Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.033.455.250.700.150 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 9 [refinar]
Mostrando: 1 .. 9   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 9 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-789087
Autor: Hussain, Amjad; Mumtaz, Ahmad Mehmood; Arshad, Muhammad Sohail; Abbas, Nasir; Latif, Abida; Shamim, Rahat; Bukhari, Nadeem Irfan; Hussain, Khalid.
Título: Effect of cellulose acetate phthalate and polyethylene glycol on physical properties and release of theophylline from microcapsules
Fonte: Braz. j. pharm. sci;52(1):27-34, Jan.-Mar. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT The present study describes the development of theophylline microcapsules by a non-solvent addition method and the effect of plasticizer addition on microencapsulation. The release was studied in distilled water and the data were analysed by various mathematical models for determining the mechanism of release. Prepared microcapsules were found to be spherical, free flowing and having more than 80% entrapped drug. The polymer - cellulose acetate phthalate and plasticizer - polyethylene glycol was considered to be affecting the properties of microcapsules including drug release (time for 50% drug release, T50). The formulation with the highest proportion of polymer and without plasticizer (F3) showed the slowest release with T50 = 4.3 h, while the formulation with lower proportion of polymer and 20% (w/w) plasticizer (F13 &14) showed the fastest release of drug with T50 values of 1.2 h and 1.3 h, respectively. The drug release from most of the formulations was found to be following Higuchi model. It is concluded from the results of the present study that cellulose acetate phthalate significantly affects the sustained release of the drug in water, whereas the addition of polyethylene glycol slightly enhances the drug release.

RESUMO O presente estudo descreve o desenvolvimento de microcápsulas de teofilina pelo método sem adição de solvente e o efeito da adição de plastificante na microencapsulação. A liberação foi estudada em água destilada e os dados foram analisados por vários modelos matemáticos para determinação do mecanismo de liberação. As microcápsulas preparadas mostraram-se esféricas, livres de corrente e com mais de 80% de fármaco encapsulado. O polímero - ftalato de acetato de celulose e o plastificante - polietileno glicol - afetaram as propriedades das microcápsulas, incluindo a liberação do fármaco (tempo para liberação de 50% do fármaco, T50). A formulação com a maior proporção de polímero e sem plastificante (F3) se mostrou como a de liberação mais lenta, com T50 = 4,3 h, enquanto as formulações com menor proporção de polímero e 20% de plastificante (m/m) (F13 &14) apresentaram a liberação mais rápida do fármaco, com T50 de 1,2 h e 1,3 h, respectivamente. A liberação do fármaco para a maioria das formulações seguiu o modelo de Higuchi. Concluiu-se, dos resultados do presente estudo, que o ftalato do acetato de celulose afeta significativamente a liberação controlada do fármaco em água, enquanto que a adição de polietileno glicol aumenta ligeiramente a liberação do fármaco.
Descritores: Cápsulas/administração & dosagem
Cetomacrogol/farmacocinética
Dibutilftalato/farmacocinética
Teofilina/farmacocinética
-Composição de Medicamentos/métodos
Liberação Controlada de Fármacos
Preparações Farmacêuticas
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-722585
Autor: Gomes, C. L. N; Ribeiro Filho, J. D; Farias, S. K; Donner, A. C.
Título: Efeitos do PEG 3350 e de uma solução enteral, associados ou não ao Ringer lactato, e do NaCl 0,9 por cento sobre a glicose, o lactato, o cortisol e a insulina de equinos hígidos / Effects of PEG 3350 or an enteral solution associated or not with Ringer lactate, and of NaCl 0.9 percent on the glucose, lactate, cortisol and insulin of healthy equines
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;66(4):1039-1045, 08/2014. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo objetivou avaliar e comparar a glicose e o lactato plasmáticos, bem como a insulina e o cortisol séricos, em éguas hígidas, não gestantes, tratadas com: polietilenoglicol 3350 (PEG); ou polietilenoglicol 3350 associado ao Ringer lactato (PEG+RL); ou solução isotônica poliônica enteral (SIPE); ou solução isotônica poliônica enteral associada ao Ringer lactato (SIPE+RL); ou solução de cloreto de sódio a 0,9 por cento (NaCl). A avaliação laboratorial foi realizada nos tempos: imediatamente antes do início dos tratamentos (T0h); com seis horas (T6h) e ao final dos tratamentos (T12h); com 24 (T24h) e 48 horas (T48h) após T0h. Não ocorreu alteração significativa no lactato plasmático. Ocorreu apenas um discreto aumento nos valores da glicose e da insulina no tratamento SIPE, ocasionado pela presença de maltodextrina. O cortisol aumentou nos animais de todos os tratamentos, porém menor nos animais do SIPE. Conclui-se que os tratamentos não alteraram os valores da glicose, do lactato e da insulina em éguas hígidas e que a hidratação enteral em fluxo contínuo realizada no tratamento SIPE ocasionou menos estresse nos animais...

The aim of this study was to evaluate and compare the plasmatic lactate and glucose, serum insulin and cortisol in healthy non pregnant mares treated with: polyethylene glycol 3350 (PEG); or polyethylene glycol 3350 associated with Ringer lactate (PEG+RL), or enteral polionic isotonic solution (EPIS); or enteral polionic isotonic solution associated with Ringer lactate (EPIS+RL); or sodium chloride solution 0.9 percent (NaCl). Laboratory tests were carried out in the following moments: immediately before the start of treatment (T0h), at six hours (T6h) and at the end of treatment (T12h), with 24 (T24h) and 48 hours (T48h) after T0h. The lactate did not change significantly. There was a slight increase in glucose and insulin values in EPIS caused by the presence of maltodextrin. Cortisol increased in animals from all treatments, but this increase was lower in the animals in EPIS. It is concluded that the treatments did not alter the values of glucose, lactate and insulin in healthy mares and the enteral hydration in continuous flow done in the EPIS treatment caused less stress to the animals...
Descritores: Ácido Láctico/sangue
Cavalos/metabolismo
Cetomacrogol/administração & dosagem
Glicemia/análise
-Hidratação/veterinária
Insulina/análise
Limites: Animais
Feminino
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-647679
Autor: Gomes, C. L. N; Ribeiro Filho, J. D; Guimarães, J. D; Meneses, R. M.
Título: Efeitos do polietilenoglicol 3350 e de soluções acidificantes e alcalinizantes sobre o perfil bioquímico de éguas hígidas / Effects of polyethylene glycol 3350 and alkalizing and acidifying solutions on the biochemical profile of healthy mares
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;64(4):817-826, Aug. 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Avaliou-se o perfil bioquímico de cinco éguas hígidas tratadas com polietilenoglicol 3350 (PEG); ou com polietilenoglicol 3350+Ringer lactato (PEG+RL); ou com solução isotônica poliônica enteral (SIPE); ou com solução isotônica poliônica enteral associada ao Ringer lactato intravenoso (SIPE+RL); ou com solução de cloreto de sódio a 0,9% (NaCl 0,9%). Os parâmetros avaliados foram: sódio, cloreto, potássio, cálcio ionizado, fósforo, magnésio total, proteínas totais, albumina, creatinina, ureia e osmolaridade calculada no soro de sangue venoso. O tratamento PEG não alterou os parâmetros bioquímicos. O PEG+RL diminuiu o fósforo. O SIPE diminuiu o fósforo e aumentou o cloreto. O SIPE+RL aumentou o sódio, e o NaCl 0,9% ocasionou o aumento do cloreto e a redução da osmolaridade sérica. Concluiu-se que o tratamento PEG associado ao Ringer lactato pode provocar o aparecimento de hipofosfatemia, o SIPE ocasiona hipercloremia, o NaCl 0,9% diminui a osmolaridade sérica e o SIPE+RL provoca hipernatremia.

The biochemical profile of five healthy mares treated with polyethylene glycol 3350 (PEG); or polyethylene glycol 3350+Ringer lactate intravenous (PEG+RL); or enteral polionic isotonic solution (EPIS); or enteral polionic isotonic solution associated with Ringer lactate intravenous (EPIS+RL); or chloride sodium solution 0.9% (NaCl 0.9%) was evaluated. The parameters evaluated were: sodium, chloride, potassium, ionized calcium, phosphorus, total magnesium, total protein, albumin, creatinine, urea, and calculated serum osmolality of venous blood. PEG treatment did not alter biochemical parameters. PEG+RL decreased phosphorus. SIPE decreased phosphorus and increased chloride. The EPIS+RL caused an increase of sodium and NaCl 0.9% caused an increase of chloride and a reduction of serum osmolarity. It is concluded that PEG treatment associated with Ringer lactate solution can cause the appearance of hypophosphatemia, EPIS causes hyperchloremia, NaCl 0.9% decreases the serum osmolality and EPIS+RL causes hypernatremia.
Descritores: Cetomacrogol/análise
Cetomacrogol/efeitos adversos
Reações Bioquímicas/análise
-Hipernatremia/veterinária
Hipofosfatemia/veterinária
Soluções
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-640277
Autor: D'Ippolito, Giuseppe; Braga, Fernanda Angeli; Resende, Marcelo Cardoso; Bretas, Elisa Almeida Sathler; Nunes, Thiago Franchi; Rosas, George de Queiroz; Tiferes, Dario Ariel.
Título: Enterografia por tomografia computadorizada: uma avaliação de diferentes contrastes orais neutros / Computed tomography enterography: a comparison of different neutral oral contrast agents
Fonte: Radiol. bras;45(3):139-143, maio-jun. 2012. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho de contrastes orais neutros, comparando a capacidade de distensão intestinal, a distinção da parede intestinal, a aceitação e os efeitos colaterais. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo prospectivo, randomizado e duplo-cego em 30 pacientes submetidos a tomografia computadorizada de abdome e pelve com administração de contraste oral neutro, divididos em três grupos: leite, água e polietilenoglicol. Os exames foram analisados quanto ao grau de distensão intestinal e distinção da parede intestinal por dois examinadores em consenso. Os pacientes responderam a um questionário referente ao sabor da solução ingerida e efeitos colaterais. Foram utilizados os testes Kruskal-Wallis e qui-quadrado para as análises estatísticas. RESULTADOS: Distensão intestinal adequada (calibre da alça maior que 2 cm) foi observada em 14 segmentos dos 40 estudados (35%) no grupo leite, em 10 segmentos (25%) no grupo água e em 23 segmentos (57%) no grupo polietilenoglicol (p = 0,01). O preparo com polietilenoglicol resultou na melhor distensão intestinal, porém apresentou o pior sabor e maior incidência de diarreia, referidos pelos pacientes. CONCLUSÃO: O preparo oral com polietilenoglicol promove maior grau de distensão intestinal do que quando se utiliza água ou leite, mas tem pior aceitação, relacionada ao seu sabor e frequência de diarreia.

OBJECTIVE: The purpose of this study was to assess the performance of neutral oral contrast agents, comparing intestinal distention, distinction of intestinal wall, acceptance and side effects. MATERIALS AND METHODS: Prospective, randomized, and double-blinded study involving 30 patients who underwent computed tomography of abdomen and pelvis with administration of neutral oral contrast agents, divided into three groups according the contrast agent type: milk, water, and polyethylene glycol. The images were consensually analyzed by two observers, considering the degree of bowel distention and intestinal wall distinction. The patients responded to a questionnaire regarding the taste of the ingested solution and on their side effects. Kruskal-Wallis and chi-square tests were employed for statistical analysis. RESULTS: Among 40 studied intestinal segments, appropriate bowel distension (intestinal loop diameter > 2 cm) was observed in 14 segments (35%) in the milk group, 10 segments (25%) in the water group and 23 segments (57%) in the polyethylene glycol group (p = 0.01). Preparation with polyethylene glycol resulted in the best bowel distention, but it presented the worst taste and highest incidence of diarrhea as reported by patients. CONCLUSION: Bowel preparation with oral polyethylene glycol results in higher degree of bowel distention than with water or milk, but presents worst acceptance related to its taste and frequency of diarrhea as a side effect.
Descritores: Cetomacrogol/administração & dosagem
Cetomacrogol
Intestino Delgado
Meios de Contraste/administração & dosagem
Meios de Contraste
-Água
Distribuição de Qui-Quadrado
Intestino Delgado/patologia
Leite
Estatísticas não Paramétricas
Tomografia Computadorizada por Raios X
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes - BCCL


  5 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-602668
Autor: Changdeo, Jagdale Swati; Vinod, Musale; Shankar, Kuchekar Bhanudas; Rajaram, Chabukswar Anuruddha.
Título: Physicochemical characterization and solubility enhancement studies of allopurinol solid dispersions / Caracterização físico-química e estudos de solubilidade de melhoria de dispersões sólidas de alopurinol
Fonte: Braz. j. pharm. sci;47(3):513-523, July-Sept. 2011. graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: Allopurinol is a commonly used drug in the treatment of chronic gout or hyperuricaemia associated with treatment of diuretic conditions. One of the major problems with the drug is that it is practically insoluble in water, which results in poor bioavailability after oral administration. In the present study, solid dispersions of allopurinol were prepared by solvent evaporation, kneading method, co-precipitation method, co-grinding method and closed melting methods to increase its water solubility. Hydrophilic carriers such as polyvinylpyrrolidone, polyethylene glycol 6000 were used in the ratio of 1:1, 1:2 and 1:4 (drug to carrier ratio). The aqueous solubility of allopurinol was favored by the presence of both polymers. These new formulations were characterized in the liquid state by phase solubility studies and in the solid state by differential scanning calorimetry, powder X-ray diffraction, UV and Fourier Transform Infrared spectroscopy. Solid state characterizations indicated that allopurinol was present as an amorphous material and entrapped in polymer matrix. In contrast to the very slow dissolution rate of pure allopurinol, the dispersion of the drug in the polymers considerably enhanced the dissolution rate. Solid dispersion prepared with polyvinylpyrrolidone showed highest improvement in wettability and dissolution rate of allopurinol. Mathematical modeling of in vitro dissolution data indicated the best fitting with Korsemeyer-Peppas model and the drug release kinetics primarily as Non-Fickian diffusion. Therefore, the present study showed that polyvinylpyrrolidone and polyethylene glycol 6000 have a significant solubilizing effect on allopurinol.

Alopurinol é fármaco comumente utilizado no tratamento de gota crônica ou hiperuricemia associada com o tratamento em condições diuréticas. Um dos maiores problemas com o fármaco é que este é praticamente insolúvel em água, o que resulta em baixa biodisponibilidade na administração oral. No presente estudo, dispersões sólidas de alopurinol foram preparadas pela evaporação do solvente, pelos métodos de amassamento, de coprecipitação, de comoagem e fusão fechada para aumentar sua solubilidade em água. Transportadores hidrofílicos, como polivinilpirrolidona, polietilenoglicol 6000 foram utilizados nas proporções de 1:1. 1:2 e 1:4 (fármaco: transportador). A solubilidade aquosa do alopurinol foi favorecida pela presença de ambos os polímeros. Estas novas formulações forma caracterizadas no estado líquido pelos estudos de solubilidade de fase e no estado sólido pela calorimetria diferencial de varredura, difração de Raio-X, espectroscopia de UV e de IV com transformada de Fourier. As caracterizações do estado sólido indicaram que o alopurinol estava presente como material amorfo e embebido em matriz polimérica. Ao contrário da velocidade de dissolução lenta do alopurinol puro, a dispersão do fármaco nos polímeros aumentou consideravelmente a taxa de dissolução. A dispersão sólida preparada com polivinilpirrolidona mostrou as maiores melhorias na molhabilidade e taxa de dissolução do alopurinol. A modelagem matemática dos dados da dissolução in vitro indicou o melhor ajuste ao modelo de Korsemeyer-Peppas e a cinética de liberação do fármaco primariamente como difusão não-Fickiana. Assim, o presente estudo mostrou que a polivinilpirrolidona e o polietilenoglicol 6000 têm efeito significativo na solubilização do alopurinol.
Descritores: Alopurinol/análise
Alopurinol/farmacocinética
Alopurinol/química
-Cetomacrogol/farmacocinética
Solubilidade
Sólidos Dissolvidos/métodos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  6 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-495292
Autor: Nunes, Benicio Luiz Bulhões Barros Paula; Belo, Sandra Gico Lima; Pessoa, Marcos Holanda; Lins Neto, Manoel Álvaro.
Título: Avaliação do preparo intestinal para colonoscopia comparando o uso do manitol e do polietilenoglicol: estudo prospectivo / Comparative evaluation of Bowel preparation for colonoscopy using mannitol and polyethylene glycol: a prospective study
Fonte: Rev. bras. colo-proctol;28(3):294-298, jul.-set. 2008. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Com o objetivo de estudar comparativamente o preparo intestinal para colonoscopia, 55 pacientes foram distribuídos aleatoriamente em grupos submetidos a preparo com polietilenoglicol (PEG) e solução de manitol. A qualidade do preparo do cólon no grupo que utilizou o PEG foi considerada excelente em 12 pacientes (44,4 por cento), bom em 15 (55,6 por cento) e ruim em nenhum caso, enquanto que naqueles indivíduos preparados com manitol a 20 por cento a qualidade foi, respectivamente, de oito (28,6 por cento), 12 (42,9 por cento) e oito (28,6 por cento) indivíduos, sendo a diferença estatisticamente significante (p=0,010). Não houve diferença estatística entre os grupos quando comparamos o grau de satisfação dos pacientes, ou a quantidade de líquido no cólon durante o exame. Conclui-se que a qualidade do preparo intestinal com PEG para colonoscopia é superior ao manitol.

With the aim of studying comparatively intestinal prepare for colonoscopy, 55 patients were randomly distributed into two groups that used polyethylene glycol (PEG) and mannitol solution. The quality of bowel prepare in the group that used PEG was considered excellent in 12 patients (44,4 percent), good in 15 (55,6 percent) and bad in no cases, while in those prepared with manitol the quality of intestine preparation was, respectively, eight (28,6 percent), 12 (42,9 percent) and eight (28,6 percent) patients. The difference was considered statistically significant (p=0,010). There wasn't any statistical difference between the groups when we compared the satisfaction degree of the patients or the amount of liquid in the colon during the colonoscopy. We can conclude that the quality of bowel preparation for colonoscopy with PEG is superior to manitol.
Descritores: Colonoscopia
Cetomacrogol
Manitol
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  7 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-284068
Autor: Portorreal, Aurea; Kawakami, Elisabete.
Título: Preparo intestinal para colonoscopia com bisacodil oral e soluçäo fosfatada por via retal em crianças e adolescentes / Intestinal preparation for colonoscopy with oral bisacodyl and phosphate enema in children and adolecents
Fonte: GED gastroenterol. endosc. dig;20(1):11-4, jan.-fev. 2001.
Idioma: pt.
Resumo: Näo há um preparo intestinal uniforme para a realizaçäo da colonoscopia que seja recomendado para as diversas faixas etárias da criança, do lactente ao adolescente. Ao contrário do paciente adulto, o procedimento é geralmente realizado com anestesia geral ou sedaçäo profunda. Assim, o jejum oral necessário após a ingestäo do laxante retarda o início do exame. Os autores avaliaram a eficácia de preparo com bisacodil eenema fosfatado em estudo aberto e prospectivo em 17 crianças e adolescentes de ambos os sexos durante um período de 3 meses. A idade dos pacientes variou de 10 meses a 15 anos e 11 meses (mediana =5 anos e 2 meses), sendo 53 por sento do sexo masculino e 47 porcento do feminino. Foi utilizado bisacodil 5mg ou 10mg durante dois dias anteriores ao exame associado a 64ml ou 128ml de soluçäo fosfatada por via retal no diado exame em crianças menores e maiores de 5 anos, respectivamente. preparo excelente foi observado em 53 por cento, bom em 29 por cento e ruim em 18 por cento. Os dados sugerem que o preparo foi mais eficiente em crianças menores de 5 anos. os autores concluem que o preparo foi adequado em 82 por cento dos casos, podendo ser recomendado em crianças menores de 5 anos de idade
Descritores: Bisacodil/efeitos adversos
Colonoscopia
-Cetomacrogol
Enema/efeitos adversos
Limites: Criança
Adolescente
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  8 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Berchielli, T. T
Rodriguez, N. M
Id: lil-256983
Autor: Berchielli, T. T; Rodriguez, N. M; Gonçalves, L. C.
Título: Polietilenoglicol e cobalto-EDTA como marcadores da fase líquida ruminal / Polyethylene glycol and cobalt-EDTA as markers of ruminal liquid phase
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;48(4):463-71, ago. 1996. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo do presente trabalho foi o de comparar dois marcadores de fase líquida polietilenoglicol (PEG) e cobalto - EDTA (Co-EDTA). O volume, a taxa de diluiçäo e a utilizaçäo de fluxo total do fluído ruminal foram calculados usando análise de regressäo. Foram utilizados três novilhos canulados no rúmen em um delineamento em quadrado latino (3 x 3), recebendo dietas variando a relaçäo volumoso (V): concentrado (C) (V80C20, V60C40, V40C60). Näo houve diferença entre níveis de concentrado na dieta, no entanto entre os marcadores houve diferença significativa para todas as características estudadas. O volume ruminal estimado através do PEG foi de 33,38 por cento do peso vivo (PV) e pelo Co-EDTA foi de 12,32 por cento do peso vivo (PV). A técnica de determinaçäo do PEG utilizada foi turbidimétrica. Este método apresenta grande variaçäo na leitura de absorçäo induzindo com isso a erros na estimativa do volume ruminal e outros parâmetros. O Co-EDTA apresenta resultados mais precisos, sendo portanto mais confiável como marcador de fase líquida ruminal
Descritores: Antígenos de Diferenciação
Bovinos
Cetomacrogol
Cobalto
Ácido Edético
Biomarcadores/análise
Rúmen/metabolismo
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 9 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-96155
Autor: Gusman, Angel; Garcia, Rafael.
Título: Effects of fatty ethers and stearic acid on the gastrointesinal absorption of insulin
Fonte: P. R. health sci. j;9(2):155-9, Aug. 1990. tab.
Idioma: en.
Resumo: Cuando se administra insulina a un animal atavés de la vía oral esta es inmediatamente degradada. El propósito de este trabajo es estudiar la efectividad de los compuestos que se indican a continuación para aumentar la absorción de insulina, estos son los siguientes: polietileno (20) cetil éter (Brij 58), polietileno (20) oleil éter (Brij 99) y polietileno lauril éter. Estos compuestos además de ácido esteárico se usaron para preparar gránulos con o sin insulina y fueron administrados oralmente a conejos. A estos animales se les midieron los niveles de glucosa e insulina a diferentes intérvalos de tiempo antes y después de la administración oral de los gránulos.l Se uso un glucómetro y el método de radioinmunoensayo (RIA) para hacer las respectivas medidas. Con el propósito de determinar si hay relación entre los niveles de glucosa e insulina en la sangre se uso el método de radioinmunoensayo por ser un método muy sensitivo que puede detectar pequeños cambios en la concentración de insulina en la sangre. Se observó un raducción significativa en los niveles de glucosa (P<0.05) después de administrarlos los gránulos. En otro experimento se inyectó 1/5 parte de la dósis oral de insulina y se observó una respuesta similar. Sin embargo, sólo los gránulos preparados con Brij 58, que contenían insulina produjeron altos niveles de insulina en la sangre. Esto fue equivalente a 1/10 del cambio producido por la inyección subcutánea de la hormona. En estos experimentos los cambios en insulina ...
Descritores: Absorção Intestinal
Ácidos Esteáricos/farmacologia
Insulina/farmacocinética
Tensoativos/farmacologia
-Glicemia/análise
Cetomacrogol/administração & dosagem
Cetomacrogol/farmacologia
Insulina/administração & dosagem
Polietilenoglicóis/administração & dosagem
Polietilenoglicóis/farmacologia
Coelhos
Limites: Animais
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde