Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.092.877.400 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 8 [refinar]
Mostrando: 1 .. 8   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 8 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-341287
Autor: Tagliari, Lisliane Marisa; Alves-do-Prado, Wilson.
Título: Tetanic fade induced by d-Tubocurarine, Hexamethonium and Neostigmine in phrenic nerve diaphragm rats
Fonte: Acta sci;20(2):231-34, Jun. 1998. graf.
Idioma: en.
Resumo: A acetilcolina liberada do terminal nervoso motor (TNM) pode modular sua pr6pria liberagdo (automodulação do TNM), interagindo com receptores nicotinicos (autoestimulação do TNM) ou muscarinicos (autoinibição do TNM) pré-juncionais. Por outro lado, tem-se demonstrado que a neuropatia induzida pelo estado diabético determine vários danos estruturais no interior do TNM, sem, contudo, interferir na velocidade e na integridade da transmissão neuromuscular. Estudos farmacológicos demonstram que animais diabéticos, quando comparados aos normais, são menos sensíveis a alguns bloqueadores neuromusculares (d-tubocurarina, galamina, pancurônio e decametônio). Esses resultados sugerem que alguma modificação no sistema de automodulação do TNM pode contrabalançar as deficiências neuronais induzidas pelo estado diabético. Dessa forma, o presente estudo foi conduzido com preparações nervo frênico-diafragma isolado de ratos (obtidas de animais normais e diabéticos) na tentativa de verificar se existiriam diferenças na fadiga neuromuscular induzida por drogas (d-tubocurarina, neostigmina, hexametônio). Nossos resultados mostraram que, embora não existissem diferenças na indução da fadiga neuromuscular induzida por d-tubocurarina, neostigmina ou hexametônio, o recobro da fadiga neuromuscular induzida por d-tubocurarina foi mais rápido em preparações neuromusculares obtidas de animais diabéticos. Essa diferença pode estar relacionada a alguma modificação induzida pelo estado diabético que determinou redugio da afinidade da d-tubocurarina para os receptores nicotínicos pré-juncionais
Descritores: Trietiodeto de Galamina
Hexametônio/uso terapêutico
Neostigmina
Pancurônio/uso terapêutico
Tubocurarina
Limites: Animais
Ratos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  2 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-126290
Autor: Carvalho, Lia Medeiros Freire de.
Título: Estudo sobre o controle parácrino na hipófise: efeito do hormônio adrenocorticotrófico sobre a secreçäo do peptídeo intestinal vasoativo e da galanina / An study on the paracrine control in the hypophysy: effect of adrenocorticotropic hormone on secretion vasoactive intestinal peptide and of the galamin.
Fonte: Salvador; s.n; 1991. VIII, 48 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Atualmente esté claro que os peptídeos gastrointestinais se localizam, também nas células da hipófise que produzem os hormônios "classicos". A funçäo fisiológica destes peptídeos gastrointestinais na hipófise porém, ainda näo foi bem elucidada e eles podem ter um importante papel no controle parácrino. Com o objetivo de estudar a possível interrelaçäo existente entre os hormônios pituitários e os peptídeos gastrointestinais, foi analisado o efeito do hormônio adrenocorticotrófico (ACTH) sobre a secreçäo do peptídeo intestinal vasoativo (VIP) e da galanina, em hipófise de ratos machos, usando um sistema de perfusäo, in vitro. Foram obtidas hipófises de ratos Wistar, adultos, machos, posteriormente divididas em quatro e perfundidas em soluçöes contendo diferentes concentraçöes de ACTH e, subsequentemente, soluçäo com KCl. Fraçöes de 1,5ml eram coletadas com intervalos de 3 minutos e analisadas para VIP e galanina, usando radioimunoensaio altamente específico. Algumas amostras foram também analisadas para 782 e substância P. Doses de 0,02µm; 0,1µm; 0,2µm e 0,4µm de ACTH produziram um incremento de 117,75 ñ 4,51//; 155,75 ñ 8,79//; 163,25 ñ 14,45// e 161,5 ñ 2,89// respectivamente, de VIP, partindo da linha basal de liberaçäo (P < 9.001). Entretanto, doses de 1µm e 2µm de ACTH suprimiram a liberaçäo de VIP para 73,5 ñ 5,55// e 46,5 ñ 4,39// respectivamente, comparando com o valor basal de liberaçäo (p < 0,001). Resultados para a liberaçäo de galanina foram similares. Doses de 0,02µm, 0,1µm; 0,2µm, e 0,4µm de ACTH produziram um incremento na liberaçäo de galanina de 129 ñ 3,99//; 136,25 ñ 7,75//; 142,75 ñ 9,13// e 133,25 ñ 9,13// sobre a liberaçäo basal (P < 0,001). Entretanto, as doses de 1µm e 2µm de ACTH provocaram uma supressäo de 51,5 ñ 6,63// e 50,0 ñ 13,29// respectivamente, comparados com a liberaçäo basal (100//) (P < 0.001). Doses de ACTH que afetam a secreçäo de VIP e galanina, näo tiveram efeito na liberaçäo de 782, nem na da substancia P...
Descritores: Hormônio Adrenocorticotrópico/fisiologia
Trietiodeto de Galamina/metabolismo
Adeno-Hipófise/metabolismo
Hormônio do Crescimento/imunologia
Técnicas In Vitro
Ratos Endogâmicos/imunologia
-Brasil
Quimioterapia do Câncer por Perfusão Regional
Polipeptídeo Inibidor Gástrico/efeitos dos fármacos
Perfusão/veterinária
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR11.1 - Biblioteca
BR11.1


  3 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-64285
Autor: Duval Neto, Gastäo F.
Título: Efeitos cardiovasculares dos relaxantes neuromusculares / Cardiovascular effects of neuromuscular relaxants
Fonte: Rev. bras. anestesiol;38(1):25-41, jan.-fev. 1988. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O autor faz uma revisäo das açöes farmacológicas dos relaxantes neuromusculares sobre o sistema cardiovascular. Os mecanismos básicos pelos quais os relaxantes neuromusculares induzem efeitos cardiovasculares säo sumarizados. Entre estes incluem a liberaçäo de histamina, bloqueio ganglionar, bloqueio dos receptores muscarínicos no sistema cardiovascular e a recaptaçäo das catecolaminas a nível neural. Consideraçöes sobre os mais recentes agentes, atracúrio e vecurônio, säo feitas, especialmente quanto aos seus efeitos hemodinâmicos
Descritores: Atracúrio/farmacologia
Sistema Cardiovascular/efeitos dos fármacos
Bloqueadores Neuromusculares/farmacologia
Brometo de Vecurônio/farmacologia
-Aminopiridinas/farmacologia
Edrofônio/farmacologia
Trietiodeto de Galamina/farmacologia
Neostigmina/farmacologia
Pancurônio/farmacologia
Brometo de Piridostigmina/farmacologia
Succinilcolina/farmacologia
Tubocurarina/farmacologia
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central


  4 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Braz, José R. C
Id: lil-64283
Autor: Braz, José R. C; Vianna, P. T. G.
Título: Farmacocinética dos bloqueadores neuromusculares / Pharmacokinetics of neuromuscular relaxants
Fonte: Rev. bras. anestesiol;38(1):15-24, jan.-fev. 1988. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Os autores tecem comentários sobre a farmacocinética dos bloqueadores neuromusculares adespolarizantes e despolarizantes, enfatizando principalmente os aspectos da fisiopatologia que podem alterá-la, como a gravidez, hipotermia, idade avançada e insuficiência renal e hepática
Descritores: Bloqueadores Neuromusculares/farmacocinética
-Alcurônio/farmacocinética
Atracúrio/farmacocinética
Interações Medicamentosas
Trietiodeto de Galamina/farmacocinética
Pancurônio/farmacocinética
Compostos de Piridínio/farmacocinética
Tubocurarina/farmacocinética
Brometo de Vecurônio/farmacocinética
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central


  5 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-54158
Autor: Imbeloni, Luiz Eduardo; Maia, C. P.
Título: O pré-tratamento com relaxante neuromuscular adespolarizante: influência na funçäo pulmonar / Pretreatment with non-depolarizing neuromuscular relaxants: influence on pulmonary function
Fonte: Rev. bras. anestesiol;37(6):393-6, nov.-dez. 1987. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A influência do pré-tratamento com relaxante neuromuscular adespolarizante na funçäo pulmonar foi avaliada em 30 pacientes saudáveis, acordados e sem medicaçäo pré-anestésica. Os pacientes foram divididos em três grupos: grupo 1, recebeu pancurônio 1 mg; grupo 2, galamina 20 mg e grupo 3, alcurônio 2 mg por via venosa. Todos os pacientes tiveram uma diminuiçäo da capacidade vital (CV), fluxo eexpiratório de pico (FEP) e do volume expiratório forçado no 1§ segundo (VEF), mas apenas a diminuiçäo do FEP no grupo da galamina näo foi estatiscamente significativa. A mais pronunciada diminuiçäo da CV, do FEP e do VEF (15, 13 e 13% respectivamente) foi vista com o grupo que recebeu pancurônio. Dois pacientes (20%) no grupo 1 apresentaram sinais de dificuldade respiratória e necessitaram suporte ventilatório. Três pacientes do grupo 1 e um do grupo 2 foram incapazes de manter a cabeça elevada por 10 segundos. Três pacientes do grupo 2 (galamina) apresentaram taquicardia imediatamente após a injeçäo. Como conclusäo, temos que doses fixas de pancurônio, galamina e alcurônio näo devem ser recomendadas como rotina em pré-curarizaçäo
Descritores: Alcurônio/administração & dosagem
Trietiodeto de Galamina/administração & dosagem
Pancurônio/administração & dosagem
Medicação Pré-Anestésica
Respiração
Testes de Função Respiratória
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-38439
Autor: Pereira, Eduardo Lami; Silva, P. C. S; Gantus Neto, A.
Título: Tratamento precoce previne as complicaçöes excitatórias da injeçäo inadvertida de Galamina na raque? / Does early treatment avoid excitatory complications of accidental subarachnoid gallamine injection?
Fonte: Rev. bras. anestesiol;36(2):133-4, mar.-abr. 1986.
Idioma: pt.
Descritores: Raquianestesia
Trietiodeto de Galamina/efeitos adversos
Manifestações Neurológicas
-Trietiodeto de Galamina/administração & dosagem
Punções
Limites: Pessoa de Meia-Idade
Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-17137
Autor: Labrunie, G. M; Gouveia, M. A.
Título: Galamina no tratamento e prevencao da cefaleia pos puncao de dura-mater. / Gallamine for treatment and prevention of post dural puncture headaches
Fonte: Rev. bras. anestesiol;33(4):299-300, 1983.
Idioma: pt.
Descritores: Raquianestesia
Trietiodeto de Galamina
Cefaleia
Punção Espinal
Limites: Pessoa de Meia-Idade
Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 8 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-15556
Autor: Gouveia, M. A; Mauro, C. L; Amaral, A.
Título: Injecao inadvertida de galamina no espaco subaracnoideo.Relato de um caso. / Inadvertent injection of gallamine in subarachnoid space. Report of a case
Fonte: Rev. bras. anestesiol;33(3):189-92, 1983.
Idioma: pt.
Resumo: O conteudo de uma ampola que se pensava ser xylocaina 5% foi aspirado da mao da enfermeira e injetado na raque de um paciente que seria submetido a manobras ortopedicas. Quatro horas depois apresentou convulsao e entrou em coma na 10a. hora.Foi instalada ventilacao controlada e colocado dois cateteres no espacao subaracnoideo para irrigacao e drenagem. Teve alta no sexto dia sem sequela neurologica.Posteriormente foi admitido que a ampola era de flaxedil (tri-etiliodeto de galamina). Deve-se tomar cuidado na leitura das etiquetas de medicamentos
Descritores: Raquianestesia
Trietiodeto de Galamina
Doença Iatrogênica
Convulsões
Espaço Subaracnóideo
-Erros de Medicação
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde