Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.065.884.438 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 11 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 11 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-828130
Autor: Ucciferri, Claudio; Falasca, Katia; Vignale, Francesca; Di Nicola, Marta; Vecchiet, Jacopo.
Título: Long term effect of switching to darunavir/ritonavir in HIV infected patients previously on protease inhibitor therapy
Fonte: Braz. j. infect. dis;20(4):401-402, July-Aug. 2016. graf.
Idioma: en.
Descritores: Infecções por HIV/tratamento farmacológico
Inibidores da Protease de HIV/administração & dosagem
Ritonavir/administração & dosagem
Síndrome de Lipodistrofia Associada ao HIV/induzido quimicamente
Darunavir/administração & dosagem
-Triglicerídeos/sangue
Estudos Prospectivos
Inibidores da Protease de HIV/efeitos adversos
Ritonavir/efeitos adversos
Síndrome de Lipodistrofia Associada ao HIV/sangue
Substituição de Medicamentos
Darunavir/efeitos adversos
LDL-Colesterol/sangue
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888920
Autor: Vidal, José E; Santos, Ariane M R dos; Miranda, Érique J F Peixoto de; Segurado, Aluísio C.
Título: Long-term virologic and immunologic responses on darunavir/ritonavir - containing regimens among highly antiretroviral therapy-experienced patients: 7-year follow-up of a prospective cohort study in São Paulo, Brazil
Fonte: Braz. j. infect. dis;21(6):680-681, Nov.-Dec. 2017. graf.
Idioma: en.
Descritores: Infecções por HIV/tratamento farmacológico
Inibidores da Protease de HIV/uso terapêutico
Ritonavir/uso terapêutico
Darunavir/uso terapêutico
-Brasil
Infecções por HIV/imunologia
Infecções por HIV/virologia
Estudos Prospectivos
Seguimentos
Terapia de Salvação
Contagem de Linfócito CD4
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1097392
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde.
Título: Informe diário de evidências COVID-19: busca realizada em 14 de maio de 2020 / COVID-19 daily evidence report: search conducted on May 14, 2020.
Fonte: Brasília; s.n; 14 maio 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Essa é uma produção do Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit) da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE) do Ministério da Saúde (Decit/SCTIE/MS), que tem como missão promover a ciência e tecnologia e o uso de evidências científicas para a tomada de decisão do SUS, tendo como principal atribuição o incentivo ao desenvolvimento de pesquisas em saúde no Brasil, de modo a direcionar os investimentos realizados em pesquisa pelo Governo Federal às necessidades de saúde pública. Informar sobre as principais evidências científicas descritas na literatura internacional sobre tratamento farmacológico para a COVID-19. Além de resumir cada estudo identificado, o informe apresenta também uma avaliação da qualidade metodológica e a quantidade de artigos publicados, de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, entre outros). Foram encontrados 15 artigos.
Descritores: Pneumonia Viral/tratamento farmacológico
Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico
Progressão da Doença
Betacoronavirus/efeitos dos fármacos
-Primaquina/uso terapêutico
Ivermectina/uso terapêutico
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico
Vacina BCG/administração & dosagem
Oxigenação por Membrana Extracorpórea/instrumentação
Cloroquina/uso terapêutico
Azitromicina/uso terapêutico
Ritonavir/uso terapêutico
Losartan/uso terapêutico
Terapia Antirretroviral de Alta Atividade/instrumentação
Combinação de Medicamentos
Oseltamivir/uso terapêutico
Lopinavir/uso terapêutico
Darunavir/uso terapêutico
Telmisartan/uso terapêutico
Hidroxicloroquina/uso terapêutico
Anticoagulantes/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1117674
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde.
Título: Informe diário de evidências COVID-19: busca realizada em 15 de julho de 2020 / COVID-19 daily evidence report: search conducted on July 15, 2020.
Fonte: Brasília; s.n; 15 jul.2020.
Idioma: pt.
Resumo: O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 14 artigos e 6 protocolos.
Descritores: Pneumonia Viral/tratamento farmacológico
Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico
Betacoronavirus/efeitos dos fármacos
-Sistema Renina-Angiotensina
Avaliação da Tecnologia Biomédica
Omeprazol/uso terapêutico
Dexametasona/uso terapêutico
Oxigenação por Membrana Extracorpórea/instrumentação
Efeito de Coortes
Enoxaparina/uso terapêutico
Peptidil Dipeptidase A/uso terapêutico
Ritonavir/uso terapêutico
Proteína Antagonista do Receptor de Interleucina 1/uso terapêutico
Lopinavir/uso terapêutico
Fibrinolíticos/uso terapêutico
Esomeprazol/uso terapêutico
Darunavir/uso terapêutico
Rituximab/uso terapêutico
Pantoprazol/uso terapêutico
Hidroxicloroquina/uso terapêutico
Anticoagulantes/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Estudo de Avaliação
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1117678
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde.
Título: Informe diário de evidências COVID-19: busca realizada em 17 de julho de 2020 / COVID-19 daily evidence report: search conducted on July 17, 2020.
Fonte: Brasília; s.n; 17 jul. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 14 artigos e 13 protocolos.
Descritores: Pneumonia Viral/tratamento farmacológico
Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico
Betacoronavirus/efeitos dos fármacos
-Ribavirina/uso terapêutico
Avaliação da Tecnologia Biomédica
Dexametasona/uso terapêutico
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico
Vancomicina/uso terapêutico
Ganciclovir/uso terapêutico
Estudos de Coortes
Corticosteroides/uso terapêutico
Azitromicina/uso terapêutico
Ritonavir/uso terapêutico
Oseltamivir/uso terapêutico
Antagonistas de Receptores Adrenérgicos beta 1/uso terapêutico
Lopinavir/uso terapêutico
Linezolida/uso terapêutico
Darunavir/uso terapêutico
Cobicistat/uso terapêutico
Interferon beta-1a/uso terapêutico
Adalimumab/uso terapêutico
Abatacepte/uso terapêutico
Etanercepte/uso terapêutico
Cefepima/uso terapêutico
Meropeném/uso terapêutico
Hidroxicloroquina/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Estudo de Avaliação
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1117682
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde.
Título: Informe diário de evidências COVID-19: busca realizada em 23 de julho de 2020 / COVID-19 daily evidence report: search conducted on July 23, 2020.
Fonte: Brasília; S.N; 23 jul. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 21 artigos e 8 protocolos.
Descritores: Pneumonia Viral/tratamento farmacológico
Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico
-Esteroides/uso terapêutico
Avaliação da Tecnologia Biomédica
Vacina BCG/uso terapêutico
Heparina/uso terapêutico
Almitrina/uso terapêutico
Estudos de Coortes
Corticosteroides/uso terapêutico
Enoxaparina/uso terapêutico
Azitromicina/uso terapêutico
Inibidores de Hidroximetilglutaril-CoA Redutases/uso terapêutico
Darunavir/uso terapêutico
Betacoronavirus/efeitos dos fármacos
Ipilimumab/uso terapêutico
Fondaparinux/uso terapêutico
Nivolumabe/uso terapêutico
Antagonistas dos Receptores Histamínicos/uso terapêutico
Hidroxicloroquina/uso terapêutico
Anticoagulantes/uso terapêutico
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Estudo de Avaliação
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1117704
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde.
Título: Informe diário de evidências COVID-19: busca realizada em 24 de julho de 2020 / COVID-19 daily evidence report: search conducted on July 24, 2020.
Fonte: Brasília; s.n; 24 jul. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 21 artigos e 15 protocolos.
Descritores: Pneumonia Viral/tratamento farmacológico
Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico
Betacoronavirus/efeitos dos fármacos
-Avaliação da Tecnologia Biomédica
Imunoglobulinas/uso terapêutico
Metilprednisolona/uso terapêutico
Vacinas/uso terapêutico
Heparina/uso terapêutico
Estudos de Coortes
Azitromicina/uso terapêutico
Heparina de Baixo Peso Molecular/uso terapêutico
Ritonavir/uso terapêutico
Combinação de Medicamentos
Proteína Antagonista do Receptor de Interleucina 1/uso terapêutico
Células-Tronco Mesenquimais
Darunavir/uso terapêutico
Adalimumab/uso terapêutico
Rituximab/uso terapêutico
Infliximab/uso terapêutico
Clopidogrel/uso terapêutico
Ticagrelor/uso terapêutico
Hidroxicloroquina/uso terapêutico
Anticoagulantes/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Estudo de Avaliação
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1117974
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde.
Título: Informe diário de evidências COVID-19: busca referente aos dias 8, 9 e 10 de agosto de 2020 / COVID-19 daily evidence report: search for August 8, 9 and 10, 2020.
Fonte: Brasília; s.n; 8 ago. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: O Informe Diário de Evidências é uma produção do Ministério da Saúde que tem como objetivo acompanhar diariamente as publicações científicas sobre tratamento farmacológico e vacinas para a COVID-19. Dessa forma, são realizadas buscas estruturadas em bases de dados biomédicas, referentes ao dia anterior desse informe. Não são incluídos estudos pré-clínicos (in vitro, in vivo, in silico). A frequência dos estudos é demonstrada de acordo com a sua classificação metodológica (revisões sistemáticas, ensaios clínicos randomizados, coortes, entre outros). Para cada estudo é apresentado um resumo com avaliação da qualidade metodológica. Essa avaliação tem por finalidade identificar o grau de certeza/confiança ou o risco de viés de cada estudo. Para tal, são utilizadas ferramentas já validadas e consagradas na literatura científica, na área de saúde baseada em evidências. Cabe ressaltar que o documento tem caráter informativo e não representa uma recomendação oficial do Ministério da Saúde sobre a temática. Foram encontrados 16 artigos e 4 protocolos.
Descritores: Pneumonia Viral/tratamento farmacológico
Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico
Betacoronavirus/efeitos dos fármacos
-Ozônio/uso terapêutico
Avaliação da Tecnologia Biomédica
Imunoglobulinas/uso terapêutico
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina/uso terapêutico
Vacina BCG/uso terapêutico
Estudos Transversais
Estudos de Coortes
Corticosteroides/uso terapêutico
Ritonavir/uso terapêutico
Combinação de Medicamentos
Proteína Antagonista do Receptor de Interleucina 1/uso terapêutico
Células-Tronco Mesenquimais
Lopinavir/uso terapêutico
Darunavir/uso terapêutico
Hidroxicloroquina/uso terapêutico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Estudo de Avaliação
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 11 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1104209
Autor: Centro Nacional de Excelencia Tecnológica en Salud.
Título: Perspectivas de tratamiento para COVID-19 (en progreso) / Treatment prospects for COVID-19 (in progress).
Fonte: Ciudad de México; CENETEC; 19 jun. 2020.
Idioma: es.
Resumo: CONTEXTO: Debido a la contingencia por COVID-19 provocada por el nuevo coronavirus, SARS-CoV-2, en la actualidad hay una intensa investigación de alternativas terapéuticas que sean seguras y eficaces. (Hay registrados 2208 protocolos de estudios en ClinicalTrials.gov1). Con el propósito de conocer el panorama terapéutico actual contra COVID-19, se realizó una búsqueda exhaustiva de las alternativas que han demostrado cierta eficacia en esta infección, concluyendo que los estudios que se han realizado tienen limitaciones metodológicas. Se trata de estudios no controlados, con alta probabilidad de sesgos que comprometen la validez interna y externa, consideran evidencia indirecta o la experiencia de expertos ante esa emergencia sanitaria, por lo que toda recomendación derivada de estos documentos debe de tomarse con extrema cautela. El uso de esas alternativas debe considerar los riesgos y los beneficios en casos individuales, en una decisión compartida entre médicos, pacientes y familiares ya que la mayoría de la evidencia se considera de baja o muy baja calidad. A la fecha no existe tratamiento específico en contra de este virus. BÚSQUEDA REALIZADA: Inmunoglobulinas intravenosas: Las inmunoglobulinas intravenosas (IgIV) es un grupo de IgG obtenido de donantes sanos, expuestos a enfermedades infecciosas endémicas, vacunas y microorganismos ubicuos que participan en la producción de anticuerpos IgG contra diferentes microorganismos y sus productos. El uso de inmunoglobulina intravenosa se ha
Descritores: Pneumonia Viral/tratamento farmacológico
Ribavirina/uso terapêutico
Timosina/uso terapêutico
Ivermectina/uso terapêutico
Dexametasona/uso terapêutico
Cloroquina/uso terapêutico
Imunoglobulinas Intravenosas/uso terapêutico
Infecções por Coronavirus/tratamento farmacológico
Ritonavir/uso terapêutico
Lopinavir/uso terapêutico
Darunavir/uso terapêutico
Cobicistat/uso terapêutico
Sofosbuvir/uso terapêutico
Hidroxicloroquina/uso terapêutico
-Avaliação da Tecnologia Biomédica
Avaliação em Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 11 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-875054
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS.
Título: Darunavir de 600mg comprimidos revestidos como terapia antirretroviral para adultos infectados pelo HIV/Aids / Darunavir 600mg coated tablets as antiretroviral therapy for adults infected with HIV / AIDS.
Fonte: Brasília; CONITEC; 2015. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: DADOS EPIDEMIOLÓGICOS E DE UTILIZAÇÃO DO MEDICAMENTO: Do início da epidemia, em 1980, até junho de 2013, o Brasil registrou 686.478 casos de AIDS. Em 2012 foram notificados 39.185 novos casos dessa síndrome e a taxa de incidência foi de 20,2 casos por 100 mil habitantes (Brasil, 2013). Apesar dos avanços na Terapia Antirretroviral (TARV), muitas pessoas vivendo com HIV/AIDS (PVHA) ainda apresentam falha terapêutica, causada principalmente por baixa adesão ao tratamento, terapias com potência virológica insuficiente, resistência viral e fatores farmacológicos tais como interação medicamentosa, eventos adversos e inadequações posológicas. Visando superar a falha terapêutica, podem ser realizadas modificações na TARV. Essa estratégia é conhecida como terapia de resgate (Brasil, 2013). O Darunavir (DRV), utilizado na terapia de resgate, é um medicamento de terceira linha pertencente à classe dos inibidores de protease (IP) com alta afinidade pela HIV-1 protease. Se comparado a outros IP, o DRV apresenta potência antiviral elevada, inclusive frente a cepas de HIV-1 multidrogas-resistentes. É uma droga bem tolerada e seus efeitos adversos são semelhantes aos provocados por esquemas de IP com incremento pelo Ritonavir (RTV). Atualmente, o Protocolo Clinico e Diretriz Terapêutica (PCDT) recomenda a administração de 600 mg de DRV, associado a 100 mg de RTV, a cada 12 horas, preferencialmente com alimentos, devendo ser incluído no esquema antirretroviral somente na ausência de outro IP/r com atividade plena. Apesar disso, a apresentação adquirida pelo Ministério da Saúde para o tratamento de pacientes adultos é de comprimidos de 300 mg, sendo necessário ingerir dois comprimidos para atingir a posologia recomendada (Brasil, 2008; Brasil, 2014). Pela comprovada eficácia como medicamento de resgate de terceira linha e por seu alto custo, o DRV está sendo considerado pelo Comitê Assessor para Terapia Antirretroviral em Adultos Infectados pelo HIV/Aids como uma droga reservada para casos de multirresistência. É essencial evitar a monoterapia funcional, isto é, seu uso sem acompanhamento de outra droga ativa. Foram, portanto, definidos critérios que devem orientar seu uso (Brasil, 2013). Atualmente, cerca de 7000 pacientes utilizam Darunavir 300mg em seu esquema de tratamento antirretroviral. CONSIDERAÇÕES TÉCNICAS: O Darunavir vem sendo disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde desde 2008 para uso exclusivo na terapia de resgate em terceira linha. De acordo com o PCDT, a utilização de medicamento de terceira linha está restrita a pacientes que tenham falha virológica confirmada, teste de genotipagem realizado no máximo há 12 meses e resistência a pelo menos um antirretroviral das classes: Inibidores da Transcriptase Reversa Análogos Nucleosídeos, Inibidores da Transcriptase Reversa Não-Análogos de Nucleosídeos e Inibidores de Protease. Atualmente a maior dosagem padronizada de DRV na Rename é o comprimido de 300 mg. A recomendação posológica para o paciente adulto é de 2 comprimidos a cada 12 horas, perfazendo os 600 mg recomendados em cada administração. Portanto, a inclusão do DRV 600 mg representa a substituição do uso de dois comprimidos de DRV 300 mg por paciente adulto. A incorporação da apresentação Darunavir 600mg tem como principal vantagem permitir que o paciente reduza pela metade o número de comprimidos tomados diariamente em combinação com outros antirretrovirais que compõem seu regime terapêutico. CONCLUSÃO: solicita-se a inclusão da apresentação do Darunavir 600mg comprimido revestido por representar os seguintes ganhos aos cuidados/serviços de saúde: 1. Melhor comodidade posológica dos usuários de Darunavir, favorecendo a adesão à terapia; 2. Ausência de impacto financeiro e potencial redução de custos referentes a armazenamento e distribuição de medicamentos; 3. Otimização das atividades de Assistência Farmacêutica em todos os níveis federativos. DECISÃO: PORTARIA Nº 6, de 16 de março de 2015 - Torna pública a decisão de incorporar o medicamento darunavir de 600mg, comprimidos revestidos, como terapia antirretroviral para adultos infectados pelo HIV/Aids no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS.
Descritores: Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/tratamento farmacológico
Antirretrovirais
Darunavir/administração & dosagem
HIV/efeitos dos fármacos
Avaliação da Tecnologia Biomédica
-Brasil
Sistema Único de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde