Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.065.589.099.750 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 634 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 64 ir para página                         

  1 / 634 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Uruguai
Texto completo
Id: biblio-1088703
Autor: Morales, Silvia; Núñez, Alejandra; Beltramelli Sancristobal, Domingo Osvaldo; Teske Castro, Viviana Beatriz.
Título: Luxación erecta expuesta de hombro en un niño: reporte de un caso / Erect shoulder dislocation in a child: case report / Erecto luxação do ombro em uma criança: relato de caso
Fonte: An. Facultad Med. (Univ. Repúb. Urug., En línea);6(2):58-65, dic. 2019. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: La luxación erecta expuesta de hombro es una asociación lesional de muy baja frecuencia en la edad pediátrica. Son más frecuentes las lesiones fisarias y epifisarias que las luxaciones y lesiones ligamentarias. Esto es debido a la presencia de un tejido óseo con gran poder de deformidad elástica y un periostio grueso. Presentamos un caso clínico de un paciente de 11 años de edad que sufrió una luxación erecta expuesta de hombro derecho, producto de una caída de 1 metro y medio de altura. El tratamiento consistió en una limpieza quirúrgica de urgencia, reducción gleno humeral y antibioticoterapia empírica, penicinila 400.000 UI/kg/día fraccionado cada 6 hs y gentamicina 3mg/Kg/día fraccionada cada 8 h por 10 días, inmovilización por 3 semanas con cabestrillo seguido de rehabilitación, y un follow up de 2 años al final del cual el paciente no presento secuelas funcionales en la articulación glenohumeral derecha.

The exposed erect dislocation of the shoulder is a very low frequency lesion association in the pediatric age. The physical and epiphyseal lesions are more frequent than the dislocations and ligament injuries. This is due to the presence of a bone tissue with great elastic deformity power and a thick periosteum. We present a clinical case of an 11-year-old patient who suffered an exposed erect dislocation of the right shoulder, due to a fall of 1 meter and a half high. The treatment consisted of emergency surgical cleaning, humeral gleno reduction and empirical antibiotic therapy, penicinila 400,000 IU/kg/day divided every 6 hours and gentamicin 3mg/Kg/day divided every 8 hours for 10 days, immobilization for 3 weeks with a sling followed by rehabilitation, and a follow-up of 2 years at the end of which the patient did not present functional sequelae in the right glenohumeral joint.

A luxação ereta exposta do ombro é uma associação de lesão de freqüência muito baixa na idade pediátrica. As lesões físicas e epifisárias são mais freqüentes que as luxações e lesões ligamentares. Isto é devido à presença de um tecido ósseo com grande poder de deformidade elástica e um periósteo espesso. Apresentamos um caso clínico de um paciente de 11 anos de idade que sofreu uma luxação ereta exposta do ombro direito, devido a uma queda de 1 metro e meio de altura. O tratamento consistiu em limpeza cirúrgica de emergência, redução de gleno umeral e antibioticoterapia empírica, penicinila 400.000 UI / kg / dia dividida a cada 6 horas e gentamicina 3mg / Kg / dia dividida a cada 8 horas por 10 dias, imobilização por 3 semanas com tipóia seguida de reabilitação e seguimento de 2 anos no final dos quais o paciente não apresentava sequela funcional na articulação glenoumeral direita.
Descritores: Luxação do Ombro/cirurgia
Luxação do Ombro/reabilitação
Luxação do Ombro/diagnóstico por imagem
Fraturas Expostas/cirurgia
Fraturas Expostas/reabilitação
Fraturas Expostas/diagnóstico por imagem
-Penicilinas/administração & dosagem
Luxação do Ombro/tratamento farmacológico
Restrição Física
Gentamicinas/administração & dosagem
Seguimentos
Terapia por Exercício
Redução Fechada
Antibacterianos/administração & dosagem
Limites: Humanos
Masculino
Criança
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina


  2 / 634 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1159933
Autor: Albores, J M; Martinez Meyer, C. A; Rodriguez Fariña, R; Casares, M. S; Galan, H.
Título: Hetacilina, penicilina seminintética de amplio espectro, en el tratamiento por vía bucal de infecciones respiratorias del niño. Esquemas posológicos coda 6 y cada 12 horas / [Hetacillin, a semisynthetic broad spectrum penicillin, in oral treatment of respiratory infections in children. Posologic schedules each 6 and 12 hours]
Fonte: Arch. argent. pediatr;69(5):200-203, 1971 Jul. ilus, tab.
Idioma: es.
Descritores: Penicilinas/administração & dosagem
Infecções Respiratórias/tratamento farmacológico
-Administração Oral
Imidazóis/administração & dosagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  3 / 634 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1249746
Autor: Felix, Mara Morelo Rocha; Aun, Marcelo Vivolo; Menezes, Ullissis Pádua de; Queiroz, Gladys Reis e Silva de; Rodrigues, Adriana Teixeira; DOnofrio-Silva, Ana Carolina; Perelló, Maria Inês; Camelo-Nunes, Inês Cristina; Malaman, Maria Fernanda.
Título: Allergy to penicillin and betalactam antibiotics / Alergia a penicilina e antibióticos beta-lactâmicos
Fonte: Einstein (Säo Paulo);19:eMD5703, 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Betalactams are the most frequent cause of hypersensitivity reactions to drugs mediated by a specific immune mechanism. Immediate reactions occur within 1 to 6 hours after betalactam administration, and are generally IgE-mediated. They clinically translate into urticaria, angioedema and anaphylaxis. Non-immediate or delayed reactions occur after 1 hour of administration. These are the most common reactions and are usually mediated by T cells. The most frequent type is the maculopapular or morbilliform exanthematous eruption. Most individuals who report allergies to penicillin and betalactams can tolerate this group of antibiotics. To make diagnosis, a detailed medical history is essential to verify whether it was an immediate or non-immediate reaction. Thereafter, in vivo and/or in vitro tests for investigation may be performed. The challenging test is considered the gold standard method for diagnosis of betalactam hypersensitivity. The first approach when suspecting a reaction to betalactam is to discontinue exposure to the drug, and the only specific treatment is desensitization, which has very precise indications. The misdiagnosis of penicillin allergy affects the health system, since the "penicillin allergy" label is associated with increased bacterial resistance, higher rate of therapeutic failure, prolonged hospitalizations, readmissions, and increased costs. Thus, it is essential to develop strategies to assist the prescription of antibiotics in patients identified with a label of "betalactam allergy" at hospitals, and to enhance education of patients and their caregivers, as well as of non-specialist physicians.

RESUMO Os beta-lactâmicos constituem a causa mais frequente de reações de hipersensibilidade a fármacos mediadas por mecanismo imunológico específico. As reações imediatas ocorrem em 1 até 6 horas após a administração do beta-lactâmico, sendo geralmente IgE-mediadas. Elas se traduzem clinicamente por urticária, angioedema e anafilaxia. As reações não imediatas ou tardias ocorrem após 1 hora da administração. São as reações mais comuns, sendo geralmente mediadas por células T. O tipo mais frequente é o exantema maculopapular ou morbiliforme. A maioria dos indivíduos que refere alergia aos beta-lactâmicos pode tolerar esse grupo de antibióticos. No diagnóstico, uma história clínica detalhada é fundamental para verificar se a reação foi do tipo imediato ou não imediato. A partir daí, podem ser realizados testes in vivo e/ou in vitro para investigação. O teste de provocação é considerado o método padrão-ouro no diagnóstico de hipersensibilidade aos beta-lactâmicos. A primeira conduta diante da suspeita de uma reação ao beta-lactâmico é suspender a exposição ao medicamento, e o único tratamento específico é a dessensibilização, que possui indicações bem precisas. O diagnóstico equivocado de alergia à penicilina afeta o sistema de saúde, pois o rótulo de "alergia à penicilina" está associado a aumento da resistência bacteriana, maior índice de falha terapêutica, hospitalizações prolongadas, readmissões e aumento dos custos. Assim, torna-se fundamental elaborar estratégias com o objetivo de auxiliar na prescrição de antibióticos em pacientes com rótulo de "alergia aos beta-lactâmicos" nos hospitais e melhorar a educação dos pacientes e seus responsáveis, além de médicos não especialistas.
Descritores: Hipersensibilidade a Drogas/diagnóstico
Hipersensibilidade a Drogas/etiologia
Anafilaxia
-Penicilinas/efeitos adversos
beta-Lactamas/efeitos adversos
Antibacterianos/efeitos adversos
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 634 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-486941
Autor: Kohn Loncarica, Guillermo; Urrutia, Luis.
Título: Cuando otras enfermedades se disfrazan de Kawasaki: a propósito de un caso / When other illnesses disguise as Kawasaki Syndrome: case report
Fonte: Med. infant;14(3):231-232, sept. 2007. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Muda
Diagnóstico Diferencial
Infecções Estreptocócicas
Penicilinas
Síndrome de Linfonodos Mucocutâneos
Limites: Pré-Escolar
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  5 / 634 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-874950
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS.
Título: Ceftriaxona para tratamento da sífilis em gestantes com alergia confirmada à penicilina / Ceftriaxone for treatment of syphilis in pregnant women with confirmed penicillin allergy.
Fonte: Brasília; CONITEC; 2015.
Idioma: pt.
Resumo: CONTEXTO: A sífilis é uma doença sexualmente transmissível, causada pela bactéria Treponema Pallidum, infecciosa e sistêmica, a partir de sua manifestação. A prevalência da sífilis em parturientes foi de 1,6%, em 2004, e de 1,1%, em 2006. O protocolo clínico e diretrizes terapêuticas (PCDT) de atenção integral às pessoas com Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) está sendo revisado e dentre as recomendações propostas está o uso de ceftriaxona 500mg injetável, como alternativa ao tratamento da gestante com sífilis e com alergia confirmada à penicilina, no caso de total impossibilidade de sua dessensibilização à penicilina. A ceftriaxona, na forma farmacêutica pó para solução injetável e nas concentrações 250mg e 1g, já é disponibilizada pelo SUS. Entretanto, como medida cautelar para mitigar a resistência bacteriana à ceftriaxona, o novo PCDT de Atenção Integral às Pessoas com IST. TRATAMENTO RECOMENDADO: A penicilina G, administrada via parenteral, é a única terapia com eficácia documentada no tratamento de gestantes com sífilis e na prevenção da transmissão vertical da doença para o bebê, apresentando 98% de taxa de sucesso nessa prevenção. O Ministério da Saúde recomenda o uso da penicilina no tratamento da sífilis materna durante a gestação. As gestantes com alergia comprovada à penicilina, após testes de sensibilidade, devem ser dessensibilizadas e posteriormente tratadas com penicilina, em ambiente hospitalar. Na impossibilidade de tratamento com penicilina, as gestantes devem ser tratadas com eritromicina (estearato) 500 mg, por via oral; entretanto, essa gestante não será considerada adequadamente tratada para fins de transmissão fetal, sendo obrigatória a investigação e o tratamento adequado da criança logo após seu nascimento. O uso de tetraciclina, doxiciclina e estolato de eritromicina é contra-indicado na gestação. EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS: em busca realizada na literatura científica, foi encontrada uma série de casos que avaliou a eficácia da ceftriaxona em 11 mulheres grávidas com sífilis primária ou secundária. Após 3 meses de tratamento, os títulos séricos de anticorpos não treponêmicos das gestantes diminuíram 4 vezes e não aumentaram em 24 meses de seguimento, chegando a negativar em 10 casos. Não houve manifestações de sífilis congênita em nenhum dos bebês ao nascimento e os testes para sífílis realizados nos bebês foram negativos logo após o nascimento ou 6 meses depois. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A ceftriaxona é uma opção de tratamento de gestantes com sífilis e que não podem ser utilizar o tratamento de primeira escolha com penicilina. A substituição da ceftriaxona de 250mg, pela apresentação de 500mg, para o tratamento de gestantes com sífilis e com alergia confirmada à penicilina, atinge uma economia de 73%. DELIBERAÇÃO FINAL: Os membros da CONITEC presentes na reunião do plenário do dia 02/04/2015 deliberaram, por unanimidade, recomendar a incorporação da ceftriaxona 500mg injetável para tratamento da sífilis em gestantes com alergia confirmada à penicilina. DECISÃO: PORTARIA Nº 57, de 1 de outubro de 2015 - Torna pública a decisão de incorporar a ceftriaxona 500mg injetável para o tratamento de sífilis, conforme normas técnicas definidas pelo Ministério da Saúde, no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS.
Descritores: Penicilinas/efeitos adversos
Ceftriaxona/administração & dosagem
Sífilis/tratamento farmacológico
-Sistema Único de Saúde
Brasil
Injeções Intradérmicas
Análise Custo-Benefício/economia
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Relatório Técnico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 634 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1149828
Autor: Cassiani-Miranda, Carlos Arturo; Chen, Xueyi.
Título: Trastorno neurocognitivo debido a neurosífilis: informe de un caso / Neurocognitive disorder due to neurosyphilis: a case report
Fonte: Rev. colomb. psiquiatr;49(3):202-207, jul.-set. 2020. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN Introducción: La neurosífilis es una enfermedad infecciosa crónica ocasionada por Treponema pallidum y puede producir una gran variedad de signos y síntomas neuropsiquiátricos, lo que complica su diagnóstico. Descripción del caso: Se presenta el caso de un paciente de 40 años que consultó al servicio de urgencias por una convulsión de novo, junto con un cuadro crónico de deterioro cognitivo y psicosis. Se le realizaron los estudios pertinentes para el diagnóstico de neurosífilis y se inició el tratamiento recomendado. El paciente presentó mejoría clínica y fue dado de alta. Discusión: Con resultados de serología VDRL positivos y hallazgos imagenológicos de atrofia cortical marcada, se consideró una neurosífilis parenquimatosa de tipo tardío, junto con franco deterioro cognoscitivo y psicosis. Se le dejó tratamiento con penicilina cristalina, que disminuyó la intensidad de los síntomas del paciente; sin embargo, el poco interés de este en asistir a sus controles disminuye sus probabilidades de una recuperación adecuada. Conclusiones: La neurosífilis se debe sospechar en pacientes con síntomas neurológicos o psiquiátricos clínicamente evidentes. El análisis de la serología de VDRL y los estudios de neuroimagen son importantes como evaluación inicial del paciente, que debe complementarse con pruebas cognitivas o examen mental para determinar el estado de deterioro cognitivo.

ABSTRACT Introduction: Neurosyphilis is a chronic infectious disease caused by Treponema pallidum that can cause a great variety of neuropsychiatric signs and symptoms, which complicates its diagnosis. Case description: This case occurred in a 40-year-old man who consulted the Emergency Department because of a convulsion (de novo) which was related to a chronic condition of cognitive impairment and psychosis. The appropriate studies were performed for the diagnosis of neurosyphilis and the recommended treatment was initiated. The patient presented clinical improvement and was discharged. Discussion: Positive VDRL serology results and imaging findings of marked cortical atrophy conducted to consider a late-stage parenchymatous neurosyphilis with serious cognitive impairment and associated psychosis. Treatment with crystalline penicillin was formulated, which reduced the intensity of the patient's symptoms; however, the patient's lack of interest to attend the check-ups significantly reduces his chances of an adequate recovery. Conclusions: Neurosyphilis must be suspected in patients with clinically evident neurological or psychiatric symptoms. Analysis of VDRL serology and neuroimaging studies are important as an initial evaluation of the patient and must be complemented with cognitive tests or mental examination to determine the state of cognitive impairment.
Descritores: Disfunção Cognitiva
Neurossífilis
-Penicilinas
Transtornos Psicóticos
Treponema pallidum
Doenças Transmissíveis
Transtornos Neurocognitivos
Emergências
Neuroimagem
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CO78 - Asociación Colombiana de Psiquiatría


  7 / 634 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1159972
Autor: Martínez Meyer, C. A; Ottonello, M; Scavuzzo, F. C; Galan, H; Cedrato, A. E; Vaccaro, J; Albores, J. M.
Título: Asociación de dicloxacilina y hetacilina en pediatría. Valoración clínica, bacteriológica y de tolerancia hemática, hepática y renal en 80 niños / [Combination of dicloxacillin and hetacillin in pediatrics. Clinical and bacteriological evaluation, and blood, hepatic and renal tolerance in 80 children]
Fonte: Arch. argent. pediatr;69(9):336-339, 1971 Nov. tab.
Idioma: es.
Descritores: Oxazóis/uso terapêutico
Penicilinas/uso terapêutico
Infecções Respiratórias/tratamento farmacológico
Rim/efeitos dos fármacos
Leucócitos/efeitos dos fármacos
Fígado/efeitos dos fármacos
-Administração Oral
Dicloxacilina/uso terapêutico
Estudos de Avaliação como Assunto
Imidazóis/efeitos adversos
Imidazóis/uso terapêutico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  8 / 634 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1224066
Autor: Roehrs, Mariana Parcianello; Silveira, Sheila Koettker; Gonçalves, Heloísa Helena Rengel; Sguario, Rodrigo Mantovani.
Título: Sífilis materna no Sul do Brasil: epidemiologia e estratégias para melhorar / Maternal syphilis in Southern Brazil: epidemiology and improvement strategies
Fonte: Femina;49(2):102-108, 20210228. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Este estudo teve como principal objetivo estimar a prevalência de sífilis gestacional e fatores associados à infecção em uma Maternidade no Sul do Brasil no ano de 2018. Métodos: Trata-se de estudo descritivo, transversal, retrospectivo, no qual foram avaliados os testes rápidos para sífilis de todas as gestantes internadas para atenção ao parto ou ao abortamento na Maternidade Carmela Dutra no ano de 2018. Nos casos confirmados de sífilis, foram obtidos dados epidemiológicos, adequação do tratamento, coinfecção pelo HIV e resultados gestacionais. Resultados: Entre os prontuários analisados, 161 (3,6%) foram considerados casos de sífilis materna. A média de idade das gestantes foi de 27,98 (±6,65), 54 (33,5%) eram primigestas, 114 (70,8%) se declararam brancas, 125 (77,5%) estavam em uma união estável e 85 (52,7%) tinham escolaridade até o ensino médio. Quanto ao tratamento, 71 (44%) trataram de maneira adequada e 90 (56%), de maneira inadequada, e 44 (27,3%) delas realizaram o diagnóstico apenas no momento da internação hospitalar. Entre as pacientes que realizaram tratamento inadequado de sífilis, 28 (53,4%) apresentaram títulos iguais ou superiores a 1:8. Entre as pacientes que realizaram teste rápido para HIV na internação, 5 (3,7%) apresentaram coinfecção com a doença. Com relação ao tratamento dos parceiros no pré-natal, 11,8% não realizaram nenhum tipo de tratamento, porém em 66 (41%) prontuários não constava essa informação. Com relação ao desfecho neonatal, 5 (7,4%) pacientes com tratamento inadequado para sífilis tiveram parto prematuro, 5 (7,4%) recém- -nascidos foram de baixo peso e 22 (24,5%) pacientes apresentaram abortamento da gestação. Conclusão: A alta taxa de tratamentos inadequados sugere falhas na assistência pré-natal e indica serem necessárias novas estratégias para reduzir a transmissão de sífilis na gestação.(AU)

Objective: The aim of this study is to estimate the prevalence of maternal syphilis and factors associated with the infection in Carmela Dutra Maternity in 2018. Methods: This is a descriptive, cross-sectional and retrospective study. All of the syphilis rapid- tests on pregnant women admitted for childbirth or miscarriage assistance at Carmela Dutra Maternity in 2018 were avaluated. In the cases of confirmed syphilis infection, the variables were epidemiological data, adequacy of treatment, HIV coinfection and gestational outcomes. Results: Out of all the medical records analyzed, 161 (3.6%) were considered maternal syphilis (MS). The average age of the pregnant women was 27.98 (± 6.65), 54 (33.5%) were primigestae, 114 (70.8%) declared themselves white, 125 (77.5%) were in a stable relationship and 85 (52.7%) had a high school education. Regarding treatment, 71 (44%) were treated adequately and 90 (56%) inadequately. Forty-four (27.3%) were diagnosed only at the time of hospitalization. Amongst patients who had inadequate syphilis treatment, 28 (53.4%) had titers equal to or greater than 1:8. Amongst patients who underwent rapid HIV testing during hospitalization, 5 (3.7%) had HIV coinfection. Regarding the partners treatment during prenatal, 11.8% did not receive any treatment, but 66 (41%) of the medical records did not contain this information. Regarding neonatal outcome, 5 (7.4%) of patients with inadequate treatment for syphilis had premature birth, 5 (7.4%) of newborns were underweight and 22 (24.5%) had miscarriages. Conclusion: The high rate of inadequate treatment suggests failure in prenatal care and indicates that new strategies are necessary to reduce syphilis transmission during pregnancy.(AU)
Descritores: Complicações na Gravidez/epidemiologia
Sífilis/diagnóstico
Sífilis/epidemiologia
-Penicilinas/uso terapêutico
Cuidado Pré-Natal/estatística & dados numéricos
Brasil/epidemiologia
Sífilis/tratamento farmacológico
Registros Médicos
Estudos Transversais
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A


  9 / 634 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-897043
Autor: Paulo, Catarina Oliveira; Jordão, Sofia; Correia-Pinto, João; Ferreira, Fernando; Neves, Isabel.
Título: Actinomycosis, a lurking threat: a report of 11 cases and literature review
Fonte: Rev. Soc. Bras. Med. Trop;51(1):7-13, Jan.-Feb. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Actinomycosis remains characteristically uncommon, but is still an important cause of morbidity. Its clinical presentation is usually indolent and chronic as slow growing masses that can evolve into fistulae, and for that reason are frequently underdiagnosed. Actinomyces spp is often disregarded clinically and is classified as a colonizing microorganism. In this review of literature, we concomitantly present 11 cases of actinomycosis with different localizations, diagnosed at a tertiary hospital between 2009 and 2016. We outline the findings of at least one factor of immunosuppression in > 90% of the reported cases.
Descritores: Penicilinas/administração & dosagem
Actinomicose/tratamento farmacológico
Imunossupressão
Amoxicilina/administração & dosagem
Antibacterianos/administração & dosagem
-Actinomicose/diagnóstico
Actinomicose/patologia
Resultado do Tratamento
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 634 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-569779
Autor: Verna, Melina.
Título: ¿Cómo debe tratarse a las mujeres embarazadas con diagnóstico de sífilis y alergia a la penicilina? / How do pregnant women with syphilis and penicillin allergy should be treated?
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;11(6):190-191, nov.-dic. 2008.
Idioma: es.
Resumo: Se presenta un caso clínico de una paciente embarazada con diagnóstico presuntivo de sífilis en el rastreo y alergia confirmada a la peniciclina. Se construye la pregunta que generó el caso, se diseña una estrategia de búsqueda, y se analizan las dos citas más pertinentes para responderla. Se repasa brevemente el tema de sífilis y embarazo.
Descritores: Ceftriaxona/uso terapêutico
Complicações na Gravidez/diagnóstico
Complicações na Gravidez/terapia
Hipersensibilidade
Penicilinas
Penicilinas/efeitos adversos
Sífilis
Sífilis Congênita/prevenção & controle
-Hipersensibilidade a Drogas/complicações
Hipersensibilidade a Drogas/terapia
Gestantes
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central



página 1 de 64 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde