Base de dados : LILACS
Pesquisa : D01.210.450.150 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 77 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 8 ir para página                    

  1 / 77 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-982812
Autor: Schafer, Tuany Natana; Boger, Beatriz; Souza, Ingryd Isabelle Maia de; Buffon, Marilene da Cruz Magalhães; Ditterich, Rafael Gomes; Silva, Milene Zanoni da; Rattmann, Yanna Dantas.
Título: Monitoramento das concentrações de trihalometanos na água potável / Monitoring the trihalomethanes concentrations in drinking water
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;(77):1-9, 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: The reduction of the incidence of water-borne diseases is achieved with the diffusion of the useof chlorination techniques. However, in spite of the benefits of this disinfection method,the reactions of chlorine with the natural organic matter occurring in the water induce theproduction of disinfection by products such as trihalomethanes. These products have already beenassociated with the incidence of some cancers types. Considering that in the Brazilian legislation,it is not mandatory measuring and controlling the occurrence of trihalomethanes at the exitand during the water distribution to the consumer. This study aimed at analyzing the relationshipbetween chlorination and its by products. Thus, this project evaluated the concentrations oftrihalomethanes in water collected at different points of supply in the municipality of Colombo,Paraná, Brazil, during the period from November 2015 to February 2016. Chromatographicmethods were employed, besides the spreadsheets provided by the Health Surveillance ofColombo for comparison. The found values were tabulated and they were compared with thelimits established by the Brazilian Ministry of Health- Ordinance No 05/2017. The results confirmedthat the values of those provided by the concessionaire responsible for the city water treatmentand supply, and being within the standards determined by the legislation.

A redução da incidência de doenças transmitidas pela água foi alcançada com a difusão douso de técnicas de cloração. Apesar dos benefícios desse método de desinfecção, as reações decloro com a matéria orgânica natural presente na água levam à formação de subprodutos dedesinfecção como trihalometanos. Esses produtos já foram associados à incidência de algunstipos de câncer em animais, e muitas vezes podem ser detectados em água tratada e fornecidapara o consumo. Pela legislação brasileira não é obrigatório efetuar o monitoramento detrihalometanos após o tratamento e distribuição de água. Frente a este problema, este estudoteve como objetivo avaliar as concentrações de trihalometanos em água coletada em diferentespontos de abastecimento no município de Colombo, PR, Brasil, durante o período de novembrode 2015 a fevereiro de 2016. Utilizou-se método cromatográfico para as análises, além deplanilhas fornecidas pela Vigilância Sanitária de Colombo. Todos os valores foram comparadoscom os limites estabelecidos na Portaria de Consolidação Nº 05/2017 do Ministério da Saúde.Os resultados confirmaram que os valores de trihalometanos fornecidos pela concessionária,responsável pelo tratamento e fornecimento de água na cidade, atendem aos parâmetros legais.
Descritores: Cloretos
Água Potável
Trialometanos
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  2 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1018531
Autor: Centurión Ortiz, Teresa Fabiana.
Título: Eficacia del cloruro de cetilpiridinio y el triclosan como antiséptico de la cavidad bucal / Efficacy of cetylpyridinium chloride and triclosan as an antiseptic in the oral cavity.
Fonte: Asunción; s.e; 2009.Dic. 44 p. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Tanto el cloruro de cetilpiridinio como el triclosan, se encuentran presentes en gran cantidad de formulaciones usadas en la higiene bucal por sus propiedades antisépticas, específicamente en los líquidos enjuagatorios o enjuagues bucales. El objetivo de este estudio fue evaluar la eficacia del cloruro de cetilpiridinio (colgate plax Overnight®) y el triclosán (colgate plax menta®) como antisépticos en la cavidad bucal. Se tomaron muestras mediante hisopado de la cavidad oral de 10 jóvenes antes y después de la utilización de ambos productos siguiendo las instrucciones de uso. Las muestras fueron leídas a la 1 hora, Se transportaron en medio de Stuart hasta la lectura microbiológica previo cultivo bacteriológico. Los recuentos microbiológicos se enfocaron a los grupos bacterianos aerobios y anaerobios. Como resultado de este estudio, se determinó que tanto el cloruro de cetilpiridinio y el triclosán presentaron diferencias estadísticamente significativas sobre los grupos bacterianos aerobios y anaerobios, presentando eficacia; así como fue significativamente distinto el recuento bacteriano antes y después del uso de los productos.
Descritores: Cetilpiridínio
Farmacologia
Odontologia
Triclosan
Triclosan/farmacologia
Triclosan/normas
Triclosan/uso terapêutico
-Antissépticos Bucais/classificação
Antissépticos Bucais/farmacologia
Antissépticos Bucais/uso terapêutico
Cloretos
Higiene Bucal
Limites: Humanos
Responsável: PY8.1 - Biblioteca
PY8.1; 617.6


  3 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-950013
Autor: Toledo, Ismael; Wainsztein, Raquel; Mannucci, Carla; Ferraro, Mabel; Ferreira, Juan; Balestracci, Alejandro.
Título: Impacto del componente hiperclorémico de la acidosis metabólica en el estado de hidratación y en el tratamiento de la cetoacidosis diabética / Impact of the hyperchloremic component of metabolic acidosis on the patient's hydration status and the treatment of diabetic ketoacidosis
Fonte: Arch. argent. pediatr;116(3):365-370, jun. 2018. tab.
Idioma: en; es.
Resumo: Introducción. La cetoacidosis diabética (CAD) se caracteriza por acidosis metabólica (AM) con anión restante (AR) elevado, aunque, ocasionalmente, puede presentar hipercloremia. Se postuló que la presencia de hipercloremia inicial podría reflejar un mejor estado de hidratación; sin embargo, su prevalencia y su impacto en el tratamiento de la CAD se desconoce. Objetivos. Determinar la prevalencia de AM con componente hiperclorémico previo al inicio del tratamiento y evaluar si su presencia se asocia con mejor estado de hidratación y con menor tiempo de salida de la CAD, en comparación con los pacientes con AR elevado exclusivo. Pacientes y métodos. Se agruparon los pacientes internados con CAD (período entre enero de 2014 y junio de 2016) según presentaran, al ingresar, AM con AR elevado exclusivo o con hipercloremia y se compararon sus variables clínicas, de laboratorio y la respuesta al tratamiento. Resultados. Se incluyeron 40 pacientes -amp;#91;17 varones, mediana de edad: 14,5 años (2,4-18)-amp;#93;, 22 con AM con componente hiperclorémico (prevalencia de 55%) y 18 con AR elevado exclusivo. La presencia de hipercloremia no se asoció con mejor estado de hidratación (porcentaje de déficit de peso en ambos grupos: 4,9%; p= 0,81) ni con una respuesta terapéutica más rápida (con componente hiperclorémico: 9,5 horas; con AR elevado exclusivo: 11 horas; p= 0,64). Conclusiones. En niños con CAD, la prevalencia de AM con componente hiperclorémico fue del 55% y no se asoció con un mejor estado de hidratación ni con una salida más temprana de la descompensación metabólica.

Introduction. Diabetic ketoacidosis (DKA) is characterized by metabolic acidosis (MA) with a high anion gap (AG), although, occasionally, it can present with hyperchloremia. It has been postulated that the early presence of hyperchloremia could reflect a better hydration status; however, its prevalence and impact on DKA treatment remain unknown. Objectives. To determine the prevalence of the hyperchloremic component in MA prior to treatment and to assess whether it is associated with a better hydration status and a shorter recovery time from DKA compared to patients with high AG only. Patients and Methods. Patients hospitalized with DKA (between January 2014 and June 2016) were grouped according to whether they were admitted with MA with high AG only. or with hyperchloremia, and clinical and laboratory outcome measures and response to treatment were compared. Results. Forty patients (17 males, median age: 14.5 years -amp;#91;2.4-18-amp;#93;) were included; 22 with hyperchloremic metabolic acidosis (prevalence of 55%) and 18 with metabolic acidosis with high AG only. The presence of hyperchloremia was not associated with a better hydration status (weight loss percentage in both groups: 4.9%; p= 0.81) nor with a faster treatment response (MA with a hyperchloremic component: 9.5 hours; MA with high AG only: 11 hours; p= 0.64). Conclusions. The prevalence of MA with a hyperchloremic component among children with DKA was 55% and was not associated with a better hydration status nor with a faster recovery from the metabolic decompensation.
Descritores: Equilíbrio Ácido-Base/fisiologia
Acidose/terapia
Cloretos/sangue
Cetoacidose Diabética/terapia
-Acidose/fisiopatologia
Desequilíbrio Hidroeletrolítico
Prevalência
Estudos Transversais
Cetoacidose Diabética/fisiopatologia
Estado de Hidratação do Organismo/fisiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  4 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-955415
Autor: Ferreira, Danilo O. L; Santarosa, Bianca P; Sacco, Soraya R; Pereira, Priscilla F. V; Camilo, Stéfany L. O; Lisbôa, Júlio A. N; Gonçalves, Roberto C.
Título: Excreção fracionada urinária de sódio, potássio e cloreto em cordeiros suplementados com cloreto de amônio para prevenção de urolitíase / Urinary fractional excretion of sodium, potassium and chloride in lambs supplemented with ammonium chloride to prevent urolithiasis
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;38(5):870-874, May 2018. tab.
Idioma: pt.
Projeto: FAPESP.
Resumo: A urolitíase é uma doença importante de cordeiros confinados. A acidificação da urina, pela ingestão de cloreto de amônio, é o método preventivo mais frequentemente empregado. Devido à falta de informação específica em ovinos, este estudo foi realizado para avaliar as alterações que ocorrem nos eletrólitos urinários de cordeiros, que receberam cloreto de amônio na dieta. Foram utilizados 100 cordeiros, com 3 meses de idade, que foram mantidos em confinamento durante 56 dias, e distribuídos em 3 grupos: G1 (n=40) que receberam 400mg/kg de peso vivo (PV) de cloreto de amônio/dia, durante 21 dias; G2 (n=40) que receberam 400mg/kg de PV de cloreto de amônio/dia durante 42 dias; e G3 (n=20) que não receberam cloreto de amônio. Os cordeiros foram examinados e as amostras de sangue e urina foram colhidas a cada 7 dias: 0 (antes do início da ingestão de cloreto de amônio), 7, 14, 21, 28, 35, e 42 dias. As concentrações séricas e urinárias de sódio (Na+), potássio (K+), cloreto (Cl-), e de creatinina foram mensuradas em todos os momentos de colheita. A excreção fracionada urinária (EFu) de eletrólitos e a diferença de íons fortes (SID) na urina [(Na+ + K+) - Cl] foram calculadas. A EFu de Na+, K+ e Cl- não variou ao longo do tempo em G3, provando que a dieta de confinamento, por si só, não influenciou a excreção urinária destes eletrólitos. A ingestão de cloreto de amônio, pelo grupo G1 e G2, influenciou a EFu sobre o tempo de confinamento. A SID urinária foi mais precisa do que a EFu de Cl- para demonstrar que a concentração de Cl- aumentou na urina, o que destacou a relevância desta variável.(AU)

Urolithiasis is an important disease of lambs confined. The urine acidification, by ammonium chloride intake, is the preventive method most frequently employed. Due to the lack of specific information in sheep, this study was performed to evaluate the electrolyte changes that occur in the urine of lambs receiving ammonium chloride in the diet. One hundred male lambs, 3 months old, were kept in a feedlot during 56 days, and distributed in 3 groups: G1 (n=40) receiving 400mg/kg BW of ammonium chloride/day during 21 days; G2 (n=40) receiving 400mg/kg BW of ammonium chloride/day during 42 days; and G3 (n=20) that did not receive ammonium chloride. The lambs were examined and blood and urine samples were collected every 7 days: 0 (the beginning of ammonium chloride intake), 7, 14, 21, 28, 35, and 42 days. Serum and urine sodium (Na+), potassium (K+), chloride (Cl-), and creatinine concentrations were measured. The urinary fractional excretion (FE) of electrolytes and the urine strong ion difference [(Na+ + K+) - Cl-] were calculated. FEs of Na+, K+, and Cl- did not vary over time in G3, proving that the feedlot diet, by itself, did not influence the urinary excretion of these electrolytes. The ingestion of ammonium chloride, instead, influenced FEs over the time of feedlot. The urinary SID was more accurate than the FE of Cl- to demonstrate that the concentration of Cl- increased in the urine. It highlights the relevance of this variable.(AU)
Descritores: Urina/química
Ovinos/fisiologia
-Potássio/análise
Sódio/análise
Cloretos/análise
Urolitíase/veterinária
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-964450
Autor: Santos, Paola Braga dos; Mesquita, Harleson Lopes de; Guidine, Aline Teixeira; Povoa, Helvécio Cardoso Corrêa; Corrêa, José Otávio do Amaral.
Título: Complicações diagnósticas na fibrose cística: métodos de rotina e novas alternativas / Complications in cystic fibrosis diagnostic: routine methods and new alternatives
Fonte: Rev. interdisciplin. estud. exp. anim. hum. (impr.);2(4):135-141, dezembro 2010.
Idioma: pt.
Resumo: A Fibrose Cística (FC) é uma doença grave presente em nosso meio. Apesar dos avanços nos métodos diagnósticos e no tratamento do paciente, existem inúmeros casos que ainda apresentam dificuldades para a definição desta doença. Os métodos mais comuns de diagnóstico são o teste de suor e análise de mutação para confirmação. Porém uma grande parcela dos pacientes com FC é portador de uma mutação não identificada e devem ser diagnosticados por várias outras medidas de disfunções orgânicas relatadas nesse artigo. O presente trabalho teve por objetivo descrever os principais meios de diagnosticar fibrose cística e a importância de uma definição precoce para que melhores resultados terapêuticos sejam atingidos.

Cystic Fibrosis (CF) is a several disease present in our midst despite the advances in diagnostic methods and patient's treatment. Despite the improvement there are still many cases that have complicated and unclear diagnosis. There are several ways to diagnosis cystic fibrosis, being more common the sweat test and mutation analysis to confirm. However, a large proportion of CF patients has a mutation that cannot be identified. These patients should be investigated by several other measures of organ dysfunction that this article reports. This study aimed to describe the principal means of diagnosing cystic fibrosis and the importance of an appropriate definition as soon as possible for better therapeutic results.
Descritores: Suor/química
Técnicas de Laboratório Clínico/instrumentação
Fibrose Cística/diagnóstico
-DNA/análise
Cloretos/análise
Mutação
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-884379
Autor: Gale, Sandra; Sabillon, Maynor; Ortega Iglesias, Julio Cesar.
Título: Caracterización de los pacientes con fibrosis quistica diagnosticados por cloruros en sudor / Characterization of patients with Cystic Fibrosis diagnosed through sweat chloride test
Fonte: Acta pediátr. hondu;6(2):486-492, oct,-2015. graf., tab..
Idioma: es.
Resumo: Antecedentes y Objetivo: La Fibrosis Quística (FQ) es una enfermedad genética de herencia autosómica recesiva, caracterizada por disfun- ción de las glándulas de secreción exocrina. En Honduras no hay ningún tipo de revisión sobre este tema, por lo que se realizó este estudio con el objetivo de caracterizar los pacientes diagnosticados con FQ mediante prueba de Cloruros en Sudor. Pacientes y Métodos: Estu- dio descriptivo con enfoque cuantitativo, se revisaron expedientes clínicos y se aplicó un instrumento de 20 preguntas a pacientes en control médico, durante enero 2010 a junio 2015. Resultados: Se presentan cinco pacien- tes con diagnóstico de brosis quística. La edad al momento del diagnóstico varió de Recién nacido a 5 años; 2 de ellos con antecedentes familiares para dicha enfermedad. Al inicio de la enfermedad 3 tenían sintomatología respira- toria y digestiva. En relación a talla/edad al momento del diagnóstico, 4 se encontraban por debajo del percentil Z-3. La totalidad repor- tó cultivos positivos para Pseudomona auregi- nosa. Respecto al manejo terapéutico de los pacientes en la totalidad de ellos se indicó nebulizaciones con Salino hipertónico al 7%, Beta-2-agonistas, antibióticos sistémicos y suplementación enzimática y de vitaminas liposoluble. En 2 pacientes, se encontró la mutación ΔF508 en el gen CFTR. Conclusio- nes: La Fibrosis Quística todavía es una patolo- gía en gran medida desconocida. Se recomien- da implementar el tamizaje neonatal para ayudar al diagnóstico temprano y la prueba de cloruros en sudor en pacientes de mayor edad y con alta sospecha clínica de esta enfermedad...(AU)
Descritores: Cloretos/classificação
Fibrose Cística/diagnóstico
Doenças Genéticas Inatas
Doença do Suor
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Responsável: HN1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  7 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-841281
Autor: Servidoni, Maria Fátima; Gomez, Carla Cristina Souza; Marson, Fernando Augusto Lima; Toro, Adyléia Aparecida Dalbo Contrera; Ribeiro, Maria Ângela Gonçalves de Oliveira; Ribeiro, José Dirceu; Ribeiro, Antônio Fernando.
Título: Sweat test and cystic fibrosis: overview of test performance at public and private centers in the state of São Paulo, Brazil / Teste do suor e fibrose cística: panorama da realização do teste em centros públicos e privados do estado de São Paulo
Fonte: J. bras. pneumol;43(2):121-128, Mar.-Apr. 2017. graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; . Fundo de Apoio ao Ensino, à Pesquisa e Extensão da Universidade Estadual de Campinas.
Resumo: ABSTRACT Objective: The sweat test (ST) measures chloride levels in sweat and is considered the gold standard for the diagnosis of cystic fibrosis (CF). However, the reliability of a ST depends on their being performed by experienced technicians and in accordance with strict guidelines. Our aim was to evaluate how sweat stimulation, sweat collection, and chloride measurement are performed at 14 centers (9 public centers and 5 private centers) that routinely perform STs in the state of São Paulo, which has the highest frequency of CF in Brazil. Methods: This was a cross-sectional cohort study, using a standardized questionnaire administered in loco to the staff responsible for conducting STs. Results: No uniformity regarding the procedures was found among the centers. Most centers were noncompliant with the international guidelines, especially regarding the collection of sweat (the samples were insufficient in 10-50% of the subjects tested); availability of stimulation equipment (which was limited at 2 centers); modernity and certification of stimulation equipment (most of the equipment having been used for 3-23 years); and written protocols (which were lacking at 12 centers). Knowledge of ST guidelines was evaluated at only 1 center. Conclusions: Our results show that STs largely deviate from internationally accepted guidelines at the participating centers. Therefore, there is an urgent need for standardization of STs, training of qualified personnel, and acquisition/certification of suitable equipment. These are essential conditions for a reliable diagnosis of CF, especially with the increasing demand due to newborn screening nationwide, and for the assessment of a possible clinical benefit from the use of modulator drugs.

RESUMO Objetivo: O teste do suor (TS) mede os níveis de cloro no suor e é considerado o padrão ouro para o diagnóstico da fibrose cística (FC). Contudo, a confiabilidade do TS depende de sua realização por técnicos experientes e segundo diretrizes rígidas. Nosso objetivo foi avaliar como são realizadas a estimulação e coleta do suor e a dosagem de cloro em 14 centros (9 públicos e 5 privados) que realizam TS rotineiramente no estado de São Paulo, que possui a maior frequência de FC do Brasil. Métodos: Estudo de coorte transversal utilizando um questionário padronizado aplicado in loco ao pessoal responsável pela realização dos TS. Resultados: Não houve uniformidade entre os centros quanto aos procedimentos. A maioria dos centros não era aderente às diretrizes internacionais, especialmente quanto à coleta do suor (amostras insuficientes em 10-50% dos indivíduos testados), disponibilidade de equipamentos de estimulação (limitada em 2 centros), modernidade e certificação dos mesmos (a maioria utilizada há 3-23 anos) e protocolos escritos (ausentes em 12 centros). Avaliou-se o conhecimento sobre diretrizes para TS em apenas 1 centro. Conclusões: Nossos resultados mostram que, nos centros participantes, os TS estão muito distantes das diretrizes internacionalmente aceitas. Portanto, há necessidade urgente de padronização dos TS, de treinamento de pessoal qualificado e de aquisição/certificação de equipamentos adequados. Essas são condições essenciais para um diagnóstico confiável de FC, especialmente com a crescente demanda resultante da triagem neonatal em todo o país, e para a avaliação do possível benefício clínico do uso de moduladores.
Descritores: Cloretos/análise
Técnicas de Laboratório Clínico/normas
Fibrose Cística/diagnóstico
Testes Diagnósticos de Rotina
Sódio/análise
Suor/química
-Brasil
Técnicas de Laboratório Clínico/estatística & dados numéricos
Estudos de Coortes
Estudos Transversais
Fibrose Cística/prevenção & controle
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Instalações Privadas
Logradouros Públicos
Reprodutibilidade dos Testes
Inquéritos e Questionários
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-837144
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS.
Título: Teste do suor com dosagem de cloreto para diagnóstico da fibrose cística / Sweat test with chloride dosage to diagnose cystic fibrosis.
Fonte: s.l; s.n; [2013]. tab, ilus, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A fibrose cística (FC), também chamada de mucoviscidose, é uma doença genética autossômica recessiva. Embora predomine na população caucasiana, com incidência de 1:3.000 nascidos vivos, pode estar presente em todos os grupos étnicos. No Brasil a incidência ainda é ignorada, contudo estudos regionais (PR, SC e MG) mostram dados estatísticos variáveis que sugerem uma incidência em torno de 1: 10.000. Considerando-se que, em 2010, nasceram 2.861.868 crianças no Brasil, é possível estimar que, por ano, haja aproximadamente 300 casos novos de fibrose cística no país. O prognóstico da doença é relacionado a vários fatores, como por exemplo, à presença ou não de suficiência pancreática, estado nutricional, colonização por Pseudomonas aeruginosa e idade ao diagnóstico. Trata-se de doença multissistêmica, sendo o acometimento pulmonar responsável pela maior morbimortalidade dos pacientes. As alterações pulmonares iniciam nas vias aéreas menores, são progressivas e evoluem para bronquiectasias, insuficiência respiratória crônica e cor pulmonale. O diagnóstico é realizado de acordo com os seguintes critérios: 1. Presença de sinais e sintomas sugestivos e/ou. 2. História familiar positiva e/ou; 3. Resultados alterados da tripsina imunorreativa (IRT) na Triagem Neonatal confirmados por: a) Teste do suor alterado ou; b) Presença de duas mutações conhecidas para fibrose cística ou; c) Diferença de potencial nasal alterado. A hipótese diagnóstica de fibrose cística é feita em bases clínicas ou triagem neonatal positiva e confirmada pela detecção de níveis elevados de cloretos no suor e/ou pelo estudo genético com a identificação de duas mutações para a fibrose cística. O teste mais fidedigno é a análise quantitativa do suor (titulação coulométrica) estimulado pela pilocarpina, que deve ser realizado por meio da iontoforese e a amostra de suor deve ser obtida pelo método Gibson e Cooke ou pelo sistema de microtubo capilar, também conhecido como serpentina. O teste é positivo se a concentração de cloretos no suor estiver acima de 60mmol/L em pelo menos duas dosagens. Para lactentes abaixo de seis meses,considera-se suspeito ou duvidoso valores entre 30mmol/L e 59 mmol/L. A realização do teste dosuor de forma adequada e correta tem as seguintes implicações para a prática clínica e os serviços de saúde: a) Padroniza a realização do exame e permite a acreditação dos laboratórios; b) Permite o diagnóstico correto da doença e o encaminhamento para serviços de referência; c) Evita diagnóstico errôneo e suas consequências e; d) Permite a realização de estudos multicêntricos. O método diagnóstico confirmatório para fibrose cística considerado padrão-ouro ­ teste do suor ­ não está disponível no SUS, apesar da triagem neonatal para essa enfermidade ter sido implementada no Programa Nacional de Triagem Neonatal desde 2001. Fora do contexto da triagem neonatal, este método é indispensável para o esclarecimento etiológico das pneumopatias crônicas que afetam crianças, adolescentes e adultos, situações nas quais a exclusão ou confirmação da fibrose cística está incorporada a inúmeros protocolos e diretrizes nacionais e internacionais. Considerando o exposto, os membros da CONITEC, presentes na 9ª reunião ordinária do dia 11/10/2012, por unanimidade, recomendaram a incorporação no SUS do teste do suor com dosagem de cloreto, mediante a garantia da qualificação técnica dos recursos humanos e porte tecnológico dos laboratórios executantes. Os membros da CONITEC presentes na 11ª reunião ordinária reunião do plenário do dia 07/12/2012 deliberaram, por unanimidade, por recomendar a incorporação do teste do suor com dosagem de cloreto para confirmação diagnóstica da fibrose cística, mediante normas técnicas a serem estabelecidas pelo Ministério da Saúde que incluam: garantia da qualificação técnica dos recursos humanos e porte tecnológico dos laboratórios executantes. A Portaria No-24, de 12 de junho de 2013 - Decide incorporar o teste do suor com dosagem de cloreto para confirmação diagnóstica da fibrose cística no Sistema Único de Saúde - SUS.
Descritores: Cloretos/análise
Fibrose Cística/diagnóstico
Suor/química
-Brasil
Sensibilidade e Especificidade
Avaliação da Tecnologia Biomédica
Sistema Único de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 77 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-782062
Autor: Souza, Bianca C; Sena, Ludmilla S; Loureiro, Dan; Raynal, José T; Sousa, Thiago J; Bastos, Bruno L; Meyer, Roberto; Portela, Ricardo W.
Título: Determinação de valores de referência séricos para os eletrólitos magnésio, cloretos, cálcio e fósforo em ovinos das raças Dorper e Santa Inês / Determination of magnesium, chloride, calcium and phosphorus serum reference values for Dorper and Santa Inês sheep breeds
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;36(3):167-173, mar. 2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A ovinocultura no Brasil é uma atividade em grande expansão e, com o aumento da demanda mundial por carne ovina, aumentou-se o interesse no monitoramento da sanidade do rebanho, utilizando diversas ferramentas como auxiliares no diagnóstico clínico, tais como os intervalos de referência séricos. Os elementos minerais constituem 2 a 5,5% do corpo dos vertebrados, exercendo diversas funções no organismo. O objetivo deste trabalho foi obter intervalos de referência para os eletrólitos magnésio, fósforo, cloreto e cálcio para ovinos das raças Dorper e Santa Inês. Foram coletados soros de 487 animais clinicamente sadios, sendo 146 da raça Dorper e 341 da raça Santa Inês. Os eletrólitos foram mensurados utilizando-se kits comerciais. Os dados foram analisados quanto à raça, sexo e idade, e os intervalos de referência determinados. Os resultados revelaram diferenças significativas nos intervalos de referência obtidos para os eletrólitos cálcio e magnésio na variável raça, e para o eletrólito fósforo na variável faixa etária e, quando confrontados com valores de referência já publicados, comprovou-se a existência de diferença estatística significativa entre os mesmos em todos os analitos estudados.

The sheep industry in Brazil is an important economic activity, and with the increasing global demand for sheep meat there is a great interest in the monitoring of the herd health, and serum reference ranges are basic tools for veterinary clinical pathology assays. Mineral elements correspond to 2-5.5% of the body of vertebrates, holding different functions in their physiology. The objective of this study was to obtain reference intervals of the electrolytes magnesium, phosphorus, chloride and calcium for the Dorper and Saint Ines sheep breeds. Sera samples were collected from 487 clinically healthy sheep, 146 from Dorper and 341 from Santa Ines breed. Electrolytes were measured using commercial kits. Data were analyzed taking the race, sex and age variables in account, and reference ranges were established. The results revealed significant statistical differences in reference ranges obtained for the electrolytes calcium and magnesium concerning the variable race, and for the electrolyte phosphorus in the variable age and, when compared with reference values already published, proved the existence of significant differences.
Descritores: Cloretos/sangue
Eletrólitos/análise
Fósforo/sangue
Magnésio/sangue
Ovinos
-Testes Hematológicos
Minerais
Saúde Pública
Padrões de Referência
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 77 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-769800
Autor: Domingos, Mouseline Torquato; Magdalena, Neiva Isabel Rodrigues; Cat, Mônica Nunes Lima; Watanabe, Alexandra Mitiru; Rosário Filho, Nelson Augusto.
Título: Condutividade e teste quantitativo coulométrico na triagem neonatal para fibrose cística / Sweat conductivity and coulometric quantitative test in neonatal cystic fibrosis screening
Fonte: J. pediatr. (Rio J.);91(6):590-595, nov.-dez. 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Resumo Objetivo Comparar os resultados obtidos no teste do suor pelo método da condutividade e a dosagem coulométrica de cloreto no suor em recém0nascidos (RN) suspeitos da triagem neonatal para fibrose cística (FC). Métodos O teste do suor foi feito simultaneamente pelos dois métodos em crianças com e sem FC. Os valores de corte para confirmar FC foram na condutividade > 50 mmol/L e no teste coulométrico > 60 mmol/L. Resultados Fizeram o teste do suor por condutividade e dosagem coulométrica simultaneamente 444 RN sem FC (185 do sexo masculino, 234 do feminino e 24 não informado) e obtiveram resultado mediano de 32 mmol/L e 12 mmol/L respectivamente. Para os noventa RN com FC os valores medianos de condutividade e dosagem coulométrica foram 108 mmol/L e 97 mmol/L respectivamente. O índice de falso positivo para condutividade foi de 16,7% e em todos os pacientes FC foi superior a 50 mmol/L, o que confere ao método 100% de sensibilidade (IC 95% = 93,8 a 97,8), especificidade de 96,2% (IC 95% = 93,8 a 97,8), valor preditivo positivo 83,3 (IC 95% = 74,4 a 91,1), valor preditivo negativo 100% (IC 95% = 90,5 a 109,4) e acurácia 9,8%. A correlação entre os métodos foi de r = 0,97 (p > 0,001).O melhor valor de corte sugerido foi de 69,0 mmol/L, coeficiente de kappa = 0,89. Conclusão O teste da condutividade apresentou excelente correlação com o quantitativo coulométrico, alta sensibilidade e especificidade e pode ser usado no diagnóstico da FC em crianças detectadas pela triagem neonatal.

Abstract Objective To compare the results obtained with the sweat test using the conductivity method and coulometric measurement of sweat chloride in newborns (NBs) with suspected cystic fibrosis (CF) in the neonatal screening program. Methods The sweat test was performed simultaneously by both methods in children with and without CF. The cutoff values to confirm CF were >50 mmol/L in the conductivity and >60 mmol/L in the coulometric test. Results There were 444 infants without CF (185 males, 234 females, and 24 unreported) submitted to the sweat test through conductivity and coulometric measurement simultaneously, obtaining median results of 32 mmol/L and 12 mmol/L, respectively. For 90 infants with CF, the median values of conductivity and coulometric measurement were 108 mmol/L and 97 mmol/L, respectively. The false positive rate for conductivity was 16.7%, and was higher than 50 mmol/L in all patients with CF, which gives this method a sensitivity of 100% (95% CI: 93.8-97.8), specificity of 96.2% (95% CI: 93.8-97.8), positive predictive value of 83.3% (95% CI: 74.4-91.1), negative predictive value of 100% (95% CI: 90.5-109.4), and 9.8% accuracy. The correlation between the methods was r = 0.97 (p > 0.001). The best suggested cutoff value was 69.0 mmol/L, with a kappa coefficient = 0.89. Conclusion The conductivity test showed excellent correlation with the quantitative coulometric test, high sensitivity and specificity, and can be used in the diagnosis of CF in children detected through newborn screening.
Descritores: Cloretos/análise
Fibrose Cística/diagnóstico
Suor/química
-Estudos Transversais
Condutividade Elétrica
Triagem Neonatal
Estudos Prospectivos
Sensibilidade e Especificidade
Limites: Feminino
Humanos
Recém-Nascido
Masculino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 8 ir para página                    
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde