Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.092.782.258.368.050 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 70 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 7 ir para página                  

  1 / 70 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-789845
Autor: Bajerski, Lucas Munareto; Pretto, José Luis de Castro e Silva; Roman, Raquel Melchior; Marcon, Eduardo Dal Magro.
Título: Análise de segurança do ecocardiograma sob estresse farmacológico com dipiridamol em octogenários / Safety analysis of pharmacological stress echocardiography with dipyridamole in octogenarians
Fonte: ABC., imagem cardiovasc;29(3):80-83, jul.-set. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Fundamento: O ecocardiograma sob estresse farmacológico, utilizando dipiridamol, é reconhecido como teste acurado e seguro para investigação diagnóstica e prognóstica de doença arterial coronariana, especialmente útil na avaliação de indivíduos com idade avançada que apresentam comorbidades limitantes ao uso do estresse físico. Poucos estudos avaliaram a segurança desse método em pacientes com mais de 80 anos. Objetivo: Avaliar a segurança do ecocardiograma sob estresse farmacológico com dipiridamol em octogenários. Métodos: Estudo descritivo retrospectivo. Resultados: Foram avaliados 262 pacientes com idade média de 82,8 ± 2,9 anos submetidos à realização de ecocardiograma sob estresse farmacológico com dipiridamol 0,84 mg/kg em 4 minutos. A incidência de complicações foi de 3,4% (9 casos), com apenas uma complicação maior (0,4%), que foi um caso de isquemia prolongada necessitando tratamento invasivo de urgência. As demais complicações foram 2 casos de isquemia prolongada tratadas com betabloqueador; 3 casos de taquicardias supraventriculares transitórias; 1 caso de taquicardia supraventricular sustentada revertida com adenosina; 1 caso de fibrilação atrial; e 1 caso de bloqueio atrioventricular 2:1 transitório. Conclusão: No presente estudo o ecocardiograma sob estresse com dipiridamol mostrou ser um teste seguro na população selecionada de octogenários.

Background: The pharmacological stress echocardiography with dipyridamole is known as safe and accurate test for diagnostic and prognostic investigation of coronary artery disease, particularly useful for elderly who have comorbidities that limit the use of physical stress. Few studies have evaluated the safety of this method in patients over 80 years. Objective: Evaluate the safety of pharmacological stress echocardiography with dipyridamole in octogenarians. Methods: A retrospective descriptive study. Results: The study included 262 patients with a mean age of 82.9 ± 2.9 years who under went a pharmacological stress echocardiogram with dipyridamole 0.84 mg/kg over 4 minutes. The incidence of complications was 3.4% (nine cases), only one major complication (0.4%), which was a case of prolonged ischemia requiring urgent invasive treatment. Other complications were two cases of prolonged ischemia treated with beta blocker, three cases of transient supraventricular tachycardias, one case of sustained supraventricular tachycardia reversed with adenosine,one case of atrial fibrillation and one case of transitory atrioventricular block 2:1. Conclusion: In this study the stress echocardiography with dipyridamole was shown to be a safe test in the selected population of octogenarians.
Descritores: Dipiridamol/administração & dosagem
Ecocardiografia sob Estresse/métodos
IDOSO DE ACETABULARIA ANOS OU MAIS
Segurança do Paciente/normas
-Aminofilina/administração & dosagem
Atropina/administração & dosagem
Doença da Artéria Coronariana/diagnóstico
Doença da Artéria Coronariana/terapia
Eletrocardiografia/métodos
Tratamento Farmacológico/métodos
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Teste de Esforço/métodos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  2 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-759905
Autor: Soares, Paula Matias.
Título: Efeitos da aminofilina associada ao etanol em testes neuroquímicos em camundongos [manuscrito] / Aminophylline the effects associated with ethanol in neurochemical tests in mice [manuscript].
Fonte: Fortaleza; s.n; 2011. 171 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O etanol é uma substância usada desde tempos remotos que causa alterações em diferentes tecidos, incluindo o Sistema Nervoso Central (SNC). Seu uso abusivo e continuado conduz ao desenvolvimento de diferentes patologias, pois se constitui como uma droga de alto poder degenerativo. Em estudos preliminares, percebeu-se que a aminofilina, um antagonista não-seletivo de receptores de adenosina, interfere na via de ação do etanol em diferentes áreas de sinalização central. A partir desses resultados, o presente trabalho destacou a aminofilina como uma droga de interesse, contribuindo com os avanços biotecnológicos na área da saúde, no tratamento de patologias envolvendo drogas de abuso, como o etanol. O objetivo principal do presente trabalho foi verificar o efeito da aminofilina sobre as alterações bioquímicas produzidas pelo etanol no SNC, especificamente: córtex pré-frontal (CPF), hipocampo (HC) e corpo estriado (CE). Foram utilizados camundongos Swiss, machos, com peso variando entre 25-30 g. Os animais foram tratados cronicamente e em dose úncia diária com água destilada (C), etanol (E6 - v.o.) ou aminofilina (A5 e A10 - i.p.). Outros dois grupos foram pré-tratados com aminofilina nas doses de 5 ou 10 mg/kg (trinta minutos antes da administração de etanol na dose de 6 g/kg - A5E6 e A10E6). Sessenta minutos após a última administração, os animais foram sacrificados e, imediatamente, tiveram seus cérebros dissecados sobre gelo. O CPF, HC e CE foram utilizados para dosagem de aminoácidos (GABA, glutamato, glicina, taurina e aspartato), nitrito/nitrato, proteínas, TBARS, catalase, GSH e acetilcolinesterase-AChE. Os resultados mostraram que a aminofilina conseguiu reverter o efeito do etanol apenas no teste de nitrito/nitrato referente ao estresse oxidativo, sendo os resultados mais expressivos no CPF e HC...
Descritores: Aminoácidos
Aminofilina
Estresse Oxidativo
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  3 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732248
Autor: Santana, Márcia Luciana Carregosa; Sousa Júnior, José Aginaldo de; Leal, Pollyana Caldeira; Faria-e-Silva, André Luis.
Título: Does Maintaining a Bottle of Adhesive Without the Lid Significantly Reduce the Solvent Content?
Fonte: Braz. dent. j;25(6):543-545, Nov-Dec/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: This study aimed to evaluate the effect of maintaining a bottle of adhesive without its lid on the solvent loss of the etch-and-rinse adhesive systems. Three 2-step etch-and-rinse adhesives with different solvents (acetone, ethanol or butanol) were used in this study. Drops of each adhesive were placed on an analytical balance and the adhesive mass was recorded until equilibrium was achieved (no significant mass alteration within time). The solvent content of each adhesive and evaporation rate of solvents were measured (n=3). Two bottles of each adhesive were weighted. The bottles were maintained without their lids for 8 h in a stove at 37 ºC, after which the mass loss was measured. Based on mass alteration of drops, acetone-based adhesive showed the highest solvent content (46.5%, CI 95%: 35.8-54.7) and evaporation rate (1.11 %/s, CI95%: 0.63-1.60), whereas ethanol-based adhesive had the lowest values (10.1%, CI95%: 4.3-16.0; 0.03 %/s CI95%: 0.01-0.05). However, none of the adhesives bottles exhibited significant mass loss after sitting for 8 h without their lids (% from initial content; acetone - 96.5, CI 95%: 91.8-101.5; ethanol - 99.4, CI 95%: 98.4-100.4; and butanol - 99.3, CI 95%: 98.1-100.5). In conclusion, maintaining the adhesive bottle without lid did not induce significant solvent loss, irrespective the concentration and evaporation rate of solvent.

Este estudo avaliou o efeito da manutenção do frasco do adesivo sem sua tampa na perda de solvente de sistemas adesivos convencionais. Três adesivos convencionais de 2 passos com diferentes solventes (acetona, etanol ou butanol) foram usados neste estudo. Gotas de cada adesivo foram colocadas em uma balança analítica e a massa dos adesivos foi registrada até a obtenção do equilíbrio (nenhuma alteração significativa com o tempo). O conteúdo de solvente de cada adesivo e a taxa de evaporação dos solventes foram mensurados (n=3). Dois frascos de cada adesivo foram pesados. Os frascos foram mantidos sem suas tampas por 8 h em uma estufa a 37 ºC, seguido pela mensuração da pera de massa. Baseado na alteração de massa das gotas, o adesivo a base de acetona demonstrou o maior conteúdo de solvente (46,5%, IC 95%: 35,8-54,7) e de taxa de evaporação (1,11 %/s, IC95%: 0,63-1,60), enquanto que o adesivo à base de etanol teve os menores valores (10,1%, IC95%: 4,3-16,0; 0,03 %/s IC95%: 0,01-0,05). Entretanto, nenhum dos frascos dos adesivos exibiu perda significante de massa após ficar por 8 h sem suas tampas (% do conteúdo inicial; acetona - 96,5, IC95%: 91,8-101,5; etanol - 99,4, IC95%: 98,4-100,4; e butanol - 99,3, IC95%: 98,1-100,5). Em conclusão, a manutenção do frasco do adesivo sem tampa não induziu perda significante de solvente independente da concentração e da taxa de evaporação do solvente.
Descritores: Aminofilina/uso terapêutico
Anafilaxia/induzido quimicamente
Asma/induzido quimicamente
Sulfitos/imunologia
Urticária/induzido quimicamente
-Administração Tópica
Aminofilina/imunologia
Asma/complicações
Rotulagem de Medicamentos
Hipersensibilidade a Drogas/imunologia
Emolientes/administração & dosagem
Epinefrina/uso terapêutico
Etilenodiaminas/imunologia
Dermatoses da Mão/tratamento farmacológico
Testes do Emplastro
Sulfitos/administração & dosagem
Limites: Adulto
Feminino
Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-665866
Autor: Santos, Carolina Alves dos; Oliveira-Nascimento, Laura; Knirsch, Marcos Camargo; Stephano, Marco Antônio; Pessoa Júnior, Adalberto; Penna, Thereza Christina Vessoni.
Título: Biological and physicochemical stability of ceftazidime and aminophylline on glucose parenteral solution
Fonte: Braz. j. pharm. sci;48(4):691-698, Oct.-Dec. 2012. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Ceftazidime is a broad spectrum antibiotic administered mainly by the parenteral route, and it is especially effective against Pseudomonas aeruginosa. The period of time in which serum levels exceed the Minimum Inhibitory Concentration (MIC) is an important pharmacodynamic parameter for its efficacy. One of the forms to extend this period is to administer the antibiotic by continuous infusion, after prior dilution in a Parenteral Solution (PS). The present work assessed the stability of ceftazidime in 5% glucose PS for 24 hours, combined or not with aminophylline, through High Performance Liquid Chromatography (HPLC). The physicochemical evaluation was accompanied by in vitro antimicrobial activity compared MIC test in the 24-hour period. Escherichia coli and Pseudomonas aeruginosa were the microorganisms chosen for the MIC comparison. The HPLC analysis confirmed ceftazidime and aminophylline individual stability on PS, while the MIC values were slightly higher than the mean described in the literature. When both drugs were associated in the same PS, the ceftazidime concentration by HPLC decreased 25% after 24 hours. Not only did the MIC values show high loss of antibiotic activity within the same period, but also altered MIC values immediately after the preparation, which was not detected by HPLC. Our results indicate that this drug combination is not compatible, even if used right away, and that PS might not be the best vehicle for ceftazidime, emphasizing the importance of the MIC evaluation for drug interactions.

Ceftazidima é um antimicrobiano administrado por via parenteral, que apresenta amplo espectro de ação, principalmente contra Pseudomonas aeruginosa. O tempo em que a concentração sérica de ceftazidima permanece acima da concentração mínima inibitória (MIC) é um importante parâmetro farmacodinâmico para a determinação da eficácia antimicrobiana e pode ser potencializado através da utilização de infusão contínua em soluções parenterais (PS). Este artigo visa a avaliar a estabilidade da ceftazidima em solução de glicose 5%, na presença e na ausência do fármaco aminofilina, através de cromatografia líquida de alta eficiência HPLC e MIC durante o período de 24 horas. Os microorganismos selecionados para a determinação do MIC foram Escherichia coli e Pseudomonas aeruginosa. Os ensaios em cromatógrafo líquido confirmaram a estabilidade dos fármacos ceftazidima e aminofilina quando são individualmente associados em PS, enquanto os valores de MIC ficaram maiores que os valores encontrados na literatura. Quando ambos os fármacos foram associados na mesma solução parenteral a concentração de ceftazidima obtida por HPLC diminuiu 25% depois de 24 horas. Os valores de MIC mostraram maior decaimento da atividade antimicrobiana neste mesmo período e também valores de MIC alterados nas soluções preparadas no tempo zero, decaimento este que não foi detectado em HPLC. Os resultados indicaram incompatibilidade na associação dos fármacos em PS, enfatizando a importância dos resultados de MIC para interações de fármacos.
Descritores: Aminofilina/análise
Ceftazidima/análise
-Cromatografia Líquida de Alta Pressão/estatística & dados numéricos
Glucose
Testes de Sensibilidade Microbiana
Preparações Farmacêuticas/análise
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-596668
Autor: Santos, Carolina Alves dos.
Título: Estabilidade dos fármacos ceftazidima e aminofilina em soluções parenterais de grande volume (SPGV) carreados pelo copolímero Pluronic® F68. Emprego da proteína verde fluorescente (GFP) como biossensor da estabilidade de fármacos em SPGV / Stability of ceftazidime and aminophyline carried by Pluronic®F68 in parenteral solutions. Green Fluorescent Protein (GFP) as a biossensor for drug stability in parenteral solutions.
Fonte: São Paulo; s.n; 2010. xiii,85 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Diante da extensa utilização de fármacos associados às soluções parenterais de grande volume (SPGV) e muitas vezes da impossibilidade da administração dos mesmos em diferentes veículos de infusão, sejam pela perda da estabilidade ou por insolubilidade destes, a utilização de copolímeros como carreadores de fármacos vêm a favorecer a associação destes às SPGV. Este trabalho visa avaliar a estabilidade dos fármacos ceftazidima e aminofilina nas SPGV carreados pelo copolímero Pluronic® F68 e o estudo da GFP como potencial biossensor da estabilidade de fármacos nas SPGV. A estabilidade dos fármacos ceftazidima (320ug/mL) e aminofilina (160ug/mL) em SPGV foi avaliada, na presença e na ausência de Pluronic® F68, através da utilização de HPLC logo após preparo e após período de 24hs, usando sistema Schimadzu LC10, LC-solution software, Schimadzu C18, fluxo 0,5mL/min, detecção em λ=255nm (ceftazidima) e λ=275nm (aminofilina), volume de injeção 20uL, 25ºC. A determinação da concentração mínima inibitória (CMI) foi realizada em amostras de ceftazidima (240ug/mL) na presença e na ausência de Pluronic® em SPGV de 5% glicose usando E. coli ATCC 25922 e P.eruginosa ATCC 9721 na concentração de 106UFC/mL . Pluronic® F68 foi utilizado nas amostras para avaliação da estabilidade dos fármacos ceftazidima e aminofilina na concentração 10% m/m. Resultados mostraram uma incompatibilidade entre a associação dos fármacos em SPGV de 5% glicose, com perda de concentração de 25% do fármaco ceftazidima na ausência de Pluronic®. Nos ensaios de CMI realizados com fármaco ceftazidima em SPGV de 5% glicose observou-se uma melhora dos valores de CMI quando o fármaco foi associado ao copolímero Pluronic® para ambos os microrganismos estudados. O estudo da GFP mostrou que fatores como (i) as propriedades físico-químicas dos fármacos, (ii) valores de pH das soluções e (iii) interações entre a proteína e as SPGV, podem favorecer mudanças de intensidade de fluorescência da GFP...

Drug association administered through parenteral solutions is a common hospital practice. Copolymers as carriers in parenteral solutions may allow originally unstable or insoluble drug combinations, or even improve their action. The aim of this work was to evaluate the stability of ceftazidime and aminophylline in parenteral solutions carried by Pluronic® F68, besides the application of the green fluorescent protein as a biossensor of drug stability. To evaluate the stability of ceftazidime (320 µg/mL) and aminophylline (160 µg/mL) carried by Pluronic® F68 (10%) in parenteral solutions, HPLC measurements were made immediately after the drug mixture preparation and after 24 hours, detected at λ=255nm (ceftazidime) and λ=275nm (aminophylline). In addition, minimal inhibitory concentration test (MIC) was used to determine the biological activity of ceftazidime (240 µg/mL) in 5% glucose parenteral solution, with or without Pluronic® F68 (10%). The strains tested by MIC were E. coli ATCC 25922 and P.aeruginosa ATCC 9721 (106UFC/mL). The HPLC experiments showed incompatibility of ceftazidime and aminophylline associated in 5% glucose parenteral solution, with 25% loss for ceftazidime without Pluronic® F68. MIC analysis for ceftazidime, with or without aminophylline, showed that lower antibiotic concentration values were required to inhibit E. coli and P.aeruginosa growth, when the copolymer Pluronic® F68 was present in the samples. It was also showed that physical chemical drugs alterations, pH values and protein-parenteral solution interactions can change GFP fluorescence intensity (detected by espectrofluorimeter λex=394nm, λem=509nm). These data endorse the potential of this protein as a biosensor of drug stability in parenteral solutions.
Descritores: Aminofilina/farmacologia
Ceftazidima/farmacologia
Infusões Parenterais
Soluções/farmacologia
Técnicas Biossensoriais/métodos
-Biotecnologia/métodos
Avaliação de Medicamentos
Estabilidade de Medicamentos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T615.19015, S237es. 20442


  6 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-586527
Autor: Santos, Carolina Alves dos; Mazzola, Priscila Gava; Polacwiecz, Bronislaw; Knirsch, Marcos Camargo; Cholewa, Olívia; Penna, Thereza Christina Vessoni.
Título: Stability of furosemide and aminophylline in parenteral solutions / Estabilidade de furosemida e aminofilina em soluções parenterais
Fonte: Braz. j. pharm. sci;47(1):89-96, Jan.-Mar. 2011. graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: Parenteral solutions (PS) are one of the most commonly used drug delivery vehicles. Interactions among the drug, components in the drug's formulation, and the PS can result in the formation of inactive complexes that limit efficacy or increase side effects. The aim of this work was to evaluate possible interactions between the drugs and PS, assess drug stability and to identify degradation products after 20 h at room temperature. Furosemide (FSM) and Aminophylline (APN) were added to PS containing either 20 percent mannitol or 0.9 percent NaCl at pH 6.5-7.5 and 10-11. Their behavior was studied individually and as an admixture, after 1 h oxidation with H2O2, using a spectrophotometer and HPLC. Individually, FSM and APN added to 20 percent mannitol and 0.9 percent NaCl solutions had the highest stability at pH 10-11. When FSM and APN were combined, the behavior of FSM was similar to the behavior observed for the drug individually in the same solutions. With the drugs combined in 20 percent mannitol pH 10-11, HPLC showed that both drugs were stable after a 20 h period yielding two distinct peaks; in oxidized samples, the elution profile showed four peaks with retention times unrelated to the untreated samples.

Soluções parenterais de grande volume são frequentemente utilizadas no ambiente hospitalar para a veiculação de fármacos. No entanto, possíveis incompatibilidades entre as estruturas dos fármacos, em diferentes veículos de administração, podem gerar possíveis associações antagônicas ou sinérgicas, resultando em alterações das propriedades físico-químicas, consequentemente, dos efeitos farmacológicos e das respostas clínicas esperadas. Este artigo avaliou a estabilidade e a possível formação de produtos de degradação entre os fármacos furosemida e aminofilina quando estes foram veiculados em soluções parenterais, após o preparo e após o período de 20 h. Furosemida e aminofilina foram adicionadas às soluções de 20 por cento manitol e 0,9 por cento NaCl nos valores de pH 6,5-7,5 e 10-11. A estabilidade dos fármacos foi avaliada individualmente, combinada e após degradação com peróxido de hidrogênio através de espectrofotometria de UV e HPLC. Furosemida e aminofilina individualmente avaliadas mostraram alta estabilidade em ambas as soluções estudadas nos valores de pH 10-11. Quando os fármacos foram combinados o comportamento da furosemida foi similar ao observado na ausência de aminofilina. Os fármacos combinados em 20 por cento manitol pH10-11 por HPLC foram estáveis após o período de 20 h. Após degradação o perfil de cromatograma encontrado foi diferente do observado na ausência de degradação mostrando que o método é indicativo de estabilidade.
Descritores: Aminofilina/análise
Aminofilina/efeitos adversos
Furosemida/análise
Furosemida/efeitos adversos
Infusões Parenterais/efeitos adversos
Infusões Parenterais/métodos
Infusões Parenterais
-Cromatografia Líquida de Alta Pressão
Espectrofotometria
Fatores de Tempo
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  7 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-531357
Autor: Arbesú Michelena, María Antonieta; Ramos Fernández, Maritza; Fernández Arguelles, Rogelio; Planché Aguilar, Laritza.
Título: Información sobre antimicrobianos en una muestra de profesionales de la salud en el Instituto de Oncología / Information on presence of antimicrobial agents in a cohort of health professionals in Oncology Institute
Fonte: Rev. cuba. farm;43(2), mayo-ago. 2009. tab.
Idioma: es.
Resumo: En el éxito de un tratamiento antimicrobiano influyen diversos factores objetivos y subjetivos que en los distintos informes del Comité de Farmacia y Terapéutica del Instituto Nacional de Oncología y Radiobiología, durante el 2006, se describieron problemas relacionados con el cumplimiento de la política de antibióticos, lo cual ha sido justificado, por parte del personal afectado, por la imposibilidad de utilización de las técnicas de la microbiología. De igual forma, estos profesionales plantean que la política antimicrobiana es incorrecta por no contar con el mapa microbiológico actualizado; sin embargo, se conoce la existencia de otros factores, como la información de cada profesional en la terapéutica a prescribir, que pueden influir en el resultado del uso de los antimicrobianos. Con el objetivo de determinar hasta donde se recuerdan los conocimientos adquiridos en la formación profesional del personal escogido, a partir de la literatura de pregrado, relacionada con la terapéutica y que pueden o no influir en la prescripción de antimicrobianos fue que se realizó el presente estudio. Se dise±ó una encuesta de 5 preguntas con opción múltiple y 4 opciones, a se±alar solo una, como correcta, y se validó por expertos, la cual se les aplicó a médicos y técnicos o tecnólogos de Farmacia. Los resultados obtenidos demostraron un cierto grado de olvido de algunos conceptos importantes que pueden influir negativamente en el éxito de una terapéutica antiinfecciosa en los pacientes oncológicos, fundamentalmente los que recibirßn como tratamiento oncoespecífico la cirugía, por lo que se recomienda a la dirección de docencia la realización de actualizaciones al personal de la institución.

Success of an antimicrobial treatment is influenced by several objective and subjective factors that in different reports from Pharmacy and Therapeutics Committee of National Institute of Oncology and Radiology during 2006, problems related to fulfillment of antibiotics policy were described which has been justified by affected persons due to impossibility to use microbiology techniques. In the same way, these professionals propose that antimicrobial policy is incorrect by lack of updated microbiologic map; however, it is unknown existence of other factors, like the information of each professional to prescribe a therapy that may influence in the result of antimicrobial use. To determine where does the knowledges acquired are reminded in professional training of staff selected, from pregraduate literature, related to therapeutics and that may or not to influence in antimicrobial prescription it was possible to perform present study. Authors designed a 5 questions survey with a multiple option and four options to mark only one as correct and it was validated by experts, which was applied to physicians and Pharmacy technicians. Results achieved showed a certain degree of forgetting of some significant concepts that may to influence in a negative way on success of anti-infectious therapy in oncologic patients, mainly those candidates for surgery as oncospecific treatment, thus, we recommend to Teaching Management the performing of updates for institution staff.
Descritores: Aminofilina/uso terapêutico
Cefazolina/uso terapêutico
Combinação de Medicamentos
Interações Medicamentosas
Dose Máxima Tolerável
Penicilinas/uso terapêutico
Antibioticoprofilaxia/métodos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  8 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-395562
Autor: Rubiano C., Mauricio.
Título: Uso de drogas de urgencia en la práctica odontológica / Use of emergency drugs in dentistry practice
Fonte: Univ. odontol;1(2):99-105, 1982.
Idioma: es.
Descritores: Aminofilina
Diazepam
Uso de Medicamentos
Emergências
Epinefrina
Esponja de Gelatina Absorvível
Farmacologia
-Colômbia
Responsável: CO185.1 - Biblioteca Alfonso Borrero Cabal, S. J.


  9 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-373231
Autor: Organización Panamericana de la Salud.
Título: Informacion Farmacologica: octubre 1982 / Pharmacological Information: October 1982
Fonte: Bol. Oficina Sanit. Panam;93(4):388-403, 1982.
Idioma: es.
Descritores: Ácido Fólico/normas
Aminofilina/normas
Diflunisal/normas
Fenacetina/normas
Experimentação Humana
Paraquat/normas
Procaína/normas
Quinidina/normas
Timolol/normas
Responsável: US1.1 - HQ Library


  10 / 70 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-355706
Autor: Araújo, Ana Carla S; Vianna, Elcio O; Terra Filho, Joäo.
Título: Abordagem clínica da asma brônquica / Bronchial asthma clinical approach
Fonte: Medicina (Ribeiräo Preto);35(2):134-141, abr.-jun. 2002. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A asma é caracterizada por inflamaçäo, obstruçäo reversível e hiperreatividade brônquica. Esta revisäo objetiva oferecer aos estudantes de Medicina e médicos, recomendações para o atendimento do paciente asmático, de forma a mostrar as abordagens terapêuticas e sugerir uma proposta, reunindo opiniões de diferentes consensos
Descritores: Aminofilina
Asma
Exame Físico
-Antiasmáticos/uso terapêutico
Asma
Diagnóstico Diferencial
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central



página 1 de 7 ir para página                  
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde