Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.092.211.111 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 208 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 21 ir para página                         

  1 / 208 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1120616
Autor: Moretti, Rita.
Título: El papel de la rivastigmina en la demencia de origen vascular / The definition of its role in vascular dementia
Fonte: Salud(i)ciencia (Impresa) = Salud(i)ciencia (En linea);15(6):986-992, nov. 2007. graf..
Idioma: es.
Resumo: Vascular dementia represents the second most common type of dementia. The classification of vascular dementia broadly follows three clinico-pathological processes: multi-infarct dementia, single strategic infarct dementia and subcortical dementia. Currently, no established standard treatment for vascular cognitive impairment exists. Reductions in acetylcholine and acetyltransferase activity are common to both Alzheimer's disease and vascular cognitive impairment raising the possibility that cholinesterase inhibitors may also be beneficial for the latter. This review has been conducted to assess the efficacy of rivastigmine in the treatment of people with vascular cognitive impairment. From existing trial data there is some evidence of benefit of rivastigmine in vascular cognitive impairment. However, this conclusion is based on studies which had small numbers of patients, which sought to compare rivastigmine to treatments other than placebo or which used data extrapolated post hoc from large studies involving patients with Alzheimer's disease and vascular risk factors of unclear significance. From these perspectives, one can conclude that large placebocontrolled, double blind and adequately randomised trials are needed before firm conclusions can and should be drawn. The methodology of such trials should acknowledge the biological and clinical features unique to vascular cognitive impairment and its subtypes

La demencia vascular representa el segundo tipo más frecuente de demencia. La clasificación de la demencia vascular sigue tres procesos clínico-patológicos generales: demencia multiinfarto, demencia por infarto único ubicado en una zona estratégica y demencia subcortical. Actualmente no existen tratamientos estandarizados establecidos para los trastornos cognitivos de causa vascular. La disminución de la actividad de la acetilcolinesterasa es una estrategia habitualmente utilizada tanto para el tratamiento de los pacientes que presentan enfermedad de Alzheimer como para aquellos con trastornos cognitivos de causa vascular. En consecuencia, es posible que los inhibidores de la colinesterasa sean una opción conveniente. La presente revisión se llevó a cabo con el propósito de evaluar la eficacia de la rivastigmina para el tratamiento de los individuos que presentan trastornos cognitivos de origen vascular. De acuerdo con los datos provenientes de diferentes estudios, la rivastigmina sería útil para tratar pacientes con deterioro cognitivo de origen vascular. No obstante, esta conclusión se efectuó sobre la base de estudios en los cuales se incluyó un número reducido de pacientes, se buscó comparar la rivastigmina con agentes diferentes del placebo o se extrapolaron datos a partir de estudios de gran magnitud efectuados con pacientes que presentaban enfermedad de Alzheimer y factores de riesgo vasculares de relevancia poco clara. Desde ese punto de vista, se puede concluir que es necesario realizar estudios de gran tamaño, controlados con placebo a doble ciego y adecuadamente aleatorizados antes de poder alcanzar conclusiones sólidas. La metodología empleada en dichos estudios debería responder a las características biológicas y clínicas particulares del deterioro cognitivo vascular y sus subtipos
Descritores: Doenças Vasculares
Demência Vascular
Transtornos Cognitivos
Doença de Alzheimer
Rivastigmina
-Acetilcolina
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  2 / 208 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1128725
Autor: Veneziani , Luciana Peixoto.
Título: Efeitos de análogos da acetilcolina e noradrenalina sobre interações entre timócitos e células epiteliais tímicas / Effects of acetylcholine and norepinephrine analogs on interactions between thymocytes and thymic epithelial cells.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2020. xiv, 79 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O timo é um órgão linfoide primário responsável pelo desenvolvimento e seleção de células T. Diversos fatores podem afetar o desenvolvimento de células T, como citocinas, quimiocinas e moléculas da matriz extracelular, mas também hormônios, neuropeptídeos e neurotransmissores. O timo recebe densa inervação simpática, liberando majoritariamente noradrenalina (NA), timócitos e células tímicas não linfoides expressam receptores adrenérgicos e podem sintetizar catecolaminas, sugerindo modulação de NA por diferentes vias. Por outro lado, poucas evidências anatômicas suportam a hipótese da inervação tímica parassimpática. Entretanto, acetilcolina (ACh) parece ser endogenamente produzida no órgão, uma vez que diferentes células no timo expressam a enzima sintetizadora de ACh (ChAT) e receptores colinérgicos. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi determinar o papel funcional de ACh e NA sobre os componentes linfoide e microambiental do timo, e sobre as interações entre células epiteliais e timócitos. Avaliamos a expressão de receptores adrenérgicos α1A, α1D, α2C, ß2 e colinérgicos M1, M3, M5 e α7 em timócitos e TECs, através do método de PCR quantitativa. Todas as populações celulares testadas expressavam os receptores selecionados.

Além disso, buscamos caracterizar o efeito de drogas análogas aos neurotransmissores sobre a morte e a proliferação de timócitos, através da marcação com anexina-V/iodeto de propídio (IP) e CFSE respectivamente. Timócitos obtidos do timo de camundongos C57BL/6 fêmeas, foram tratados com carbacol (análogo de Ach - em concentrações variando de 10 nM a 1000 nM) ou arterenol (análogo de NA - em concentrações variando de 10 nM a 1 mM). Verificamos que apenas arterenol na concentração de 1 mM induziu a apoptose nas células tratadas. Nenhum dos análogos modulou a proliferação celular. Avaliamos ainda o efeito das drogas sobre a migração de timócitos, agindo como quimioatrente ou modulando a migração induzida por fibronectina. Nenhuma das drogas demonstrou efeito quimioatraente ou alterou a migração induzida por fibronectina. Além disso, avaliamos o efeito das drogas sobre a interação TEC/timócitos atraves de ensaios de adesão e observamos que carbacol foi capaz de diminuir a adesão de timócitos a TECs em todas as concentrações testadas. Essa diminuição é refletida no número de timócitos que aderem às TECs e parece estar associada a modulação da expressão do receptor de laminina VLA-6. Nossos dados sugerem que timócitos e as linhagens de TECs testadas expressam receptores e que neurotransmissores, em especial a ACh, podem modular a interação entre TECs e timócitos. (AU)
Descritores: Timo
Carbacol
Acetilcolina
Limites: Animais
Camundongos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  3 / 208 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-781412
Autor: Moraga, F A; Urriola-Urriola, N.
Título: Role of NO in arterial vascular function of intertidal fish (Girella laevifrons) and marine fish (Isacia conceptionis) / Papel do NO na função vascular arterial de peixes entremarés (Girella laevifrons) e peixes marinhos (Isacia conceptionis)
Fonte: Braz. j. biol;76(2):500-505, Apr.-June 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Universidad Católica del Norte.
Resumo: Abstract Previous studies performed in intertidal fish (Girella laevifrons),as well as marine fish (Isacia conceptionis), showed that acetylcholine (ACh) produced contractions mediated by cyclooxygenases that were dependent on the area and potency of contraction in several arterial vessels. Given that the role of nitric oxide is poorly understood in fish, the objective of our study was to evaluate the role of nitric oxide in branchial afferent (ABA), branchial efferent (ABE), dorsal (DA) and mesenteric (MA) arterial vessels from both Girella laevifrons and Isacia conceptionis. We studied afferent and efferent branchial, dorsal and mesenteric arteries that were dissected from 6 juvenile specimens. Isometric tension studies were done using dose response curves (DRC) for Ach (10–13 to 10–3 M) and blockade with L-NAME (10–5 M), and DRC for sodium nitroprusside (SNP, a donor of NO). L-NAME produced an attenuation of the contractile response in the dorsal, afferent and efferent branchial arteries and a potentiation of the contraction in the MA. SNP caused 70% dilation in the mesenteric artery and 40% in the dorsal artery. Our results suggest that Ach promotes precarious dilatation in MA mediated by NO; data that is supported by the use of sodium nitroprusside. In contrast, in the vessels DA, ABA and EBA our results support that the pathway Ach-NO-relaxation is absent in both species.

Resumo Estudos anteriores, realizados no peixe intertidal (Girellalaevifrons) no peixe marinho (Isacia conceptionis), mostram que a acetilcolina (Ach) provoca contrações mediadas por ciclooxigenases que eram dependentes da área e potencia da contração em vários vasos arteriais. Tendo em conta que o papel do óxido nítrico é mal compreendido em peixes, o objetivo do nosso estudo foi avaliar o papel do óxido nítrico em vasos arteriais de ambos os peixes Girella laevifrons e Isacia conceptionis. Nós estudamos os vasos aferente, branquial (ABA), eferente branquial (ABE), dorsal (DA) e mesentérica (MA), que foram dissecadas de seis espécimes juvenis. Estudos de tensão isométrica foram realizados utilizando as curvas de dose-resposta (DRC) para Ach (10–13 a 10–3M) e bloqueio com L-NAME (10–5 M), e na DRC para o nitroprussiato de sódio (SNP, doador do NO). L- NAME produziu uma atenuação da resposta contrátil nas artérias dorsais, aferentes e eferentes branquial e uma potenciação da contração no MA. SNP causaram 70% da dilatação da artéria mesentérica e 40% na artéria dorsal. Nossos resultados sugerem que Ach promove dilatação precária em MA mediada por NO; dados que é suportada pela utlilização de nitroprussiato de sódio. Em contraste, nos vasos de DA, ABA e EBA nossos resultados suportam que a via de Ach-NO-relaxamento está ausente em ambas as espécies.
Descritores: Artérias/fisiologia
Vasodilatação/fisiologia
Peixes/anatomia & histologia
Peixes/fisiologia
Óxido Nítrico/metabolismo
-Perciformes/anatomia & histologia
Perciformes/fisiologia
Nitroprussiato/metabolismo
Acetilcolina/metabolismo
Doadores de Óxido Nítrico/metabolismo
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 208 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-884924
Autor: Bataglia Doldan, Vicente; Velgara, Marta; Martínez, Guillermo; Aparicio, Celeste.
Título: Reporte de dos casos de miastenia gravis en el embarazo / Report of two cases of myasthenia gravis in pregnancy
Fonte: Rev. Nac. (Itauguá);4(2):54-56, dic. 2012.
Idioma: es.
Resumo: La miastenia gravis es un trastorno autoinmune de la trasmisión neuromuscular que involucra la producción de autoanticuerpos dirigidos contra receptores músculo-esqueléticos, en la gran mayoría de los casos de acetilcolina. El curso de la miastenia gravis en el embarazo es impredecible. Pueden registrarse remisiones, exacerbaciones, recaídas o que no se modifique durante el curso de la gestación. El 30% de las pacientes empeoran durante el embarazo. El 10 a 20% de los recién nacidos de madres miasténicas pueden tener una miastenia neonatal .Se presentan dos casos de la Cátedra de Gineco Obstetricia de la FCM/UNA que se caracterizaron por una evolución favorable de la madre aunque los recién nacidos presentaron síntomas de miastenia gravis transitoria.

Myasthenia gravis is an autoimmune disorder of neuromuscular transmission involving the production of autoantibodies directed against musculoskeletal receptors, in the vast majority of cases acetilcolina. The course of myasthenia gravis in pregnancy is unpredictable. Remissions can be registered, exacerbations, relapses or no change to occur during the course of gestation. 30% of patients worsen during pregnancy. The 10-20% of infants born to myasthenic mothers may have neonatal myasthenia. Two cases from the Department of Obstetrics and Gynecology FCM/UNA where characterized by a favorable development of the mother although newborns had symptoms of transient myasthenia gravis
Descritores: Miastenia Gravis/diagnóstico
Miastenia Gravis/patologia
-Complicações na Gravidez
Recém-Nascido
Acetilcolina
Inibidores da Colinesterase/uso terapêutico
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PY92.1 - Biblioteca


  5 / 208 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888808
Autor: Moraga, F A; Urriola-Urriola, N.
Título: Acetylcholine produces contractions mediated by the cyclooxygenase pathway in arterial vessels in the Chilean frog (Calyptocephalella gayi) / Acetilcolina produz contrações mediadas pela via da ciclooxigenase em vasos arteriais da rã chileno (Calyptocephalella gayi)
Fonte: Braz. j. biol;77(4):781-786, Nov. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Previous studies performed in marine fish (I. conceptionis and G. laevifrons) showed that indomethacin blocked arterial contraction mediated by acetylcholine (ACh). The objective of this study was to determine if contraction induced by acetylcholine is mediated by the cyclooxygenase pathway in several arterial vessels in the Chilean frog Calyptocephalella gayi. Arteries from the pulmonary (PA), dorsal (DA), mesenteric (MA) and iliac (IA) regions were dissected from 6 adult specimens, and isometric tension studies were done using dose response curves (DRC) for ACh (10-13 to 10-3 M) in presence of a muscarinic antagonist (Atropine 10-5 M) and an unspecific inhibitor of cyclooxygenases (Indomethacin, 10-5M). All the studied arteries exhibited vasoconstriction mediated by ACh. This vasoconstriction was abolished in the presence of atropine in DA, MA and IA and attenuated in PA. Indomethacin abolished the vasoconstriction in MA and attenuated the response in PA, DA and IA. Similar to marine fish, C. gayi have an ACh-mediated vasoconstrictor pattern regulated by muscarinic receptors that activate a cyclooxygenase contraction pathway. These results suggest that the maintenance in vasoconstrictor mechanisms mediated by ACh→COX →vasoconstriction is conserved from fish to frogs.

Resumo Estudos feitos em peixes marinhos (I. conceptionis e G. laevifrons) têm demostrado que a indometacina bloqueia a contração arterial mediada por acetilcolina (ACh). O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da via da ciclooxigenase na contração induzida por ACh em vasos arteriais da rã chilena Calyptocephalella gayi. Foram dissecadas regiões das artérias pulmonares (PA), dorsal (DA), mesentérica (MA) e ilíaca (IA) de seis espécimes adultos e realizados estudos de tensão isométrica utilizando curvas dose-resposta (CDR) de ACh (10-13 a 10-3 M) na presença de um antagonista muscarínico (atropina, 10-5 M) e um inibidor das ciclooxigenases (indometacina, 10-5 M). Todas as artérias evidenciaram uma resposta vasoconstritora mediada por ACh. Esta resposta vasoconstrictora foi suprimida na presença de atropina nas artérias DA, MA, IA e atenuada na PA. A indometacina suprimiu a vasoconstrição na artéria MA e atenuou a resposta nas artérias PA, DA e IA. Tal como os peixes marinhos, a C. gayi tem um padrão de vasoconstrição mediado por Ach que é regulado pelos receptores muscarínicos e pela ciclooxigenase. Estes resultados sugerem a conservação dos mecanismos vasoconstrictores mediados por ACh→COX em peixes e rãs.
Descritores: Anuros/fisiologia
Atropina/farmacologia
Vasoconstrição/efeitos dos fármacos
Indometacina/farmacologia
Inibidores de Ciclo-Oxigenase/farmacologia
Antagonistas Muscarínicos/farmacologia
-Artérias/efeitos dos fármacos
Acetilcolina/farmacologia
Chile
Prostaglandina-Endoperóxido Sintases/metabolismo
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 208 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-661363
Autor: Ambros, Senair Alberto; Abreu, Paulo Belmonte; Ferreira, Eloísa Elena; Ferreira, Pdro Eugenio M; Ambros, Luciana Estacia.
Título: Association between altered proton magnetic resonance spectroscopy (1H MRS) findings and clinical symptoms of schizophrenia
Fonte: Rev. neuropsiquiatr;74(1):183-190, ene.-mar. 2011.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To assess the metabolic alterations of the thalamus in subjects with schizophrenia compared to healthy subjects and to investigate whether specific schizophrenic symptoms are associated with metabolic alterations measured by 1H MRS. Methods: This is a case-control study including patients with schizophrenia diagnosed usingthe Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders - Fourth Edition, DMS-IV and the Operational CriteriaChecklist for Psychotic Illness (OPCRIT). Proton magnetic resonance spectroscopy (1H MRS) was used to assess metabolite concentrations (N-acetylaspartate, choline, creatinine, myoionositol and lactacte) in the left and rightthalamus of 13 patients with schizophrenia and 13 healthy controls. Results: In this study, concentrations of specific metabolites in the thalamus, determined by 1H MRS, were similar for individuals with schizophrenia andcontrols. It was observed that cases with family history of schizophrenia and disorganized speech demonstrated areduction in the ratio of the metabolites NAA /Cho in the thalamic nuclei on the right side. However, those withorganized delusions, hallucinations and non-affective auditory hallucinations had an increase of metabolites on theright side compared to the left thalamus. Decreased thalamic metabolic activity in patients with positive symptomswas observed in contrast with those who had well-organized delusions and auditory non-affective hallucinations,core symptoms of schizophrenia. Conclusion: A lateralized thalamic involvement was verified, suggesting thatorganic and genetic factors compromise the right thalamus and that the disorganization associated with delusionsand hallucinations compromises the left thalamic nuclei. Further studies to investigate the correlation betweensymptoms and thalamic dysfunction are warranted. (Rev Neuropsiquiatr 2011;74:183-190).

Objetivo: Evaluar las alteraciones metabólicas del tálamo en personas con esquizofrenia comparándolas con controles sanos e investigar si los síntomas específicos de la esquizofrenia están vinculados a alteraciones metabólicas medidas por 1H MRS. Métodos: Se realizó la espectroscopía por resonancia magnética (1H-MRS) para estimar concentraciones de metabolitos (N-acetil- aspartato, colina creatinina, mioionositol y lactato) en el tálamo izquierdo y derecho de 13 pacientes con esquizofrenia y 13 controles. Resultados: Las concentraciones de metabolitos específicos en el tálamo fueron iguales para las personas con esquizofrenia y los controles. Se observó que los pacientes con historia familiar de esquizofrenia y aquellos que presentaban lenguaje desorganizado tenían una reducción de los metabolitos NAA/Co en los núcleos talámicos de la derecha. Sin embargo, en aquellos delirios ordenados, alucionaciones no afectivas y alucinaciones auditivas los metabolitos del lado derecho tuvieron cierto aumento con relación a los núcleos talámicos de la izquierda. Se encontró una reducción en la actividad metabólica talámica en los pacientes con síntomas positivos, al contrario de aquellos que presentaron delirios bien ordenados y alucinaciones auditivas no afectivas, los síntomas más nucleares de la esquizofrenia. Conclusión: Se verificó cierta lateralización del envolvimiento talámico, sugiriendo que los factores orgánicos y los genéricos comprometen el tálamo derecho y que la desorganización asociada a los delirios y alucionaciones compromete los núcleos talámicos de la izquierda. Más estudios son necesarios para investigar la validez de la correlación entre síntomas y disfunción talámica.
Descritores: Acetilcolina
Colina
Espectroscopia de Ressonância Magnética
Esquizofrenia
Tálamo
-Estudos de Casos e Controles
Limites: Humanos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  7 / 208 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1079502
Autor: Abdalla, Luiz Antonio.
Título: Efeitos da vitamina E sobre o fluxo coronário endotélio-dependente em cães hipercolesterolêmicos / Effects of vitamin E on endothelium-dependent coronary flow in hypercholesterolemic dogs.
Fonte: São Paulo; s.n; 2002. 65 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Foram estudados os efeitos da vitamina E sobre o fluxo coronário endotélio-dependente em cães hipercolesterolêmicos. A pesquisa foi realizada em 21 cães machos adultos, pesando em média 7,4 +- 1,0 kg, que foram divididos em três grupos: controle, hipercolesterolêmico e vitamina E. Os animais do grupo hipercolesterolêmico foram alimentados com uma dieta rica em colesterol (5% g/g) e óleo de coco (10% g/g) por 40 dias...
Descritores: Acetilcolina
Colesterol
Endotélio
Vasos Coronários
Responsável: BR79.1 - CIC - Centro de Informação Cardiovascular Mendonça de Barros
BR79.1; T WG300, Ab31e, 2002


  8 / 208 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1068993
Autor: Abdalla, Luiz Antônio.
Título: Efeitos da Vitamina E sobre o Fluxo Coronário Endotélio-Dependente em Cães Hipercolesterolêmicos / Effects of Vitamin E on Endothelium-Dependent Coronary Flow in Hypercholesterolemic Dogs.
Fonte: Campinas; s.n; 2001. 64 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Foram estudados os efeitos da vitamina E sobre o fluxo coronário endotélio-dependente em cães hipercolesterolêmicos. A pesquisa foi realizada em 21 cães machos adultos, pesando em média 7,4 ± 1,0 kg, que foram divididos em três grupos: controle, hipercolesterolêmico e vitamina E. Os animais do grupo hipercolesterolêmico foram alimentados com uma dieta rica em colesterol (5% g/g) e óleo de coco (10% g/g) por 40 dias. O grupo vitamina E recebeu a mesma dieta, acrescida de 400 UI de vitamina E, durante os últimos 15 dias do experimento. Os níveis de colesterol total sérico foram avaliados no começo e no final do estudo, por meio de kits enzimáticos e espectrofotômetro Beckman 700. O fluxo coronário foi medido por um fluxômetro eletromagnético (Caroline Instruments, Inc.), usando-se um probe, posicionado na artéria coronária descendente anterior esquerda, próximo ao óstio. Uma agulha, conectada a uma bomba de infusão, foi introduzida na artéria coronária para administração de acetilcolina (ACH) e nitroprussiato de sódio (NPS), à velocidade de 5 µg/kg/min. A aorta foi canulada para medida da pressão arterial por intermédio de transdutor acoplado a polígrafo da marca Siemmens (Mingograph 804). Os teores de colesterol e malonodialdeído (MDA) foram, também, medidos em segmentos de vaso coronário. Após 40 dias, os níveis de colesterol sérico haviam aumentado em 203% no grupo hipercolesterolêmico e, em 198%, no grupo da vitamina E. Entretanto, essa diferença não foi significante (P > 0,05). A pressão sangüínea na aorta e a freqüência cardíaca permaneceram sem alteração, durante a administração de ACH. Contudo, a pressão sistólica e a diastólica diminuíram e a freqüência cardíaca aumentou durante a infusão de NPS. O teor de colesterol tecidual e MDA aumentaram, significativamente (P < 0,05), nas amostras de artéria coronária do grupo hipercolesterolêmico, comparativamente aos animais do grupo-controle. A vitamina E reduziu o colesterol tecidual e o MDA nos animais hipercolesterolêmicos (P < 0,05).
Descritores: Acetilcolina
Colesterol
Endotélio
Vasos Coronários
Limites: Cães
Responsável: BR79.1 - CIC - Centro de Informação Cardiovascular Mendonça de Barros
Br79.1; TWG300, Ab31e, 2001


  9 / 208 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-590931
Autor: Dall'Acqua, Eduardo de Lucca; Rossi, Bruno Garcia de; Couto, Thiago Baltruchaitis Mendes; Moreira, Haydeé Maria.
Título: Diagnóstico de intoxicação por organofosforados baseado em quadro clínico / Organophosphate intoxication diagnosis based on clinical present
Fonte: RBM rev. bras. med;68(5), maio 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Os organofosforados são compostos agrotóxicos, de ampla comercialização no Brasil, que inibem a enzima acetilcolinesterase, levando a sintomas muscarínicos e nicotínicos, além de possíveis manifestações do sistema nervoso central (SNC). Na rotina de atendimento em Toxicologia, preconiza-se a identificação do agente para tomada de medidas específicas. Contudo, em casos de intoxicações por organofosforados, a peculiaridade do quadro clínico pode ser suficiente para o diagnóstico correto.Apresentamos revisão bibliográfica e relato de caso como ilustração do quadro clínico e levantamento dos casos atendidos no Ceatox-79 (Centro de Atendimento Toxicológico de Marília/SP) no ano de 2007.No caso atendido foi possível realizar o diagnóstico com base no quadro clínico da paciente, que se iniciou com sinais inespecíficos e evoluiu com a apresentação de sinais nicotínicos, possibilitando a conduta adequada. As intoxicações por agrotóxicos, principalmente por anticolinesterásicos, como os organofosforados, apresentam alta incidência. Apesar disso, ainda é escassa a quantidade de referências bibliográficas sobre o assunto, que também não é enfatizado em níveis acadêmico e profissional.
Descritores: Acetilcolina/toxicidade
Compostos Organofosforados/envenenamento
Compostos Organofosforados/história
Compostos Organofosforados/toxicidade
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adolescente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  10 / 208 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-686617
Autor: Saidi, Hadjer; Adi-Bessalem, Sonia; Hammoudi-Triki, Djelila; Laraba-Djebari, Fatima.
Título: Effects of atropine and propranolol on lung inflammation in experimental envenomation: comparison of two buthidae venoms
Fonte: J. venom. anim. toxins incl. trop. dis;19:8-8, maio 2013. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Background: Previous works had shown that scorpion venom induced neurotransmitter elevation and an inflammatory response associated with various anatomo-pathological modifications. The most dangerous scorpions species in Algeria responsible for these effects are Androctonus australis hector (Aah) and Androctonus amoreuxi (Aam). Results: Comparison of the physiopathological effects induced by the two venoms showed differences in the kinetic of cytokine release and in lung injury. The lung edema was only observed in response to Aah venom and it was correlated with cell infiltration. In order to better understand the involved mechanism in inflammatory response, we used two antagonists, atropine (non-selective muscarinic antagonist) and propranolol (ß adrenergic antagonist), which lead to a decrease of cell infiltration but has no effect on edema forming. Conclusion: These results suggest another pathway in the development of lung injury following envenomation with Aam or Aah venom.(AU)
Descritores: Pneumonia/fisiopatologia
Atropina/farmacologia
Venenos de Escorpião/envenenamento
1-Propanol/farmacologia
-Venenos de Escorpião
Acetilcolina
Citocinas
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação



página 1 de 21 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde