Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.092.211.111 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 204 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 21 ir para página                         

  1 / 204 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1079502
Autor: Abdalla, Luiz Antonio.
Título: Efeitos da vitamina E sobre o fluxo coronário endotélio-dependente em cães hipercolesterolêmicos / Effects of vitamin E on endothelium-dependent coronary flow in hypercholesterolemic dogs.
Fonte: São Paulo; s.n; 2002. 65 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Foram estudados os efeitos da vitamina E sobre o fluxo coronário endotélio-dependente em cães hipercolesterolêmicos. A pesquisa foi realizada em 21 cães machos adultos, pesando em média 7,4 +- 1,0 kg, que foram divididos em três grupos: controle, hipercolesterolêmico e vitamina E. Os animais do grupo hipercolesterolêmico foram alimentados com uma dieta rica em colesterol (5% g/g) e óleo de coco (10% g/g) por 40 dias...
Descritores: Acetilcolina
Colesterol
Endotélio
Vasos Coronários
Responsável: BR79.1 - CIC - Centro de Informação Cardiovascular Mendonça de Barros
BR79.1; T WG300, Ab31e, 2002


  2 / 204 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1068993
Autor: Abdalla, Luiz Antônio.
Título: Efeitos da Vitamina E sobre o Fluxo Coronário Endotélio-Dependente em Cães Hipercolesterolêmicos / Effects of Vitamin E on Endothelium-Dependent Coronary Flow in Hypercholesterolemic Dogs.
Fonte: Campinas; s.n; 2001. 64 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Foram estudados os efeitos da vitamina E sobre o fluxo coronário endotélio-dependente em cães hipercolesterolêmicos. A pesquisa foi realizada em 21 cães machos adultos, pesando em média 7,4 ± 1,0 kg, que foram divididos em três grupos: controle, hipercolesterolêmico e vitamina E. Os animais do grupo hipercolesterolêmico foram alimentados com uma dieta rica em colesterol (5% g/g) e óleo de coco (10% g/g) por 40 dias. O grupo vitamina E recebeu a mesma dieta, acrescida de 400 UI de vitamina E, durante os últimos 15 dias do experimento. Os níveis de colesterol total sérico foram avaliados no começo e no final do estudo, por meio de kits enzimáticos e espectrofotômetro Beckman 700. O fluxo coronário foi medido por um fluxômetro eletromagnético (Caroline Instruments, Inc.), usando-se um probe, posicionado na artéria coronária descendente anterior esquerda, próximo ao óstio. Uma agulha, conectada a uma bomba de infusão, foi introduzida na artéria coronária para administração de acetilcolina (ACH) e nitroprussiato de sódio (NPS), à velocidade de 5 µg/kg/min. A aorta foi canulada para medida da pressão arterial por intermédio de transdutor acoplado a polígrafo da marca Siemmens (Mingograph 804). Os teores de colesterol e malonodialdeído (MDA) foram, também, medidos em segmentos de vaso coronário. Após 40 dias, os níveis de colesterol sérico haviam aumentado em 203% no grupo hipercolesterolêmico e, em 198%, no grupo da vitamina E. Entretanto, essa diferença não foi significante (P > 0,05). A pressão sangüínea na aorta e a freqüência cardíaca permaneceram sem alteração, durante a administração de ACH. Contudo, a pressão sistólica e a diastólica diminuíram e a freqüência cardíaca aumentou durante a infusão de NPS. O teor de colesterol tecidual e MDA aumentaram, significativamente (P < 0,05), nas amostras de artéria coronária do grupo hipercolesterolêmico, comparativamente aos animais do grupo-controle. A vitamina E reduziu o colesterol tecidual e o MDA nos animais hipercolesterolêmicos (P < 0,05).
Descritores: Acetilcolina
Colesterol
Endotélio
Vasos Coronários
Limites: Cães
Responsável: BR79.1 - CIC - Centro de Informação Cardiovascular Mendonça de Barros
Br79.1; TWG300, Ab31e, 2001


  3 / 204 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-590931
Autor: Dall'Acqua, Eduardo de Lucca; Rossi, Bruno Garcia de; Couto, Thiago Baltruchaitis Mendes; Moreira, Haydeé Maria.
Título: Diagnóstico de intoxicação por organofosforados baseado em quadro clínico / Organophosphate intoxication diagnosis based on clinical present
Fonte: RBM rev. bras. med;68(5), maio 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Os organofosforados são compostos agrotóxicos, de ampla comercialização no Brasil, que inibem a enzima acetilcolinesterase, levando a sintomas muscarínicos e nicotínicos, além de possíveis manifestações do sistema nervoso central (SNC). Na rotina de atendimento em Toxicologia, preconiza-se a identificação do agente para tomada de medidas específicas. Contudo, em casos de intoxicações por organofosforados, a peculiaridade do quadro clínico pode ser suficiente para o diagnóstico correto.Apresentamos revisão bibliográfica e relato de caso como ilustração do quadro clínico e levantamento dos casos atendidos no Ceatox-79 (Centro de Atendimento Toxicológico de Marília/SP) no ano de 2007.No caso atendido foi possível realizar o diagnóstico com base no quadro clínico da paciente, que se iniciou com sinais inespecíficos e evoluiu com a apresentação de sinais nicotínicos, possibilitando a conduta adequada. As intoxicações por agrotóxicos, principalmente por anticolinesterásicos, como os organofosforados, apresentam alta incidência. Apesar disso, ainda é escassa a quantidade de referências bibliográficas sobre o assunto, que também não é enfatizado em níveis acadêmico e profissional.
Descritores: Acetilcolina/toxicidade
Compostos Organofosforados/envenenamento
Compostos Organofosforados/história
Compostos Organofosforados/toxicidade
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adolescente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  4 / 204 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-686617
Autor: Saidi, Hadjer; Adi-Bessalem, Sonia; Hammoudi-Triki, Djelila; Laraba-Djebari, Fatima.
Título: Effects of atropine and propranolol on lung inflammation in experimental envenomation: comparison of two buthidae venoms
Fonte: J. venom. anim. toxins incl. trop. dis;19:8-8, maio 2013. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Background: Previous works had shown that scorpion venom induced neurotransmitter elevation and an inflammatory response associated with various anatomo-pathological modifications. The most dangerous scorpions species in Algeria responsible for these effects are Androctonus australis hector (Aah) and Androctonus amoreuxi (Aam). Results: Comparison of the physiopathological effects induced by the two venoms showed differences in the kinetic of cytokine release and in lung injury. The lung edema was only observed in response to Aah venom and it was correlated with cell infiltration. In order to better understand the involved mechanism in inflammatory response, we used two antagonists, atropine (non-selective muscarinic antagonist) and propranolol (ß adrenergic antagonist), which lead to a decrease of cell infiltration but has no effect on edema forming. Conclusion: These results suggest another pathway in the development of lung injury following envenomation with Aam or Aah venom.(AU)
Descritores: Pneumonia/fisiopatologia
Atropina/farmacologia
Venenos de Escorpião/envenenamento
1-Propanol/farmacologia
-Venenos de Escorpião
Acetilcolina
Citocinas
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação


  5 / 204 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-612064
Autor: Santos, Gustavo Alves Andrade dos; Canineu, Paulo Renato; Gonçalves, Ivair Donizette; Pardi, Paulo Celso.
Título: Influence of Rivastigmine transdermal on butyrylcholinesterase levels in patients with Alzheimers disease / A influência da rivastigmina transdérmica nos níveis de butirilcolinesterase em pacientes com doença de Alzheimer
Fonte: Dement. neuropsychol;5(4), dez. 2011.
Idioma: en.
Resumo: Cholinesterase inhibitors (ChE-Is) are among the main drugs approved for the treatment of Alzheimer's disease (AD). Rivastigmine in the form of a transdermal patch is an alternative delivery method, and can give greater treatment compliance. Objectives: To conduct a preliminary assessment of the neurocognitive and biological effects of oral and transdermal Rivastigmine in patients with AD and to identify a potential biological marker and demonstrate a possible relationship between esterase levels and behavioral scores of AD patients. Methods: Forty patients with AD were treated with cholinesterase inhibitors (ChE-Is), evaluated using the MMSE and NPI, and simultaneously sampled to determine their serum levels of AChE and BuChE for 180 days. Results: The differences obtained between oral and transdermal forms, as assessed by the MMSE and NPI scores of the AD patients, were not significant at the three time points examined (0, 90, and 180 days). However, serum BuChE levels of the transdermal group differed significantly (p<0.0004) compared with those of the oral group at 90 days. Conclusion: Use of a transdermal ChE-I, rivastigmine tartrate significantly reduced BuChE levels in the AD patients studied.

Os inibidores das colinesterases estão entre as principais drogas aprovadas para tratamento da doença de Alzheimer (DA). Rivastigmina na forma de adesivo transdérmico é um método alternativo de liberação e pode fornecer uma maior aderância ao tratamento. Objetivos: Conduzir uma abordagem preliminar dos efeitos neurocognitivos e biológicos da rivastigmina oral e transdérmica em pacientes com DA e identificar um potencial marcador biológico e demonstrar uma possível relação entre níveis de esterases e escores de comportamento de pacientes com DA. Métodos: Quarenta pacientes com DA com inibidores de colinesterases foram avaliados usando o MEEM e o INP e colhidas amostras para determinar seus níveis séricos de AChE e BuChE por 180 dias. Resultados: As diferenças obtidas entre as formas oral e transdérmica, avaliadas pelo MEEM e INP não diferiram em três ocasiões (0, 90 e 180 dias). Todavia, os níveis de BuChE no grupo transdérmico diferiu significativamente (p<0.0004) comparados ao grupo de administração oral em 90 dias. Conclusão: O uso do tartarato de rivastigmina, forma transdérmica reduziu significativamente os níveis de BuChE nos pacientes estudados com DA.
Descritores: Acetilcolina
Esterases
Doença de Alzheimer
Rivastigmina
Testes de Estado Mental e Demência
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  6 / 204 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-910098
Autor: Loro, Leonardo Bongiovani; Belli, André Jaeger de; Costa, Caroline Grandini; Hagemann, Fabiana; Bianchini, Talissa; Toneto, Marcelo Garcia; Guilhermano, Luiz Gustavo.
Título: História da neurotransmissão: um breve relato / History of neurotransmission: a brief report
Fonte: Acta méd. (Porto Alegre);39(1):23-35, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos: Descrever, de forma resumida, as principais descobertas históricas referentes a aquisiçao dos conhecimentos acerca da neurotransmissão. Métodos: Foi realizada busca de artigos nas bases de dados LILACS, Pubmed, Medline, Up to date e Medscape, durante o período de janeiro a maio de 2018, com o critério de atualidade como publicado nos últimos cinco anos, bem como foi revisada literatura consagrada em Neurologia. Resultados: A história da neurotransmissão evoluiu gradualmente a partir do século XIX e ao longo dos anos através dos esforços meticulosos de um grande número personalidades históricas. Seu desenvolvimento foi de extrema relevância para a evolução médica nos campos da neurofisiologia, da neurologia, da neuropsiquiatria, da psicofarmacologia e da anestesia. Conclusões: Encontramos marcos fundamentais na evolução da história da neurotransmissão e das estruturas da arquitetura neuronal nela implicadas, desde a descoberta do neurônio, do impulso elétrico, dos neurotransmissores e de mecanismos de transdução celular, bem como os cientistas que realizaram essas descobertas, elementos importantes para a compreensão da neurobiologia do cérebro.

Objectives: To describe, in a summary form, the main historical findings regarding the acquisition of knowledge about neurotransmission. Methods: A search of articles in the LILACS, Pubmed, Medline, Up to date and Medscape databases was performed, with the current criterion as published in the last five years, as well as literature review consecrated in Neurology. Results: The history of neurotransmission evolved gradually from the nineteenth century and over the years through the meticulous efforts of a large number of historical personalities, Its development was extremely relevant to medical developments in the fields of neurophysiology, neurology, neuropsychiatry, psychopharmacology and anesthesia. Conclusions: We found key milestones in the evolution of the history of neurotransmission and the neuronal architecture structures involved, from the discovery of the neuron, the electrical impulse, neurotransmitters and cellular transduction mechanisms, as well as the scientists who made these discoveries, important elements to understand the neurobiology of the brain.
Descritores: Transmissão Sináptica
-Acetilcolina
Neurônios
Sinapses
Responsável: BR1323.1 - Biblioteca Central Irmão José Otão


  7 / 204 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870940
Autor: Jeremias, Isabela Casagrande.
Título: Investigação das alterações imunológicas em camundongos submetidos ao modelo animal de sepse por ligação e perfuração cecal (CLP) com alterações cerebrais / Investigation of changes immunological in mice submitted to model animal of sepsis by cecal ligature and puncture (CLP) with brain injure.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. [127] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A sepse é caracterizada por um desequilíbrio entre a resposta pró- e anti-inflamatória às infecções. Um dos principais componentes da resposta do hospedeiro no choque séptico são as interações recíprocas entre o sistema imune e o sistema nervoso central, desta forma o objetivo deste estudo foi investigar o desenvolvimento de alterações neurológicas e sua associação com alterações imunológicas em fases iniciais e tardias após a sepse por ligação e perfuração cecal (CLP). Dividimos em três experimentos: agudo, crônico e efeito da ACh na evolução tardia da sepse. No experimento agudo utilizamos camundongos Balb/c, induzimos sepse por CLP em diferentes gravidades (leve, moderado e grave), 6 horas após o CLP foi realizado teste comportamental SHIRPA e logo após os animais foram sacrificados. No experimento crônico os camundongos Balb/c foram submetidos ao CLP leve, o SHIRPA foi realizado 6 horas e 15 dias após o CLP e os animais foram sacrificados 15 dias após o CLP. No experimento dos efeitos da ACh utilizamos camundongos Balb/c que receberam a droga donepezila (5 mg/kg/dia, oralmente) sete dias antes do CLP leve até o dia do sacrifício e os camundongos homozigotos mutantes VAChT KD também submetidos ao CLP leve. O teste comportamental SHIRPA foi realizado 6 horas após o CLP e os animais sacríficos 15 dias após o CLP. O plasma, o baço e o hipocampo foram removidos em todos os experimentos. Os níveis do S100? foram medidos no plasma. Os baços foram pesados, e por citometria de fluxo foi caracterizado os linfócitos (linfócitos T citotóxicos, linfócitos T auxiliares, linfócitos B, células T reguladoras e células Th17) e morte celular (Apoptose inicial, necrose e apoptose tardia). Os níveis de citocinas no baço, hipocampo e plasma foram determinados por ELISA. Nossos resultados mostram que no experimento agudo, 6 horas após o CLP a encefalopatia é diferente dependendo da gravidade da sepse, e o perfil de linfócitos no baço não é alterado por nenhuma gravidade da...

Sepsis is characterized by an imbalance between pro- and anti-inflammatory responses to infection. One of the main components of the host response in septic shock are the reciprocal interactions between the immune system and the central nervous system, so the aim of this study was to investigate the development of neurological disorders and their association with immunological changes in early and late stages after sepsis by cecal ligation and puncture (CLP). We divided in three experiments: acute, chronic and chronic ACh. In acute experiment we use Balb/c mice, induce sepsis by CLP in different severities (mild, moderate and severe), 6 hours after CLP was conducted behavioral test SHIRPA and after the animals were sacrificed. In the chronic experiment Balb/c mice were subjected to CLP mild, the SHIRPA was performed 6 hours and 15 days after CLP, and animals were sacrificed 15 days after CLP. In chronic ACh experiment use Balb/c mice that received the drug Donepezil (5 mg/kg/day, orally) seven days before the CLP mild until the day of sacrifice and use too mice homozygous mutants KD VAChT also submitted to CLP mild. The SHIRPA behavioral test was performed 6 hours after CLP and the animals were sacrificed 15 days after CLP. The plasma, spleen and hippocampus were removed in all experiments. The levels of S100? were measured in plasma. The spleens were weighed, and flow cytometry was characterized lymphocytes (cytotoxic T lymphocytes, helper T lymphocytes, B lymphocytes, regulatory T cells and Th17 cells) and cell death (apoptosis initial, necrosis and DNA fragmentation). Cytokine levels in the spleen, hippocampus and plasma were determined by ELISA. Our results show that in the acute experiment, 6 hours after CLP encephalopathy is different depending on the severity of sepsis, since the profile of the spleen lymphocytes is not changed by any severity of sepsis. However, the spleen cell activation was shown in this study by variations in the quantity of...
Descritores: Acetilcolina
Inflamação
Linfócitos
Sepse
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  8 / 204 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870883
Autor: Pinheiro, Nathalia Montouro.
Título: Efeito da redução da função colinérgica na mecânica pulmonar e na histopatologia pulmonar em modelo experimental de inflamação aguda induzida por instilação de LPS em camundongos geneticamente modificados / Cholinergic function reduction effect of pulmonary mechanics and pulmonary histopathology acute inflammation model of experimental induced by LPS in mice genetically modified.
Fonte: São Paulo; s.n; 2016. [137] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A lesão pulmonar aguda (LPA) é caracterizada por inflamação pulmonar de início súbito com recrutamento de polimorfonucleares e liberação de mediadores próinflamatórios. É uma condição grave que evolui com óbito em aproximadamente 40% dos casos. Diversos estudos que elucidaram a fisiopatologia da LPA, o tratamento ainda é insatisfatório. O sistema colinérgico anti-inflamatório foi descrito no pulmão e está relacionado a um reflexo via nervo vago que inibe a liberação de citocinas inflamatórias por efeitos relacionados a ação da acetilcolina em receptores nicotínicos. Nossa hipótese é de que a redução de VAChT, que está relacionada ao déficit na liberação de ACh, module a resposta inflamatória pulmonar em modelo de LPS. Objetivo: 1. Avaliar se a deficiência de VAChT modula a resposta pulmonar em animais geneticamente modificados; 2. Avaliar se a deficiência colinérgica induzida por redução de VAChT está envolvida na resposta pulmonar ao LPS e elucidar alguns mecanismos envolvidos; 3. Avaliar o potencial terapêutico do PNU, um agonista de alfa7nAChR nas alterações funcionais e histopatológicas em modelo de LPA em animais C57Bl6. Metodologia: Foram utilizados camundongos machos geneticamente modificados mutante (VAChT KDHOM) ou selvagem (WT) e C57BL/6. Inicialmente avaliamos a função pulmonar e a histopatologia pulmonar em animais VAChT KDHOM. Após, animais WT e VAChT KDHOM receberam instilação intranasal de LPS ou salina e a resposta inflamatória foi avaliada de 1,5h até 72 horas após. Ainda, foi avaliado a resposta pulmonar em VAChT KDHOM e WT após a instilação de LPS intraperitoneal. Por fim, animais C57BL/6 instilados com LPS intranasal, receberam tratamento prévio ou após com PNU, agonista do receptor nicotínico alfa7. Resultados: Animais mutante apresentaram maior quantidade de células recuperadas no lavado bronco alveolar (LBA) e aumento de citocinas próinflamatórias, aumento de edema peribrônquico e piora da função pulmonar. Ainda,...

Acute lung injury (ALI) is characterized by acute lung inflammation with recruitment of polymorphonuclear and release of proinflammatory mediators. It is a severe condition since leads to death 40% of the cases. Several studies have elucidated the pathophysiology of ALI, however the treatment is still unsatisfactory. The anti-inflammatory cholinergic system was described in the lung and is related to a vagal nerve reflex that inhibits the release of inflammatory cytokines by the action o ACh on nicotinic receptors. Our hypothesis is that the VAChT reduction, which is related to the deficit in the release of ACh, modulates the pulmonary inflammatory response in a model of LPS. Aim: 1. To assess whether VAChT deficiency modulates the pulmonary response in genetically modified animals; 2. Assess whether cholinergic deficiency induced reduction VAChT is involved in pulmonary response to LPS and elucidate some mechanisms involved; 3. To evaluate the therapeutic potential of PNU, an agonist alfa7nAChR, in functional and histological changes in C57BL6 mice with LPA. Methods: Mutant genetically modified male mice (VAChT KDHOM) or wild (WT) and C57BL/6 were used. First, we evaluated lung function and lung histopathology in VAChT KDHOM animals. After, WT animals and VAChT KDHOM received intranasal instillation of LPS or saline and the inflammatory response was assessed 1.5 hours to 72 hours. Moreover, the pulmonary response was evaluated in WT and VAChT KDHOM after instillation of LPS intraperitoneally. Finally, C57BL6 instilled with intranasal LPS received prior or post-treatment with PNU, an alfa7 nicotinic receptor agonist. Results: Mutant animals had higher number of cells recovered in brochoalveolar lavage (BAL) and increased pro-inflammatory cytokines, peribronchial edema and worsening of lung function. Still, there was an increase of NF_kB expression and reduction of JAK2. The VAChT deficiency induced increase in inflammatory cells...
Descritores: Acetilcolina
Lesão Pulmonar Aguda
Camundongos
Modelos Animais
Pneumonia
RECEPTOR NICOTINICO DE ACETILCOLINA ALFAABDOMINAL INJURIES
Proteínas Vesiculares de Transporte de Acetilcolina
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação


  9 / 204 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-846926
Autor: Alvis Guzmán, Nelson; Alzate Granados, Juan Pablo; Celis García, Santiago; Carrasquilla, María.
Título: Análisis de impacto presupuestal del uso de anticuerpos bloqueadores de acetilcolina receptores, comparado con la prueba de Tensilon, de estímulo repetitivo, electromiografía con electrodo de fibra única e I CE test para pacientes con miastenia gravis / Budget impact analysis of the use of acetylcholine receptor blocking antibodies, compared to the Tensilon test, repetitive stimulus, electromyography with single fiber electrode and IEC test for patients with myasthenia gravis.
Fonte: Bogotá; IETS; mayo 2016. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Tecnologías evaluadas: -Tecnologías actuales: electromiografía con electrodo de fibra única e ICE test;\r\n-Tecnología nueva: anticuerpos bloqueadores de acetilcolina receptores, prueba de Tensilon, prueba de estímulo repetitivo. Población: Esta prueba se puede aplicar a todas las edades y a todos los sexos, ya que la aparición de la enfermedad puede presentarse en toda la población. Perspectiva: Tercer pagador - Sistema General de Seguridad en Salud (SGSSS) colombiano. Horizonte temporal: El horizonte temporal de este AIP en el caso base corresponde a un año. Adicionalmente se reportan las estimaciones del impacto presupuestal para los años 2 y 3, bajo el supuesto de la inclusión en el POS en el año 1. Costos incluidos: Solo se tuvieron en cuenta los costos de las pruebas: -Electromiografía con electrodo de fibra única: $71.262,1; -Ice test: $26.223,3; Prueba completa de Tensilon: $24.000; -Prueba de estímulo repetitivo: $46.219,1; -Test de anticuerpos contra receptor de acetilcolina por RIA (ACRA): $45.416. Fuente de costos: Para todas las pruebas diagnósticas se utilizó el promedio ponderado estimado desde los registros de uso de servicios de 2014 SISPRO (módulo de prestación de servicios, mediante conexión OBDS), teniendo como corte de búsqueda la fecha del desarrollo de este impacto (20/10/2015). Todos los costos de las pruebas son ponderados por el número de unidades utilizadas que reporta la misma base de datos. Además, todas\r\nlas tecnologías son costeadas desde bases de aseguradores, para confirmación de precios. Resultados: Actualmente, el mercado se encuentra dominado por la electromiografía con electrodo de fibra única, la cual se encuentra dentro del plan de beneficios, pero por opinión de los realizadores, una vez que la prueba de acetilcolina receptores y de Lambert entre al plan de beneficios, se aumentará su participación, lo cual repercutirá en un ahorro al sistema, dado que dichas pruebas son menos costosas.(AU)
Descritores: Acetilcolina/análise
Anticorpos Bloqueadores/uso terapêutico
Edrofônio/análise
Eletromiografia/métodos
Miastenia Gravis/terapia
-Tecnologia Biomédica
Colômbia
Custos e Análise de Custo/métodos
Eletrodos
Reprodutibilidade dos Testes
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Relatório Técnico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 204 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-790502
Autor: Branco, Alessandra Camillo da Silveira Castello; Souto Maior, Flávia Negromonte; Ramalho, Luciana da Silva Nunes; Gorgonio, Ivana Ferreira; Ramalho, Josué do Amaral; Vinagre, João Benedito de Figueiredo; Diniz, Margareth de Fátima Formiga Melo.
Título: Atualizações e Perspectivas na Miastenia gravis / Updates and Perspectives on myasthenia gravis
Fonte: Rev. bras. ciênc. saúde;15(4):493-506, dez. 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo teve como objetivo uma buscabibliográfica sobre a Miastenia gravis (MG). Metodologia: Apesquisa bibliográfica foi realizada nas bases de dadoseletrônicos Pubmed, Science Direct, Scielo e Bireme dosúltimos dez anos, além de outros artigos que apresentavamextrema relevância histórica. Resultados: MG é uma doençaauto-imune caracterizada por fraqueza muscular, cujapatogenia está relacionada com a destruição da transmissãoneuromuscular por diferentes mecanismos, como diminuiçãodos receptores nicotínicos de acetilcolina, destruição dasproteínas envolvidas com a formação neuromuscular ou pelaatuação de anticorpos contra uma proteína quinase específicado músculo (MUSK). O tratamento atual da MG se baseia nautilização de inibidores da acetilcolinesterase, corticosteróides,timectomia, imunosupressores, imunoglobulinaintravenosa e plasmaferese. A identificação precoce da MGe de seus fatores precipitantes torna esta patologia maisacessível a novas modalidades de tratamento, comoanticorpos monoclonais, prolactina, tracolimus e crotamina.Conclusão: O melhor conhecimento acerca de seusmecanismos moleculares tem proporcionado o desenvolvimentode novas opções terapêuticas, necessárias paraamenizar crises severas, levando a um prognósticoadequado. Novas descobertas poderão contribuir para aqualidade de vida dos pacientes, ocasionando remissão dadoença e não apenas amenizando os seus sintomas...

This study aimed to a search the literature onmyasthenia gravis (MG). Methodology: Literature search wasconducted in the electronic databases PubMed, ScienceDirect, Scielo and Bireme, in the last ten years, and otherarticles that had extreme historical importance were alsoincluded. Results: MG is an autoimmune diseasecharacterized by muscle weakness, whose pathogenesisis related to the destruction of neuromuscular transmissionby different mechanisms, such as decreased nicotinicacetylcholine receptors, destruction of proteins involved inthe neuromuscular formation or the activity of antibodies ona specific muscle protein kinase (MUSK). The current treatmentof MG is based on the use of acetylcholinesterase inhibitors,corticosteroids, thymectomy, immunosuppressants,intravenous immunoglobulin and plasmapheresis. Earlyidentification of MG and its precipitating factors make thisdisease more accessible to new treatment modalities suchas monoclonal antibodies, prolactin, and tacrolimus crotamine.Conclusion: A better knowledge about molecular mechanismshas provided the development of new therapeutic optionsnecessary to alleviate severe crises, leading to a properprognosis. New findings may contribute to the quality of lifeof patients, resulting in remission of the disease and not justin relieving its symptoms...
Descritores: Acetilcolina
Terapia Combinada
Miastenia Gravis
-Sistema Imunitário
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto Jovem
Idoso
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR8.1 - Biblioteca Central



página 1 de 21 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde