Base de dados : LILACS
Pesquisa : D02.241.223.100.120 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 5 [refinar]
Mostrando: 1 .. 5   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 5 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732517
Autor: Feltrin, Rebeca Buzzo; Velho, Lea Maria Leme Strini.
Título: Entre o campo e o laboratório: a dinâmica de produção de conhecimento no Ambulatório de Menopausa do Caism/Unicamp / Between the country and the laboratory: the dynamics of the production of knowledge at the Menopause Outpatients Clinic at Caism, Unicamp
Fonte: Hist. ciênc. saúde-Manguinhos;21(4):1283-1300, Oct-Dec/2014.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo investiga as práticas de produção de conhecimento sobre a menopausa no Caism/Unicamp, centro de referência para políticas públicas em saúde da mulher. Foram realizadas observações de consultas ginecológicas, entrevistas com mulheres e médicos e observação de reuniões de apoio psicológico, buscando identificar os discursos que circulam no lugar e o processo de alistamento de diferentes atores para que os conhecimentos ali produzidos alcancem credibilidade e “viajem” além dos limites do hospital-escola, tornando-se “universais”. A análise baseia-se nos “estudos localistas”, alinhados aos estudos sociais de ciência e tecnologia.

This study investigates the practices involved in the production of knowledge about menopause at Caism, Unicamp, a reference center for public policies for women’s health. Gynecological appointments and psychological support meetings were observed, and women and doctors were interviewed in order to identify what discourse circulates there and how different actors are brought in to ensure that the knowledge produced attains credibility and “travels” beyond the boundaries of the teaching hospital to become “universal”. The analysis is based on localized studies aligned with social studies of science and technology.
Descritores: /genética
H-TEMEFOS ANTIGENS/genética
Complexo Principal de Histocompatibilidade
Odorantes
-Ácido Benzoico
Benzoatos/isolamento & purificação
Benzoatos/urina
Butiratos/isolamento & purificação
Butiratos/urina
Cromatografia Gasosa
Cromatografia por Troca Iônica
Cresóis/isolamento & purificação
Cresóis/urina
Dimetil Sulfóxido
Discriminação (Psicologia)
Aprendizagem em Labirinto
Camundongos Endogâmicos
Fenóis/isolamento & purificação
Fenóis/urina
Fenilacetatos/isolamento & purificação
Fenilacetatos/urina
Sulfonas/isolamento & purificação
Sulfonas/urina
Ultrafiltração
Limites: Animais
Masculino
Camundongos
Tipo de Publ: Research Support, U.S. Gov't, P.H.S.
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-570188
Autor: Carneiro, Diego Dias; Oliveira, Maria Isabel Souza; Mendes, Marisa Fernandes; Coelho, Gerson Luiz Vieira.
Título: Produção em condições supercríticas e avaliação do potencial do ácido benzóico microparticulado em alimentos / Production in supercritical conditions and evaluation of the potential of the micronized benzoic acid in foods
Fonte: Bol. Centro Pesqui. Process. Aliment;28(1):1-10, jan.-jun. 2010. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar os melhores parâmetros da produção do ácido benzóico microparticulado (mediante aplicação do processo de expansão rápida de soluções supercríticas em diferentes condições de temperatura e pressão) e a efetividade do material obtido na inibição de microorganismos em suco de laranja natural, comparando os resultados obtidos com amostras contendo ácido benzóico comercial e com amostras sem adição de conservador por meio de análises microbiológicas. O resultado das análises indicou que a temperatura não influencia significantemente a morfologia das partículas e que na pressão de 160 bar houve a formação das menores partículas. O crescimento microbiológico foi mais significativo na amostra sem adição de conservador e as amostras adicionadas de 0,01 e 0,02% m/v de ácido benzóico microparticulado apresentaram melhor controle de crescimento que as amostras com conservador comercial nas mesmas concentrações. Os resultados evidenciaram que a micronização de partículas pelo método RESS se apresenta promissora para a produção de conservadores de alimentos, porém estudos devem ser realizados para avaliar seu potencial em outros alimentos, em outros microorganismos e em outras concentrações.
Descritores: Ácido Benzoico
Conservantes de Alimentos
Tecnologia de Alimentos
Bebidas Gaseificadas
Responsável: BR16.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde


  3 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Thiesen, Flávia Valladäo
Texto completo
Id: lil-461305
Autor: Fonseca, Estefânia Perin; Johann, Ingrid; Alegretti, Ana Paula; Thiesen, Flavia Valladão.
Título: Interferência do consumo de Chimarrão nos níveis de ácido hipúrico urinário / Chimarrão consumption interference and hippuric acid urine levels
Fonte: Rev. bras. anal. clin;38(3):163-165, jul.-set . 2006. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O ácido hipúrico (AH) é empregado como indicador de exposição ocupacional ao tolueno, uma vez que é seu principal metabólito na urina. Contudo, o AH pode ser originado também do ácido benzóico, presente em algumas frutas e alimentos. Considerando que a erva-mate apresenta entre seus constituintes precursores do ácido benzóico, este estudo foi realizado com o objetivo de verificar a provável interferência do consumo de chimarrão nos níveis de AH urinário. Foram analisadas 70 amostras de urina de indivíduos não expostos ao tolueno ou qualquer alimento rico em seus precursores. O AH foi determinado por cromatografia gasosa e os resultados corrigidos pela creatinina urinária. A média dos resultados foi significativamente maior entre os consumidores de chimarrão (média=1,40+- erro padrão= 0,2953), demonstrando que o consumo recente desta bebida pode interferir nos resultados de AH urinário. São necessãrios estudos adicionais para avaliar a interferência do tipo de erva-mate e do padrão de consumo.
Descritores: Ácido Benzoico
Cromatografia Gasosa
Creatinina
Ilex paraguariensis
Tolueno
Urina
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  4 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-322750
Autor: Picheth, Geraldo; Yokoo, Arnaldo A; Rego, Fabiane G. M; Costa, Cláudia Dib da; Melo, Sandra F. de; Fadel-Picheth, Cyntia M. T.
Título: Controle de qualidade da glicemia: um estudo interlaboratorial / Quality control for glucose determination: an interlaboratorial study
Fonte: Rev. bras. anal. clin;33(4):171-174, 2001. tab, graf.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Congresso Latinoamericano de Bioquímica Clínica, 15, Apresentado em: Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 28, Florianópolis, 2001.
Resumo: A performance de 36 laboratórios da regiäo Sul do Brasil, que voluntariamente participaram neste estudo, foi avaliada através da quantificaçäo da glicose. As amostras analisadas continham glicose, dissolvida em ácido benzóico saturado e 25 porcento de glicerol, nas concentraçöes de 20, 200 e 1000 mg/dL. O erro total máximo permitido nas determinaçöes foi estabelecido como 10 porcento do valor esperado ou ñ 6 mg/dL, o que for maior, como recomendado pelo critério do CLIA. As metodologias empregadas neste estudo foram glicose oxidase (80 porcento), hexoquinase (17 porcento) e glicose desidrogenase (3 porcento). Para a amostra de 200 mg/dL, 25,7 porcento dos laboratórios relataram resultados incorretos, sendo importante ressaltar que o aprimoramento da qualidade analítica em valores próximos a esta concentraçäo é necessário para o diagnóstico e monitoramento dos pacientes com diabetes. A amostra contendo a maior concentraçäo de glicose (1000 mg/dL) foi incorretamente reportada por 55,9 porcento dos participantes e os resultados mostraram uma forte tendência para resultados abaixo da concentraçäo real. Apenas 38,8 porcento dos laboratórios avaliados neste estudo atingiram simultaneamente resultados dentro dos limites de erro estabelecido nas três amostras analisadas
Descritores: Glicemia
Glucose Desidrogenase
Glucose Oxidase
Hexoquinase
Controle de Qualidade
-Ácido Benzoico/química
Glicerol
Técnicas de Laboratório Clínico/métodos
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  5 / 5 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-246319
Autor: Alvarez-Leite, E. M; Duarte, A; Couto, A. F; Caixeta, V. F; Barroca, M. M.
Título: Valores de referência do ácido hipúrico urinário na regiäo metropolitana de Belo Horizonte / Urinary hippuric acid reference values in Belo Horizonte metropolitan area, Brazil
Fonte: Rev. bras. anal. clin;30(4):188-90, 1998.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivando estabelecer a faixa de valor referência para o ácido hipúrico na regiäo metropolitana de Belo Horizonte, urinas de indivíduos näo expostos ocupacionalmente ao tolueno foram analisadas por cromatografia em fase gasosa, utilizando-se detector de ionizaçäo de chama. Os valores encontrados experimentalmente (n=281) variaram de <0,1 a 2,79 g/L, mas a aplicaçäo de estudo estatístico delimita como faixa de referência,a nível de significância de 95 porcento, os valores de 0,361 a 0,481 g/L. Säo descritas, também, as condiçöes analíticas padronizadas para a determinaçäo cromatográfica do ácido hipúrico urinário
Descritores: Hipuratos/toxicidade
Exposição Ocupacional
Tolueno/urina
Toxicologia
Urina
-Ácido Benzoico/urina
Cromatografia Gasosa
Glicina/toxicidade
Biomarcadores/urina
Análise Estatística
Xenobióticos/urina
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde