Ida Maria Foschiani Dias.
Título: Hanseníase: a incapacidade histórica de manter políticas públicas de saúde de longo prazo / Leprosy: the historical inability to maintain long-term public health policies / Lepra: la incapacidad histórica para mantener políticas de salud pública a largo plazo
Fonte: Hansen. int;44(único):36889, 2019.
Idioma: en; es; pt.
Descritores: ALLYLAMINE0ABDOMINAL INJURIES
Hanseníase/prevenção & controle
-Estratégias de Saúde Globais
Doenças Negligenciadas/prevenção & controle
Política de Saúde
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação Luiza Keffer


  2 / 206 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Barbosa, Jaqueline Caracas
Texto completo
Id: biblio-1101144
Autor: Nascimento, Danelle da Silva; Ramos Jr, Alberto Novaes; Araújo, Olívia Dias de; Macêdo, Suyanne Freire de; Silva, Gilberto Valentim da; Lopes, Walquirya Maria Pimentel Santos; Barbosa, Jaqueline Caracas.
Título: Limitação de atividade e restrição à participação social em pessoas com hanseníase: análise transversal da magnitude e fatores associados em município hiperendêmico do Piauí, 2001 a 2014 / Limitación de la actividad y restricción de la participatión social en personas con lepra: análisis transversal de la magnitud y factores asociados en un municipio hiperendémico de Piauí, 2001 a 2014 / Activity limitation and social participation restriction of people with leprosy: a cross-sectional analysis of magnitude and associated factors in a hyperendemic municipality in the state of Piauí, Brazil, 2001-2014
Fonte: Epidemiol. serv. saúde;29(3):e2019543, 2020. tab, graf.
Idioma: en; pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico.
Resumo: Objetivo: analisar a magnitude e os fatores associados à limitação de atividade e restrição à participação social em pessoas com hanseníase de 2001 a 2014, em Picos, Piauí. Métodos: estudo transversal com dados coletados por meio de entrevistas e exames físicos; foram utilizadas as escalas SALSA (Screening of Activity Limitation and Safety Awareness) e de participação social; calcularam-se razões de prevalência (RP) brutas. Resultados: participaram do estudo 263 pessoas com hanseníase; a limitação de atividade foi associada com grau de incapacidade I/II (RP=1,66; IC95% 1,14;2,41), idade ≥60 anos (RP=1,68; IC95% 1,09;3,02) e baixa escolaridade (RP=1,76; IC95% 1,26;2,45); observou-se correlação entre escore olho-mão-pé e limitação de atividade (r=0,29; p<0,001) e restrição à participação (r=0,27; p<0,001). Conclusão a limitação de atividade e a restrição à participação apresentaram alta prevalência no contexto estudado, e foram associadas a gravidade da doença, idade avançada e vulnerabilidade social.

Objetivo: analizar la magnitud y factores asociados con la limitación de actividad y restricción de la participación social en personas con lepra entre 2001 a 2014 en Picos/PI. Métodos: Estudio transversal con dados recopilados en entrevistas y exámenes físicos. Se utilizaron las escalas SALSA (Screening of Activity Limitation and Safety Awareness) y de participación social. Se calcularon las razones de prevalencia bruta (RP). Resultados: 263 personas con lepra participaron en el estudio. La limitación de actividad se asoció con el grado de discapacidad I/II (RP=1,66; IC95% 1,14;2,41), edad ≥ 60 años (RP= 1,68; IC95% 1,09;3,02) y baja escolaridad (RP=1,76; IC95% 1,26;2,45). Hubo una correlación entre la puntuación ojo-mano-pie y la limitación de actividad (r=0,29; p<0,001) y la restricción de participación (r=0,27; p<0,001). Conclusión: la limitación de la actividad y la restricción de participación mostraron una alta prevalencia en el contexto estudiado y se asociaron con la gravedad, la vejez y la vulnerabilidad social.

Objective: to analyse the magnitude and factors associated with activity limitation and social participation restriction of people with leprosy from 2001 to 2014 in Picos, Piauí, Brazil. Methods: this was a cross-sectional study with data collected through interviews and physical examinations; the SALSA Scale (Screening of Activity Limitation and Safety Awareness) and Social Participation Scale were used; crude prevalence ratios (PR) were calculated. Results: 263 people with leprosy participated in the study; activity limitation was associated with grade I/II disability (PR=1.66; 95%CI 1.14;2.41), age ≥60 years (PR=1.68; 95%CI 1.09;3.02) and low schooling (PR=1.76; 95%CI 1.26;2.45); correlation was found between eye-hand-foot score and activity limitation (r=0.29; p<0.001) and participation restriction (r=0.27; p<0.001). Conclusion: activity limitation and participation restriction had high prevalence in the context studied and were associated with disease severity, advanced age and social vulnerability.
Descritores: Doenças Negligenciadas
Participação Social
Hanseníase/complicações
Hanseníase/psicologia
Hanseníase/epidemiologia
-Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Atividades Cotidianas/psicologia
Estudos Transversais
Doenças Endêmicas/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR275.1 - Biblioteca


  3 / 206 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-899733
Autor: Ventura-Flores, Roberto; Failoc-Rojas, Virgilio; Silva-Díaz, Heber.
Título: Cromoblastomicosis: características clínicas y microbiológicas de una enfermedad desatendida / Chromoblastomycosis: clinical and microbiological characteristics of a neglected disease
Fonte: Rev. chil. infectol;34(4):404-407, ago. 2017. graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen La cromoblastomicosis es una enfermedad fúngica desatendida de curso crónico, que infecta por inoculación al tejido subcutáneo de personas con riesgo ocupacional. Comunicamos dos casos de adultos procedentes de regiones tropicales del norte del Perú, afectados con lesiones crónicas eritemato-escamosas y puntos negros múltiples, con dolor, prurito y cicatrización en áreas más antiguas de la lesión. El diagnóstico se realizó con el examen directo de escamas dérmicas con presencias de células fumagoides típicas y el aislamiento de hongos dematiáceos Fonsecaea pedrosoi y Fonsecaea sp., en el primer y segundo caso; respectivamente. Los pacientes recibieron tratamiento antifúngico con itraconazol, sin poder observar el resultado final debido al abandono del tratamiento y control médico.

Chromoblastomycosis is a neglected and chronic fungal disease, mainly affects the subcutaneous tissue in limbs of people with occupational risk. Here, we report two cases of adult patients from tropical regions of northern Peru, affected with chronic erythematous scaly lesions and multiple blackheads, pain, itching and scarring in older areas of injury. Direct examination of the dermal scales showed typical of this disease fumagoides cells; Fonsecaea pedrosoi and Fonsecaea sp. were isolated for at first and second case respectively. Patients received antifungal treatment with itraconazole; however, in both cases the final outcome was not observed due to treatment abandonment and medical care.
Descritores: Cromoblastomicose/diagnóstico
Cromoblastomicose/microbiologia
Cromoblastomicose/tratamento farmacológico
Doenças Negligenciadas/diagnóstico
Doenças Negligenciadas/microbiologia
Doenças Negligenciadas/tratamento farmacológico
-Itraconazol/uso terapêutico
Antifúngicos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  4 / 206 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1254958
Autor: Sobral, Natanael Vitor; Morais, Viviane Martha Santos de; Bufrem, Leilah Santiago; Santos, Raimundo Nonato Macedo dos; Mascarenhas e Silva, Fabio.
Título: Convergences between the Brazilian National Health Plan and scientific articles on Neglected Tropical Diseases / Convergências entre o Plano Nacional de Saúde do Brasil e os Artigos Científicos em Doenças Tropicais Negligenciadas / Convergencias entre el Plan Nacional de Salud de Brasil y Artículos Científicos sobre Enfermedades Tropicales Desatendidas
Fonte: RECIIS (Online);15(2):463-475, abr.-jun. 2021. tab, ilus.
Idioma: en.
Descritores: Medicina Tropical
Avaliação da Pesquisa em Saúde
Indicadores de Produção Científica
Doenças Negligenciadas
Política de Saúde
-Saúde Pública
Coleta de Dados
Artigo de Jornal
Limites: Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  5 / 206 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1014533
Autor: Anchieta, Jefferson de Jesus Silva; Costa, Léa Márcia Melo da; Campos, Leonardo Costa; Vieira, Maurício dos Remédios; Mota, Osvaldina Silva; Morais Neto, Otaliba Libânio; Souza, Marta Rovery de; Guimarães, Rafael Alves.
Título: Trend analysis of leprosy indicators in a hyperendemic Brazilian state, 2001-2015 / Análise da tendência dos indicadores da hanseníase em estado brasileiro hiperendêmico, 2001-2015
Fonte: Rev. saúde pública (Online);53:61, jan. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To analyze the temporal trend of leprosy indicators in a hyperendemic state of Brazil, from 2001-2015. METHODS This is a time-series study of leprosy indicators in the state of Maranhão, Northeastern region of Brazil. The study used data from the Brazilian National System of Reportable Diseases, for the period between 2001 and 2015. The following indicators were evaluated: (i) detection coefficient in the general population; (ii) detection coefficient in people under 15 years old; (iii) rate of cases with grade 2 physical disability in the diagnosis; (iv) rate of examined contacts, and (v) proportion of healing . The Prais-Winsten regression model was used for trend analysis. Analyses were performed for the state and by each health region. RESULTS 77,697 leprosy cases were analyzed in the general population and 7,599 in individuals under 15 years old. The detection coefficient in the general population ranged from 80.7/100 thousand inhabitants in 2001 to 51.2/100 thousand inhabitants in 2015. The coefficient in the general population presented a downward trend (annual percentage variation [APV] = -2.98; 95%CI -4.15- -1.79). For the population under 15 years old, the rate was 24.9/100 thousand inhabitants in 2001, and 19.9/100 thousand inhabitants in 2015, with downward trend (APV = -3.07; 95%CI -4.95- -1.15). It was observed upward trend in rate of contacts examined (APV = 2.35; 95%CI 0.58-4.15) and rate of cases with grade 2 disability (APV = 2.19; 95%CI 0.23-4.19). Stationary trend was observed in the proportion of healing (APV = -0.10; 95%CI -0.50-0.30). Regional differences were found in the performance of the indicators. CONCLUSIONS A downward trend for the detection coefficients in the general population and in individuals under 15 years old was found in Maranhão. Despite this result, the rates are still very high, demanding efforts from all spheres of public administration and health professionals to reduce the burden of the disease in the state.

RESUMO OBJETIVO Analisar a tendência temporal dos indicadores da hanseníase em estado brasileiro hiperendêmico, no período de 2011 a 2015. MÉTODOS Trata-se de um estudo de série temporal dos indicadores de hanseníase no estado do Maranhão, região Nordeste, que utilizou dados do Sistema Nacional de Agravos de Notificação, no período de 2001 a 2015. Foram avaliados os seguintes indicadores: (i) coeficiente de detecção na população em geral; (ii) coeficiente de detecção em menores de 15 anos; (iii) proporção de casos com grau 2 de incapacidade física no diagnóstico; (iv) proporção de contatos examinados e (v) proporção de cura. Para análise da tendência foi utilizado o modelo de regressão de Prais Winsten . As análises foram realizadas para o Estado e por região de saúde. RESULTADOS Foram analisados 77.697 casos de hanseníase na população geral e 7.599 em menores de 15 anos. O coeficiente de detecção na população geral variou de 80,7/100 mil habitantes em 2001 para 51,2/100 mil habitantes em 2015. Verificou-se tendência decrescente do coeficiente na população geral (variação percentual anual [VPA] = -2,98; IC95% -4,15- -1,79). Na população menor de 15 anos, o coeficiente foi de 24,9/100 mil habitantes em 2001 para 19,9/100 mil habitantes em 2015, com tendência decrescente (VPA = -3,07; IC95% -4,95- -1,15). Observou-se tendência crescente na proporção de contatos examinados (VPA = 2,35; IC95%: 0,58-4,15) e na proporção de casos com grau 2 de incapacidade (VPA = 2,19; IC95% 0,23-4,19). Verificou-se tendência estacionária na proporção de cura de hanseníase (VPA = -0,10; IC95% -0,50-0,30). Observaram-se diferenças regionais no desempenho dos indicadores. CONCLUSÕES A tendência dos coeficientes de detecção na população geral e em menores de 15 anos mostrou-se decrescente no Maranhão. Apesar disso, as taxas ainda são muito elevadas, o que exige esforços de todas as esferas de gestão e profissionais da saúde para redução da carga da doença no estado.
Descritores: Indicadores Básicos de Saúde
Doenças Endêmicas/estatística & dados numéricos
Doenças Negligenciadas/epidemiologia
Hanseníase/epidemiologia
-Fatores de Tempo
Brasil/epidemiologia
Modelos Lineares
Vigilância da População
Geografia
Hanseníase/diagnóstico
Hanseníase/prevenção & controle
Hanseníase/transmissão
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 206 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Almeida, Ana Maria de
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1281157
Autor: Tavares, Clodis Maria; Santos, Tâmyssa Simões dos; Gomes, Nataly Mayara Cavalcante; Silva-Sobrinho, Reinaldo Antônio; Goes, Fernanda Silva; Almeida, Ana Maria de.
Título: Características demográficas, sociais e clínicas de mulheres em idade fértil atingidas pela Hanseníase / Demographic, social and clinical characteristics of women in childbearing age affected by Leprosy / Características demográficas, sociales y clínicas de mujeres en edad fértil que sufren de la enfermedad de Hansen
Fonte: Rev. enferm. UFSM;8(2):320-333, 2018. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: descrever as características demográficas, sociais e clínicas de mulheres em idade fértil atingidas pela hanseníase em uma capital do nordeste brasileiro. Método: estudo descritivo de corte transversal, com abordagem quantitativa. A população do estudo foi composta por 217 mulheres, e resultou em uma amostra intencional de 60, que atenderam aos critérios de inclusão. Resultados: os dados revelaram que 95,0% do conjunto amostral, encontrava-se na faixa de 20 a 49 anos. O modo de detecção que apresentaram uma maior porcentagem foram: o encaminhamento e a demanda espontânea, constituindo 60,0% dos casos. Identificou-se que 30,0% foram diagnosticadas na forma dimorfa, o que afirma os dados referente à classificação multibacilar. Conclusão: as características demográficas, sociais e clínicas foram: mulheres economicamente ativas, predominantemente analfabetas, que possuem companheiros e desempenham ocupações remuneradas e domésticas.

Aim: to describe demographic, social and clinical characteristics of women in childbearing age affected by leprosy in a capital city in the northeast of Brazil. Method: crosssectional descriptive study, with quantitative approach. The study was composed by 217 women, resulting in an intentional sample of 60, who have attended the criteria of inclusion. Results: the data showed that 95% of the subjects were set between 20 and 49 years of age. The detection modes which presented a higher percentage were both the handling and the spontaneous demands, with 60% of the cases. It was identified that 30% were diagnosed in the dimorphic form, which is confirmed by the data regarding the multibacillary classification. Conclusion: the demographic, social and clinical characteristics were: economically active women, mostly illiterate, who are married and perform both remunerated and domestic occupations

Objetivo: describir las características demográficas, sociales y clínicas de mujeres en edad fértil que sufren de la enfermedad de Hansen en una capital del Nordeste brasileño. Método: estudio descriptivo de cohorte transversal, con análisis cuantitativo. La población del estudio fue compuesta por 217 mujeres, de esas se estableció una muestra intencional de 60, en las cuales se verificó los criterios de inclusión. Resultados: los dados evidenciaron que 95,0% del conjunto de la muestra tenía entre 20 y 49 años. El modo de detección que presentó un mayor porcentaje fue: la orientación y búsqueda de tratamiento espontánea, constituyendo 60% de los casos. También se identificó que 30% de esas mujeres fue diagnosticada de forma dimorfa, lo que ratifica los dados sobre la clasificación multibacilar. Conclusión: las características demográficas, sociales y clínicas de ese grupo fue: mujeres económicamente activas, en la mayoría analfabetas, que tienen compañeros y desempeñan ocupaciones remuneradas y domésticas.
Descritores: Características da População
Saúde da Mulher
Doenças Negligenciadas
Hanseníase
Limites: Humanos
Responsável: BR568.1 - Biblioteca Central Manoel Marques de Souza, Conde de Porto Alegre


  7 / 206 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1254987
Autor: Carvalho, Francisca Patrícia Barreto de; Simpson, Clélia Albino; Miranda, Francisco Arnoldo Nunes de; Queiroz, Tatiane Aparecida; Mendes, Felismina Rosa Parreira; Carvalho, Pablo Ramon da Silva.
Título: Análise do discurso dos gestores do Programa de Controle da Hanseníase / Speech analysis of the managers of leprosy control program
Fonte: Enferm. foco (Brasília);12(1):54-60, jun. 2021.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar o discurso dos gestores do Programa Nacional de Controle da Hanseníase (PNCH). Método: estudo descritivo, qualitativo, de abordagem discursiva. Os coordenadores dos pólos da PNCH do Rio Grande do Norte (RN), os coordenadores regionais e o coordenador estadual compuseram a população, foram incluídos aqueles com vínculo com o serviço por pelo menos seis meses, 12 gestores foram considerados adequados como amostra. O material empírico, coletado de novembro de 2015 a junho de 2016, foi analisado por meio da análise do discurso. Resultados: os enunciadores construíram discursos em torno de dois eixos: a questão dos médicos, com ênfase no centro de atenção à saúde, e a questão da gestão, apoiada nos princípios burocráticos com componentes legados do regime autoritário, tendo, ambos os eixos, influência do modelo sanitarista/ativista. Conclusão: entende-se que o PNCH pode melhorar a partir da profissionalização da gestão e da ênfase na promoção da saúde e no trabalho em equipe. (AU)

Objective: This study aimed to analyze the discourse of the managers of the National Leprosy Control Program (NLCP). Method: a descriptive and qualitative study with a discursive approach.The coordinators of the NLCP host cities of Rio Grande do Norte, the regional coordinators and the state coordinator composed the population, witch included those with bond to the service for at least six months, 12 managers were considered suitable as a sample. The empirical material, collected from November 2015 to June 2016, was investigated through discourse analysis. Results: The enunciators built speeches around two axes: the subject of the phisicyans, emphasizing the center of Health Care, and the subject of management, supported by the bureaucrats principles with legacy components of the authoritarian regime, with both axes having influence of the sanitary/activist model. Conclusion: It is understood that the NLCP can improve from the professionalization of management and the emphasis on health promotion and teamwork. (AU)

Objetivo: Este estudio tuvo como objetivo analizar el discurso de los gerentes del Programa Nacional de Control de la Lepra (PNCL). Método: estudio descriptivo e cualitativo con enfoque discursivo. Los coordinadores de las ciudades sede del PNCL en Rio Grande do Norte (RN), los coordinadores regionales y el coordinador estatal componían la población, se incluyeron aquellos con vínculos al servicio durante al menos seis meses, 12 gerentes se consideraron adecuados como muestra. El material empírico, recopilado desde noviembre de 2015 hasta junio de 2016, fue investigado mediante análisis del discurso. Resultados: Los enunciadores formularon discursos en torno a dos ejes: la cuestión de los médicos, con énfasis en el centro de atención de la salud, y la cuestión de la gestión, respaldada por principios burocráticos con componentes heredados del régimen autoritario, con ambos ejes influenciados por el modelo sanitario/activista. Conclusión: Se entiende que el PNCL puede mejorar en función de la profesionalización de la gestión y el énfasis en la promoción de la salud y el trabajo en equipo. (AU)
Descritores: Hanseníase
-Política Pública
Resultado do Tratamento
Diretores de Hospitais
Doenças Negligenciadas
Responsável: BR1898.2 - Biblioteca


  8 / 206 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Alves, Elioenai Dornelles
Texto completo
Id: lil-733913
Autor: Alves, Elioenai Dornelles; Ferreira, Telma Leonel; Ferreira, Isaias Nery.
Título: Hanseníase avanços e desafios / Progress and challenges the leprosy.
Fonte: Brasilia; s.n; 2014. 492 p. tab, graf, ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Células Progenitoras de Granulócitos e Macrófagos/imunologia
Deformidades Congênitas dos Membros/reabilitação
Doenças Negligenciadas/complicações
Doenças do Sistema Nervoso Periférico/complicações
Hanseníase Virchowiana/epidemiologia
Mycobacterium leprae
-Brasil
Doenças Negligenciadas/epidemiologia
Doenças Negligenciadas/prevenção & controle
Esquema de Medicação
Hanseníase/prevenção & controle
Monitoramento Epidemiológico
Prevalência
Resistência a Medicamentos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1


  9 / 206 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1280784
Autor: Amaral, Heloísa Esteves Gurgel do.
Título: Mortes evitáveis por tuberculose em residentes no município de Fortaleza no período de 2006 a 2013 / Avoidable deaths for tuberculosis in residents in the municipality of Fortaleza in the period 2006 to 2013.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2015. 107 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O presente estudo analisou o perfil epidemiológico dos óbitos por tuberculose ocorridos em Fortaleza de 2006 a 2013. Dos registros encontrados no Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) no período referido, constatou-se que 449 mortes tiveram a tuberculose como causa básica ou associada a outros agravos. Utilizando o instrumento de pesquisa Ficha de Investigação de Óbito por Tuberculose, foram realizadas visitas a 266 domicílios. Estudo do tipo documental, exploratório, descritivo e retrospectivo. Foram observados os seguintes resultados: a maior concentração de óbitos se deu na faixa etária entre 15 e 54 anos de idade, predominando o sexo masculino em quase todas as idades e a média de idade foi de 54,2 anos. Foi declarada renda familiar oscilando entre o Bolsa Família até um salário mínimo em 69,6% dos investigados. Em relação às moradias, 59% não tinha ventilação adequada, 50,7% não possuía filtros e 22% sem esgoto. A presença de hipertensão arterial foi de 23,6%, pneumonia 11,8%, cardiopatia 11,8%, DPOC em 10,5%, diabetes 9,7%, Aids em 7,7%, asma 7,6% e neoplasia em 6,7%. Quanto aos hábitos de vida observou-se que 45,1% eram alcoolistas, 44,3% tabagistas e 16,7% eram usuários de drogas. Quanto aos sinais e sintomas, 81,9% apresentou perda de peso, 81,4% dispneia, adinamia 79,4%, tosse 75,2%, caquexia 73,7% e febre em 72,2%. Dos 266 óbitos investigados, 43,2% dos doentes não foram notificados ao SINAN e 60,3% dos contatos não foram examinados. O estudo constatou que 54,2% moravam com quatro ou mais pessoas. Em relação ao local de ocorrência do óbito, foi visto que 68,1% faleceram no ambiente hospitalar enquanto 26,5% aconteceram no próprio domicílio. Foi observado o vínculo com subinformação,subregistro e subnotificação. Recomenda-se a aplicação das políticas públicas, reflexão e enfrentamento dos determinantes sociais que propiciam a vulnerabilidade e ampliam o risco de adoecimento da população.(AU)
Descritores: Tuberculose
Morte
Doenças Negligenciadas
Política de Saúde
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  10 / 206 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1102921
Autor: Lima, Rebeca Mól; Silva, William Lucas Ferreira da; Lazzarini, Jordana de Abreu; Raposo, Nádia Rezende Barbosa.
Título: Esporotricose brasileira: desdobramentos de uma epidemia negligenciada / Brazilian sporotrichosis: development of a neglected epidemic
Fonte: Rev. APS;22(2):405-422, 20190401.
Idioma: pt.
Resumo: A esporotricose é uma micose subcutânea de distribuição mundial, sendo observada em surtos de proporções variáveis, com predominância em áreas de clima temperado e tropical. Algumas áreas de endemicidade já foram relatadas. No Brasil, seus agentes etiológicos encontraram não só condições climáticas e estruturais ideais, mas também fontes de infecções extremamente eficientes. Nas últimas décadas, o país tem observado um aumento exponencial no número de casos de esporotricose humana e animal. Esse aumento e o surgimento de resistência aos antifúngicos tornam a situação alarmante. Apesar de essa epidemia se perpetuar há anos, existem poucas políticas de saúde no Brasil para o controle dos casos de esporotricose humana e animal, principalmente na atenção primária à saúde. Assim, intervenções sociais, ambientais e populacionais devem ser feitas para conter essa epidemia negligenciada.

Sporotrichosis is a subcutaneous mycosis with a worldwide distribution, which has been observed in outbreaks of variable proportions in all continents, with predominance in temperate and tropical climate zones. Some areas of endemicity have already been reported. In Brazil, its etiological agents found not only ideal climatic and structural conditions, but also extremely efficient sources of infections. In the last decades, the country has suffered an exponential increase in the number of human and animal cases of sporotrichosis. This increase, combined with the emergence of antifungal resistance makes the situation alarming. Although this epidemic has been perpetuating for years, there are few health policies in Brazil to control it/the disease, especially in primary health care. Therefore, social, environmental and population-based interventions should be organized in order to contain this neglected epidemic.
Descritores: Esporotricose/epidemiologia
Doenças Negligenciadas/epidemiologia
Política de Saúde
-Atenção Primária à Saúde
Esporotricose/etiologia
Esporotricose/veterinária
Brasil/epidemiologia
Doenças Negligenciadas/etiologia
Doenças Negligenciadas/veterinária
Epidemias
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central



página 1 de 21 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde