Base de dados : LILACS
Pesquisa : C23.888.592.763.237 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 242 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 25 ir para página                         

  1 / 242 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055074
Autor: Bortolotto, Luiz Aparecido.
Título: Postural Changes and their Influence on Functional Behavior of the Great Arteries / Mudanças Posturais e suas Influencias no Comportamento Funcional de Grandes Artérias
Fonte: Arq. bras. cardiol;113(6):1082-1083, Dec. 2019.
Idioma: en.
Descritores: Artérias
Tontura
-Postura
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 242 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-839399
Autor: Martins, Tiago Ferreira; Mancini, Patrícia Cotta; Souza, Luiza de Marilac de; Santos, Juliana Nunes.
Título: Prevalence of dizziness in the population of Minas Gerais, Brazil, and its association with demographic and socioeconomic characteristics and health status / Prevalência de tontura na população do Estado de Minas Gerais, Brasil, e suas relações com as características socioeconômicas demográficas e condições de saúde
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);83(1):29-37, Jan.-Feb. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction The state of Minas Gerais, Brazil has no data on the prevalence of dizziness in the population and this information can be fundamental as the basis of public health policies, promotion, prevention and rehabilitation campaigns. Objective Investigate the prevalence of the symptom of dizziness in the population of Minas Gerais according to Sample Survey of Households, as well as describe the profile of interviewed individuals and the association between dizziness and socioeconomic, demographic features and health status. Methods This was a cross-sectional observational study that analyzed individuals with dizziness symptom reported in the previous month. The data entered in the Sample Survey of Households of 2011 were analyzed. An independent statistical association was determined between the selected variables and dizziness through multivariate analysis. Results Dizziness was the third major complaint among individuals who mentioned any health problems in the previous month, with an estimated population of 209,025 individuals and reported by 6.7% of symptomatic ones, with higher prevalence values only reported for the symptoms of fever and headache. Among individuals who reported dizziness, 94% were adults or elderly (p ≤ 0.001) and 63% were females (p = 0.003). A statistically significant association (p < 0.001) was observed between the response variable and the variables: self-perceived health, hypertension, heart disease, diabetes, depression, seeking or requiring medical or health care in the previous month and private health care plan or insurance. Among individuals with dizziness, 84.2% sought or required medical or health care and 80.1% did not have a private health plan or insurance in the assessed period. Conclusion The dizziness symptom was highly prevalent in the population of Minas Gerais during the assessed month of the investigation. Dizziness was prevalent in adults and the elderly and showed a statistical association with socioeconomic and demographic characteristics, as well as the assessed health status.

Resumo Introdução O Estado de Minas Gerais, Brasil, não tem dados sobre a prevalência de tontura na população e essas informações podem ser fundamentais para basear políticas de saúde pública, campanhas de promoção e prevenção e a reabilitação. Objetivo Investigar a prevalência do sintoma de tontura na população do Estado de Minas Gerais segundo a Pesquisa por Amostra de Domicílio (PAD-MG), assim como descrever o perfil dos indivíduos entrevistados e as relações entre tontura e características socioeconômicas, demográfica e condições de saúde. Método Estudo de caráter observacional transversal com análise dos indivíduos com relato de sintoma de tontura no último mês. Foram analisados os dados inseridos na PAD-MG de 2011. Determinou-se associação estatística independente entre as variáveis selecionadas e a tontura por intermédio de análise multivariada. Resultados A tontura foi a terceira queixa principal entre os indivíduos que mencionaram algum problema de saúde no último mês, com estimativa populacional de 209.025 indivíduos e relatada por 6,7% dos sintomáticos, com valores inferiores somente aos sintomas de febre e dores de cabeça, respectivamente. Dentre indivíduos com relato de tontura, 94% são adultos ou idosos (p ≤ 0,001) e 63% do sexo feminino (p = 0,003). Foi encontrada associação estatisticamente significante (p < 0,001) entre a variável resposta e as variáveis autopercepção de saúde, hipertensão, doenças cardíacas, diabetes, depressão, procura ou necessidade de atendimento médico ou de saúde no último mês e presença de cobertura de plano ou seguro-saúde. Dentre os indivíduos com tontura, 84,2% procuraram ou precisaram de atendimento médico ou de saúde e 80,1% não tinham cobertura de plano ou seguro-saúde no período pesquisado. Conclusão O sintoma de tontura se mostrou altamente prevalente na população de Minas Gerais no mês de referência da pesquisa. A tontura foi prevalente nos indivíduos adultos e idosos e apresentou associação estatística com as características socioeconômicas, demográficas e condições de saúde estudadas.
Descritores: Tontura/epidemiologia
-Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Prevalência
Estudos Transversais
Fatores de Risco
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 242 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-839401
Autor: Coelho, Almir Resende; Andre, Ana Paula do Rego; Perobelli, Júlia Licursi Lambertti; Sonobe, Lilian Shizuka; Abreu, Daniela Cristina Carvalho de.
Título: Immediate effects of an anchor system on the stability limit of individuals with chronic dizziness of peripheral vestibular origin / Efeitos imediatos de um sistema de âncoras no limite de estabilidade de indivíduos com tontura crônica de origem vestibular periférica
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);83(1):3-9, Jan.-Feb. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction The symptoms associated with chronic peripheral vestibulopathy exert a negative impact on the independence and quality of life of these individuals, and many individuals continue to suffer from these symptoms even after conventional vestibular rehabilitation. Objective To evaluate the acute effect of an anchor system for balance evaluation of patients with chronic dizziness who failed to respond to traditional vestibular rehabilitation. Methods Subjects over 50 years of age, presenting with chronic dizziness and postural instability of peripheral vestibular origin, participated in the study. The limit of stability was evaluated in three positions using the Balance Master® system: Position 1, standing with the arms along the body; Position 2, standing with the elbows bent at 90º (simulating holding the anchors); and Position 3, with the elbows bent at 90º holding the anchors. The variables of movement latency, endpoint excursion and directional control of movement were evaluated. Results Using the anchor system, significant reduction of time in the response at the beginning of the movement compared to Position 1 (p < 0.05); increased endpoint excursion in the left lateral direction compared to Position 1 (p < 0.05); and more directional control of movement in the anterior and posterior directions (p < 0.05) compared to the other positions, were found. Conclusion While using the system anchor, individuals with chronic peripheral vestibulopathy showed an immediate improvement in the stability limit in relation to the movement latency, endpoint excursion, and directional control of movement variables, suggesting that the haptic information aids postural control.

Resumo Introdução Os sintomas associados à vestibulopatia periférica crônica têm impacto negativo na independência e qualidade de vida dos indivíduos e muitos deles continuam a sofrer desses sintomas, mesmo depois de ter passado pela reabilitação vestibular convencional. Objetivo Avaliar o efeito agudo de um sistema de ancoragem para avaliação do equilíbrio de pacientes com tontura crônica que não responderam à reabilitação vestibular tradicional. Método Participaram do estudo indivíduos com mais de 50 anos que se apresentaram com tontura crônica e instabilidade postural de origem vestibular periférica. O limite de estabilidade foi avaliado em três posições, com o uso do sistema Balance Master®: Posição 1, de pé com os braços pendentes ao longo do corpo; Posição 2, de pé com os cotovelos flexionados em 90º (simulando a posição de segurar as âncoras); e Posição 3, com os cotovelos flexionados em 90º e segurando as âncoras. Foram avaliadas as variáveis de latência de movimento, o ponto final da excursão e o controle direcional do movimento. Resultados Com o uso do sistema de âncoras, ocorreu redução significante no tempo de resposta no início do movimento em comparação com a Posição 1 (p < 0,05); aumento no ponto final da excursão na direção lateral esquerda, em comparação com a Posição 1 (p < 0,05); e mais controle direcional do movimento nas direções anterior e posterior (p < 0,05), em comparação com as demais posições. Conclusão Enquanto usavam o sistema de âncoras, os indivíduos com vestibulopatia periférica demonstraram melhoria imediata no limite da estabilidade em relação às variáveis latência de movimento, ponto final da excursão e controle direcional do movimento. Isso sugere que a informação háptica auxilia no controle postural.
Descritores: Doenças Vestibulares/reabilitação
Modalidades de Fisioterapia/instrumentação
Tontura/reabilitação
-Qualidade de Vida
Testes de Função Vestibular
Doenças Vestibulares/fisiopatologia
Resultado do Tratamento
Tontura/fisiopatologia
Equilíbrio Postural/fisiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 242 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Bento, Ricardo Ferreira
Texto completo
Id: biblio-839411
Autor: Greters, Mario Edvin; Bittar, Roseli Saraiva Moreira; Grasel, Signe Schuster; Oiticica, Jeanne; Bento, Ricardo Ferreira.
Título: Hearing performance as a predictor of postural recovery in cochlear implant users / Desempenho auditivo como preditor de recuperação postural em usuários de implante coclear
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);83(1):16-22, Jan.-Feb. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective This study aimed to evaluate if hearing performance is a predictor of postural control in cochlear implant (CI) users at least six months after surgery. Methods Cross-sectional study including (CI) recipients with post-lingual deafness and controls who were divided into the following groups: nine CI users with good hearing performance (G+), five CI users with poor hearing performance (G−), and seven controls (CG). For each patient, computerized dynamic posturography (CDP) tests, a sensory organization test (SOT), and an adaptation test (ADT) were applied as dual task performance, with first test (FT) and re-test (RT) on the same day, including a 40–60 min interval between them to evaluate the short-term learning ability on postural recovery strategies. The results of the groups were compared. Results Comparing the dual task performance on CDP and the weighted average between all test conditions, the G+ group showed better performance on RT in SOT4, SOT5, SOT6, and CS, which was not observed for G− and CG. The G− group had significantly lower levels of short-term learning ability than the other two groups in SOT5 (p = 0.021), SOT6 (p = 0.025), and CS (p = 0.031). Conclusion The CI users with good hearing performance had a higher index of postural recovery when compared to CI users with poor hearing performance.

Resumo Objetivo O presente estudo teve por objetivo avaliar se o desempenho auditivo é preditor de controle postural em usuários de IC pelo menos seis meses após a cirurgia. Método Estudo transversal que consistiu em recipientes de implante coclear (IC) com surdez pós-lingual e controles, que foram divididos nos seguintes grupos: nove usuários de IC com bom desempenho auditivo (G+), cinco usuários de usuários de IC com desempenho auditivo insatisfatório (G-) e sete controles (GC). Aplicamos os testes de posturografia dinâmica computadorizada (PDC), de organização sensitiva (TOS) e de adaptação (TAd) como desempenho de dupla tarefa, primeiro teste (PT) e reteste (RT) no mesmo dia, com intervalo de 40-60 minutos entre testes, com o objetivo de avaliar a capacidade de aprendizado em curto prazo nas estratégias de recuperação postural. Comparamos os resultados dos testes. Resultados Na comparação do desempenho de dupla tarefa no teste PDC e a média ponderal entre todas as condições de teste, o grupo G+ demonstrou melhor desempenho no RT nos TOS4, TOS5, TOS6 e EC, o que não foi observado para os grupos G- e GC. O grupo G- obteve níveis significantemente mais baixos de capacidade de aprendizado em curto prazo vs. outros dois grupos no TOS5 (p = 0,021), TOS6 (p = 0,025) e EC (p = 0,031). Conclusão Usuários de IC com bom desempenho auditivo tiveram índice melhor de recuperação postural, quando comparados com usuários de IC com desempenho auditivo insatisfatório.
Descritores: Postura/fisiologia
Implantes Cocleares
Surdez/reabilitação
Equilíbrio Postural/fisiologia
-Percepção da Fala/fisiologia
Estudos de Casos e Controles
Estudos Transversais
Surdez/fisiopatologia
Tontura/fisiopatologia
Tontura/reabilitação
Testes Auditivos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 242 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889314
Autor: Petri, Maria; Chirilă, Magdalena; Bolboacă, Sorana D; Cosgarea, Marcel.
Título: Health-related quality of life and disability in patients with acute unilateral peripheral vestibular disorders / Qualidade de vida relacionada à saúde e incapacidade em pacientes com distúrbios vestibulares periféricos unilaterais agudos
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);83(6):611-618, Nov.-Dec. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Health-related quality of life is used to denote that portion of the quality of life that is influenced by the person's health. Objectives: To compare the health-related quality of life of individuals with vestibular disorders of peripheral origin by analyzing functional, emotional and physical disabilities before and after vestibular treatment. Methods: A prospective, non randomized case-controlled study was conduced in the ENT Department, between January 2015 and December 2015. All patients were submitted to customize a 36 item of health survey on quality of life, short form 36 health survey questionnaire (SF-36) and the Dizziness Handicap Inventory for assessing the disability. Individuals were diagnosed with acute unilateral vestibular peripheral disorders classified in 5 groups: vestibular neuritis, Ménière Disease, Benign Paroxysmal Positional Vertigo, cochlear-vestibular dysfunction (other than Ménière Disease), or other type of acute peripheral vertigo (as vestibular migraine). Results: There was a statistical significant difference for each parameter of Dizziness Handicap Inventory score (the emotional, functional and physical) between the baseline and one month both in men and women, but with any statistical significant difference between 7 days and 14 days. It was found a statistical significant difference for all eight parameters of SF-36 score between the baseline and one month later both in men and women; the exception was the men mental health perception. The correlation between the Dizziness Handicap Inventory and the SF-36 scores according to diagnostics type pointed out that the Spearman's correlation coefficient was moderate correlated with the total scores of these instruments. Conclusion: The Dizziness Handicap Inventory and the SF-36 are useful, proved practical and valid instruments for assessing the impact of dizziness on the quality of life of patients with unilateral peripheral vestibular disorders.

Resumo Introdução: Qualidade de vida relacionada à saúde é usada para designar a parte da qualidade de vida que é influenciada pela saúde do indivíduo. Objetivos: Comparar a qualidade de vida relacionada à saúde de indivíduos com distúrbios vestibulares de origem periférica, analisar incapacidades funcionais, emocionais e físicas antes e após o tratamento vestibular. Método: Um estudo de caso-controle prospectivo, não randomizado, foi conduzido no Departamento de Otorrinolaringologia, entre janeiro de 2015 e dezembro de 2015. Todos os pacientes foram submetidos a uma pesquisa de saúde personalizada de 36 itens sobre qualidade de vida, ao formulário abreviado de avaliação de saúde 36 (SF-36) e ao Dizziness Handicap Inventory para avaliar a incapacidade. Os indivíduos foram diagnosticados com distúrbios vestibulares periféricos unilaterais agudos, classificados em cinco grupos: neurite vestibular, doença de Ménière, vertigem posicional paroxística benigna, disfunção cócleo-vestibular (exceto Doença de Ménière) ou outro tipo de vertigem periférica aguda (como enxaqueca vestibular). Resultados: Houve uma diferença estatisticamente significante para cada parâmetro de escore no Dizziness Handicap Inventory (emocional, funcional e físico) entre a avaliação basal e depois de um mês, tanto em homens quanto em mulheres, mas sem diferença estatística significativa entre sete dias e 14 dias. Foi encontrada uma diferença estatisticamente significante para todos os oito parâmetros do escore no SF-36 entre a avaliação basal e um mês mais tarde, tanto em homens quanto em mulheres; a exceção foi a percepção de saúde mental nos homens. A correlação entre Dizziness Handicap Inventory e o SF-36 de acordo com o tipo de diagnóstico mostrou que o coeficiente de correlação de Spearman foi moderado quando correlacionado com o escore total desses instrumentos. Conclusão: O Dizziness Handicap Inventory e o SF-36 demonstraram ser instrumentos úteis, práticos e válidos para avaliar o impacto da tontura na qualidade de vida de pacientes com distúrbios vestibulares periféricos unilaterais.
Descritores: Qualidade de Vida
Vertigem/fisiopatologia
Neuronite Vestibular/fisiopatologia
Avaliação da Deficiência
-Valores de Referência
Fatores de Tempo
Índice de Gravidade de Doença
Estudos de Casos e Controles
Fatores Sexuais
Vertigem/diagnóstico
Vertigem/terapia
Estudos Prospectivos
Inquéritos e Questionários
Reprodutibilidade dos Testes
Análise de Variância
Estatísticas não Paramétricas
Neuronite Vestibular/diagnóstico
Neuronite Vestibular/terapia
Tontura/diagnóstico
Tontura/fisiopatologia
Tontura/terapia
Doença de Meniere/diagnóstico
Doença de Meniere/fisiopatologia
Doença de Meniere/terapia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 242 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1128120
Autor: Lage, Flávia X. A; Moreira, Osvaldo C; Oliveira, Renata A. R. de; Marins, João C. B; Amorim, Paulo R. S.
Título: Prevalência de fatores de risco coronariano e prontidão para atividade física em mulheres praticantes de caminhada e corrida recreativa / Prevalence of coronary risk factors and readiness for physical activity in women practicing walking and recreational running
Fonte: Rev. bras. ciênc. mov;2(28):163-171, abr.-jun. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo objetivou determinar a prontidão para atividade física e a prevalência de fatores de risco coronariano em mulheres praticantes de caminhada e corrida recreativa, através da aplicação dos questionários PAR-q e RISKO. Participaram do estudo 80 mulheres, as quais foram divididas em quatro grupos etários (G1 = 20-29 anos; G2 = 30-39 anos; G3 = 40-49 anos; G4 = 50-59 anos). Adotou-se com o critério de inclusão mulheres que praticassem caminhada e/ou corrida de forma recreativa há pelo menos dois meses sem orientação de um profissional de Educação Física, com frequência mínima de três vezes por semana. Utilizaram-se os questionários PAR-q, para determinar a prontidão para a prática de atividade física, e RISKO, para identificar os fatores de risco coronariano. Em relação ao PAR-q, 32,5% da amostra respondeu positivamente a, pelo menos, uma questão, apresentando inaptidão para atividade física . A questão com maioríndice de respostas positivas foi relacionada a episódios de tontura, correspondendo a 18,8% da amostra. O G3 apresentou maior prevalência em comparação aos demais grupos. O escore médio de risco coronariano obtido foi de 15,22 ± 3,29 pontos (risco abaixo da média), correspondendo a 66,3% da amostra. Foram encontrados valores maiores nas avaliadas do G4. A questão com maior escore foi relacionada à hereditariedade, correspondendo a 63,8% das entrevistadas, seguida de sexo e sobrepeso. Conclui-se que os grupos com maior faixa etária tiveram maior prevalência em respostas positivas no questionário PAR-q. No tocante ao RISKO, a maioria da amostra foi classificada como risco abaixo da média, sendo os fatores hereditariedade, sexo e sobrepeso os de maior prevalência...(AU)

This study aimed to determine the physical activity readiness and the coronary risk prevalence in women practicing walking and recreational running, through the application of PAR-q and RISKO questionnaires. 80 women participated in this study, divided in four age groups (G1 = 20-29 years old; G2 = 30-39 years old; G3 = 40-49 years old; G4 = 50-59 years old). We adopted as inclusion criterion women who practiced waking and/or recreational running for at least two months, without orientation of a physical educator, with minimal frequency of 3 times per week. We used PAR-q questionnaires to determine the readiness for practicing physical activity, and RISKO, to identify the coronary risk factors In relation to PAR-q, 32.5% of the sampleanswered positively to at least one question, showing inaptitude to physical activity. The question with highest index of positiveanswers wasrelated to dizziness episodes, corresponding to 18.8% of the sample. G3 presented a higher prevalence in relation to the oth er gro ups. The average score for coronary risk was 15.22 ± 3.29 points(below the average risk), correspo ndingto 66.3% of the sample. Higher values were found in G4 age group. Thequestion with the highestscore was the one related to heredity, corresponding to 63.8% of the subjects; followed by sex and overweight. Thus, we concluded that the groups with higher age had higher prevalence in positive answers in PAR-q questionnaire. Regarding RISKO questionnaire, most of sample was classified as below average risk, thus heredity, sex and overweight are the factors with higher prevalence...(AU)
Descritores: Educação Física e Treinamento
Corrida
Mulheres
Doenças Cardiovasculares
Exercício Físico
Fatores de Risco
Caminhada
Grupos Etários
-Risco
Inquéritos e Questionários
Morbidade
Hereditariedade
Tontura
Sobrepeso
Coração
Cardiopatias
Atividade Motora
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  7 / 242 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1008560
Autor: Cuesta Mero, Paola Lisette; Espinosa Arroba, Uldar Raúl.
Título: Síndrome de retirada brusca de Pregabalina / Pregabalin: Agressive withdrawal syndrome
Fonte: Cambios rev. méd;15(1):60-62, ene. - 2016.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: La pregabalina, un antiepiléptico de nueva generación, análogo estructural del GABA, cuyo mecanismo de acción no es totalmente conocido. El síndrome de retirada brusca, ocurre cuando se suspende este medicamento en menos de 1 semana, causando un fenómeno de abstinencia. Caso clínico: Presentamos el caso de una mujer de 97 años con antecedentes de neuropatía diabética, tratada con pregabalina desde hace 4 años y que suspendió el medicamento de manera abrupta 4 días previo a su ingreso, presentando debilidad, parestesias, mialgias en extremidades, sudoración profusa y agitación psicomotriz, se excluyeron otras causas por lo que se reinició pregabalina y la sintomatología desapareció en 1 semana. Conclusión: El síndrome de retirada brusca de pregabalina, es una patología rara, que se presenta cuando se suspende el medicamento en menos de 1 semana, presenta sintomatología variada, que mejora con el reinicio del fármaco.

Abstract Introduction: Pregabalin, a new-generation epilepsy drug, is a structural analog of GABA, whose method of treatment is not fully know. Sudden removal syndrome occurs when the drug is suspended for at least a week, causing an abstinence syndrome. Case: A 97 ­year-old woman with diabetic neuropathy being treated with pregabalin for 4 years stopped taking the drug 4 days prior to being admitted to the hospital. She was suffering from weakness, paresthesia, myalgia in her limbs, profuse sweating and psychomotor agitation. Other causes were dismissed because she started taking pregabalin again and the symptoms disappeared within a week. Discusion: Sudden removal of pregabalin syndrome, is a rare condition that occurs when the drug, is no longer taken. In less than a week, various symptoms appear which later disappear after resuming taking the drug.
Descritores: Neuropatias Diabéticas
Tontura
Pregabalina
Ácido gama-Aminobutírico
Anticonvulsivantes
-Ansiedade
Dopaminérgicos
Sonolência
Limites: Humanos
Feminino
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: EC162.1


  8 / 242 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-847523
Autor: Binetti, AC; Castillo, M; Ricardo, MA.
Título: Estudio retrospectivo: tendencia diagnóstica y perfil epidemiológico en la consulta otoneurológica en pacientes pediátricos, Hospital Británico de Buenos Aires, 2013-2016 / Retrospective study: Diagnostic trend and epidemiological profile in neurootological consultations in pediatric patients, Hospital Británico de Buenos Aires, 2013-2016 / Estudo retrospectivo: tendência diagnóstica e perfil epidemiológico na consulta otoneurológica em pacientes pediátricos, Hospital Britânico de Buenos Aires, 2013-2016
Fonte: Med. U.P.B = Med. UPB;36(2):109-114, jul.-dic. 2017.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: los trastornos del equilibrio en la edad pediátrica muestran un desafío diagnóstico y terapéutico para pediatras y otorrinolaringólogos, dada la dificultad para la descripción de síntomas. En Latinoamérica son pocos los estudios sobre el perfil epidemiológico de los pacientes pediátricos valorados por trastornos del equilibrio. El presente trabajo pretende describir las tendencias en la presentación de patología vestibular en pacientes pediátricos valorados en los últimos tres años en el Hospital Británico de Buenos Aires. Metodología: estudio observacional, descriptivo, retrospectivo. Se revisaron las historias clínicas de menores de 16 años, quienes consultan por trastornos del equilibrio en el periodo 2013-2016. Resultados: el estudio mostró una media etaria de 9.07 años y se observa mayor número de consultas por pacientes del sexo femenino. Los principales síntomas de consulta fueron vértigo y mareo en mujeres y mareo en hombres. El principal diagnóstico en ambos sexos fue migraña vestibular. Tanto en hombres como en mujeres que tuvieron por síntoma de consulta vértigo, los diagnósticos finales fueron vértigo posicional paroxístico de la infancia y migraña vestibular. Conclusiones: en la población estudiada el síntoma que generó más consultas fue vértigo. Las consultas fueron en mayor número de niñas con una media de edad de 9.07 años para toda la población estudiada. El diagnóstico más frecuente tanto en niñas como en niños fue migraña vestibular.

Objective: Balance disorders in patients during pediatric ages are a diagnostic and therapeutic challenge for pediatricians and otorhinolaryngologists due to the difficulty of symptom description. In Latin America, there are few studies on the epidemiological profile of pediatric patients with balance disorders. The aim of this study is to describe the trends in vestibular pathology in pediatric patients seen over the last three years at Hospital Británico de Buenos Aires. Methodology: Observational, descriptive, retrospective study. We reviewed the medical history of patients under 16 who sought medical attention due to balance disorders from 2013 to 2016. Results: Study participants had a mean age of 9.07, of whom more patients were female. The main symptoms were vertigo and dizziness in girls and dizziness in boys. The main diagnosis for both girls and boys was vestibular migraine. For patients (both boys and girls) whose main symptom was vertigo, final diagnosis was infant paroxysmal positional vertigo and vestibular migraine. Conclusions: In the population studied, the symptom most commonly leading to seeking medical attention was vertigo. More girls sought medical attention than boys, and the mean age of the total population studied was 9.07. The most frequent diagnosis, both in girls and boys, was vestibular migraine.

Objetivo: os transtornos do equilíbrio na idade pediátrica mostram um desafio diagnóstico e terapêutico para os pediatras e otorrinolaringologistas, dada a dificuldade para a descrição de sintomas. Na América Latina são poucos os estudos sobre o perfil epidemiológico dos pacientes pediátricos valorados por transtornos do equilíbrio. O presente trabalho pretende descrever as tendências na apresentação de patologia vestibular nos pacientes pediátricos valorados nos últimos três anos no Hospital Britânico de Buenos Aires. Metodologia: estudo observacional, descritivo, retrospectivo. Se revisaram as histórias clínicas de menores de 16 anos, quem consultam por transtornos do equilíbrio no período 2013-2016. Resultados: o estudo mostrou uma média etária de 9.07 anos e se observa maior número de consultas por pacientes do sexo feminino. Os principais sintomas de consulta foram tontura e enjoo em mulheres e enjoo nos homens. O principal diagnóstico em ambos sexos foi a enxaqueca vestibular. Tanto nos homens quanto nas mulheres que tiveram por sintoma de consulta tontura, os diagnósticos finais foram tontura posicional paroxístico da infância e enxaqueca vestibular. Conclusões: na população estudada o sintoma que gerou mais consultas foi tontura. As consultas foram em maior número de meninas com uma idade média de 9.07 anos para toda a população estudada. O diagnóstico mais frequente tanto em meninas quanto em meninos foi enxaqueca vestibular.
Descritores: Neuro-Otologia
-Criança
Vertigem
Tontura
Otorrinolaringologistas
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Estudo Clínico
Responsável: CO101 - Facultad de Medicina


  9 / 242 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1128739
Autor: Gürtler, Sofía Victoria; Villalón, Gabriel.
Título: El tratamiento con pregabalina no redujo la intensidad de la lumbociatalgia aguda o crónica / Treatment with pregabaline did not reduce intensity of acute or chronic sciatica pain
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;20(2):39-39, 2017. tab.
Idioma: es.
Descritores: Ciática/tratamento farmacológico
Pregabalina/uso terapêutico
Analgésicos/uso terapêutico
-Qualidade de Vida
Ciática/classificação
Medição da Dor
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
Falha de Tratamento
Dor nas Costas/classificação
Avaliação da Deficiência
Tontura/induzido quimicamente
Pregabalina/administração & dosagem
Pregabalina/efeitos adversos
Analgésicos/administração & dosagem
Analgésicos/efeitos adversos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  10 / 242 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-746374
Autor: Prieto Rivera, José Alberto; Lora, José Gabriel; Guzmán, José Eduardo; Polanía Jácome, Edward Alberto.
Título: Vértigo fóbico: una patología silente / Phobic vertigo: a silent pathology
Fonte: Acta otorrinolaringol. cir. cabeza cuello;42(1):44-48, ene.-mar. 2014. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El vértigo fóbico se constituye como una patología dentro de las alteraciones somatomorfas que cursan con trastornos del balance, relacionadas a un proceso de desajuste sensorial aferente, con repercusiones eferentes especiales que no son evidentes al observador, identificadas, por ejemplo, por un aumento en los patrones de propiocepción detectados por electroposturografía. Las características clínicas de estos pacientes están descritas como eventos vertiginosos no asociados a claros desencadenantes, sino más bien una respuesta muy personal a ambientes particulares normales para otras personas, quienes adicionalmente ofrecen personalidades obsesivas-compulsivas, perfeccionistas autodemandantes, incluso depresivas dentro de un contexto que culmina en inestabilidad. No se identifican alteraciones auditivas concomitantes, ni tampoco neurológicas centrales, por lo que su diagnóstico diferencial podría hacerse evidente denotando los diagnósticos más relevantes, tanto psicogénicos como orgánicos, aportados por Brandt y colaboradores...

Phobic vertigo is constituted as a pathology within the somatoform disorders that causes balance disease related to a mismatch process between afferent signals and efferent sensorial perceptions with special effects that are not apparent to the observer, identified by cause an increase in proprioception patterns detected by electroposturography. The clinical characteristics of these patients are described as dizzying events not associated with clear triggers, but rather a very personal response to particular environments for them and normal for others; those obsessive compulsive personalities additionally can offer, auto-perfectionists, depressives feelings, within a context that culminates in instability. Are not identified concomitant hearing impairment, nor central neurological disease, differential diagnosis could be make evident, thanks to the most relevant both psychogenic and organic issues provided by Brandt et ál...
Descritores: Agorafobia
Ansiedade
Tontura
Síndrome da Taquicardia Postural Ortostática
Vertigem
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CO361.9



página 1 de 25 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde