Base de dados : LILACS
Pesquisa : D01.268.549.750 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 593 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 60 ir para página                         

  1 / 593 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-887575
Autor: Melo, Thalita Lima; Froeder, Leila; Baia, Leandro da Cunha; Heilberg, Ita Pfeferman.
Título: Bone turnover after bariatric surgery
Fonte: Arch. endocrinol. metab. (Online);61(4):332-336, July-Aug. 2017. tab.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; . Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: ABSTRACT Objective The aim of the present study was to evaluate parameters of bone and mineral metabolism after bariatric surgery. Subjects and methods This sectional study included data from medical records from 61 bariatric surgery (BS) patients (minimum period of 6 months after the procedure) and from 30 class II and III obese patients as a control group (Cont), consisting of daily dietary intake of macronutrients, calcium and sodium, serum 25(OH)D and parathyroid hormone (PTH) and other biochemical serum and urinary parameters. Bone alkaline phosphatase (BAP), leptin, fibroblast growth factor-23 (FGF-23) and deoxypyridinoline (DPYD) were determined from available banked serum and urinary samples. Results Mean body mass index (BMI), median energy, carbohydrate, protein and sodium chloride consumption were significantly lower in the BS versus Cont, but calcium and lipids were not. No significant differences were found in ionized calcium, 25(OH)D, PTH and fibroblast growth factor 23 (FGF-23) between groups. Mean serum BAP was significantly higher for BS versus Cont and had a positive correlation with time after the surgical procedure. Mean serum leptin was significantly lower and median urinary DPYD higher in BS versus Cont. Conclusion The present study showed an increase in bone markers of both bone formation and resorption among bariatric patients up to more than 7 years after the surgical procedure, suggesting that an increased bone turnover persists even at a very long-term follow-up in such patients.
Descritores: Osso e Ossos/metabolismo
Derivação Gástrica/efeitos adversos
Desvio Biliopancreático/efeitos adversos
Remodelação Óssea/fisiologia
Obesidade/cirurgia
-Período Pós-Operatório
Sódio/urina
Fatores de Tempo
Cálcio/urina
Estudos Retrospectivos
Fosfatase Alcalina/sangue
Aminoácidos/urina
Obesidade/metabolismo
Obesidade/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 593 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-783218
Autor: Buzzo, Márcia Liane; Carvalho, Maria de Fátima Henriques; Arakaki, Edna Emy Kumagai; Matsuzaki, Richard; Oliveira, Camila Cardoso de; Kira, Carmen Silvia.
Título: Teores de sódio em leites industrializados consumidos no Brasil / Sodium contents in the processed milk consumed in Brazil RIALA6
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;74(1):12-20, 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O leite é considerado um alimento essencial à dieta humana, principalmente para crianças, tornando-se imprescindível a garantia da qualidade deste produto, como o controle do teor de sódio. O alto consumo de sódio pode comprometer a saúde da população e estar associado com Doenças Crônicas Não Transmissíveis. Este estudo visou à determinação de sódio em leites consumidos no Brasil: pasteurizado integral, pasteurizado com 3 % de gordura, UHT e em pó, utilizando-se a técnica de espectrometria de emissão atômica com plasma de argônio acoplado indutivamente. Foram detectados teores médios de sódio superiores para o leite UHT; e foi observada variabilidade entre os teores mínimos e máximos para todos os tipos de leite. Ainda, 37 % das amostras apresentaram teores de sódio superiores àqueles declarados na rotulagem, exceto o leite pasteurizado integral. Os teores de sódio foram condizentes com as tabelas de composição de alimentos, exceto quanto ao valor máximo de sódio no leite pasteurizado com 3 % de gordura. Este estudo mostrou a importância da implementação de programas de monitoramento de sódio nestes produtos, assim como para recomendar às autoridades competentes o estabelecimento em dispositivo legal referente aos valores limites de sódio, com vistas à promoção da Saúde Pública...
Descritores: Alimentos Industrializados
Análise de Alimentos
Leite
Saúde Pública
Sódio
-Argônio
Brasil
Análise Espectral
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  3 / 593 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-782584
Autor: Buzzo, Márcia Liane; Carvalho, Maria de Fátima Henriques; Arakaki, Edna Emy Kumagai; Matsuzaki, Richard; Granato, Daniel; Kira, Carmen Silvia.
Título: Elevados teores de sódio em alimentos industrializados consumidos pela população brasileira / High sodium contents in processed foods consumed by Brazilian population
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;73(1):32-39, jan.-mar. 2014. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O sódio é um mineral essencial para a regulação dos fluidos intra e extracelulares, e atua na manutençãoda pressão sanguínea. Dieta inadequada com ingestão de sal em grande quantidade pode causar doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) como hipertensão arterial, enfermidades cardiovasculares, acidentes cerebrovasculares, entre outras; portanto, diminuir o consumo desse mineral pode reduzir os fatores de riscos de tais enfermidades. No presente estudo foi determinado o teor de sódio em diferentes tipos de alimentos industrializados consumidos pela população brasileira: salgadinho à base de milho, biscoito, hambúrguer, salsicha e macarrão instantâneo, utilizando-se a técnica de espectrometria de emissão atômica com plasma de argônio acoplado indutivamente (ICP OES). Os elevados teores de sódio detectados nos produtos revelaram a importância de efetuar a implementação e manutenção de programas de monitoramento de alimentos no país, com o fornecimento de ferramenta para auxiliar asindústrias produtoras no controle de adição de sódio nos produtos industrializados. Ademais, este recursopoderá dispor de dados para recomendar às autoridades competentes o estabelecimento em dispositivolegal de valores restritivos de adição de sódio nos processamentos desses alimentos, para garantir a ofertade alimentos mais saudáveis à população, com vistas à promoção de adequada saúde pública...
Descritores: Alimentos Industrializados
Brasil
Sódio
-Consumo de Alimentos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  4 / 593 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-742466
Autor: São José, Jackline Freitas Brilhante de; Medeiros, Hiasmyne Silva de.
Título: Uso de ultrassom associado ou não ao dicloisocianurato de sódio na sanitização de tomate cereja (Lycopersicon esculentum var. cerasiforme) / Use of ultrasound associated or not with sodium dichloroisocyanurate in the disinfection of cherry tomato (Lycopersicon esculentum var. cerasiforme)
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;72(3):244-248, 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A operação de lavagem associada ao uso de soluções sanitizantes é considerada a única etapa na qual pode ser alcançada a redução no número de micro-organismos deterioradores e patogênicos. Nesta pesquisa foi avaliada a aplicação do ultrassom associado ou não ao dicloroisocianurato de sódio na etapa de sanitização de tomates do tipo cereja. O tratamento por ultrassom combinado à solução de dicloisocianurato de sódio e o procedimento com inicial aplicação de ultrassom seguido de imersão em solução do composto clorado,foram os que promoveram as maiores reduções na microbiota inicial de mesófilos aeróbios e coliformes a 35 oC. Em todos os tratamentos, não houveram alterações significativas nos valores de sólidos solúveis,pH e acidez titulável (p < 0,05). Os tratamentos com ultrassom promoveram 14 % de redução na firmeza do tomate cereja não sanitizado. Pelo fato de o ultrassom ser potencial alternativa na sanitização, outras variáveis do tratamento (tempo e frequência aplicada) devem ser estudadas para adequar as condições de processamento que potencializem a inativação de micro-organismos sem causar prejuízos na qualidade final do produto.

The washing procedure associated with the use of sanitizer solutions is the only one stage in whichthe reduction in the number of deteriorative and pathogenic microorganisms can be achieved. Thisstudy aimed at evaluating the application of the ultrasound associated with or without the sodiumdichloroisocyanurate on the cherry tomatoes sanitization step. The ultrasound treatment combinedwith sodium dichloisocyanurate solution, and the procedure in which the ultrasound was applied at firstand followed by the immersion in chlorinated solution, was the procedure that promoted the highestreductions in the initial aerobic mesophilic microorganisms and coliforms at 35 oC. No significant changeswas found (p < 0.05) on the soluble solids, pH and titratable acidity values in all of the used treatments.The treatments with ultrasound promoted 14 % reduction in the firmness of not sanitized tomato. As apotential alternative for performing the sanitization, the ultrasound should be assessed on the additionalvariables as the applied time and frequency. Therefore, the processing conditions would be adjusted, andit would enhance the microorganisms inactivation without causing harm on the quality of final product.
Descritores: Agentes de Lavagem
Lycopersicon esculentum
Soluções
Sódio
Ultrassom
Verduras
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  5 / 593 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-616836
Autor: Brum, Fabrício Barros; Macagnan, Fernanda Teixeira; Monego, Magda Aita; kaminski, Tiago André; Silva, Leila Picolli da.
Título: Aplicação de ácido fítico em produto cárneo tipo hambúrguer / Phytic acid addition into hamburger-type meat product
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;70(1):47-52, jan.-mar. 2011. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Neste trabalho foram avaliados os efeitos da adição de ácido fítico sobre a cor e os indicadores de vida de prateleira em produto cárneo do tipo hambúrguer. Os produtos preparados por três tratamentos com ácido fítico (0,08; 0,10; e 0,20) e um padrão com adição de eritorbato de sódio (0,10) foram armazenados a -20 ºC por 90 dias com análises periódicas a cada 15 dias. O tratamento-padrão mostrou ser mais eficiente na manutenção de cor nos períodos iniciais, enquanto que o tratamento com 0,20 de ácido fítico apresentou menor variação na coloração e maior intensidade de cor no período final de armazenamento. Os valores de pH não variaram significativamente e mantiveram-se adequados ao produto. Os valores de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico apresentaram comportamento inicial anômalo, com estabilização após 30 dias na presença das diferentes concentrações de ácido fítico, e manutenção de valores significativamente inferiores ao produto-padrão. O presente estudo mostra o potencial efeito do ácido fítico em produto cárneo tipo hambúrguer.
Descritores: Antioxidantes
Carne
Sódio
Ácido Fítico
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  6 / 593 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-544591
Autor: Silva, Ângela Antunes; Rocha, Carolina Gomes da; Morgano, Marcelo Antônio; Haj-Isa, Niurka Maritza Almeyda; Quintaes, Késia Diego.
Título: Conformidade da rotulagem de repositores hidroeletrolíticos prontos para consumo de marcas nacionais em relação à legislação brasileira / Label conformity of carbohydrate-electrolyte beverages ready to drink from national brands in respect to Brazilian law
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;68(2):289-298, maio-ago. 2009. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O comércio de alimentos para praticantes de atividade física, incluindo os repositores hidroeletrolíticos (RHE), está em expansão, necessitando de fiscalização sobre sua composição e rotulagem nutricional. Este trabalho objetivou avaliar os rótulos de RHE nacionais prontos para consumo, comercializados em hipermercados de Belo Horizonte (MG) e de Campinas (SP), analisando sua conformidade em relação às legislações vigentes do Brasil. Foram determinados os teores de sódio e potássio por espectrometria de emissão e de cloreto pelo método de Mohr, em 44 amostras de RHE de 4 marcas. Todas as marcas apresentaram informação insuficiente, infringindo a RDC259/2003 e ausência da indicação quantitativa do conteúdo líquido em cor contrastante, contrapondo a Portaria157/2002. Os rótulos ilegíveis das marcas C e D apresentaram não conformidade às Portarias 222/98 e 29/98, respectivamente. Houve diferença estatisticamente significativa (p<0,05) entre o teor de pelo menos um eletrólito calculado e o valor declarado no rótulo, sendo que em 61,4% das amostras o teor mensurado diferiu em ±20% do valor rotulado, não satisfazendo assim a RDC 360/2003 da ANVISA. Os teores dos eletrólitos variaram entre 33,3-102,7 mg/200mL para sódio; 21,6-101,4 mg/200mL para potássio e 49,8-125,12 mg/200mL para cloreto, valores que podem contribuir para hiponatremia. Concluiu ser necessária revisão das formulações e rótulos pelos fabricantes, assim como a fiscalização pelos órgãos competentes, visando garantir a funcionalidade dos RHE.
Descritores: Alimentos para Praticantes de Atividade Física
Exercício Físico
Hidratação
Legislação sobre Alimentos
Rotulagem Nutricional
Sódio
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  7 / 593 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-150013
Autor: Espinosa Hernández, Doris; Magrans Buch, Charles.
Título: Hemodiálisis con sodio elevado / Hemodialysis with increased sodium
Fonte: Rev. cuba. enferm;9(1):11-5, ene.-jun. 1993. tab.
Idioma: es.
Resumo: Durante la hemodiálisis, las complicaciones relacionadas con los cambios hemodinámicos y de la osmolaridad dificultan con frecuencia el proceder dialítico. Para disminuir estas complicaciones se han desarrollado una serie de procedimientos técnicos como son: el empleo de bicarbonato y el aumento de la concentración de sodio en el dializado. Con el fin de explorar este último proceder se estudiaron 30 hemodiálisis, 15 de ellas con sodio estándar (135 mmol/L) y 15 con sodio elevado (150 mmol/L durante la primera mitad de la diálisis: en ambos grupos se valoraron las complicaciones intradialíticas, así como el aumento de peso en el período interdialítico posterior. La hipotensión arterial ocurrió en el 20 por ciento de las hemodiálisis con sodio normal y en ninguna de las de sodio elevada. El aumento de peso promedio en los períodos interdialíticos fue de 1,486 kg +- 0,946 y de 2,526 kg -+ 1,122 para la hemodiálisis con sodio normal y elevado respectivamente. Se considera que el proceder es útil en pacientes hemodinámicamente inestables, siempre que se controle la ganancia de peso, interdialítica.
Descritores: Sódio/administração & dosagem
Bicarbonatos/administração & dosagem
Diálise Renal/efeitos adversos
Diálise Renal/métodos
Hipotensão/induzido quimicamente
Limites: Humanos
Responsável: CU1 - INFOMED - Centro Nacional de Información de Ciencias Médicas


  8 / 593 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-457891
Autor: Alcaraz, Gloria Margarita.
Título: Solución de rehidratación oral preparada con harina de plátano. Estudio bioquímico / Oral rehydration solution prepared with plantain flour. Biochemical study
Fonte: Invest. educ. enferm;12(1):38-49, mar. 1994. tab.
Idioma: es.
Resumo: Se pretende mediante el método bioquímico estudiar una solución de rehidratación oral segura para prevenir la deshidratación o para tratarla en caso de deshidratación leve o moderada. Se seleccionó la harina de plátano por ser está la base de la alimentación para la población indígena emberá y de la población general del Choco biogeográfico. El estudio se realizó en condición de ciego y los resultados fueron en promedio por 100g de harina de plátano; glucosa 83,32g; 24g aportarían 20g de glucosa; sodio 0,05mg; potasio 1,00mg; cloruro 0,13mg. El análisis cualitativo de aminoácidos muestra que el 45,45 por ciento son neutros. La osmolaridad de la solución estandarizada: 110ml de agua, 3,5g de cloruro de sodio y 24g de harina de plátano, fue de 134mOsm/l. Esta solución ofrece desde el punto de vista bioquímico, una alternativa de suero preparada en el hogar con recursos propios de la comunidad. Es eficaz para prevenir la deshidratación o para tratar la deshidratación leve o moderada, en el caso de las comunidades geográficamente inaccesibles, a las cuales llegan difícilmente las SRO estándar.
Descritores: Potássio
Sódio
Farinha
Glucose
Concentração Osmolar
Grupos Étnicos
Responsável: CO103.1 - Biblioteca


  9 / 593 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: biblio-1089672
Autor: Cortés Durá, Ania; García Álvarez, Ricardo; Núñez Bourón, Ana I; Domínguez Fabars, Alexi; Nigorenko Ham, Glenda.
Título: Análisis de sodio, potasio y calcio por bioimpedancia eléctrica en pacientes con cardiopatía isquémica y cirugía de revascularización miocárdica / Sodium, potassium and calcium analysis by means of electrical bioimpedance in patients with ischemic heart disease and coronary artery bypass graft surgery
Fonte: CorSalud;10(2):152-157, abr.-jun. 2018. tab.
Idioma: es.
Descritores: Isquemia Miocárdica
-Potássio
Sódio
Cálcio
Responsável: CU425.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas de Villa Clara


  10 / 593 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1118850
Autor: Banús, Paula Lucía; Colombo, Eugenia; Mangiafave, Vivián Antonella; Acosta Seró, Ommi.
Título: Conocimiento, barreras y factores asociados al consumo de sodio en pacientes con hipertensión arterial / Knowledge, barriers and factors associated with sodium intake in hypertensive patients
Fonte: Diaeta (B. Aires);37(168):11-19, jul.-sep. 2019.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: la ingesta de sodio en pacientes con hipertensión arterial (HTA) podría estar influenciada por variables sociodemográficas, clínicas, conocimientos y barreras percibidas por los mismos al momento de realizar un plan alimentario controlado en sodio. Objetivos: analizar la asociación entre la ingesta diaria de sodio y las barreras percibidas para realizar un plan alimentario controlado en sodio, el nivel de conocimientos sobre productos con alto contenido en sodio, sexo, edad, índice de masa corporal y tiempo de diagnóstico en pacientes con hipertensión arterial. Adicionalmente, determinar la proporción de conocimiento inadecuado sobre productos alimentarios con alto contenido en sodio. Materiales y método: se estimó la ingesta de sodio en 156 pacientes a partir de un registro alimentario y un cuestionario de frecuencia de consumo; el nivel de conocimientos y las barreras se determinaron a través de cuestionarios de elaboración propia. Resultados: la ingesta promedio de sodio fue de 4228 mg (IC95%= 3892 ­ 4563 mg), equivalente a 10,57g de sal. La ingesta de sodio se correlacionó negativamente con la edad (r= -0,26; p=0,001) y positivamente con el índice de masa corporal (r=0,3; p=0,000) y con las barreras percibidas (r=0,4; p=0,000). A su vez, la ingesta de sodio fue significativamente mayor (p=0,025) en quienes presentaron un conocimiento inadecuado. Según el análisis multivariado, el score final de barreras, sexo e índice de masa corporal podrían explicar alrededor del 30% de la variabilidad de la ingesta de sodio en pacientes hipertensos. Conclusiones: La HTA es una problemática vinculada al estilo de vida actual, por lo que su abordaje debería tener en cuenta los condicionantes y determinantes que influyen cada paciente(AU)

Introduction: sodium intake in patients with diagnosed hypertension could be influenced by socio-demographic and clinical variables, knowledge and barriers perceived at the moment of adopting a sodiumcontrolled diet plan. Objectives: to analyze association between daily sodium intake and barriers perceived to carry out a controlled-sodium diet plan, the level of knowledge about products with high sodium content, sex, age, body mass index (BMI) , and time since diagnosis in hypertensive patients. Additionally, to determine the proportion of inadequate knowledge about food products with high sodium content. Materials and methods: sodium intake was estimated in 156 patients from a food registry and a food frequency questionnaire; the level of knowledge and the barriers were determined through self-developed questionnaires. Results: the average sodium intake was 4228 mg (95% CI = 3892 - 4563 mg), equivalent to 10.57g of salt. Sodium intake correlated negatively with age (r = -0.26; p = 0.001) and positively with body mass index (r = 0.3; p = 0.000) and with perceived barriers (r = 0.4; p = 0.000). In addition, sodium intake was significantly higher (p = 0.025) in those who presented inadequate knowledge. As specified by the multivariate analysis, the final barrier score, sex and BMI could explain 30% of the variability of sodium intake in hypertensive patients. Conclusion: hypertension is a health problem related to current lifestyle, so approaches towards it should take into account the conditionings and determinants that influence on each patient(AU)
Descritores: Sódio
Hipertensão
-Índice de Massa Corporal
Conhecimento
Responsável: AR489.1 - Biblioteca



página 1 de 60 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde