Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.033.100.291.805 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 33 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 33 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-971574
Autor: Chokr, Muhieddine Omar; Hardy, Carina Abigail; Scanavacca, Maurício Ibrahim.
Título: Fibrilação atrial / Atrial fibrillation
Fonte: In: Kalil Filho, Roberto; Fuster, Valetim; Albuquerque, Cícero Piva de. Medicina cardiovascular reduzindo o impacto das doenças / Cardiovascular medicine reducing the impact of diseases. São Paulo, Atheneu, 2016. p.887-913.
Idioma: pt.
Descritores: Fibrilação Atrial/complicações
Doenças Cardiovasculares/etiologia
-Fatores de Risco
Propafenona/farmacologia
Sotalol/farmacologia
Anticoagulantes/efeitos adversos
Ablação por Cateter/métodos
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Livros de Texto
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt
BR44.1


  2 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lima, Gustavo Glotz de
Texto completo
Id: biblio-913926
Autor: Ronsoni, Rafael de March; Leiria, Tiago Luiz Luz; Silvestrini, Tiago Luiz; Martins, Leonardo Pires; Kruse, Marcelo Lapa; Silva, Rogério Gomes da; Lima, Gustavo Glotz de.
Título: Medidas profiláticas para fibrilação atrial no pós-operatório de cirurgia cardíaca / Prevention of atrial fibrillation after cardiac surgery
Fonte: RELAMPA, Rev. Lat.-Am. Marcapasso Arritm;31(2), abr.-jun. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A fibrilação atrial é a arritmia mais frequentemente encontrada após cirurgia cardíaca. Embora geralmente autolimitada, representa um importante preditor de aumento de morbimortalidade e de custos aos sistemas de saúde. Numerosos estudos tentaram determinar os mecanismos associados à fibrilação atrial no pós-operatório com resultados variados. Uma fisiopatologia multifatorial é sugerida, sendo o processo inflamatório e a ativação simpática adrenérgica do período pós-operatório reconhecidos como importantes fatores de contribuição. O tratamento é dificultado pela escassez de dados relativos aos resultados de diferentes intervenções terapêuticas nessa população. Este artigo analisa a literatura cujo foco sejam as intervenções para prevenir a fibrilação atrial no pós-operatório

Atrial fibrillation is the most commonly found arrhythmia after cardiac surgery. Although usually self-limiting, it represents an important predictor of increased patient morbidity, mortality, and health care costs. Numerous studies have attempted to determine the underlying mechanisms of postoperative atrial fibrillation with different results. A multifactorial pathophysiology is suggested, with inflammation and postoperative adrenergic activation recognized as important contributing factors. The management is complicated by a lack of data on the outcomes of different therapeutic interventions in this population. This article reviews the literature focusing on interventions to prevent postoperative atrial fibrillation
Descritores: Fibrilação Atrial/fisiopatologia
Prevenção de Doenças
Período Pós-Operatório
Cirurgia Torácica/métodos
-Antagonistas Adrenérgicos beta/uso terapêutico
Antiarrítmicos/uso terapêutico
Arritmias Cardíacas
Indicadores de Morbimortalidade
Estresse Oxidativo
Fatores de Risco
Sotalol/uso terapêutico
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  3 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-833688
Autor: Sartini, Raul Pádua.
Título: O ECG na fibrilação atrial / The ECG in atrial fibrillation
Fonte: In: Pastore, Alberto Carlos; Samesima, Nelson; Tobias, Nancy Maria Martins de Oliveira; Pereira Filho, Horacio Gomes. Eletrocardiografia atual: curso do serviço de eletrocardiografia do InCor. São Paulo, Atheneu, 2016. p.152-152.
Idioma: pt.
Descritores: Arritmias Cardíacas/fisiopatologia
Arritmias Cardíacas/terapia
-Anticoagulantes/farmacologia
Ablação por Cateter/métodos
Sotalol/farmacologia
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Livros de Texto
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt
BR44.1; WG140, P293e


  4 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-831560
Autor: Pimenta, João; Curimbaba, Jefferson; Valente, Nery.
Título: Abordagem das arritmias na Doença de Chagas Crônica / Approach of arrhythmias in chronic Chagas Disease
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;26(4):253-60, out.-dez.2016.
Idioma: pt.
Resumo: As arritmias na cardiopatia chagásica (CCH) são responsáveis por incapacitação física e morte em indivíduos adultos em faixa etária precoce e produtiva, decorrendo daí a necessidade de sua abordagem criteriosa e, às vezes, mais agressiva para se obter controle completo. As arritmias cardíacas mais encontradas na CCH são as bradiarritmias e as taquicardias. Entre as bradicardias estão as alterações sinoatriais e os bloqueios atrioventriculares, cujo tratamento padrão é o emprego de implante de marcapasso definitivo. Entre as taquiarritmias, encontram-se as supraventriculares ­ extrassístoles atriais, taquicardia atrial ectópica, "flutter" atrial e fibrilação atrial ­ que provocam morbidades como progressão para disfunção ventricular esquerda e fenômenos tromboembólicos, e as ventriculares, cujo desfecho pode ser a morte súbita instantânea. A abordagem deve ser, inicialmente, por meio de eletrocardiograma de 12 derivações, pela gravação ambulatorial (Holter), ecocardiograma, teste ergométrico, e por fim, o estudo eletrofisiológico e a ressonância nuclear magnética. O tratamento farmacológico pode ser conduzido com o uso dos fármacos existentes em nosso mercado, como amiodarona, propafenona e sotalol. O tratamento invasivo, pode consistir em ablação por cateter, embora com resultados ainda abaixo de índices confortadores, devido à possibilidade de recidivas. O uso de cardiodesfibrilador implantável é a última alternativa, que também tem suas limitações

Arrhythmias in Chagas cardiomyopathy (CCM) are responsible for physical disability and death in adults in early and productive age group, from which arises the need for a judicious and sometimes more aggressive approach to achieve the complete control. The arrhythmias most common in CCM are bradyarrhythmias and tachycardias. Among the bradycardias are the sinoatrial changes and atrioventricular blocks, whose standard treatment is the use of permanent pacemaker implantation. Among tachyarrhythmias are the supraventricular ones - atrial extrasystoles, ectopic atrial tachycardia, atrial flutter and atrial fibrillation - causing morbidity and progression of left ventricular dysfunction and thromboembolic events, and the ventricular ones, whose outcome can be the instantaneous sudden death. The approach should be initially through 12-lead electrocardiogram, by ambulatory ECG recording (Holter), echocardiogram, stress testing, and finally the electrophysiological study and magnetic resonance imaging. Pharmacological treatment can be conducted with the use of marketed drugs such as amiodarone, propafenone and sotalol. The invasive treatment may consist of catheter ablation, although the results are still below comforting rates due to the possibility of recurrence. The use of implantable cardioverter defibrillator is the last alternative, which also has its limitations
Descritores: Arritmias Cardíacas/fisiopatologia
Cardiomiopatia Chagásica/reabilitação
Disfunção Ventricular/terapia
-Amiodarona/farmacologia
Ecocardiografia
Eletrocardiografia Ambulatorial/métodos
Teste de Esforço
Espectroscopia de Ressonância Magnética
Propafenona/farmacologia
Sotalol/farmacologia
Limites: Seres Humanos
Adolescente
Adulto
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  5 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-789233
Autor: Sacilotto, Luciana; Ibrahim, Maurício.
Título: Arritmias genéticas: como investigare como tratar? / Inherited arrhythmias: how to investigate and how to treat?
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;25(4):212-218, out.-dez.2015. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: As arritmias hereditárias são responsáveis por uma proporção significante de mortes cardíacas súbitas em indivíduos jovens aparentemente saudáveis. As canalopatias, como síndrome de Brugada, síndrome do QT longo/curto e taquicardia ventricular polimórfica catecolaminérgica, contribuem com essa incidência e não são marcadas por anomalias estruturais. A cardiomiopatia genética, como cardiomiopatia arritmogênica doventrículo direito e cardiomiopatia hipertrófica, também são causas de morte súbita por arritmia. Novos consensos têm sido publicados para orientar melhor as ferramentas dediagnóstico, os escores de estratificação e o tratamento. Os testes genéticos têm papel importante no diagnóstico, na estratificação de risco e no tratamento de pacientes e de suas famílias. Os avanços da genética molecular nas duas últimas décadas revelaram a base genética subjacente da doença, e podem levar a tratamentos mais personalizados...

Inherited arrhythmias account for a significant proportion of sudden cardiac deaths in apparently healthy and young individuals. Ion channelopathies such as Brugada syndrome, long/short QT syndrome and catecholaminergic polymorphic ventricular tachycardiacontribute to this incidence and are marked by no structural abnormalities. Genetic cardiomyopathy such as Right Ventricular Arrhythmogenic Cardiomyopathy and HypertrophicCardiomyopathy are also causes of arrhythmogenic sudden death. New consensuses are published to better guide the diagnostic tools, stratification scores and treatment. Genetic testing plays somehow an important role in the diagnosis, risk-stratification and treatment of patients and family members. Molecular genetic advances in the last 2 decades have revealed the underlying genetic basis and these may lead to a personalized medicine...
Descritores: Arritmias Cardíacas/genética
Arritmias Cardíacas/terapia
Doenças Genéticas Inatas/terapia
Síndrome do QT Longo/diagnóstico
Síndrome do QT Longo/genética
Taquicardia Ventricular/genética
Taquicardia Ventricular/terapia
-Cardiomiopatia Hipertrófica/terapia
Eletrocardiografia/métodos
Ventrículos do Coração
Propranolol
Síndrome de Brugada/diagnóstico
Síndrome de Brugada/terapia
Sotalol/administração & dosagem
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  6 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-789231
Autor: Wu, Tan Chen; Darrieux, Francisco.
Título: Quais as medicações antiarrítmicas indicadas para o tratamento da taquicardia ventricular no paciente com cardiopatia estrutural? / WHICH ANTIARRHYTHMIC DRUGS ARE INDICATED FOR THE MANAGEMENT OF VENTRICULAR TACHYCARDIA IN PATIENTS WITH STRUCTURAL HEART DISEASE?
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;25(4):200-206, out.-dez.2015. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: As taquicardias ventriculares são as arritmias cardíacas com maior potencial de instabilidade clínica e mortalidade cardíaca. Embora possam ocorrer no contexto de pacientes sem cardiopatia estrutural demonstrável, quase sempre ocorrem em coração estruturalmente alterado, com substrato anatômico para reentradas. As alterações cardíacas podem ser isquêmicas e não isquêmica. A distinção entre as etiologias é importante por terem diferentes mecanismos e origens de taquicardia ventricular, que irá determinar a escolha do tratamento adequado das arritmias ventriculares e prevenção de morte súbita. Os principais objetivos no manejo destes pacientes são: a reversão imediata da taquicardia, a prevençãode recorrências e a redução da mortalidade cardiovascular. Atualmente os fármacos com eficácia e perfil de segurança mais utilizados para tratamento de taquicardia ventricular em pacientes com cardiopatia estrutural são os betabloqueadores, amiodarona e sotalol. Com exceção dos betabloqueadores, os antiarrítmicos não possuem a eficácia em manejo primário ou na prevenção de morte súbita demonstrada em estudos clínicos randomizados atuais de forma consistente. Em portadores de cardiodesfibrilador implantável, os antiarrítmicos podem atuar na supressão das taquicardias ventriculares não sustentadas e sustentadas, na lentificação das taquicardias ventriculares com intuito de facilitar a reversão por antitachycardia pacing e prevenir sincopes, além de controlas as taquicardias supraventriculares. Devido aos efeitos colaterais e potencial efeito pró-arrítmico, devem ser utilizados com precaução e com controle adequado...

Ventricular tachycardia is the cardiac arrhythmia with the most potential to result in clinical instability and cardiac mortality. Although it can occur in patients without structural heart disease, it tends to occur where there is underlying heart disease, with anatomical substrate for reentry. It can be subdivided into ischemic and non-ischemic. This is an important distinction, because the mechanisms and origins of ventricular tachycardia may differ between the two, which will determine the choice of treatment for the ventricular arrhythmia and help prevent sudden death. The objective in clinical management of these patients includes: immediate reversal of tachycardia, prevention of relapses, and reducing cardiovascular mortality. The beta-blockers amiodarone and sotalol are currently the most commonly used antiarrhythmic agents, with the best efficacy and safety profile for treating ventricular tachycardia in patients with structural heart disease. With the exception of beta-blockers, currently available antiarrhythmic drugs have not been shown, in randomized clinical trials, to be effective in the primary management of patients with life-threatening ventricular arrhythmias or in the prevention of sudden cardiac death. Inpatients with implantable cardioverter-defibrillators, the potential beneficial effects of antiarrhythmic drugs may be the suppression of non-sustained and sustained ventricular tachycardias, slowing of ventricular tachycardia rate to facilitate pace termination or prevent syncope, and control of atrial tachyarrhythmias. Due to potential adverse effects of antiarrhythmic drugs and the risk of proarrhythmia, close monitoring of the patient is recommended...
Descritores: Antiarrítmicos/administração & dosagem
Antiarrítmicos/uso terapêutico
Isquemia Miocárdica
Pacientes
Taquicardia Ventricular/etiologia
Taquicardia Ventricular/terapia
-Amiodarona/administração & dosagem
Amiodarona/uso terapêutico
Arritmias Cardíacas/diagnóstico
Arritmias Cardíacas/terapia
Cardiomiopatias/diagnóstico
Cardiomiopatias/terapia
Ventrículos do Coração
Tratamento Farmacológico/métodos
Sotalol/efeitos adversos
Sotalol/uso terapêutico
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  7 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Ramires, José Antonio Franchini
Wajngarten, Mauricio
Id: lil-648072
Autor: Rodrigues, Amanda Gonzales; Martinelli Filho, Martinho.
Título: Arritmias no idoso / arrhythmias in the elderly
Fonte: In: Ramires, José Antonio Franchini; Kalil Filho, Roberto; Wajngarten, Maurício; Mansur, Antonio de Pádua. Cardiopatia no idoso e na mulher. São Paulo, Atheneu, 2012. p.99-108.
Idioma: pt.
Descritores: Arritmia Sinusal/diagnóstico
Doença das Coronárias
Nó Sinoatrial/ultraestrutura
-Amiodarona/classificação
Morte Súbita Cardíaca
Sotalol/classificação
Limites: Seres Humanos
Idoso
Tipo de Publ: Livros de Texto
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt
BR44.1; WG200, R173c


  8 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-568856
Autor: Gómez Flores, Jorge R; Márquez, Manlio F.
Título: Arritmias en el embarazo: cómo y cuándo tratar? / Arrhythmias in pregnancy: how and when to treat?
Fonte: Arch. cardiol. Méx;77(supl.2):S2-24-S2-31, abr.-jun. 2007. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Cardiac arrhythmias can develop during pregnancy. The risk of arrhythmias is relatively higher during labor and delivery. Potential factors that can promote arrhythmias in pregnancy or during labor and delivery, include the direct cardiac electrophysiological effects of hormones, changes in autonomic tone, hemodynamic perturbations, hypokalemia, and underlying heart disease. In this review, the basis for treatment of supraventricular and ventricular tachycardias are described. No drug therapy is usually needed for the management of supraventricular or ventricular premature beats, but potential stimulants, such as smoking, caffeine, and alcohol should be eliminated. In paroxysmal supraventricular tachycardia, vagal stimulation maneuvers should be attempted first. In pregnant women with atrial fibrillation, the goal of treatment is conversion to sinus rhythm by electrical cardioversion. Rate control can be achieved by a cardioselective beta-adrenergic blocker drug and/ or digoxin. Ventricular arrhythmias may occur in the pregnant women, specially when cardiomyopathy, congenital heart disease, valvular heart disease, or mitral valve prolapse exists. Electrical cardioversion or treatment with sotalol may be used (amiodarone is not safe for the fetus). Finally, in women with congenital long QT syndrome, beta-blocker therapy must be continued during pregnancy and postpartum period.
Descritores: Arritmias Cardíacas
Complicações Cardiovasculares na Gravidez
-Algoritmos
Antiarrítmicos
Antiarrítmicos/efeitos adversos
Antiarrítmicos
Arritmias Cardíacas
Arritmias Cardíacas
Arritmias Cardíacas
Fibrilação Atrial
Fibrilação Atrial
Fibrilação Atrial
Ensaios Clínicos Controlados como Assunto
Cardiotônicos
Cardiotônicos
Digoxina
Digoxina
Cardioversão Elétrica
Eletrocardiografia
Síndrome do QT Longo
Síndrome do QT Longo
Complicações Cardiovasculares na Gravidez
Complicações Cardiovasculares na Gravidez
Complicações Cardiovasculares na Gravidez
Propafenona
Propafenona
Fatores de Risco
Sotalol
Sotalol/efeitos adversos
Sotalol
Taquicardia Supraventricular
Taquicardia Supraventricular
Taquicardia Supraventricular
Taquicardia Ventricular
Taquicardia Ventricular
Taquicardia Ventricular
Limites: Feminino
Seres Humanos
Gravidez
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-469030
Autor: Jaramillo, Juan F.
Título: Propanolol: una alternativa cercana para el tratamiento de la taquicardia supraventricular del feto / Propanolol: a close alternative for the treatment of fetal supraventricular tachycardia
Fonte: Rev. colomb. cardiol;14(2):117-120, mar-abr. 2007. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Las taquiarritmias son las alteraciones del ritmo cardiaco más comunes en el feto que pueden generar complicaciones fatales. En general, se recomienda tratamiento cuando son persistentes. Los medicamentos más usados para el tratamiento de esta arritmia en los fetos son digoxina, flecainida, sotalol y amiodarona. Si bien son efectivos, su aplicación en los fetos se fundamenta en las características mecánicas y no electrofisiológicas, con riesgo de generar arritmias fatales o de más difícil control. El fenómeno pro-arritmogénico y los efectos secundarios, comprometen también a las gestantes. La hipotensión y arritmias como el flutter auricular, exigen una vigilancia comprometida. Es importante considerar un medicamento más seguro que pueda ser útil en las formas más simples y comunes de taquiarritmias del feto...

Tachyarrhythmias are common alterations of cardiac rhythm in the fetus that may generate fatal complications. In general, when they are persistent, treatment is advised. The more used drugs for the treatment of this arrhythmia in fetuses are digoxin, flecainide, sotalol and amiodarone. Even though they are effective, its use in fetuses is based on mechanical and not in electrophysiological characteristics, with the risk of generating fatal arrhythmias or some of more difficult control. The pro-arrhythmogenic phenomenon and the secondary effects involve also the pregnant women. Hypotension and arrhythmias such as auricular flutter demand a compromised vigilance. It is important to consider a safer drug that may be useful in the simpler and more common forms of fetal tachyarrhythmias. Objetivo: to show by means of a clinical case and by revision of relevant articles, that propanolol can be part of the group of drugs for the treatment of fetal supraventricular tachycardia. A series of alternatives have been imposed with adequate results; nevertheless, these are exigent in its knowledge and control and definitely not exempt of risks. Our objective is to show that propanolol is still an alternative for specific cases of tachyarrhythmias in fetuses, isolated or combined with other drugs.
Descritores: Propranolol
Taquicardia Supraventricular
-Amiodarona
Flutter Atrial
Digoxina
Feto
Flecainida
Sotalol
Responsável: CO369.9 - SCC - Sociedad Colombiana de Cardiologia y Cirugía Cardiovascular


  10 / 33 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-423534
Autor: Fajuri N., Alejandro.
Título: Tratamiento actual de las arritmias ventriculares post infarto del miocardio / Current treatment of ventricular arrhythmias post myocardial infarction
Fonte: Rev. chil. cardiol;24(2):170-173, abr.-jun. 2005.
Idioma: es.
Descritores: Agonistas Adrenérgicos beta
Arritmias Cardíacas
Antiarrítmicos/uso terapêutico
Desfibriladores Implantáveis
-Arritmias Cardíacas
Amiodarona/uso terapêutico
Terapia Combinada
Infarto do Miocárdio/complicações
Metoprolol/uso terapêutico
Morte Súbita Cardíaca/prevenção & controle
Sotalol/uso terapêutico
Ventrículos do Coração/patologia
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde