Base de dados : LILACS
Pesquisa : C26.522 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 71 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 8 ir para página                    

  1 / 71 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-839676
Autor: Roscani, Rodrigo Cauduro; Bitencourt, Daniel Pires; Maia, Paulo Alves; Ruas, Alvaro Cesar.
Título: Risco de exposição à sobrecarga térmica para trabalhadores da cultura de cana-de-açúcar no Estado de São Paulo, Brasil / Risk of exposure to heatstroke in sugarcane workers in São Paulo State, Brazil / Riesgo de exposición a la sobrecarga térmica para trabajadores de plantaciones de caña de azúcar en el estado de São Paulo, Brasil
Fonte: Cad. saúde pública (Online);33(3):e00211415, 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: Resumo: O calor ambiental é um agravante às atividades dos trabalhadores da cultura de cana-de-açúcar, sendo o corte manual uma das atividades pesadas que favorece a elevada geração de calor metabólico. Isso associado com outras condições precárias de trabalho favorece o estresse térmico, podendo provocar graves doenças ou até levar à morte. O objetivo deste estudo é quantificar o risco de sobrecarga térmica que os cortadores de cana-de-açúcar de São Paulo, Brasil, são expostos. Por meio de metodologia específica, foram utilizados quatro anos de dados para estimar o Índice de Bulbo Úmido - Termômetro de Globo sob a consideração das atividades leve, moderada e pesada. Os resultados mostram extrapolação do limite legal de exposição para atividade contínua em períodos de 1 a 8 horas, o que requer medidas de controle para continuidade do trabalho. A principal constatação é a observância do risco de sobrecarga térmica para os três tipos de atividade: leve, moderada e pesada. Os limites de tolerância são ultrapassados durante todo o turno de trabalho em cerca de 7% dos dias, para atividade pesada, e em cerca de 3%, para atividade moderada. Além disso, percebeu-se que as áreas com maior risco de sobrecarga térmica são as mesmas onde há predominância da cultura de cana-de-açúcar.

Abstract: Environmental heat is an aggravating factor for sugarcane workers, and manual cane cutting is one of the heavy work activities that favor the generation of metabolic heat. This can combine with other precarious working conditions to produce heatstroke, potentially leading to serious complications and even death. The study aimed to quantify the risk of overheating in sugarcane cutters in São Paulo, Brazil. Drawing on a specific methodology, the study used four years of data to estimate the Globe Thermometer Wet Bulb Index based on light, moderate, and heavy activities. The results showed that the legal limit was exceeded for continuous activity in periods from 1 to 8 hours, which requires control measures in order to continue working. The principal observation was the risk of heatstroke in the three types of activity: light, moderate, and heavy. The limits were exceeded throughout the work shift on 7% of the days for heavy activity and on 3% of the days for moderate activity. In addition, the areas with the highest risk of heatstroke coincide with predominant cane-growing.

Resumen: El calor ambiental es un agravante para las actividades de los trabajadores de plantaciones de caña de azúcar, siendo el corte manual una de las actividades pesadas que favorece la elevada generación de calor metabólico. Esto, asociado con otras condiciones precarias de trabajo, favorece el estrés térmico, pudiendo provocar graves enfermedades o incluso llevar a la muerte. El objetivo de este estudio es cuantificar el riesgo de sobrecarga térmica a la que los cortadores de caña de azúcar de São Paulo, Brasil, están expuestos. Mediante una metodología específica, se utilizaron cuatro años de datos para estimar el Índice de Bulbo Húmedo-Termómetro de Globo, considerando a las actividades como: leves, moderadas y pesadas. Los resultados muestran la extrapolación del límite legal de exposición para la actividad continua en períodos de 1 a 8 horas, lo que requiere medidas de control para la continuidad del trabajo. La principal constatación es la observancia del riesgo de sobrecarga térmica para los tres tipos de actividad: leve, moderada y pesada. Los límites de tolerancia se sobrepasan durante todo el turno de trabajo en cerca de un 7% dos días, en el caso de la actividad pesada, y en cerca de un 3% en la actividad moderada. Además, se percibió que las áreas con mayor riesgo de sobrecarga térmica son las mismas donde hay predominancia de plantaciones de caña de azúcar.
Descritores: Exposição Ocupacional/efeitos adversos
Exposição Ocupacional/estatística & dados numéricos
Transtornos de Estresse por Calor/etiologia
Saccharum
Doenças dos Trabalhadores Agrícolas/etiologia
Temperatura Alta/efeitos adversos
-População Rural
Brasil
Análise Espacial
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 71 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888100
Autor: Fialho, A. L. L; Souza-Cáceres, M. B; Silva, W. A. L; Arruda, E. D. S; Kischel, H; Ribeiro-Ferreira, M. G. C; Medeiros, C. F; Silva, J. R; Oliveira, M. V. M; Ferraz, A. L. J; Melo-Sterza, F. A.
Título: Efeito do estresse térmico calórico agudo e crônico sobre a qualidade oocitária de bovinos de raças adaptadas / Effect of acute and chronic caloric heat stress on oocyte quality of adapted breeds cattle
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);70(1):64-72, Jan.-Feb. 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Nos trópicos, o uso de raças adaptadas tem sido uma estratégia para minimizar o efeito do estresse térmico calórico (ETC). No entanto, faltam informações que quantifiquem o estresse e o seu efeito sobre a reprodução dessas raças. O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade do oócito recuperado e alguns parâmetros fisiológicos indicadores de ETC em bovinos de raças adaptadas. Animais Bos taurus x Bos indicus (n=6) e Bos taurus (raça Pantaneira; n=12), localizados na região de transição entre o Cerrado e o Pantanal brasileiro, foram submetidos à aspiração folicular guiada por ultrassonografia (OPU) em diferentes condições climáticas. Foram realizadas oito sessões de OPU, com intervalo mínimo de sete dias e máximo de 54 dias entre as coletas. Para caracterização climática, foi realizado o cálculo do índice de temperatura e umidade (ITU). Foram quantificados os ITUs do dia da OPU, sete dias antes e 60 dias antes de cada sessão. Os parâmetros fisiológicos e a viabilidade oocitária de fêmeas das raças Girolando e Pantaneira não foram afetados negativamente por ITUs entre 72 e 78. O ETC crônico (60 dias) parece afetar a viabilidade oocitária de doadoras na raça Pantaneira quando ITU é superior a 75.(AU)

In tropical regions, the use of adapted breeds has been a strategy to minimize the effect of heat stress (HS) in cattle. However, information quantifying stress and its effect on reproduction of these breeds is lacking. The aim of this study was to evaluate the quality of the recovered oocyte and some physiological parameters that indicate HS in adapted breed. Bos taurus x Bos indicus (n=6) and Pantaneira (n=12) cows, located in the transition region between Cerrado and Brazilian Pantanal, underwent follicular aspiration guided by ultrasound (OPU) in different weather conditions. Eight sessions of OPU were carried out, with a minimum interval of 7 days and maximum 54 days between sessions. For weather characterization, the temperature and humidity index (THI) was calculated. THI of the day of OPU, 7 days before and 60 days before each session were calculated. The physiological parameters and oocyte viability of Girolando and Pantaneira cows were not negatively influenced under ITU between 72 and 78. The chronic HS (60 days)may affect the oocyte viability of Pantaneira donors when ITU is over 75.(AU)
Descritores: Oócitos/classificação
Bovinos/embriologia
Transtornos de Estresse por Calor/veterinária
-Ultrassonografia
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 71 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1045606
Autor: Magyar, Z; Tamas, R.
Título: What is the best clothing to prevent heat and cold stress? Experiences with thermal manikin / ¿Cuál es la mejor ropa para evitar el calor y el estrés del frío? Experiencias con maniquíes térmicos
Fonte: West Indian med. j;62(2):140-144, Feb. 2013. ilus.
Idioma: en.
Resumo: The present study summarizes the current knowledge of the heat and cold stress which might significantly affect military activities and might also occur among travellers who are not well adapted to weather variations during their journey. The selection of the best clothing is a very important factor in preserving thermal comfort. Our experiences with thermal manikin are also represented in this paper.

El presente trabajo resume los conocimientos actuales sobre el calor y el estrés por frío, que puede afectar significativamente la preparación militar, y pueden también ocurrir entre viajeros no bien adaptados a los cambios de tiempo y temperatura durante su viaje. La selección de la ropa mejor y más adecuada es también un factor muy importante para evitar el calor y el estrés por frío, y mantener el confort térmico. Nuestras experiencias con maniquíes térmicos también aparecen en este documento.
Descritores: Roupa de Proteção
Transtornos de Estresse por Calor/prevenção & controle
Hipotermia/prevenção & controle
Manequins
-Temperatura Baixa/efeitos adversos
Temperatura Alta/efeitos adversos
Hipotermia/etiologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 71 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-784428
Autor: Grala, Alan Pablo; Silva, Roni Peterson da; Teixeira, Marcos Antonio Rolim; Souza, Jefferson Bagarolo de; Vargas, Bruna dos Santos; Silva, Michel Augusto da.
Título: Efeito do estresse térmico sobre a frequência cardíaca, gasto energético, perda hídrica e ingestão de água em jogadores de voleibol / The effect of thermal stress on heart rate, energy expenditure, water loss and water intake in volleyball players
Fonte: Arq. ciências saúde UNIPAR;19(3):199-203, set.-dez. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A presente pesquisa buscou investigar o efeito de diferentes situações de estresse térmico (WBGT) sobre a frequência cardíaca (FC), gasto energético (GE), perda hídrica (PH) e consumo de água (CA) em jovens atletas de voleibol. Participaram do estudo 09 indivíduos (16,5±0,9 anos) integrantes da equipe masculina juvenil de voleibol de Umuarama. As variáveis FC, GE, PH e CA foram mensuradas durante duas sessões de treinamento (S1, S2) de volume (85min) e intensidade semelhantes, porém, com diferentes situações de estresse térmico (S1: WBGT:22,62°C; S2: WBTG: 26.55°C). O estresse térmico (WBGT) do ambiente foi determinado por um termômetro de globo modelo ITWTG2000. A FC e o GE foram mensurados por meio do equipamento Sunnto Team Pod. A PH foi calculada pela diferença entre o peso corporal no início e final das sessões de treinamento. O CA foi ?ad libitum?, porém, o volume total ingerido foi calculado usando copos descartáveis de 180ml. Para análise dos dados foi utilizado o teste T pareado (amostras dependentes). O índice de significância adotado foi de p<0,05. Após análise dos dados, observou-se similar FC (S1: 135,5±16,3bpm vs. S2: 141,5±21,5bpm), GE (S1 :994,44±267,4Kcal vs. S2: 881,2±259,6Kcal), PH (S1: 0,6±0,2Kg vs. S2: 0,4±0,3Kg) e CA (S1 :1120±345mL vs. S2: 760±429mL) nas duas sessões de treinamento. Os resultados indicam que uma pequena variação no estresse térmico do ambiente não afeta de forma marcante a FC, GE, PH e CA durante o treinamento de voleibol.

This paper sought to investigate the effect of different thermal stress situations (WBTG) on heart rate (FC), energy expenditure (GE), water loss (PH) and water intake (CA) in young volleyball players. For such, 09 young male volleyball players from Umuarama Volleyball participated of this research (16.5±0.9 years). The variables FC, GE, PH and CA were measured during two training sessions (S1, S2) with similar volume (85 min) and intensity but, with different thermal stress situations (S1: WBTG: 22.62ºC and S2 WBGT: 26.55ºC). The thermal stress (WBGT) in the training environment was determined by a globe thermometer model ITWTG2000. The FC and the GE were measured by a Suunto Team Pod. PH was calculated by the difference between the body weight at the beginning and at the end of the training sessions. The CA during the training sessions was ?ad libitum? but the total volume ingested was calculated using 180-ml plastic cups. For the data analysis, the paired T test (dependent samples) was used. The significance index adopted was p <0.05. After the analysis of the data, similar FC (S1: 135.5 ±16.3bpm vs. S2: 141.5±21.5bpm), GE (S1: 994.44±267.4 Kcal vs. S2: 881.2±259.6 Kcal), PH (S1: 0.6±0.2 Kg vs. S2: 0.4±0.3 Kg) and CA (S1: 1120±345ml vs. S2: 760±429 ml) were observed in both training sessions. The results indicate that a little variation in the environmental thermal stress does not markedly affect the FC, GE, PH and CA during volleyball training sessions.
Descritores: Transtornos de Estresse por Calor
Voleibol
Frequência Cardíaca
Limites: Humanos
Masculino
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 71 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1050316
Autor: Floss, Mayara; Barros, Enrique Falceto.
Título: Estresse por calor na Atenção Primária à Saúde: uma revisão clínica / Heat stress in Primary Health Care: A clinical review / Estrés por calor en la Atención Primaria a la Salud: una revisión clínica
Fonte: Rev. bras. med. fam. comunidade;15(42):1948-1948, 20200210. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A exposição nociva ao calor ganha mais relevância com a progressão do aquecimento global antropogênico e a Atenção Primária à Saúde (APS) tem um papel crescente nesse cenário. No Brasil, as ondas de calor entre 2014 e 2015 duraram mais tempo que nos anos prévios, além disso, entre 2000-2015 a associação entre temperatura e hospitalizações variou de acordo com a duração da exposição ao calor. Nesse contexto, o objetivo desta revisão é realizar uma atualização sobre manejo clínico de patologias relacionadas ao calor na APS. Metodologia: Realizou-se a busca na base de dados ACCESSS, que utiliza a pirâmide 5.0 da assistência à saúde baseada em evidências. Foram identificados 103 sumários sintetizados para referência clínica com as palavras "Heat stress", "Heat Stroke", "Heat Wave" e "Heat Exhaustion", mas apenas três entravam no escopo deste estudo. Resultados e Discussão: O estresse pelo calor é uma condição comum, negligenciada e evitável que afeta diversos pacientes, iniciando-se com uma má adaptação ao calor que se não for corrigida pode gerar uma cascata de eventos inflamatórios. O estresse pelo calor é caracterizado por sintomas inespecíficos, como mal-estar, cefaleia e náusea. O tratamento envolve o resfriamento do paciente e monitoramento, garantindo hidratação adequada. A exaustão pelo calor, se não tratada, pode evoluir para insolação, uma doença grave que pode levar ao coma e morte, envolvendo disfunção do sistema nervoso central - necessitando de um tratamento mais agressivo além do resfriamento

Introduction: The nocive exposure to heat gets more attention with anthropogenic global warming, and Primary Health Care (PHC) has a growing role in this scenario. In Brazil heat waves between 2014 and 2015 lasted longer than in previous years. Further, in addition between 2000-2015 the association between temperature and hospitalizations varied according to the duration of heat exposure. Therefore, the aim of this review is to perform an update on clinical management of heat related pathologies in PHC. Methodology: The ACCESSS database was searched using the evidence-based health care pyramid 5.0, where we identified 103 synthesized summaries for clinical reference with words "Heat stress", "Heat Stroke", "Heat Wave" and "Heat Exhaustion", but only three fell within the scope of this study. Results and Discussion: Heat stress is a common, neglected and preventable condition that affects several patients, it starts with a poor adaptation to heat that if it is not adjusted it can generate a cascade of inflammatory events. Heat stress is characterized by nonspecific symptoms such as malaise, headache and nausea. The treatment involves patient monitoring and cooling, ensuring adequate hydration. Heat exhaustion, if untreated, can progress to heatstroke, a serious illness that can lead to coma and death, involving central nervous system dysfunction - requiring more aggressive treatment than cooling.

Introducción: La exposición nociva al calor gana más destaque con la progresión del calentamiento global antropogénico, y la Atención Primaria a la Salud tienen un papiel cresciente en este escenario. En Brasil las olas de calor entre 2014 y 2015 duraron más tiempo que en los años previos, además entre 2000-2015 la asociación entre temperatura y hospitalizaciones ha variado de acuerdo con la duración de la exposición al calor. En este contexto, el objetivo de esta revisión es realizar una actualización sobre manejo clínico de patologías relacionadas al calor en la APS. Metodología: Se realizó la búsqueda en la base de datos ACCESSS, que utiliza la pirámide 5.0 de la asistencia a la salud basada en evidencias. Se han identificado 103 sumarios sintetizados para referencia clínica con las palabras "Heat stress", "Heat Stroke", "Heat Wave" y "Heat Exhaustion", pero sólo tres son considerados en el ámbito de este estudio. Resultados y Discusión: El estrés por el calor es una condición común, descuidada y evitable que afecta a varios pacientes, iniciándose con una mala adaptación al calor que si no se corrige puede generar una cascada de eventos inflamatorios. El estrés por el calor se caracteriza por síntomas inespecíficos, como malestar, cefalea y náuseas. El tratamiento implica el enfriamiento del paciente y el monitoreo, garantizando la hidratación adecuada. El agotamiento por el calor, si no se trata, puede evolucionar hacia la insolación, una enfermedad grave que puede llevar al coma y a la muerte, involucrando disfunción del sistema nervioso central - necesitando un tratamiento más agresivo además del enfriamiento.
Descritores: Transtornos de Estresse por Calor
Onda de Calor
Temperatura Alta
Exaustão por Calor
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  6 / 71 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Costa, M. D
Texto completo
Id: biblio-1128403
Autor: Diniz, T. A; Carvalho, C. C. S; Ruas, J. R. M; Santos, H. P; Monção, F. P; Silva, E. A; Costa, M. D; Rocha Júnior, V. R.
Título: Análise termográfica aplicada na produção de calor corporal de vacas F1 HxZ manejadas em diferentes microclimas / Thermographic analysis applied to body heat production of F1 HxZ cows managed in different microclimates
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);72(2):545-552, Mar./Apr. 2020. tab.
Idioma: pt.
Projeto: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior - Brasil; . Fapemig; . MCTI.
Resumo: Avaliou-se a produção de calor corporal de vacas F1 HxZ manejadas em diferentes microclimas. Foram avaliadas 48 vacas, divididas em três grupos, manejadas em pastos e microclimas diferentes. Cada grupo foi subdividido em três grupos de suplementação fornecida durante a ordenha. Os registros termográficos dos flancos direito e esquerdo ocorreram com os animais a pasto. As temperaturas do olho e retal foram mensuradas após a ordenha. O ITGU caracterizou sinal de perigo para o microclima 1 no período da tarde (81,7) e para o microclima 2 nos turnos da manhã e da tarde (81,6 e 83,8, respectivamente). No microclima 2, houve diferença da temperatura do flanco direito para animais do grupo 2 em relação aos animais do grupo 3. A temperatura do flanco esquerdo foi superior para os animais do grupo 1. O microclima 1 foi caracterizado de conforto térmico, e o 2 de desconforto nos períodos da manhã e da tarde. A suplementação não influenciou na produção de calor dos animais. As médias da temperatura retal e do olho não diferiram entre os grupos, e a correlação apresentou valores baixos e moderados para os microclimas 1 e 2, respectivamente. A oferta de diferentes fontes de suplementação não interfere na produção de calor corporal de vacas F1 HxZ, mesmo quando fornecido em ambiente climático em que o ITGU é próximo a 84.(AU)

Body heat production of F1 HxZ cows managed in different microclimates was evaluated. We evaluated 48 cows, divided into two groups, managed in different pastures and microclimates. Each group was subdivided into three groups of supplementation provided during milking. The thermographic records of the right and left flanks occurred with the animals on the grass. Eye and rectal temperatures were measured after milking. The BGT had a danger signal for microclimate 1 in the afternoon (81.7) and microclimate 2 in the morning and afternoon shifts (81.6 and 83.8, respectively). In microclimate 2, there was difference in the temperature of the right flank for animals in group 2 in relation to the animals in group 3. The temperature of the left flank was higher for the animals in the group 1. Microclimate 1 was characterized by thermal comfort and 2 was discomfort in the morning and afternoon. Supplementation did not influence the heat production of the animals. Rectal and eye mean averages did not differ between groups and the correlation presented low and moderate values for microclimate 1 and 2, respectively. The supply of different sources of supplementation does not interfere with the production and body heat of F1 HxZ cows even when supplied in a climatic environment in which the BGT is close to 84.(AU)
Descritores: Regulação da Temperatura Corporal
Termografia/veterinária
Transtornos de Estresse por Calor/veterinária
-Temperatura
Microclima
Limites: Animais
Feminino
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 71 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1128387
Autor: Porto, M. L; Fontenele-Neto, J. D.
Título: Efeito da manipulação térmica durante a incubação sobre as variáveis hematológicas, bioquímica sérica e morfometria da bolsa cloacal de codornas japonesas submetidas ao estresse crônico por calor / Effect of thermal manipulation during incubation on the hematological variables, serum biochemistry and morphometry of cloacal bursa of Japanese quails submitted to chronic heat stress
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);72(2):505-516, Mar./Apr. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se avaliar os efeitos da manipulação da temperatura de incubação sobre a resposta imune de codornas desafiadas termicamente após eclosão. Para isso, foram utilizados 540 ovos, distribuídos em três incubadoras, com temperatura de 37,8°C e umidade de 60%. A partir do sexto dia de incubação até a eclosão, as temperaturas foram ajustadas em 37,8°C (padrão), 38,5°C (intermediária) e 39,5°C (alta). Após a eclosão as codornas foram pesadas e distribuídas, em delineamento inteiramente ao acaso, com três temperaturas de incubação (37,8, 38,5 e 39,5°C) e duas temperaturas de ambiente (estresse e termoneutro). Aos 10, 20, 30 e 40 dias, quatro codornas por tratamento foram eutanasiadas para coleta da bolsa cloacal, do fígado e do coração, para se determinar o peso absoluto (g), o peso relativo (%) e a área dos folículos bursais. Sangue foi coletado para realização do hemograma, do leucograma e da bioquímica sérica. Os dados foram analisados e as diferenças entre as médias foram determinadas pelo teste de Tukey a 5%. O estresse térmico por calor, a partir dos 20 dias, promove redução no peso absoluto do fígado, do coração, da bolsa cloacal e na área dos folículos bursais, além de heterofilia, linfopenia e aumento da relação heterófilo/linfócito. Em conclusão, o estresse térmico por calor após 10 dias de idade pode causar imunossupressão.(AU)

The objective of this study was to evaluate the effects of manipulation of the incubation temperature on the immune response of quails challenged thermally after hatching. For this, 540 eggs were distributed in three incubators, with temperature of 37.8°C and 60% humidity. From the 6th day of incubation to hatching the temperatures were adjusted to 37.8°C (standard), 38.5°C (intermediate) and 39.5°C (high). After hatching the quails were weighed and distributed in a completely randomized design with three incubation temperatures (37.8, 38.5 and 39.5°C) and two ambient temperatures (stress and thermoneutral). At 10, 20, 30 and 40 days four quail per treatment were euthanized to collect the cloacal burse, liver and heart to determine the absolute weight (g), relative weight (%) and area of the bursal follicles. Blood was sampled for determination of hemogram, leukogram and serum biochemistry. The data were analyzed and the differences between the means were determined by the Tukey test at 5%. Heat stress from 20 days onwards promotes a reduction in the absolute weight of the liver, heart, cloacal sac and in the area of the follicles. In addition, there was heterofilia, lymphopenia and increased heterophile/lymphocyte ratio. In conclusion, heat stress after 10 days of age can cause immunosuppression.(AU)
Descritores: Cloaca/fisiologia
Transtornos de Estresse por Calor/veterinária
Coturnix/fisiologia
Temperatura Alta
-Tolerância Imunológica
Incubadoras
Contagem de Leucócitos/veterinária
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 71 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1129704
Autor: Araújo, M. D. S; Luna, E. P. M; Oliveira, J. C. V; Guido, S. I; Silva, E. C; Barbosa, S. B. P; Santoro, K. R.
Título: Caracterização do gene do choque térmico (HSP-70. 1) e sua relação com características de produção em bovinos leiteiros criados no semiárido brasileiro / Characterization of the thermal shock gene (HSP-70. 1) and its relationship with production characteristics in dairy cattle reared in the Brazilian semiarid
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);72(3):985-992, May-June, 2020. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se com este trabalho avaliar a diversidade genética do gene HSP-70.1 e associar os polimorfismos encontrados com a performance de vacas leiteiras das raças Holandesa, Girolando (5/8H-G) e Sindi criadas em região do semiárido brasileiro. Os polimorfismos foram identificados e avaliados pela técnica de PCR-RFLP, usando-se a enzima de restrição EcoRII. Avaliou-se a variabilidade genética por meio do índice de diversidade padrão e da análise de variância molecular (AMOVA). Os polimorfismos identificados foram avaliados sobre as características de produção de leite. Foram identificados sete alelos, os quais demonstraram que houve polimorfismo para a região gênica analisada, e alguns alelos foram compartilhados entre os rebanhos. As raças bovinas Holandesa e Sindi foram similares geneticamente para o gene analisado. A AMOVA demonstrou que há variação genética entre os rebanhos e dentro deles, com a maior parte da variação ocorrendo dentro dos rebanhos para todos os grupos avaliados. Houve efeito dos alelos identificados sobre a produção de leite dos rebanhos das raças Holandesa (P<0,0001) e Girolando (P<0,0117). O gene HSP-70.1 foi polimórfico na população de bovinos leiteiros estudada, sendo, portanto, um marcador molecular promissor para avaliar a produção de leite de raças criadas em região semiárida.(AU)

The objective of this work was to evaluate the genetic diversity of the HSP-70.1 gene and to associate the polymorphisms found with the performance of Holstein, Girolando (5/8H-G) and Sindi dairy cows raised in region of the Brazilian semiarid. Polymorphisms were identified and evaluated using the PCR-RFLP technique using the EcoRII restriction enzyme. Genetic variability was evaluated using the standard diversity index and molecular variance analysis (AMOVA). The identified polymorphisms were evaluated on the characteristics of milk production. They were identified from the seven alleles, demonstrating that there was polymorphism for the analyzed gene region and some alleles were shared among the herds. The Holstein and Sindi bovine breeds were genetically like the analyzed gene. AMOVA demonstrated that there is genetic variation between and within the herds, with most of the variation occurring within the herds for all groups evaluated. There was effect of the alleles identified on the production of milk herds of Holstein and (P<0.0001) Girolando (P<0.0117) breeds. The HSP-70.1 gene was polymorphic in the population of dairy cattle studied, and therefore a promising molecular marker to evaluate milk production of breeds created in semiarid regions.(AU)
Descritores: Proteínas de Choque Térmico HSP70/análise
Proteínas de Choque Térmico HSP70/genética
Transtornos de Estresse por Calor/veterinária
-Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
Análise de Variância
Zona Semiárida
Termotolerância
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 71 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-700414
Autor: Camacho Fagúndez, Dunia Inés.
Título: Estrés térmico en trabajadores expuestos al área de fundición en una empresa metalmecánica, Mariara: 2004-2005 / Heat stress in workers exposed to a foundries in a metal-mechanic company, Mariara 2004-2005
Fonte: Cienc. Trab;15(46):31-34, abr. 2013.
Idioma: es.
Resumo: Esta investigación tiene como objetivo evaluar el riesgo de estrés térmico en trabajadores expuestos al área de fundición en una Empresa Metalmecánica. El estudio realizado es de tipo transversal, descriptivo de campo. El universo estuvo integrado por veinte trabajadores y la muestra representada por ocho trabajadores del área de fundición. El análisis e interpretación de los datos se realizó a través de medida de tendencia central, desviación estándar y correlación de pearson. En conclusión, en el área de fundición existe disconfort térmico; no obstante, los trabajadores se encuentran aclimatados en dicha área. Se recomienda establecer programa preventivo de ambiente térmico.

This research aims to assess the risk of heat stress in workers exposed to foundries in Metal-mechanic Company. The study is cross-sectional, field descriptive. The universe consisted of twenty workers and the sample represented by eight workers from the foundry. The analysis and interpretation of the data was performed using the measure of central tendency, standard deviation and Pearson correlation. In conclusion, in the foundry there is heat discomfort; however, workers are acclimated in this area. It is recommended to establish thermal environment preventive program.
Descritores: Indústria Metalúrgica
Exposição Ocupacional
Fundições
Transtornos de Estresse por Calor/diagnóstico
-Riscos Ocupacionais
Estudos Transversais
Medição de Risco
Limites: Humanos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  10 / 71 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-886691
Autor: ALBUQUERQUE, DANIEL M N; LOPES, JOÃO B; FERRAZ, MAÍRA S; RIBEIRO, MABELL N; SILVA, SANDRA R G; COSTA, ELVÂNIA M S; LIMA, DANIELA C P; FERREIRA, JEFFERSON D M; GOMES, PEDRO E B; LOPES, JACKELLINE C O.
Título: Vitamin E and organic selenium for broilers from 22 to 42 days old: performance and carcass traits
Fonte: An. acad. bras. ciênc;89(2):1259-1268, Apr.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT This study was conducted to evaluate the effect of vitamin E and selenium on performance, viability, productive efficiency, and yields of carcass, major cuts, and organs of broilers from 22 to 42 days submitted to cyclic-heat stress. The experimental design was randomized blocks, in a 2 × 3 factorial arrangement with two levels of selenium (0.1 and 0.3 mg/kg) and three levels of vitamin E (300, 400, and 500 mg/kg), plus a control treatment. Animals were submitted to a natural condition of high cyclic temperature. Organic selenium levels of 0.1 and 0.3 mg/kg associated with 300, 400, and 500 mg/kg of vitamin E were tested. The level of vitamin E did not affect the performance or production efficiency of broilers in the period from 22 to 33 days and 22 to 42 days. However, the selenium inclusion level of 0.3 mg/kg improved the viability in both phases. The yields of carcass, major cuts, intestine, and heart were not influenced by the levels of selenium and vitamin E, whereas abdominal fat for the selenium level 0.1 mg/kg decreased linearly with the inclusion in vitamin E.
Descritores: Selênio/administração & dosagem
Vitamina E/administração & dosagem
Galinhas/anatomia & histologia
Galinhas/fisiologia
Ração Animal
Antioxidantes/administração & dosagem
-Valores de Referência
Selênio/análise
Fatores de Tempo
Vitamina E/análise
Peso Corporal
Ganho de Peso
Alimentos Fortificados
Reprodutibilidade dos Testes
Transtornos de Estresse por Calor/prevenção & controle
Antioxidantes/análise
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 8 ir para página                    
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde