Base de dados : LILACS
Pesquisa : D01.268.556.381 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 49 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 49 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1058413
Autor: Orellana, Jesem Douglas Yamall; Souza, Cynthia Costa de; Souza, Maximiliano Loiola Ponte de.
Título: Hidden Suicides of the Indigenous People of the Brazilian Amazon: Gender, Alcohol and Familial Clustering / Suicidios ignorados de indígenas de la Amazonia brasileña: sexo, alcohol y vínculo parental
Fonte: Rev. colomb. psiquiatr;48(3):133-139, jul.-set. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective: To evaluate the coverage, characteristics and the risk of suicide in the indigenous people of Tabatinga in the Brazilian Amazon. Methods: An active surveillance strategy for suicide cases was used: records of the Ministry of Health, the Municipal Health Secretariat, the Special Indigenous Health District of the Upper River Solimões (Distrito Sanitario Especial Indígena Alto Río Solimões), the Military Hospital of Tabatinga, the National Indian Foundation (Fundación Nacional del Indio) and the civil registry offices were examined from 2007 to 2011 for individuals over 9 years of age. Adjusted rates were estimated using the direct method and according to age. A descriptive analysis was performed and the hypothesis tests were considered significant if p-values were <0.05. Results: The coverage of indigenous suicide was 82.8%, since 11 (17.2%) were classified as hidden suicides. For men between 15 and 29 years of age, and for women aged from 12 to 20 years, the probability of suicide was around 70.0%. In 17.2% of the sample there was a record of alcohol consumption before death and relationship between victims. The corrected adjusted mortality rate was 111.7/100,000 (95% CI, 84.6-148.6). Conclusions: The risk of suicide in the indigenous people of the Tabatinga is very high. Coping strategies should consider the complex relationship between suicide and alcohol consumption, gender differences and the existence of vulnerable groups, such as young people, especially those with close relatives who have committed suicide.

Resumen Objetivo: Evaluar el alcance, las características y el riesgo de suicidio de los indígenas de Tabatinga, en la Amazonia brasileira. Métodos: Se utilizó una estrategia de vigilancia activa del suicidio y se examinaron los registros de mayores de 9 años, de 2007-2011, del Ministerio de Salud, la Secretaría Municipal de Salud, el Distrito Sanitario Especial Indígena Alto Río Solimões, el Hospital Militar de Tabatinga, la Fundación Nacional del Indio y la notaría del Registro Civil. Las tasas ajustadas se calcularon utilizando el método directo, según la edad. Se realizó un análisis descriptivo y se consideró que las pruebas de hipótesis eran significativas si p < 0,05. Resultados: El alcance del suicidio indígena fue del 82,8%, ya que 11 (17,2%) se clasificaron como suicidios ocultos. Alrededor del 70,0% de la probabilidad de suicidio de los varones se situó a los 15-29 años y la de las mujeres, a los 12-20 años. En el 17,2% de la muestra, se registró consumo de alcohol antes de la muerte y relación parental entre las víctimas. La tasa de mortalidad ajustada corregida fue 111,7/100.000 (IC95%, 84,6-148,6). Conclusiones: El riesgo de suicidio de los indígenas de Tabatinga es muy alto. Las estrategias de afrontamiento deben considerar la compleja relación entre el suicidio y el consumo de alcohol, las diferencias de sexo y la existencia de grupos vulnerables, como los jóvenes, especialmente aquellos con parientes cercanos que ya cometieron suicidio.
Descritores: Suicídio
Saúde de Populações Indígenas
Povos Indígenas
-Brasil
Família
Morte
Conduta Expectante
Índio
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: CO78 - Asociación Colombiana de Psiquiatría


  2 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-881066
Autor: Caramori, Jeanine Eggers; Longhi, Ernesto Grazziotin.
Título: Situação nutricional das crianças Kaingangs frequentadoras de escola estadual indígena / área Monte Caseiros - Muliterno (RS) / Nutritional situation of Kaingangs children attending indigenous state school / Monte Caseiros area - Muliterno (RS)
Fonte: Rev. bras. med. fam. comunidade;4(16):277-280, nov. 2009. tab., graf..
Idioma: pt.
Resumo: Atualmente, vivemos a transição nutricional, ou seja, da desnutrição para a obesidade e é sabido que ela apresenta efeitos deletérios à saúde. Foi estudada uma amostra de 94 crianças de 4 a 14 anos, residentes na Aldeia Monte Caseiros, Muliterno (RS). As prevalências de déficits nutricionais determinadas foram 5,08% para o índice peso para idade, de 22,03% para o índice estatura para idade e obesidade/sobrepeso, de 8,57% para adolescentes, e 10,16% para crianças. Conclui-se que, para os extremos da situação nutricional infantil, necessita-se de projetos de assistência à saúde materno-infantil, geração de renda e saneamento básico.

At present, we undergo a nutritional transition, that is, from malnutrition to obesity, and it is known that it presents deleterious effects to health. A sample of 94 children from 4 to 14 years, resident in Aldeia Monte Caseiros, Muliterno (RS) was studied. The predominance of nutritional deficits determined were 5.08% for the weight index for the age, of 22.03% for the height index for the age and obesity/overweight, of 8.57% for adolescents, and 10.16% for children. It is concluded that, in both extremes of the children's nutritional situation, maternal-child health care projects are needed, in addition to income generation and basic sanitation.
Descritores: Saúde da Criança
-Alimentação Escolar
Estado Nutricional
Grupos Populacionais
Índio
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  3 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1069427
Autor: Assis, Sandra Lucia M. de; Figueiredo, Regina; Eluf, Maria Luisa K.
Título: Manual de utilização família colchete indígena - para um trabalho em sexualidade e prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis / Aids entre comunidades indígenas nos distritos especiais da FUNASA - Ministério da Saúde / Manual of use family indigenous bracket - for a work in sexuality and prevention of Diseases Sexually Transmissible / Aids among indigenous communities in the special districts of FUNASA - ministry of Health.
Fonte: São Paulo; Semina; 2004. 17 p. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Cultura
Sexualidade
Índio
-Controle de Doenças Transmissíveis
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Limites: Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Humanos
Responsável: BR1764.1 - Núcleo de Informação e Documentação
BR1764.1; D, Ia, A867m


  4 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1050115
Autor: Lima, Kátia Maria da Silva.
Título: Investigação da infecção subclínica por Neisseria Meningitidis em populações indígenas no Amazonas / Investigation of subclinical infection by Neisseria meningitidis in indigenous populations in the Amazon.
Fonte: Rio de Janeiro,; s.n; 2018. xviii, 104 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A doença meningocócica é causada por Neisseria meningitidis, a qual é uma bactéria de transmissão respiratória que coloniza a nasofaringe humana em cerca de 5-10% da população em geral, normalmente, de forma assintomática. O portador assintomático é o principal elemento na cadeia de transmissão e manutenção em natureza desta bactéria, mesmo durante períodos epidêmicos. Não existem estudos epidemiológicos sobre a infecção por N. meningitidis em populações indígenas no Brasil. Realizamos um estudo epidemiológico de campo do tipo transversal com o objetivo de investigar a infecção assintomática por N. meningitidis em três aldeias indígenas na região do Rio Madeira, no estado do Amazonas: mura (n = 260), Munduruku (n = 268) e mura-pirahã (n = 172).Nas três aldeias incluídas (de acordo com a proximidade e contato com pessoas de centros urbanos), foram examinados com swab da nasofaringe e entrevistados 210 (19% de perda), 268 (0,8% de perda) e 108 (37% de perda) indivíduos, respectivamente. A tipagem fenotípica e genética dos isolados de portadores foi realizada pela técnica de soroaglutinação e de multilocus sequence typing (MLST), respectivamente. O perfil de resistência aos antimicrobianos foi determinado pelo método de E-teste. Na Aldeia São Félix, etnia Mura (bastante contato), encontramos uma prevalência de portadores de N. meningitidis de 2,4% (5/210) e de Neisseria lactamica de 6% (12/210)

Na Aldeia Fronteira, etnia Munduruku (pouco contato), encontramos uma prevalência de portadores de N. meningitidis de 1,5% (4/268), enquanto na Aldeia Pirahã do Maicí etnia mura-pirahã (quase nenhum contato), encontramos uma prevalência de portadores de N. meningitidis de 1,9% (2/108). Registro de doença meningocócica, com evolução para óbito, foi reportado apenas na aldeia São Félix, em 2014, em uma criança que estudava na escola, mas não residia na aldeia. A infecção assintomática foi associada ao deslocamento para fora da aldeia ou ao contato íntimo com quem se desloca com frequência nas três aldeias visitadas. A caracterização fenotípica identificou o sorogrupo B em todas as amostras de N. meningitidis isoladas dos portadores. A genotipagem por MLST identificou dois novos tipos sequenciados (ST): ST-13111 (complexo clonal [cc] 1136) e ST-13110 (-). Uma única cepa foi identificada como ST-11406 (-). O ST-13111 (cc1136) foi identificado nas três aldeias incluídas neste estudo. Os portadores foram tratados com azitromicina em dose única: crianças e adultos

Todas as cepas foram sensíveis à penicilina, ampicilina, ceftriaxona e cloranfenicol, as quais são utilizadas no tratamento da doença invasiva, além de rifampicina, ciprofloxacina e azitromicina, as quais são utilizadas para o tratamento dos portadores. A investigação identificou uma prevalência de portadores de N. meningitidis semelhante àquela encontrada para indivíduos que não são contatos íntimos de casos de doença meningocócica. Apenas o deslocamento para fora da aldeia como estudar, trabalhar, viajar esteve associado ao estado de portador. A prevalência de N. lactamica, uma espécie não patogênica e comensal da nasofaringe humana, também foi semelhante ao que já foi descrito anteriormente. Os STs identificados são, geralmente, isolados da nasofaringe humana e, raramente, de doença invasiva, o que pode justificar a ausência de casos de doença nas aldeias investigadas. No entanto, ficou demonstrado a introdução e circulação de N. meningitidis nas aldeias indígenas investigadas e, consequentemente, a possibilidade de introdução de cepas hiperinvasivas, as quais podem causar doença invasiva de início abrupto rapidamente progressivo e potencialmente fatal. Assim, o uso de vacinas antimeningocócicas fica justificado como a melhor forma de controle da doença meningocócica nas populações de áreas remota. (AU)
Descritores: Portador Sadio
Ecossistema Amazônico
Infecções Assintomáticas
Índio
Meningite Meningocócica
Neisseria meningitidis
Limites: Humanos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  5 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-328293
Autor: Paraguay. Instituto Paraguayo del Indígena.
Título: Censo y estudio de la población indígena del Paraguay / Center and study of the population indigenous to the Paraguay.
Fonte: Asunción; Instituto Paraguayo del Indígena; dic. 1982. 729 p.
Idioma: es.
Resumo: Contiene datos sobre el censo y estudio de la población indígena del Paraguay del año 1981. Incluye: Características generales de la población indígena ; caracterización demográfica ; actividad económica (forma de subsistencia), educación y migraciones
Descritores: Demografia
Índio
Características da População
-Paraguai
Responsável: PY40.1 - Biblioteca
P40.1; Py312.9/Est


  6 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-955820
Autor: Martínez, Celeste Morales; Oramas, María José García.
Título: Análise comparativa dos quadros de ação coletiva das mulheres indígenas / Comparative analysis of case histories of indigenous women as a collective / Análisis comparativo de los marcos de acción colectiva de mujeres indígenas
Fonte: Psicol. rev. (Belo Horizonte);22(3):672-688, dez. 2016. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo dessa pesquisa é comparar os elementos associados à participação coletiva de mulheres indígenas pertencentes a duas organizações de direitos humanos, Kalli Luz Marina (México) e Federação Regional de Mulheres Asháninkas, Nomatsiguengas e Kakintes da Selva Central (Peru), com base na perspectiva de gênero. Efetuou-se uma análise qualitativa por entrevistas semiestruturadas realizadas com as participantes, além de investigação dos arquivos das organizações. Verificou-se que a organização das mulheres indígenas é motivada pela percepção de injustiça, a capacidade de agência, identidade coletiva e emoções presentes no processo, o que as leva a mobilizar-se e a manter-se em seus grupos, com uma participação ativa, buscando relações de gênero equitativas. As organizações de mulheres nahuas, asháninkas e nomatsiguengas contribuem para a criação de espaços de encontro para seus pares e fornecem elementos relevantes para o desenvolvimento de atividades de gênero culturalmente situadas

The objective of this investigation is to compare the elements associated with the collective participation of indigenous women from two human rights organizations, Kalli Luz Marina (Mexico), and the Regional Federation of Women Asháninkas, Nomatsiguengas and Kakintes, from the Selva Central (Peru), with perspective to gender. Using the Theory of collective action framework, a comparative qualitative analysis was implemented, collecting information through semi-structured interviews of the participants, and organization's archival research. It was found that the organizational process of indigenous women is motivated by the perception of injustice, agency capacity, collective identity and emotions present in the process, which leads them to mobilize and remain in their groups with active participation looking for equal relationships between the genders. Nahua, Asháninka and Nomatsiguenga women organizations contribute to the creation of meeting spaces for their peers and provide relevant elements for the development of culturally situated gender agendas

El objetivo de la investigación es comparar los elementos asociados a la participación colectiva de mujeres indígenas de dos organizaciones de derechos humanos, desde la perspectiva de género. Se efectuó un análisis comparativo de corte cualitativo de los marcos de acción colectiva de mujeres indígenas pertenecientes al Kalli Luz Marina (México) y la Federación Regional de Mujeres Asháninkas, Nomatsiguengas y Kakintes de la Selva Central (Perú), a través de entrevistas semiestructuradas realizadas a las participantes e investigación de archivos de las organizaciones. Se encontró que el proceso organizativo de mujeres nahuas, asháninkas y nomatsiguengas está motivado por la percepción de injusticia, la capacidad de agencia, la identidad colectiva y las emociones presentes en el proceso, que las lleva a movilizarse y mantenerse en sus colectivos con una participación activa, buscando relaciones de género equitativas. Las organizaciones de mujeres indígenas crean espacios de encuentro y desarrollan agendas de género culturalmente situadas
Descritores: Violência de Gênero
Índio
-Mulheres
Responsável: BR370.1 - Biblioteca Central


  7 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-840550
Autor: Batista, Marianna Queiróz; Zanello, Valeska.
Título: Saúde mental em contextos indígenas: Escassez de pesquisas brasileiras, invisibilidade das diferenças / Mental health in indigenous contexts: Scarcity of Brazilian researches, invisibility of differences / La salud mental en contextos indígenas: La escassez de la investigación brasileña, la invisibilidad de las diferencias
Fonte: Estud. psicol. (Natal);21(4):403-414, out.-dez. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O presente trabalho teve como objetivo realizar um levantamento de artigos produzidos sobre o tema saúde mental em contextos indígenas entre os anos de 1999 e 2012 nas principais plataformas científicas brasileiras (SciELO e BVS-PSI). Foram utilizados três grupos de descritores, perfazendo 62 buscas, as quais encontraram 5510 resultados, dos quais, depois de analisados, sobraram apenas 14 artigos. Foram levantados dados quanto à distribuição por ano de publicação, tema e objeto da pesquisa, etnia e região geográfica abrangida, participação ou não dos profissionais de psicologia no estudo; entre outros. Além disso, foi avaliado se os conceitos de saúde mental e indígena foram ou não problematizados, levando-se em consideração a alteridade e diversidade cultural destes povos. Conclui-se que as pesquisas são incipientes e carecem de reflexão epistemológica para fundamentar a complexidade desse diálogo intercultural que discute saberes advindos de referenciais originalmente tão distintos.

Abstract This study aimed to conduct a survey of articles produced on the topic mental health in indigenous contexts between the years 1999 and 2012 in the main Brazilian scientific platforms (SciELO and BVS-PSI). Three groups of descriptors were used, totaling 62 searches, which found 5510 results. Of these, only 14 articles remained after analysis. Data was collected on the distribution by year of publication, subject and object of research, ethnicity and geographic region covered, participation or not of psychology professionals in the study, among others. Also, we assessed whether the concepts of mental health and indigenous were or not problematized, taking into account the alterity and cultural diversity of these people. It was concluded that the researches are incipient and lack on epistemological reflection to support the complexity of this intercultural dialogue, which discusses knowledge arising from references that are originally so distinct.

Resumen Este estudio tuvo como objetivo realizar un estudio de los artículos producidos en la salud mental tema en contextos indígenas entre los años 1999 y 2012 en las principales plataformas científicas brasileñas (SciELO y BVS-Psi). Se han usado tres grupos de descriptores, por un total de 62 registros, que encontraron 5510 resultados, de los que, tras el análisis, siendo sólo 14 artículos. Se recogieron datos sobre la distribución por año de publicación, sujeto y objeto de la investigación, el origen étnico y la región geográfica cubierta, la participación o no de profesionales de la psicología en el estudio; entre otros. Además, se evaluó si los conceptos de salud mental e indígenas fueron o no problematizados teniendo en cuenta la alteridad y la diversidad cultural de estas personas. En conclusión, la investigación es incipiente y la falta de reflexión epistemológica para apoyar la complejidad del diálogo intercultural discutir conocimientos derivados de las referencias originalmente como distintos.
Descritores: Grupos Étnicos/psicologia
Saúde Mental
Índio
-Brasil
Atividades Científicas e Tecnológicas
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede


  8 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-986214
Autor: Hur, Domenico Uhng; Couto, Maria Luiza Bitencourt Silva; Nascimento, Joab Silva do.
Título: Estudantes indígenas na Universidade: uma sessão de grupo operativo / Indigenous students in the university: one session with operative group / Estudiantes indígenas en la universidad: una sesión de grupo operativo
Fonte: Vínculo;15(2):99-119, jul.-dez. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste artigo é conhecer os discursos de alunos indígenas de uma Universidade pública, contemplados pela política de ações afirmativas, para discutir as experiências que vivenciam no espaço acadêmico. Realizamos a investigação a partir de uma sessão com o dispositivo de grupo operativo de Pichon-Rivière. Constatamos uma série de dificuldades para o estudante indígena na Universidade. Há a produção de um estereótipo sobre o indígena, que resulta em processos de preconceito e exclusão. As dificuldades na aprendizagem são vividas no âmbito individual e não institucional, produzindo uma situação de culpa e ansiedade. Por fim, enunciam um duplo lugar ocupado, no sonho de transmitir os conteúdos adquiridos na Universidade à sua própria comunidade.

The aim of this article is to know the discourses of indigenous students of a public University, contemplated by the policy of affirmative actions, to discuss their experiences within the academic space. We conducted the research from one session with the Operative Group device of Pichon-Rivière. We found many difficulties for the indigenous student in the University. There is a production of a stereotype on the indigenous, resulting in processes of prejudice and exclusion. The difficulties in learning are experienced at the individual rather than the institutional level, thus producing a situation of guilt and anxiety. Finally, they enunciate a double occupied place, in the dream of transmitting the contents acquired at the University for their own community.

El objetivo de este artículo es conocer los discursos de alumnos indígenas de una Universidad pública, contemplados por la política de acciones afirmativas, para discutir las experiencias que vivencian en el espacio académico. Realizamos la investigación a partir de una sesión del grupo operativo de Pichon-Rivière. Constatamos muchas dificultades para el estudiante indígena en la Universidad. Hay una producción de un estereotipo sobre el indígena, que resulta en procesos de prejuicio y exclusión. Las dificultades en el aprendizaje son vividas en el ámbito individual y no institucional, produciendo una situación de culpa y ansiedad. Por fin, enuncian un doble lugar ocupado, en la ilusión de transmitir los contenidos adquiridos en la Universidad para su propia comunidad.
Descritores: Psicologia Social
Estudantes
Índio
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  9 / 49 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-872250
Autor: Milheiro, Antonio Francisco; Xavier, Joaquim José da Silva; Leitão, Sebastião Ferreira; Moura, Pedro Martins de; Oliveira, Sebastian Fernandez de; Guertin, Eugenio Frederico; Silva, Gregório Raphael da; Souza, Augusto Coelho.
Título: Mais de 500 anos de história / More than 500 years of history
Fonte: Rev. ABO nac;6(5):290-4, out.-nov. 1998. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Nossos índios já realizavam tratamentos dentários quando o País foi descoberto, e não se sabe desde quando essa prática era usada. Documentos dessa época indicam que eles tinham bons dentes. Passando pelas várias fases da história, a Odontologia brasileira chega aos dias de hoje com cerca de 145 mil profissionais, tecnologia avançada e muito trabalho pela frente na área de saúde bucal
Descritores: Brasil
História da Odontologia
-Índio/história
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  10 / 49 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-710936
Autor: Yang, Jen-Lee.
Título: Comparative acute toxicity of gallium(III), antimony(III), indium(III), cadmium(II), and copper(II) on freshwater swamp shrimp (Macrobrachium nipponense)
Fonte: Biol. Res;47:1-4, 2014. graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: BACKGROUND: Acute toxicity testing were carried out the freshwater swamp shrimp, Macrobrachium nipponense, as the model animal for the semiconductor applied metals (gallium, antimony, indium, cadmium, and copper) to evaluate if the species is an suitable experimental animal of pollution in aquatic ecosystem. RESULTS: The static renewal test method of acute lethal concentrations determination was used, and water temperature was maintained at 24.0 ± 0.5°C. Data of individual metal obtained from acute toxicity tests were determined using probit analysis method. The median lethal concentration (96-h LC50) of gallium, antimony, indium, cadmium, and copper for M. nipponense were estimated as 2.7742, 1.9626, 6.8938, 0.0539, and 0.0313 mg/L, respectively. CONCLUSIONS: Comparing the toxicity tolerance of M. nipponense with other species which exposed to these metals, it is obviously that the M. nipponense is more sensitive than that of various other aquatic animals.
Descritores: Antimônio/toxicidade
Cádmio/toxicidade
Cobre/toxicidade
Gálio/toxicidade
Índio/toxicidade
Palaemonidae/efeitos dos fármacos
-Ecossistema
Água Doce
LETHAL DOSE ACADEMIES AND INSTITUTES
Testes de Toxicidade Aguda
Poluição da Água
Qualidade da Água
Limites: Animais
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde