Base de dados : LILACS
Pesquisa : C25.775.100 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 287 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 29 ir para página                         

  1 / 287 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1123445
Autor: Patrício, Anna Cláudia Freire de Araújo; Figueiredo, Marina Sarmento Braga Ramalho de; Silva, Deysianne Ferreira da; Rodrigues, Brenda Feitosa Lopes; Silva, Rôseane Ferreira da; Silva, Richardson Augusto Rosendo da.
Título: Condições de risco à saúde: pessoas em situação de rua / Health risk conditions: people on the streets / Condiciones de riesgo de salud: personas en la situación de la calle
Fonte: Rev. enferm. UERJ;28:e44520, jan.-dez. 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: analisar condições clínicas e comportamentos de risco à saúde de pessoas em situação de rua. Método: estudo transversal, realizado em duas instituições de referência para pessoas em situação de rua na região nordeste do Brasil. Aplicouse um roteiro de entrevista referente a variáveis sociodemográficas, clínicas e comportamentos vulneráveis ao adoecer para 100 participantes. Utilizou-se o teste Qui Quadrado e ANOVA. Resultados: o tipo de parceiro sexual influência na presença de sintomas de infecção sexualmente transmissível, a presença de sintomatologia relacionada à infecção sexualmente transmissível do parceiro influência na sintomatologia do próprio indivíduo, o etilismo influência na prática de sexo com usuário de drogas, a prática de sexo em troca de dinheiro apresenta correlação com a violência física, o sexo oral influência na presença de sintoma de infecção sexualmente transmissível. Conclusão: pessoas em situação de rua apresentam condições e comportamentos que potencializam o adoecimento.

Objective: to examine the clinical conditions and health risk behavior of homeless people. Method: this cross-sectional study was conducted at two referral centers for homeless people in northeast Brazil. Information on sociodemographic and clinical variables, and vulnerable behaviors when falling ill was elicited from 100 participants by scripted interviews. Chi-Square and Anova tests were used. Results: type of sexual partner influenced the presence of symptoms of sexually-transmitted infection; the presence of symptoms related to the partner's sexually-transmitted infections influenced the participant's symptomatology; alcoholism influenced the practice of sex with drug users; sex in exchange for money correlated with physical violence; and oral sex influenced the presence of a sexually-transmitted infection symptom. Conclusion: people on the street display conditions and behaviors that potentiate illness.

Objetivo: examinar las condiciones clínicas y el comportamiento de riesgo para la salud de las personas sin hogar. Método: este estudio transversal se realizó en dos centros de referencia para personas sin hogar en el noreste de Brasil. La información sobre las variables sociodemográficas y clínicas, y los comportamientos vulnerables cuando se enferma se obtuvo de 100 participantes mediante entrevistas con guión. Se utilizaron pruebas de Chi-Cuadrado y Anova. Resultados: el tipo de pareja sexual influyó en la presencia de síntomas de infección de transmisión sexual; la presencia de síntomas relacionados con las infecciones de transmisión sexual de la pareja influyó en la sintomatología del participante; el alcoholismo influyó en la práctica del sexo con consumidores de drogas; sexo a cambio de dinero correlacionado con violencia física; y el sexo oral influyó en la presencia de un síntoma de infección de transmisión sexual. Conclusión: las personas en la calle exhiben condiciones y comportamientos que potencian la enfermedad.
Descritores: Pessoas em Situação de Rua
Nível de Saúde
Vulnerabilidade em Saúde
Comportamentos de Risco à Saúde
-Comportamento Sexual
Brasil
Doenças Sexualmente Transmissíveis/transmissão
Estudos Transversais
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Abuso Físico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  2 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1284086
Autor: Almeida, Isabella Silva de.
Título: Cuidados e existências: entre mínimos e reais em um CAPS AD / Care and existences: between lesser and real in a CAPS AD.
Fonte: São Paulo; s.n; 2021. 190 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Apresento um estudo autoetnográfico realizado a partir do tempo da experiência de oito anos (entre 2010 e 2019) como terapeuta ocupacional do Centro de Atenção Psicossocial - Álcool e outras Drogas da Brasilândia, no município de São Paulo. Conceição Evaristo e David Lapoujade foram os inspiradores teórico-conceituais ao longo de toda a obra. Produzi quatro narrativas - Assum-Preto, Quero-Quero, João-de-Barro e Bem-te-vi - que trazem cenas arquitetadas com minhas memórias, atendimentos gravados em áudio, registros de prontuários e diário de campo. Cada uma das narrativas foi meticulosamente moldada em coautoria na composição de palavras, ideias, afetos, sentimentos, intuições e sensações. Elas visibilizam uma multiplicidade de acontecimentos, experiências, ações, reações, transformações e mutações que rondam, ocupam e dão vida ao fazer cotidiano de uma profissional no contexto dos CAPS AD. O cenário-fundo desvela as tramas institucionais e interinstitucionais e, como porta-meio, deixa as vidas chegarem e se instalarem, trazendo para a realidade o que até então estava em estado e condição de mínimo... E, assim, vamos nos misturando com as existências múltiplas e muito, muito frágeis, que confiaram a uma das Isabellas e à sua obra o atributo de intercessora, a fim de advogar por suas existências, aumentando suas realidades, intensificando suas potências para produzir vida e garantindo a liberdade suficiente e necessária para que seres-pássaros possam voar, para existir em seus infinitos modos.

I present a self-ethnographic study carried out from the time of the experience of eight years (2010-2019) as an occupational therapist at the Psychosocial Care Center - Alcohol and other Drugs in Brasilândia, in the city of São Paulo. Conceição Evaristo and David Lapoujade were the theoretical and conceptual inspirers throughout the work. I produced four narratives - Assum-Preto, Quero-Quero, João-de-Barro and Bem-te-vi - that feature scenes architected with my memories, consultations recorded in audio, medical records, and field diary. Each of the narratives was meticulously shaped in co-authorship in the composition of words, ideas, affections, feelings, intuitions, and sensations. They make visible a multiplicity of events, experiences, actions, reactions, transformations, and mutations that hover, occupy and give life to the daily work of a professional in the context of CAPS AD. The scenery-background unveils the institutional and interinstitutional plots and, as a door-middle, lets lives come and settle, bringing to reality what was hitherto in a state and condition of lesser... And so, we mix with the multiple and very, very fragile existences, which entrusted one of the Isabellas and her work, the attribute of intercessor, in order to advocate for their existences, increasing their realities, intensifying their powers to produce life and guaranteeing sufficient and necessary freedom for bird-beings to fly, to exist in their infinite ways.
Descritores: Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Empatia
Serviços de Saúde Mental
-Terapeutas Ocupacionais
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  3 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-1252043
Autor: Cherpitel, Cheryl J; Witbrodt, Jane; Ye, Yu; Monteiro, Maristela G; Málaga, Hernán; Báez, Jeannette; Valdés, Marisela Ponce de León.
Título: Road traffic injuries and substance use among emergency department patients in the Dominican Republic and Peru / Traumatismos causados por el tránsito y consumo de sustancias psicoactivas en pacientes del departamento de urgencias en Perú y República Dominicana / Lesões por acidentes de trânsito e uso de substâncias químicas em pacientes que deram entrada no setor de emergência na República Dominicana e Peru
Fonte: Rev. panam. salud pública = Pan am. j. public health;45:e31, 2021. tab.
Idioma: en.
Projeto: U.S. National Institute on Alcohol Abuse and Alcoholism.
Resumo: ABSTRACT Objective. To report demographic and substance use characteristics and risk of road traffic injury (RTI) from alcohol use, cannabis use, and combined use in a sample of emergency department patients from two countries in Latin America and the Caribbean. Methods. A cross-sectional study in which patients 18 years and older admitted within six hours of suffering an RTI to one emergency department in Santa Domingo, Dominican Republic (n = 501) and in Lima, Peru (n = 431) were interviewed. Case-crossover analysis, based on self-reported use prior to the RTI, was used to analyze risk from alcohol, cannabis, and co-use. Results. Overall, 15.3% reported alcohol use prior to the event and 2.5% cannabis use. Drivers using alcohol only were over twice as likely to have an RTI (OR = 2.46, p < 0.001), and nearly eight times more likely if using both alcohol and cannabis (OR = 6.89, p < 0.01), but risk was not elevated for cannabis alone. Significant differences were not found for passengers or pedestrians. Conclusions. Risk of RTI for drivers in these two samples is significantly elevated from alcohol use, and more so for co-use with cannabis. Differences between the two countries underscore the need for similar data from the region to determine risk of RTI from substance use, including risk for passengers and pedestrians. Data suggest that alcohol contributes significantly to the burden of RTI, which calls for more stringent enforcement of alcohol control policy related to drink driving in the region.

RESUMEN Objetivo. Presentar las características demográficas y de consumo de sustancias psicoactivas y el riesgo de traumatismos causados por el tránsito debidos al consumo de alcohol, cannabis y su consumo combinado en una muestra de pacientes del departamento de urgencias de dos países de América Latina y el Caribe. Métodos. Se realizó un estudio transversal en que se entrevistaron pacientes de 18 años o más ingresados en las siguientes seis horas de haber recibido traumatismos causados por el tránsito en un departamento de urgencias en Lima (Perú) (n = 431) y en Santo Domingo (República Dominicana) (n = 501). Se empleó el análisis de cruce de casos, basado en el consumo autoinformado con anterioridad a los traumatismos causados por el tránsito, para evaluar el riesgo por consumo de alcohol, cannabis y consumo combinado. Resultados. En términos generales, 15,3% notificó consumo de alcohol con anterioridad al evento y 2,5%, consumo de cannabis. Los conductores que consumieron alcohol únicamente tuvieron más del doble de probabilidades de sufrir traumatismos causados por el tránsito (OR = 2,46, p < 0,001) y casi ocho veces más probabilidades si consumieron tanto alcohol como cannabis (OR = 6,89, p < 0,01), si bien el riesgo no fue tan elevado para el consumo único de cannabis. No se encontraron diferencias significativas en pasajeros o peatones. Conclusiones. El riesgo de sufrir traumatismos causados por el tránsito para los conductores en estas dos muestras es significativamente más elevado por el consumo de alcohol y más aún por el consumo combinado con cannabis. Las diferencias entre ambos países ponen de manifiesto la necesidad de obtener datos similares sobre la región para determinar el riesgo de sufrir traumatismos causados por el tránsito debidos al consumo de sustancias psicoactivas, así como el riesgo para pasajeros y peatones. Los datos indican que el alcohol agrava significativamente la carga de los traumatismos causados por el tránsito, lo que exige un cumplimiento más estricto de las políticas de control del alcohol relacionadas con la conducción bajo los efectos del alcohol en la región.

RESUMO Objetivo. Descrever as características demográficas e uso de substâncias químicas e o risco de lesões por acidentes de trânsito associados ao consumo de álcool, uso de cannabis (maconha) e uso combinado de álcool e cannabis em uma amostra de pacientes que deram entrada no setor de emergência em dois países da América Latina e no Caribe. Métodos. Estudo transversal em que foram entrevistados pacientes maiores de 18 anos que deram entrada no setor de emergência no espaço de seis horas após sofrerem lesões por acidentes de trânsito em Santo Domingo, na República Dominicana (n = 501), e em Lima, Peru (n = 431). Foi realizada uma análise cruzada de casos com dados obtidos do autorrelato do uso de substâncias químicas anterior ao acidente de trânsito para avaliar o risco associado ao consumo de álcool, uso de cannabis e uso combinado. Resultados. Dos pacientes entrevistados, 15,3% relataram consumo de álcool e 2,5% referiram uso de cannabis antes do acidente. Os condutores que fizeram uso de álcool tiveram uma chance duas vezes maior de ter lesões por acidente de trânsito (OR = 2,46, p < 0,001) e uma chance de cerca de oito vezes maior com o uso combinado de álcool e cannabis (OR = 6,89, p < 0,01). Porém, o risco não foi elevado com o uso somente de cannabis. Não foram observadas diferenças significativas no risco para passageiros ou pedestres. Conclusões. Verificou-se que o risco de lesões por acidentes de trânsito para os condutores nas duas amostras estudadas foi significativamente elevado com o consumo de álcool e foi ainda maior com o uso combinado de álcool e cannabis. As diferenças entre os dois países reforçam a necessidade de dados semelhantes da Região para determinar o risco de lesões por acidentes de trânsito com o uso de substâncias químicas, inclusive para determinar o risco para passageiros e pedestres. Os dados indicam que o álcool contribui significativamente à carga de lesões por acidentes de trânsito requerendo o cumprimento mais rigoroso da política de controle do consumo de álcool associado à condução de veículos na Região.
Descritores: Traumatismo Múltiplo/epidemiologia
Acidentes de Trânsito/estatística & dados numéricos
Abuso de Maconha/complicações
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/epidemiologia
-Peru/epidemiologia
Fatores Socioeconômicos
Abuso de Maconha/epidemiologia
Estudos Transversais
Medição de Risco
República Dominicana/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1283422
Autor: León Ramírez, Erika Gisseth.
Título: Tradução, adaptação cultural e validação da escala de atitudes frente ao álcool, ao alcoolismo e ao alcoolista - EAFAA - versão espanhol / Translation, cultural adaptation and validation of Attitude Scale of Alcohol, Alcoholism and alcoholics Spanish version.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. 105 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O presente estudo objetivou traduzir, adaptar e validar a Escala de Atitudes frente ao álcool, ao alcoolismo e ao alcoolista EAFA para língua espanhola. Método. Estudo metodológico, que seguiu as diretrizes internacionais para tradução e adaptação de escalas de mensuração. A escala original foi adaptada para o idioma espanhol na cultura colombiana. A validade de construto da versão traduzida e adaptada foi realizada por meio da teoria clássica do teste representada pela análise fatorial confirmatória. A confiabilidade da versão em Espanhol da EAFAA foi testada pelo coeficiente de Alfa de Cronbach e Ômega de Mc Donald. Resultado. A validação de conteúdo, indicou índices de validade satisfatórios com IVC (0,97), PABAK ,(0,80), ICC (0,92). A análise fatorial confirmatória indicou bom ajuste do modelo da EAFA versão Espanhol, composta por 48 itens, divididos em quatro fatores. A análise da confiabilidade da escala estimada pelo Alfa de Cronbach apresentou índice satisfatório (α=0,80) resultado semelhante ao observado quando se testou a confiabilidade pelo teste de Mc Donald (Ω= 0.90). Conclusões. A EAFA adaptada e traduzida para o idioma Espanhol, apresentou validade de conteúdo e qualidades psicométricas robustas, o que permite afirmar que se trata de um instrumento válido e confiável, capaz de medir as atitudes frente ao álcool, ao alcoolismo e a pessoa com transtornos relacionados ao uso de álcool com acerácea no contexto cultural Colombiano.

The aim of this study was to translate, adapt and validate the instrument "attitudes scale towards alcohol, alcoholism and alcoholic (EAFA)" to Spanish language. Methodology: this methodological study followed the international guidelines on translation and adaptation of measurement scales, to adapt the original scale to the Spanish language in the Colombian culture. The construct validity of translate and adapted version was performed by the classical theory of the test represented by confirmatory factor analysis. The reliability of the Spanish version of EAFAA was tested by Cronbach alpha coefficient and omega of McDonald. Result: The instrument has indicated satisfactory validity rates with a CVI (0.97), Kappa Index (0.80) and ICC (0.92). The confirmatory factor analysis indicated proper adjustment of the model EAFA Spanish version, consisting of 48 items, divided into four factors. The scale reliability analysis estimated by alpha Cronbach presented satisfactory index (α= 0.80) similar to the result observed when tested by the McDonald test (Ω= 0.90). Conclusions: The EAFA adapted and translated into Spanish language, presented content validity and robust psychometric properties, which allows affirm that this is a valid and reliable instrument, able to measure the attitudes towards alcohol, alcoholism and persons with related disorders to alcohol use with accuracy in the Colombian cultural context.
Descritores: Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
-Tradução
Adaptação
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  5 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-962226
Autor: Coutinho, Evandro Silva Freire; Bahia, Luciana; Barufaldi, Laura Augusta; Abreu, Gabriela de Azevedo; Malhão, Thainá Alves; Pepe, Camila Ribeiro; Araujo, Denizar Vianna.
Título: Cost of diseases related to alcohol consumption in the Brazilian unified health system / Custos de doenças relacionadas ao consumo de álcool no sistema único de saúde
Fonte: Rev. saúde pública (Online);50:28, 2016. tab.
Idioma: en.
Projeto: Instituto de Avaliação de Tecnologia em Saúde; . Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To estimate the direct costs associated to outpatient and hospital care of diseases related to alcohol consumption in the Brazilian Unified Health System. METHODS Attributable populational risks were estimated for the selected diseases related to the use of 25 g/day or more of ethanol (risk consumption), considering a relative risk (RR) ≥ 1.20. The RR estimates were obtained from three meta-analysis. The risk consumption rates of the Brazilian population ≥ 18 years old were obtained by a national survey. Data from the Hospital Information System of SUS (HIS-SUS) were used to estimate the annual costs of the health system with the diseases included in the analysis. RESULTS The total estimated costs for a year regarding diseases related to risk consumption were U$8,262,762 (US$4,413,670 and US$3,849,092, for outpatient and hospital care, respectively). CONCLUSIONS Risk consumption of alcohol is an important economic and health problem, impacting significantly the health system and society.

RESUMO OBJETIVO Estimar os custos diretos associados ao atendimento ambulatorial e hospitalar de doenças relacionadas com o consumo de álcool no Sistema Único de Saúde brasileiro. MÉTODOS Riscos atribuíveis populacionais foram calculados para doenças selecionadas relacionadas ao uso de 25 g/dia ou mais de etanol (consumo de risco), considerando-se o risco relativo (RR) ≥ 1,.20. As estimativas de RR foram obtidas a partir de três meta-análises e as taxas de consumo de risco em brasileiros ≥ 18 anos obtidos em pesquisa nacional. Os dados do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH-SUS) e do Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS (SIA-SUS) foram utilizados para estimar os custos anuais do SUS com as doenças incluídas na análise. RESULTADOS Os custos totais estimados em um ano com todas as doenças relacionadas com consumo de risco foram US$8.262.762 (US$4.413.670 e US$3.849.092 para pacientes ambulatoriais e internados, respectivamente). CONCLUSÕES Consumo de risco de álcool representa importante problema econômico e de saúde, com um impacto significativo para o sistema de saúde e para a sociedade.
Descritores: Consumo de Bebidas Alcoólicas/economia
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/economia
-Brasil/epidemiologia
Consumo de Bebidas Alcoólicas/epidemiologia
Fatores Sexuais
Fatores de Risco
Custos de Cuidados de Saúde/estatística & dados numéricos
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/classificação
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/epidemiologia
Custos e Análise de Custo
Programas Nacionais de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1145065
Autor: Silva, Flávia Calanca da; Monge, Aline; Landi, Carlos Alberto; Zenardi, Gabriel Amaral; Suzuki, Denise Chrysostomo; Vitalle, Maria Sylvia de Souza.
Título: The effects of sexual violence experienced in childhood and adolescence on undergraduate students / Os impactos da violência sexual vivida na infância e adolescência em universitários
Fonte: Rev. saúde pública (Online);54:134, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE: This study aims to investigate the prevalence of adolescents and young adults who were victims of sexual violence at some point in their lives and to compare the presence of depressive and anxious symptoms, quality of life, and use of alcohol, tobacco, and illegal drugs among this population and those who were not abused. METHODS: Validated questionnaires and instruments were applied in a group of university students to assess: sexual profile and behavior, socioeconomic status, presence or not of sexual violence (Questionnaire on Exposure to Traumatizing Events), depressive (Beck Depression Inventory) and anxious symptoms (Beck Anxiety Inventory), quality of life (World Health Organization's Quality of Life Assessment) and the use or abuse of tobacco, alcohol, and illegal drugs (Smoking, Alcohol, and Substance Involvement Screening Test). RESULTS: Out of the 858 students who participated, 71 (8.3%) were victims of sexual violence, 52 girls (73.2%). In the victims of violence group there were more students who already had the first sexual intercourse (p = 0.029), students who already had become pregnant (p = 0.001), students with higher scores for depressive (p < 0.001) and anxious symptoms (p = 0.001), students with worse quality of life (p < 0.001), and who used more tobacco (p = 0.008) and marijuana (p = 0.025) as well as abused hypnotics or sedatives (p = 0.048) than in the non-victim group. CONCLUSION: The abuses are presented in several forms and affect, even in long term, the survivors' life. The sexual violence theme should be addressed and widely discussed in all spheres of society in order to mobilize, to sensitize, and provide society with knowledge, demystifying this subject and drawing attention to this important social issue.

RESUMO OBJETIVO: Investigar a prevalência de adolescentes e adultos jovens que foram vítimas de violência sexual em algum momento da vida e comparar a presença de sintomas depressivos e ansiosos, qualidade de vida e uso de álcool, tabaco e drogas ilícitas entre esta população e a que não sofreu abuso. MÉTODOS: Aplicaram-se questionários e instrumentos validados, em uma população de estudantes universitários, para avaliar: perfil e comportamento sexual, nível socioeconômico, presença ou não de violência sexual (Questionário sobre a Exposição a Eventos Traumatizantes), sintomas depressivos (Inventário de Depressão de Beck) e ansiosos (Inventário de Ansiedade de Beck), qualidade de vida (World Health Organization's Quality of Life Assessment) e o uso ou abuso de tabaco, álcool e drogas ilícitas (Teste para Triagem do Envolvimento com Fumo, Álcool e Outras Drogas). RESULTADOS: Dos 858 alunos que responderam à pesquisa, 71 (8,3%) foram vítimas de violência sexual, sendo 52 meninas (73,2%). No grupo vítima de abuso havia mais alunos que já tinham tido a coitarca (p = 0,029), alunas que já engravidaram (p = 0,001), estudantes com maiores escores para sintomas depressivos (p < 0,001) e ansiosos (p = 0,001), alunos com pior qualidade de vida (p < 0,001) e que usavam mais tabaco (p = 0,008) e maconha (p = 0,025) bem como abusavam de hipnóticos ou sedativos (p = 0,048) que no grupo não vítima. CONCLUSÃO: Os impactos causados pelo abuso são diversos e afetam, mesmo no longo prazo, a vida dos sobreviventes. Abordar o tema e o discutir, amplamente, em todas as esferas da sociedade é uma forma de mobilizar, sensibilizar e instrumentalizar o coletivo, desmistificando o assunto e chamando atenção para essa importante questão social.
Descritores: Ansiedade/psicologia
Qualidade de Vida/psicologia
Delitos Sexuais/psicologia
Estudantes/psicologia
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/psicologia
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/psicologia
Depressão/psicologia
Sobreviventes Adultos de Maus-Tratos Infantis/psicologia
Fumar Tabaco/psicologia
-Ansiedade/epidemiologia
Delitos Sexuais/estatística & dados numéricos
Abuso Sexual na Infância/psicologia
Abuso Sexual na Infância/estatística & dados numéricos
Brasil/epidemiologia
Drogas Ilícitas
Inquéritos e Questionários
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/epidemiologia
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/epidemiologia
Depressão/epidemiologia
Fumar Tabaco/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Gravidez
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1024664
Autor: Soares, Lorena Sousa; Silva, Manuela Paz Melo e; Rocha, Ruth Cardoso; Silva, Grazielle Roberta Freitas da; Nogueira, Lídya Tolstenko; Figueiredo, Maria do Livramento Fortes.
Título: Padrão de consumo de álcool entre trabalhadores de um colégio técnicoagrícola: estudo transversal / Pattern of alcohol consumption among workers of a technical-agricultural college: transversal study / Patrón de consumo de alcohol entre los trabajadores de una escuela técnica agrícola: investigación transversal
Fonte: Rev. enferm. UFSM;9:[16], jul. 15, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: traçar o padrão de consumo de álcool entre trabalhadores de um colégio técnico-agrícola de uma cidade nordestina brasileira. Método: pesquisa quantitativa, transversal e descritiva com 30 trabalhadores, com amostragem censitária. Elencou-se como critérios de elegibilidade: ser servidor público concursado na instituição e com vínculo empregatício de, pelo menos, seis meses. A coleta ocorreu por meio da aplicação do Teste para Identificação de Problemas relacionados ao Uso de Álcool e os dados foram analisados por meio de estatística descritiva. Resultados: verificou-se que 73% dos trabalhadores consumiram álcool nos últimos 12 meses; que o maior padrão de consumo de risco e nocivo ocorreu entre homens, com idades entre 30 e 39 anos, casados, com pósgraduação completa, com renda entre três e cinco salários mínimos. Conclusões: o padrão de consumo de álcool identificado foi de que os participantes consumiram bebidas alcoólicas nos últimos 12 meses com padrão de risco e nocivo.

Objective: to draw the pattern of alcohol consumption among workers of a technical-agricultural college in a Brazilian northeastern city. Method: a quantitative, transversal and descriptive research with 30 workers, with census sampling. It was listed as eligibility criteria: to be a public servant who has been a bankrupt in the institution and who has been employed for at least six months. The collection took through the application of the Test for Identification of Problems related to the Use of Alcohol and the data were analyzed by means of descriptive statistics. Results: it was found that 73% of the workers have used alcohol in the last 12 months, above the national average. That the highest pattern of risk and harmful consumption occurred among men, aged between 30 and 39 years, married, with a full postgraduate studies, with income between three and five minimum wages. Conclusion: the pattern of alcohol consumption identified was that the participants consumed alcoholic beverages in the last 12 months with a risk and harmful pattern

Objetivo: dibujar el patrón de consumo de alcohol entre los trabajadores de una escuela técnica agrícola, en una ciudad del nordeste brasileño. Método: se realizó una investigación cuantitativa, transversal y descriptiva con 30 trabajadores, con muestreo censal. Se definió como criterios de elegibilidad: ser servidor público concursado en la institución y con vínculo laboral de al menos seis meses. La recolección ocurrió mediante la aplicación de la prueba para Identificación de Problemas relacionados con el consumo de alcohol y los datos fueron analizados mediante estadística descriptiva. Resultados: se encontró que el 73% de los trabajadores han usado alcohol en los últimos 12 meses, por encima de la media nacional; el mayor patrón de consumo de riesgo y perjudicial ocurrió entre los hombres, de edades comprendidas entre 30 y 39 años de edad, casados, con estudios de postgrado completo, con ingreso mensual entre tres y cinco salarios mínimos. Conclusión: el patrón de consumo de alcohol identificado fue que los participantes consumieron bebidas alcohólicas en los últimos 12 meses con un patrón de riesgo y perjudicial.
Descritores: Saúde do Trabalhador
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Alcoolismo
Enfermagem do Trabalho
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR568.1 - Biblioteca Central Manoel Marques de Souza, Conde de Porto Alegre


  8 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1154216
Autor: MESSAS, Guilherme; FULFORD, Kenneth.
Título: A values-based phenomenology for substance use disorder: a new approach for clinical decision-making / Uma fenomenologia baseada em valores nos transtornos por uso de substâncias: uma nova abordagem para a tomada de decisão clínica
Fonte: Estud. Psicol. (Campinas, Online);38:e200102, 2021.
Idioma: en.
Resumo: Phenomenological psychopathology has been defined as a human science that is concerned with the object on which clinical psychology and psychiatry act. How psychopathological experiences are understood is an important factor determining decision-making in clinical care. An accurate understanding of psychopathology is fundamental to the effectiveness of mental health treatments. This is even more important in a field such as substance use disorders in which social and cultural values influence both diagnosis and decision-making. In this article, we offer a contribution to clinical decision-making in substance use disorders by suggesting the association of Phenomenological Psychopathology and Values-Based Practice, constituting a Values-based Phenomenology We present a fictitious clinical case (to preserve confidentiality), illustrating a three-step practical application of Values-based Phenomenology. We conclude that although still a nascent discipline, Values-based Phenomenology offers a promising approach to reducing the gap between services and patients' needs in clinical decision-making, and thus to improving clinical care in substance use disorders.

A psicopatologia fenomenológica é uma ciência humana que define o objeto sobre o qual atuam a psicologia clínica e a psiquiatria. O modo como são compreendidas as experiências psicopatológicas é um fator importante nas tomadas de decisão clínica. Uma compreensão acurada de psicopatologia é fundamental para a efetividade dos tratamentos em saúde mental. Isso é mais importante ainda em um campo como o dos transtornos por uso de substâncias, no qual há um importante imbricamento entre valores sociais e culturais. Neste artigo, se oferece uma contribuição para as tomadas de decisão clínica nos transtornos por uso de substâncias por meio da associação entre a psicopatologia fenomenológica e a Prática Baseada em Valores, constituindo uma fenomenologia baseada em valores. Apresenta-se um caso clínico fictício (visando à preservação de confidencialidade) ilustrativo dos três passos da aplicação prática da fenomenologia baseada em valores. Conclui-se que a fenomenologia baseada em valores constitui uma abordagem promissora para o aprimoramento das tomadas de decisão clínica nos transtornos por uso de substâncias.
Descritores: Psicopatologia
Saúde Mental
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Alcoolismo
Responsável: BR27.1 - Biblioteca do Campus II


  9 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1252654
Autor: Pinho, Paula Hayasi.
Título: Avaliação dos centros de atenção psicossocial em álcool e outras drogas do município de São Paulo / Evaluation of psychosocial care centers on alcohol and other drugs in São Paulo.
Fonte: São Paulo; s.n; 2014. 268 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução: A redefinição das políticas de atenção a Saúde Mental no Brasil redirecionou também a atenção aos usuários de álcool e outras drogas, como dispositivo central a política do Ministério da Saúde instituiu em 2002, em todo o território nacional, os Centros de Atenção Psicossocial em Álcool e Outras Drogas. Considerando que se trata de serviços de saúde pública, com pouco mais de uma década de existência, os processos avaliativos desses equipamentos tornam-se relevantes. Objetivo: Avaliar a estrutura, o processo e os resultados do tratamento recebido de uma amostra de CAPS ad do munícipio de São Paulo-SP. Metodologia: Estudo avaliativo quantitativo, transversal, descritivo e exploratório, realizado em 12 CAPSad do município de São Paulo-SP, com abordagem Donabediana. A amostra do estudo constituiu-se de 760 participantes divididos entre profissionais, usuários e familiares de usuários dos CAPSad. Para a coleta dos dados foram aplicados: um questionário sócio demográfico, a SATIS-BR para profissionais, usuários e familiares, a EMP para usuários e familiares e a EAFAAA para os profissionais. Resultados: Na dimensão de estrutura foi evidenciada percepção favorável dos usuários e familiares, contraditoriamente aos profissionais que apresentaram uma percepção mediana. Em relação ao processo as atividades terapêuticas desenvolvidas foram heterogêneas, com ênfase nos atendimentos individuais e nas atividades grupais desenvolvidas com os usuários dentro dos CAPS e pouca integração aos outros equipamentos de saúde ou dos recursos do território. Quanto aos resultados obtivemos níveis elevados de satisfação com o serviço (SATIS_BR), por parte dos usuários (escore médio 4,71) e familiares (4,23); enquanto que por parte dos profissionais o grau de satisfação apresentou-se entre a indiferença e a satisfação (3,77).Com relação à mudança que os usuários e seus familiares perceberam após o inicio do tratamento no CAPSad, medida pela EMP, observou-se que ambos perceberam melhoras, sendo a média do usuário 2,62 e do familiar 2,50. Os resultados obtidos com a EAFAAA sugerem que os profissionais do CAPS ad apresentam atitudes positivas frente ao usuário de AOD, com um escore médio de 3,5. Conclusões: Esses resultados sugerem que os CAPSad, apesar de algumas fragilidades, cumprem com o seu papel por meio do estabelecimento de vínculos, da construção da co-responsabilidade e de uma perspectiva ampliada da clínica, transformando esses serviços em locais de acolhimento e enfrentamento coletivo das situações ligadas ao uso de AOD. Alertamos que algumas semelhanças encontradas entre o CAPS de Saúde Mental e o CAPS ad podem contribuir para a perpetuação da vigência do modelo jurídico moral que vê o usuário de AOD como marginal ou doente, não abarcando todas as possibilidades de trabalho existentes nessa área.

Introduction: The Mental Health policies redefinition in Brazil also redirected attention to the users of alcohol and other drugs. And, as a central device in the 2002 policy, it was established the Psychosocial Care Centers in alcohol and Other Drugs (CAPSad) as a public health services to treat the addicts. Thus, after more than a decade of CAPSads establishment, it is relevant an evaluation processes of these services. Objective: The aim was evaluate the CAPS ads structure, its therapeutic process, and its treatment outcomes for addiction in the municipality of São Paulo-SP. Methodology: It was a quantitative, cross-sectional, descriptive and exploratory evaluation study, conducted in 12 CAPSad of São Paulo, and based in the Donabediana approach. The sample consisted of 760 participants, as CAPSads professionals, patients and patients families. For data collection it was used: a demographic questionnaire, the Scale of Satisfaction with Mental Health Services (SATIS-BR) for professionals, patients and patients families, the Scale Perceived Change (EMP) for patients and patients families, and Scale of Attitudes Towards Alcohol, Alcoholism and Alcoholics (EAFAAA) for professionals. Results: Regarding the structures dimension, it was found a favorable structures perception of patients and their families, and a median professionals structures perception. Respecting the therapeutic process, the results showed that the activities were heterogeneous, with emphasis on individual sessions, and group activities with the CAPSads patients, it was observed also a little integration with other health services, and health territorial resources.The SATIS_BR results showed high satisfactions levels for patients (mean score 4,71) and their families (mean score 4,23) ; while the professionals' satisfaction presented between indifference and satisfaction (mean score 3,77). Regarding the change that patients and their families noticed after the start of treatment in CAPSad, measured by the EMP, it was observed that both improved, the average patients was 2,62 and the average their families was 2,50. Finally, the EAFAAAs results showed that CAPSads professionals have positive attitudes towards the addicts, with a mean score of 3,5. Conclusions: These results suggest that CAPSad, despite some weaknesses, fulfill their role, through the establishing of linkages, construction of co-responsibility and because of the broader clinical perspective, what make these services as a place of refuge and a place of collective coping situations involving the addiction. We caution that some similarities found between the CAPS Mental Health and the ad CAPS may contribute to the perpetuation of the legal validity of the moral model that sees the users of alcohol and other drugs as marginal or sick, not covering all the possibilities of existing work in this area.
Descritores: Pesquisa sobre Serviços de Saúde
-Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  10 / 287 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1096389
Autor: De Simone, Cecilia.
Título: Utilidad de la escala TAPS para el rastreo del abuso de alcohol, tabaco y marihuana en atención primaria / Usefulness of the TAPS scale for tracking alcohol, tobacco and marijuana abuse in primary care
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;20(4):99-99, 2017. tab..
Idioma: es.
Descritores: Atenção Primária à Saúde/métodos
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/diagnóstico
-Prescrições de Medicamentos
Tabagismo/diagnóstico
Programas de Rastreamento
Abuso de Maconha/diagnóstico
Inquéritos e Questionários
Ensaios Clínicos como Assunto
Estudos Multicêntricos como Assunto
Sensibilidade e Especificidade
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central



página 1 de 29 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde