Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.092.311.200.480 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 196 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 20 ir para página                         

  1 / 196 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-897138
Autor: Marín M, Daniel S; Carmona V, Hans; Ibarra Q, Melissa; Gámez C, Manuela.
Título: Enfermedad de Parkinson: fisiopatología, diagnóstico y tratamiento / Parkinson disease: pathophysiology, diagnosis and treatment
Fonte: Rev. Univ. Ind. Santander, Salud;50(1):79-92, ene.-mar. 2018. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen La enfermedad de Parkinson es la segunda causa de enfermedad neurodegenerativa crónica progresiva, tiene una alta prevalencia e incidencia, genera un alto impacto en la calidad de vida de los pacientes e importantes costos en su atención. La enfermedad de Parkinson se desarrolla por la degeneración de las neuronas dopaminérgicas en la sustancia nigra pars compacta, lo que se manifiesta en la aparición de síntomas motores como la bradicinesia, temblor de reposo, rigidez e inestabilidad postural; así como también de síntomas no motores como alteraciones gastrointestinales, del sueño, autonómicas, cognitivas, entre otras, que reflejan el compromiso de diferentes vías no dopaminérgicas. El diagnóstico se apoya en sus manifestaciones clínicas más características y excluye otras causas de parkinsonismo. El tratamiento farmacológico busca controlar los síntomas motores y no motores, los cuales empeoran por la historia natural de la enfermedad o se acompañan de complicaciones debidas a la terapia, haciendo necesarias otras intervenciones como la estimulación cerebral profunda.

Abstract Parkinson's disease is the second cause of progressive chronic neurodegenerative disease, it has a high prevalence and incidence, generates a high impact on the quality of life of patients and significant costs due to its healthcare. Parkinson's disease is developed due to the degeneration of dopaminergic neurons in the substance nigra pars compacta, which is manifested in the appearance of motor symptoms such as bradykinesia, rest tremor, rigidity and postural instability; as well as non-motor symptoms such as gastrointestinal, sleep, autonomic, cognitive alterations, among others, reflecting the impairment of different non-dopaminergic pathways. The diagnosis is based on its most frequent clinical manifestations and the exclusion of other causes of parkinsonism. The pharmacological treatment seeks to control motor and non-motor symptoms, which are worsened by the natural history of the disease or are accompanied by side effects induced by pharmacotherapy, making necessary other approaches such as deep brain stimulation.
Descritores: Doença de Parkinson
-Tremor
Levodopa
Estimulação Encefálica Profunda
Transtornos dos Movimentos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: CO48.1 - Biblioteca Médica


  2 / 196 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1087981
Autor: Golimstok, Ángel.
Título: Actualización en enfermedad con cuerpos de Lewy / Update in Lewy body disease
Fonte: Rev. Hosp. Ital. B. Aires (2004);37(3):105-111, Sept. 2017. tab..
Idioma: es.
Resumo: La enfermedad con cuerpos de Lewy incluye 2 entidades que podrían ser consideradas variantes clínicas de una misma patología: la demencia con cuerpos de Lewy y la demencia en enfermedad de Parkinson. Con la finalidad de describir correctamente lo que sucede en la evolución de la enfermedad se divide el cuadro en etapa prodrómica y de demencia propiamente dicha. La primera está clínicamente representada por aquel período en el cual, si bien el paciente exhibe algunos signos y síntomas propios de la enfermedad, no reúne criterios de demencia. A pesar de ser difícil de definir y por carecerse todavía de contundentes datos clínicos y biomarcadores, se caracteriza principalmente por deterioro leve selectivo en función atencional ­ visuoespacial, trastorno del sueño REM y disautonomíaâ€'. La segunda etapa está claramente caracterizada en los criterios de consenso del año 2005. Recientemente hemos publicado la validación de un instrumento llamado ALBA Screening Instrument, que permite diagnosticar con alta sensibilidad y especificidad la enfermedad aun en etapas tempranas y diferenciarla de otras patologías semejantes. La tomografía por emisión de positrones (PET) para transportador de dopamina es el procedimiento de referencia (gold standard) del diagnóstico. El tratamiento sintomático con anticolinesterásicos y neurolépticos atípicos favorece una buena evolución de la enfermedad y es fundamental tener en cuenta evitar medicamentos que pueden dañar gravemente a los pacientes como los anticolinérgicos y antipsicóticos típicos. Los avances en el diagnóstico y la difusión del impacto de esta enfermedad en la población contribuirán a generar mayores esfuerzos de investigación para hallar un tratamiento eficaz, preventivo o curativo o de ambas características. (AU)

Lewy body disease includes 2 entities that could be considered clinical variants of the same pathology: Dementia with Lewy bodies and Parkinson's disease Dementia. Two stages of the disease are described in this review, a prodromal stage and one of explicit dementia. The first one is clinically represented by that period in which, the patient exhibits some typical features of the disease, but not dementia criteria. Despite being difficult to define the prodromal stage and that strong clinical data and biomarkers are still lacking, there is evidence to characterize it mainly by mild selective impairment in attention and visuo-spatial function, REM sleep disorder and dysautonomia. The second stage is clearly characterized in the known consensus criteria of 2005. We have recently published the validation of an instrument called ALBA Screening Instrument which showed a high sensitivity and specificity for diagnosis of the disease even in the early stages. It´s useful to differentiate the disease from other similar pathologies. Positron Emission Tomography for dopamine transporter is the gold standard of diagnosis in life. Symptomatic treatment with anticholinesterases and atypical neuroleptics help patients in their evolution of the disease. Anticholinergics and typical antipsychotics are agents to avoid in the treatmen of the disease because can severely damage patients. Future advances in the diagnosis and dissemination of the knowledge of the disease will contribute to generate greater research efforts to find an effective preventive and / or curative treatment. (AU)
Descritores: Doença por Corpos de Lewy/tratamento farmacológico
Doença por Corpos de Lewy/diagnóstico por imagem
-Doença de Parkinson/patologia
Atenção
Sinais e Sintomas
Antipsicóticos/efeitos adversos
Antipsicóticos/uso terapêutico
Benzotropina/efeitos adversos
Biperideno/efeitos adversos
Carbidopa/administração & dosagem
Carbidopa/uso terapêutico
Levodopa/administração & dosagem
Levodopa/uso terapêutico
Triexifenidil/efeitos adversos
Inibidores da Colinesterase/uso terapêutico
Clozapina/administração & dosagem
Clozapina/uso terapêutico
Antagonistas Muscarínicos/efeitos adversos
Antagonistas de Dopamina/efeitos adversos
Agonistas de Dopamina/efeitos adversos
Antagonistas Colinérgicos/efeitos adversos
Risperidona/efeitos adversos
Doença por Corpos de Lewy/diagnóstico
Doença por Corpos de Lewy/etiologia
Doença por Corpos de Lewy/genética
Doença por Corpos de Lewy/patologia
Transtorno do Comportamento do Sono REM/complicações
Demência
Disautonomias Primárias/complicações
Sintomas Prodrômicos
Rivastigmina/administração & dosagem
Rivastigmina/uso terapêutico
Fumarato de Quetiapina/administração & dosagem
Fumarato de Quetiapina/uso terapêutico
Olanzapina/efeitos adversos
Donepezila/administração & dosagem
Donepezila/uso terapêutico
Haloperidol/efeitos adversos
Antagonistas dos Receptores Histamínicos/efeitos adversos
Hipnóticos e Sedativos/efeitos adversos
Antidepressivos Tricíclicos/efeitos adversos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Clínico
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  3 / 196 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-859513
Autor: Yamaguchi, Bruna; Ferreira, Manoela de Paula; Israel, Vera Lúcia.
Título: A multidisciplinaridade na redução da levodopa na pessoa com doença de Parkinson avançada / Multidisciplinary care and the reduction of levodopa intake of patients with advanced Parkinson's disease
Fonte: Acta fisiátrica;23(4):197-200, dez. 2016. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Identificar e comparar as pessoas com Doença de Parkinson (DP) que fazem atividades multidisciplinares com aqueles que não fazem. Método: Os participantes foram avaliados quanto ao estadiamento Hoehn e Yahr (HY) (1-4), idade, dose diária de levodopa, que atividades que participa, qualidade de vida (PDQ-39), atividade de vida diária e motor (UPDRS). Eles compararam os participantes e não participantes de atividades multidisciplinares quanto a estratificação dos níveis de HY entre aqueles com déficit de equilíbrio (níveis 3 e 4 HY), e aqueles que não têm problemas de equilíbrio (níveis 1 e 2 HY). Resultados: Avaliados 49 participantes de ambos os sexos (21 mulheres, 28 homens), destes 17 não participam de terapias multidisciplinares e 32 realizam pelo menos uma atividade interdisciplinar. Não houve diferenças entre os grupos. No entanto, ao estratificar os níveis de HY, percebemos que houve uma diferença estatística no nível de HY mais elevado quanto a dose diária de levodopa prescrita, entre participantes e não participantes de atividades multidisciplinares (P = 0,017). Conclusões: O achado aponta que para esse grupo de pessoas com maior gravidade da DP, que praticam atividades multidisciplinares precisam de dose de levodopa estatisticamente menor

Objective: To identify and compare people with Parkinson Disease (PD) doing multidisciplinary activities with those who do not realize. Method: Participants were evaluated for the Hoehn and Yahr (HY) (1-4), age, daily dose of levodopa, what activities they participate in and quality of life (PDQ-39), UPDRS activities of daily living and motor (UPDRS). They compared participants and non-practicing multidisciplinary activities stratifying the levels of HY between those with balance deficit (levels 3 and 4 HY), and those who do not have balance problems (levels 1 and 2 HY). Results: Attended by 49 participants of both genders (21 women, 28 men), these 17 do not participate in other therapies and 32 perform at least one multidisciplinary activity. There were no differences between groups participants and non-participating multidisciplinary activities. However, when stratifying the levels of HY, we realized that there was a statistical difference at the highest level of HY, the daily dose prescribed levodopa, between participants and non-participating multidisciplinary activities (P=0.017). Conclusions: The finding points that for this group of people with PD, with greater severity of PD, those who practice multidisciplinary activities need a statistically lower dose of levodopa
Descritores: Doença de Parkinson/fisiopatologia
Qualidade de Vida
Perfil de Saúde
Terapias Complementares
Levodopa/administração & dosagem
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 196 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Barbosa, Egberto Reis
Machado, Luís dos Ramos
Yacubian, Elza Márcia Targas
Id: lil-165392
Autor: Barbosa, Egberto Reis.
Título: Tratamento da doença de Parkinson / Parkinson disease treatment
Fonte: In: Nitrini, Ricardo; Machado, Luís dos Ramos; Yacubian, Elza Marcia Targas; Rabello, Getúlio Daré. Condutas em neurologia: 1995. Säo Paulo, Clínica Neurológica HC/FMUSP, 1995. p.49-49, tab.
Idioma: pt.
Descritores: Amantadina/uso terapêutico
Levodopa/uso terapêutico
Agonistas de Dopamina/uso terapêutico
Antagonistas Colinérgicos/uso terapêutico
Doença de Parkinson/tratamento farmacológico
-Levodopa/efeitos adversos
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1; 2673.04; BR73.1; WL100, N731c. 1968


  5 / 196 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-683422
Autor: Rezeck, Laura Moreira; Bellorio, Karini Bruno; Cardoso, Fabiana Fernandes S. e Silva; Abreu, Fernanda Cruvinel de; Mundin, Iram Moreira; Souza, Weidson Carlo de; Morais, Douglas Costa; Lima, Leila Gonçalves de.
Título: Comparação da bioequivalência entre duas formulações de levodopa 200 mg + benserazida 50 mg comprimidos em voluntários sadios após a administração de dose única / Comparison of the bioequivalence between two formulations of Levodopa 200 mg + Benserazide 50 mg tablets in healthy volunteers after a single dose administration
Fonte: RBM rev. bras. med;70(7), jun. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo foi realizado para comparar a bioequivalência de duas formulações de levodopa 200 mg + benserazida 50 mg (equivalente a 57 mg de cloridrato de benserazida) sob a forma de comprimidos (levodopa + cloridrato de benserazida do Aché Laboratórios Farmacêuticos S/A, formulação teste e Prolopa® de Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S/A, formulação referência) em 36 voluntários sadios. O estudo foi realizado através de um desenho aberto, randomizado, cruzado em dois períodos com tempo de washout de quatro semanas. As amostras de plasma foram obtidas ao longo de um intervalo de 96 horas. As concentrações de levodopa e do metabólito 3-O-metildopa foram determinadas através de um equipamento HPLC/MS/MS, utilizando carbidopa como padrão interno. A partir dos dados de concentração plasmática obtidos individualmente se calcularam os seguintes parâmetros farmacocinéticos: ASC0-t, Cmáx e Tmáx...
Descritores: Benserazida
Cromatografia
Disponibilidade Biológica
Equivalência Terapêutica
Farmacocinética
Levodopa
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto Jovem
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  6 / 196 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1024173
Autor: Franzoi, André Eduardo de Almeida; Bonchoski, Ana Beatriz; Koerbel, Andrei.
Título: The advances of Deep Brain Stimulation (DBS) for treatment of Parkinson's disease (PD)
Fonte: Clin. biomed. res;38(4):367-376, 2018.
Idioma: en.
Resumo: Advanced Parkinson's disease (PD) is characterized by the presence of motor fluctuations, various degrees of dyskinesia, and disability with functional impact on daily living and independence. Therapeutic management aims to extend levodopa (L-DOPA) benefit while minimizing motor complications and includes, in selected cases, the implementation of drug infusion and surgical techniques. The concept of deep brain stimulation (DBS) for PD was introduced over 20 years ago, but our understanding of the nuances of this procedure continues to improve. This review aims to demonstrate the advances of DBS in the treatment of PD patients. (AU)
Descritores: Doença de Parkinson/terapia
Estimulação Encefálica Profunda/efeitos adversos
Estimulação Encefálica Profunda/tendências
-Doença de Parkinson/cirurgia
Levodopa/uso terapêutico
Palidotomia/métodos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  7 / 196 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-687143
Autor: de Moraes Fracasso, Bianca; Barcelos Morais, Maite; Gomez, Rosane; Hilbig, Arlete; Iraci Rabito, Estela.
Título: Protein intake and the use of levodopa in patients with Parkinson's disease / Ingesta de proteínas y el uso de la levodopa en pacientes con enfermedad de Parkinson
Fonte: Rev. chil. nutr;40(2):102-106, June 2013. tab.
Idioma: en.
Resumo: Levodopa is the principal pharmacological treatment for Parkinson's disease (PD); however the protein content in diet may compromise its effectiveness. The aim of this study was to investigate the relationship of protein intake and the use of levodopa in ambulatory patients with PD. Thirty four PD patients were assessed for protein intake, evaluating the relation energy-protein intake by means of a register. An intake of 1762 kcal/day, 70.9 g of protein/day equivalent to 16.6% of the total energy intake as protein at a level of 1.1 g/kg bw/day. Of all patients, 47.1% took their medications with meals. We conclude that the studied patients consume more protein in their diet than those recommended for PD, with half the sample taking the medications with meals, which may affect the treatment.

La levodopa es el principal tratamiento farmacológico para la enfermedad de Parkinson, sin embargo, la proteína de la dieta puede comprometer su eficacia. El objetivo de este estudio fue investigar la ingesta de proteínas y el uso de la levodopa en pacientes con enfermedad de Parkinson tratados en régimen ambulatorio, 34 pacientes fueron evaluados. Evaluación de la ingesta de alimentos por los registros, tomas de 1762 kcal/día, 70.9 g/día, el 16,6% del total de energía y 1.1 g/kg/dia de energía y proteína, respectivamente, y que la ingesta de proteínas durante el día era 70,4% del total de proteínas diario. Todos los pacientes estaban tomando levodopa y 47,1% consumían sus medicamentos con las comidas. Se concluyó que, según las recomendaciones para la enfermedad de Parkinson, los pacientes estudiados consumían una dieta rica en proteínas y con una mayor concentración de este nutriente durante el día. Aproximadamente la mitad de la muestra ingiere los medicamentos con la comida, costumbre que puede afectar el tratamiento farmacológico de la enfermedad.
Descritores: Doença de Parkinson
Pacientes
Proteínas
Levodopa
Dieta
Doenças Neurodegenerativas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CL334.1 - Biblioteca UBO


  8 / 196 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-876870
Autor: Spitz, Mariana; Tinoco, Vitória; Menezes, Fernando; Pereira, João Santos.
Título: Análise dos sintomas motores na Doença de Parkinson em pacientes de hospital terciário do Rio de Janeiro / Analysis of motor symptoms in patients with Parkinson's disease from a tertiary hospital in Rio de Janeiro
Fonte: Rev. bras. neurol;53(3):14-18, jul.-set. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A doença de Parkinson (DP) é a segunda doença neu-rodegenerativa mais comum. Caracteriza-se clinicamente por tremor de repouso, rigidez, bradicinesia e instabilidade postural. O presente estudo busca caracterizar clinicamente uma população com DP em nosso meio. Objetivos: Descrever o perfil clínico de pacientes com DP de um hospital terciário do Rio de Janeiro, com foco nos sinais e sintomas motores da doença, para caracterização local da mesma. Métodos: Análise retrospectiva de 115 prontuários de pacientes com DP acompanhados no ambulatório de Distúrbios do Movimento do Hospital Universitário Pedro Ernesto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Os parâmetros avaliados incluíram: idade, sexo, tem-po de doença, sinais motores predominantes, dimídio mais afetado, complicações motoras e tratamento utilizado. Resultados: Foram selecionados 95 participantes com DP, sendo a média de idade da amostra de 64,7 anos, com tempo médio de doença de 9,9 anos, pre-dominando no sexo masculino, em uma proporção de 2.5 homens para 1 mulher. Em relação ao tratamento utilizado, predominou o uso da levodopa /inibidor da dopa-descarboxilase, seguindo-se o pramipexole em monoterapia ou a associação de ambos. Conclusão: Apesar da grande variação na faixa etária, observou-se maior acome-timento da doença entre 60 e 80 anos, chamando atenção o tremor como sinal predominante. Entre as complicações motoras destaca-mos o "wearing off", seguido pelas discinesias. (AU)

Parkinson's disease (PD) is the second most common neurodegenerative disease. The main clinical features are rest tremor, rigidity, bradykinesia and postural instability. The present study aims to characterize clinically a population with PD in our commu-nity. Objective: To describe the clinical profile of PD patients from a tertiary hospital in Rio de Janeiro, with emphasis on motor signs and symptoms, for its local characterization. Methods: Retrospective analysis of 115 files from PD patients followed at the Movement Disorders Outpatient Clinic at Pedro Ernesto University Hospital from the State University of Rio de Janeiro. Parameters evaluated included: age, sex, disease duration, predominant motor signs, most affected side, motor complications and treatment prescribed. Results: Ninety five PD patients were selected, with an average age of the sample of 64.7 years, average disease duration of 9.9 years, male predominance, in a proportion of 2.5 men:1 woman. Regarding treatment, levodopa/dopa decarboxylase inhibitor was the most common drug prescribed, followed by pramipexol monotherapy or both in association. Conclusion: In spite of the wide age range, the disease affected mainly individuals between 60 and 80 years old. Tremor was the pre-dominant sign. Among motor complications, wearing off and dyskinesias should be highlighted. (AU)
Descritores: Doença de Parkinson/complicações
Doença de Parkinson/diagnóstico
Doença de Parkinson/tratamento farmacológico
Transtornos Motores/diagnóstico
-Fatores de Tempo
Levodopa/uso terapêutico
Registros Médicos
Estudos Retrospectivos
Fatores Etários
Agonistas de Dopamina/uso terapêutico
Antiparkinsonianos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR772


  9 / 196 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-876883
Autor: Campêlo, Maria das Graças Loureiro C; Campêlo, Clarissa Loureiro C; Medeiros, Jovany Luis A; Melo, Ailton Souza.
Título: Polineuropatia periférica na doença de Parkinson: prevalência e fatores de risco em uma amostra na cidade de Campina Grande - PB / Peripheral neuropathy in Parkinson's disease: prevalence and risk factors in a sample of Campina Grande city - Paraíba
Fonte: Rev. bras. neurol;53(4):5-11, out.-dez. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Polineuropatia periférica (PNP) tem sido descrita na doença de Parkinson idiopática (DP), porém a prevalência e os fatores de risco não estão bem definidos. Objetivo: Investigar a prevalência e os fatores de risco para PNP na DP, em comparação com a população geral. Método: Participaram 36 pacientes com DP recrutados no ambulatório de Neurologia do Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Paraíba, e 30 sujeitos controles. Todos os participantes foram submetidos a caracterização clínica da PNP, ao estudo de neurocondução (ENC) dos nervos peroneal e sural bilateral e as dosagens de vitamina B12, homocisteina, ácido metilmalônico e ácido fólico. A Escala Unificada de Avaliação da Doença de Parkinson - III e a de Hoehn-Yahr foram utilizadas na avaliação motora do grupo Parkinson (GP). Resultados: Sinais e sintomas neuropáticos foram mais frequentes no GP (61%). Alterações nos parâmetros do ENC foram observadas em 44,4% do GP e 26,7% do grupo controle, sendo a PNP confirmada em três pacientes e um controle. Análise de regressão revelou associação significativa entre os sintomas neuropáticos e a DP, sem associação com aspectos clínicos e bioquímicos. Conclusão: Pacientes com DP possuem maiores escores neuropáticos e maior prevalência de PNP que controles. Os dados sugerem a própria DP como fator de risco para o desenvolvimento da PNP, minimizando o papel da vitamina B12 e de seus metabólitos neste processo.(AU)

Peripheral neuropathy (PN) has been described in idiopathic Parkinson disease (PD) however the prevalence and the risk factors are not well established. Objective: To assess the prevalence of PN and the risk factors for neuropathy in PD against the general population. Method: Participated in the study 36 PD patients recruited from Neurology Outpatient Unit of Hospital Universitário Alcides Carneiro of the Federal University of Campina Grande, Paraíba, and 30 controls. All the participants were submitted to clinical characterization of PN, nerve conduction study (NCS) and biochemical dosages (B12 vitamin, homocysteine, methylmalonic acid and folic acid). Results: Neuropathic signs and symptoms were more frequent in PD (61%). Alterations in parameters of NCS were observed in 44.4% of Parkinson group and 26.7% of control group, and PN was confirmed in 3 PD patients and 1 control. Regression analyses showed a significant association between symptoms of PN and PD, without association with clinical and biochemical features. Conclusion: PD patients have higher neuropathic scores and frequency of PN than controls. Data suggests the PD by itself as a risk factor for development of PN, reducing the role of B12 vitamin and its metabolites in this process.(AU)
Descritores: Doença de Parkinson/complicações
Doença de Parkinson/diagnóstico
Doença de Parkinson/tratamento farmacológico
Doenças do Sistema Nervoso Periférico/epidemiologia
-Vitamina B 12/uso terapêutico
Brasil/epidemiologia
Levodopa/efeitos adversos
Levodopa/uso terapêutico
Prevalência
Fatores de Risco
Exame Neurológico/métodos
Antiparkinsonianos/uso terapêutico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Responsável: BR772


  10 / 196 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-908681
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos.
Título: Mesilato de rasagilina em combinação com levodopa para o tratamento de pacientes com doença de Parkinson com complicações motoras / Rasagiline mesylate in combination with levodopa for the treatment of patients with Parkinson's disease with motor complications.
Fonte: Brasília; CONITEC; abr. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: CONTEXTO: a doença de Parkinson (DP) tem distribuição universal e atinge a todos os grupos étnicos e classes socioeconômicas, com uma discreta predominância no sexo masculino. É a segunda desordem neurodegenerativa mais frequente, estando atrás apenas da doença de Alzheimer (1). A prevalência em países industrializados é estimada ao redor de 0,3% para toda a população, chegando a cerca de 1 a 4% na população acima de 65 anos. A incidência varia entre 8 a 18 casos por 100.000 pessoas-ano. No Brasil, um estudo de base populacional identificou prevalência de 3,3% para a DP entre maiores de 60 anos (2). Embora a idade seja o principal fator de risco para a doença, com claro aumento da prevalência e da incidência com o envelhecimento da população, há casos em pacientes jovens, principalmente formas monogênicas, que ocorrem em cerca de 10% do total de casos (1). É um doença crônica e progressiva, caracterizada por sintomas motores e não-motores, que provoca incapacidade funcional e aumento da mortalidade. O tratamento da DP consiste no uso de medicamentos que proporcionam estímulo dopaminérgico, principalmente a levodopa, o que possibilita um controle quase ótimo dos sintomas motores nos primeiros anos de uso. Entretanto, em aproximadamente cinco anos, cerca de metade dos pacientes apresentarão complicações motoras induzidas pelo uso crônico desta medicação, o que determina piora da qualidade de vida. As principais complicações são a flutuação da resposta motora (perda do efeito terapêutico antes do esperado e/ou de forma súbita) e discinesia (movimentos involuntários hipercinéticos). De acordo com o PCDT de 2010 para DP(3), o manejo da flutuação motora induzida por levodopa é feito com a associação de agonistas dopaminérgicos (bromocriptina ou pramipexol) e/ou inibidores da COMT (entocapona e tolcapona). Dados do DATASUS mostram que no ano de 2015 cerca de 50 mil pessoas faziam uso dessas medicações no Brasil. TECNOLOGIA: Mesilato de rasagilina (AZILECT®). INDICAÇÃO: pacientes com doença de Parkinson em uso de levodopa com complicações motoras. PERGUNTA: O uso de mesilato de rasagilina como terapia adjuvante à levodopa é eficaz e segura no tratamento de pacientes com DP com complicações motoras quando comparado ao uso de agonistas dopaminérgicos e inibidores da COMT disponíveis no SUS? EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS: o principal estudo apresentado pelo demandante é uma revisão sistemática com meta-análise de 44 ensaios clínicos para avaliar os tratamentos disponíveis para doença de Parkinson em uso de levodopa com complicação motora. Três estudos avaliaram a tecnologia proposta pelo demandante, um com comparador ativo (entacapona) e os outros comparados contra placebo. Como resultado, o mesilato de rasagilina 1mg uma vez ao dia foi eficaz no controle das complicações motoras de pacientes com DP em uso de levodopa. As medidas de eficácia mais importantes foram redução do tempo de off e da dose de levodopa e melhora da escala UPDRS. Em comparações indiretas, os agonistas dopaminérgicos foram melhores do que os inibidores da COMT e os inibidores da MAOB (incluindo rasagilina). Esses dois últimos foram semelhantes entre si. Em relação à segurança, os inibidores da MAOB apresentaram menos efeitos adversos em comparação com as outras duas classes, especialmente no que se refere ao surgimento da discinesia induzida por levodopa. As principais limitações deste estudo foram o (1) potencial viés de publicação, que não foi adequadamente avaliado, (2) as comparações, em sua maioria, indiretas e (3) a heterogeneidade entre os estudos. AVALIAÇÃO ECONÔMICA: utilizou-se um modelo de custo-minimização, considerando a população definida na pergunta PICO e um horizonte temporal de um ano, pela perspectiva do SUS. Os comparadores foram as alternativas atualmente disponíveis no SUS e o desfecho foi o custo anual. O uso da rasagilina representou uma redução de custo entre 57% a 78% entre os anos de 2017 a 2021, a depender do comparador escolhido. Esse resultado manteve-se favorável à nova tecnologia após análise de sensibilidade. A principal limitação é que foi um modelo de custo-minimização quando a maioria das comparações entre as drogas foi indireta. O mais adequado seria um modelo pleno de custo-efetividade. AVALIAÇÃO DE IMPACTO ORÇAMENTÁRIO: A população elegível para o estudo de impacto orçamentário considerou estimativas baseadas em dados extraídos do DATASUS do número de pacientes com DP em uso de qualquer um dos medicamentos comparadores. Os custos anuais de cada tratamento foram obtidas na análise econômica. Como resultado, considerando um período de cinco anos (2017-2021), projetou-se uma economia de R$ 184,45 milhões de recursos do SUS.(AU)
Descritores: Monoaminas Biogênicas/antagonistas & inibidores
Monoaminas Biogênicas/uso terapêutico
Agonistas de Dopamina/uso terapêutico
Levodopa/uso terapêutico
Doença de Parkinson/tratamento farmacológico
-Brasil
Análise Custo-Benefício
Avaliação em Saúde/economia
Avaliação da Tecnologia Biomédica
Sistema Único de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Revisão
Relatório Técnico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 20 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde