Base de dados : LILACS
Pesquisa : C25.775.100 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 252 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 26 ir para página                         

  1 / 252 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-895270
Autor: Silva, Roseane Amorim da; Menezes, Jaileila de Araújo; Souza, Leyllyanne Bezerra de; Silva, Jéssica do Nascimento; Moura, Renata Paula dos Santos; Gaia, Stellamary Brandão Rodrigues.
Título: Vamos conversar?: histórias de jovens sobre o uso de bebidas alcoólicas nas comunidades quilombolas / Let's talk?: stories of young people about the use of alcoholic beverages in quilombola communities / Vamos a hablar?: historias de los jóvenes sobre el uso de alcohol en las comunidades quilombolas
Fonte: Pesqui. prát. psicossociais;12(2):263-279, ago. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo faz parte da devolutiva dos resultados de uma pesquisa realizada em 2013, em duas comunidades quilombolas, localizadas em Garanhuns/PE. A pesquisa é qualitativa e buscou investigar os significados do uso de álcool entre os(as) jovens, considerando a perspectiva da interseccionalidade. A devolutiva foi constituída por duas etapas: na primeira entramos em contato com os(as) jovens participantes da pesquisa e combinamos a devolutiva. Em seguida, realizamos uma oficina e discutimos os resultados da pesquisa abordando de modo interseccional as questões de gênero, classe social e raça/etnia em relação ao consumo de álcool por jovens das comunidades. os(as) participantes foram bem receptivos aos resultados da pesquisa, apresentados em formato de pequenas histórias, e destacaram: as diversas formas de violência contra as mulheres nas comunidades; o uso de bebidas alcoólicas relacionado à ausência de equipamentos de lazer; e o preconceito sofrido por serem negros(as) e/ou quilombolas, o que ganha relevo quando circulam nos espaços urbanos da cidade, em geral, e no contexto escolar, em especial. Essas questões chamam atenção para que pesquisas e intervenções sejam realizadas nas comunidades, no intuito de contribuir para o enfrentamento das diversas desigualdades sociais que historicamente têm marcado a vida da população quilombola.

This article is part of the return of the results of a survey conducted in 2013, in two quilombola communities, located in Garanhuns/PE. The research is qualitative and sought to investigate the meanings of alcohol use among the young considering the intersectionality perspective. The devolution was constituted by two stages: in the first, we contacted the young participants of the research and we combined the devolution. Next, we held a workshop and discussed the results of the survey. We addressed issues of gender, social class and race/ethnicity in relation to alcohol consumption by youth in the communities. Participants were very receptive to the results of the research, presented in small story format, and highlighted: the various forms of violence against women in the communities; The use of alcoholic beverages related to the absence of leisure equipment; And the prejudice suffered by being black and/or quilombolas, which gains importance when they circulate in the urban spaces of the city in general and in the school context in particular. These issues call attention to the fact that research and interventions are carried out in the communities, in order to contribute to the confrontation of the various social inequalities that historically have marked the life of the quilombola population.
Descritores: Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Grupo com Ancestrais do Continente Africano
-Psicologia Social
Serviço Social
Grupos Étnicos
Adolescente
Alcoolismo
Interseccionalidade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  2 / 252 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-959250
Autor: de Matos, Mariana B; de Mola, Christian L; Trettim, Jéssica P; Jansen, Karen; da Silva, Ricardo A; Souza, Luciano D de Mattos; Ores, Liliane da Costa; Molina, Mariane L; Coelho, Fernanda T; Pinheiro, Ricardo T; Quevedo, Luciana de A.
Título: Psychoactive substance abuse and dependence and its association with anxiety disorders: a population-based study of young adults in Brazil
Fonte: Rev. bras. psiquiatr;40(4):349-353, Oct.-Dec. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To evaluate the association between abuse of and dependence on different psychoactive substances and the presence of anxiety disorders in a sample of young adults from a city in southern Brazil. Methods: Between 2007 and 2009, we carried out a cross-sectional, population-based study of individuals aged 18-24 years who lived in Pelotas, a city in southern Brazil. We evaluated anxiety disorders using the Mini International Neuropsychiatric Interview 5.0 (MINI), and use of psychoactive substances with the Alcohol, Smoking, and Substance Involvement Screening Test (ASSIST 2.0/0MS). We used Fisher's exact test for univariate analysis, and Poisson regression models with robust variance for multivariable analysis. Results: The sample consisted of 1,560 young adults. The overall prevalence of abuse/dependence was 26.9% for alcohol, 24.9% for tobacco, and 7.3% for illicit substances. Individuals with agoraphobia had a 32% higher prevalence of tobacco abuse/dependence (prevalence ratio [PR] = 1.32 [95%CI 1.01-1.74]). Individuals with posttraumatic stress disorder (PTSD) or generalized anxiety disorder (GAD) had a 2.41-fold (95%CI 1.22-4.77) and 1.76-fold (95%CI 1.00-3.11) higher prevalence of illicit substance abuse/dependence, respectively. Conclusion: In this population-based sample, we found associations between GAD, PTSD, and increased prevalence of illicit substance abuse/dependence. In addition, individuals with agoraphobia seem to have increased tobacco abuse/dependence.
Descritores: Transtornos de Ansiedade/epidemiologia
Psicotrópicos/efeitos adversos
Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos/epidemiologia
Tabagismo/epidemiologia
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/epidemiologia
-Transtornos de Ansiedade/complicações
Transtornos de Ansiedade/etiologia
Brasil/epidemiologia
Análise por Conglomerados
Estudos Transversais
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/complicações
Agorafobia/complicações
Agorafobia/etiologia
Agorafobia/epidemiologia
Entrevista Psicológica
Transtorno Obsessivo-Compulsivo/complicações
Transtorno Obsessivo-Compulsivo/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 252 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Simón, Daniel
Lunge, Vagner Ricardo
Texto completo
Id: biblio-1087323
Autor: Wolf, Jonas Michel; Simon, Daniel; Lunge, Vagner Ricardo.
Título: Associações entre polimorfismos genéticos da álcool: desidrogenase e o transtorno por uso de álcool / Associations between genetic polymorphisms of alcohol: dehydrogenase and alcohol use disorder
Fonte: Clin. biomed. res;39(4):322-332, 2019.
Idioma: en.
Resumo: O transtorno por uso de álcool (TUA) é influenciado pela genética, principalmente na metabolização do etanol. Os genes da álcool desidrogenase (ADH1B/ADH1C), enzima que transforma o etanol, apresentam SNPs (single nucleotide polymorphisms) que resultam em isoenzimas com diferentes taxas catalíticas. Estudos demonstraram que os SNPs Arg48His, Arg370Cys, Arg272Gln e Ile350Val contribuem para o TUA. Este artigo revisou os estudos que investigaram SNPs em ADH1B (Arg48His/Arg370Cys) e ADH1C (Arg272Gln/Ile350Val), bem como avaliou as variações nas frequências alélicas desses genes e a influência no TUA nas diferentes populações no mundo. As frequências alélicas dos polimorfismos foram comparadas pelos testes qui-quadrado de Pearson e exato de Fisher (p < 0,05). O SNP Arg48His confere proteção para o TUA em euroamericanos, latino-americanos, europeus, brasileiros, asiáticos e australianos. O SNP Arg370Cys confere proteção para o TUA em afrodescendentes. Os SNPs Arg272Gln e Ile350Val predispõem o TUA principalmente em europeus. Os SNPs Arg48His, Arg370Cys e Arg272Gln/Ile350Val foram mais frequentes em amostras de leste-asiáticos (69,7%), africanos (19,1%) e europeus (40,5%), respectivamente (p < 0,01). Os diferentes alelos dos genes ADH1B/ADH1C devido a SNPs têm uma importante contribuição no TUA. As frequências desses alelos variam conforme a população, resultando em diferentes efeitos no TUA. (AU)

Alcohol use disorder (AUD) is influenced by genetics, especially in the metabolism of ethanol. The ethanol dehydrogenase genes (ADH1B/ADH1C), which convert ethanol, have single nucleotide polymorphisms (SNPs) that result in isoenzymes with different catalytic rates. Studies have shown that the Arg48His, Arg370Cys, Arg272Gln, and Ile350Val SNPs contribute to AUD. This article reviewed the studies that investigated SNPs in ADH1B (Arg48His/Arg370Cys) and ADH1C (Arg272Gln/Ile350Val) and evaluated variations in the allele frequencies of these genes and their influence on AUD in different populations worldwide. The allele frequencies of the polymorphisms were compared by Pearson's chi-square and Fisher's exact tests (p < 0.05). The Arg48His SNP provides protection against AUD in Euro-Americans, Latin Americans, Europeans, Brazilians, Asians, and Australians. The Arg370Cys SNP provides protection against AUD in Afro-descendants. The Arg272Gln and Ile350Val SNPs predispose to AUD mainly in Europeans. The Arg48His, Arg370Cys, and Arg272Gln/Ile350Val SNPs were more frequent in East Asians (69.7%), Africans (19.1%), and Europeans (40.5%), respectively (p < 0.01). The different alleles of the ADH1B/ADH1C genes due to SNPs make an important contribution to AUD. The frequencies of these alleles vary among different populations, resulting in different effects on AUD..(AU)
Descritores: Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/genética
Polimorfismo de Nucleotídeo Único/genética
-Álcool Desidrogenase/biossíntese
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/epidemiologia
Etanol/efeitos adversos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  4 / 252 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1091961
Autor: Maciel, Marjorie Ester Dias; Vargas, Divane de.
Título: Criterion validity of the Key Question for screening at-risk alcohol use in primary healthcare / Validez de criterio de la Pregunta Clave para rastreo del consumo arriesgado del alcohol en la atención primaria / Validade de critério da Questão-Chave para rastreamento do uso de risco de álcool na atenção primária
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;54:e03553, 2020. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Abstract OBJECTIVE To perform criterion validation of the Key Question in Portuguese for screening at-risk alcohol use among users of Primary Healthcare services. METHOD This is a psychometric study conducted with users of a Primary Healthcare service located in the city of São Paulo, Brazil. Participants responded to the Key Question which was applied in conjunction with the Alcohol Use Disorders Identification Test-C for concurrent validation and measurement of psychometric properties. RESULTS The sample consisted of 518 users. The Key Question presented 59% specificity and 99% sensitivity with respect to the Alcohol Use Disorders Identification Test-C in the general population. The accuracy was 81% in relation to this instrument. There was no influence of sociodemographic variables such as gender on the psychometric properties of the Key Question. CONCLUSION The results indicate that the Key Question in Portuguese presented satisfactory psychometric qualities and suggest that its Portuguese version is as efficient for screening at-risk alcohol use as its reference standard, which subsidizes its use in Primary Healthcare.

Resumen OBJETIVO Llevar a cabo la validación de criterio de la pregunta clave en portugués para rastreo del consumo arriesgado del alcohol entre usuarios de los servicios de Atención Primaria de Salud. MÉTODO Se trata de un estudio psicométrico llevado a cabo con usuarios de un servicio de Atención Primaria de Salud ubicado en la ciudad de São Paulo, Brasil. Los participantes respondieron a la pregunta clave que les fue aplicada en conjunto con el Alcohol Use Disorders Identification Test-C para la validación concurrente y la verificación de las propiedades psicométricas. RESULTADOS La muestra estuvo compuesta de 518 adictos. La pregunta clave presentó especificidad del 59% y sensibilidad del 99% con relación al Alcohol Use Disorders Identification Test-C en la población en general. La precisión fue del 81% con relación a dicho instrumento. No se observó influencia de variables sociodemográficas, como sexo, por ejemplo, en las propiedades psicométricas de la pregunta clave. CONCLUSIÓN Los resultados señalan que la pregunta clave en portugués presentó calidades psicométricas satisfactorias y sugieren que su versión en portugués sea tan eficiente para el rastreo del consumo arriesgado del alcohol como su estándar de referencia, lo que subsidia su empleo en la Atención Primaria de Salud para el rastreo del consumo arriesgado del alcohol.

Resumo OBJETIVO Realizar a validação de critério da questão-chave em português para rastreamento do uso de risco de álcool entre usuários dos serviços de Atenção Primária à Saúde. MÉTODO Trata-se de um estudo psicométrico realizado com usuários de um serviço de Atenção Primária à Saúde localizado na cidade de São Paulo, Brasil. Os participantes responderam à questão-chave que foi aplicada em conjunto com o Alcohol Use Disorders Identification Test-C para a validação concorrente e a aferição das propriedades psicométricas. RESULTADOS A amostra foi composta de 518 usuários. A questão-chave apresentou especificidade de 59% e sensibilidade de 99% em relação ao Alcohol Use Disorders Identification Test-C na população em geral. A acurácia foi de 81% em relação a esse instrumento. Não se observou influência de variáveis sociodemográficas, como sexo, por exemplo, nas propriedades psicométricas da questão-chave. CONCLUSÃO Os resultados indicam que a questão-chave em português apresentou qualidades psicométricas satisfatórias e sugerem que sua versão em português seja tão eficiente para o rastreamento do uso de risco de álcool quanto seu padrão de referência, o que subsidia seu emprego na Atenção Primária à Saúde para o rastreamento do uso de risco de álcool.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Programas de Rastreamento
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Estudo de Validação
-Psicometria
Enfermagem de Atenção Primária
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  5 / 252 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-730224
Autor: Lima, Karen Christine Barroso; Mata, Renan Neves; Santos, Guilherme Rodrigues Diniz; Teixeira, Geralda Moraes; Amaral, Anna Karenina Martins; Botti, Nadja Cristiane Lappann.
Título: Prática preventiva do uso de risco de álcool na atenção primária à saúde / Preventive practice of using alcohol risk in primary health care
Fonte: Rev. APS;17(2), maio 2014.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo objetiva avaliar as facilidades e dificuldades encontradas pelos residentes de enfermagem no rastrea- mento do uso de risco de álcool e de intervenção breve, e a sua implantação na atenção primária à saúde. Estudo descritivo, de abordagem qualitativa, realizado em Divi- nópolis. Participaram oito residentes em Enfermagem na Atenção Básica/Saúde da Família. Os dados foram obti- dos por meio de questionário e analisados através da téc- nica do Discurso do Sujeito Coletivo. Verifica-se que o instrumento de triagem Alcohol Use Disorders Identifica- tion Test é de fácil aplicabilidade e permite, ao profissio- nal, atuar na promoção da saúde e prevenção dos agravos. As dificuldades encontradas referem-se ao processo de trabalho e à falta de identificação do profissional em reali- zar ações que exigem planejamento. Torna-se importante a incorporação de práticas de planejamento em saúde que envolvam ações contínuas e sistematicamente planejadas.

This study aims to evaluate the advantages and difficulties encountered by nursing residents in screening using the risk of alcohol and brief intervention, and their implementation in primary health care. A descriptive, qualitative study, conducted in Divinópolis. Participants were eight residents in Nursing in Primary Care / Family Health. The data were obtained by questionnaire and analyzed using the Collective Subject Discourse technique. The screening instrument, Alcohol Use Disorders Identification Test, proves to be easy to apply and allows the professional to work on health promotion and prevention of illness. The difficulties encountered relate to the work process and the lack of identification of the professional in performing actions that require planning. It is important to incorporate practices of health planning involving continuous and systematically planned actions.
Descritores: Prevenção Primária
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
-Atenção Primária à Saúde
Educação em Saúde
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  6 / 252 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1068715
Autor: Laranjeira, Ronaldo; Pinsky, Ilana.
Título: O alcoolismo / The alcoholism.
Fonte: Säo Paulo; Contexto; 1998. 61 p. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Tentamos discutir alguns mitos comuns sobre o alcoolimo. É possível que näo tenhamos abordado todos os mitos e que ainda reste a você algumas dúvidas sobre o assunto. Saiba, entäo, que você näo está sozinho: o campo do alcoolismo é vasto e as discordâncias em relaçäo a alguns tópicos ainda säo freqüentes. Esperamos que este livro tenha ajudado você a refletir sobre os conceitos de uso moderado e uso abusivo (às vezes täo próximos) e sobre as características que definem um dependente de álcool. Além de identificar, gostaríamos de saber que o ajudamos a verificar quais säo as suas possibilidades de atuaçäo (muitas e importantes!) como familiar ou pessoa próxima, para prevenir o alcoolismo e ajudar em seu tratamento. É importante lembrar que o alcoolismo leva anos para se desenvolver e há muito a ser feito antes que seja necessário tomar medidas mais drásticas. Abrir um espaço em casa para conversar sobre o assunto já é um grande passo no caminho da prevençäo. Bom papo!
Descritores: Alcoolismo
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Limites: Humanos
Responsável: BR1310.1 - Núcleo de Biblioteca
BR1310.1; L0818


  7 / 252 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Celeste, Roger Keller
Texto completo
Id: lil-753219
Autor: Coelho, Isabela Zeni; Bastos, João Luiz; Celeste, Roger Keller.
Título: Moderators of the association between discrimination and alcohol consumption: findings from a representative sample of Brazilian university students / Moderadores da associação entre padrão de consumo de álcool e discriminação: resultados de uma amostra representativa de universitários brasileiros
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);37(2):72-81, Apr. Jun. 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Few studies about discrimination and patterns of alcohol consumption among youth populations have been conducted outside the United States addressing different types of discriminatory experiences, in addition to racially motivated events. This study investigated moderators of the association between discrimination attributed to single and multiple reasons and patterns of alcohol consumption. Methods: This cross-sectional study enrolled a representative sample (n = 1,264) of undergraduate students from Florianópolis, southern Brazil, in 2013. Analyses included adjustment of associations for covariates in ordinal logistic regression models and the examination of effect modification by common mental disorders, year of study and age. Results: Discrimination was reported by 65.8% of the students, and alcohol consumption, by 80.0%. Over half of the students reported being discriminated against for two or more reasons. The odds of alcohol-related problems were higher among lastyear students that reported discrimination (odds ratio [OR] = 1.9, 95% confidence interval [95%CI] 1.0-3.4) or multiple reasons for being discriminated against (OR = 2.3, 95%CI 1.3- 4.3), when compared to first-year students that did not report discrimination. For the whole sample, there were no associations between discrimination, discrimination attributed to multiple reasons and patterns of alcohol consumption (OR = 1.0, 95%CI 0.8-1.4; and OR = 0.9, 95%CI 0.5-1.6). Conclusions: The effects of discrimination on the patterns of alcohol consumption are seen at a critical period in university life, specifically during the completion of undergraduate studies. .

Introdução: Há uma escassez de estudos sobre discriminação e consumo de álcool conduzidos fora dos Estados Unidos com populações jovens e abordando outros tipos de discriminação, além da racial. Este estudo investigou a associação entre experiências de discriminação, suas motivações e consumo de álcool, conforme potenciais modificadores de efeito. Métodos: Realizou-se um estudo transversal com amostra representativa (n = 1.264) de graduandos de uma universidade pública de Florianópolis, sul do Brasil, em 2013. As associações foram ajustadas para covariáveis através de regressão logística ordinal, incluindo modificação de efeito por transtornos mentais comuns, ano de estudo e idade. Resultados: Entre os estudantes, 65,8% relataram ter sofrido discriminação, e 80,0 % referiram consumir álcool. Mais da metade dos estudantes indicou que suas experiências de discriminação foram motivadas por duas ou mais razões. A chance de apresentar problemas relacionados ao consumo de álcool foi maior entre os alunos do último ano da graduação, que referiram discriminação (odds ratio [OR] = 1,9, intervalo de confiança de 95% [IC95%] 1,0-3,4) ou múltiplas motivações para terem sido discriminados (OR = 2,3, IC95% 1,3-4,3), quando comparados com os calouros, que não relatam discriminação. Para o conjunto da amostra, não houve associação entre discriminação, suas motivações e o padrão de consumo de álcool (OR = 1,0, IC95% 0,8-1,4 e OR = 0,9, IC95% 0,5-1,6). Conclusões: Os efeitos da discriminação sobre o padrão de consumo de álcool se manifestam em um período crítico da vida universitária, especificamente durante a finalização dos estudos de graduação. .
Descritores: Estudantes/psicologia
Consumo de Bebidas Alcoólicas/psicologia
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/psicologia
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/epidemiologia
Discriminação Social/psicologia
-Fatores Socioeconômicos
Fatores de Tempo
Universidades
Brasil/epidemiologia
Modelos Logísticos
Fatores Sexuais
Estudos Transversais
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 252 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1051592
Autor: Sociedad Argentina de Cardiología; Sociedad Argentina de Pediatría.
Título: Consenso de prevención cardiovascular en la infancia y la adolescencia. Versión resumida. Recomendaciones / Consensus on Cardiovascular Prevention in Childhood and Adolescence. Brief version. Recommendations
Fonte: Arch. argent. pediatr;117(6):S205-S242, dic. 2019. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: La enfermedad cardiovascular secundaria a aterosclerosis es la principal causa de morbimortalidad en la población adulta a nivel mundial. Aunque las manifestaciones clínicas de aterosclerosis (enfermedad coronaria, accidente cerebrovascular y arteriopatía periférica) son excepcionales en la población pediátrica, la presencia de factores de riesgo para enfermedad cardiovascular, así como la adquisición de hábitos que favorecen su desarrollo, se observan ya desde edades tempranas. En el presente documento, se elaboraron recomendaciones, con dos objetivos principales: prevenir la aparición de factores de riesgo para enfermedad cardiovascular (prevención primordial) y detectar y tratar los que favorecen el desarrollo de aterosclerosis clínica (prevención primaria). Si bien las recomendaciones están dirigidas a la población pediátrica, el objetivo del trabajo conjunto de la Sociedad Argentina de Pediatría y la Sociedad Argentina de Cardiología es asegurar un abordaje integral y consensuado de la prevencion cardiovascular a lo largo de toda la vida, incluso, desde antes de la concepción.

Cardiovascular disease secondary to atherosclerosis is the leading cause of morbimortality in the adult population worldwide. Although clinical manifestations of atherosclerosis (coronary heart disease, stroke and peripheral vascular disease) are extremely rare in the pediatric population, the presence of risk factors for cardiovascular disease and the development of health-behavior patterns that promote them are observed since early childhood.In this document, recommendations were developed addressing two main goals: prevention of the risk factors development for cardiovascular disease (primordial prevention) and early detection and treatment of the risk factors to prevent clinical atherosclerosis (primary prevention). Even though the recommendations are addressed to the pediatric population, the aim of the collaborative work between the Sociedad Argentina de Pediatría and the Sociedad Argentina de Cardiología is to ensure a comprehensive and consensual approach of lifetime cardiovascular prevention beginning even before conception.
Descritores: Prevenção Primária/métodos
Doenças Cardiovasculares/etiologia
Doenças Cardiovasculares/prevenção & controle
Exercício Físico
-Tabagismo/prevenção & controle
Fatores de Risco
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/prevenção & controle
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool/prevenção & controle
Síndrome Metabólica
Diabetes Mellitus Tipo 2
Dislipidemias/diagnóstico
Dislipidemias/tratamento farmacológico
Sobrepeso/prevenção & controle
Comportamento Sedentário
Alimentos, Dieta e Nutrição
Hipertensão/diagnóstico
Hipertensão/prevenção & controle
Hipertensão/terapia
Anamnese
Obesidade/prevenção & controle
Limites: Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Guia de Prática Clínica
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  9 / 252 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-676091
Autor: Jomar, Rafael Tavares; Paixão, Louise Anne Reis da; Abreu, Ângela Maria Mendes.
Título: Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT) e sua aplicabilidade na atenção primária à saúde / Alcohol use disorders identification test (audit) and its applicability in primary health care
Fonte: Rev. APS;15(1), mar. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de um artigo de atualização que objetiva apresentar o Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT) e sua aplicabilidade, além de propor sua utilização rotineira em serviços de atenção primária à saúde. Ressalta-se a importância dos profissionais da atenção primária utilizarem esse instrumento como um facilitador para ações de prevenção de agravos e promoção da saúde orientadas a pessoas que fazem uso de risco de álcool. Conclui-se que a utilização rotineira do AUDIT pelos serviços desse nível de atenção pode colaborar com práticas preventivas sobre o uso de álcool junto aos usuários facilitando a abordagem deste problema.

The present paper is an update article aiming at presenting the Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT) and its applicability, besides proposing its daily utilization in primary health care services. It highlights the importance of such use by primary health care professionals as a facilitating instrument to preventive and promotion health actions among people who abuse alcohol. It concludes that the daily application of AUDIT by services at this care level can collaborate with preventive practices on alcohol consumption among its users, making its approach easier.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Consumo de Bebidas Alcoólicas
-Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Promoção da Saúde
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  10 / 252 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-543901
Autor: Silva, Cristiane Schumann; Ronzani, Telmo Mota; Furtado, Erikson Felipe.
Título: Relação entre prática religiosa, depressão, ansiedade e uso de álcool entre gestantes usuárias do Sistema Único de Saúde de Juiz de Fora / Relationship between religions practice, depression, anxiety and alcohol use among pregnant women users of the Brazilian National Health System in Juiz de Fora
Fonte: HU rev;35(2), abr.-jun. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: Ao investigar a relação entre a prática religiosa, sintomas psiquiátricos (Depressão, Ansiedade) e consumo alcoólico em gestantes usuárias do Sistema Único de Saúde de Juiz de Fora, foi possível constatar que a maioria das gestantes praticava a religião de sua crença (62,3%). O estudo foi transversal, envolvendo 204 gestantes de Juiz de Fora. A coleta dos dados foi realizada em centros de atendimentos à gestante da cidade, utilizando-se um questionário Sócio-demográfico, que se referia à filiação e à prática religiosa da gestante; o Questionário de Morbidade Psiquiátrica do Adulto (QMPA); e o Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT). No AUDIT encontrou-se uma pontuação média de 1,1 para as praticantes e de 1,9 para as não praticantes ( p = 0,049). A média das praticantes na subescala de depressão foi de 1,6 e entre as não praticantes 2,1 (p=0,08) e nas subescalas de alcoolismo, de ansiedade e na pontuação geral do QMPA, as pontuações médias de praticantes e não praticantes não tiveram resultados estatisticamente significativos. Destarte, observou-se no estudo que as praticantes apresentaram médias menores nos escores de sintomas depressivos e de uso do álcool em comparação às não praticantes.

To investigate the relationship between religious practice, psychiatric symptoms (Depression, Anxiety) and alcohol consumption in pregnant women, users of the Brazilian National Health System in Juiz de Fora. This was a cross-sectional study, involving 204 pregnant women of Juiz de Fora, MG, Brazil. Data collection was performed in care centers for pregnant women of the city, using a sociodemographic questionnaire including religious practice and affiliation, the Adult Psychiatric Morbidity Questionnaire (QMPA) and the Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT). The results show that most pregnant women practiced a religion (62.3%). In AUDIT, average scores of 1.1 and 1.9 were found for practitioners and non-practitioners, respectively. The average score for practitioners in the depression subscale was 1.6, being 2.1 for non-practitioners. In alcoholism and anxiety subscales, and in QMPA general punctuation, the results were not statistically significant. In conclusion it was observed that the practitioners had lower averages scores for psychiatric symptoms and alcohol use, compared to non- practitioners, although the difference between the groups was not statistically significant.
Descritores: Gestantes
-Ansiedade
Religião
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Depressão
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central



página 1 de 26 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde