Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.033.100.624.698.573 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 75 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 8 ir para página                    

  1 / 75 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1146299
Autor: Abreu, José Sebastião; Pinheiro, Tereza Cristina Diógenes; Abreu, Marília Esther Benevides de; Farias, Ana Gardenia Liberato Ponte; Carneiro, Marcia Maria.
Título: Análise da Segurança e Exequibilidade do Ecocardiograma sob Estresse com Dobutamina em Dez Mil e Seis Exames de uma População Geral / Analysis of the Safety and Feasibility of Dobutamine Stress Echocardiography in Ten Thousand and Six Tests of a General Population
Fonte: ABC., imagem cardiovasc;33(4):eabc110, 20200000.
Idioma: pt.
Resumo: Fundamento: Durante o ecocardiograma sob estresse com dobutamina, podem ocorrer efeitos adversos e exames inconclusivos. Objetivo: Avaliar em uma grande população geral a segurança e a exequibilidade do ecocardiograma sob estresse com dobutamina. Métodos: Estudo de 10.006 ecocardiogramas sob estresse com dobutamina realizados no período de julho de 1996 a setembro de 2007. A dobutamina foi administrada em quatro estágios (10, 20, 30 e 40 µcg.kg-1.min-1) para pesquisa de isquemia miocárdica e iniciada com 5 µcg.kg- ¹.min-1 apenas na análise de viabilidade miocárdica. A atropina foi iniciada conforme os protocolos vigentes. Foram verificados dados clínicos, hemodinâmicos e efeitos adversos associados ao ecocardiograma sob estresse com dobutamina. Resultados: Durante os ecocardiogramas sob estresse com dobutamina, ocorreu angina típica (8,9%), pico hipertensivo (1,7%), ectopias ventriculares isoladas (31%), taquiarritmia supraventricular (1,89%), fibrilação atrial (0,76%) e taquicardia ventricular não sustentada (0,6%). Os efeitos adversos citados foram mais frequentes nos pacientes com ecocardiogramas sob estresse com dobutamina positivos para isquemia. A desaceleração sinusal paradoxal (0,16%) não ocorreu em ecocardiogramas sob estresse com dobutamina positivo. As três complicações graves ocorreram em ecocardiogramas sob estresse com dobutamina positivos para isquemia. Foram dois casos (0,02%) com fibrilação ventricular e um caso de síndrome coronariana aguda (0,01%). Não houve caso de taquicardia ventricular sustentada, ruptura cardíaca, assistolia ou óbito. Comparados aos exames concluídos, nos inconclusivos, os pacientes usaram menos atropina (81,5% versus 49,9%; p< 0,001) e mais betabloqueador (4,7% versus 19%; p< 0,001), apresentando mais pico hipertensivo (1,1% versus 14,2%; p = 0,0001) e taquicardia ventricular não sustentada (0,5% versus 2,2%; p< 0,001). Conclusão: O ecocardiograma sob estresse com dobutamina realizado de forma apropriada é seguro e apresenta elevada exequibilidade.

Background: Adverse effects and inconclusive results may occur on dobutamine stress echocardiography. Objective: To assess the safety and feasibility of dobutamine stress echocardiography in a large general population. Methods: A total of 10,006 dobutamine stress echocardiographies were performed between July 1996 and September 2007. Dobutamine was administered in four stages (10, 20, 30, and 40 µcg·kg-1·min-1) to research myocardial ischemia starting with 5 µcg·kg- ¹·min-1 to analyze myocardial viability. Atropine administration was initiated according to current protocols. Clinical, hemodynamic, and adverse effect data associated with dobutamine stress echocardiography findings were verified. Results: Typical angina (8.9%), hypertensive peak (1.7%), isolated ventricular ectopias (31%), supraventricular tachyarrhythmia (1.89%), atrial
Descritores: Doença das Coronárias/diagnóstico
Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos
-Atropina/administração & dosagem
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Ecocardiografia sob Estresse/efeitos adversos
Ecocardiografia sob Estresse/efeitos dos fármacos
Dobutamina/administração & dosagem
Dobutamina/efeitos adversos
Eletrocardiografia/métodos
Hipertensão/complicações
Metoprolol/administração & dosagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  2 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-763148
Autor: Goktug, Asutay; Gulec, Handan; Takmaz, Suna Akin; Turkyilmaz, Esra; Basar, Hulya.
Título: Lidocaine alleviates propofol related pain much better than metoprolol and nitroglycerin / Lidocaína é mais eficaz do que metoprolol e nitroglicerina para o alívio da dor relacionada à injeção de propofol
Fonte: Rev. bras. anestesiol;65(5):338-342, Sept.-Oct. 2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACTBACKGROUND AND OBJECTIVES: Injection pain after propofol administration is common and maydisturb patients' comfort. The aim of this study was to compare effectiveness of intravenous(iv) nitroglycerin, lidocaine and metoprolol applied through the veins on the dorsum of hand orantecubital vein on eliminating propofol injection pain.METHOD: There were 147 patients and they were grouped according to the analgesic adminis-tered. Metoprolol (n = 31, Group M), lidocaine (n = 32, Group L) and nitroglycerin (n = 29, GroupN) were applied through iv catheter at dorsum hand vein or antecubital vein. Pain was evalu-ated by 4 point scale (0 - no pain, 1 --- light pain, 2 --- mild pain, 3 --- severe pain) in 5, 10, 15and 20th seconds. ASA, BMI, patient demographics, education level and the effect of pathwaysfor injection and location of operations were analyzed for their effect on total pain score.RESULTS: There were no differences between the groups in terms of total pain score (p = 0.981).There were no differences in terms of total pain score depending on ASA, education level,location of operation. However, lidocaine was more effective when compared with metoprolol(p = 0.015) and nitroglycerin (p = 0.001) among groups. Although neither lidocaine nor metopro-lol had any difference on pain management when applied from antecubital or dorsal hand vein(p > 0.05), nitroglycerin injection from antecubital vein had demonstrated statistically lowerpain scores (p = 0.001).CONCLUSION: We found lidocaine to be the most effective analgesic in decreasing propofolrelated pain. We therefore suggest iv lidocaine for alleviating propofol related pain at operations.

RESUMOJUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A dor no local da injeção após a administração de propofol é comum e pode causar desconforto nos pacientes. O objetivo deste estudo foi comparar a eficácia de nitroglicerina, lidocaína e metoprolol, aplicados intravenosamente através de veias do dorso das mãos ou antecubitais, para eliminar a dor causada pela injeção de propofol.MÉTODOS: Foram alocados em grupos 147 pacientes de acordo com o analgésico administrado: metoprolol (n = 31, Grupo M), lidocaína (n = 32, Grupo L) e nitroglicerina (n = 29, Grupo N). Os analgésicos foram aplicados via cateter intravenoso em veia do dorso da mão ou antecubital. A dor foi avaliada com uma escala de quatro pontos (0 = sem dor, 1 = dor leve, 2 = dor moderada, 3 = dor intensa) nos segundos cinco, 10, 15 e 20. Os dados demográficos dos pacientes, estado físico ASA, IMC, nível de escolaridade, efeito das vias de injeção e local das cirurgias foram analisados quanto a seus efeitos no escore total de dor.RESULTADOS: Não houve diferença entre os grupos em relação ao escore total de dor (p = 0,981). Não houve diferença no escore total de dor em relação ao estado físico ASA, escolaridade e local da cirurgia. No entanto, lidocaína foi mais eficaz em comparação com metoprolol (p = 0,015) e nitroglicerina (p = 0,001), na comparação entre os grupos. Embora lidocaína e metoprolol não tenham apresentado diferença no tratamento da dor quando aplicados em veia antecubital ou do dorso da mão (p > 0,05), a injeção de nitroglicerina em veia antecubital apresentou escores de dor estatisticamente menores (p = 0,001).CONCLUSÃO: Lidocaína mostrou-se como analgésico mais eficaz para diminuir a dor relacionada à injeção de propofol. Sugerimos, portanto, lidocaína IV para aliviar a dor relacionada à injeção de propofol em operações.
Descritores: Dor/tratamento farmacológico
Propofol/efeitos adversos
Nitroglicerina/uso terapêutico
Injeções/efeitos adversos
Lidocaína/uso terapêutico
Metoprolol/uso terapêutico
-Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-318806
Autor: Drager, Luciano Ferreira; Bensenor, Isabela Martins.
Título: O uso de betabloqueadores na insuficiência cardíaca congestiva: paradoxos da história da medicina / The use of beta-blocker in the congestive cardiac insufficience: paradoxes of the history of the medicine
Fonte: Diagn. tratamento;7(1):15-19, jan.-mar. 2002. tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Antagonistas Adrenérgicos beta/efeitos adversos
Antagonistas Adrenérgicos beta/farmacologia
Insuficiência Cardíaca/fisiopatologia
Insuficiência Cardíaca/tratamento farmacológico
-Propranolol
Atenolol
Timolol
Bisoprolol
Metoprolol
Limites: Humanos
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  4 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Braz, José Reinaldo Cerqueira
Texto completo
Id: lil-306854
Autor: Bosco, Fabiana Aparecida Penachi; Braz, José Reinaldo Cerqueira.
Título: Beta-bloqueadores em anestesiologia: aspectos farmacológicos e clínicos / Beta-blockers in anesthesiology: clinical and pharmacological aspects
Fonte: Rev. bras. anestesiol;51(5):431-447, set.-out. 2001. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Justificativa e Conclusöes: Informaçöes experimentais e clínica têm sugerido que os ß-bloqueadores apresentaram efeitos hemodinâmicos importantes e protetores durante o ato anestésico-cirúrgico. O objetivo deste trabalho é revisar as informaçöes farmacológico e clínicas dos ß-bloqueadores para sua utilizaçäo adequada na medicina per-operatória. Conteúdo: Os ß-bloqueadores seletivos inibem preferencialmente os ß1-receptores reduzindo a freqüência e inotropismo cardíacos e determinando reduçäo no consumo de oxigênio do miocárdio. Os ß-bloqueadores näo seletivos inibem também os ß2-receptores, aumentando a resistência bronquiolar e vascular periférica. Alguns ß-bloqueadores säo, também, vasodilatadores. O tratamento prolongado com os ß-bloqueadores aumenta a densidade dos ß-receptores na membrana celular, o que pode explicar a hiperatividade simpática que pode ocorrer durante a parada do tratamento desses medicamentos. Em cirurgia näo cardíaca, os efeitos benéficos do ß-bloqueadores em pacientes hipertensos ou nos que apresentam doença coronariana têm sido demonstrado, com reduçäo da incidência de isquemia miocárdia no pós-operatório e da mortalidade durante o período de dois anos que se segue à operaçäo. Conclusöes: O tratamento com ß-bloqueadores deve ser mantido até o período da manhä da operaçäo, exceto nos pacientes com sinais de intolerância à droga, como hipotensäo ou bradicardia importante. Os ß-bloqueadores exercem efeito benéfico na recuperaçäo pós-operatória de pacientes com doenças cardiovasculares ou nos que apresentam fatores de risco. Por isso, o emprego desses medicamentos é importante na medicina per-operatória e deve ser ampliado (AU) ÿÿÿ
Descritores: Propranolol
Doença das Coronárias
Labetalol
Metoprolol
Anestésicos
Antagonistas Adrenérgicos beta/farmacocinética
Antagonistas Adrenérgicos beta/farmacologia
Frequência Cardíaca
Interações Medicamentosas
Pressão Arterial
-Atenolol
Cuidados Intraoperatórios
Cuidados Pós-Operatórios
Limites: Humanos
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central


  5 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-995638
Autor: Núcleo de Telessaúde da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Título: TeleCondutas: hipertireoidismo / TeleGuides: hyperthyroidism.
Fonte: Porto Alegre; Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Telessaúde; 2017. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Hipertireoidismo é o excesso de função da glândula tireoide. É a principal causa de tireotoxicose, que, por sua vez, é a manifestação clínica do excesso de hormônios tireoidianos. O hipertireoidismo é mais comum em mulheres do que em homens (razão de 5:1), tendo como principais causas a Doença de Graves (60 % a 80% dos casos), etiologia típica em mulheres jovens com idade entre 20 a 40 anos, e o bócio multinodular tóxico (10 % a 30% dos casos), mais frequente em idosos. O adenoma tóxico e as tireoidites são menos comuns (1%). Hipertireoidismo e tireotoxicose também podem ser induzidos por medicamentos como amiodarona, interferon, levotiroxina e lítio. A doença deve ser investigada em pacientes com manifestações clínicas, não havendo recomendação para rastreamento populacional. Informações sobre tireotoxicose induzida por levotiroxina (TSH reduzido em paciente que faz uso de levotiroxina) podem ser obtidas no material TeleCondutas Hipotireoidismo. Esta guia apresenta informação que orienta a conduta para casos de hipertiroidismo no contexto da Atenção Primária à Saúde, incluindo: sinais e sintomas, diagnóstico do hipertireoidismo, tratamento do hipertireoidismo, tratamento do hipertireoidismo subclínico, hipertireoidismo na gestação, encaminhamento para serviço especializado.
Descritores: Hipertireoidismo/diagnóstico
Hipertireoidismo/terapia
-Atenção Primária à Saúde
Propranolol/uso terapêutico
Encaminhamento e Consulta
Atenolol/uso terapêutico
Radioisótopos do Iodo
Metimazol/uso terapêutico
Metoprolol/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Guia de Prática Clínica
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-971576
Autor: Pisani, Cristiano Faria; Scanavacca, Maurício Ibrahim.
Título: Taquicardia ventricular / Ventricular tachycardia
Fonte: In: Kalil Filho, Roberto; Fuster, Valetim; Albuquerque, Cícero Piva de. Medicina cardiovascular reduzindo o impacto das doenças / Cardiovascular medicine reducing the impact of diseases. São Paulo, Atheneu, 2016. p.931-954.
Idioma: pt.
Descritores: Taquicardia Ventricular/etiologia
Taquicardia Ventricular/fisiopatologia
-Eletrocardiografia
Ecocardiografia
Espectroscopia de Ressonância Magnética
Ablação por Cateter/métodos
Atenolol/administração & dosagem
Metoprolol/administração & dosagem
Amiodarona/administração & dosagem
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Tipo de Publ: Livro-Texto
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt
BR44.1


  7 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-905746
Autor: Maria, Andre Soares; Moussa, Marcel Pereira; Armaganijan, Luciana Vidal; Dietrich, Cristiano de Oliveira.
Título: Taquicardia ventricular idiopática em portador de miocárdio não compactado / Idiopathic ventricular tachycardia in patient with noncompacted myocardium
Fonte: RELAMPA, Rev. Lat.-Am. Marcapasso Arritm;31(1):23-26, jan.-mar. 2018. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Relatamos o caso de paciente do sexo masculino, com 23 anos de idade, portador de miocárdio não compactado e taquicardia ventricular monomórfica sustentada. O paciente foi submetido a implante de cardiodesfibrilador implantável após diagnóstico confirmado por meio de ressonância nuclear magnética cardíaca e mantido em tratamento clínico com medicação antiarrítmica, sem recorrência de arritmia ventricular no acompanhamento ambulatorial

We report the case of a 23-year-old male patient with noncompacted myocardium and sustained monomorphic ventricular tachycardia. The patient was submitted to mplantable cardioverter defibrillator after diagnosis confirmed by cardiac magnetic resonance imaging and was kept on clinical treatment with antiarrhythmic medication without the recurrence of ventricular arrhythmia in the outpatient follow-up
Descritores: Cardiomiopatia Dilatada/complicações
Cardiomiopatia Dilatada/diagnóstico
Miocárdio Ventricular não Compactado Isolado/diagnóstico
Taquicardia Ventricular/diagnóstico
-Amiodarona/administração & dosagem
Morte Súbita
Ecocardiografia/métodos
Eletrocardiografia/métodos
Cardiopatias Congênitas
Frequência Cardíaca
Metoprolol/administração & dosagem
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  8 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870781
Autor: Dariolli, Rafael.
Título: Efeito aditivo do transplante de células-troncos adultas sobre a perfusão cardíaca pós-infarto em porcos tratados com beta-bloqueador e inibidor da enzima conversora de angiotensiva / Additive effect of transplantation of adult stem cells post-infarction on the cardiac perfusion in pigs treated with beta-blocker and angiotensin-converting enzyme inhibitor.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. [225] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Os efeitos benéficos associados à injeção intramiocárdica de células-tronco adultas, obtidos em roedores, não tem sido reproduzidos de modo consistente em modelos animais de grande porte e seres humanos. Neste trabalho testamos a hipótese que o transplante de células-tronco mesenquimais derivadas do tecido adiposo de porcos (pASC) aumenta a perfusão tecidual cardíaca em animais infartados e humanizados pelo tratamento com um inibidor da enzima conversora de angiotensina (iECA) e um ?-bloqueador. Os animais foram submetidos a oclusão da artéria coronária circunflexa esquerda (ACX) e 4 semanas após o IM, 4 grupos foram randomizados para receber injeção intramiocárdica de pASC nas doses de 1, 2 ou 4x10 ...

The beneficial effects associated with intramyocardial injection of adult stem cells in rodents have not been consistently reproduced in larger animals and humans. We evaluated the dose of porcine adipose-tissue derived mesenchymal stem cells (pASC) to increase cardiac tissue perfusion in pigs treated with ace-inhibitors and ?-blockers to mimic human management post-MI. Animals were subjected to LCx occlusion and 4 weeks after MI blinded randomized in 4 groups to receive intramyocardial injection of pASC (1, 2 and 4x10 ...
Descritores: Bloqueadores do Receptor Tipo 1 de Angiotensina II/uso terapêutico
Células-Tronco Adultas/transplante
Imagem de Perfusão do Miocárdio/métodos
Infarto do Miocárdio/terapia
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico
-Tecido Adiposo
Enalapril/uso terapêutico
Metoprolol/uso terapêutico
Suínos
Limites: Animais
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  9 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-847184
Autor: Díaz Betancur, James; Vanegas Escamilla, Egdda Patricia; Mendoza Beltrán, Fernán; Villar, Juan Carlos.
Título: Efectividad y seguridad del metoprolol succinato en pacientes con taquiarritmias supraventriculares / Effectiveness and safety of metoprolol succinate in patients with supraventricular tachyarrhythmias.
Fonte: Bogotá; IETS; dic. 2014. tab, ilus.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: Se define como arritmia cardiaca a cualquier ritmo diferente al sinusal en presencia de un sistema de conducción atrioventricular normal y como taquiarritmia, a los ritmos cardiacos anormales con frecuencia ventricular mayor a 100 por minuto. Las taquiarritmias supraventriculares (TSV) son aquellas cuyo sitio de formación del impulso se origina por encima de la bifurcación del haz de His; pueden ser repetitivas, persistentes y algunas veces poner en riesgo la vida. Objetivo: Evaluar la evidencia científica sobre los beneficios y riesgos del uso de metoprolol succinato en el tratamiento de pacientes con TSV como uno de los criterios para informar la toma de decisiones relacionada con la posible inclusión de tecnologías en el Plan Obligatorio de Salud, en el marco de su actualización ordinaria para el año 2015. Metodología: Se buscaron revisiones sistemáticas y estudios primarios en los que se hubiera evaluado el uso de metoprolol succinato para evitar episodios de una TSV o para controlar la frecuencia ventricular en el caso de la fibrilación y el flutter auricular. El comparador podía ser placebo, cualquier otro betabloqueador (incluso el metoprolol tartrato) o calcioantagonistas no dihidropiridínicos (verapamilo o diltiazem). No se restringió por fecha de publicación y se buscaron estudios en inglés o español. Resultados: No se encontraron revisiones sistemáticas ni estudios primarios de buena calidad diseñados específicamente para evaluar el impacto del metoprolol succinato sobre los desenlaces clínicamente importantes en pacientes con TSV. Evidencia de baja calidad demostró que en pacientes con FA y falla cardiaca sistólica el uso de metoprolol succinato no disminuye la mortalidad ni las hospitalizaciones y tampoco mejora la calidad de vida. En pacientes con falla cardiaca sistólica en ritmo sinusal, el uso del medicamento succinato se asoció con una disminución en la incidencia de FA. Evidencia de moderada calidad demostró que en pacientes con FA persistente el uso de metoprolol succinato retrasa el tiempo hasta la recaída después de una cardioversión exitosa. Evidencia de muy baja calidad demostró que en pacientes con taquicardia sinusal inapropiada el metoprolol succinato es tan efectivo como la ivabradina para disminuir la frecuencia cardiaca en reposo. Conclusiones: Se necesitan estudios de buena calidad metodológica diseñados específicamente para evaluar la efectividad del metoprolol succinato sobre desenlaces clínicamente importantes en pacientes con TSV.(AU)
Descritores: Metoprolol/administração & dosagem
Taquicardia Supraventricular/tratamento farmacológico
-Tecnologia Biomédica
Colômbia
Resultado do Tratamento
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Relatório Técnico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 75 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-846609
Autor: Issa, Michéle Georges.
Título: Desenvolvimento de sistemas multiparticulados de liberação imediata e modificada para associação de fármacos anti-hipertensivos / Development of immediate and modified release multiparticulate systems for antihypertensive drugs association.
Fonte: São Paulo; s.n; 2016. 140 p. tab, graf, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Os sistemas multiparticulados são aqueles nos quais a dose do fármaco está dividida em pequenas unidades funcionais, tendo assim, uma série de vantagens sobre os sistemas monolíticos convencionais. Este trabalho teve por objetivo desenvolver formulações multiparticuladas de uso oral para fármacos anti-hipertensivos que serão utilizados na composição de associações. O material está dividido em seis capítulos, sendo inicialmente apresentada uma revisão da literatura a respeito da caracterização física destas pequenas unidades. Ensaios como análise granulométrica, morfologia, densidade, porosidade, avaliação de resistência mecânica e desintegração são os mais empregados para esta finalidade, possibilitando ao formulador conhecer os fatores de maior impacto relacionados às matérias primas e ao processo de fabricação no comportamento das formulações produzidas. Os demais capítulos seguem com o desenvolvimento dos sistemas multiparticulados, que foram embasados em diferentes delineamentos experimentais, seja pela utilização de planejamento fatorial fracionado ou projeto de mistura. Para o metoprolol, fármaco de alta solubilidade, foram produzidas formulações de liberação controlada, sendo a estratégia dividida em três etapas: (I) Produção de minicomprimidos revestidos, nos quais foram avaliadas diferentes combinações do polímero modulador de liberação; (II) otimização do perfil de liberação do fármaco, com avaliação de misturas das formulações produzidas na primeira etapa; (III) Processo de extrusão a quente, no qual diferentes proporções de fármaco e polímero hidrofóbico foram avaliadas. Para os fármacos hidroclorotiazida e olmesartana medoxomila, ambos de baixa solubilidade, a estratégia adotada foi a incorporação de uma dispersão dos fármacos e agentes solubilizantes em grânulos inertes obtidos por extrusão/revestimento. Adicionalmente, também foram produzidas formulações por extrusão a quente de diferentes proporções destes fármacos em polímero hidrofílico. De acordo com os resultados obtidos, foi possível obter formulações de minicomprimidos e grânulos com perfil de dissolução satisfatório, semelhantes aos apresentados pelos medicamentos adotados como referência. Em relação à extrusão a quente foi possível avaliar a influência do processo e polímeros empregados no perfil de dissolução dos grânulos produzidos

Multiparticulate systems are dosage forms in which dose is divided into small functional units presenting some advantages over monolithic conventional systems. The objective of this work was developing multiparticulate formulations for oral use containing antihypertensive drugs to be used in association. The thesis is divided into six issues, been first presented a literature review about physical characterization of multiparticulate systems. Granulometric analysis, morphology, density, porosity, mechanical strength and disintegration are the most used physical characterization tests, enabling formulator knowing the major impact factors related to raw materials and manufacturing process in the performance of the produced formulations. The other issues present the development of the multiparticulate systems based on different statistical experimental design, as fractional factorial design or mixture project. For metoprolol, a highly soluble drug, controlled release formulations were obtained, and the strategy was divided into three steps: (I) coated minitablets production, where different combinations of the controlled release polymer were analyzed; (II) drug release profile optimization, evaluating formulations mixtures produced in the first step; (III) hot melt extrusion process, where different drug: hydrophobic polymer ratios were evaluated. For hydrochlorothiazide and olmesartan medoxomil, both low soluble drugs, the strategy was incorporating a dispersion containing the drugs and solubilizing agents in inert granules obtained by extrusion/coating processes. Additionally, formulations containing different ratios of these drugs and hydrophilic polymers were produced by hot melt extrusion. According to the results, it was possible to obtain minitablets and granules with good dissolution profile, similar to the reference products. Regarding to hot melt extrusion, it was possible to evaluate the influence of process and polymers used in the dissolution profile of the produced granules
Descritores: Anti-Hipertensivos/efeitos adversos
Preparações Farmacêuticas/administração & dosagem
-Hidroclorotiazida/administração & dosagem
Hipertensão/complicações
Metoprolol/efeitos adversos
Olmesartana Medoxomila/administração & dosagem
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T 615.4, I86d. 30100021984-F



página 1 de 8 ir para página                    
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde