Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.033.755.615 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 8 [refinar]
Mostrando: 1 .. 8   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 8 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-394646
Autor: Kawagoe, Júlia Yaeko.
Título: Higiene das mãos: comparação da eficácia antimicrobiana do álcool - formulação gel e líquida - nas mãos com matéria orgânica / Hand hygiene: antimicrobial activity comparision of three alcoholic products - gel and liquid - in the hands with organic material.
Fonte: São Paulo; s.n; 2004. 132 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Indiscutivelmente, higiene de mãos (HM) é uma das medidas mais importantes para prevenir as Infecções Hospitalares. Além da tradicional lavagem com água e sabão, o uso do álcool tem se destacado na HM, pois, possui boa atividade antimicrobiana, dispensa pia, reduz o tempo e previne ressecamento de mãos. Das evidências científicas sobre seu uso na HM, ainda há contradições quanto à sua efetividade na presença da matéria orgânica nas mãos. Esta pesquisa foi desenvolvida com intuito de elucidar esta questão avaliando a eficácia antimicrobiana de três formulações alcoólicas (duas em forma de gel e uma líquida) nas mãos com matéria orgânica. Os trabalhos laboratoriais foram realizados no Laboratório de Pesquisas do Instituto de Ensino e Pesquisas (coleta de amostras bacterianas) e no Laboratório de Microbiologia do Departamento de Patologia Clínica do Hospital Albert Einstein (contagem bacteriana), utilizando a metodologia oficial Européia - EN 1500 modificada. Quatorze voluntários - pessoas saudáveis, sem problemas de pele nas mãos e que asinaram o "Termo de Consentimento Livre e Esclarecido", foram aleatorizados em três grupos e cada grupo utilizou os produtos-testes e referência em seqüências diferentes. Os produtos-teste foram: produto A - álcool etílico sob a forma de gel a 62 porcento (p/p), produto B - álcool etílico sob a forma de gel a 70 porcento (p/p) e produto C - álcool etílico a 70 porcento (p/v) glicerinado sob a forma líquida e o produto D - alcool 2-propanolol 60 porcento, produto referência padronizado pela metodologia EN 1500. Para cada produto-teste e referência, foi realizada a seguinte seqüência de procedimentos: lavagem de mãos por um minuto com água e sabão; aplicação de 1,2 ml de sangue estéril desfibrinado de carneiro; contaminação das mãos até metade dos matacarpos no caldo tríptico de soja (TSB) com o microrganismo-desafio S. macescens ATCC 14756; coleta de amostras pré HM, friccionando os dedos na placa de Petri contendo TSB (valor inicial); HM aplicando o(s) produto(s)-teste e referência; coleta de amostras para recuperação bacteriana (valor final), com a mesma técnica da fase pré HM e cálculo do fator de redução (FR) logarítmica (log10) de S. marcescens (valor inicial - valor final). Foram realizadas análises estatísticas (teste de Wilcoxon) para verificar a equivalência entre o(s) produto(s)-teste e referência, com o nível de significância estabelecido..
Descritores: 2-Propanol
Etanol
Infecção Hospitalar/prevenção & controle
Desinfecção das Mãos/métodos
-Estatísticas não Paramétricas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1; T2609


  2 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1090098
Autor: López Navarro, Candy Guiselle; Noguera Mena, Helder Gabriel; Barboza Cascante, María Valeria; Ramírez Alvarado, Jose Manuel; Orozco Valverde, Guiselle; Ibarra Sequeira, William Gerardo.
Título: Efecto del uso de protectores puerto desinfectantes para la disminución de las bacteriemias asociadas a catéteres venosos centrales / Effect of the use of antiseptic barrier caps for the reduction of bacteremia associated with central venous catheters / Efeito do uso de protetores desinfetantes portuários para a redução da bacteremia associada a cateteres venosos centrais
Fonte: Enferm. actual Costa Rica (Online) = Rev. electron. enferm. actual Costa Rica;(38):230-244, Jan.-Jun. 2020. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Identificar el efecto del uso de protectores puerto desinfectantes en los conectores sin aguja en la disminución de las bacteriemias asociadas a catéter venoso central. Se realizó una revisión rápida de la literatura a través de una búsqueda de artículos en idiomas inglés y español en Pubmed, Medline, Cochrane Library y Science Direct, de diciembre del año 2018 a febrero del año 2019. Esta revisión se centró en identificar ensayos: clínicos aleatorizados, cohorte longitudinal, revisiones sistemáticas y meta-análisis. Los criterios de inclusión fueron: usuarios hospitalizados, desinfección pasiva con protectores puerto desinfectantes y reporte de disminución de las bacteriemias asociadas a catéter venoso central con su uso. Un total de 2479 artículos se identificaron como potencialmente relevantes; después de eliminar los duplicados, quedaron 1622 artículos, los cuales fueron evaluados según título y resumen. Posteriormente, 59 artículos fueron analizados en texto completo; se seleccionaron 3 artículos correspondientes a tres revisiones sistemáticas, de las cuales dos realizaron metaanálisis. La evidencia disponible sugiere que estudios no aleatorizados han demostrado que el uso de los protectores puerto desinfectantes con alcohol isopropílico al 70% en los conectores sin aguja, puede generar una reducción de las bacteriemias asociadas al catéter venoso central y podría considerarse como una medida costo efectiva; no obstante, se requieren estudios aleatorizados que confirmen estos resultados.

Abstract Identify the effect of the use of disinfectant port protectors on needleless connectors in the reduction of bacteraemias associated with central venous catheters. A quick review of the literature was carried out through a search of articles in English and Spanish in Pubmed, Medline, Cochrane Library and Science Direct; from December 2018 to February 2019. It focused on identifying randomized clinical trials, longitudinal cohort, reviews and meta-analysis. The inclusion criteria were: hospitalized users, passive disinfection with disinfectant port protectors and report of decrease in bacteraemias associated with central venous catheter with its use. A total of 2479 articles were identified as potentially relevant, after eliminating duplicates, 1622 articles were evaluated according to inclusion criteria were: hospitalized users, passive disinfection with disinfectant port protectors and report of decrease in bacteraemias associated with central venous catheter with its use. The available evidence suggests that non-randomized studies have shown that the use of disinfectant port protectors with 70% isopropyl alcohol in needleless connectors can lead to a reduction in bacteraemias associated with central venous catheters and could be considered as a cost measure. effective, however, randomized studies are required to confirm these results.

Resumo Identificar o efeito do uso de protetores de porta desinfetantes nos conectores sem agulha na redução de bacteremias associadas aos cateteres venosos centrais. Uma rápida revisão da literatura foi realizada através de uma pesquisa de artigos em inglês e espanhol no Pubmed, Medline, Cochrane Library e Science Direct; de dezembro de 2018 a fevereiro de 2019. Concentrou-se na identificação de ensaios clínicos randomizados, coorte longitudinal, revisões sistemáticas e metanálise. Os critérios de inclusão foram: usuários hospitalizados, desinfecção passiva com protetores de porta desinfetantes e relato de diminuição de bacteremias associadas ao cateter venoso central com seu uso. Um total de 2479 artigos foi identificado como potencialmente relevante; após eliminação de duplicatas, 1622 artigos foram avaliados de acordo com o título e o resumo, depois 59 artigos foram analisados ​​em texto completo, foram selecionados 3 artigos correspondentes a três revisões sistemáticas, dos quais dois realizaram meta-análise. As evidências disponíveis sugerem que estudos não randomizados demonstraram que o uso de protetores de porta desinfetantes com álcool isopropílico a 70% em conectores sem agulha pode levar a uma redução nas bacteremias associadas aos cateteres venosos centrais e pode ser considerado como uma medida de custo. estudos eficazes, no entanto, são necessários para confirmar esses resultados.
Descritores: Desinfecção
Controle de Infecções
Bacteriemia
2-Propanol
Cateteres Venosos Centrais
Anti-Infecciosos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CR1.1 - BINASSS - Biblioteca Nacional de Salud y Seguridad Social


  3 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1007691
Autor: Maciel, Ana Carolina de Carvalho.
Título: Análise comparativa dos cimentos MTA cinza e branco associados ao álcool isopropílico / Comparative analysis of gray and white MTA associated with isopropyl alcohol.
Fonte: Rio de janeiro; s.n; 2016. 79 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O objetivo deste estudo ex vivo foi investigar e comparar os efeitos antibacterianos, a citotoxicidade, a adaptação marginal e a capacidade seladora do agregado trióxido mineral (MTA), branco e cinza (Angelus, Londrina, Brasil), quando combinados com água destilada ou álcool isopropílico. Os efeitos antibacterianos de ambas as formulações foram avaliados através do teste de difusão em agar utilizando Staphylococcus aureus (ATCC25923) e Pseudomonas aeruginosa (ATCC27853) para a seleção da concentração de escolha. A geração das espécies reativas do oxigênio (ERO) foi analisada, primeiramente, utilizando cepas de Escherichia coli proficiente (AB1157) e triplo mutante (BW535), deficiente nos mecanismos de reparo. A geração de ERO também foi analisada através da degradação plasmidial (método de eletroforese) e com a utilização da sonda DCF. A geração das espécies reativas do nitrogênio (ERN) foi avaliada através da sonda DAF. A citotoxicidade dos eluatos dos cimentos foi avaliada pelo MTT, com células L929. A adaptação marginal foi feita através da microscopia eletrônica de varredura (MEV). A capacidade seladora foi realizada através de ensaios de infiltração bacteriana. Os resultados mostraram que a incorporação do isopropanol ao MTA aumentou os halos de inibição no modelo Gram-positivo (S. aureus-ATCC25923) (P <0.05). A adição de isopropanol 70% aos cimentos de MTA branco e cinza aumentou a atividade antimicrobiana para E. coli selvagem (AB1157) e triplo mutante (BW535) (P <0.0001). Não ocorreu a total degradação do DNA plasmidial para as amostras de MTA branco e cinza manipuladas com isopropanol 70%. As amostras de MTA branco e cinza manipuladas de acordo com o fabricante geraram significativamente mais espécies reativas do oxigênio (sonda DCF) (P <0.0001 e P =0.0002) e do nitrogênio (sonda DAF) (P =0.0002 e P =0.0003) do que as manipuladas com isopropanol 70%. Os cimentos manipulados com água destilada foram mais citotóxicos do que a associação com solução de isopropanol 70% (P <0.05). A análise ao MEV mostrou melhor adaptação ao preparo nas amostras com o isopropanol 70%, entretanto o ensaio de infiltração bacteriana ex vivo com Enterococcus faecalis (ATCC29212), não mostrou diferença estatística para as amostras manipuladas com isopropanol ou com água (P >0.05). Podemos concluir que a manipulação com isopropanol melhorou a atividade antimicrobiana do MTA tornando-o menos citotóxico, sem alterar a capacidade seladora.

The aim of this study was to investigate and compare the antibacterial effects, cytotoxicity, marginal adaptation and sealing ability of mineral trioxide aggregate (MTA), white and gray (Angelus, Londrina, Brasil), when combined with distilled water or isopropyl alcohol. The antibacterial effects of both formulations were evaluated by agar diffusion method using Staphylococcus aureus (ATCC25923) and Pseudomonas aeruginosa (ATCC27853) for selecting the suitable concentration of isopropyl alcohol. The antimicrobial mechanism by the generation of reactive oxygen species (ROS) was first analyzed using Escherichia coli strains: proficient (AB1157) and triple mutant (BW535), deficient in the repair mechanisms. The ROS generation was also analyzed by degradation of DNA plasmid (electrophoresis method) and with the DCF probe. The generation of reactive nitrogen species (RNS) was assessed by DAF probe. The cytotoxicity of the eluates was assessed by MTT test, with L929 cells. The marginal adaptation was evaluated by scanning electron microscopy (SEM). The sealing ability was performed using bacterial leakage assay. The results showed that the incorporation of isopropanol to MTA increased the inhibitory haloes in Gram-positive model (S. aureus-ATCC25923) (P <0.05). Adding 70% isopropanol to white and gray MTA cements increased antimicrobial activity against both E. coli wild (AB1157) and triple-mutant (BW535) strains (P <0.0001). The DNA plasmid was not completely degraded for the samples of white and gray MTA manipulated with 70% isopropanol. The white and gray MTA samples, handled according to the manufacturer, generated significantly more ROS (DCF probe) (P <0.0001 e P =0.0002) and RNS (DAF probe) (P =0.0002 e P =0.0003) than that manipulated with 70% isopropanol. The cements handled with distilled water were more cytotoxic than when associated with isopropanol solution 70% (P <0.05). The SEM analysis showed better adaptation to the cavity prepares when the samples were filled with MTA with 70% isopropanol, however the ex vivo bacterial infiltration test with Enterococcus faecalis (ATCC29212), was not statistically different from samples manipulated with isopropanol or water (P >0.05). We can conclude that the manipulation with isopropanol improved the antimicrobial activity of the MTA rendering less citotoxicity, without altering the sealing ability.
Descritores: Materiais Restauradores do Canal Radicular
Teste de Materiais
Adaptação Marginal Dentária
2-Propanol
Cimentos Dentários
-Óxidos
Microscopia Eletrônica de Varredura
Silicatos
Compostos de Cálcio
Compostos de Alumínio
Técnicas de Cultura de Células
Combinação de Medicamentos
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)
BR1366.1; 616.314, M152, TO834


  4 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-750436
Autor: Palermo, Ana María; Mudry, Marta Dolores.
Título: Etanol e isopropanol: genotoxicidad y teratogénesis evaluada aplicando el modelo de Drosophila melanogaster / Ethanol and isopropanol: genotoxicity and teratogenicity evaluated using Drosophila melanogaster as a model system
Fonte: Acta toxicol. argent;22(3):122-135, dic. 2014. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: El etanol y el isopropanol son, de los alcoholes alifáticos de cadena corta, los más frecuentemente asociados a la actividad humana tanto a nivel industrial como en el entorno doméstico. En este trabajo se presentan los principales hallazgos reportados en la literatura para ensayos de genotoxicidad y teratogénesis en modelos experimentales de distinto nivel de complejidad, con especial énfasis en Drosophila melanogaster. El metabolismo de estos alcoholes es semejante en Drosophila y en humanos por lo cual la mosca es un buen modelo in vivo para la evaluación de sus potenciales efectos tóxicos, genotóxicos y teratogénicos.

Ethanol and isopropanol are two of the short chain aliphatic alcohols more frequently associated to the human environment, both in the industrial and domestic conditions. The aim of this work was to present the main findings reported in the literature about their genotoxicity and teratogenicity in experimental models of different level of complexity, with special emphasis in Drosophila melanogaster. Taking into account that the metabolism of both alcohols in Drosophila and humans is similar, the fly is a good model for the evaluation of their potentially toxic, genotoxic and teratogenic effects.
Descritores: 2-Propanol/metabolismo
2-Propanol/toxicidade
Etanol/metabolismo
Etanol/toxicidade
-Drosophila melanogaster/efeitos dos fármacos
Genotoxicidade/análise
Teratogênios/análise
Toxicogenética/métodos
Limites: Animais
Responsável: AR1.2 - Instituto de Investigaciónes Epidemiológicas


  5 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-349769
Autor: Ceccato-Antonini, Sandra Regina; Silva, Paula Cristina da.
Título: Hyphal-like extension and pseudohyphal formation in industrial strains of yeasts induced by isoamyl alcohol
Fonte: Braz. j. microbiol;33(3):209-212, July-Sept. 2002. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Yeasts can produce pseudohyphae and hyphal-like extensions under certain growth conditions like isoamyl alcohol (IAA) induction, a chief constituent of fusel oil, which is a subproduct from the ethanolic fermentation. The morphology switch from yeast to a filamentous form can be troublesome to the process. In this work it was studied the influence of fusel alcohols, nitrogen sources (ammonium sulphate and leucine) and glifosate (a chemical maturator for sugar cane) added to a complex medium on some industrial strains of yeasts isolated from the fermentative process. Two industrial strains showed transition to hyphal-like extensions or pseudohyphae (clusters of cells) upon addition of IAA from 0.3 to 0.9 percent /v. The alterations were reversible when the yeasts were reinoculated in YEPD without IAA. Although pseudohyphae are a result of nitrogen-limited medium, we observed them as a result of IAA addition. No influence of the nitrogen source or isopropilic alcohol or glifosate was detected for any strain studied in the concentrations used
Descritores: 2-Propanol
Etanol
Hifas
Técnicas In Vitro
Leveduras
-Métodos
Amostragem
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  6 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-313896
Autor: França, S. C; Roberto, P. G; Marins, M. A; Puga, R. D; Rodrigues, A; Pereira, J. O.
Título: Biosynthesis of secondary metabolites in sugarcane
Fonte: Genet. mol. biol;24(1/4):243-250, 2001. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Este trabalho foi realizado com os objetivos de gerar uma coleçäo de genes relacionados ao metabolismo secundário da cana de açúcar e investigar o padräo de expressäo gênica de enzimas chaves reguladoras das principais vias biossintéticas ativas nos diferentes tipos de tecidos e situações de estresse físico-químico e biológico a que estäo submetidas plantas cultivadas em casas de vegetaçäo, campo ou in vitro. A estratégia de mineraçäo dos dados da database de sequências expressas de cana de açúcar, SUCEST, usando ferramentas de bioinformática, focalizou classes de compostos como isoprenóides e fenilpropanóides que comprovadamente desempenham um papel na resposta de plantas a variações ambientais. Foram identificados e caracterizados genes que codificam enzimas chaves para a síntese de terpenóides, como a sesquiterpeno ciclase (SC); (CHS) para síntese de flavonóides; isoflavona sintase (IFS) envolvida na biossíntese de isoflavonóides que desempenham importante papel na defesa de plantas e nodulaçäo de raízes; isoflavona redutases (IFR) enzimas chaves para a síntese de fenilpropanóide fitoalexinas, bem como enzimas relacionadas à síntese de precursores de lignina, como a enzima ácido caféico-O-metiltransferase. O efeito do estresse causado por bactérias como Herbaspirillum rubri e Gluconacetobacter diazotroficans também foi avaliado tendo sido constatada a induçäo da expressäo de chalcona sintase (CHS) em plântulas infectadas com esses agentes, sugerindo a ativaçäo da via de flavonóides em resposta a este estresse biológico. Esses resultados apontam para o fato de que as vias do metabolismo de isopropanóides e de fenilpropanóides em cana de açúcar säo ativadas de acordo com o estágio de desenvolvimento, especificidade de tecidos e em resposta a situações de estresse. Essas observações deveräo ser confirmadas por meio de experimentaçäo genética e bioquímica.
Descritores: 2-Propanol
Fenilpropanolamina
Plantas
-Etiquetas de Sequências Expressas
Expressão Gênica
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  7 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-263424
Autor: Mello, Sueli Moreira de; Pedroso, Rosemary Custódio.
Título: Plasmatic and urinary screening for drugs that cause depressive syndrome by capillary column gas chromatography
Fonte: RBCF, Rev. bras. ciênc. farm. (Impr.);35(2):289-95, jul.-dez. 1999. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Este trabalho descreve um procedimento para triagem de fármacos que causam síndrome depressiva do sistema nervoso central. Amostras de plasma e urina de pacientes foram extraídos com diclorometano e isopropanol 1 por cento em diclorometano, em pH ácido e básico, respectivamente. Os extratos foram analisados por cromatografia gasosa com coluna capilar CP-Sil-5-CB. O tempo de análise foi compatível com a necessidade clínica (menor que duas horas) para análise concomitante de 21 fármacos
Descritores: 2-Propanol/farmacocinética
Cérebro/efeitos dos fármacos
Transtorno Depressivo/metabolismo
Cloreto de Metileno/farmacocinética
-Cromatografia Gasosa
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  8 / 8 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-263211
Autor: Rodríguez, Carol; Godoy Ramírez, Rafael; Haller, Miguel; Benimeli, Pedro; Páez C., Pedro.
Título: Estudio clínico comparativo de la evolución del cordón umbilical utilizando dos tipos de antisépticos: gerdex/alcohol / Comparative clinic study of the evolution of the umbilical coord utilizing two types of antiseptics: alcohol/gerdex
Fonte: Cuad. Esc. Salud Pública;(63):3-11, ene.-jul. 1996. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Se realizó un estudio clínico comparativo en noventa recién nacidos del Hospital Materno Infantil "Joel Valencia Parpacén" de Caracas, del cordón umbilical utilizando dos tipos de antisépticos gerdex al 10 por ciento y alcohol al 70 por ciento. De todas las variables analizadas resaltó de importancia el tiempo de caída del cordón umbilical, siendo significativo el promedio menor de días en los recién nacidos a quienes se les aplicó Gerdex al 10 por ciento, observándose además que al utilizar este antiséptico, el color amarillo sin halo eritematoso alrededor del cordón umbilical predominó en relación con el color oscuro y anillo eritematoso presente con el uso de alcohol al 70 por ciento. Estéticamente la evolución del cordón umbilical fue mejor con Gerdex al 10 por ciento
Descritores: 2-Propanol/uso terapêutico
Anti-Infecciosos Locais/uso terapêutico
Cesárea/métodos
Cordão Umbilical/patologia
Recém-Nascido
Staphylococcus/metabolismo
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde