Base de dados : LILACS
Pesquisa : C25.775.100.087 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 43 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 43 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-846694
Autor: Machado, Analy da Silva; Monteiro, Pedro Sadi; Ribeiro, Laiane Medeiros; Guilhem, Dirce.
Título: Consumo de álcool por enfermeiros e implicações para o trabalho em saúde ­ revisão integrativa / Alcohol use by nurses and its effects on health care ­ integrative review / Consumo de alcohol por enfermeros y cómo eso impacta en el trabajo en salud ­ revisión integrativa
Fonte: Cogitare enferm;21(4):01-08, Out.-Dez. 2016.
Idioma: en; pt.
Resumo: Trata-se de estudo exploratório descritivo com objetivo de descrever o padrão de consumo de álcool entre enfermeiros e suas implicações para o trabalho em saúde. A pesquisa foi realizada em outubro de 2015, em cincobases eletrônicas de dados. Após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, a amostra final resultou em seis publicações. Os estudos selecionados mostraram que o consumo de bebidas alcoólicas por profissionais de enfermagemestava presente, de forma preocupante, em todas as pesquisas analisadas. Os resultados mostraram que há prevalência de profissionais de enfermagem com problemas relacionados ao consumo abusivo de álcool, em alguns menos e em outros mais acentuados. Observou-se que o trabalho noturno, longas jornadas de trabalho e carga horária semanal elevada demonstraram relação positiva com o consumo de álcool. Além disso, estresse, depressão, ansiedade e insatisfação com o trabalho foram apontados como fatores de risco para o abuso de álcool nos estudos (AU).

Descriptive and exploratory study aimed to describe the patterns of alcohol use among nurses and its effects on healthcare. The study was conducted in October 2015, with the search of five electronic databases. After implementation of the inclusion and exclusion criteria, the final sample consisted of six publications. The selected publications showed that alcohol use by nursing professionals is a matter of concern, since there is a prevalence of nursing professionals with less or more severe problems related to alcohol use. Night work, long working hours and excessive weekly workloads were positively correlated to alcohol use. In addition, stress, depression, anxiety and dissatisfaction with work were reported as risk factors for excessive drinking in the studies (au).

Estudio exploratorio descriptivo cuyo objetivo fue describir el modelo de consumo de alcohol entre enfermeros y sus implicaciones para el trabajo en salud. La investigación fue realizada en octubre de 2015, en cinco bases electrónicas de datos. Despues de la aplicación de los criterios de inclusión y exclusión, la muestra final resultó en seis publicaciones. Los estudios seleccionados mostraron que el consumo de bebidas alcohólicas por profesionales de enfermería fue constante, de modo preocupante, en todas las investigaciones analizadas. Los resultados revelaron prevalencia de profesionales de enfermería con problemas relacionados al consumo abusivo de alcohol, algunos menos y otros más acentuados. Se observó que el trabajo nocturno, largas jornadas de trabajo y carga horaria semanal elevada presentaron relación con el consumo de alcohol. Además, estrés, depresión, ansiedad e insatisfacción con el trabajo fueron apuntados como factores de riesgo para el abuso de alcohol en los estudios (AU).
Descritores: Consumo de Bebidas Alcoólicas
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Transtornos Induzidos por Álcool
Enfermeiras e Enfermeiros
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR1508.9 - Departamento de Enfermagem


  2 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Sousa, Simone Maria Galväo de
Andreo, Jesus Carlos
Texto completo
Id: lil-385927
Autor: Silva, Fabiane Bortoluci da; Sousa, Simone Maria Galváo de; Andreo, Jesus Carlos.
Título: Avaliação morfométrica da glândula submandibular de Rattus novergicus submetidos à dieta alcoólica - Parte I / Morphometric evaluation of submandibular gland of Rattus novergicus submited alcohol diet - Part I
Fonte: Ciênc. odontol. bras;6(4):41-47, out.-dez. 2003. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: A ingestão crônica da álcool pode provocar alterações morfológicas em diferentes tecidos. Ratos machos foram submetidos à dieta alcoólica de forma gradativa com álcool a 6 porcento, 15 porcento e 25porcento. Após o período de 120 dias os animais foram sacrificados e as glândulas submandibulares removidas para análise morfométrica. A análise morfométrica foi realizada em fotos e nas peças cirurgicas com paquímetro convencional e paquímetro digital. Os resultados indicam que o consumo de álcool ocasionou alterações macroscópicas na glândulas submandibulares. O paquímetro difital foi mais preciso nas mensurações (p< 0,05).
Descritores: Glândula Submandibular
Transtornos Induzidos por Álcool
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  3 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Uruguai
Texto completo SciELO Uruguai
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-999612
Autor: Delgado, Edward; Trostchansky, Julio; Mion, Marcelo; Ketzoian, Carlos; Barindelli, Ana; Machado, Fernando.
Título: Consumo de alcohol, relación con el trauma y su severidad / Relationship between alcohol consumption and trauma. Severity of traumatic injury / Consumo de álcool, relação com o trauma e sua gravidade
Fonte: Rev. méd. Urug;35(2):128-136, jun. 2019. tab, fig.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: Uruguay no cuenta con estudios que reporten resultados de alcoholemias en traumatizados y menos aún su asociación con la severidad del trauma. Desde el año 2016 nuestro país cuenta con la llamada ley de tolerancia cero en base al supuesto de que la alcoholemia positiva representa un factor de riesgo para la severidad del trauma. Objetivos: describir el perfil epidemiológico de los traumatizados y estudiar la asociación existente entre el consumo de alcohol y la severidad del trauma. Material y método: estudio transversal; se incluyeron todos los pacientes que presentaron un evento traumático y fueron asistidos en el Departamento de Emergencia del Hospital de Clínicas durante el período 1 de marzo al 31 de agosto de 2017. Los datos se recopilaron prospectivamente y se extrajo muestra de alcoholemia a cada uno de los pacientes. Se consideraron diversas variables relacionadas con los pacientes y la severidad del traumatismo Se analizó la asociación entre las alcoholemias positivas y la severidad del trauma. Resultados: se incluyeron 121 pacientes, 28% presentaron alcoholemia positiva y 27% presentaron trauma severo. La alcoholemia positiva se asoció con la severidad del trauma (p < 0,0001). No se encontró asociación entre el nivel de alcoholemia y la severidad del trauma (p = 0,323). Conclusiones: el consumo de alcohol se asocia significativamente con la severidad del trauma. Nuestro estudio muestra que los traumatismos son severos solo por el hecho de presentar alcoholemias positivas independientemente de su nivel, apoyando la implementación de la ley de tolerancia cero.

Introduction: our country has not conducted studies to report results on blood alcohol levels in traumatized patients or on its association with the severity of the traumatic injury. Objective: to describe the epidemiological profile of trauma patients and to study the relationship between alcohol consumption and the severity of the traumatic injury. Method: transversal study including all patients who suffered a traumatic event and were assisted at the Emergency Department of the Clínicas Hospital between March 1, 2017 and August 31, 2017. Data was prospectively collected and a blood alcohol level sample was taken from each one of the patients. Several patient related variables were considered, as well as the severity of the traumatic injury. Results: 121 patients were included in the study, 28% showed positive blood alcohol levels and 27% presented severe traumatic injuries. Positive blood alcohol levels were associated to severity of the traumatic injury (p < 0.0001). No association was found between blood alcohol levels and the severity of the traumatic injury (p = 0.323). Conclusions: alcohol consumption is significantly associated to the severity of trauma. Our study shows that traumas are severe simply because blood alcohol levels are positive, regardless of the alcohol level, what supports the Zero Tolerance Law.

Introdução: no Uruguai não existem estudos que mostrem não somente os resultados de alcoolemia em traumatizados como também sua associação com a gravidade do trauma. Desde 2016 conta com a Lei de Tolerância 0 baseada no princípio de que a alcoolemia positiva é um fator de risco para a gravidade do trauma. Objetivos: descrever o perfil epidemiológico dos traumatizados e estudar a associação existente entre o consumo de álcool e a gravidade do trauma. Materiais e métodos: estudo transversal que incluiu todos os pacientes que apresentaram um evento traumático e foram atendidos no Departamento de Emergência do Hospital de Clínicas no período 1 de março - 31 de agosto de 2017. Os dados foram levantados prospectivamente e uma amostra de alcoolemia foi coletada a todos os pacientes. Foram incluídas variáveis relacionadas aos pacientes e à gravidade do traumatismo. A associação entre as alcoolemias positivas e a gravidade do trauma foi analisada. Resultados: foram incluídos 121 pacientes; 28% apresentaram alcoolemia positiva e 27% apresentaram trauma severo. As alcoolemias positivas estavam associadas com a gravidade do trauma (p < 0,0001). Os resultados não mostraram associação entre o nível de alcoolemia e a gravidade do trauma (p = 0,323). Conclusões: o consumo de álcool está significativamente associado com a gravidade do trauma. Nosso estudo mostra que os traumatismos são graves somente pela presença de alcoolemias positivas independentemente de seu nível o que respalda a implementação da Lei de Tolerância 0.
Descritores: Ferimentos e Lesões/epidemiologia
Transtornos Induzidos por Álcool/complicações
Transtornos Induzidos por Álcool/prevenção & controle
-Acidentes de Trânsito/prevenção & controle
Prevenção de Acidentes
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: UY6.1 - Biblioteca


  4 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-995391
Autor: Vasconcelos, Sheyla Melo de.
Título: O impacto da lei seca na redução dos acidentes de transporte terrestre em um município do nordeste brasileiro / The impact of the dry law on the reduction of land transport accidents in a municipality in northeastern Brazil.
Fonte: Recife; s.n; 2015. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Pernambuco. Centro de Ciências Sociais Aplicadas para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Os Acidentes de Transporte Terrestre (ATT) são responsáveis pela morte de mais de um milhão de pessoas a cada ano em todo o mundo, além de produzirem grande número de feridos e portadores de sequelas permanentes. Diversos estudos apontam o consumo de bebida alcoólica como um dos principais fatores que contribuem para o acontecimento desses acidentes. O objetivo do presente estudo é analisar o impacto da lei seca nos acidentes de transporte com vítimas em Recife no período de 2007 a 2008. Este artigo expressa alguns pontos importantes que contribuem para a literatura já existente, tendo um diferencial no que se refere ao método: o estimador de diferença em diferenças. Em termos gerais, a dinâmica de consumo de álcool não se altera significantemente durante os dias úteis, mas sim durante os finais de semana em decorrência da lei. Observa-se que a lei reduz o número médio de acidentes no final de semana em -1.472 com relação aos dias úteis, sendo este um resultado estatisticamente significante. Além disto, ao incluirmos os demais controles, além do efeito fixo de mês, obtemos que o efeito médio estimado da lei é de -1.703 acidentes. Verifica-se que a contribuição do estudo para a literatura previamente existente é de extrema relevância, ficando evidente que são ainda insuficientes e escassos, com registro de estudos apenas descritivos. Diante do expostose faz necessário o investimento com a fiscalização para cumprimento dessa lei.(AU)

Accidents on Land Transport (ATT) are responsible for over one million deaths each year worldwide. They also produce large numbers of casualties and patients with permanent injuries. Several studies indicate the consumption of alcohol as a major factor contributing to the occurrence of such accidents. The aim of this study is to analyze the impact of alcohol prohibition (lei Seca) on traffic accidents with victims in Recife during the years between 2007 and 2008. This article demonstrates some important points that contribute to the already existing literature especially regarding the type of method adopted, namely, Difference in differences. In general, the results found the dynamics of alcohol consumption do not change significantly during the weekdays, but they do change during weekends due to the law: lei seca. Therefore, the law reduces the average number of accidents over the weekend in -1472 relative to weekdays which is statistically significant. When we include other controls for exempla the fixed effects of month, we obtain that the estimated average effect of law is -1703 accidents. The contribution of the study to the previously existing literature is extremely important going beyond descriptive studies. Giving the method and the results obtained in this study it is extremely mandatory the spending public money on surveillance compliance with that law.(AU)
Descritores: Consumo de Bebidas Alcoólicas/legislação & jurisprudência
Acidentes de Trânsito/prevenção & controle
Transtornos Induzidos por Álcool
Dirigir sob a Influência/legislação & jurisprudência
Prevenção de Acidentes/legislação & jurisprudência
-Brasil
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-983363
Autor: Machado, Ísis Eloah.
Título: Consumo de álcool e consequências à saúde: diferenças sociais no Brasil.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2017. 153 p. tab, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Antecedentes: Evidências sugerem que o consumo de álcool e a vulnerabilidade a consequências decorrentes deste hábito variam nos grupos sociais, tais como os definidos por gênero, idade, raça e condição socioeconômica. O objetivo deste trabalho foi analisar o consumo de álcool e suas consequências à saúde e a sua relação com fatores sociodemográficos no Brasil. Métodos: Trata-se de estudo de delineamento transversal e de série temporal com o uso de dados secundários provenientes da Pesquisa Nacional de Saúde, do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico, do Sistema de Informações sobre Mortalidade e do Sistema de Vigilância de Acidentes e Violências. Analisou-se a relação dos desfechos uso recente de álcool e do uso episódico excessivo, segundo características sociodemográficas, bem como a tendência temporal dos dois desfechos. Analisou-se, ainda, a tendência temporal da mortalidade devida ao álcool e a relação do uso de álcool e fatores sociodemográficos com a gravidade de lesões por acidentes e violências. Resultados: No ano de 2013, a prevalência de uso recente de álcool foi 26,5% e a de uso episódico excessivo foi 13,7%. Em homens, a prevalência dos dois desfechos foi o dobro que em mulheres. Idade mais jovem e cor de pele preta e parda estiveram associadas a maior uso episódico excessivo de álcool em ambos os sexos. Houve crescimento do uso episódico excessivo de álcool em homens de 18 a 24 anos, e em mulheres nas faixas de 25 a 34, 55 e mais anos de idade e na cor de pele branca. Entre 2000 e 2013, quase 400 mil mortes com causa básica e/ou associada atribuíveis ao álcool foram registradas, sendo observada tendência crescente, especialmente entre pardos nas faixas etárias extremas: jovens e idosos. O álcool foi fator de risco para lesões mais graves e foi consumido por 13,5% dos homens e 5,5% da mulheres atendidos nos serviços de emergência. Conclusão: Homens, adultos jovens e aqueles com elevada...

Background: According to evidences, alcohol consumption and vulnerability to alcohol-related consequences diverge in social groups, such as those defined by gender, age, race, and socioeconomic status. The aim of this study was to analyze alcohol consumption and alcohol-related health consequences and its relation with sociodemographic factors in Brazil. Methods: This is a cross-sectional and time-series study using secondary data from the National Health Survey (PNS), Risk and Protective Factors Surveillance System for Chronic Diseases by Telephone Survey (Vigitel), Mortality Information System (SIM) and Violence and Accidents Surveillance System (VIVA). We analyzed the relation between current alcohol use and binge dinking, according to sociodemographic characteristics, as well as the time-series of these outcomes. We also analyzed mortality due to alcohol trends and the relation among alcohol use, sociodemographic factors and injuries severity. Results: In 2013, the prevalence of current alcohol use was 26.5% and the prevalence of binge dinking was 13.7%. The prevalence of these two outcomes was twice as high in men as in women. Younger, black and brown skin color groups were associated with greater episodic excessive alcohol use in both sexes. There was an increase in binge drinking in men aged 18 to 24 years, and in women in the 25 to 34, 55 and older age groups and in the color of white skin. Between 2000 and 2013, almost 400,000 deaths attributable and/or associated to alcohol use were recorded. We found an increasing trend, especially among brown skin color and the extreme age groups: young and elderly. Alcohol was a risk factor for severe injuries and 13.5% of men and 5.5% of women attended in emergency services had consumed alcohol. Conclusion: Men, young adults and those with high schooling presented high alcohol use. However, elderly, those with low schooling and blacks suffer...
Descritores: Consumo de Bebidas Alcoólicas/efeitos adversos
Consumo de Bebidas Alcoólicas/epidemiologia
-Transtornos Induzidos por Álcool
Brasil
Fatores Socioeconômicos
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WM274, MACO


  6 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-969615
Autor: Silva, Silvio Éder Dias da; Pinheiro, Erlen Priscila Fonseca; Tavares, Jessica Habr; Tavares, Roseneide dos Santos; Belo, Fracilene Luz; Menezes, Claudia Ribeiro.
Título: O álcool dentro dos agravos em urgências e emergências: um estudo de representações sociais / The aggravations in health services of urgencies and emergencies having alcohol as the leading cause: a study of social representations / El alcohol dentro de trastornos en urgencies y de emergencia. un estudio de representación social
Fonte: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);11(2, n. esp):345-350, jan. 2019.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Compreender as representações sociais dos usuários de álcool e suas complicações para os agravos dentro das urgências e emergências. Métodos: Estudo do tipo descritivo, com abordagem qualitativa, utilizando o aporte das Representações Sociais de Moscovici para compreender as representações acerca das urgências e emergências traumáticas relacionadas ao uso abusivo do álcool. Resultados: Foram identificados três núcleos direcionadores: impressões e experiências quanto ao uso do álcool, representações quanto as consequências e/ou agravos do acidente e representações quanto a visão da família. Conclusão: As falas dos participantes revelam um grande sofrimento das famílias e usuários devido ao consumo e ao abuso de bebida alcoólica, aonde este estudo visou contribuir para o conhecimento frente ao comportamento das pessoas que fazem o uso do álcool com frequência, auxiliando no seu enfrentamento e na prevenção de agravos

Objetivo: Comprender las representaciones sociales de los usuarios de alcohol y sus complicaciones a las quejas dentro de las urgencias y emergencias. Métodos: Estudio descriptivo, con enfoque cualitativo, mediante la aportación de las representaciones sociales de Moscovici comprender las representaciones sobre las emergencias de emergencia y traumáticos relacionados con el abuso de alcohol. Resultados: Se identificaron tres conductores principales: impresiones y experiencias en relación con el uso del alcohol, las representaciones sobre las consecuencias y / o lesiones del accidente y representaciones como la visualización de la familia. Conclusión: Los discursos de los participantes revelan un gran sufrimiento de las familias y los usuarios debido al consumo y abuso de alcohol, donde tuvo el propósito de contribuir al conocimiento contra el comportamiento de las personas que consumen alcohol con frecuencia, ayudando en su superación y la prevención de enfermedades

Objective: The study's purpose has been to gain further understanding with regards to the social representations of alcohol users, and also to assess its complications within the health services of urgencies and emergencies. Methods: This is a descriptive study with a qualitative approach, which used the Moscovici's Social Representations in order to understand the representations about urgencies and traumatic emergencies related to alcohol abuse. Results: Based on the findings, the following three support meaning centers were identified: impressions and experiences with regards to alcohol intake; representations related to either the consequences or aggravations of the accident; and, representations by considering the family viewpoint. Conclusions: The participants' statements reveal a pronounced suffering of both the families and users due to the consumption and the abuse of alcoholic beverages. This study aimed to contribute towards improving the scientific knowledge about people's behavior, particularly, those who use alcohol regularly. Therefore, through this research, the health professionals may find a solid scientific support to helping them to stand against this issue, as well as preventing people's health aggravations
Descritores: Alcoolismo/complicações
Serviços Médicos de Emergência
Alcoólicos/psicologia
-Transtornos Induzidos por Álcool/complicações
Assistência Ambulatorial
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  7 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-969397
Autor: Melo, Cynthia de Freitas; Cavalcante, Ihan Souza.
Título: A codependencia em familiares de adictos / Codependency in relatives of alcohol addicts / La co-dependencia addicts en familia
Fonte: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);11(2, n. esp):304-310, jan. 2019.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Investigar o impacto gerado em mulheres que possuem familiares com alcoolismo, em situação de vulnerabilidade social. Método: Pesquisa exploratória e descritiva, de cunho qualitativo, que, por critério de saturação, contou com 11 participantes, mulheres familiares de pessoas com dependência ao álcool, que responderam a um roteiro de entrevista semiestruturado, compreendido por análise de conteúdo. Resultados: Os discursos elencaram em sete classes temáticas: 1. Causas do consumo do álcool; 2. Consequências do beber para o alcoolista; 3. Comportamento da família diante do alcoolista; 4. Sentimentos recorrentes dos familiares; 5. Adoecimento da família com alcoolista; 6. Tipos de ajuda/tratamento para o alcoolista e a família; e 7. Expectativas futuras sobre o alcoolista. Conclusão: A família adoece junto ao alcoolista, necessitando de acompanhamento

Objetivo: Investigar el impacto generado en las mujeres que tienen familiares con el alcoholismo en la vulnerabilidad social. Método: Estudio exploratorio, descriptivo de quanlitativo naturaleza, que, por el criterio de saturación, incluyó a 11 participantes, mujeres familiares de personas con dependencia del alcohol, que respondió a una guía de entrevista semiestructurada, compuesto de análisis de contenido. Resultados: La discursos elencaram en siete clases temáticas: 1. Las causas del consumo de alcohol; 2. Consecuencias de beber para los alcohólicos; 3. Comportamiento de la familia antes de que el alcohol; 4. Los sentimientos de los familiares de los solicitantes; 5. Enfermedad Familia con alcohólica; 6. Tipos de ayuda / tratamiento para el alcohólico y la familia; y 7. Las expectativas futuras sobre el alcohólico. Conclusión: La familia se enferma con los alcohólicos, lo que requiere supervisión

Objective: The study's purpose has been to investigate the impact of alcohol-addicted relatives on women in social vulnerability situations. Methods: It is a descriptive-exploratory study with a qualitative approach that was carried out with 11 women who were relatives of alcohol-addicted people. Data were collected by semistructured interviews and submitted to content analysis. Results: Seven thematic categories were obtained from the interviewees' speech: 1) Causes of alcohol consumption; 2) Consequences of alcohol consumption for the addict; 3) Family behavior regarding the alcoholic; 4) Recurrent feelings from the relatives; 5) Sickening of a family with an alcoholic person; 6) Types of help/treatment for the alcohol addict and his family; and 7) Future expectations about the alcohol addict. Conclusion: Both the alcohol addict and his family deteriorate, thus needing follow up
Descritores: Saúde da Mulher
Transtornos Induzidos por Álcool
Alcoolismo
-Família/psicologia
Dependência Mimética
Limites: Seres Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  8 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-906647
Autor: Ribeiro, Paulo César Pinho.
Título: Alerta aos pediatras: o uso de álcool, associado a outras substâncias, na infância e adolescência / Alert to pediatricians: the use of alcohol, associated with other substances, in childhood and adolescence
Fonte: Rev. méd. Minas Gerais;24(supl.10):42-47, 2014.
Idioma: pt.
Descritores: Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/psicologia
Transtornos Induzidos por Álcool/psicologia
Consumo de Álcool por Menores/psicologia
-Complicações na Gravidez
Condução de Veículo
Fatores de Risco
Comportamento do Adolescente/psicologia
Uso Indevido de Medicamentos/psicologia
Promoção da Saúde
Limites: Seres Humanos
Gravidez
Criança
Adolescente
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  9 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-878104
Autor: Dimenstein , Magda Diniz Bezerra; Macedo, João Paulo Sales; Leite, Jader Ferreira; Dantas, Candida Maria Bezerra; Silva, Monique Pfeifer Rodrigues da.
Título: Iniquidades Sociais e Saúde Mental no Meio Rural / Social Inequality and Mental Health in Rural Areas / Inequidades Sociales y Salud Mental en Contexto Rural
Fonte: Psico USF;22(3):541-553, set.-dez. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Esse artigo objetiva discutir casos de comorbidade de transtornos mentais comuns e uso abusivo de álcool e suas determinações entre moradores de assentamentos de reforma agrária. Trata-se de um estudo de delineamento combinado quantitativo-qualitativo, com amostra inicial de 2.012 moradores, resultando, após aplicação de questionário sociodemográfico e ferramentas de rastreamento (SRQ-20 e AUDIT) na identificação de 39 casos de comorbidade, aos quais foi aplicada entrevista semiestruturada. Para análise descritiva dos dados quantitativos utilizou-se o software SPSS for Windows, versão 20 e a construção de mapas dialógicos para os qualitativos. Aspectos envolvendo educação e trabalho, ambientes de interação/coesão social (redes e apoio social), mobilidade e transporte, acesso a equipamentos e serviços, falta de espaços de lazer, são fatores que interferem na saúde mental. Considera-se, dessa forma, a interdependência entre condições socioeconômicas, características dos territórios, padrões culturais, histórias de vida dos indivíduos e os agravos em saúde e morbidades psiquiátricas, em particular.(AU)

The vulnerable psychosocial conditions found within poverty are made worse when dealing with populations from rural areas. These groups suffer the most from a lack of basic infrastructure and the problems that arise from the lack of social development. These people are hit the hardest, but remain less visible and far out of reach of public policies, especially in the case of mental health. For this discussion, we analyze cases of comorbidity of common mental disorders and alcohol abuse and its determinations among residents of land reform settlements. It is a combined quantitative-qualitative delineated study, with na initial sample of 2,012 residents. After the administration of a sociodemographic questionnaire and screening tools (SRQ-20 e Audit), 39 cases of comorbidity were identified, to which semi-structured interviews were administered. For descriptive analysis of the quantitative data, we used SPSS for Windows version 20, and the construction of dialogic maps for qualitative data. We bserved the interdependence between socioeconomic conditions, the characteristics of territories, cultural patterns, individuallife stories and mental diseases in particular.(AU)

El objetivo de este artículo fue discutir casos de comorbilidad de trastornos mentales comunes y uso exagerado de alcohol y sus determinaciones entre vecinos de la reforma agraria.Se trata de un estudio de delineamiento combinado cuantitativo - cualitativo,con una muestra inicial de 2012 participantes, resultando después de aplicarse un cuestionario sociodemógrafico y herramientas de rastreamiento (SRQ-20 y AUDIT), la identificación de 39 casos de comorbilidad, a los cuales les fue aplicada una entrevista semiestructurada.Para el análisis descriptivo de los datos cuantitativos se utilizó el software for Windows, versión 20 y la construcción de mapas dialógicos para los datos cualitativos. Aspectos relativos a educación y trabajo, ambientes de interacción/cohesión social (redes y apoyo social) movilidad y transporte,acceso a equipamientos y servicios, falta de espacios de recreación, son factores que interfieren en la salud mental.Por lo tanto se considera la interdependencia entre condiciones socieconómicas, características de los territorios, padrones culturales, historia de vida de los individuos, y losagravios en salud y morbilidad psiquiátricas, en particular.(AU)
Descritores: Transtornos Induzidos por Álcool/psicologia
Processo Saúde-Doença
Transtornos Mentais
População Rural
População Rural
Classe Social
Condições Sociais
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1249.1 - Coordenadoria do Sistema de Bibliotecas


  10 / 43 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-840461
Autor: Zerbetto, Sonia Regina; Gonçalves, Angélica Martins de Souza; Santile, Nátaly; Galera, Sueli Aparecida Frari; Acorinte, Ana Carolina; Giovannetti, Gisele.
Título: Religiosidade e espiritualidade: mecanismos de influência positiva sobre a vida e tratamento do alcoolista / Religiosity and spirituality: mechanisms of positive influence on the life and treatment of alcoholics
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;21(1):e20170005, 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Identificar mecanismos de influência positiva da religiosidade e espiritualidade na vida e tratamento, na perspectiva de alcoolistas. Métodos: Estudo qualitativo, exploratório realizado no Centro de Atenção Psicossocial-Álcool e drogas do interior paulista. Realizada entrevista semiestruturada com oito dependentes de álcool. Os dados foram analisados por meio da técnica de análise de conteúdo. Resultados: Na percepção dos entrevistados, a religiosidade e espiritualidade influenciam positivamente o conforto de pessoas em abstinência; a ter força interior para cuidar da saúde; promove mudança de hábito, rotina e comportamento; serve como apoio complementar ao tratamento e fortalece exercícios diários de oração. Conclusão: Os alcoolistas reconhecem a influência positiva da religiosidade e espiritualidade, ajudando-os no processo de enfrentamento dos desafios diários da vida e do tratamento. Profissionais de saúde precisam estar aptos a utilizar tais temas no cotidiano do cuidado como recursos motivacionais.
Descritores: Transtornos Induzidos por Álcool/prevenção & controle
Transtornos Induzidos por Álcool/reabilitação
Alcoolismo/prevenção & controle
Serviços de Saúde Mental
Espiritualidade
Limites: Seres Humanos
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde