Base de dados : LILACS
Pesquisa : D01.268.513.124 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 102 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 11 ir para página                         

  1 / 102 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1126765
Autor: Piña Borrego, Carlos Enrique; Fernández Fernández, María de Lourdes; Piña Rodríguez, Lorena Karla.
Título: Caracterización clínico epidemiológica de la leishmaniosis visceral infantil / Clinical epidemiological characterization of children visceral leishmaniasis
Fonte: Rev. cuba. pediatr;92(3):e771, jul.-set. 2020. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: La leishmaniosis visceral es la más grave de las formas clínicas de la leishmaniosis, afecta principalmente a los niños y es potencialmente fatal. Objetivo: Exponer la caracterización clínico-epidemiológica de la leishmaniosis visceral en población pediátrica y su respuesta terapéutica. Métodos: Se realizó un estudio retrospectivo, longitudinal y descriptivo en el Hospital Italiano, Ciudad de Djibouti en el período septiembre 2016-agosto 2017. El universo lo conformaron 166 menores de 15 años que ingresaron con diagnóstico de fiebre prolongada sin foco de localización, la muestra fue de 22 niños con diagnóstico confirmado de leishmaniosis visceral. La información se obtuvo de las historias clínicas. Se operacionalizaron 20 variables: sociodemográficas, clínicas, analíticas, terapéuticas y evolutivas. Se utilizó el procesador Epidat 3.1. Los resultados se expresaron en valores absolutos y porcentajes. Resultados: Se diagnosticó leishmaniosis visceral en 13,2 por ciento de niños hospitalizados por fiebre prolongada, 90,9 por ciento de procedencia rural y 59,1 por ciento desnutridos. El 77,3 por ciento de los casos recibió antimoniales, 90,9 por ciento tuvo estadía hospitalaria mayor de 21 días y el 36,4 por ciento se complicó con neumonía. Conclusiones: La leishmaniosis visceral es una entidad relativamente frecuente en niños admitidos por fiebre prolongada en el Hospital Italiano, predominan los varones desnutridos, mayores de cinco años de edad, procedentes de zonas rurales. La fiebre y la esplenomegalia son manifestaciones clínicas constantes, la anemia y la leucopenia los principales hallazgos de laboratorio. La aplicación de antimoniales es el tratamiento electivo, con larga estadía hospitalaria y la neumonía es la complicación más frecuente(AU)

Introduction: Visceral leishmaniasis is the most severe clinical form of leishmaniasis that mainly affects children and is potentially fatal. Objective: To explain the clinical-epidemiological characterization of visceral leishmaniasis in the pediatric population and its therapeutic response. Methods: It was conducted a retrospective, longitudinal and descriptive study in the Italian Hospital, Djibouti City in the period from September 2016 to August 2017. The sample group was formed by 166 children under 15 years old that were admitted with a diagnosis of prolonged fever without localization focus and the sample was of 22 children with confirmed diagnosis of visceral leishmaniasis. The information was obtained from the clinical records. Twenty variables were operationalized: sociodemographic, clinical, analytical, therapeutic and evolutive ones. Epidat 3.1 proccessor was used. The results were expressed in absolute values and percentages. Results: Visceral leishmaniasis was diagnosed in 13.2 percent children that were admitted in hospital due to prolonged fever, 90.9 percent of them were from rural areas and 59.1 percent were undernourished. 77,3 percent of the cases had antimonial treatment, 90.9 percent had hospital stay for more than 21 days and the 36.4 percent had complications due to pneumonia. Conclusions: Visceral leishmaniasis is a relatively frequent entity in children admitted in the Italian Hospital due to prolonged fever with a predominance of undernourished males, older that five years and from rural areas. Fever and splenomegaly are constant clinical manifestations, and anemia and leucopenia are the main laboratory findings. The use of antimonials is the election treatment with long hospital stay, and pneumonia is the most frequent complication(AU)
Descritores: Hospitalização/estatística & dados numéricos
Leishmaniose Visceral/diagnóstico
Leishmaniose Visceral/epidemiologia
-Epidemiologia Descritiva
Estudos Retrospectivos
Estudos Longitudinais
Antimônio/uso terapêutico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  2 / 102 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-507806
Autor: Tempone, André Gustavo; Andrade Jr, Heitor Franco.
Título: Nanoformualations of pentavalent abtimony entrapped in phosphatidyserine-liposomes demonstrate highest efficacy aginst experimental visceral leishmaniasis
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;67(2):131-136, maio-ago. 2008. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Leishmaniasis is an endemic and tropical disease that afflicts mainly the developing . The limited and highly toxic therapeutic arsenal for leishmaniasis..
Descritores: Antimônio
Leishmania
Lipossomos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  3 / 102 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1047177
Autor: Oliveira, Luiz Filipe Gonçalves de.
Título: Nova proposta para o tratamento da Leishmaniose tegumentar usando antimoniato de meglumina e oxiranos em associação / New proposal for the treatment of cutaneous leishmaniasis using meglumine antimoniate and oxirans in combination.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2018. xiv, 142 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Esta tese porpõe uma nova abordagem para o tratamento da leishmaniose tegumentar com o antimoniato de N-metilglucamina (antimoniato de meglumina - AM) associado a dois derivados oxiranos. O estudo foi conduzido em modelo murino de infecção in vitro e in vivo por Leishmania (Leishmania) amazonensis. Na primeira etapa do estudo foram descritas alterações histológicas causadas por epoxi-α-lapachona, epoximetil-lausona e AM em camundongos BALB/c não infectados, bem como a predição de algumas de suas propriedades farmacocinéticas. Os resultados indicaram que tanto os oxiranos quanto o antimoniato de meglumina induzem alterações histopatológicas nos órgãos analisados. O epoximetil-lausona foi o mais tóxico para o tecido pulmonar, enquanto os danos mais graves no coração foram causados pelo epoxi-α-lapachona. O AM causou alterações leves a moderadas nos tecidos cardíacos e pulmonares, mas sem qualquer efeito detectado nos tecidos cerebrais. Na segunda etapa foi necessário avaliar a eficácia do epoximetil-lausona sobre a infecção de macrófagos e camundongos BALB/c infectados por L.(L.) amazonensis. Em amastigotas intracelulares, o IC50 do epoximetil-lausona foi ligeiramente superior ao do AM (7,41 ± 0,2 e 4,43 ± 0,25 µM, respectivamente), sendo o efeito mais evidente após 48 horas de exposição (18 vezes e 7,4 vezes inferiores, respectivamente).

Os promastigotas também foram afetados pelo composto, porém o IC50 foi seis vezes maior (45,45 ± 5,0µM), indicando sua especificidade sobre os amastigotas intracelulares. A análise de citotoxicidade revelou que o epoximetil-lausona tem um efeito menor (1,7 ×) comparado ao AM (40,05 ± 3,0 e 24,14 ± 2,6 µM). O tratamento com três doses do epoximetil-lausona reduziu a lesão da pata dos animais infectados em 27 %, enquanto a redução obtida com o AM chegou a 31% nas doses baixa e intermediária, e 64% com a dose mais alta, comparado ao grupo controle. Alterações ultraestruturais detectadas nos amastigotas da lesão constataram comprometimento da integridade dos parasitos. Na etapa final deste estudo foi demonstrado o efeito do tratamento com o AM associado aos oxiranos epoxi-α-lapachona e epoximetil-lausona sobre a infecção experimental in vitro e in vivo. Os compostos foram testados individualmente e em combinações, seguindo as razões: 3:1; 1:1 e 1:3 (p/v) sobre macrófagos infectados. Todos os compostos, assim como suas combinações mostraram índices endocíticos muito inferiores ao grupo controle, sendo as maiores reduções obtidas nas razões de 3:1. O tratamento de camundongos BALB/c com os compostos individualmente e combinados nas mesmas razões levou a reduções significativas das lesões. O melhor efeito das combinações foi observado nas razões de 3:1. Os resultados indicaram que a associação do AM com os oxiranos produz um incremento no efeito leishmanicida, e pode ser considerada uma nova abordagem para o tratamento da leishmaniose cutânea. (AU)
Descritores: Leishmaniose Cutânea
Quimioterapia Combinada
Óxido de Etileno
Meglumina
Antimônio
Limites: Humanos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  4 / 102 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-790569
Autor: Santos, Michelle Rodrigues dos; Roman, Silvane Souza.
Título: Efeito do Antimoniato de Meglumina durante o período fetal sobre o desenvolvimento físico da prole em camundongos / Effect of the Meglumine Antimoniate during fetal period on physical development of pups in mice
Fonte: Rev. bras. ciênc. saúde;14(1):37-42, 2010. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: A exposição a agentes químicos durante a prenhez podealterar o desenvolvimento animal e a maturação dos sistemasfisiológicos. O Antimoniato de Meglumina (AM) é a primeiraescolha no tratamento das leishmanioses, mesmoapresentando toxicidade e suposta impregnação neural.Objetivo: O objetivo desde estudo foi verificar odesenvolvimento físico da prole de camundongos Swiss,expostos ao AM durante o período fetal. Material e método:Fêmeas prenhes foram tratadas com AM (100mg/kg/dia)durante o 13° ao 18° dia de gestação – ddg e o grupo controlefoi tratado com o veículo. No dia zero pós-natal - dpn foiregistrado o número e peso da prole de cada ninhada eavaliou-se o desenvolvimento físico (nascimento de pêlos,abertura de olhos e orelhas, dente inciso, abertura da vaginae descida dos testículos) do 0 ao 31º dpn. Os filhotes forampesados no 3°, 5°, 7°, 14° e 21° dpn. Resultados: Não houvediferenças significativas no número e peso da prole no 0 dpnentre os grupos experimental e controle. O desenvolvimentoponderal da prole de ambos os grupos foi semelhante, assimcomo o aparecimento dos indicadores de desenvolvimentofísico. Conclusão: A exposição ao AM durante o períodofetal em camundongos não interferiu no desenvolvimentofísico das crias...

The exposition to the quimical agents during the pregnantcan alter the animal development and the maturation of thephysiological systems. The Meglumine antimoniate (MA) isthe first-choice of treatment of of leishmaniosis samepresented toxicity and suppond neural impregnation.Objective: The aim this work was verify the physicaldevelopmental of the pups of Swiss mice exposed to MAduring the fetal period. Material and methods: Pregnant damsreceived MA (100mg/kg/day) during day 13° to 18° of gestation– ddg. Control group received deionized water. At birth day(0 postnatal – dpn) the number and corporal weight of thepups of each litter was registered. The corporal weight ofthe pups was realized on day 3°, 5°, 7°, 14° and 21° postnatal.Physical development was assessed by monitoring daily onthe 0 to 31º dpn the following parameters in 16 litters: birt ofpilus, eye opening, ear unfolding, incisor eruption, vaginaopening and descent of the testis. Results: No statisticdifference was observed in the number and corporal weightbetween the experimental and control pups at 0 dpn.Conclusion: The ponderal development of the pups of boththe groups was similar, as well the appearance of indicatorsof the physical development. The maternal exposition in miceto MA throughout the fetal period did not interfere in thephysical development of the pups...
Descritores: Antimônio
Leishmaniose
Meglumina
Limites: Camundongos
Tipo de Publ: Ensaio Clínico
Responsável: BR8.1 - Biblioteca Central


  5 / 102 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-838041
Autor: Sasso, Bruna Morassi; Torino, Ana Beatriz Barbosa; França, Andréa Fernandes Eloy da Costa; Velho, Paulo Eduardo Neves Ferreira.
Título: Periungual tegumentary leishmaniasis: a diagnostic challenge
Fonte: An. bras. dermatol;92(2):268-269, Mar.-Apr. 2017. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract: Periungual and paronychia-like skin lesions can mimic various diseases, setting up a diagnostic challenge that invariably requires correlation with complementary tests. We report a case of an ulcerated tumor of the nailfold diagnosed as leishmaniasis. Although paronychia-like cutaneous leishmaniasis is a rare variant, its epidemiological relevance in Brazil should prompt dermatologists to include it as a plausible diagnosis thus leading to correct work up and treatment.
Descritores: Leishmaniose Cutânea/patologia
-Brasil
Leishmaniose Cutânea/tratamento farmacológico
Meglumina/análogos & derivados
Meglumina/uso terapêutico
Antimônio/uso terapêutico
Antineoplásicos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Masculino
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 102 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-623608
Autor: Badaro, Roberto.
Título: The use of recombinant gamma interferon associated with pentavalent antimony in therapy for visceral leishmaniasis
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;83(supl.1):376-377, Nov. 1988.
Idioma: en.
Conferência: Apresentado em: Annual Meeting on Basic Research in Chagas's disease, 15, Apresentado em: Meeting of the Brazilian Society of Protozoology4, Caxambu, 7-10 Nov. 1988.
Descritores: Interferon gama/uso terapêutico
Leishmaniose Visceral/tratamento farmacológico
Antimônio/uso terapêutico
-Proteínas Recombinantes
Leishmaniose Visceral/terapia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 102 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1020081
Autor: Rugani, Jeronimo Nunes; Gontijo, Célia Maria Ferreira; Frézard, Frédéric; Soares, Rodrigo Pedro; Monte-Neto, Rubens Lima do.
Título: Antimony resistance in Leishmania (Viannia) braziliensis clinical isolates from atypical lesions associates with increased ARM56/ARM58 transcripts and reduced drug uptake
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;114:e190111, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPq; . CAPES; . RPS; . RLMN; . CMG; . FF; . CNPq; . RLMN.
Resumo: BACKGROUND In addition to the limited therapeutic arsenal and the side effects of antileishmanial agents, drug resistance hinders disease control. In Brazil, Leishmania braziliensis causes atypical (AT) tegumentary leishmaniasis lesions, frequently refractory to treatment. OBJECTIVES The main goal of this study was to characterise antimony (Sb)-resistant (SbR) L. braziliensis strains obtained from patients living in Xakriabá indigenous community, Minas Gerais, Brazil. METHODS The aquaglyceroporin 1-encoding gene (AQP1) from L. braziliensis clinical isolates was sequenced, and its function was evaluated by hypo-osmotic shock. mRNA levels of genes associated with Sb resistance were measured by quantitative reverse transcription polymerase chain reaction (qRT-PCR). Atomic absorption was used to measure Sb uptake. FINDINGS Although clinical isolates presented delayed recovery time in hypo-osmotic shock, AQP1 function was maintained. Isolate 340 accumulated less Sb than all other isolates, supporting the 65-fold downregulation of AQP1 mRNA levels. Both 330 and 340 isolates upregulated antimony resistance marker (ARM) 56/ARM58 and multidrug resistant protein A (MRPA); however, only ARM58 upregulation was an exclusive feature of SbR field isolates. CA7AE seemed to increase drug uptake in L. braziliensis and represented a tool to study the role of glycoconjugates in Sb transport. MAIN CONCLUSIONS There is a clear correlation between ARM56/58 upregulation and Sb resistance in AT-harbouring patients, suggesting the use of these markers as potential indicators to help the treatment choice and outcome, preventing therapeutic failure.
Descritores: Leishmania braziliensis/efeitos dos fármacos
Leishmania braziliensis/genética
Resistência a Medicamentos/efeitos dos fármacos
Leishmaniose Cutânea/parasitologia
Aquagliceroporinas/metabolismo
Antimônio/farmacologia
-Resistência a Medicamentos/genética
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 102 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-894893
Autor: Magalhães, Lucas S; Bomfim, Lays GS; Mota, Sthefanne G; Cruz, Geydson S; Corrêa, Cristiane B; Tanajura, Diego M; Lipscomb, Michael W; Borges, Valéria M; Jesus, Amélia R de; Almeida, Roque P de; Moura, Tatiana R de.
Título: Increased thiol levels in antimony-resistant Leishmania infantum isolated from treatment-refractory visceral leishmaniasis in Brazil
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;113(2):119-125, Feb. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPq, MCTI/CNPQ/Universal; . PROCAD/CASADINHO; . FAPITEC/SE/FUNTEC/CNPq; . CAPES; . NIH; . Department of Defense (DOD); . National Science Foundation (NSF).
Resumo: BACKGROUND Treatment-refractory visceral leishmaniasis (VL) has become an important problem in many countries. OBJECTIVES We evaluated the antimony-resistance mechanisms of Leishmania infantum isolated from VL patients refractory or responsive to treatment with pentavalent antimony. METHODS Strains isolated from antimony-refractory patients (in vitro antimony-resistant isolates) and antimony-responsive patients (in vitro antimony-sensitive isolates) were examined. Morphological changes were evaluated by transmission electron microscopy after trivalent antimony exposure. P-glycoprotein (P-gp) efflux pump activity was evaluated using the pump-specific inhibitor verapamil hydrochloride, and the role of thiol in trivalent antimony resistance was investigated using the enzymatic inhibitor L-buthionine sulfoximine. FINDINGS Antimony treatment induced fewer alterations in the cellular structure of L. infantum resistant isolates than in that of sensitive isolates. P-gp efflux activity was not involved in antimony resistance in these isolates. Importantly, the resistant isolates contained higher levels of thiol compared to the sensitive isolates, and inhibition of thiol synthesis in the resistant isolates recovered their sensitivity to trivalent antimony treatment, and enhanced the production of reactive oxygen species in promastigotes exposed to the drug. MAIN CONCLUSIONS Our results demonstrate that isolates from patients with antimony-refractory VL exhibited higher thiol levels than antimony-sensitive isolates. This indicates that redox metabolism plays an important role in the antimony-resistance of New World VL isolates.
Descritores: Resistência a Medicamentos
Leishmaniose Visceral/parasitologia
Antimônio/farmacologia
-Butionina Sulfoximina
Testes de Sensibilidade Parasitária
Inibidores Enzimáticos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 102 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-940872
Autor: Andrade, Juvana Moreira.
Título: Caracterização Molecular do Gene que Codifica a Enzima Triparedoxina Peroxidase em Populações de Leishmania spp. Sensíveis e Resistentes ao Antimonial Trivalente.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2012. xxiv, 89 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Centro de Pesquisas René Rachou para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Triparedoxina peroxidase (TxP) é uma enzima que pertence à família das peroxiredoxinas e participa da defesa antioxidante, por metabolizar peróxido de hidrogênio em moléculas de água. Dados da literatura têm mostrado que parasitos resistentes à droga podem aumentar os níveis de TxP junto com outras enzimas,protegendo-os contra o estresse oxidativo. Inicialmente neste trabalho, avaliamos os níveis de mRNA do gene TxP e a expressão da enzima Triparedoxina peroxidase em populações de L. amazonensis, L. braziliensis, L. infantum chagasi e L. guyanensis sensíveis e resistentes ao antimonial trivalente (SbIII). Estas populações apresentam resistência à concentração de SbIII de 4 a 20 vezes maior comparada aos seus respectivos pares sensíveis. O nível de mRNA do gene TxP, determinado por northern blot e RT-PCR quantitativo em tempo real, foi maior nas populações resistentes de L. amazonensis e L. braziliensis, enquanto que o Northern blotting mostrou maior expressão do gene TxP na população resistente de L. guyanensis. Por outro lado,nenhuma diferença foi observada no nível do mRNA do gene TxP nas populações sensíveis e resistentes de L. infantum chagasi. Análises de southern blot mostraram que o gene cTxP não está amplificado no genoma das populações resistentes de Leishmania spp. analisadas.

A expressão proteica foi determinada por ensaios de Western blotting utilizando anticorpo policlonal contra a proteína recombinante TxP de T. cruzi. Análises do alinhamento de aminoácido da proteína TxP de T. cruzi e Leishmania spp. mostraram um alto grau de identidade entre estas sequências. O anticorpo anti-TcTxP reconheceu um polipeptídio de 25 kDa em todas as populações de Leishmania spp. analisadas.Análises de densitometria mostraram que a proteína cTxP está 2 a 4 vezes mais expressa em todas as populações resistentes de Leishmania spp. analisadas. Na segunda parte deste estudo, ensaios funcionais da TxP foram realizados para determinar se a superexpressão da LbTxP nas populações sensíveis e resistentes de L. braziliensise L. infantum chagasi iria alterar o fenótipo de resistência dos parasitos transfectados ao antimonial SbIII. Análises por Western blotting mostraram que o nível de expressão da proteína TxP foi de 2 a 4 vezes maior nos parasitos transfectados quando comparado aos parasitos não-transfectados. Análises de IC50 destes parasitos mostraram que a superexpressão do gene TxP na população de L. braziliensis sensível aumentou 2 vezes a resistência ao SbIII, quando comparado à população parental. Por outro lado, a superexpressão de TxP na população resistente de L. braziliensis reverteu o fenótipo de resistência. Os parasitos antes resistentes, após a transfecção se tornaram muito sensíveis ao SbIII. Além disto, a superexpressão da TxP em populações sensíveis e resistentes de L. infantum chagasi não alterou o fenótipo de resistência ao SbIII. Concluindo, nossos resultados de análise funcional mostraram que a enzima triparedoxina peroxidase está envolvida no fenótipo de resistência de L. braziliensis ao antimonial.
Descritores: Antimônio/administração & dosagem
Leishmania
Leishmaniose/tratamento farmacológico
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Animais
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1; 616.936 4, A553c, 2012


  10 / 102 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-908139
Autor: Franchini, Romina Paola; Fernández Gianotti, Cristina Margarita; Cardozo, María Salomé; Sacchetti, María Cecilia; Terzano, Florencia Evangelina.
Título: Leishmaniasis cutáneo-mucosa: presentación de un caso con compromiso medio-facial / Mucocutaneous leishmaniasis: report of a case with midd lefacial commitment / Lehismaniasis mucocutânea: apresentação de um caso com o compromisso mid-facial
Fonte: Rev. Fed. Argent. Soc. Otorrinolaringol;24(2):58-62, 2017. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: La leishmaniasis es una zoonosis parasitaria causada por protozoos. Puede afectar la piel y las mucosas o presentarse como una enfermedad visceral. La variedad mucocutánea conduce a la destrucción parcial o completa de las membranas mucosas de la nariz, las fauces y la faringe. Aproximadamente un 90% de los casos con afectación mucocutánea se producen en Brasil, Bolivia y Perú. En nuestro país afecta en forma endémica a las provincias del norte desde principios del siglo XX. Se relata el caso de un paciente de 53 años con odinodisfagia de aproximadamente 6 meses de evolución, asociado a formaciones granulomatosas medio- faciales, en el que se diagnosticó leishmaniasis cutaneomucosa mediante el rescate de amastigotes en muestras tomadas de lesiones de paladar blando para estudio anatomopatológico con tinción de Giemsa. Se realizó tratamiento con meglumina antimoniato con buena evolución clínica a partir de los quince días de instaurado el mismo.

Leishmaniasis is a parasitic zoonosis caused by protozoa. It can affect skin, mucous membranes or presented as visceral disease. Mucocutaneous variety leads to partial or complete destruction of the mucous membranes of the nose, mouth and pharynx. Approximately, 90% of cases with mucocutaneous involvement occurs in Brazil, Bolivia and Peru. In our country it affects endemic to the northern provinces since the beginning of the century. The case of a 53-year-old patient with odinodisphagia of approximately 6 months of evolution, associated with mid-facial granulomatous formations in which cutaneomucous leishmaniasis was diagnosed by rescue of amastigotes in samples taken from lesions of soft palate for anatomopathological study with Staining of Giemsa. Treatment with meglumina antimonia was carried out with good clinical evolution from the fifteen days of the same establishment.

A leishmaniose é uma zoonose parasitária causada por protozoários. Ele pode afectar a pele e membranas mucosas ou presente como doença visceral. variedade mucocutânea conduz à destruição parcial ou completa das membranas mucosas do nariz, boca e faringe. Aproximadamente 90% dos casos com envolvimento mucocutânea ocorrem no Brasil, Bolívia e Peru. Em nosso país que afeta endêmica para as províncias do norte, desde o início do século XX. O caso de um odinodisfagia 53 anos, aproximadamente, 6 meses evolução associada com formações granulomatosas mediofaciais em que a leishmaniose mucocutânea foi diagnosticada por resgatar amastigotas em amostras tomadas a partir de lesões do palato mole para estudo histopatológico contou Giemsa. O tratamento foi realizado com antimoniato de meglumina com boa evolução clínica a partir de quinze dias introduzidas ele.
Descritores: Leishmaniose Mucocutânea/diagnóstico
Leishmaniose Mucocutânea/tratamento farmacológico
-Antimônio/uso terapêutico
Granulomatose Orofacial/diagnóstico
Granulomatose Orofacial/terapia
Meglumina/uso terapêutico
Limites: Masculino
Humanos
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Relatos de Casos
Revisão
Responsável: AR635.1 - FCVyS - Servicio de Información y Documentación



página 1 de 11 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde