Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.241.081.114.937.349 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 2 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011315
Autor: Jacondino, L. R; Gonçalves, A. S; Correa, B. R; Oberst, E. R; Silva, M. K; Birgel, D. B; Birgel Júnior, E. H; Raimondo, R. F. S.
Título: Comparação de métodos para avaliação de beta-hidroxibutirato em ovelhas / Comparison of methods for evaluation of beta-hydroxybutyrate in ewes
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(3):857-862, May-June 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Atualmente o uso de sensores portáteis para mensuração de corpos cetônicos está padronizado e difundido na rotina clínica, contudo estudos em ovinos são escassos. Assim, a presente pesquisa objetivou avaliar a acurácia dos sensores portáteis de uso humano e de uso veterinário para a determinação de beta-hidroxibutirato (BHB) em ovelhas no final da gestação e no pós-parto recente. Foram utilizadas 37 amostras de sangue provenientes de nove ovelhas mestiças Corriedale. A determinação bioquímica de BHB no soro, considerada como o padrão-ouro, foi realizada utilizando-se metodologia enzimática colorimétrica. A média obtida na bioquímica sérica foi de 0,497mmol/L; no sensor de uso humano, a média foi igual a 0,537mmol/L, enquanto no sensor de uso veterinário foi de 0,751mmol/L. Foi verificada alta correlação entre o dosímetro de uso humano e o padrão-ouro (r=0,93, P<0,001). A média do aparelho de uso veterinário diferiu das demais (51%; P<0,05), superestimando os resultados em ovelhas. As medições obtidas no aparelho veterinário também apresentaram menor precisão e veracidade. Concluiu-se que o sensor portátil de uso humano é mais acurado e mais preciso no diagnóstico precoce de toxemia da gestação em ovelhas.

Currently the use of portable sensors for measuring ketone bodies is standardized and diffused in the clinical routine, however, studies in sheep are scarce. Therefore, the present study aimed to evaluate the accuracy of the human portable sensor and the veterinary portable sensor for the determination of beta-hydroxybutyrate (BHB) in sheep at the end of gestation and postpartum. We used 37 samples of blood from nine crossbred Corriedale sheep. Biochemical determination of serum BHB, considered gold standard, was performed using colorimetric enzymatic methodology. The mean serum biochemistry was 0.497mmol/L, in the human sensor the mean was 0.537mmol/L, while in the veterinary sensor it was 0.751mmol/L. A high correlation was verified between the dosimeter for human use and the gold standard (r= 0.93, P< 0.001). The mean of the veterinary apparatus differed from the others, being 51% (P< 0,05), higher than the standard, that is, it was less accurate and had lower veracity, overestimating the results in sheep. It was concluded that the portable sensor for human use is more accurate and accurate in the early diagnosis of toxemia of pregnancy in sheep.
Descritores: Pré-Eclâmpsia/veterinária
Ovinos/sangue
Ácido 3-Hidroxibutírico/sangue
Cetose/diagnóstico
Cetose/sangue
Cetose/veterinária
Limites: Animais
Feminino
Gravidez
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 2 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Carvalho, A. U
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1038638
Autor: Alvarenga, E. A; Moreira, G. H. F. A; Facury Filho, E. J; Leme, F. O. P; Moreira, T. F; Carvalho, A. U.
Título: Evaluation of different sites for blood collection for ß-hydroxybutyrate assessment in dairy cows using hand-held meter / Avaliação de diferentes locais de coleta de sangue para avaliação de ß-hidroxibutirato em vacas de leite usando aparelho portátil automático
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(4):1425-1427, jul.-ago. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Cetose subclínica é uma grande preocupação em rebanhos leiteiros, e seu diagnóstico e prevenção podem ter um grande impacto na saúde animal. Este estudo comparou quatro locais diferentes para a coleta de amostras de sangue (jugular, veias mamárias e coccígeas e ponta da cauda) para medição de ß-hidroxibutirato (BHBA), usando-se um medidor portátil automático. Foram utilizadas seis vacas Holandesas, e a coleta de sangue foi feita no segundo, quinto, 10º, 15º e 21º dias pós-parto. Os resultados do medidor portátil foram semelhantes aos resultados do laboratório e apresentaram uma correlação forte de 0,83. As concentrações séricas de BHBA nas amostras de sangue coletadas na ponta da cauda, na jugular e na coccígea foram semelhantes. No entanto, o sangue retirado da veia mamária tinha uma concentração mais baixa. Portanto, as amostras de sangue para aferição de BHBA podem ser recolhidas nas veias jugular e coccígeas e na ponta da cauda, sendo as duas últimas as opções mais fáceis para monitorar o BHBA em rebanho leiteiro.(AU)
Descritores: Coleta de Amostras Sanguíneas/métodos
Coleta de Amostras Sanguíneas/veterinária
Cetose/diagnóstico
Cetose/veterinária
-Ácido 3-Hidroxibutírico/sangue
Limites: Animais
Feminino
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde